Você está na página 1de 1

RESENHA

FILME: O TULIPA NEGRA

SOUZA, Suelen Aparecida Alves de. Acadêmica do Curso de Letras, 4º ano, Faculdade
Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí, Paraná, Brasil.

Esta resenha crítica tem por base o filme “O Tulipa Negra”, cujos fatos retratam o período da
Revolução Francesa. Neste período, a situação da França no século XVIII, era de extrema
injustiça social, época do Antigo Regime. O Terceiro Estado formado por camponeses,
trabalhadores urbanos e pequena burguesia comercial, pagava os impostos com o objetivo de
manter o luxo da nobreza. O filme retrata muito bem esses fatos, através da história de dois
irmãos gêmeos de personalidades bastante distintas, onde o irmão sedutor e corajoso era o
famoso Tulipa Negra, que ao se envolver em um combate com o comandante da guarda
francesa, ganha uma cicatriz no rosto, causada intencionalmente para que a nobreza descubra
a verdadeira identidade do mascarado Tulipa Negra. Mas como ninguém sabia que ele possuía
um irmão gêmeo, ele pede para que o outro se passe por ele nos banquetes da corte e assim
sua identidade continua sendo preservada. O irmão concorda e fica maravilhado por saber que
seu irmão se tornou um jovem revolucionário, que luta pelos ideais do povo, mas seu
entusiasmo logo é quebrado, quando percebe que seu irmão é apenas um homem que está se
divertindo em uma aventura. Percebe-se perfeitamente no filme a sociedade francesa do
século XVIII, estratificada e hierarquizada, onde no topo da pirâmide social estava o clero que
tinha o privilégio de não pagar impostos e logo abaixo a nobreza, formada pela família real e
muitos outros nobres que viviam de muito luxo na Corte, à custa dos impostos pagos pela
terceira classe. E essa injustiça social era tão extrema e a insatisfação popular tão grande que a
classe menos favorecida se uniu para combater a monarquia. Essa insatisfação também está
presente no filme, comandados pelo Tulipa Negra, o terceiro estado resolve dar um basta
nessa situação, quando descobrem que o Rei irá tirar-lhes o pouco de direitos que possuem.
Então, eles resolvem capturar o príncipe e a partir daí inicia-se um combate entre monarquia e
revolucionários, na qual os revolucionários saem vitoriosos, pois conseguiram derrubar a
monarquia, tanto na ficção quanto na realidade. Em suma, o filme trata de um acontecimento
histórico muito importante. Foi através do lema Liberdade, Igualdade e Fraternidade que a
classe dita como terceiro estado ganhou mais autonomia e seus direitos sociais passaram a ser
respeitados com a promulgação da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. A
Revolução Francesa não teve sua importância apenas no velho continente, com seus ideais
iluministas influenciou a independência de alguns países da América Espanhola e o
movimento de Inconfidência Mineira.