São Paulo, 30 de abril de 2010

Resumo crítico do artigo: Podemos Solucionar a Crise do Clima, com folga!
Por Fernanda Carramate Rodrigo L. do Prado 2°C Segundo o IPCC (Intergovernmental Panel on Climate Change ou Painel

Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas),

mudança climática pode ser devido a

processos naturais ou forças externas ou devido a mudanças persis tentes causadas pela ação do homem na composição da atmosfera ou do uso da terra.

"Clima, num sentido restrito é geralmente definido como 'tempo meteorológico médio, ou mais precisamente, como a descrição estatística de quantidades relevantes de mudanças do tempo meteorológico num período de tempo, que vai de meses a milhões de anos. O período clássico é de 30 anos, definido pela Organização Mundial de Meteorologia (OMM). Essas quantidades são geralmente variações de superfície como temperatura, precipitação e vento. O clima num sentido mais amplo é o estado, incluindo as descrições estatísticas do sistema global."
IMPACTO AMBIENTAL é a alteração no meio ou em algum de seus componentes por determinada ação ou atividade. Estas alterações precisam ser quantificadas pois apresentam variações relativas, podendo ser positivas ou negativas, grandes ou pequenas. Vários assuntos como violência, fome, impostos e outros estão, atualmente, marcando presença na mídia e no cotidiano da população mundial. Para o desmata mento, existe o reflorestamento. Para a extinção de espécies, existem as criações em cativeiro, focadas principalmente na reprodução do animal alvo. Já o clima é uma mistura de todos esses aspectos, efeitos (catástrofes ou não) e atitudes que estão sendo tomadas há muito tempo, mas têm sido intensificadas nos últimos anos. Sendo assim, a média das características atmosféricas ± em uma média de trinta anos tem sofrido alterações durante um longo tempo, porém, atualmente tem sido intensificadas, alarmando a população e as autoridades mundiais. Por ser uma deles, Al Gore, político americano que fora vice de Bill Clinton, entre 1998 e 2001, está empenhado em encontrar possíveis soluções para as bruscas alteraçõe s climáticas. Autor de dois livros ³Uma verdade inconveniente´ e inspirador de um documentário

que rendeu o Oscar em 2002 e ³Nossa Escolha´, ele acredita que podemos solucionar a crise com folga, mesmo sabendo que vários países estão longe dessa realidade. Processo que ocorre quando uma parte da radiação solar refletida pela superfície terrestre é absorvida por determinados gases presentes na atmosfera. Como consequênci a disso, o calor fica retido, não sendo libertado para o espaço. O efeito estufa dentro de uma determinada faixa é de vital importância pois, sem ele, a vida como a conhecemos não poderia existir. Serve para manter o planeta aquecido, e assim, garantir a manutenção da vida. O que se pode tornar catastrófico é a ocorrência de um agravamento do efeito estufa que destabilize o equilíbrio energético no planeta e origine um fenómeno conhecido como aquecimento global. O IPCC (Painel Intergovernamental para as Mudanças Climáticas, estabelecido pelas Organização das Nações Unidas e pela Organização Meteorológica Mundial em 1988) no seu relatório mais recente estufa. Já há algum tempo, estudiosos da área vem pesquisando formas alternativas de energia ± como a eólica e a solar, por exemplo.
[1]

diz que a maior parte deste aquecimento,observado

durante os últimos 50 anos, se deve muito provavelmente a um aumento dos gases do efeito

participação dos principais setores da economia mundial nas emissões globais de gases de efeito estufa em 2004:

ENERGIA EÓLICA O vento gira uma hélice gigante conectada a um gerador que produz eletricidade. Quando vários mecanismos como esse - conhecido como turbina de vento - são ligados a uma central de transmissão de energia, temos uma central eólica. A quantidade de energia produzida por uma turbina varia de acordo com o tamanho das

suas hélices e, claro, do regime de ventos na região em que está instalada. E não pense que o ideal é contar simplesmente com ventos fortes. "Além da velocidade dos ventos, é importante que eles sejam regulares, não sofram turbulências e nem estejam sujeitos a fenômenos climáticos como tufões", diz o engenheiro mecânico Everaldo Feitosa, vice-presidente da Associação Mundial de Energia Eólica.

O Brasil tem um dos maiores potenciais eólicos do planeta e, embora hoje o vento seja responsável por míseros 29 megawatts (MW) dos cerca de 92 mil MW instalados no país, há planos ambiciosos para exploração dessa fonte de energia. Apoiado no Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia (Proinfa), lançado pelo Ministério de Minas e Energia, o Brasil pretende atingir, em 2008, cerca de 1.500 MW gerados pelo vento um terço disso será instalado no Ceará e deve suprir mais da metade da demanda do estado.

Energia Solar: O uso do Sol para produção de energia está cada vez mais presente nas discussões ambientais que tratam da utilização de fontes renováveis e não -poluentes, como matrizes energéticas. Porém, o alto custo de fabricação e instalação ainda impede que a energia solar seja amplamente usada no planeta. Mesmo assim, nos últimos anos ela vem apresentando um crescimento significativo - na última década, sua produção aumentou em 40%. Isso vem acontecendo graças a programas de incentivo em países como Alemanha, Japão e Espanha para ampliar a geração de eletricidade com fontes renováveis, visando reduzir a emissão de gases causadores do efeito estufa, explica o professor Roberto Zilles, do Instituto de Eletrotécnica e Energia da Universidade de São Paulo (IEE-USP). No Brasil, também já foram formulados e implementados importantes projetos

de difusão dessa tecnologia durante a última década, ao mesmo tempo em que se consolidaram grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico, completa.

Painel solar: captação da energia do Sol

Embora sejam diferentes formas de obtenção de energia, elas apresentam tanto pontos positivos quanto negativos: ENERGIA EÓLICA y Os parques eólicos tem a vantagem de permitirem que o terreno ocupado seja utilizado para outros fins, agrícolas por exemplo, no entanto não devemos esquecer que a implantação de obstáculos ou o aumento da rugosidade do terreno implica uma diminuição da produção do parque. De uma forma geral a instalação de parques eólicos não afeta significativamente o habitat natural. y Os ruídos emitidos pelos aerogeradores decrescem entre os 50dB junto ao aerogerador e os 35dB a uma distância de 450m. Os efeito fisiológicos, sobre o sistema auditivo, e a afetação de diferentes funções orgânicas apenas é sentida a partir dos 65dB.

y

Os modernos aerogeradores, com alturas das torres de 40 m e comprimento das pás de 20 m, constituem obviamente uma alteração visual da paisagem. O impacto visual é muito difícil de avaliar.

No entanto, existem alguns efeitos incomodativos que podem ser contabilizados tais como: o efeito de sombras em movimento e reflexões intermitentes.

O primeiro pode ser evitado com uma correta planificação do parque. O efeito das reflexões intermitentes, devidas à incidência do sol sobre as pás em movimento, po ser evitado de utilizando pinturas opacas.

Pintar os aerogeradores com as cores da paisagem é uma boa solução para minimizar o impacto visual. Por vezes nas proximidades de instalações militares é sugerida uma pintura de camuflagem para evitar que os aerogeradores constituam pontos de referência. y Em alguns casos de parques localizados em zonas de migração de aves, tais como Tarifa no sul de Espanha, tem-se observado um elevado numero de aves mortas pelo movimento de rotação das pás. No entanto, estes incidentes não constituem um caso sério na grande maioria dos parques. A forma de evitar estes incidentes é uma correta planificação na localização dos parques evitando as rotas de migração. y Os aerogeradores, em alguns casos podem refletir as ondas eletro magnéticas. Isto implica que podem interferir e perturbar sistemas de telecomunicações. Estas interferências não são significativas. No entanto, é necessário efetuar estudos mais detalhados quando o parque se situa junto de aeroportos ou de sistemas de retransmissão. ENERGIA SOLAR A energia solar tem vantagens, como não poluir durante o seu uso ± a poluição decorrente da fabricação dos equipamentos necessários para a construção dos painéis solares é totalmente controlável, usando as formas de controle existentes atualmente. Além disso, em países tropicais, como o Brasil, este tipo de energia é possível em praticamente todo o território ± e, em locais longe dos centros de produção de energia, o seu uso ajuda a reduzir a procura energética nestes, e, por conseqüência, a perda de energia que ocorreria na transmissão. Entretanto, tal como as outras formas de obtenção de energia, a solar também tem desvantagens, como a variação na produção de acordo com a situação climatérica (chuva, neve, etc.) ± e durante a noite também não há produção alguma, obrigando a existência de meios de armazenamento da energia produzida durante o dia em locais onde os painéis

solares não estejam ligados à rede de transmissão de energia; possuem um rendimento de apenas 25% e as formas de armazenamento de energia são pouco eficientes, se comparadas aos combustíveis fósseis ( carvão, petróleo e gás, por exemplo) e à energia hidrelétrica (água).

"No que se refere à energia geotérmica e à eólica, é evidente que essas formas de energia renovável são limitadas em termos de quantidade", declarou Eicke Weber, diretor do Instituto Fraunhofer para Sistemas de Energia Solar, em Freiburg, na Alemanha. "A necessidade total de energia dos seres humanos na Terra é de 16 terawatts", disse. (Um terawatt equivale a 1 trilhão de watts.) "Em 2020, chegará a 20 terawatts. A luz solar que incide na parte sólida da Terra é de 120 mil terawatts. Dessa perspectiva, a energia do Sol é ilimitada." Há duas maneiras de aproveitá-la. A primeira é produzir vapor d¶água, seja com caneletas de espelhos parabólicos como as da usina Nevada Solar One, seja com espelhos planos controlados por computadores, denominados "helióstatos", que concentram os raios em um receptor no topo de uma enorme "torre de geração". A outra maneira é converter a luz do Sol diretamente em eletricidade por meio de painéis fotovoltaicos feitos de semicondutores, como o silício.

Cada um desses métodos tem suas vantagens. Os sistemas de geração de vapor, também conhecidos como "termossolares", são mais eficientes que os fotovoltaicos - ou seja, conseguem converter em eletricidade um percentual maior dos raios solares incidentes. Mas eles requerem terrenos de muitos hectares e longas linhas de transmissão para levar a eletricidade até os usuários. Já os painéis fotovoltaicos podem ser instalados em telhados próximos aos locais em que a energia será usada. E ambas as fontes partilham de uma desvantagem óbvia: o rendimento cai em dias nublados e não funcionam à noite. No entanto, já estão sendo desenvolvidos sistemas para armazenar energia para ser aproveitada nas horas de escuridão.

Para os otimistas, com o aperfeiçoamento da tecnologia e incentivos do governo, a energia solar poderia se tornar tão viável, em termos financeiros e de eficiência, quanto os combustíveis fósseis. Os céticos alegam que esses mesmos argumentos foram brandidos há três décadas, no governo do presidente Jimmy Carter. Aquela época também foi um período de crise, desencadeada pelo embargo do petróleo árabe em 1973. Carter defendeu nova política energética. Em 1979, a revolução islâmica no Irã voltou a colocar nas alturas os preços do barril de petróleo. Carter mandou instalar aquecedores solares de água no telhado da Casa Branca.

Fontes: http://www.suapesquisa.com/o_que_e/energia_solar.htm http://www.infoescola.com/tecnologia/energia-solar/ http://viajeaqui.abril.com.br/national -geographic/edicao-114/energia-solar-493877.shtml?page=0 http://viajeaqui.abril.com.br/national -geographic/edicao-114/energia-solar-493877.shtml?page=1 http://pt.wikipedia.org/wiki/Al_Gore http://www1.folha.uol.com.br/folha/ambiente/ult10007u336192.shtml http://www.ipam.org.br/noticias/-p-Podemos-solucionar-a-crise-do-clima-com-folga-diz-Al-Gore-ementrevista-p-/583 http://oglobo.globo.com/fotos/2008/07/11/11_info_salve_solar.jpg http://www.mundovestibular.com.br/articles/374/3/ENERGIA -EOLICA-/Paacutegina3.html http://www.portal-energia.com/vantagens-e-desvantagens-da-energia-solar/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Clima

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful