Você está na página 1de 1

4 n poder oliberal Belém, domingo,2 DE maio de 2010

política Reforma política só sairá sob pressão, diz advogado. Página 6.

Vereadores ganham bem, As 3 maiores mentiras forenses opinião

mas produzem quase nada D SÉRGIO COUTO


esde tempos imemoriais,
quando ainda era o “pa-
jé” quem dizia o direito
juízes singulares. Ou seja, a
partir de um determinado
grau de evolução, ninguém
mais poderia ser obrigado a
(servia de magistrado), que o fazer ou deixar de fazer al-
MARCHA LENTA
paula sampaio

sistema judiciário e os demais guma coisa senão em virtude


Em 30 dias do Estado se assentam em da lei. Nem ser julgado senão
mentiras. dentro de um processo onde
de trabalho, foi Platão, lá no século IV antes se lhe garantisse a ampla de-
votado apenas de Cristo, dizia que “a mentira fesa com acesso aos recursos
um projeto é permitida quando proferida a ela inerentes.
no interesse do Estado”. O “pa- Mas o que essa sociologia
jé”, para manter sua autorida- jurídica tem a ver com as men-
KEILA FERREIRA
de acima de qualquer suspeita, tiras forenses? Tudo! A come-
Da Redação dizia que recebia de Deus seus çar pela permanência, ainda
poderes. O que decidisse esta- hoje, de pelo menos três enor-

O
s vereadores da Câmara va decidido! mes delas, a saber: “A justiça
Municipal de Belém (CMB) Ninguém poderia desafiar tarda, mas não falha”; “Sen-
votaram um único projeto a autoridade “divina” do “pa- tença judicial não se discute.
em quase um mês de trabalho. jé”? Deve ter acontecido que, Cumpre-se ou recorre-se”; “O
Apenas a proposta do vereador em um dia qualquer, algum que não está nos autos não es-
Marquinho do PT, que regula- heróico incréu, revoltado com tá no mundo”.
menta o serviço de mototaxis- alguma decisão que lhe pare- Segundo Geraldo Jellison,
ta, foi discutida e aprovada na ceu iníqua, percebeu que Deus, da Universidade do Sul da
última segunda-feira (26). Isso o Perfeito, não tinha nada a ver Califórnia, todos mentimos
graças ao apelo e à pressão da com os erros que eram come- naturalmente cerca de 200
categoria, que desde o início do Câmara: produtividade inversa aos subsídios mensais que vão para o bolso dos vereadores tidos pelo arrogante “pajé”. E vezes por dia. Uma mentira a
ano marcava presença, diaria- resolveu contestar. Seus con- cada cinco minutos. A come-
mente, nas galerias da Casa. sórcios da tribo, que também çar pelos falsos elogios. Mary
Nos outros dias das últimas já não deveriam estar satisfei- Mason, de Berkeley, diz que
três semanas, não houve quó- Carlos Augusto (DEM), que Subsídio mensal gente tem que fazer uma refle- tos com as decisões erradas - e “viver sem mentira seria insu-
rum suficiente para a realiza- nos últimos dias tem assu- de cada vereador xão, para que a Câmara tenha até mesmo com as certas - do portável”. Robert Feldman, de
ção da sessão deliberativa. mido a presidência da Mesa é de R$ 9,2 uma melhor produtividade. Vai “pajé” autoritário, aderiram ao Massachusetts, avisa que “o
Os vereadores são eleitos para na falta do presidente Walter ficar pior, porque a gente está protesto do incréu. Imagine-se maior mentiroso é quem ve-
exercer, principalmente, a função Arbage (PTB). “Quando esta- mil. Fora as entrando em período eleitoral o tamanho do tumulto. mos diariamente no espelho.
de fiscalizar e julgar as contas do va empacado o requerimento vantagens. e muitos vão entrar em campa- Mas tem sido a partir de- É com ele que temos de apren-
Executivo e legislar sobre assuntos de dispensa de interstício do nha”, observa. les que a humanidade tem der a lidar”.
de interesse local. Para isso, rece- projeto [de privatização] da não sistematicamente, como Carlos Augusto acredita depurado suas crenças. Hoje O Judiciário, por longos
bem um subsídio de R$ 9.250, fora água, foram mais de 20 dias vinha acontecendo”, diz o de- ainda que, à falta de quórum, sabe-se que Justiça é atributo anos, viveu encastelado em si
as vantagens, como tíquete-alimen- sem quórum. Uma bobagem. mocrata. pode levar a sociedade a ter divino, indelegável a qualquer mesmo. Agora, quando se o
tação e combustível. Mas, com o Realmente é praxe ter a dis- uma impressão negativa do mortal. Só Ele conhece a natu- coloca “na berlinda”, parece ter
plenário vazio na hora da votação, pensa, mas como a oposição CONFUSÃO Poder Legislativo. “A opinião reza humana em toda a sua entrado em pânico. Coisa que
a produtividade dos parlamentares não queria, a base aliada saía pública acompanha a gente. vastidão e pode dizer o que é não abala os bons juízes. Em
tem deixado a desejar. do plenário quando não ti- Para Carlos Augusto, os Há pessoas que vão para a justo e o que é injusto. minha opinião, para melhorar
“Era preciso mais empe- nha maioria suficiente para parlamentares só compare- galeria, e isso vai revoltan- A justiça dos homens se o Judiciário brasileiro, o pro-
nho para o que eles ganham, aprovar. Todos os dias havia cem à Câmara de forma maciça do. Eu penso que a principal conforma com a segurança. blema não será tanto controlar
mais qualidade. Precisamos mais de 20 vereadores em quando há projeto do Executi- função da gente é estar lá Resolver os conflitos para que os mentirosos. Difícil mesmo
muito do trabalho deles”, ob- plenário, mas na hora não vo. “Dá uma confusão danada, apresentando os projetos, de- os participantes do contrato so- vai ser neutralizar aqueles que
serva o comerciante Antônio tinha quórum. Uns não re- mas eles vão. Mas não é só o fendendo a população e indo cial não saiam por aí fazendo o ainda pensam que são “pajés”.
Rocha, 46 anos. A situação gistravam presença, outros projeto do prefeito [Duciomar nas comunidades, mas a gen- que acreditam ser a justiça pe- Ou que, tendo feito concurso
chama a atenção dos próprios saíam do plenário. Eu acho Costa] que tem relevância pa- te tem que dar prioridade ao las próprias mãos. Preservar, o para juízes, pensam que toma-
políticos, como o vereador legítima essa estratégia, mas ra o município. Eu acho que a plenário”, afirma. quanto possível, a paz social. Se, ram posse como deuses...
ao garantir a segurança, coinci-
dentemente, se conseguir fazer P.S.: O juiz Mairton Marques

PT responsabiliza base aliada, que contesta Justiça, tanto melhor.


Mas não é prudente se con-
fiar muito na falibilidade do
Carneiro reformou a decisão
de arquivar na da Meta 2 a ação
do carente Otávio Cunha, meu
ser humano, sempre sequioso constituinte: afastou da lide a
Dos 35 vereadores que dores. Nós, da oposição, temos via uma falta de entendimento Mas a base conseguiu provar de poder. Por isso, foi preciso Prefeitura de Salinas e marcou
atuam na Câmara, pelo me- procurado, mesmo que a gente sobre o requerimento com pe- que a dispensa já havia sido criarem-se meios e maneiras a audiência de tentativa de con-
nos 18 devem estar presentes vá perder o projeto, permane- dido de dispensa de interstício aprovada em outra votação. capazes de, senão evitar, pelo ciliação para o dia 26 de maio
para que possa haver sessão cer no local. Eu acho que todos - quando não há necessidade de “No momento em que foi es- menos dificultar o cometimen- próximo. Um gesto de rara
deliberativa. Líder do PT, Otá- deveriam estar no plenário, ser votado em segundo turno - clarecido através das notas to de injustiças. Ainda que se grandeza, profissionalismo e
vio Pinheiro responsabiliza a para perder ou ganhar. Mas do projeto que revoga a lei que taquigráficas, voltou a ter quó- aceite certa “taxa de deslizes”. Justiça. Em sua homenagem,
base aliada pela falta de quó- nem sempre ocorre dessa for- permitiu a concessão dos ser- rum de novo”, observa o líder E foi para isso que se fize- adaptei a célebre frase do mo-
rum dos últimos dias. “Eu ma”, argumenta. viços de distribuição de água e do governo, que também teme ram as leis. A começar pelos leiro de Sans-Souci, rechaçando
penso que isto está acontecen- O líder do governo, Orlando de coleta e tratamento de esgoto pela imagem do Legislativo. Dez Mandamentos. Para con- a ameaça de Frederico II, impe-
do, nesse momento, porque Reis (PV), condena a falta de da cidade à Companhia de Sa- “Acho que a falta de quórum ter a fúria dos desavindos, rador da Alemanha, que queria
quando é um projeto polêmi- quorum e achoa que a gazeta neamento do Pará (Cosanpa), ajuda a congestionar mais inventaram-se os processos demolir seu moinho: “Ainda
co e uma das partes não tem dos parlamentares precisa ser devolvendo o atendimento ao ainda a pauta. Temos cerca de civil, criminal e administrati- existem juízes em Belém!”.To-
maioria, ela usa esse artifício combatida. “Porque o vereador Serviço de Água e Esgoto de Be- 200 projetos na pauta. A mídia vo, sob a condução dos magis- mara que tenha seguidores.
de se retirar do plenário. En- é eleito para, além de fazer o seu lém (Saaeb). tem um papel fundamental de trados. Por suposto, isentos e
tão, a base aliada tem retirado trabalho externo, legislar e estar A oposição pretendia der- divulgar quais são os vereado- imparciais. Mas cuidou-se de nSérgio Couto é advogado e
de quorum. Ou seja, isso tem no plenário”, destaca. Sobre as rubar o pedido e, por isso, os res que estão dia a dia na Câ- se estabelecerem os recursos, ex-presidente da OAB-PA
ocorrido mais em função des- alegações de que a base aliada é aliados deixavam de regis- mara, até porque a população para controlar os poderes dos E-mail: sergiocouto@sergiocouto.
sa disputa parlamentar do que que estaria se retirando do ple- trar a presença quando não precisa saber quem é quem”,
afastamento, gazeta dos verea- nário, Orlando justifica que ha- tinham maioria suficiente. conclui. (K. F.)

e também:
Dilma ainda busca espaço próprio na campanha Dividido, PT mineiro vai às prévias
Dividido e conflagrado, o PT verno mineiro, mas, na prática,
BRASÍLIA
críticas de conteúdo. Aliados ela começar a campanha em das decisões da campanha. As de Minas promove neste do- o escolhido deverá concorrer
Agência O Globo
externam preocupação com julho sem ter ajustado o dis- alianças ficaram a cargo de mingo uma prévia inusitada, a ao Senado e o perdedor, indicar
táticas erráticas e acreditam curso, em forma e conteúdo. sua coordenação política. Ou contragosto do presidente Luiz o vice da chapa. Lula prometeu
Dilma tem que sorrir mais, que Dilma precisa sinalizar “Podiam reclamar, mas seja, diferentemente do seu Inácio Lula da Silva. Na teoria, a ao PMDB que vai resolver “de
tem que afinar a voz, tem que para o futuro, não só compa- Dilma era uma ministra com tempo de Casa Civil, quando consulta aos filiados vai definir qualquer maneira” a queda de
se vestir assim. Dilma não po- rar gestões passadas personalidade forte. Agora, Dilma mandava e desmanda- o candidato do partido ao go- braço em Minas.
de viajar a tal lugar, tem que Por esses relatos, Dilma che- perdeu a identidade e está à va, agora, ela influi pouco.
ser mas afirmativa, menos ga a ter dúvidas até mesmo de procura de outra mais leve. “Campanha eleitoral é igual
arrogante, tem que apoiar tal que roupa vestir. Quase sem- Espero que encontre logo”, a jogo de futebol. Tem um mi-
candidato. A ex-gerentona do pre, está inadequada, segundo desabafou um integrante da lhão de técnicos e cada um dá
governo Lula já fez de tudo, críticas do marqueteiro Duda Executiva Nacional do PT. pitaco”, reconhece um integran-
dançou fado português, can- Mendonça, que fez a campa- A insegurança é evidencia- te da campanha de Dilma. Há o
tou “El día que me quieras” em nha de Lula. Na quinta-feira, da pela candidata quando, por reconhecimento do presidente
programa popular de TV, mas, estava de terninho num evento exemplo, é questionada em Lula, feito internamente, de
para os “experts” em cam- agropecuário no interior de São entrevistas sobre ações corri- que o rumo da campanha não
panhas políticas, ainda não Paulo. Já na semana anterior es- queiras. Dia desses, pergunta- está correto e que será preciso
encontrou um rumo que dê tava com braços e axilas à mos- da que dia seria a convenção fazer ajustes em toda a campa-
segurança aos aliados. E está tra numa entrevista na TV. nacional do PT, respondeu: “A nha. Há pressão para que Lula
ainda procurando seu espaço “Ela está aprendendo. São coordenação ainda vai deci- esteja mais presente e, se pos-
próprio na campanha. observações naturais que fa- dir”. Os aliados, como o vice- sível, assuma o comando da
Dilma passa a maior parte do zem sobre a Dilma. Foi contra- líder do PR, Luciano Castro campanha, mesmo que infor-
tempo cercada por assessores tado “media training”. Todos (RR), que integra o conselho malmente. Lula pôs como seu
de tudo: de imprensa, internet, fazem isso. Até o Lula e o Ser- politico da campanha, dizem representante na coordenação
imagem, comunicação, voz. Sem ra. Ninguém ficou descaracte- que nessa fase Dilma tem mes- da campanha o deputado e ex-
autonomia, não sabe o rumo das rizado. Por que a Dilma fica- mo que obedecer. Mandar, só ministro Antonio Palocci. Mas
negociações de palanques nos ria?”, reage o líder do governo depois de eleita. Dilma tem resistido aos conse-
estados ou mesmo o que está na Câmara, deputado Cândido lhos de Palocci. Cada vez mais
sendo agendado de viagem. Vaccarezza (PT-SP), da coorde- DECISÕES Lula manda recado.
Diante de tantos comentá- nação de campanha petista. Depois das convenções
rios, opiniões e críticas, a pré- Para petistas mais próxi- “O Conselho decide e co- partidárias, em junho, Lula
candidata petista tem se mos- mos, é um risco o que estão munica a ela. Depois de eleita deve entrar com tudo na cam-
trado mais insegura e solitá- fazendo com Dilma: primeiro ela pode fazer o que quiser. panha. Mesmo assim, os pe-
ria. Segundo interlocutores da descaracterizaram a ex-minis- Mandar ela sabe”, diz Castro. tistas estão temerosos com a
ex-ministra, isso tem feito com tra, que tinha um estilo pró- Quem visita o seu escritório de presença de Lula no palanque.
que ela mostre fraco desempe- prio. E agora ela não se enqua- campanha, num bairro nobre Isso porque todas as vezes em
nho público na primeira fase dra no figurino novo. Alguns de Brasília, tem visto a ex-mi- que ele discursou ao lado de
da campanha. Também há reconhecem que há risco de nistra solitária, sem participar Dilma ofuscou a candidata.