Você está na página 1de 3

Quanto à sua estrutura interna as palavras podem ser simples ou complexas.

- Palavra simples é a formada por um único radical, e que não contem afixos.
- Palavra complexa é a que é formada por derivação ou por composição.
Há dois processos de formação

de palavras complexas: derivação e composição.

1. DERIVAÇÃO
A derivação consiste na adição de afixos a uma forma de base (palavra já existente).
Ex: encadernar, semicírculo, pré-escolar, chuvisco
As palavras derivadas podem ser:
Palavras Derivadas por Prefixação – processo de formação de palavras que associa um prefixo (afixo colocado
no início da palavra) a uma forma de base.
Ex: contratempo; antebraço; infiel; recarregar; dispor; ex-ministro; percorrer; vice-presidente.
As palavras formadas pelo processo de derivação por prefixação, normalmente, pertencem à mesma classe
gramatical da palavra que lhes deu origem:
chefe (nome

subchefe (nome)

fazer (verbo)

natural (adjetivo)

sobrenatural (adjetivo) ontem (advérbio)

refazer (verbo)
anteontem (advérbio)

Palavras Derivadas por Sufixação – processo de formação de palavras que associa um sufixo (afixo colocado no
final da palavra) a uma forma de base.
Ex: florista; brasileiro; papelada; folhagem; casario; angolano; português; minhoto; oculista; justamente;
porteiro
As palavras formadas pelo processo de derivação por sufixação, muitas vezes, não pertencem à mesma classe
gramatical da palavra que lhes deu origem:

Atual (adjetivo)

Atualizar (verbo)

Atual (adjetivo)

Atualidade (nome)

Atual (adjetivo)

Atualmente (advérbio)

Palavras Derivadas por Prefixação e por Sufixação - processo de formação de palavras que associa um
prefixo e um sufixo a uma forma de base, em que é possível perceber a ordem pela qual os afixos são
acrescentados:
Ex: imprudentemente; deslealmente; reformismo; deslealdade; ilegalmente; desmontagem.

1

Um radical e uma ou mais palavras (radical + palavra(s)). ajoelhar. formando uma única palavra com significado próprio. COMPOSIÇÃO As palavras compostas resultam da junção de duas ou mais formas de base. esbracejar. verbos. apadrinhar. Relembra a noção de radical na forma verbal . 2 . engordar. 2. a que contém o seu significado. Ex: audiovisual = audio (radical)+ visual (palavra) Cardiovascular = cardio (radical)+ vascular (palavra) Minissaia = mini (radical) + saia (palavra) Composição morfossintática É o processo de formação que consiste na junção de duas ou mais palavras. As palavras derivadas por parassíntese são. Ex: agrónomo= agro (radical) + nomo (radical) Psicólogo= psic (radical) + o (vogal de ligação) +logo (radical) Biólogo= bio (radical) + logo (radical) 2. 1. A junção das duas (ou mais ) palavras formantes pode representar-se na escrita de diferentes maneiras. a palavra só com o prefixo ou só com o sufixo não existe. Há dois tipos de composição: a composição morfológica e a composição morfossintática. Ex: entardecer. Composição morfológica É o processo de formação que consiste na junção de. O radical é a parte invariável da palavra.radical + vogal temática= tema.Derivação por Parassíntese – consiste em acrescentar em simultâneo um prefixo e um sufixo a uma forma de base. geralmente.Dois ou mais radicais (radical + radical). Estas formas de base podem ser radicais ou palavras.

Empréstimo – palavras importadas diretamente do léxico estrangeiro para designar objetos ou exprimir conceitos recentes que surgem na língua. croissant. zás. internet 3. A estas novas palavras dáse o nome de neologismos. Ex: TAP (Transportes Aéreos Portugueses) GNR (Guarda Nacional Republicana) 5.Junção das palavras formantes através de um hífen de ligação: Ex: abelha-mestra.1 . miau-miau. 3. vaivém. Onomatopeias – palavras que procuram imitar certos sons ou certos ruídos. quá-quá. Ex: skate. conta-gotas. Sempre que se inventa um novo aparelho. é necessário criar novas palavras. mas mantendo-se separadas: Ex: médico de família. O léxico – conjunto de palavras – de uma língua nunca está completo. de cada vez que tem lugar uma descoberta científica. cana-de açúcar. (=página) foto (=fotografia) séc.Junção de palavras das palavras formantes. meia-lua. amor-perfeito. bicho-de-conta. passatempo. (=século) metro (=metropolitano) 4. que ficam unidas (aglutinadas): Ex: malmequer. Processos irregulares de formação de palavras. miar. encurtamos vocábulos longos ou de uso frequente. O neologismo pode obter-se através de diferentes processos. via láctea. 1. Ex: pág. cada de banho. Siglas – a sigla é constituída pelas letras iniciais de um conjunto de palavras.Junção das palavras formantes sem hífen. grasnar 3 . Eis alguns deles: 2. NEOLOGISMOS Neologismos são novos vocábulos que vão sendo criados de forma a dar resposta a novas descobertas. fim de semana. novas realidades. Vários verbos e nomes que indicam vozes de animais têm origem onomatopeica. 2 . cor de laranja. Abreviaturas ou acrónimo – para poupar tempo e espaço. novos hábitos. Ex: trrim.