Você está na página 1de 14

C

Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e
Aprimoramento Profissional via INTERNET
www.concursosecursos.com.br

1

DIREITO ADMINISTRATIVO ON LINE II
SERVIDORES PÚBLICOS
Aula Gratuita
(Clique aqui para assistir à aula gravada)
1. INTRODUÇÃO
Trata o nosso estudo sobre os servidores públicos, quando abordaremos os
elementos introdutórios necessários para a perfeita compreensão do tema, seguido
do estudo da Lei nº. 8.112/90.
2. DESENVOLVIMENTO
2.1 Agentes Públicos
Representam o conjunto de pessoas que, a qualquer título, exercem uma
função pública como prepostos do Estado, remunerada ou gratuita, definitiva ou
transitória, política ou jurídica, já que o Estado só se faz presente através das
pessoas físicas que em seu nome se manifestam, e cujas ações são imputadas ao
próprio Estado.
2.2 Conceito de Agentes Públicos
Extraímos o conceito de agentes públicos do artigo 2º da Lei nº. 8.429/92:
“Reputa-se agente público, para os efeitos desta Lei, todo aquele que exerce,
ainda

que

transitoriamente

ou

sem

remuneração,

por

eleição,

nomeação,

designação, contratação ou qualquer forma de investidura ou vínculo, mandato,
cargo, emprego ou função nas entidades mencionadas no artigo anterior”.
O artigo anterior faz referência a todos os agentes da União, Estados, Distrito
Federal e Municípios, bem como a qualquer dos Poderes dessas pessoas federativas.
IETAV System - CGC: 03.755.533/0001-71 - Fone/Fax: (24) 3360-0011
ietav@concursosecursos.com.br
Suporte on- line MSN: controle@concursosecursos.com.br
–1–

com.line MSN: controle@concursosecursos. de governo e administração. todos se qualificam como agentes públicos.com.3 Classificação 2.3. CF) e os concessionários e permissionários de serviços públicos. e os comissários de menores voluntários.com. como os mesários e os integrantes das juntas apuradoras. 236.3. 2. as pessoas convocadas para os serviços eleitorais.2 Agentes Particulares Colaboradores São todos aqueles que executam certas funções especiais que podem se qualificar como públicas. como exemplo.C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www. Cita-se.CGC: 03. além do fato da investidura se dar através de eleição. de comando e. como os Chefes do Executivo e os membros do Poder Legislativo.3 Servidores Públicos IETAV System . sobretudo. Podem. 2. desde as mais altas autoridades da República. Caracterizam-se por terem funções de direção e orientação. os jurados.br Suporte on.533/0001-71 . inclusive. especialmente àquelas que dizem respeito às prerrogativas e à responsabilidade política.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos. até os servidores que executam as mais humildes tarefas. às regras constantes da Constituição.br 2 Assim é que.3. Estão sujeitos.755.br –2– . mas sim o de exercerem efetivamente função política.1 Agentes Políticos São aqueles aos quais incumbe a execução das diretrizes traçadas pelo Poder Público. 2.concursosecursos. além dos titulares de ofícios de notas e de registro não oficializados (art. cabendo a eles os contornos dos destinos fundamentais do Estado. de fixação de estratégias de ação. O que os caracteriza não é só o fato de serem mencionados na Constituição. através das estratégias políticas. e por ser normalmente transitório o exercício de tais funções. não receber remuneração. apenas.

tenha recebido valores de tributos pagos por contribuintes e tenha firmado sua quitação.br Suporte on. nas situações de emergência. Vinculam-se ao Estado por uma relação permanente de trabalho e recebem.533/0001-71 . a exemplo daquele que pratica inúmeros atos administrativos apesar de sua investidura não ter se dado com aprovação em concurso público. São duas categorias: a) Agentes necessários São os que praticam atos e executam atividades em situações excepcionais. tem-se um servidor que.C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.line MSN: controle@concursosecursos. 2. os atos administrativos desses agentes devem ser convalidados. a cada período de trabalho. sem investidura legítima. b) Agentes putativos São os que desempenham uma atividade pública na presunção de que há legitimidade.com. como se fossem agentes de direito.755.CGC: 03. em colaboração com o Poder Público. a sua correspondente remuneração.4 Agentes de Fato Trata-se de grupo de agentes que. mesmo sem ter uma investidura normal e regular. Trata-se da aplicação da teoria da aparência.br –3– . e com a finalidade de prejudicar terceiros de boa-fé. Como exemplo.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos.br 3 É a quantidade que contém a maior quantidade de integrantes.com. Nessa situação. visto que sem enquadramento legal. Os contribuintes são terceiros de boa-fé e fizeram os pagamentos a alguém que tinha efetivamente a aparência de servidor legitimamente investido.com. mas suscetível de ocorrência no âmbito da Administração. executam uma função pública em nome do Estado em caráter excepcional. IETAV System .concursosecursos. por exemplo.

C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.5 Servidores Públicos 2. sociedades de economia mista e fundações públicas de direito privado).533/0001-71 . o agente de fato jamais poderá usurpar a competência funcional dos agentes públicos em geral (art.br –4– . 2. das autarquias e das fundações públicas de natureza autárquica (não o sendo. mesmo se ilegítima a investidura.2 Características São características dos servidores públicos: a) Profissionalidade: significa que exercem efetiva profissão quando no desempenho de suas funções públicas. A regra geral é a que o servidor desenvolverá seus misteres com cunho de permanência.755. 2. tem ele direito à percepção da remuneração. CP). b) Definitividade: significa a permanência no desempenho da função.concursosecursos.CGC: 03. exercendo com caráter de permanência uma função pública em decorrência de relação de trabalho. IETAV System .com. portanto.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos.br 4 Importante citar que se o agente exerceu as funções dentro da Administração. caso das empresas públicas. integram o quadro funcional das pessoas federativas.1 Conceito São todos os agentes que. e se distinguem dos demais agentes públicos pelo fato de estarem ligados ao estado por uma efetiva relação de trabalho. § 2º.line MSN: controle@concursosecursos.5. Os servidores públicos fazem do serviço público uma profissão. os empregados das entidades privadas da Administração Indireta. não estando obrigado a devolver os respectivos valores. Por fim. como regra de caráter definitivo. Corrobora essa característica a criação de escolas de governo para a formação e aprimoramento profissional (art.br Suporte on.com.com. 39. 328. CF).5.

CF).CGC: 03. 42 e §§.com. Distrito federal e Territórios (art.755.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos.line MSN: controle@concursosecursos. e de outro o servidor público.com.concursosecursos.br 5 Relação jurídica de trabalho: é a verificação da c) presença de dois sujeitos: de um lado o empregador (pessoas federativas.5. e dos militares da Forças Armadas (art. 142. § 3º.3. CF). Salienta-se que o emprego tanto serve para indicar a relação de trabalho das entidades privadas em geral. Há o grupo dos militares dos Estados.1 Servidores Públicos Civis e Militares Obedece aos dois ramos básicos de funções públicas: a civil e a militar. autarquias e fundações autárquicas).533/0001-71 .3.com.2 Servidores Públicos Comuns e Especiais Essa classificação leva em consideração a natureza das funções exercidas e o regime jurídico que disciplina a relação entre o servidor e o Poder público. As regras aplicáveis aos servidores públicos civis se encontram entre os arts.br –5– comuns: básicos o de do .3 Classificação 2. CF.5. Servidores a) são públicos aqueles incumbidos exercício das administrativas desempenho apoio aos em das do funções geral e atividades objetivos IETAV System .C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www. como para identificar a relação jurídica da qual faz parte o servidor público. É a CF que separa os dois agrupamentos.5. 39 a 41. 2.br Suporte on. 2.

exigirá estatutos especiais para lhes regular a relação jurídica funcional). diverso do geral.com.533/0001-71 . dos professores. os .concursosecursos. por subdividem-se Os sua vez. XXII. em duas subcategorias.br –6– estatuto. com a redação da EC 42/03. assim. 2.br 6 Estado.com. que. Servidores de regime especial: o estatuto funcional disciplinador se encontra em lei específica (É o caso. têm estatuto próprio. celetistas.CGC: 03. e instituído por diploma normativo organizador de Incluem-se nessa específico. Estão sujeitos a regime jurídico funcional diferenciado. previu carreiras específicas para os servidores integrantes da administração tributária dos entes públicos. sempre estatutário. a norma. dos servidores policiais e dos fiscais.com. O art.C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.755. por exemplo. da CF. seu categoria IETAV System . 37. Podem ser estatutários ou estatutários. É a maioria.br Suporte on.line MSN: controle@concursosecursos. a saber: 1. Servidores públicos especiais: b) são aqueles que executam certas funções de especial relevância no contexto geral das funções do Estado. Servidores de regime geral: se submetem ao regime geral contido no estatuto funcional básico. em algumas unidades federativas.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos.

tradicionalmente denominados de funcionários públicos. a) Servidores públicos estatutários: jurídica sua de disciplinada diplomas a trabalho através legais denominados relação de é de específicos.br Magistrados.3 Servidores Públicos Estatutários. e 2.br Suporte on.755.concursosecursos.C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.533/0001-71 . os Defensores Públicos. Servidores públicos sujeitos a estatutos especiais. os membros dos Tribunais de Contas e os membros da Advocacia Pública (Procuradores da União e dos Estados-Membros). Trabalhistas e Temporários Essa classificação atende a dois critérios: a natureza do vínculo jurídico que liga o servidor ao Poder público e a natureza dessas funções.com. estatutos. Subdividem-se em: 1. 2. atualmente podem integrar não somente a estrutura da pessoa federativa. Os servidores públicos estatutários. Servidores públicos sujeitos ao estatuto geral da pessoa federativa correspondente. mas também a de suas autarquias e fundações autárquicas.br –7– . IETAV System .com.line MSN: controle@concursosecursos.3.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos.com.CGC: 03. os membros 7 do ministério Público.5.

IX. São características desse regime: IETAV System . um regime legal contendo a disciplina básica sobre a matéria e um administrativo de caráter organizacional. A sua previsão está inserta no artigo 37.com. CF. As suas regras básicas devem ser de natureza constitucional.6. Para o regime estatutário.concursosecursos. Servidores c) públicos temporários: trata-se de um agrupamento excepcional dentro da categoria geral dos servidores públicos.6 Regimes Jurídicos Funcionais 2. há um regime constitucional superior.br Suporte on.533/0001-71 . 2.line MSN: controle@concursosecursos.br Servidores b) 8 públicos trabalhistas (ou celetistas): as suas regras disciplinadoras são as constantes Consolidação das da Leis do Trabalho.com.com. que admite a sua contratação determinado por para necessidade tempo atender temporária à de excepcional interesse público.C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.CGC: 03.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos.755.br –8– regime .1 Regime Estatutário É o conjunto de regras que regulam a relação jurídica funcional entre o servidor público estatutário e o Estado.

Na Justiça Federal. estaduais.533/0001-71 . a iniciativa de leis que disponham sobre o regime jurídico dos servidores públicos.com. precisa ter a sua lei estatutária. Assim é que há estatutos funcionais federal. e Justiça Estadual. todas elas deverão guiar-se pelas regras desse único diploma (sendo empregador do estado. No regime estatutário não podem existir normas que denunciem a existência de negócio contratual. Na União federal. o estatuto funcional é o da Lei nº. CF. incidem algumas normas de direito público na relação trabalhista sem. Constitui competência privativa do Chefe do executivo.CGC: 03. Os litígios entre o Estado e os servidores estatutários são dirimidos perante a Justiça comum.2 Regime Trabalhista É aquele constituído das normas que regulam a relação jurídica entre o Estado e seu servidor trabalhista. desfigurarem o regime básico da CLT. inclusive provimento de cargos. b) Natureza da relação jurídica estatutária: significa que não há natureza contratual.com.com. II.br Suporte on. no caso de servidores federais.concursosecursos.C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www. 2. estabilidade e aposentadoria.line MSN: controle@concursosecursos. contudo. desde que adote o regime estatutário. distrital e municipal.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos.6. tantas quantas sejam as pessoas federativas que adotem esse regime.br 9 a) Pluralidade normativa: cada pessoa federativa.br –9– . São características desse regime: a) Princípio da unidade normativa: significa que.755. “c”. sendo cada um deles autônomo em relação aos demais.112/90. nos termos do artigo 61. 8. em se tratando de servidores estaduais e municipais. § 1º. que é aquele IETAV System .

Não haverá criação de norma de direito do trabalho.line MSN: controle@concursosecursos.C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www. 7º da Lei nº. sem solução de continuidade. 2. IETAV System .concursosecursos. CF).755. o foro competente para solucionar os litígios decorrentes da relação de trabalho é a Justiça do Trabalho (artigo 114. É dever de o ente federativo respeitar todos os direitos funcionais adquiridos pelo servidor sob a égide do regime celetista.6.1 Regime de Emprego Público A Lei nº. o Estado e seu servidor trabalhista celebram efetivamente um contrato de trabalho. 9.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos. 8. mas mera diretriz funcional. para fins de anuênio e licença-prêmio.br – 10 – . incide apenas no âmbito da Administração federal direta.com.962/00 disciplinou o regime de emprego público. ou seja. A lei é federal e.br Suporte on. Estados. à nova relação funcional estatutária (sob essa questão. Prevê que o regime de emprego público será regido pela CLT. b) Natureza da relação jurídica entre o Estado e o servidor trabalhista: essa relação jurídica é de natureza contratual. Distrito Federal e Municípios. a contagem do tempo de serviço exercido sob a égide da CLT em relação aos servidores que passaram a integrar o regime estatutário. estando excluídas as empresas públicas e as sociedades de economia mista. 678. e nos termos da Súmula nº. que nada mais é do que a aplicação do regime trabalhista comum à relação entre a Administração e o respectivo servidor.2. I. Na hipótese de litígios entre servidores trabalhistas e a União. o STF considerou inconstitucionais os incisos I e III do art.533/0001-71 . que afastavam.br 1 que deve ser observado e que tem natureza contratual). autárquica e fundacional. portanto.162/91. agregando-os.com.com.CGC: 03.

empregos ou funções públicas.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos. 2. b) Acumulação ilegal de cargos.br Essa lei não submete ao seu regime os 1 servidores estatutários regidos pela Lei nº. CF).3 Regime Especial Esse regime visa disciplinar uma categoria específica: servidores temporários (art.br Suporte on. fiscalização. O recrutamento para o regime de emprego público exige prévia aprovação em concurso público de provas ou de provas e títulos. a exemplo das carreiras diplomáticas. IX. consequentemente. ainda. d) Insuficiência de desempenho apurada em PAD.112/90.533/0001-71 . c) Necessidade de redução de quadro (art. CF). com o intuito de ampliar o quadro de servidores celetistas e.com.6.C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www. de reduzir o número de estatutários.com. 169.br – 11 – a dos . CLT). Esse regime. a rescisão contratual por questões de conveniência e oportunidade.CGC: 03. não sendo possível.com. O vínculo laboral tem natureza contratual e se formaliza pela celebração de contrato por prazo indeterminado. mas antecipa a transformação de cargos atuais em empregos. Ficou excluída a hipótese de resilição unilateral do contrato por parte do Estado-empregador. não incide sobre os servidores titulares de cargos efetivos que desenvolvessem as denominadas atividades exclusivas de Estado.755. A rescisão somente poderá ocorrer nos seguintes casos: a) Prática de falta grave (art. 37. advocacia pública e a militar em geral. em nenhuma hipótese. 482. polícia. 8.concursosecursos. IETAV System .line MSN: controle@concursosecursos.

C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www. Deve atender a três pressupostos inafastáveis: 1. Excepcionalidade do interesse público: significa dizer que situações administrativas comuns não podem ensejar o chamamento desses servidores.CGC: 03.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos. 2. IETAV System . e merecem invalidação em face dos princípios da legalidade e da moralidade administrativa. Ocorre.com.concursosecursos.745/93. contrata terceiros para as mesmas funções. portanto. que já sofreu diversas alterações. deverá ele ser processado e julgado na Justiça do Trabalho.br – 12 – . sem que revele qualquer vínculo trabalhista disciplinado pela CLT. Tal conduta se configura em desvio de finalidade. principalmente no que se refere às hipóteses de contratação.com. contudo. o que descarta a admissão de servidores temporários para o exercício de funções permanentes. o regime especial ficará desnaturado. sobrevindo litígio entre as partes. Constitui. porém evidente simulação a celebração de contratos de locação de serviços como instrumento para recrutar servidores (ver ADIN 890-DF).br Suporte on. 3. não sendo admissível. conforme entendimento já pacificado pelo STJ. devendo considerar-se o vínculo como contratação trabalhista comum.755. ao invés de nomear ou contratar os aprovados.line MSN: controle@concursosecursos. Determinação temporal: os contratos devem ter prazo determinado.br 1 Trata-se de uma relação funcional de natureza contratual. aquelas situações em que a Administração realiza concurso para investidura legítima em regime estatutário ou trabalhista e. Assim. Temporariedade: a sua necessidade deve sempre ser temporária. A lei que regula esse regime especial é a 8.533/0001-71 .com. que se a contratação passar indevidamente a ter cunho de permanência.

755.533/0001-71 .br 1 São hipóteses de contratação: a) Calamidade pública (prazo máximo de 02 anos). h) Pesquisa e desenvolvimento de produtos destinados à segurança de sistemas de informações.4 Regime Jurídico Único 2.com.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos.com. f) Atividades de análise e registro de marcas e patentes pelo INPI. c) Recenseamentos. sob responsabilidade do CEPESC (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento para a Segurança das Comunicações).1 Elementos introdutórios IETAV System . O prazo máximo para a contratação pela Lei 8. j) Atividades técnicas especializadas no âmbito de projetos de cooperação com prazo determinado.6.C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos. em incentivo à inovação e à pesquisa científica e tecnológica. i) Vigilância e inspeção.745 e de 03 (três) anos.com. b) Surtos endêmicos.6. g) Atividades finalísticas do Hospital das Forças Armadas.br – 13 – .4. pesquisador ou tecnólogo substitutos.CGC: 03. sendo possível a prorrogação até o limite de 06 (seis) anos. e l) Pessoal imprescindível ao controle do tráfego aéreo. cuja execução tenha por pressuposto a celebração de acordos internacionais. ligadas à defesa agropecuária.line MSN: controle@concursosecursos. k) Professor.br Suporte on. e) Atividades de demarcação e identificação desenvolvidas pela FUNAI. d) Admissão de professor estrangeiro e algumas funções específicas das Forças Armadas. 2.

assim. 19. o sistema de isonomia funcional.concursosecursos. que servidores públicos exercendo funções idênticas ou assemelhadas percebam remuneração diferenciada. também. os Estados. essa EC nº.com. IETAV System . que implantou a reforma administrativa do Estado.C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.CGC: 03. Assim. que os entes federativos deveriam instituir. regime jurídico único e planos de carreira para os servidores da administração pública direta.line MSN: controle@concursosecursos.br Suporte on. a Constituição passou a permitir que a União. foi abolido pela EC nº. no âmbito de sua competência. Extinguiu. no seu artigo 39. 9. 19/98.755.br – 14 – . permitindo. com a extinção desse regime.Fone/Fax: (24) 3360-0011 ietav@concursosecursos. caput. Esse sistema do regime jurídico único.962/00 e legislação trabalhista).br 1 A Constituição Federal dispunha.com.com.533/0001-71 . das autarquias e das fundações públicas.112/90) e de servidores trabalhistas (Lei nº. entretanto. A própria União Federal já tem previsão de servidores estatutários (Lei nº. 8. o Distrito Federal e os Municípios possam recrutar servidores sob mais de um regime jurídico.