Você está na página 1de 128

FATORALFA

1

1

Todos os Direitos Reservados © 2013

Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor.

Aviso Legal

Nós tentamos garantir, da melhor forma possível, que todo o conteúdo aqui infor- mado e relacionado é o mais preciso possível e dentro das normais e padrões das leis brasileiras. Entretanto o autor/agentes/editores não aceitam nenhuma responsabili- dade pela precisão e exatidão das informações ou opiniões aqui relacionadas. Todas as informações disponíveis neste livro tem o destino informativo e educativo. Ao con- tinuar a leitura após o aviso legal você, faz em seu próprio risco, concorda não respon- sabilizar o autor/editor/agentes por nenhum dano que você a rme ter acontecido por causa das informações disponíveis neste livro, tanto direto quanto indiretamente. Nós não poderemos ser reponsabilizados por nenhuma interação ou comunicação feita. A responsabilidade apenas existe entre as duas partes da interação.

ÍNDICE

I.

A Minha História

7

2.1 Resultado da Pesquisa

17

2.2 Fator Alfa

19

2.3 Os Desejos Mutantes

22

2.1 Fórmula Real Da Atração

28

2.1.2

Controle

29

2.1.3

Impacto

39

2.1.4

Conexão

42

2.1.4

Diferença entre pegadores e não-pegadores

50

3.1 Ser Você Mesmo 5 9 3.2 Características de Um Homem Alfa 6 3 6.1

3.1 Ser Você Mesmo

59

3.2 Características de Um Homem Alfa

63

5 9 3.2 Características de Um Homem Alfa 6 3 6.1 Pré-Abordagem 79 6.1.1 Como Pensar
5 9 3.2 Características de Um Homem Alfa 6 3 6.1 Pré-Abordagem 79 6.1.1 Como Pensar

6.1

Pré-Abordagem

79

6.1.1 Como Pensar

79

6.1.2 Desenvolvendo Desapego de

83

Resultado

6.1.2

Desenvolvendo Mentalidade de

84

Abundância

6.2

O Conteúdo Não Importa

85

6.5

Escalando A Conversa Fisicamente

75

6.6

Como Saber

Se Está Funcionando

77

6.1 Por Que escalação? 1 1 2 6.2 Como Funciona Na Prática 1 1 4
6.1 Por Que escalação? 1 1 2 6.2 Como Funciona Na Prática 1 1 4

6.1

Por Que escalação?

112

6.2

Como Funciona Na Prática

114

6.3

Escalando A Conversa

115

6.4

Como Criar Uma Conversa

117

6.5

Escalando A Conversa Fisicamente

119

6.6

Como Saber Se Está Funcionando?

120

7.1

Sistema de Sete Gatilhos

125

Gatilho

7.1.1 #1: Pergunta Aberta

130

7.1.2 Gatilho

#2: Opiniões

133

7.1.3 Gatilho

#3: Validação

138

7.1.4 #4: Suposições

Gatilho

138

7.1.5 Gatilho

#5: Humor

144

7.1.6 Gatilho

#6: Tarefas

151

7.1.7 Gatilho

#7: Histórias

154

8.1 Validação Positiva 1 6 3 8.2 Validação Negativa 1 6 6 8.3 Técnica Push-Pull

8.1 Validação Positiva

163

8.2 Validação Negativa

166

8.3 Técnica Push-Pull

172

Negativa 1 6 6 8.3 Técnica Push-Pull 1 7 2 9.1 O Que ÉA Escalação Sexual?

9.1 O Que ÉA Escalação Sexual?

176

9.1.1 O Que Todo Homem Devia Saber?

177

9.1.2 Os Três Estágios Da Escalação

182

9.1.3.1 Estágio Da Introdução

182

9.1.3.2 A Zona De Conforto

184

9.1.3.3 Estágio Da Sedução

186

9.1.3.3.1

O Tom de Voz

188

9.1.3.3.1

Os Olhos

189

9.1.3.3 Estágio Da Sedução 1 8 6 9.1.3.3.1 O Tom de Voz 1 8 8 9.1.3.3.1

I Minha História

Desde criança, eu NUNCA fui o tipo de PESSOA extrem amente SO- CIAL, sempre tive poucos amigos e passava mais tempo brincando sozinho com meus brinquedos do que conversando com outras pessoas. Preferia brincadeiras individuais, que eu podia fazer sem precisar de outros amigos.

O maior problema relacionado a minha personalidade surgiu na infância, quando comecei a me apaixonar por meninas do colégio, mas nunca tomava a iniciativa para tentar um relacionamento mais sério com elas (mal tinha a coragem de falar com elas). Até que um dia, aos 14 anos, quando eu estava completamente apaixonado por uma garota da minha escola, tentei conquistá-la com minhas “técnicas românticas”. Enviei presentes, escrevi poemas e toda esta baboseira que muita gente dizia que funcionava (e eu acreditava 100% que iria funcionar), mas isso não funcionou! O resultado de- sta tentativa foi o maior desastre amoroso da minha vida, a menina que eu gostava veio me dizer que eu “me achava” demais e ela tinha suas razões, pois, na carta, eu não parava de dizer o quanto eu era perfeito (tentando impressioná-la). Isso foi o começo das minhas decepções.

As pessoas começaram a falar que eu tinha que procurar mulheres com o mesmo nível de beleza que eu. Comecei a pensar que di-

I Minha História

abos eles queriam dizer com “o mesmo nível que eu”. Coloquei na minha cabeça que aquilo não fazia sentido. Decidi que iria lutar contra a ideia de que eu não era su ciente. Jurei que eu teria que buscar por alguma coisa maior em minha vida, nada de trabalho, eu queria ser um empresário de sucesso. Com isto eu comecei a trabalhar nos meus projetos de negócios.

Uma das minhas famosas histórias de fracasso é quando eu fui para o meu primeiro encontro. Era adolescente e nunca tinha cado com ninguém. Finalmente tinha conhecido uma garota atraente através do bate-papo na internet (o que é uma missão quase que impossível) e eu nalmente tomei coragem para per- guntar ela pra sair comigo. Ela me disse que ela ia estar em um Shopping e que podia me ver. Então eu decidi largar tudo, pegar um ônibus e ir me encontrar com ela. Mas chegando no encon- tro tudo se tornou um desastre, primeiro ela não ti nha me falado que ia estar com suas amigas roqueiras (estilo gótico e com uma cara que odiavam o mundo), segundo eu não sabia o que falar. O resultado disso é que eu quei sem saber o que falar por 1 hora e meia, sendo totalmente ignorado, a menina falava com suas ami- gas e eu estava ali sentado, mas ela me tratou como se eu não existisse. Lógicamente ela perdeu toda a atração por mim, já que eu não conseguia agir como um homem de verdade. Foi o pior sentimento da minha vida, ser ignorado e tratado como um ver-

I Minha História

dadeiro fantasma. Depois de 2 horas eu tomei coragem, levantei e corri para pegar o ônibus para a viagem mais triste da minha vida.

Quando completei 17 anos, a minha vida parecia estar indo de- centemente. Eu era um razoável aluno na escola e tinha acabado de conseguir um estágio em uma empresa de computação. Só que o mesmo problema continuava, até aquele momento eu nunca tinha beijado ninguém, então eu notei que as minhas habilidades com o sexo oposto não eram su cientes e decidi pesquisar e perguntar para outras pessoas“O que fazer para con- quistar uma mulher?”.

Recebi alguns dos conselhos mais estranhos da minha, inclu- indo uma conversa onde meu primo me disse que era tudo uma questão de começar com as“feias” e, com o tempo, acabaria che- gando nas mais“bonitas”. A maior parte das pessoas pode pensar que este conselho não fazia muito sentido, mas eu estava tão de- sesperado que qualquer coisa que me falassem eu tomaria como verdade.

Numa certa data eu viajei com alguns amigos para uma cidade do interior do Goiás, onde nalmente, perdi meu medo e beijei e, também, perdi a minha virgindade com a menina que se tornaria

minha primeira namorada.

I Minha História

Momento decisivo da minha vida, certo?Acreditei que fosse!

A minha lógica era que, depois da primeira vez com uma mulher, eu nalmente aprenderia quais são os segredos do processo e conseguiria car com, pelo menos, uma mulher por ano ou algo parecido. Mas isto acabou não acontecendo!

O fato de eu ter beijado e perdido a minha virgindade não me ajudou a perder a timidez, pois, depois de tudo isso, eu passei 2 anos sem beijar ou car com ninguém, todas as minhas tentati- vas pareciam não estar chegando a lugar nenhum. O fato de eu ter alguma experiência não estava me ajudando em nada. Existia algo que eu estava fazendo que me impedia de car com mais mulheres.

Comecei a caminhar na direção certa. Finalmente, comecei a pensar que tinha que“perder minha timidez”.

Um dia, eu z uma busca pelo tema “como perder a timidez” e acabei encontrando um livro falando sobre como conquistar mulheres, um produto que explicava como melhorar as conver- sas com as mulheres e este momento mudou a minha vida. Era um livro em inglês que falava sobre teorias da interação social e também baseava várias idéias em estudos de cientist as e psicólo-

I Minha História

gos. Foi nesse livro que eu notei a presença do “fator alfa”.

O conteúdo deste livro em si não me ajudou muito, p ois eu achei meio esquisita a forma como ele fazia as abordagens com as mulheres (de forma muito cientí ca). Mas eu comecei a descobrir que existia, sim, uma forma de desenvolver minhas habilidades sociais, ganhar con ança.

Depois que eu comecei a ler todos este livros sobre atração e conquista, decidi começar a colocar em prática e tentar encon- trar pessoas que queriam a mesma coisa que eu.

No Brasil, em 2006, eu achei que fosse a única pessoa que me interessava por este assunto e quei impressionado ao encontrar diversas“comunidades de sedução” ao redor do país. Apesar de muitas pessoas estarem pesquisando sobre o mesmo assunto, quando eu convidava alguém para sair e colocar em prática, nor- malmente, eles tinham uma desculpa sobre as razões para não sair. “Ah, amanhã eu tenho prova” ou “Putz, até que eu queria, mas eu estou sem grana para nada”.

Com o tempo, eu comecei a conhecer várias pessoas interes- santes na“comunidade de sedução”. Uma delas foi o Eduardo Santorini de Belo Horizonte, que não só foi o meu p arceiro de guerra na baladas, como também, foi uma pessoa que me ens- inou muito sobre o que é conquistar e seduzir mulheres. Com-

partilhamos diversas descobertas.

I Minha História

Por muito tempo, eu utilizei um método onde eu decorava tudo que ia falar para as mulheres. E, apesar de ter algum sucesso com esta maneira de seduzir, percebi que as mulheres não gostavam de minha personalidade, mas sim, da “persona” falsa do meu “personagem” e eu queria que as mulheres sentissem atração e desejo por quem eu real- mente era.

Com a falta de conteúdo existente sobre o assunto, participei de cur- sos em outros países. Juntei uma boa grana e viajei para a Europa, onde fui participar de um curso na área, em Londres. Chegando lá, o instrutor me informou os problemas que eu tinha que, aliás, são prob- lemas que a maioria dos homens possuem quando o assunto é con- quistar mulheres. Após o primeiro dia, o sucesso que eu obtive foi tão impressionante que eu me senti como se pudesse fazer qualquer coi- sa. Não consigo explicar qual tipo de emoção que eu senti, ao desco- brir que eu tinha muito mais poder do que jamais consegui imaginar.

Ao voltar ao Brasil, ensinei muito do que eu aprendi para meu amigo, Eduardo Santorini, e começamos a praticar a sedução natural, que é a forma mais fácil de explicar o que eu aprendi no exterior.

Nesta época, estava tendo aulas na faculdade e admito que não tive muito sucesso no começo, antes de participar de cursos, mas quando

I Minha História

eu voltei, as coisas começaram a car muito diferentes. Em uma das aulas, conheci uma menina baixinha e ruiva, que era uma tremenda gatinha e, apenas através da con ança que eu ganhei com o conhecimento, consegui conquistá-la e iniciar um relac- ionamento com ela, ao mesmo tempo, fui apresentado a uma gatíssima morena em uma festa de aniversário e, também, come- cei a pegar a secretária do meu chefe (coisas que eu nunca imagi- nei que seriam possíveis antes de tomar a decisão de aprender como eu poderia pegar mais mulheres).

Com o tempo, me despertei para outra paixão: trabalhar com o cinema, na área de direção e atuação. A minha habilidade de contar histórias me deixou cada vez mais próximo de Los Ange- les, até que em 2010, nalmente, consegui completar meu sonho de me mudar para os EUA e seguir a minha carreira n o cinema. Morar em Hollywood me traz a oportunidade de trabalhar em algo que me dá tesão todo dia e de conhecer pessoas e person- alidades que me diziam ser impossível, no passado. Semanal- mente, eu vou em festas e coloco em prática técnicas que eu aprendi com o tempo e que me garantem sucesso com modelos e lindas atrizes. Como não sou egoísta, quero compartilhar o que eu aprendi com todos.

Eu adoro fazer coisas que, quando mais jovem, ouvi pessoas

dizendo que eram improváveis!

I Minha História

16

Existe um fator da psicologia que 99.99% dos ho- mens do mundo não conhecem. Por muito tempo esse fator esteve reservado apenas para iniciados da psicologia de interações sociais. Foi por acidente eu me deparei com alguns livros sobre esse assunto e comecei a descobrir o que realmente atraías as mulheres, baseado em pesquisas de comportamen- to realizadas por vários cientistas.

Agora vou compartilhar este fator com você.

Você pode notar a ignorância da maioria das pes- soas quanto à atração, já que todo mundo acredita que é só ter dinheiro, sucesso e beleza para con- quistar uma mulher (o que na realidade é a fórmula exata para atrair mulheres interesseiras, mas não para atrair mulheres de qualidade).

16

FATORALFA

17

A boa notícia é que eu vou nalmente explicar para você o que é esse“fator alfa” que foi descoberto através de pesquisas.

Eu desenvolvi este método para que você use este fator em seu favor. A maioria dos homens possui esse fator alfa, só que eles não sabem como expressá-lo da melhor maneira ou tem medo de expressá-lo e ofender as mulheres (tudo isso foi causado pelo condicionamento social).

1.1 Resultado de Pesquisa

Recentemente, uma dúzia de mulheres entre a idade de 18 e 40, de diferentes culturas, foi reunida em um centro de pesquisa. Cada uma delas mulheres foi perguntada para pensar sobre o homem ideal e a imaginá-lo – como seria a aparência dele, como se comportaria, como falaria, como seria na cama, q uais seriam os seus valores e crenças, etc.

Quando uma mulher con rmava que tinha chegado a uma visão clara sobre este homem, ela era solicitada a escrever uma lista de dez características que faziam esses homens ser seu parceiro ideal.

Claro, e isto não vai ser nenhuma surpresa, estas listas variavam de mulher para mulher, já que o resultado dependia de uma var- iedade de fatores: a forma como elas foram criadas, experiências

17

FATORALFA

18

de vida, idade, gostos pessoais, experiências pessoais, etc. Por exemplo, enquanto algumas focavam apenas aspectos físicos, outras pareciam estar mais interessadas na person- alidade do homem. As primeiras impressões mostraram que seria impossível criar um modelo de homem único, que satisfaria todas as características das mulheres. E você poderia concluir que é por isso era tão difícil para muitos homens conseguirem conquistar uma mulher.

Entretanto, foi apenas quando as mulheres foram solic- itadas a eliminar todas as características super ciais, uma por uma – de cinco para quatro e de quatro para três e as- sim por diante - que um verdadeiro padrão começou a se desenvolver. A conclusão foi que estas mulheres estavam procurando por uma característica só - e essa característica era a força. Mas, não, não é a força apenas no sentido de ser musculoso, mas em termos mais amplos da palavra.

Já para os homens, as pesquisas mostravam que a quali- dade mais importante a ser encontrada em uma mulher era a delidade, já que na antiguidade, quando não existiam testes de paternidade, era impossível saber se o lho era seu ou não; a única opção era acreditar na palavra da mul- her.

18

FATORALFA

19

1.2 O fator alfa

Agora chegamos na parte cientí ca da coisa.

Cientistas e psicólogos vão lhe dizer que estas duas coisas fazem total sentido, pois as mulheres são programadas desta forma no momento de seu nascimento, mesmo que a educa- ção tenha uma grande in uência no que nós nos tornamos quando adultos. Neste caso, a natureza vai ser muito mais forte que qualquer educação recebida, já que estamos fa- lando de aspectos de reprodução do ser humano. O desejo por um homem que possua força vem de dentro da mulher e é algo primal, herdado de seus antepassados. As mulheres não conseguem impedir em ser atraídas pelo fator alfa de um homem.

Também poderíamos dizer o mesmo quanto aos homens. Milhares de anos antes da criação do teste de DNA tivesse sido inventado, os homens dependiam apenas da palavra da mulher para garantir que a criança que ela estava carre- gando no ventre era realmente dele. Como não tinha outra forma de comprovar 100% a paternidade do bebê, ele de- pendia apenas da lealdade da sua companheira.

Para mulheres, de outro lado, até cerca de 100 anos atrás

19

FATORALFA

20

(muito menos hoje e ainda verdade em algumas culturas) elas eram forçadas a depender da força do seu parceiro para sobreviver na natureza, seja em questões normais como na comida. Quanto mais forte o macho fosse - quer em termos de in uência social ou em força física - mais alto se tornava o sta- tus dela em sua própria tribo ou em seu clã (esses machos na natureza são chamados de machos alfas). Ao rmar determinado macho alfa como sendo “seu”, ela, como resultado, receberia proteção e respeito de todos outros ao redor dela.

Por isso que o homem que possui o fator alfa e ex- pressa esse fator alfa é o que gera tanta atração da mulher. Ea mulher não consegue controlar pois é algo biológico.

Eu escuto você gritando: “Mas as coisas mudaram desde então! As mulheres não são mais dependentes dos homens!”

Eu concordo que este seja o caso, ao menos para a grande parte da sociedade industrializada. Feliz- mente agora as mulheres têm as oportunidades de desenvolver as suas próprias carreiras e o direito de possuir sua própria terra; elas têm a opção de trab-

20

FATORALFA

21

alhar para o governo na maior parte do mundo, podendo até se tornar líderes políticas mundiais. As mulheres agora podem ter um lho sem ter nenhum tipo de relacionamento e não serem julga- das por isso. Em resumo, elas têm a habilidade de serem comple- tamente independentes e livres dos homens.

Então por que as mulheres ainda estão optando por “força” como sendo o fator mais importante do seu homem ideal?

Porque é uma necessidade primal; e a força que está tão genetica- mente instalada não pode ser mudada tão facilmente.

Talvez nos próximos vinte mil anos esta necessidade evolua para alguma coisa diferente. Mas agora, a força é o que ela quer; é o que ela precisa e isso não pode nem deve ser ignorado.

Eessa característica que o homem atraente tem é chamado de “fa- tor alfa” pois é o que separa um homem forte no grupo dos outros. A mulher é programada biologicamente a ser atraída pelo homem que se mostra líder do grupo, e ele tem certas características que tornam isso claro para a mulher. Automaticamente ela sente uma atração muito forte pelo homem. Por ser primal e estar biologica- mente instalado nas mulheres, é algo que se sobrepõe a qualquer outro tipo de desejo super cial (dinheiro, sucesso, fama, etc).

21

FATORALFA

22

1.3 Os desejos mutantes

Mesmo com todo este conhecimento descrito acima, ainda existe a tentação do homem se focar nos desejos sup er ciais e mutantes da mulher. Ao fazer isso, ambos acabam deixando que as suas fantasias precedam a sua necessidade primal.

Estas pequenas coisas não são importantes o su ciente para carem no seu caminho de conquistar uma mulher. Se uma ga- rota diz que ela só gosta de caras mais altos, isso signi ca que ela nunca vai sair com uma cara mais baixinho?

Pois é, existem inúmeras pessoas que terminaram namorando com outra pessoa que descrevem como “não sendo o seu tipo”, quer isto esteja relacionado com a sua aparência ou a sua per- sonalidade.

Epor quê?Bem, simplesmente porque os desejos super ciais e sempre mutantes das mulheres podem ser mudados e manipu- lados com bastante facilidade.

A m de criar um conforto e uma boa conexão nos primeiros estágios, pode ser muito bené co para você determinar quais são esses desejos - mas apenas com o intuito de ajudá-los a melhorar o andamento da conversa e lhe ajudar a se conectar com mais facilidade com ela em um nível super cial.

22

FATORALFA

23

Entender e aceitar as necessidades primais é muito mais poderoso do que os desejos super ciais dela (hobbies, inter- esse, crenças políticas, etc.) e, por m, vai lhe dar muito poder e separar você de dos outros homens - homens que gastam todo o seu tempo se preocupando se são compatíveis ou não, ou se conseguem se encaixar na lista de ideais super - ciais que elas têm e do que querem. Isto acaba sendo a razão pela falha de muitos homens de conquistar lindas mulheres, já que desistem prematuramente da interação, assim que descobrem que não são o “tipo” da mulher, ou simplesmente porque não conseguem se conectar com ela em um nível super cial.

23

24

A quantidade de métodos que querem ensinar como “criar” a

atração sempre me deixa“com uma pulga atrás da orelha”. O problema com a maioria deles é a forma como pensam sobre a

atração, principalmente quando começam a falar que a atração

é algo que pode ser facilmente GERADO por conversin has ou rotinas memorizadas.

Isto é mentira.

Se você começar a acreditar que isto é a verdade, acabará colo- cando as mulheres em um pedestal e começará a sentir que pre- cisa impressioná-las e fazer várias coisas para ganhar a APROVA- ÇÃO delas.

E isto vai trabalhar de maneira contrária ao seu objetivo.

Além disto, é muito importante aprender que a atração não é criada pelo o que você fala, mas pela forma como você age. At-

24

ATRAÇÃO

25

ração não é uma escolha. A mulher simplesmente se sente atraída.

NÃO EXISTE método mágico de sedução que vai lhe GARAN- TIR o sucesso com todas as mulheres do planeta. Não existe nada que você possa falar que vai garantir a atração para to- das as mulheres. Eu conheço alguns métodos que defendem essa teoria, mas isto é impossível.

A verdade é que algumas mulheres nunca vão lhe achar atraente. Por mais bonito, importante, interessante e podero- so que você seja, isso nunca vai mudar.

Mas antes de entrar em desespero e achar que isto signi ca que nenhuma linda mulher vai gostar de você, quero lhe diz- er que existem lindas mulheres que gostam de caras que são exatamente como você é, que estão procurando homens no seu estilo.

Talvez você não tenha assistido, mas existe um seriado chamado Seinfeld, no qual uma linda atriz (Maria diz que o que ela gosta mesmo é de“baixinhos, carecas e perdedores”. Isto pode parecer uma piada, mas é algo que deve ser levado

25

ATRAÇÃO

26

a sério. Existem lindas mulheres que gostam de homens que são do tipo que você pode pensar nunca poderiam ser atraentes (eu já vi lindas mulheres falando que tal pessoa era linda e eu não conseguia entender a razão).

Sabendo destes fatores você já está um passo muito à frente dos outros homens. A maior parte do planeta acredita que a atração pode ser criada a partir de bens pessoais, como comprar uma Ferrari ou uma Lamborghini. Mas isto é algo criado por causa do nosso sistema nanceiro. O capitalismo tenta lhe convencer que apenas com dinheiro é que você pode comprar atenção das lindas mulheres.

Errado de novo! Eisto é algo fácil de justi car e até de entender, pois a nossa sociedade é totalmente baseada em comércio. A forma mais fácil dos comerciantes conseguirem vender tudo que precisam é lhe convencer que, para ser notado como al- guém de alto valor, a única coisa que você precisa fazer é ganhar muito dinheiro e gastar tudo comprando os produtos que eles querem lhe vender - seja carros esportivos, roupas de marca ou mansões.

Desta forma, eles querem lhe passar a noção de que, quando

26

ATRAÇÃO

27

você tiver tudo isto, a mulher dos seus sonhos vai aparecer

e car com você para sempre. Eles usam todas as armas dis-

poníveis para lhe convencer que isso é verdade: lmes, tele- visão, anúncios, histórias, celebridades.

O mundo quer lhe CONVENCER de que você precisa COM- PRAR tudo o que ele oferece para você. Qual seria a outra forma de fazer você comprar um celular novo todo ano? Ou comprar um carro novo a cada dois anos?Apenas utilizando

a lógica seria impossível, razão porque apelam para seu lado

emocional. Eles necessitam forçar você emocionalmente para precisar comprar coisas novas. Se você comprasse um produto apenas pela sua função prin- cipal, não compraria outro celular, já que todos os seus celula- res completam uma ligação, certo?Mas é sempre importante ter um mais BONITINHO e que as outras PESSOAS vão achar massa.

Quer dizer, você acaba comprando coisas para provar para outras pessoas que tem um alto valor. O mundo quer que você acredite que você só vale o q ue você tem.

27

ATRAÇÃO

28

Você consegue entender como grandes corporações faturam milhões?

(Como eu sei disto? Sou formado em marketing e presto con- sultoria na área de persuasão de vendas para diversas empre- sas do Brasil e do mundo.)

Infelizmente, estas técnicas de vendas fazem a sociedade ter uma baixa autoestima, já que as pessoas baseiam o seu valor apenas em fatores exteriores. Desta forma, acabamos nos es- quecendo do nosso verdadeiro valor, beleza e inteligência. O que a indústria não quer que você saiba é que as mulheres sentem ATRAÇÃO por um homem quando elas percebem as características masculinas de um macho dominante quando elas percebem o fator alfa.

Isto signi ca que se você pode expressar estas características de forma natural não precisa de dinheiro, não preci sa de car- ro chique e nem de uma mansão.

Ninguém quer que você saiba desta realidade. Imagina se todo mundo no planeta aprendesse que não pre- cisa comprar a roupa da moda para ser mais“atraent e” para o

28

ATRAÇÃO

29

sexo oposto! Talvez a economia mundial quebrasse. Hoje eu sei, por experiência própria, que os homens não precisam basear a sua con ança nos produtos que eles com- pram (carro, relógio, tênis chique ou óculos da moda); a sua natureza real será reconhecida pela maneira como você se EXPRESSA com as mulheres.

Quero que você comece a pensar na geração de atração na mulher como sensores, que se ativam ao perceber alg um tipo de movimento ou atitude. Emais do que isto: que existe uma sequência de sensores que a mulher possui para várias ações e atitudes que os homens expressam (por isto é muito difícil FINGIRser atraente; você pode dizer uma coisa, mas o seu corpo sempre vai expressar a verdade).

2.1 Fórmula real da atração

Eu quero compartilhar três elementos vitais necessários para você inspirar atração em uma mulher. Eles são:

- Controle

- Impacto

- Conexão

29

ATRAÇÃO

30

A ordem destes elementos não é um mero acaso. O processo

começa com o controle e termina com a conexão. Nesse capí- tulo eu vou explicar cada elemento, porque todos eles são importantes e porque cada um deles ocorre nessa certa or- dem.

Elembre-se: O mestre da sedução toma controle a m de criar impacto, e como um resultado desse impacto ele con- strói uma conexão.

2.1.1. CONTROLE

Sem controle você será incapaz de alcançar os dois outros elementos necessários para construir a atração. Involuntari- amente, e até certo grau subconscientemente, o controle começa antes que você abre sua boca para falar qualquer coisa para uma mulher; começa no momento que você toma a decisão de abordá-la e continua até o momento em que você se aproxima do rosto dela para beijá-la.

A m de maximizar as chances de construir atração com uma

mulher, você primeiro precisa tomar controle de cada uma das seguintes coisas:

30

ATRAÇÃO

31

Seu estado mental no estágio de pré-abordagem. • Sua linguagem corporal. • Sua aparência (roupa/cabelo/peso). • Suas habilidades de conversação. • Qualquer ponto da interação que você deseja levar para o próximo nível. • Sua reação às respostas dela e a sua resposta às reações dela, tanto externa quanto internamente.

DESCULPAS, DESCULPAS

Ter controle também signi ca nunca ter que dar desculpas de novo! Eu acho que homens que não têm controle do jogo da sedução parecem que são aqueles que mais criam desculpas. Mesmo se eles têm um grande desejo de ir e falar com uma mulher, mas acabam tendo problemas em gerar atração, eles começam a criar desculpas – acabando por colocar toda a culpa nas mulheres. Estas são algumas das desculpas:

Ela não respondeu da maneira certa. • Ela era tímida. • Ela era muito metida. • Ela é uma chata.

31

ATRAÇÃO

32

Ela não fez nenhum esforço. • Ela estava de mau humor. • Ela não respondeu da maneira que eu achei que ela ia.

Estes homens não entendem que eles estão gerando descul- pas que os impedem de caram bons na sedução. Eles apontam para problemas nas mulheres que eles mesmos poderiam mudar! Eisso é uma das maiores qualidade de um sedutor natural ou mestre - eles simplesmente não veem nenhum obstáculo ou problema que não possam mudar; na realidade, eles adoram os desa os que essas mulheres“difí- ceis” apresentam.

É importante lembrar que tomar controle é tomar tot al re- sponsabilidade - não apenas das interações de sucesso, mas também daquelas que não funcionaram. Ao tomar total re- sponsabilidade, você vai poder reconhecer o que você deve fazer na próxima vez que enfrentar uma situação parecida. Você sempre aprende alguma coisa importante a cada intera- ção, independente de quanto tempo ela dura ou se el a aca- bou em sucesso ou não.

Por exemplo, vamos dizer que você foi conversar com uma

32

ATRAÇÃO

33

garota tímida e não teve sucesso em fazer com que ela se abrisse para você (o que normalmente é o caso com introver-

tidos). Depois que você deixar a interação, ao invés de tomar

o caminho fácil de culpá-la, você deve tomar toda a respon-

sabilidade e culpar a si mesmo. Eu entendo que esta opção é

a última que você vai querer tomar nesse momento.Todavia,

isto vai permitir entender que você tem o poder de mudar e controlar a sua realidade, e deste momento para frente, toda vez que for falar com uma garota“difícil”, você vai car mais por dentro do que funciona e o do que não.

Armado com a experiência e o grande conhecimento que colhe a cada interação, você vai notar que toda vez que fala com uma garota que apresenta os mesmos problemas com os quais você lidou antes (mulheres muito con antes, mul- heres tímidas, garotas agressivas, etc.), isso vai deixar suas interações notavelmente mais fáceis e sua porcentagem de sucesso vai aumentar bastante. Eisso, claro, vai lhe ajudar a destruir a sua“ansiedade de aproximação”.

Desculpas são especialmente populares quando os homens veem uma bela mulher.Você deveria pular na oportunidade

e abordar as mulheres mais bonitas do local, e não ser como

33

ATRAÇÃO

34

todos os outros homens, que estão totalmente ocupados criando razões para não falar com elas. Essas são algumas das razões mais comuns que nós homens nos damos para não falar com lindas mulheres:

Ela é muita areia pro meu caminhãozinho.

Ela provavelmente é uma chata.

Ela provavelmente é super metida.

Ela provavelmente só namora com milionários ou gent e rica.

Ela provavelmente só gosta de homens muito bonitos.

Eu não tenho nada para falar a ela.

Eu não tenho nada a oferecer.

Ela provavelmente já foi abordada centenas de vezes essa noite.

Eu não bebi o su ciente ainda.

Eu não devo ser o tipo dela.

Já que estamos nesse ponto, eu quero apontar para u m fato que pode lhe surpreender:

Todas as minhas amigas mais gatas se queixam que os ho- mens só olham para elas, e quando eles têm a coragem de

34

ATRAÇÃO

35

chegar e conversar, eles sempre estão muito bêbados.

Já as minhas amigas que são “razoavelmente” bonitas não pa- recem ter o mesmo problema. Presumidamente uma mulher bonita é visto como um mito. Ela normalmente é desejada e olhada, mas não é tão abordada o quanto imaginamos - mui- tas vezes o mesmo que as outras mulheres e outras vezes até menos.

Não perca seu tempo em pé junto com a galera das“descul- pas, desculpas”. Em vez disso, escolha uma melhor rota e se separe daqueles homens com atitudes de derrotados. Tome controle e aborde aquela linda mulher!

Lembre-se: quando uma mulher vê você se aproximando da mulher mais bonita do local (e todas estão sempre conscien- tes de quem é a mulher mais bonita em qualquer lugar), você instantaneamente mostra que tem alto padrão de qualidade e alto valor.

É importante descobrir que, mesmo se falhar, ao invés de car se chutando e com raiva de si mesmo, você deve con- siderar a interação - e qualquer outra interação que não der

35

ATRAÇÃO

36

certo - como simplesmente sendo uma oportunidade para aprender e entender suas fraquezas e pontos fracos. Isso vai lhe dar a chance de se preparar para a próxima interação.

Lembre-se: a prática faz a perfeição. Não existe outro jeito melhor de aprender como atrair as mulheres do que prati- cando!

E falo mais: teoria vai continuar sendo apenas teor ia se não for posta em prática.

Enquanto você manter o controle (olha essa palavra aqui de novo) de suas reações emocionais, você vai começar a ver cada“falha” puramente como uma experiência de aprendiza- do pela qual você tem que passar para aperfeiçoar suas habi- lidades. Com o tempo, aquelas interações de menos sucesso vão começar a acontecer com menor frequência e a su a taxa de sucesso vai começar a aumentar.

Pergunte-se: você acha que os mestres da sedução do mun- do a fora simplesmente leram um livro por dia, foram dormir e de algum jeito, durante a noite, todo o conhecimento desse livro magicamente foi absorvido pelo seu cérebro?Você

36

ATRAÇÃO

37

acredita que na próxima noite em que saíram eles descobriram que em um simples passo de mágica estavam automaticamente atraindo as mais lindas mulheres e tendo sexo com supermod- elos?

Claro que não.

A verdade é que eles leram livros, foram a seminários, classes ou workshops; e depois saíram e colocaram em prática o que sa- biam.

Claro que eles levaram foras! Muitos foras.

Claro que eles se queimaram em várias interações!

Eles provavelmente até entrarem em argumentos com namora- dos ciumentos de algumas das garotas com quem eles estavam praticando o jogo da sedução. Mas, com o tempo, começaram a notar que estavam tendo muito mais resultados do que re- jeições. Estes artistas da sedução tiveram que aprender como atrair as lindas mulheres da maneira mais difícil. Eles tomaram controle desta parte da vida deles, pois estavam insatisfeitos com elas e decidiram virar a casaca, indo de um extremo a outro em alguns casos.

37

ATRAÇÃO

38

Eles tomaram controle dos seguintes aspectos:

Como lidar com as rejeições e como isso os afetaria emocio- nalmente e psicologicamente. • O estado mental deles a cada dia/noite antes de saírem para praticar. • O jeito como eles se comportavam e como eles se apresenta- vam. • Venceram a inclinação de culpar as mulheres se não tivessem conseguido criar uma atração com elas; ao invés disto, culpa- vam a si mesmo e, dessa maneira, reconheceram o que saiu errado e o corrigiram com tempo para a próxima interação.

Pergunte a qualquer um deles: valeu a pena enfrentar todos os problemas? A resposta virá em um coro só: SIM! CLARO! Deixe-me colocar ênfase mais um ponto: pegue algo no qual você é muito bom, como dirigir, mexer no computador, jogar futebol. Pegue qualquer habilidade que você teve que apanhar muito. Então, aplique essa mesma lógica às suas habilidades com as mulheres.

Por exemplo, você não soube sempre como dirigir, pois não nasceu com essa habilidade; inevitavelmente, você deixava o

38

ATRAÇÃO

39

carro morrer, escolhia a marcha errada e não sabia o que fazer. Isto não faz parte do processo de aprendizado?

Quando você aprende a tocar algum instrumento musica a mes- ma coisa acontece. Violão, piano, violino. Você erra as notas, não sabe o que está fazendo, chega uma hora que você começa a pegar o jeito da coisa até que um momento você toca com tran- quilidade e sem nem precisar pensar.

Então por que se preocupar com as falhas em suas habilidades sociais?

Habilidades precisam ser aprendidas e depois melhoradas e aperfeiçoadas; elas não vêm sem teoria e bastante prática! Imagine se ao tentar aprender violão você apenas lesse todos os livros sobre violão e nem tentasse praticar tocar o violão. Você aprenderia alguma coisa??Apenas o teórico agora a parte práti- ca não.

Apenas lembre-se: é tomando controle que você será capaz de começar a satisfazer o segundo elemento da conquista - impac- to.

39

ATRAÇÃO

40

2.1.2 IMPACTO

Uma vez que você dominou tomar controle, o impacto vai acompanhar quase que instantaneamente. Na verdade, mesmo a maneira como você age em comparação com os outros caras no bar vai estar lhe ajudando a causar um grande impacto. Você vai notar que as garotas estão muito mais conscientes de sua presença agora que você aperfeiçoou sua linguagem corpo- ral.

Como um resultado, você vai destacar-se sicamente dos outros homens que, muito provavelmente, não tem a menor idéia so- bre a sua fraca linguagem corporal e vão car continuar do mes- mo jeito, segurando suas garrafas de cerveja no nível dos peito e mudando seus olhos nervosamente em todas direções quando qualquer mulher atraente estiver passando por ele.

O fato que você tomou controle do “estado” que se encontra, ganhando um senso de con ança, vão fazer total diferença no impacto que você vai causar ao conhecer outras pessoas. Ao completar os primeiros requisitos - tomando controle - você já vai estar muito passos à frente, não apenas em t ermos de aparência e de sua linguagem corporal mas também em agora

40

ATRAÇÃO

41

saber o que falar para a mulher e como dizer - como fazer um impacto verbal.

Impacto verbal é muito importante. Vamos imaginar que a ga- rota que você acabou de ver está com seus amigos, e eles estão gostando de passar o tempo junto quando você decide abordá- las. Inevitavelmente, ela já vai ter sido abordada várias vezes naquela noite, então o que você vai dizer naqueles primeiros momentos precisam fazer um impacto su ciente para criar uma mudança na percepção dela e desviar sua atenção. Isso tem que ser feito a certo grau que ela tome a decisão de ignorar suas amigas e focar sua atenção em você.

Nessa situação, é muito importante perceber que quando um grupo de garotas saem juntas é muito diferente de um grupo de homens. Por exemplo, se você está com seus amigos e uma ga- rota falar com você em uma boate, seus amigos iriam te encora- jar a falar com ela e te dar o espaço. Mulheres, do outro lado, muitas vezes consideram como quase desleal quando uma ga- rota ignorar suas amigas para conversar com um homem. Como resultado, as amigas da garota vão provavelmente tentar levá-la embora de você. Com isso em mente, não é necessário dizer que se você não está causando um impacto com essa garot a então ela, provavelmente, vê a sua tentativa de interagir com ela como

41

ATRAÇÃO

42

sem sentido e retornar a falar com as amigas dela.

Todavia, independente da circunstância, impacto pode ser cria- do no momento que você aborda uma mulher. Desde que você agora está em controle de seu estado antes de realmente abor- dá-la, seu nível de energia vai estar mais forte do que aquele de um homem que não tem controle para entrar no desejado esta- do emocional. Claro que, o abridor que você usa e a forma como você faz a abordagem também criam um impacto muito maior do que o faço “Hey, como você esta?” ou, “Estão se divertindo?”, ou um chato “Qual seu nome?” ou “Com quem você está aqui essa noite?”.

Você vai ter a opção de se introduzir em uma forma mais única. Combinado com sua perfeita tonalidade, você vai ter o poder de se diferenciar do resto dos outros homens e criar um impacto muito maior!

Impacto pode ser feito das seguintes maneiras:

Sua energia ou estado mental.

Sua imagem, estilo e seu sentido de moda.

42

ATRAÇÃO

43

Sua habilidade de conversar.

Sua escolha de palavras, questões e respostas.

Como você reage a sua resposta e como responde as reações dela.

Sua linguagem corpora (lembrando cada um dos seis pontos desse estágio)

Fazer um impacto vai lhe ajudar a completar os próximos req- uisitos de conexão.

2.1.3 CONEXÃO

Conexão pode ser feito com uma mulher em dois nívei s. O primeiro nível é conhecido como o exterior ou conexão super- cial, que signi ca um nível super cial assim como encontrar um interesse em comum, opinião que os dois têm em comum e eventos que talvez os dois tiveram. Durante os primeiros estágios de uma interação, isso é que você pode querer colocar em foco em ordem a ajudar o uxo da conversa e construir conforto; isso pode fazer a pessoa sentir confortável em saber eles tem algo em comum com um

43

ATRAÇÃO

44

total desconhecido. Em um mundo de bilhões de pessoas, nós sempre sentimos uma pequena conexão - assim como vir da mesma cidade - é talvez mais importante do que realmente é. Eu deveria estressar que lo- calizar os interesses em como talvez seja important e no começo mas, apesar disso, eles não garantem a atração; a lição detalhada no segundo passo desse livro em relação aos desejos super ciais e que mudam em segundos ainda continua. Porém, conexões ex- ternas podem te ajudá-los a se sentir mais confortáveis um com o outro e também ajudar a criar rapport/conexão. Entretanto, ape- sar disso, homens normalmente confundem ter interesse em co- mum com uma mulher como uma maneira certeira de conseguir ela pra sair com ele. Claro, mesmo que conectando em um nível super cial aumentam suas chances, nunca é a infalível - e é sem- pre melhor tentar conectar com ela em um nível mais profundo.

Me deixe introduzir o subproduto:

Quando as mulheres falam sobre aonde elas trabalham e quais são seus interesse, isso sempre tem que ser visto como sub- produto.

Qualquer coisa que ela faça ou qualquer que sejam os hobbies dela, é sempre um resultado de algo mais profundo, de experiên-

44

ATRAÇÃO

45

cia de vida ou, mais importante, de quem ela é como uma pes- soa. Se você conseguir conectar com ela nesse nível, então você vai fazer uma conexão que é muito mais duradoura e portanto muito mais poderosa com ela.

Por exemplo, imaginem que você está falando com uma garota

e você pergunta a ela o que ela faz; ela te diz que ela é uma ad-

vogada. Nessa situação, você é apresentado com duas opções:

você pode escolher discutir o subproduto que, nesse caso, é o papel pro ssional dela como advogada, ou você pode usar o fato que ela é uma advogada e usar isso como um gatilho para saber quem ela realmente é como pessoa.

Imagine que você decide tomar a primeira opção, e começa a

fazer uma conversa super cial, fazendo perguntas especí cas so- bre a pro ssão dela, nessa caso - qual tipo de lei que ela pratica, por quanto tempo ela pratica direito. Nesse lado, apesar de você está aprendendo informações importantes sobre o trabalho dela,

o resultado dessa conversa apenas vai deixar a conversa em um

bate-papo descontraído, sem importância e sem nenhuma quali- dade; ela é obrigada a responder as mesmas perguntas e dar as mesmas respostas que ela deu a todas outras pessoas que zer- am as mesmas perguntas. Existe uma grande possibilidade que ela vai te responder com

45

ATRAÇÃO

46

respostas padrões e secas, que não vão te ajudar a criar uma conexão mais profunda e emocional.

Entretanto, agora imagine que você decide tomar a segunda opção, por meio da qual você leva a conversa para longe da con- versa casual e super cial e fazer uma conexão mais profunda e duradoura com ela.

Nessa situação, você deve começar completando o segundo elemento (fazer um pouco de impacto) e dizer algo em resposta que ela não está costumada a responder; isto vai levar a conver- sa mais longe de algum subproduto ou interesses sup er ciais dela, e ao invés focar nos sentimentos e emoções.

A questão que segue seria melhor se fosse algo mais no estilo, “Eisso é algo que você escolheu fazer, ou alguma coisa, que os seus pais queria que você zesse?” Agora eu sei que você pode achar que não deveria fazer esse tipo de pergunta, mas eu já vi resultados com alguns estudantes que zeram essa pergunta cedo na conversa, e a resposta das mulheres sempre é muito positiva; a maioria delas aliás gostam por ser algo diferente da enxurrada de perguntas sem sentido que elas recebem. Diferente da primeira opção as perguntas são profundas o su- ciente para mostrar que o homem está interessado em saber

46

ATRAÇÃO

47

mais sobre ela do que sobre o trabalho dela. Isto imediatamente

o diferencia de todos os outros homens mostrando que ele está

fazendo um esforço, o que também demonstra sua con ança por causa do fato que ele não têm medo de fazer um certo im- pacto.

Claro, sempre existem exceções. Quando pratiquei isso com meus estudantes algumas garotas caram um pouco confusas por um momento, mas quando eles viram que o homem não estava sendo agressivo mas genuinamente interessado elas respondiam a questão com mais clareza. Qualquer que seja a resposta, parecia revelar muito mais sobre elas do que normal- mente aconteceria com uma interação com um estranho.

Perguntar o que alguém faz para sobreviver pode não ser a abordagem mais original, mas ela funciona como um bom pon-

to de gatilho para levar a conversa para um nível mais profundo.

O trabalho de alguém revela bastante sobre quem eles são, mas

o que eles sentem sobre o seu trabalho e porque eles decidiram fazer o trabalho revela muito mais.

Para entender como usar o ponto de gatilho como um jeito de conectar com uma mulher em nível mais profundo, aqui estão algumas perguntas que você deveria evitar responder quando a mulher te dizer onde trabalha. São perguntas que causam pou-

47

ATRAÇÃO

48

co impacto e dessa forma não levam a interação para nenhum lugar:

Você gosta do seu trabalho?

Faz quanto tempo que você faz esse tipo de trabalho?

Como você começou a fazer esse trabalho?

Aonde OU pra quem você trabalha?

Responder com qualquer uma dessa perguntas é um jeito pre- guiçoso e muito pouco criativo. Aqui estão algumas questões para causar impacto, e como resultado, te ajudarem a criar uma conexão profunda com a mulher (ou qualquer pessoa):

É esse o trabalho que você sempre quis fazer desde que era criança? • Você diria que seu trabalho o faz feliz - eu quero dizer real- mente totalmente realizado? • Eu nunca pensei que você özesse esse tipo de trabalho. Eu pensava que você fazia algo mais criativo ou artístico. • O que você diria que são três coisas quem alguém precisa para fazer esse tipo de trabalho? • Você imagina a si mesmo fazendo esse mesmo tipo de tra- balho em dez anos? Se não, como isso pode mudar? • Isso é algo que você escolheu fazer? Ou seus pais ou ami- gos te in uenciaram? Ou você só meio que caiu pra fazer isso?

48

ATRAÇÃO

49

Se você usar uma resposta dessa a resposta que ela deu, você vai estar criando uma pequena mudança na percepção que ela tem de você. O momento que você pergunta a ela o que ela faz (uma questão que as mulheres são perguntadas 1 milhão de vezes), ela vai temporariamente te colocar na mesma categoria que todos os outros homens que zeram a mesma pergunta antes e sempre acompanham com outra pergunta ainda mais ente- diante. Mas o momento que você volta com uma pergunta/res- posta interessante e intrigante, ela muda um pouco a percepção que ela tem de você.

Você não é mais percebido como só um outro cara com um monte de perguntas chatas.

Essa é um ótimo exemplo de como perguntar uma quest ão fora da sua zona de conforto pode criar um impacto maior, e em resultado, criar um padrão que ultimamente tornam a conversa em algo muito mais profunda e sincero além de criar uma con- exão mais profunda e real em nível emocional.

Nós estaremos discutindo isso pelo resto do nosso livro; e en- quanto você melhora suas habilidades de conversação você também vai aprender como manipular uma conversa de modo a conseguir fazer a mulher revelar o máximo possível sobre si

49

ATRAÇÃO

50

mesmo muito cedo na interação de uma forma que ela nor- malmente não faria. Isso vai nalmente resultar em você sendo capaz de levar a conversa para um nível muito mais profundo e pessoal, portanto deixando mais fácil criar uma conexão emo- cional mais impactante com a mulher.

Você vai descobrir que criar uma conexão mais profunda com uma mulher pode lhe oferecer resultados incríveis, incluindo a habilidade de eliminar números falsos (exemplo: quando ela te dá o número de telefone mas não atende ou resiste a ideia de te encontrar de novo).

Isso vai ser explicado com mais profundidade na última parte do método quando nós começarmos a falar do close de telefone. Eu não posso enfatizar o su ciente o quão importante é criar uma conexão profunda com uma mulher. Se você conseguir faz- er isso, você vai não só alterar a percepção que el a têm de você - saindo de ‘homens legais’, ‘caras engraçados’, ‘caras metidos’ para ‘o homem que ela realmente quer ver de novo e de novo’ - mas você também vai criar bastante con ança. Pense sobre isso. Ela normalmente só tem esse tipo de discussões e faz estas con- exões emocionais mais profundas com pessoas que ela é bem próxima, e aqui ela está se abrindo para você de maneira muito rápida. Imagine os resultados que você pode atingir ao conse- guir conversar com ela da mesma maneira que os melhores ami-

50

ATRAÇÃO

51

gos dela.

Estou ciente que a maioria dos homens usam um tipo de más- cara de machão para se proteger. Mas você está cien te que as mulheres também usam as máscaras dela, ou alguma vezes até desenvolvem um alter ego?

Homens se sentem um pouco vulneráveis e expostos quando pessoas que eles ainda não conhecem começam a ver um pou- co além de suas máscaras, mas as mulheres tem uma resposta muito mais próxima do senso de alívio. Elas sentem aliviadas de ter que parar de se fazer de ‘chatas’, ou ‘de gosto sona’, ou ‘gatinha sexual’, ou de‘safada’, ou qualquer tipo de papel que ela esteja interpretando naquele determinado momento.

Lembre-se disso e sempre aceite que o que ela te mostra - ou a pessoa que ela decidiu te mostrar naquele momento - não é a pessoa que ela realmente é.

Ao longo do resto do livro, eu vou estar fazendo referência as partes de controle, impacto e conexão. Muito em breve você vai entender tudo que você precisa para conseguir os melhores resultados.

51

ATRAÇÃO

52

2.2 Diferença entre pegadores e não-pegadores

Agora vamos falar dos dois tipos de homens que povoam este planeta. Existem os homens“alfa”, aqueles que pegam e namoram as mulheres gatas e que sabem o que querem. De outro lado, temos os homens“beta”, que nada mais são do que homens tímidos e inseguros, que nunca conseguem o que que- rem e quase nunca tomam atitudes. Existem pequenos detalhes que diferenciam um tipo do outro.

Muitos homens acham que para ser um homem alfa e pegador é preciso se tornar um cafajeste. É importante entend er que ex- istem dois tipos de homens alfa: os bons e os cafaj estes. Os bons estão em extinção. Isto é fácil de comprovar: é só perguntar a qualquer linda mulher e ela vai lhe dizer que é difícil de encon- trar um homem bom. Se você é um homem que se encaixa no modelo “bom” (que só quer oferecer o melhor), você é muito valioso e deve se lembrar disto. Mas não confunda ser homem bom com homem bonzinho – o que vive para agradar a mulher, mas não é considerado um homem alfa.

Da perspectiva do jogo da sedução, a maior diferença entre al- fas e betas é iniciativa versus reatividade. Como esta é uma de- scrição bastante ampla e vaga, eu vou explica-la em mais detal- hes. Lembre-se que isto é apenas a minha opinião, baseado em minha experiência, dos meus mestres e de todos os alunos que

52

ATRAÇÃO

53

eu já ensinei. Alfas tomam iniciativa, pensam por si mesmos, fazem planos, agem primeiro, são autocon antes, expressivos, positivos, domi- nantes, sabem o que querem e têm uma mente aberta para no- vas experiências.

Já os betas costumam agir baseados nas “ideias” de outras pes- soas. Eles pensam demais antes de agir, reagem ao estímulo ex- terno e às reações das pessoas, con am apenas na opinião dos outros, acima de sua opinião. Por isto, estão sempre atentos ao que as outras pessoas estão fazendo e como estas coisas podem afetá-los. Eles também sentem muita frustração e desânimo e são indecisos devido a um con ito entre os seus impulsos nat- urais e os seus comportamentos condicionados. No nal, sem- pre baseiam seus valores em opiniões externas.

Esta grande diferença entre“iniciativa” e“reação” é o grande seg- redo entre o que excita ou não as mulheres. O cérebro da mul- her reage bem quando ela encontra um homem de iniciativa; os seus neurônios reconhecem a atração quando estão com um cara que tem as características com as quais que elas foram con- guradas biologicamente para serem atraídas. Elas são atraídas pelo fator alfa de cada homem, quando ele está em congruência com sua própria natureza.

53

ATRAÇÃO

54

As mulheres reconhecem quem acham atraentes (mostre uma foto de um homem alfa e um homem beta e ela vai lhe dizer quem é o mais atraente). Todavia, é muito mais difícil IDENTI- FICAR as características especí cas que as atraem (pergunte a uma mulher do que ela gosta e ela vai começar a tentar a apon- tar para razões lógicas, e isso não vai ser a verdade). A razão é simples, pois tudo é um sistema de reconhecimento e NÃO de descrição.

Peça a uma mulher lhe dizer o que ela acha atraente e, pronto, ela vai lhe indicar um monte de coisas que são “culturalmente e politicamente corretas”.

Quem nunca ouviu de uma mulher dizendo:“adoro homem carinhoso, gentil, que me entende e que vai fazer tudo por

mim

um cara todo tatuado, jeitão de machão e todo bombado. Por isto, muitos homens falam: “é difícil entender as mulheres”. As mulheres não conseguem de nir o que realmente as atrai e de- sta forma complicam a vida da maioria dos homens. Isto signi ca que você tem que realmente ser “atraente” e não ngir, até conseguir. Éuma forma de transformação. Ainda mel- hor, o método que você vai aprender é de liberação desta parte

e blá-blá-blá

”?Momentos

depois, você a vê saindo com

54

ATRAÇÃO

55

masculina.

A boa notícia é que estas características não são coisas que você tem que aprender; na realidade, elas já se encontram em sua na- tureza masculina. Mas é provável que a sua educação e a forma como os seus pais, escola, religião o criaram lhe impedem de expressar a sua real natureza da melhor forma possível.

Quando você vê uma mulher gostosa o seu corpo sente um raio de energia. Por um segundo você pensa“WOWWW, que gata!”, mas o seu cérebro começa a tentar raciocinar de forma lógica:

“Ah, não vou olhar. As mulheres não gostam de homens que cam olhando pra elas”. Seus pais provavelmente lhe ensinaram que é feio car encarando outras pessoas, ou talvez você tenha ouvido que as mulheres não gostam que os homens quem ba- bando ou se mostrem interessados.

Mas se isto é verdade, por que elas demoram tantas horas para se arrumar? E quando vão para as festas, por qual razão elas ten- dem a utilizar o mínimo possível de roupa? Será que as mulheres realmente não gostam de chamar atenção, se elas fazem de tudo para chamar atenção!?

Os machos alfas são competitivos e têm um espírito malandro.

55

ATRAÇÃO

56

Ser alfa signi ca ser o líder ou “o homem” da festa ou do local onde você se encontra. Já homens betas procuram evi tar o con- ito, a concorrência e se destacarem (normalmente se escon- dem, tentam não chamar nenhuma atenção e ao nal do dia se perguntam por que nenhuma mulher quis car com eles). Eu estou falando do contexto social e emocional, não dos locais de trabalho, família ou outro tipo de negócio.

Os machos alfa têm uma espécie de ilusão de autocon ança e que in uencia o seu comportamento. Eles são fortemente in u- enciados pela tendência inata dos homens de acredit ar que são muito melhores do que qualquer outro, que podem fazer algo melhor do que ninguém ou que, se alguém pode conseg uir algo que eles querem, eles também podem.

Exemplo: O homem normalmente não gosta de pedir direção, pois acredita que SABE COMO CHEGAR LÁ - e que perguntar vai demonstrar uma falha em seu caráter macho.

Todavia, se entendermos que esta crença não é baseada em lógica ou realidade, mas em congruência com essa “mentalidade delirante de superioridade”, teremos motivos para tomar inicia- tiva e para ativar bastantes gatilhos de atração nas mulheres. O homem Beta desistiu da ideia de que é competente em al-

56

ATRAÇÃO

57

guma coisa. Por isso, ele sempre está buscando uma liderança externa, alguém para ajudá-lo. Você normalmente o vê como o cara que está sempre se escondendo por trás de outras pessoas. Ele tira toda a responsabilidade de suas costas, pois não con a em sua própria competência. Acredita que é difícil alcançar qual- quer coisa.

Já o homem alfa inspira segurança nas mulheres. Ele faz as out- ras pessoas acreditarem que tudo é possível, pois é o no que eles realmente acreditam. E não importa se eles são feios ou consid- erados pouco atraentes; pelo fato de eles se acharem bonitos as mulheres mudam sua percepção.

Você consegue in uenciar a percepção que as pessoas têm de você. Talvez em um primeiro momento a mulher ache que você é feio. Mas com o tempo ela pode mudar a percepção que tem de você. Alguma vez já aconteceu com você de ver uma mulher você no início achou que ela era feia, mas depois começou a mudar sua percepção em relação a ela e sentir que era atraente? Pois é, isso é muito comum com as mulheres também. É por isso que as mulheres são subconscientemente atraídas para homens alfas.

O que um homem deve oferecer a uma mulher - o que ela não tem e quer de um cara - é uma forte REALIDADE. Ou colocado

57

ATRAÇÃO

58

de forma mais simples: ela quer ter “os bons sentimentos que nascem do sentimento de segurança”, que são resultados dessa realidade. Este mesmo falso senso falso de autocon ança e crença própria oferece bons sentimentos e emoções para as meninas. Mesmo que a con ança, segurança e crença na verdade não signi quem segurança, o sentimento de segurança é o que a menina recon- hece e é o que a atrai.

Os machos alfa têm isso por meio de ilusão. Homens betas têm realidades fracas e uma incapacidade para tomar uma decisão, e isto os fazem perder a atração das mulheres. Éinteressante saber que a atração é causada principalmente por sua crença e mentalidade de que você é a melhor pessoa do mundo, mesmo que seja ilusória.

58

59

O homem que tem sucesso com as mulheres tem certas car- acterísticas comuns que as atraem. E quando eu digo isto não estou falando de“sucesso” ou “grana”, que é o que a maioria das pessoas costuma imaginar. Falo de características na forma de agir e pensar. Eu gosto de chamar esta forma única de pensar e agir de“fator alfa”.

Uma das mais importantes características do fator alfa está re- lacionada com a forma como o homem vê a si mesmo. Como falamos no último capítulo, um dos maiores problemas está relacionado a sempre buscar a rmação de sua personalidade na opinião que as pessoas têm de você - e o grande problema em fazer isto é que você não tem nenhum controle sobre si mesmo. Se a única coisa que in uenciasse a sua con ança fosse a forma como você pensa de si mesmo, a sua vida caria mais fácil, cer- to!?

É neste lugar que os homens alfas se posicionam.

CRENÇASALFA

60

4.1 Ser você mesmo

Muitas pessoas dão o mesmo conselho quando você fala que tem problemas com o sexo oposto: “é só ser você mesmo”. Mas isso é um conselho tão generalizante que pouca gente o en- tende.

A pergunta que ca é: Mas o que é “ser você mesmo”? Com certeza não é continuar a fazer a mesma coisa que já faz, pois isso não está funcionando. Finalmente eu vou esclarecer esse fa- tor.

Albert Einstein disse que “A de nição de loucura é continuar fa- zendo a mesma coisa e esperar resultados diferentes”.

As pessoas estão certas em falar que você tem que ser você mesmo; o problema é que eles não sabem lhe explicar como. Na realidade, o que as elas estão tentando dizer é que qualquer coisa que você faça em uma interação tem de vir de sua própria personalidade. Eno começo vai ser meio complicado de fazer. Mas você vai se acostumando a isto (é praticamente impossível manter isso o tempo todo, mas você pode chegar a um ponto onde você é quase o tempo todo congruente).

60

CRENÇASALFA

61

A fórmula“ser você mesmo” é bastante básica:

61 A fórmula“ser você mesmo” é bastante básica: Você precisa estar sempre alinhado entre as suas

Você precisa estar sempre alinhado entre as suas ações, os seus pensamentos e o que você está falando.

Não deve existir um ltro entre quem você é e como você se expressa para as lindas mulheres. E eu sei que isso é difícil, ainda mais porque fazemos isso para a nossa própria sobrevivência. Mas quando a questão é conquistar o sexo oposto, quanto mais congruente você for com a sua identidade, mais atraente você se tornará para o sexo oposto, pois dessa forma a mulher sabe que pode con ar em você, pois não está escondendo nada dela.

Éimportante saber: quando você age de uma maneira especí ca para agradar ou impressionar uma mulher, ela vai perceber isto de alguma forma. Por melhor que você possa mentir, seu corpo vai sempre expressar a verdade, e ela vai sentir que a energia não está certa (ela pode não saber o que, mas ela vai sentir que tem algum estranho acontecendo).

61

CRENÇASALFA

62

Deixe-me simpli car isto. Por exemplo, você não pode ter um dia horrível e car pensando que está numa merda e tentar abrir uma conversa com uma mulher todo feliz, tipo “eeiii ”. Você não vai estar alinhado com os seus pensamentos.

Muitas vezes os alunos tentam demonstrar algo que não são e não sabem por que a coisa não funciona com uma mulher. É porque eles não estão sendo eles próprios, não estão alinhados com sua própria realidade.

E é aí que você encontra o verdadeiro sentido de ser VOCÊ MES- MO.

Só que a realidade é você tem que ser VOCÊ MESMO e ao mes- mo tempo não ligar para os RESULTADOS.

Quando você tem as duas coisas juntas estará mais alinhando com o seu fator alfa. Desta forma, a mulher vai con ar muito mais em você, pois não vai ter alguma dúvida sobre você; o que você demonstra ser é exatamente quem você é.

Sempre existem elementos em uma interação que você não pode controlar. A mulher poder receber uma ligação informan-

62

CRENÇASALFA

63

do que a avó acabou de morrer, ou o dia dela foi horrível e está irada com o mundo, ou ela recém terminou com o namorado. É melhor você pegar a energia de suas próprias coisas do que da reação de outras pessoas, pois você não consegue controlar as situações externas.

VOCÊ QUER A MULHER, MAS VOCÊ NÃO PRECISA DELA.

Existe uma explicação e teoria sobre interações que diz:

Existe uma explicação e teoria sobre interações que diz: Sempre existe um tipo de guerra de“frames”

Sempre existe um tipo de guerra de“frames” ou realidades. Qual é a realidade mais forte?Quem tem a realidade mais forte é quem que está gerando mais reações da outra pessoa.

63
63

CRENÇASALFA

64

Não seja o cara reagindo à mulher, pois assim a mulher não vai estar tendo nenhuma experiência com você e não vai acabar dormindo com você.

Uma linda mulher está procurando um homem que tem valor MAIOR.

4.2 Características de um homem alfa

1. Nunca ngem ser outra pessoa.

Até hoje eu nunca conheci um sedutor natural que não tenha uma imagem de si próprio que é muito melhor do que a reali- dade. Eles têm uma ideia exagerada de quem são, tanto que a maioria das outras pessoas os considera muito convencidos (algo que você notaria rapidamente em um homem cafajeste, por exemplo, pois ele pensa apenas em si mesmo).

Todo sedutor sabe expressar o melhor que pode ser. Um homem congruente com sua natureza demonstra sua sexualidade e que está de bem com a vida. Por isso, nunca tente confundir a pes- soa que você é hoje, tímida e sem liderança, pela pessoa que

64

CRENÇASALFA

65

você nasceu para ser: um homem líder e congruente.

A verdade é que, quando você nge ser outra pessoa, demon-

stra estar inseguro e isto é algo que matará a atração que a mulher sente por você. Pois a verdade é que a única coisa sobre

a qual você tem controle é a forma como se vê. A fo rma como

você é visto é algo que, por mais que tente, nunca terá controle total. Então, você têm duas opções: aceitar que algumas pessoas vão gostar de você e outras não (e que isto está além de seu controle) ou desistir de bater papo com pessoas sobre qualquer coisa, pois assim vai conseguir PROTEJER a sua “boa imagem”.

Todo sedutor natural escolheria aceitar que existem pessoas que gostam dele e outras que vão odiá-lo, por mais que ele tente. Por esta razão, é impossível desenvolver um método que fun- cione para todas as mulheres do planeta. Quem nunca ouviu aquele velho ditado:“Nem Jesus, lho de Deus, conseguiu agra- dar todo mundo”?

É muito importante que você descubra que, ao fazer isto, ao

pensar que o que tem é o melhor, você vai cometer erros e que as pessoas vão reagir de formas diferentes, mas é importante aprender que isto é normal. Fingir ser a pessoa mais sexy ou criar um personagem que você considera ser melhor que você não

65

CRENÇASALFA

66

vai lhe ajudar muito, pois vai estar sempre distante de você.

2. Acreditam que não existe nada neste mundo que eles não possam conseguir por si mesmos

Eu sempre me impressionei com a forma como os sedutores

naturais veem o mundo. Como resultado da evolução biológica,

o homem se tornou independente. Ele tinha que sair e caçar

para alimentar a sua família, além de ter que protegê-la. Por esta razão, homens alfas possuem uma forte crença que não existe nada neste mundo que não podem conseguir por si mesmos (mesmo quando isto não é verdade). Isto é uma característica que agrada as mulheres, pois, por natureza, elas costumam ser muito indecisas e preferem homens que sabem o que querem, que as lideram nas questões sociais (por mais que as mulheres tentem negar que isso é verdade só pergunte para a mulher aonde ela que ir e ela vai te responder “Não sei. Aonde VOCÊ quer ir?”).

A maioria dos homens passa o tempo todo querendo que outras

pessoas tomem a responsabilidade por eles. Éuma questão de

você ser a pessoa que assume a responsabilidade por suas ações

e fazer as coisas por si próprio.

66

CRENÇASALFA

67

3. Não pedem desculpas por quem são

Nunca ouvi um sedutor pedir desculpa por ter falado algo im- próprio. Eles sempre falam o que querem e, mesmo quando o clima está estranho, eles sabem quando mudar de assunto ou

o que fazer para melhorar a situação. Isto signi ca ser sempre congruente com quem você é. De outro lado, também mostra que você não se importa com o que as outras pessoas pensam de você (algo que as mulheres consideram altamente atraente, porque é algo que elas não conseguem fazer).

Pedir desculpas por tudo é mostrar insegurança e buscar aprovação. O mais importante é que você não será a pessoa reagindo, mas, sim, a pessoa para a qual outras pessoas reagem (ser uma pessoa não reativa é altamente atraente).

4. Não pensam demais sobre a situações

A mulher sempre começará a lhe analisar para ver se você está

pensando demais antes de falar; se cada passo seu t em algum objetivo; e se o que sai da sua boca não soa como algo prepara- do. Assim que ela encontra provas que isto está acontecendo,

ela perde qualquer atração que tinha por você até o momento.

67

CRENÇASALFA

68

As mulheres querem encontrar homens que não estejam reag- indo a elas e, sim, que estão gerando emoções e fazendo com que elas reajam a eles (talvez esta seja uma das maiores razões porque mulheres se sentem tão atraídas por homens cafajestes, mas isto não signi ca que você tenha que se tornar um). O que elas realmente querem são homens que estão agindo de forma natural e genuína, e que não estão em nenhum tipo de missão.

5. Sabem que, às vezes, ganhamos e, às vezes, aprendemos

Muita gente morre de medo de chegar em uma mulher e levar um fora, mas este não é o caso de um homem alfa. Ele sabe que, muitas vezes, poderá levar um fora. O importante é que ele con- a em si e sabe que a possibilidade de sucesso é sem pre maior que a possibilidade de falha. Assim que ele leva um fora, ao in- vés de se auto agelar, ele decide passar para outra: “se ela não me quis, ótimo! Ela é a pessoa quem está perdendo”. Eles têm um senso de que são “a melhor coisa do mundo”. Nada neste mundo é melhor que eles.

Ninguém no mundo ganha ou perde o tempo todo. A falha não faz sentido na mente dos homens que pegam muitas mulheres (eles sabem que a falha não mudará o fato que eles terão algu- ma mulher em seus braços no nal da festa).

68

CRENÇASALFA

69

6. Sempre oferecem valor antes de tomar valor

Um dos maiores problemas que eu vejo em um homem que não tem sucesso em abordar uma mulher é o que eu chamo de “mendigação de valor”. Eles sempre chegam na mulher de uma forma como se estivessem pedindo esmola: “Ei, será que você podia me dar um pouco do seu precioso tempo?”. Apesar de não ser estas as palavras que estão saindo da boca dele, é o que o seu corpo e a sua entonação de voz estão informando às mul- heres (entonação e linguagem corporal constituem em torno de 80% ou mais da comunicação humana).

Homens naturais chegam na mulher de forma a se divertir com tudo e expressar boa energia (boa vibe); eles acreditam que não existe nada que possam fazer para criar uma situação ruim ou desconfortável (enquanto o não-pegador ca morrendo de medo de fazer algo que o deixe desconfortável). Apenas a pre- sença dele ali já está adicionando mais valor à mulher.

Se quando você chegar a energia do grupo não car mais alta, você sabe que está tomando mais valor do que oferecendo. Sempre chegue de forma energética e demonstrando que está

69

CRENÇASALFA

70

curtindo a festa de forma a animá-las e não oferecer nenhum perigo a elas (se elas estiverem totalmente fechadas à sua pre- sença, não leve para o lado pessoal; o problema está com elas). Nunca mais pense:“Eu amaria que ela me zesse companhia e me deixasse mais feliz”. Pois na mente dos sedutores o que nós pensamos é: “Ela está se divertindo, pois está comi go” (pode soar convencido, mas esta é a ideia).

7. São congruentes com sua própria sexualidade

A maioria dos homens adora dar uma olhada naquela mulher bonita e gostosa que está passando na rua, mas quando ela olha para eles automaticamente tentam disfarçar. Existe um senso geral de que as mulheres não gostam de ser apreciadas. Mas eu não consigo entender esta lógica, se elas passam horas e horas se arrumando para carem mais sexy possível para ir na festa porque não podemos olhar!?. Não há nada de errado em uma mulher perceber que você tem o desejo de levá-la para a cama; tenha certeza de que se você começou a falar com el a do nada ela no fundo sabe a sua intenção.

Enquanto a maioria dos homens tímidos tem problema com isto, esta é uma área que os homens sedutores DOMINAM. Eles sabem que as mulheres gostam quando demonstram interesse

70

CRENÇASALFA

71

e nem ligam se a mulher se faz de difícil, é tudo p arte do jogo da sedução.

8. Não tentam impressionar, preferem expressar quem são e ver o que rola.

Ao analisar os sedutores naturais, você perceberá que eles não tentam impressionar as mulheres, mas apenas expressam quem realmente são. A maioria dos demais homens sempre tenta mostrar à mulher que são românticos, sensíveis, simpáticos e outras coisas. Quanto se trata de gerar atração nas mulheres, ser 100% genuíno é sempre a melhor forma de fazer isto e não car se mostrando (eu particularmente odeio car me mostrando e do que já percebi a maior partes dos homens que são sedutores naturais também não são metidos).

Eu conheço vários amigos que falam que, para conquistar uma mulher, você tem que impressioná-la com as coisas que faz. Mas

o problema é que, ao fazer isto, você mostra que não con a em si mesmo. Homens que precisam impressionar as mulheres com as coisas que adquiriram na vida ou com as qualidades que tem não con am que vão expressá-las de forma natural e quando a mul- her percebe isso ela perde muito da atração que ela sentia por você (podendo ser o nal da interação).

71

72

Esse livro antigamente não tinha um capítulo introdutório ao sistema e acho que é muito importante que você tem uma noção para saber por onde começar. Quando temos problemas com o sexo oposto um das coisas que mais nos deixam todos confusos são as perguntas em nossa cabeça como “o que devo

fazer?” e “quando fazer?” e “em

qual sequência?”.

Durante esse livro muitas vezes eu posso te dizer o que fazer para criar uma conexão mais profunda com uma mulher, e você poderia se perguntar “Mas e como eu faço para inici ar a intera- ção? Eu não vou criar uma conexão com uma mulher se eu não conseguir falar com ela primeiro”.

Em razão desse problema eu decidi desenvolver uma mapa do process de duas maneiras.

72

73

Primeiro é preciso entender em texto como o processo funciona.

Ele vai seguir os seguintes passos:

1o Passo: Iniciar a conversa (Abordar a mulher).

2o Passo: Escalar a conversa (conversar com a mulher de manei-

ra a inspirar atração e criar uma conexão emocional)

3o Passo: Finalizar a conquista (partir para o beijo, pegar o tele- fone ou leva-la para outro local)

Sabemos que toda história tem início meio e m. Ena interação com o sexo oposto não é diferente, temos o início da interação, meio da interação e m. Começamos abordando a mulher, pas- samos para a criação de conexão e nalizamos.

O primeiro passo é Abordagem, o segundo passo é a Escalação

(Atração + Conversa + Conexão) e o terceiro passo é Finalização.]

A maior diferença entre um homem que não pega ninguém e

um homem pegador é que o homem pegador entende esse sistema perfeitamente. Na maior partes das vezes os pegadores

aprenderam esse sistema por tentativa e erro, alguns nem per-

73

ESCALAÇÃO

74

cebem que estão fazendo isso, mas eu aviso, eles usam esse sistema. O que eu já percebi é que os pegadores são os homens que adoram as festas, todo canto você vê eles conversando com diversas mulheres (o que signi ca que toda a noite eles estão praticando) e uma coisa que a vida me ensinou é que: qualquer coisa que você pratique muito você vai car bom.

Agora a boa notícia é que você não tem que gastar a mesma quantidade de horas que esses outros homens na tentativa e erro para descobrir um sistema que funciona bem. Você pode utilizar todas as técnicas que eu vou ensinar nesse livro para facilitar a sua vida, dimuindo a sua curva de aprendizado drasti- camente.

74

76

Chegamos a primeira parte do nosso sistema de conquista. Um dos maiores problemas que os homens tímidos possuem é

o de iniciar uma conversa com uma mulher desconhecida. Eo

problema maior é que a maioria das mulheres não vão às festas

sozinhas, toda vez que você encontra uma gata em uma festa, ela sempre está acompanhada de, pelo menos, uma amiga (mui- tas vezes até em um grande grupo de pessoas).

Quando você pensa na possibilidade de conversar, o seu corpo frisa e sua mente te dão um bilhão de desculpas pelas quais não deveria fazer isto. Isso é conhecido como a ansiedade de aproxi- mação ou AA.

A verdade é que para diminuir a sua ansiedade de aproximação

é só uma questão de saber o que falar e con ar que sabe lidar

com qualquer problema que aparecer. Algo que, apesar de pa- recer simples, vai necessitar um pouco de prática e de saber lidar

76

ABORDAGEM

77

com rejeições. Muitas vezes, mesmo sabendo exatamente o que falar e o que fazer, eu sentia muito medo de chegar e você, pro- vavelmente, vai sentir o mesmo.

Não saber os resultados da interação antes de começar, pode nos fazer morrer de medo, mas a verdade é que em interações sociais, não dá para saber o que realmente pode acontecer, nin- guém nasceu com uma bola de cristal para ver o futuro. Com o tempo, você aprende a lidar com essa pressão.

Infelizmente muitos homens param aqui. O medo de abordar uma mulher é tão grande que eles decidem nunca tent ar (e isso foi o problema que eu tive no começo). Mas o interessante que quanto mais você aborda, mais você vê que não é um bicho de sete cabeças.

A verdade é cruel, não existe maneira de eliminar o gigante frio na barriga ou AA. Até hoje eu nunca conheci um pegador (que fosse 100% sincero) que não declarava que sentia certa ansie- dade toda vez que estava prestes a chegar em uma mulher (estou falando até de pegadores mestres que são até bem con- hecidos), a diferença entre eles e a maioria dos alunos sem ex- periência que estão começando é:

Eles não deixar o medo vencer!

77

ABORDAGEM

78

Muitas pessoas acham que se resolverem seu problema para fazer uma abordagem eles vão conseguir resolver seus prob- lemas na conquista, como se ao fazer a abordagem to do o resto se encaixaria, a mulher automaticamente iria notar o quão mara- vilhoso ele era e tudo iria funcionar. Mas isso está muito longe da verdade.

A mais importante lição que você pode levar sobre abordagem

é que as palavras que você fala não são tão importantes quanto

a energia e a linguagem corporal com a qual você aborda ela. Se

você chegar nas mulheres de uma maneira muito forte, a intera- ção não vai funcionar, mas caso você consiga chegar com uma energia alta, oferecendo valor, não tentando impressionar e sen- do totalmente genuíno, te garanto que as mulheres do grupo vão achar muito difícil não te dar atenção.

Mostrar uma dominância física é bem importante, também. Ao começar a interação você não pode ter medo de escalar a mul- her sicamente. Aliás essa é uma das partes essenciais do início da interação. Só que isso eu vou entrar mais em det alhes mais na frente.

Há homens que tentam começar a interação não demonstrando

78

ABORDAGEM

79

interesse na mulher com a ilusão que a mulher não sabe qual é a razão pela qual ele está falando com ela. Mas eu quero falar a verdade, quando você começa a falar com uma mulher, ela sabe que você está interessado em car com ela. Principalmente, numa festa. Se algum estranho vem falar com você na rua, você não vai achar que ele está querendo alguma coisa?

Vamos conversar sobre como exatamente conseguir conquistar mais mulheres e levar menos foras e rejeições em festas.

A verdade sobre a aproximação é que nada que você fala para iniciar a conversa é muito importante. Muitas vezes, a mulher não vai nem ouvir direito o que você está falando, especial- mente quando você fazer abordagem em festas onde a música estiver muito alta. Eu já cheguei em mulheres falando “Eu adoro música” ou “Eu adoro comida”. A mulher nem ao menos en- tendeu e os resultados foram bons, pois depois que ela fala“O quê?”, eu respondo “Prazer, meu nome é Mário”. Em t odos os casos, o que vale mais é a boa energia que você está levando à interação (se você estiver fazendo a abordagem de maneira cor- reta) e se você tem uma boa linguagem corporal.

Não importa o quanto eu fale que as palavras não são tão im- portantes, a maioria das pessoas ainda me perguntam:

79

ABORDAGEM

80

Qual a melhor coisa pra falar para começar uma interação? Então eu vou dar todos os passos que eu uso para criar uma boa conversa. Primeiros temos que nos preparar antes de fazer a abordagem. Chamo isso de Pré-Abordagem

6.1 Pré-Abordagem

6.1.1 Como pensar

A primeira parte de uma pré-abordagem é modi car a forma

como você vai reagir e a forma como você pensa sobre a intera- ção.

Para fazer uma ótima abordagem a forma como você pensa vai

in uenciar muito.

Principalmente quando estamos falando de levar fora e de ten- tativas que não vão resultar em sucesso.

Não importa eu tentar te ensinar o que falar se você não saber lidar com rejeição.

O maior problemas de muitos homens é levar o fora como algo

pessoal. Eles acreditam que eles levaram os foras porque eles

80

ABORDAGEM

81

não “valem nada” ou “são verdadeiros perdedores”. E um dos pri- meiros passos é mudar a forma como você vê isso.

Primeira lição:

Levar fora é normal e faz parte do aprendizado. Não signi ca que você é uma péssima pessoa. Apenas signi ca que naquele momento alguma coisa não funcionou a seu favor.

Quer saber uma coisa interessante?

Já vi os melhores sedutores do planeta levando fora e já vi as maiores celebridades do mundo levando fora em Beverly Hills

(pessoalmente)

todo mundo. A diferença é que eles não ligam para o fora e sem- pre partem pra outra tentativa e BOOM alcançam sucesso (isso é válido não só para conquistar uma mulher mas tamb ém para conseguir o que você quer).

Não é tão incomum assim e acontece com

Agora quer saber quem não consegue sucesso. Os homens que levam um fora e passam o resto da noite se queixand o da vida e do que aconteceu. Eles cam tão chateados que passam o resto da festa tristes e muitas vezes vão embora mais cedos. Esses caras nunca vão pegar ninguém se continuarem agindo da mes- ma forma.

81

ABORDAGEM

82

Ésuper essencial que para pegar muitas mulheres você com- ece a fazer muitas abordagens. Quanto mais abordagens, mais sucesso você vai ter é questão de pura lógica matemática. Quan- to mais foras você levar, mais sucesso você também vai ter. Interessante, né?

Simples mas muito verdadeiro.

Sabe quem são os homens que recebem menos foras em todo planeta:

OS HOMENS QUE NUNCA CHEGAM EM NINGUÊM.

Então eu te pergunto, você prefere ser quais dos dois:

O cara que não leva nenhum fora mas também nunca pega nin- guém?

OU

O cara que leva vários foras mas no nal da noite sempre con- segue levar uma mulher super gata para casa?

Uma coisa importante de se lembrar é que em qualquer situação social, existem vários fatores que vão fugir do seu controle.

82

ABORDAGEM

83

Por mais que você saiba lidar com a mulher e com o que ela faz, existem coisas que acontecem que vão fugir totalmente do seu controle.

Por exemplo: A mulher pode ter acabado de terminar com o namorado que estava traindo ela com outra. Nesse caso a mul- her vai achar que todos os homens do mundo não prestam, não

importa se você seja o melhor homem do mundo odiar e te xingar.

ela vai te

Outros exemplos seriam que a mulher poderia ter tido um pés- simo dia ou ela acabou de receber uma péssima notícia.

Existem vários fatores sociais que vão fugir do nosso controle e é ilusão achar que nós conseguimos ter controle do ambiente o tempo todo.

IMPORTANTE: Nós apenas podemos controlar fatores ligados a NÓSmesmos.

Enquanto não podemos controlar como o mundo vai reagir a nós, PODEMOSmuito bem CONTROLARCOMO nós REAGIMOS AO MUNDO.

83

ABORDAGEM

84

Eisso é onde o como pensar in uencia na sua abordagem.

6.1.2 Desenvolvendo um Desapego por Resultados

Vou falar algo que pode soar engraçado. Para car muito bom com as mulheres você tem que parar de ligar para resultados. Quer dizer, para pegar mais mulheres você precisa demonstrar que não importa se a mulher vai car com você. Quanto mais desapegado de resultados você for, mais mulheres você vai pegar. Interessante né!?Parece não fazer sentido.

Éum desses círculos sem m. Para pegar mais mulher você pre- cisa não ligar. Para não ligar você precisa estar pegando mul- heres. Complicado. Mas quando você começar a ver isso no seu dia a dia, você vai pirar o cabeção.

Ao invés de fazer igual outros homens para quem cada fora é como um TIRO em sua alma e no seu EGO.

Éessencial que em cada abordagem que você faça o seu foco inicial não seja o RESULTADO.

Você chega na mulher pra conhecê-la. Naquele momento ela é apenas uma das possibilidades das quais você pode escolher.

84

ABORDAGEM

85

A mentalidade que você deve instalar é:

VOCÊ GOSTARIA DE TER A MULHER, MAS NÃO PRECISA DELA.

E a parte de NÃO PRECISAR DELA é aonde a maior part e do seu foco deve estar instalada.

Dessa forma você não vai car triste toda vez que a mulher mostrar que não está gostando de você ou que a interação não está indo bem. Eisso também tira um peso muito grande de sua alma, já que não vai ligar para foras.

A primeira vez que eu z isso eu me senti tão bem. Evocê vai car impressionado como as mulheres reagem melhor quando você é apenas um cara amigável que quer conhecê-la.

Faça um pequeno test-drive dessa idéia. Vá a alguma festa e comece a chegar em várias mulheres e coloque na sua cabeça “estou proibido de car com qualquer mulher hoje, eu não estou a m de car com ninguém, eu só quero conhecer novas pes- soas”.

6.1.3 Desenvolvendo Mentalidade de Abundância

Outra mentalidade importante é saber que existem outras mul- heres. Existem outras possibilidades. Edaí que você levou um ou

85

ABORDAGEM

86

outro fora de uma mulher!?

Existem milhões de gatas por aí solteiras a procura de um homem que presta. Ea boa notícia é que você é um homem que presta (eu espero que você seja um homem bom e não um ca- fajeste).

Levei um fora. OK. Próxima!

A la anda.

Ecomo eu disse antes, existem variáveis que fogem do nosso controle.

Muito melhor sair e abrir outro grupo do que car pensando na morte da bezerra.

6.1.4 O Conteúdo Não Importa

Quando eu falo que ensino “como conquistar uma mulher” a maioria das pessoas me perguntam “Qual é sua cantada perfei- ta?” outras pessoas ainda me perguntam “Equal é a melhor coisa pra falar quando quero chegar numa mulher?”. Para todos eles eu gosto de falar:

86

ABORDAGEM

87

“O que você fala pra abrir o grupo não importa.“

O único objetivo da abordagem é chamar atenção da mulher para começar a conversar com ela.

Você pode começar uma conversa“Eu gosto de cachorro” e a mulher vai falar “O que?” e você pode começar a conversa daí. E se você acha que eu estou brincando, eu já usei essas estratégia diversas vezes e deu certo.

Iniciadores de papo sem nexo que funcionam:

“Eu gosto de cachorro” “Hey, eu adoro a cor azul”

Aliás você pode falar o que quiser.

Acha que eu estou de sacanagem?

Próxima vez, testa isso numa festa. Edepois de começar com um dos nos Quando a mulher perguntar “O que?”, você responde “Olá, sou X”. E se não quiser se apresentar de prim eira você pode falar “Olá, tudo bem. Você parece amigável o su ciente”.

O segredo é não deixar a mulher raciocinar bem no primeiro

87

ABORDAGEM

88

momento quando você usar essas formas de abordagem. Assim que iniciar a conversa falando algo sem nexo passe para outra coisa“Olá, você parece ser divertida“.

Esse tipo de abordagem vai até te ajudar pois ela vai te achar muito mais intrigante. Ela vai começar pensando “Que tipo dife- rente de começar a conversa”. Só que, de novo, eu preciso fortal- ecer a idéia que o que você fala nesses primeiros segundos da interação não vão te prejudicar tanto.

A maioria das mulheres esquecem a primeira coisa que você fa- lou. Elas não vão nem comentar.

Você não tem que falar algo que vai deixar ela louca de atração e interessada de primeira. Nenhuma abordagem é capaz de deixar a mulher louca de tesão querendo transar com você naquele instante (isso é ilusão de iniciante).

Se quiser usar algum tipo de abordagem pronta que sempre funciona use a SUPER, MEGA, MAIS USADA abordagem de todos os tempos:

“Oi, tudo bem, meu nome é XXXX”.

88

ABORDAGEM

89

Ésem dúvida a abordagem com maior porcentagem de sucesso de todo planeta.

A forma como você fala é mais importante. Mas aí entramos em parte de entonação de voz e linguagem corporal que não con- sigo falar ou explicar em texto. Apenas em vídeo.

Quando eu comecei a abordar as mulheres eu usava:

“Oi meu nome é X, eu sou do Brasil” (isso pois eu m oro nos EUA) “Oi, você também é da festa de aniversário?” (se ela perguntasse de qual eu falava que tinha encontrando uma galera de um an- iversário e eles apontaram dizendo que ela era a aniversariante)

“Oi, você parece legal. Prazer, meu nome é XX”.

6.2 Iniciando conversas em festas

Agora se quiser você morre de medo de começar uma i nteração com uma mulher por achar que o comum “Oi, tudo bem?” não funciona eu vou te ajudar. Eu recomendo essa para você que ainda morre de medo de iniciar uma conversa com uma mulher. O diferencial de começar a conversar com uma mulher em uma festa é que ela não vai estar sozinha e também vai estar com um

89

ABORDAGEM

90

estado de energia muito maior. Éimportante você levar essas duas diferenças em consideração.

Primeiramente, evite interagir da maneira normal aos outros ho- mens, que normalmente fazem um monte de perguntas idiotas.

Aqui está um tipo de interação que é comum com homens que não pegam ninguém:

ELE: “Olá, eu sou João. Qual seu nome?” ELA:“Maria.” ELE: “Você gosta de vir aqui?” ELA:“Sim, sempre venho aqui”

.ELE: “Legal, e

ELA:“Ah, sei lá! Boa música”. ELE: “Que legal, temos várias coisas em comum. Tamb ém adoro ouvir boa música”.

você gosta de fazer o quê?”

Existe uma possibilidade enorme dessa interação terminar na “zona de amizade” e da mulher terminar a interação dizendo “Olha, eu tenho que procurar as minhas amigas. Prazer em te conhecer” ou qualquer outra desculpa que ela possa encontrar para terminar a conversa.

90

ABORDAGEM

91

Normalmente este tipo de conversa dura 5 minutos e para a mulher parece que durou 1 hora.

Coloque algo na sua cabeça, a mulher vai para a boate, primei- ramente para se divertir, segundo para encontrar al guém legal. Nenhuma mulher quer ir para uma boate e ter uma conversa banal com algum desconhecido (mesmo que você ache que isso sirva para se conhecer melhor). Por melhor que seja sua inten- ção, uma conversa dessa com uma mulher só vai demon strar que você não tem nada de diferente. O seu objetivo como o homem alfa é oferecer alegria e gerar interesse na mulher.

Para conquistar a mulher é preciso deixá-la em um estado emo- cional melhor do que aquele que você a encontrou (sempre tente deixar a mulher se sentindo muito melhor e nunca o con- trário). Anote isto, é muito importante!

Éo grande diferencial entre um homem alfa bom e um cafajeste, já que o cafajeste só se importa com si mesmo. São machos egoístas.

OBS: Evite ao máximo perguntas de entrevista. Exemplos: O que gosta de fazer?Vem sempre aqui?Trabalha aonde? Faça no máx- imo uma pergunta dessa, utilize as outras estratégias que eu vou

91

ABORDAGEM

92

estar lhe ensinando.

Quer saber exatamente o que eu falaria para uma mulher no início da interação!?

EU: “OLÁ!! Prazer! Sou Mario!” ELA:“Maria.” EU: “Maria!? Me diz, você não vai começar a mentir para todo mundo e se internar em uma hospital como maluca.” ELA:“Claro que não. Eu não sou doida”. EU: “Claro. É que esta Maria que eu conhecia, ela começou a me ligar umas 10 vezes por dia, querendo saber o que eu estava fazendo. Um dia ela tocou a campainha do meu apartamento, 3 horas da manhã.Você acredita?” ELA:“Nossa!”. EU: “Super maníaca. Mas sério, você parece muito divertida.”

Ao invés de usar um monte de perguntas chatas eu transformei a conversa em algo muito mais divertido e diferente. Comece a contar histórias (contar histórias é uma forma de tornar qualquer conversa em algo interessante).

Se eu fosse te falar o que eu realmente uso nas festas, você - caria impressionado com o quanto eu sou normal. Pois eu chego

92

ABORDAGEM

93

com “Oi, tudo bom?Mário.” Eu sempre preferi usar abridores situacionais. Percebi que toda vez que eu estava em um festa sempre tinha um grupo que era de aniversariantes. Então eu comecei a usar o seguinte abridor:

EU: “Ei, vocês são do aniversário?” ELA:“Não, qual aniversário?” EU: “Ah, ok. É que eu estava conversando com umas meninas agorinha que estavam celebrando o aniversário.” ELA:“Ah, sim. Ok?” EU: “Ei, meu nome é Mário. Prazer! Eu sou meio diferente, gosto de conhecer pessoas novas. Vocês parecem divertidas”.

A melhor coisa deste abridor é que ele não é intrusivo.Você está

fazendo uma simples pergunta sobre o ambiente. Não estou chegando de forma a tirar valor, aliás eu posso até oferecer valor, pois se elas são do aniversário, nós temos algo em comum. Per- ceba que também mostra que você é uma pessoa sociável ao ”

falar “

(normalmente eu não gosto de analisar os mínimos detalhes, pois eu já vi muita besteira por aí).

eu

estava conversando com umas meninas agorinha

E se realmente existir uma aniversariante no grupo?

93

ABORDAGEM

94

Melhor ainda!

Quando elas falarem “Ah, é aniversário da FULANA”, você per- gunta “Qual delas é a FULANA??”, vá até ela e fale “Parabéns pelo o seu importante dia! Suas amigas gostam muito de você!”.

Nenhuma mulher no planeta vai te mandar catar coquinho.

O máximo que elas podem falar é perguntar “Quem é v ocê?”, e você pode responder “Apenas um amigo misterioso”.

Quando está abrindo ou falando qualquer coisa é super impor- tante estar com um sorriso e se sentindo bem. Nada de estar com aquele sorriso macabro ou sorriso vergonhoso. Fingir nest- es momentos é a pior coisa que você pode tentar. Se quer estar mais feliz quando for iniciar conversa pense“O que o Chuck Nor- ris faria nesta situação” ou pense em qualquer coisa engraçada que aconteceu na sua vida nos últimos dias (infelizmente o frio da barriga não vai sumir, mas você vai se sentir mais confortáv- el).

Chegar levemente elogiando o grupo em geral, também, é sem- pre uma excelente forma de facilitar as coisas. Eu não estou di- zendo para você chegar assim “Olá, gatas”, pois para iniciantes

94

ABORDAGEM

95

isto vai ser um horror. Tente não elogiar as mulheres no visual

(beleza, roupa

ou sorriso

Eu quero dar um exemplo de iniciar uma interação com elogio:

EU: “Oi, tudo bom? Vocês parecem ser gente boa!”. ELAS:“Ah, obrigado!” EU: “Normalmente, as meninas são muito fechadas, mas vocês parecem ser mais abertas”. ELAS: “Sério? Nunca percebi isto”. EU: “Prazer. Meu nome é Mario, qual o seu nome?” ELA:“Fulana”.

Quando você chega desta forma, as mulheres se sentem obriga- das a serem mais gentis. Apenas pelo fator de você falar que elas são legais. Por isto, é muito importante escolher as suas pala- vras quando zer um elogio no início, se você falar que elas são gostosas, vai ter uma conotação sexual e elas vão agir com os narizes empinados e você vai estar enrolado. Além disto, chega de forma diferente da maioria dos outros caras da festa.

A ideia é sempre chegar de forma a oferecer uma energia boa. A mesma energia ou ainda mais energia do que elas têm (não leve isto ao extremo, como, por exemplo, chegar gritando igual uma

95

ABORDAGEM

96

bichona louca).

Sempre tente observar bem a festa para ver algum tipo de det- alhe. Por exemplo, se todo mundo estiver usando alg um tipo de camisa estampada, você pode chegar no grupo assim:

EU: “Ei, perceberam que todo mundo está usando a mesma camisa?”. ELAS:“Hum!?Camisa?” EU: “É! Curte só (apontando) todo mundo usando o mesmo es- tilo”. ELAS:“Nem tinha visto”. EU: “Ei, estou vendo que vocês estão meio perdidas, então. Praz- er, meu nome é Mário.” ELAS:“Hum, prazer”

Ao usar algo da festa você mostra que está ligado no que está acontecendo. Também tira o peso da conversa e disfarça um pouco a sua aproximação. Muitas vezes, eu uso diversas modi - cações deste tipo de aproximação.

Todos sabem da importância de ser engraçado ou fazer piadas para abrir. Se você quer utilizar algo simples e engraçado, pode começar com este abridor:

96

ABORDAGEM

97

VOCÊ: “Você conhece o SEU NOME?” ELA:“Não.” VOCÊ:“Muito Prazer.” No meu caso. EU: “Você conhece o Mário?” ELA:“Hum. Não.” EU: “Prazer! Mário (apontando pra mim)”.

Simples, prático, meio infantil

um pequeno sorrio na cara da mulher. Já começa de f orma agradável, tirando o peso da situação. Se você for do tipo que

adora contar piadinhas o tempo todo, esta deve ser a melhor forma de conversar.

mas colocará, pelo menos,

Abridores No Dia-a-Dia

Uma grande diferença entre abrir mulheres em uma festa e abrir mulheres no dia-a-dia, em um shopping ou em uma livraria. O abridor que eu uso para livrarias:

EU: “Olá, você sabe algum livro de romance bacana?” ELA:“Hum. Não sei. Por quê?” EU: “É que eu tenho que dar um presente para minha irmã. E ela gosta destas coisas.”

97

ABORDAGEM

98

Ao usar algo situacional e relacionado ao lugar, a mulher não achará que é estranho você começar uma conversa com ela. Émuito importante, depois de iniciar, mudar o assunto. As- sim ela vai saber que você está interessado em alguma coisa a mais (mesmo que isto signi que que diga: “Desculpa, eu tenho namorado”). Outro abridor para mulheres sozinhas no dia-a- dia.

EU: “Oi, preciso de ajuda. Estou querendo chegar na Rua X com a Rua Y, como eu faço?” ELA:“Bom, você faz isto e isto e isto”. EU: “Obrigado, estive meio perdido. Você é gente boa, as pes- soas não queriam parar para me dar informação. Qual seu nome?” ELA:“Ahh, fulana.” EU: “Prazer, Fulana! Meu nome é Mário.”

Sempre tente começar com uma conversa de forma simples, sem causar muita pressão na mulher, ou mostrar muito inter- esse, mas sempre lembre de mudar de assunto o mais rápido possível. O que eu sempre vejo acontecer é a galera usar estes abridores e continuar perguntando sobre a mesma coi sa o tempo todo, no nal a mulher nunca descobre que você estava interessado. Se você não mostrar interesse na conversa, qual

98

ABORDAGEM

99

era a razão de você começar a conversa?

6.3 Fatores De Uma Boa Abordagem

Sempre acho engraçado a forma como outros homens fazem abordagem. De longe eu consigo ver, pela linguagem corpo- ral, homens morrendo de medo de levar um fora, outros che- gando parecendo que estão pedindo esmola. Muitos homens são um verdadeiro desastre na abordagem. Mas não se desespere, existe sim uma forma correta de fazer abordagem. Os seguintes fatores vão lhe ajudar a fazer uma mel hor abor- dagem.

6.3.1 Diminuir O Seu Tempo De Reação

O que seria isso?

Vamos dizer que você entra em uma festa e vê uma linda morena dos olhos verdes em um dos cantos da festa. A sua primeira reação biológica será“Caracas, que gata.Tenho que falar com ela”. Mas ao espera alguns segundos o seu cérebro já começa a criar pensamentos negativos“Mas, talvez, ela tenha um namorado”,“Ela é muito bonita pra falar comigo” e“Ela pa-

99

ABORDAGEM

100

rece não estar querendo falar com ninguém”.

Quanto mais tempo você espera para fazer a abordagem mais desculpas seus cérebro vai criar.

O grande segredo de uma boa abordagem é colocar a“cara dura à tapas” e abordar. Toda vez que eu faço boas abordagens eu faço rapidamente, sem pensar e sem esperar nada.

Como eu já falei, é muito importante não se preocup ar com

que falar no começo. (não que preocupado com a forma per-

feita

não existe maneira perfeita)

Se car confuso do que falar no início da interação apenas fale:

“Oi, tudo bom, meu nome é XXX”. “Oi, você parece ser legal, meu nome é XXX ”

Esse é o abridor mais comum e o que mais funciona. Ele é pa- drão de qualquer conversa então não precisa ter medo de ser algo que a mulher já ouviu antes.

DIMINUA O TEMPO DE REAÇÃO.

100

ABORDAGEM

101

Quando vê uma mulher atraente que queira abordar, apenas chegue nela e conversa, antes que seu cérebro começa a criar desculpas para não fazê-lo. Quanto mais tempo você car esperando mais difícil vai car.

6.3.2 Sete A Realidade Da Interação

Muitos homens quando vão abordar uma mulher tentam de- ixam as suas intenções meio que no ar. Muitas vezes eu já vi meus alunos carem conversando com um grupo inteiro de mulheres por minutos e esconderem qualquer interesse.

Muitos cam até no mesmo assunto por horas para evitar en- trar em assuntos mais problemáticos como sexo. A mulher perde o interesse da interação e o processo é um fracasso.

Aqui vai uma DICA MUITO IMPORTANTE sobre uma boa abor- dagem:

- Deixe a mulher saber que ela é seu alvo no começo da inte- ração. Aborde ela diretamente a desde o começo sete a inte- ração como um papo entre HOMEM e MULHERe não de papo entre amigos.

Essa é uma das principais causas da“Zona de Amizade”. Não

101

ABORDAGEM

102

mostrar sua verdadeira intenção no começo e depois de minu- tos, horas ou dias conversando com uma garota ele decide mostrar a sua verdadeira intenção.

A mulher vai pensar “Mas, eu achei que você só me via como uma amiga”. Nesse momento é GAMEOVER. Muito complicado reverter a situação de amigos para namorados.

(OUTRA DICA: Não aborde as amigas feias se você qui ser car com a mais gata do grupo. Ela vai achar que você está interes- sado em sua amiga e desistir de te perseguir totalmente. Con- verse diretamente com o seu alvo primeiro.)

Mesmo se você tiver medo de deixar a mulher saber q uais suas intenções eu tenho algo pra te revelar:

ELA SABE SUA VERDADEIRA INTENÇÃO. Não adiante escon der. Se você começa a falar com uma mulher em uma festa, ela sabe que no fundo você tem algum interesse, mesmo que seja subconsciente, ela sabe qual é o seu verdadeiro objetivo.

6.3.2 Como Setar A Realidade

102

ABORDAGEM

103

- ESCALE ELA FISICAMENTE

Para setar uma interação como sendo mais do que apenas

amigos é necessário ser físico com a mulher. Se você está to- cando a mulher desde o início, começando de maneira simples

e aumentando a complexidade de seus toques, ela não vai achar estranho quando você partir para beijá-la.

Se você conversar com uma mulher por 15 minutos sem tocar

e partir para o beijo ela vai se assustar. Ela se acostumou com você sendo um cara menos físico, e ela vai car confusa de onde você tirou a ideia de beijá-la.

Acostume a mulher a receber o seu toque.

Vou te dar uma boa dica para usar em suas interação. Bem no comecinho da interação, para começar a tocar a mulher, pergunte pra ver a mão dela “Deixa eu ver sua mão”. Segure a mão dela por certo tempo, não muito, e comece a perguntar sobre os anéis e pulseiras que ela têm. Pergunte onde ela com- prou esses anéis e o que eles signi cam. Muitas mulheres tem histórias sobre suas joias.

No curso eu vou mais a fundo sobre como criar uma escalação

103

ABORDAGEM

104

física muito mais orgânica.

- MANTENHA CONTATO COM OS OLHOS DELA

Não tenha medo de olhar nos olhos dela.Tente manter uma conversa olhando nos olhos dela e tente não pensar muito sobre esse fator. Não que a maior parte do tempo desviando

o olhar dela.

Olhar nos olhos demonstra um tipo de conexão emocional muito forte. Além de comunicar muito. Os olhos comunicam nossas verdadeiras intenções e não deixam a interação cair na “Zona de Amizade”. Se não for muito bom nessa área, comece

a praticar cada vez mais.

- TOM DEVOZ

Ao invés de ter um TOM de voz mais de mendigo. ME DÁ UMA

ESMOLA

AÍ PELA MOR DE DEUS.

Mantenha um tom de voz mais poderoso. Em lugares com música mais alta, aumente bastante o nível de sua voz para que a mulher te escute de uma distância.

104

ABORDAGEM

105

(DICA SOBREBOATES: Quando o som do local estiver muito

alto essa é uma boa razão para ser mais físico. Você pode falar diretamente no ouvido da mulher, você pode trazê-la pra car

mais próximo de você. MAS cuidado com seu bafo

to mata suas chances.) Homens poderosos não tem medo de falar mais alto em locais públicos, agora homens tímidos morrem de medo de chamar atenção. Se diferencie, fale mais alto.

mau háli-

Farei um resumo de como a sua linguagem corporal e atitudes devem ser no começo da interação, para que as coisas andem da forma planejada:

Incline-se para trás. • Ocupe bem o espaço. Não se incomode e seja øexível. Sorrie ocasionalmente, mas não o tempo todo, pois vai pa- recer inseguro se você estiver sempre sorrindo. • Reduza a velocidade de seus movimentos. Relaxe sua respira- ção. • Sempre mantenha contato visual! Use olhar triangular para ampli car estado sexual (suavemente alterne entre os olhos e os lábios, repita).

105

ABORDAGEM

106

Não öcar se curvando para conversar com as mulheres. Evitar tocar no rosto da mulher (isto é extremamente sexual). Você pode usar a sua linguagem corporal de forma a recom- pensar ou castigar as atitudes dela. Caso ela faça algo que você goste, chegue mais perto e a toque, caso ela fale algo que seja um insulto, dê um pequeno empurrãozinho (não seja muito bruto ou a mulher pode levar isto para o lado ruim).

6.4 Erro maiscomum: agir como pedinte

O problema começa quando se faz a aproximação. Se q uando você chega é recebido com um olhar de descon ança e você não consegue fazer isto melhorar ou se tudo que você faz após o approach (abordagem) faz tudo piorar.Veja se está cometendo um dos erros que abordarei durante este artigo, divido em cinco partes.

O primeiro erro é o de“Agir como pedinte”. Você pode pensar

o seguinte:“Mas como assim?, Eu não estou agindo como um

necessitado”. Na maioria das vezes, você até faz elogio, chama

a menina de “Oi, você é muito gata.” Ou “Nossa, você é muito bonita”.

Isto não é agir como pedinte, é!??

106

ABORDAGEM

107

Bom, do jeito como a maioria faz, SIM. Deixe-me explicar o

porquê!

O problema não está no conteúdo do que você fala. Palavras

por si só não fazem muita diferença. Agora a forma como a conotação destas palavras soam aos ouvidos da outra pessoa é o que importa. Ainda mais importante, quando quem está escutando é uma mulher na qual você está interessado. Não precisa ser ganhador de Oscar para saber que uma linha como “Obrigado” pode ser falado com educação ou com ódio (quan- do alguém diz que vai lhe ajudar e você não quer a ajuda por exemplo).

Pois a comunicação humana é muito complexa e vai muito além do conteúdo da fala.

Por isto, ao abordar uma mulher, é essencial tomar cuidado na entonação das frases.

Ecomo fazer isto?

A

primeira coisa é pensar numa forma de falar “algo” da manei-

ra

certa. Não adianta eu te ensinar a falar algo de forma “con-

107

ABORDAGEM

108

ante” se, no fundo, você não é con ante. Mesmo que eu faça isto, você enganará a mulher por algum tempo, mas ela desco- brirá mais cedo ou mais tarde, que você está“atuando” e não sendo você mesmo. O que é um grande destruidor de atração para as mulheres e pode resultar em grandes problemas. Pense bem, a maioria dos homens chegam na mulher dizendo algo como “Oi, você é bonita”. A verdadeira intenção por trás destas palavras não é de elogiar a menina (na maior parte das vezes), muitas vezes, sim, é um elogio sincero, mas a verdadei- ra razão pela qual você está fazendo isto é porque espera que ela que toda feliz por receber o elogio e quei atraída por você.

A mentalidade que se usa é: “se eu zer algum elogio ou qual-

quer outra coisa, eu quero algo de volta”. Éexatamente isto

que eu chamo de agir como um mendigo. Você estende algu- ma coisa à mulher e pede algo em retorno.

A quantos pedintes você já negou dinheiro na rua?Sente al-

gum remorso?

Se alguém quer algo de você, automaticamente você sente que é de maior valor que a outra pessoa e, normalmente, de- cide nem prestar atenção no que ela tem a falar (con ra como

108

ABORDAGEM

109

pessoas agem como os mendigos, alguns ngem que nem conseguem escutá-los ou vê-los).

Uma mulher consegue perceber muito facilmente quando o homem está ali esperando que ela faça algo por ele. Ela não se sente atraída por isso, então não faz o que ele quer. Normal- mente, o que acontece é a mulher dizer que“tem que encon- trar uma amiga” ou “eu vou ao banheiro” ou “desculpa eu estou esperando por alguém”.

O segredo para ter mulheres correndo atrás de você é de-

senvolver uma personalidade onde você está sempre ofer- ecendo valor a todo mundo. A sua única intenção ao chegar e falar com outras pessoas é se divertir e ter uma bo a noite. No começo, eu sei que será difícil, mas, com o tempo, você conse- guirá fazer isto, sem problemas.

Atualmente, em festas, eu sou a pessoa divertida que todo mundo quer estar perto.

A maioria das mulheres falam comigo nas festas, porque elas

percebem que eu estou me divertindo. Se você for a uma festa

e se divertir, todo mundo vai querer estar perto de você.

O segredo da atração está ligado à quantidade de emoções

que você, como homem, consegue gerar nos outros. Quanto

109

ABORDAGEM

110

mais você consegue gerar, mais você recebe de volta.

110

111

Enquanto outros métodos gostam de chamar esta parte da interação de “Atração”, eu pre ro chamar de “Escalação”, pois como nós falamos em um dos primeiros capítulos, a atração não é algo que você consegue gerar com atitudes falsas, é algo que acontece, naturalmente, quando ela percebe que você age de acordo com suas características masculinas NATURAIS(seu Fator Alfa):

- Liderança

- Auto-con ança

- Crença do seu poder

- Crença (poderosa) de independência de todos.

Equanto está em congruência com sua própria natureza.

Quando suas ações, pensamentos e palavras estão todas em concordân- cia (eu sei que isso é impossível de manter no dia a dia, mas você deve tentar fazer isso em uma interação com uma mulher).

111

ESCALAÇÃO

112

7.1 Por que escalação?

Uma das principais razões para eu nomear esta parte da con- versa como “Escalação” é para lembrar os homens que eles de- vem evoluir a conversa do simples“Oi” até o beijo. Eu posso te dizer com 100% de certeza que o maior problema de 99% dos homens que não conseguem uma mulher, é falta de liderança numa conversa.

Não importa se a sua conversa é a coisa mais interessante do planeta, se você não escalando a interação de algum a forma (tocando ela, olhando bem profundamente nos olhos dela,

etc), ela vai perder o interesse sexual e você vai cair na Zona de

Amizade!

A maior razão para as mulheres perderem o interesse na inte-

ração é quando não existe a tensão sexual. Ea forma mais rápi- da, forte e conhecida de gerar esta tensão sexual é através do toque físico, por isto se o homem não toca a mulher, ela perde

o interesse na conversa e começa a pensar em outras coisas e querer ir embora.

O maior problema dos homens, quando o assunto é o toque

112

ESCALAÇÃO

113

físico, é que eles acreditam que ao tocar as mulheres, eles

estarão invadindo o espaço pessoal da mulher e isto é contra

a moral da nossa sociedade. Mas, a verdade, é que as mul-

heres adoram ser tocadas e o toque é muito importante para elas (por esta razão que as mulheres adoram dançar e serem abraçadas).

Tensão sexual é algo engraçado. Quando você consegue

gerar uma tensão sexual excelente na mulher, a única coisa em que a mulher estará pensando é quando você irá, nal- mente, beijá-la. E o problema que se você não beijá-la, ela perderá o interesse. Por isso é muito importante saber gerar

a tensão sexual e usá-la a seu favor.

Vamos identi car a tensão sexual aqui como aquela energia no ar, entre vocês, que indica a possibilidade de rolar sexo. Epor mais poderosa que seja sua conversa, ela não vai con-

seguir criar este tipo de energia sozinho (apenas se você for um mestre da conversação e conseguir transformar a con-

versa em algo sensual

tem gente que consegue).

Por todas estas razões, saber escalar uma interação é essen- cial para a conquista, mas não é só isto que lhe ajudará a resolver um grande problema que eu vejo nos homens que

113

ESCALAÇÃO

114

não pegam ninguém:

Saber como levar uma conversa do simples“Oi, tudo bem?” até o beijo é a parte onde o foco deve estar depois que você resolver a abordagem. Por isso, primeiro aprenda a melhor forma de abordar mulheres e depois comece a desenvolver a escalação.

7.2 Como funciona na prática?

Esta parte da interação é onde você vai começará a gerar a conexão emocional e aumentar o interesse da mulher. Então, você chegou na mulher, começou a conversar e, agora, você tem que bater o papo, nesta parte que é quando você têm que mostrar a sua especialidade na conquista e, também, escalar a conversa, fazer a escalação física e criar uma conexão emocional. Muitos homens batem na trave, pois a mulher ca atraída por eles apenas para chegar numa conversa do estilo “Evocê tra- balha a quanto tempo?” e “Você gosta de estudar?”. O bate- papo que você faria com uma pessoa que acabou de conhecer apenas para matar o tempo. Lembre-se, o seu objetivo não é matar tempo, a sua conversa tem que gerar uma conexão emocional com a mulher. Além disto, é quando você tentará isolar o seu alvo do resto do

114

ESCALAÇÃO

115

grupo. Se você quer tentar beijá-la ou car com ela na festa, muitas vezes precisará separá-la (mas isto será mais bem expli- cado no próximo capítulo sobre Liderança) do resto do grupo por alguns minutos, desta forma você tem mais liberdade em fazer o que quiser.

7.3 Escalando a conversa

Após você usar um dos abridores que eu ensinei no último capítulo, o grupo vai te aceitar e você vai ter que começar a gerar uma conversa agradável com seu alvo ( a mulher que você está interessada) aumentando o interesse do seu alvo na interação. Você vai perceber que no começo você vai estar investindo muito mais na conversa que ela, e que apenas com o tempo ela vai começar a investir também.

O que eu já vi acontecer com muitos homens, é que eles che- gam nas mulheres, iniciam a conversa com sucesso mas de- pois param e cam esperando que ela puxe algum assunto pra melhorar a conversa, quero deixar bem claro: a chance disto acontecer é muito pequena (tão pequena que é mais fácil você ganhar na Megasena e car milionário)!

Como homem, é sua obrigação liderar e escalar a interação o

115

ESCALAÇÃO

116

melhor possível, a mulher não tem a mínima idéia do que falar com você, no passado, eu costumava perguntar às mulheres como elas chegariam em outra mulher e elas não tinham a mínima noção do que fazer. Éimportante lembrar de alguns aspectos, antes de começar qualquer conversa com as mulheres. Lembre-se que as mul- heres não tem nenhuma razão para lhe tratar mal, se você estiver sendo gente boa e aberto com elas. As únicas pessoas que eu já vi levando uns foras bem bravos, são os homens que chegam de maneira muito forçada, pegando na mulher e a chamando de“gostosa”. Durante toda a conversa, procure pro- jetar bastante a sua voz, quanto mais alta for a sua voz, mais poder e inibição você estará mostrando (pessoas que falam muito baixo, são pessoas que têm vergonha e não querem que outros percebem que eles estão falando).

A melhor forma de matar um pouco do tempo com a mulher e mostrar os seus valores naturais é contando histórias. Mas não é qualquer história, pre ra contar coisas que lhe afetem emocionalmente (coisas que lhe afetam vão automaticamente afetá-la emocionalmente também). Existem maneiras de con- versar com a mulher de maneira diferente e sempre com o máximo de resultado.

116

ESCALAÇÃO

117

7.4 Como criar uma conversa interessante

Finalmente, entraremos no tópico da conversa. Sei que este é um tópico que interessa a muita gente e, isto é con rmado, di- ariamente, com a grande quantidade de e-mails que eu tenho que responder sobre a pergunta“O que falar para mulher du- rante a conquista?”. Existem diversos tipos de coisas que você pode fazer, mas eu vou manter este capítulo simples, você poderá sair e colocar em prática, sem precisar pensar muito e sem precisar ler um milhão de páginas.

Uma coisa interessante. Eu inventei um método que facilita levar a conversa para algo mais pessoa e íntimo. São vários gatilhos que você pode usar durante uma conversa com uma mulher para fazer ela se interessar mais por você. A questão aqui é se tornar um mestre na arte de conversação com uma mulher. Eesses gatilhos são o tópico de meu próximo capítulo. Mas antes de chegar lá eu vou te dar algumas dicas de conver- sação agora.

O mais importante a saber é que não é preciso fazer muito sentido nas conversas. As mulheres não querem sair para fes- tas para saber mais sobre o mundo, o principal objetivo na mente delas é a diversão. Desista de tentar educá-la ou falar

117

ESCALAÇÃO

118

sobre um assunto extremamente profundo (a crise de água potável da Africa, a extrema dívida externa dos EUA, etc). A festa é para curtir e festejar. Mas se você quer falar de alguma coisa que você adora e que é mesmo muito interessante, acredito que seja uma ótima forma de gerar a conversa. Ao começar a conversa, tente liberar o mínimo possível de informações pessoais. Apenas informe o que ela perguntar. Quando as mulheres cam interessadas, elas desejarão saber mais sobre você e, quando você mantém alguns destes detal- hes voando, ca muito mais fácil de perceber quando ela está interessada e quando as coisas estão indo bem para você.

Algumas das técnicas que eu vou explicar de conversação necessitarão de sua imaginação e criatividade. No começo, parecerá um pouco difícil de criar as histórias na hora, então se sinta livre a criar as histórias em casa e testá-la nas festas. Tente evoluir da criação de histórias em casa, à improvisação das histórias nas festas. Você notará que, com o tempo, cará cada vez melhor, toda vez que você colocar estas coisas em prática. A imaginação será a sua melhor aliada, quando você car sem nada para falar, ou quando você achar que não tem nada legal para falar. Tanta gente ca desesperada ao falar com uma mul- her, pois não acha a própria vida super interessant e. Se você não tem muitas histórias super interessantes a contar, a sua

118

ESCALAÇÃO

119

imaginação pode te ajudar (e isto eu falo sem você nem pre- cisar mentir ou inventar histórias mentirosas).

Como já falei no próximo capítulo vou entrar em det alhes sobre uma técnica que eu inventei dos gatilhos da conversa. Além do próximo capítulo eu reservei um livro inteiro para Conversa chamado “Conversa A ada” que é um dos bônus que você recebeu ao comprar esse livro.

7.5 Escalando a conversa sicamente

Lembre-se que para criar uma tensão sexual é importante você estar sempre tocando o seu alvo. A primeira coisa que eu faço ao começar uma conversa com um grupo, é pegar na mão de todo mundo e, assim, que eu foco a minha energia no meu alvo eu começo a escalá-la sicamente. Não me entenda mal e passe do “Oi, prazer” para passar a mão na bunda da mulher, pois só lhe trará problemas. Existe uma escala do que você pode fazer, dependendo do nível da interação.

Nível 1 - Aperto de mão, toque de leve no braço, pequeno toque nela para pedir sua atenção, colocando seu braço perto do ombro dela pra falar no ouvido, tocando seu braço no dela quando estiver falando mais próximo, leitura de Mão.

119

ESCALAÇÃO

120

Nível 2 - Mãos dadas, andando com ela de braços dados.

Nível 3 - Ficando perto dela com suas pernas tocando, sentan- do perto dela com suas pernas tocando na dela, levemente e, acidentalmente, tocando o abdomem dela, rapidamente to- cando as costas dela de forma a puxá-la para car mais perto de você.

Nível 4 - Limpando (ou fazendo de conta que limpa) o rosto dela de alguma sujeira, falando com o rosto colado no rosto dela, pois o som está muito alto, tocar o colar dela(fazendo comentário) ao mesmo tempo, acidentalmente, tocando o pescoço dela.

Nível 5 - Colocando a cabeça dela no seu ombro, movendo o seu rosto no ombro dela e cheirando o perfume dela, leve- mente mexendo no rosto dela e ao mesmo tempo olhando em seus olhos, seus dedos levemente percorrendo os cabelos dela, enquanto você a olha nos olhos.

7.6 Como saber se está funcionando?

As mulheres costumam mostrar algum interesse por algo que

120

ESCALAÇÃO

121

nós chamamos de IDI (indicadores de interesse), são peque- nas demonstrações de interesse. Um dos mais percept íveis é quando a mulher começa a lhe fazer diversas perguntas.

Às vezes, é ainda mais forte, as mulheres começam a fazer per- guntas uma atrás da outra“O que você faz?Onde você mora? Você sempre vem aqui? Como é possível eu nunca ter lhe visto por aqui?”, nem conseguem respirar, é como se tivesse dado um curto circuito na mente delas e isto é o que eu cha- mo de verdadeira atração natural, quando a sua atitude é tão atraente, que a mulher não sabe o que fazer para te conquis- tar.

Se o seu alvo não está te metralhando com perguntas, out- ra forma de perceber se ela está interessada é quan do ela começa a chegar muito perto de você. Algumas vezes, eu já estive conversando com algumas mulheres e, no m da conversa, eu estava a menos de 10 cm do rosto dela, pronto para beija-la. Além disto, você vai perceber que a mulher vai começar a projetar uma boa energia e começará a querer te tocar mais.

121

122

Vários ALUNOSvem até a mim com vários tipos diferentes de prob- lemas; os problemas comuns são ansiedade de aproximação, sair da ‘zona de amizade’, entendo o que as mulheres querem, lingua- gem corporal e aprendendo como efetivamente escalar a interação para algo mais sexual. Mas sem dúvida o problema mais comum dos alunos são esses aqui:

- Ficar sem coisas para falar durante a interação.

- Inabilidade de fazer uma transição da abordagem até uma super conversa em conforto.

- Conversas que não dão em nada.

- Silêncios desconfortáveis.

- Questionamentos no estilo de interrogações.

- Criando uma conversa chata, sem graça e sem inspiração;

Vamos tomar uma cena de um desses super bem escritos sitcom Americanos como “Friends”. Um dos caras abordam uma linda

7 GATILHOSCONVERSA

123

123

mulher na lanchonete que eles sempre estão. A garota quase sempre responde a abordagem com uma resposta positiva

e alegre e a conversa sempre parece acontecer de maneira

suave e fácil; ela ri das piadas que ele faz, ela responde per- guntando coisas sobre ele e depois de algumas respostas su- per inteligentes, ela concorda em sair com ele naquela noite. Graças a um ótimo e talentoso time de roteiristas, todo o cenário parece fácil e sem problemas. Mas, na dura realidade, quando você sai e tenta replicar a mesma excelente cena você chega à conclusão que, sem os escritores e sem a menina sen-

sível e educada, sua habilidade de fazer a conversa rolar e fazer

a mulher aceitar a sair com você é praticamente impossível.

Errado!

Isso pode ser feito.

Primeiro, vai necessitar uma tremenda quantidade de esforço

e concentração da sua parte, mas, com o sistema que você

está prestes a aprender - apoiado, claro, no máximo possível de prática que você pode ter - você vai muito em breve ter a habilidade de evitar esses silêncios desconfortávei s, interações que não dão em nada e conversas chatas e sem graças que não levam ninguém a nada, e se tornar um mestre em conver-

123

7 GATILHOSCONVERSA

124

124

sação - até mesmo com as mais difíceis e fechadas mulheres! Lembre-se que ser um mestre em conversação não é o su ci- ente para atrair uma mulher (apesar de lhe ajudar bastante). Mas, se você poder dominar todos as técnicas ensinadas mais essa técnica, então os resultados podem te dar mais poder do que você imagina.

“Mas EU Posso Conversar Com Meus Amigos”

Muitos dos meus alunos sempre se frustram com isso, porque quando eles estão com seus amigos/colegas/família, etc., eles conseguem ter ótimas conversas. Eles são engraçados, esper- tinhos, desa antes e interessantes. Mas, quando eles falam com uma mulher pela qual eles estão atraídos, eles normal- mente descobrem que todas as habilidades de conversação que eles possuem vão por agua abaixo!

Existem duas razões para isso: a primeira é por falta do tempo. Se você está falando com uma mulher que está sentando em um bar, você tem entorno de dez minutos antes que ela decida se quer continuar conversando com você ou não. Se você for o tipo físico dela então você, talvez, ganhará um ex- tra cinco a dez minutos, o que te deixa com em torno de 20 minutos para você ativar o interesse dela. No entanto se você

124

7 GATILHOSCONVERSA

125

125

está falando com ela durante o dia, a quantidade de tempo é ainda mais curta. Por exemplo, vamos dizer que ela está espe- rando pelo ônibus, nessa situação você provavelmente tem entorno de cinco minutos. Se ela está andando na rua e está com pressa para chegar em algum lugar, você tem no máximo 30 segundos! Restrições de tempo vão sem sombra de dúvida colocar qualquer pessoa sobre uma considerável quantidade de pressão, e como todos nós sabemos, quando estamos sob pressão nós entramos em pânico, e quando nós estamos em pânico nossa mente não funciona direito.

A segunda razão pelo qual homens de repente descobrem que todas as suas habilidades de conversação desaparecem é por causa da dependência do resultado, aumentado a quanti- dade de pressão que o homem sente em uma interação com uma linda mulher. Com tempo, ao seguir as dicas que eu estou te dando sobre pré-abordagem no outro capítulo, você vai se tornar menos e menos dependente de resultados.

8.1 SISTEMA DESETEGATILHOS

Me deixe lhe introduzir ao original sistema de Sete Gatilhos que eu vim ensinando a vários amigos pelos últimos três anos. Muitas pessoas cam impressionadas com esse sistema pois

125

7 GATILHOSCONVERSA

126

126

com eles todos conseguem manter uma ótima conversa por vários minutos de maneira fácil, mas eu sempre falo a todos - como eu estou te dizendo agora - que tudo que você apren- deu até agora nesse livro tem que ser aperfeiçoado primeiro antes de tentar usar esse sistema.

É importante entender que se tornar um mestre em co nversa- ção não te garante sucesso com a mulher; é uma habilidade que você vai aprender, e o conhecimento que você ganha dele vai, por si só, te dar muito poder e diminuir o seu antigo medo de não saber o que falar, ou de não ter mais nada que fala muito cedo na interação, dessa forma te ajudando a destruir a ansiedade de aproximação.

GATILHOS

Eu estou prestes a te oferecer insights sobre a mente feminina, então use esta informações inteligentemente.

Daqui pra frente eu quero que você veja cada palavra que ela dizer como um chave, que é o importante primeiro passo. O que for que seja que saia da boca dela te oferece sete diferen- tes caminhos; o caminho que você pode levar vai depender apenas de você, a situação e a atitude da mulher.

126

7 GATILHOSCONVERSA

127

127

GATILHOSDEALTO CALIBREEBAIXO CALIBE

Você precisa se lembrar, de qualquer forma, que exi stem gatil- hos inúteis e gatilhos úteis.

Gatilhos de baixo calibre são as respostas que ela te dá que são difícil de responder, incluindo respostas de uma palavra só como ‘não’, ‘sim’ e ‘ótimo’. Você não quer gerar este tipo de inúteis gatilhos durante o estágio inicial da interação, porém homens de todas as partes do mundo fazem exatamente isso! Por exemplo, alguns homens vão até uma garota em um bar, e iniciam a conversa da seguinte maneira:

“Você está gostando da festa?” A garota responde,“Sim”. Ele então pergunta, “Como você está?”. Ela responde,“Ótima.” Eele então pergunta pra ela“Você vêm sempre aqui?” Ela responde“Não”

E aí você tem - um clássico exemplo de um homem que gerou apenas gatilhos de baixo calibre e, por causa disso, tornou muito difícil para os dois mover a conversa do estágio inicial e básico ao estágio mais profundo.

127