Você está na página 1de 3
Exame 2010.1 – Curso Regular Modular II Processo Penal 01/09 Sumário: 1.Princípios Constitucionais do Processo
Exame 2010.1 – Curso Regular Modular II Processo Penal 01/09 Sumário: 1.Princípios Constitucionais do Processo

Exame 2010.1 – Curso Regular Modular II

Processo Penal

01/09

Sumário: 1.Princípios Constitucionais do Processo Legal; 2. Lei Processual do Tempo; do Direto Penal; 3. Contagem de Prazo; 4. Sistema Processual; 5. Inquérito Policial; 6.D - Regime Disciplinar Diferenciado.

PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DO PROCESSO PENAL

 

o

Princípio do devido processo legal, art. 5º, LIV da CF conjunto de direitos e garantias aplicados ao processo. Alguns direitos expressos ou implícitos na CF.

o

Princípio do contraditório e da ampla defesa, art. 5º, LV da CF (direito implícito) ninguém é obrigado a produzir prova contra si mesmo. Comunicação obrigatória + reação possível. Ampla defesa: Defesa técnica = defensor (indispensável) e Autodefesa = pelo próprio réu (dispensável). Ampla defesa Composto de 02 direitos: direito de presença = réu tem o direito de estar presente nos atos processuais (Lei 11.900/2009 permite audiência por vídeo conferência) e direito de audiência = réu tem o direito de ser ouvido.

o

Princípio direito de recorrer (direito implícito) = a prisão não é mais pressuposto recursal.

o

Princípio de inocência, art. 5º, LVII, da CF o réu só será considerado culpado depois da sentença condenatória transitada em julgado. (Súmula vinculante nº 11, STF)

LEI PROCESSUAL NO TEMPO

A lei penal não retroage, salvo para beneficiar o réu.
A lei penal não retroage, salvo para beneficiar o réu.

Lei processual no tempo = regida pelo princípio do efeito imediato (“tempus regit actum”) = a nova lei processual será aplicada a todos os processos em curso, não importando se beneficia ou não o réu. Os atos processuais já realizados permanecerão válidos.

CONTAGEM DE PRAZO Prazo penal Prazo processual Conta o dia do começo. É improrrogável. Começa

CONTAGEM DE PRAZO

Prazo penal Prazo processual
Prazo penal
Prazo processual

Conta o dia do começo.

É improrrogável.

Começa a contar no próximo dia útil.

É prorrogável.

SISTEMAS PROCESSUAIS

no próximo dia útil. É prorrogável. SISTEMAS PROCESSUAIS   Sistema adotado no Brasil; O processo é
 
  Sistema adotado no Brasil;

Sistema adotado no Brasil;

O processo é público ( arts. 5º, LX e 93, IX, CF );

O

processo é público (arts. 5º, LX e 93, IX, CF);

Há o contraditório e ampla defesa ( art. 5, LV, CF );

Há o contraditório e ampla defesa (art. 5, LV, CF);

Sistema Acusatório

 
  É adotada a livre apreciação da prova ( art. 155, 1ª parte, CPP );

É

adotada a livre apreciação da prova (art. 155, 1ª parte, CPP);

O órgão acusador é diferente do órgão julgador.

O

órgão acusador é diferente do órgão julgador.

 
  O processo é sigiloso;

O

processo é sigiloso;

Não há contraditório e ampla defesa;

Não há contraditório e ampla defesa;

Sistema Inquisitivo

 
  A confissão é a rainha das provas;

A

confissão é a rainha das provas;

O órgão acusador é a mesma pessoa que o órgão julgador.

O

órgão acusador é a mesma pessoa que o órgão julgador.

INQUÉRITO POLICIAL

Conceito: é um procedimento administrativo destinado a colheita de provas.

Características do Inquérito Policial

a) Escrito, art. 9º, CPP;

b) Inquisitivo (não tem contraditório e ampla defesa/ a presença do advogado é dispensável); c)
b) Inquisitivo (não tem contraditório e ampla defesa/ a presença do advogado é dispensável); c)

b) Inquisitivo (não tem contraditório e ampla defesa/ a presença do advogado é dispensável);

c) Sigiloso, art. 20, CPP; Porém não é sigiloso para o: juiz; MP e advogado (art. 7º, EOAB; Súmula

Vinculante nº 14,STF);

d) É dispensável para o inicio da ação penal (mas as provas são indispensáveis).

CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito, art. 58, § 3º da CF

Decreta prisão em flagrante;

Pode decretar a quebra do sigilo bancário e fiscal (sem autorização judicial);

Investiga fato certo por prazo determinado;

Para criar CPI precisa de 1/3 de parlamentares;

Tem poder instrutório de juiz;

Não pode decretar interceptação telefônica, só juiz;

Terminada a CPI é feito um relatório que é encaminhado para o Ministério Público.

Nota:

- A incomunicabilidade prevista no art. 21, CPP não foi recepcionada pela CF/88;

RDD - REGIME DISCIPLINAR DIFERENCIADO (art. 52, LEP)

Conceito: é uma punição disciplinar imposta ao preso. É o preso provisório ou condenado.

Somente juiz pode decretar o RDD;

Prazo: Dura até 360 dias; é prorrogável em caso de nova falta grave;

No máximo da pena: 1/6 da pena;

Cabimento: - Prática de crime doloso dentro da prisão; “o preso perigoso”; Quando houver envolvimento com o crime organizado;

Características: Celas individuais; Duas visitas semanais (fora as crianças); duas horas por dia de banho de sol;