Você está na página 1de 7
Tema 3: A Globalização, a Crise Econômica Global e o Surgimento dos BRICS Introdução e Contextualização sobre a Atividade A globalização é um processo definidor do mundo contemporâneo. É a manifestação explícita daquilo que o geógrafo David Harvey classifica como a compressão do espaço-tempo. A partir dela, aliada ao desenvolvimento tecnológico, o mundo e o que nele se passa ficam ao alcance de um clique. Com ela, porém, emergem problemas de outra ordem, como a precarização do trabalho, o consumo de bens culturais que se tornam “febres” globais, o surgimento das megacorporações e também do capitalismo financeirizado. Compreender minimamente esses fenômenos é abrir passo para dialogar de forma clara com os diversos desafios de nosso tempo. Passo 1: Pesquise a respeito do fenômeno da globalização, quais são suas definições e como ele se verifica nos campos econômico, cultural e político. Defina em que período começou e como ocorreu sua expansão especificamente no capitalismo contemporâneo. A internet apresenta fontes úteis para esta pesquisa. As referências bibliográficas indicadas no Caderno de Atividades desta aula trazem excelentes aprofundamentos. BELLUZZO, Luiz Gonzaga. Os antecedentes da tormenta: Origens da crise global.São Paulo: Ed. UNESP, 2009. BRASIL. MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES. VI Cúpula do BRICS. Disponível em: . Acesso em: 25 ago.2014. CHESNAIS, François (Org.) A finança mundializada.São Paulo: Boitempo, 2005. DAMASCENO, Aderbal O. D. et al. Desenvolvimento econômico. 2. ed. Campinas: Alínea, 2012. (Livro-Texto) GARCIA, Márcio G. P. O sistema financeiro e a economia brasileira durante a grande crise de 2008. Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais. Rio de Janeiro: ANBIMA, 2011. 71p. Disponível em: . Acesso em: 20 dez. 2014. Se preferir, clique aqui. SALVO, Mauro. A Inserção das Economias Emergentes no Cenário Político Internacional. In: SEMINÁRIO BRASILEIRO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS INTERNACIONAIS – SEBREEI, Integração Regional e Cooperação Sul-Sul no Século XXI, 2012, Porto Alegre. Paper... jun. 2012. Disponível em: . Acesso em: 20 dez. 2014.Se preferir, clique aqui. Passo 2: Pesquise o que é o fenômeno de outsourcing e descubra como grandes marcas globais têm se valido dele para ampliar sua produção e mercados de consumo. Procure identificar os efeitos desse fenômeno para a saúde financeira das empresas, mas também para os trabalhadores de seus países de origem e dos países aonde foram produzir. Passo 3: Escolha uma empresa como exemplo e pesquise mais detalhadamente como ela se adaptou ao processo de globalização. Faça um estudo de caso. Demonstre como ela se expandiu além de suas fronteiras, como e por que pode ser considerada uma marca global, como sua cadeia de produção e/ou distribuição atua em diversos países, como ela se vincula ao mercado de capitais (todas as empresas globais são vinculadas ao mercado de capitais), qual sua relação com a mão de obra etc. Passo 4: Redija um relatório de, no mínimo, três e, no máximo, seis páginas desse estudo de caso, apontando as situações pesquisadas nos passos anteriores voltadas especificamente para a empresa escolhida. Ao final desse estudo, faça suas considerações a respeito dos aspectos positivos e negativos da relação entre globalização, a empresa analisada e as pessoas beneficiadas ou prejudicadas pela empresa analisada direta ou indiretamente. Dica: Para saber mais detalhes sobre as normas da ABNT e, ainda, sobre como fazer referências bibliográficas em trabalhos acadêmicos, consulte: e . Acessos em: 30 jul. 2014. Importante: Para desenvolver o template disponibilizado: clique aqui. e apresentar a atividade, utilize Introdução e Contextualização sobre a Atividade A globalização é um processo definidor do mundo contemporâneo. É a manifestação explícita daquilo que o geógrafo David Harvey classifica como a compressão do espaço-tempo. A partir dela, aliada ao desenvolvimento tecnológico, o mundo e o que nele se passa ficam ao alcance de um clique. Com ela, porém, emergem problemas de outra ordem, como a precarização do trabalho, o consumo de bens culturais que se tornam “febres” globais, o surgimento das megacorporações e também do capitalismo financeirizado. Compreender minimamente esses fenômenos é abrir passo para dialogar de forma clara com os diversos desafios de nosso tempo. - Passo 1: Pesquise a respeito do fenômeno da globalização, quais são suas definições e como ele se verifica nos campos econômico, cultural e político. Defina em que período começou e como ocorreu sua expansão especificamente no capitalismo contemporâneo. DO FENÔMENO DA GLOBALIZAÇÃO DEFINICOES SIGNIFICADOS: http://www.significados.com.br/globalizacao/ A globalização apresenta-se como um fenômeno de porte único, que há muito tempo transcendeu os limites da economia mundial, marco de sua gênese, tornando-se presente e determinante em todas as áreas em que o conhecimento e o desenvolvimento humano se processam. A globalização está generalizada nas sociedades capitalistas industrializadas e que criam produtos globais e um comércio global, não existindo nenhum lugar específico para a produção de um determinado produto. Milton Friedman sintetizou muito bem esta realidade ao observar que hoje "é possível produzir um produto em qualquer lugar, usando recursos de qualquer lugar, para ser vendido em qualquer lugar". Os países socialistas iniciaram sua integração nesse processo a partir da queda do muro de Berlim, e a África e a América Latina a partir da recente liberalização do comércio e a privatização das instituições. A globalização estabelece uma redução marcante das economias nacionais frente à liberalização comercial e os processos de integração regional, possibilitando o surgimento de uma esfera financeira globalizada. a globalização pode ser entendida sob o ângulo da organização de um sistema financeiro internacional em compasso com as necessidades e determinações da economia capitalista, do G7, FMI, BIRD, OMC e ONU, que atualmente formam um governo mundial de fato, pela crescente influência das transnacionais nas relações econômicas e pela modificação das relações políticas e econômicas em todo o planeta devido à reprodução ampliada do capital em escala mundial, em todo o lugar, com diretrizes determinadas a partir de políticas neoliberais O processo da globalização não é apenas econômico, financeiro e tecnológico, embora tais aspectos sejam determinantes no seu curso, suas consequências se estendem também aos campos político-estatal, social e cultural. Em termos culturais, a globalização do mundo pode ser vista como a ocidentalização do mundo. Globalização é um conjunto de transformações na ordem política e econômica mundial visíveis desde o final do século XX. Trata-se de um fenômeno que criou pontos em comum na vertente econômica, social,cultural e política, e que consequentemente tornou o mundo interligado, uma Aldeia Global. O processo de globalização é a forma como os mercados de diferentes países interagem e aproximam pessoas e mercadorias. A quebra de fronteiras gerou uma expansão capitalista onde foi possível realizar transações financeiras e expandir os negócios - até então restritos ao mercado interno - para mercados distantes e emergentes. O complexo fenômeno da globalização teve início na Era dos Descobrimentos e se desenvolveu a partir da Revolução Industrial. Foi resultado da consolidação do capitalismo, dos grandes avanços tecnológicos (Revolução Tecnológica) e da necessidade de expansão do fluxo comercial mundial. As inovações nas áreas das Telecomunicações e da Informática (especialmente com a Internet) foram determinantes para a construção de um mundo globalizado. COMO ELE SE VERIFICA NOS CAMPOS ECONÔMICO, CULTURAL E POLÍTICO Globalização econômica O surgimento dos blocos econômicos - países que se juntam para fomentar relações comerciais, por exemplo, Mercosul ou União Europeia - foi resultado desse processo econômico. O impacto exercido pela globalização no mercado de trabalho, no comércio internacional, na liberdade de movimentação e na qualidade de vida da população varia a intensidade de acordo com o nível de desenvolvimento das nações. O período em que a globalização econômica mais se intensificou foi em meados do século XX, com a III Revolução Industrial (conhecida também como "Revolução Técnico-Científica"). GLOBALIZAÇÃO CULTURAL As culturas, as línguas, bem como, as formas de expressões locais estão a ser ameaçadas por um fenómeno recente e silencioso, chamado de globalização, fruto do parto (forçado) da economia de escala, do capitalismo doentio. Decorrente deste facto, a heterogeneidade das culturas e modos de vivência, estão a ser, paulatinamente, aniquilados por uma homogeneidade preocupante: pouco difere o local do global. A presença de fenómenos culturais dominantes, nomeadamente americanos, ingleses e franceses fazem parte do nosso quotidiano, cada vez mais, com maior intensidade e visibilidade. Neste rol, encontram-se, a título de exemplo, as comidas de plástico, os grandes centros comerciais, as marcas que recorrem ao trabalho infantil na China, Tailândia e Indonésia GLOBALIZAÇÃO politica ???????????????? Globalização segundo Milton Santos Milton Santos, famoso geógrafo e intelectual brasileiro, abordou a globalização nos seus últimos livros. Ele mencionou seus aspectos econômicos, e analisou o papel desempenhado pelas empresas na internacionalização do capital, e também os fluxos financeiros e o impacto que estes causam na cultura local. Milton Santos teorizou e criticou algumas destas características do mundo de hoje, e no final de sua vida, sugeriu uma globalização solidária, que fosse centrada em valores que não fossem ligados à hegemonia. Bibiografia Dicionário de direitos humanos http://escola.mpu.mp.br/dicionario/tiki-index.php? page=Desenvolvimento+econ%C3%B4mico Passo 2: Pesquise o que é o fenômeno de outsourcing e descubra como grandes marcas globais têm se valido dele para ampliar sua produção e mercados de consumo. Procure identificar os efeitos desse fenômeno para a saúde financeira das empresas, mas também para os trabalhadores de seus países de origem e dos países aonde foram produzir. o que é o fenômeno de outsourcing O que é Outsourcing: Outsourcing é uma expressão em inglês normalmente traduzida para português como terceirização. No mundo dos negócios, o outsourcing é um processo usado por uma empresa no qual outra organização écontratada para desenvolver uma certa área da empresa. Em inglês, a palavra "out" significa "fora", e "source" significa "fonte", ou seja, a expressão remete para uma fonte que está no exterior. Assim, uma empresa procura uma fonte no exterior que possa trabalhar uma área do negócio de forma mais eficiente, obtendo desta forma mais tempo para se concentrar nos aspectos fulcrais da gestão empresarial. O outsourcing está intimamente relacionado com a sub-contratação de serviços e na grande maioria dos casos, é capaz de tornar uma empresa mais rentável, porque a contratação de empresas externas especializadas pode representar uma grande vantagem para a empresa contratadora. Ooutsourcing confere uma maior visibilidade dos custos e coloca mais recursos humanos e tecnologia ao dispor da empresa. Apesar das suas muitas vantagens, este processo também pode apresentar alguns riscos, por exemplo, algumas vezes os custos dooutsourcing podem ser maiores do que os previstos. Outra desvantagem consiste em que a terceirização pressupõe um certo nível de dependência de pessoas que não conhecem o negócio e por esse motivo podem não apresentar um compromisso e motivação. Por esse motivo, muitas vezes a empresa que recorre ao outsourcing vê o seu negócio prejudicado. Além disso, o outsourcing pode resultar em corrupção, e pode ser usado como uma forma de desviar fundos de algumas organizações. Outra crítica consiste em que a terceirização pode contribuir para a exploração e desumanização do trabalhador. Quando acontece o offshore outsourcing(terceirização de serviços para uma empresa em outro país, de modo a encontrar mão-de-obra mais barata), há um aumento da probabilidade de demissões de trabalhadores. O outsourcing é uma prática que deve ser bastante ponderada antes de ser implementada em uma empresa, porque pode ter impactos positivos ou negativos. Outsourcing e terceirização Apesar dos termos outsourcing e terceirização serem muitas vezes usados como sinônimos, em muitos casos o outsourcing revela a atribuição de um trabalho para uma empresa fora do país de origem da empresa contratadora, enquanto a terceirização revela contatos e transações dentro do próprio país. Outsourcing de impressão Um famoso tipo de outsourcing no mundo empresarial é o outsourcing de impressão. Como o próprio nome indica, este exemplo de outsourcing é solicitado por empresas que utilizam muito a impressão de documentos e outros tipos de material. Desta forma, a empresa original não tem que se preocupar com as soluções de impressão e cópia, pois a empresa contratada encontra formas de melhorar a qualidade e de reduzir os custos nessa área. Empresas especializadas nessa área fazem a gestão dos equipamentos de impressão, ficando também responsáveis pelo suporte técnico e provisão de insumos.