Você está na página 1de 18

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

MÓDULO 6: RESPOSTA EM FREQÜÊNCIA DO AMPLIFICADOR DE PEQUENOS SINAIS A JFET.

  • 1. Introdução: O circuito amplificador de sinal a JFET possui ganho alto, uma impedância alta de entrada

e ampla faixa de resposta em freqüência. São aplicados a circuitos com baixa corrente e é diferente do

transistor bipolar, o qual controla uma corrente alta de coletor através de baixa potência aplicada à base. Através da aplicação de baixíssima tensão de entrada é possível controlar uma alta corrente de dreno. Pode operar na região linear ou em circuitos lógicos no corte e saturação. O circuito amplificador tem uma limitação em alta freqüência e pode ser determinada realizando o modelo equivalente para alta freqüência conforme é a seguir.

  • 2. MODELO EQÜIVALENTE CA PARA O CIRCUITO A JFET.

CIRCUITO AUTOPOLARIZAÇÃO – Análise do modelo equivalente para o circuito amplificador em autopolarização a JFET.

CONSIDERAÇÕES: Considerar para análise em baixa freqüência as seguintes condições:

  • 1. A fonte CC é um curto para sinal;

  • 2. O capacitor no terminal fonte em paralelo com R S um curto para sinal;

  • 3. Os capacitores de acoplamento apresentam uma reatância capacitiva igual a zero.

O circuito RC formado por Rg, R G e C GS e R D , R L e C GD combinados e por efeito Miller se comportam

como um circuito passa baixa e pode-se determinar a fr eqüência de corte do filtro. O circuito a seguir:

Vdd

Rd C2 C1 Rg Vi RG Rs Cs Pág . 1
Rd
C2
C1
Rg
Vi
RG
Rs
Cs
Pág .
1

RL

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas MÓDULO 6: RESPOSTA EM FREQÜÊNCIA

Vo

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

O modelo equivalente do circuito para análise em freqüências altas onde há somente as capacitâncias parasitas do transistor JFET. Do modelo equivalente calcula-se o o resistor equivalente e a capacitância de efeito Miller C T .

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas O modelo equivalente do circuito

Para a determinação da freqüência de corte superior, temos:

f

CS

1

=

2R

π

equival.

C

T

DETERMINAÇÃO DOS RESISTORES EQÜIVALENTES.

1. Entrada – O resistor equivalente da entrada é calculado pela resistência equivalente vista por C 1 . O R equivalente,1 = (R G // R g ). A freqüência de corte f CS será dada por:

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas O modelo equivalente do circuito

f

C1

1

=

2

π

(R

G

// R

)C

gT

DETERMINAÇÃO DA CAPACITÂNCIA C T

EFEITO DA CAPACITÂNCIA MILLER

As capacitâncias parasitas, entre terminais, internas ao dispositivo e outras influenciam na resposta em alta freqüência. Estas capacitâncias se multiplicam quando aplicadas à amplificadores e a capacitância de realimentação C f = C GD é calculada, como :

Pág .

2

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas Aplicando a lei de Kirchoff

Aplicando a lei de Kirchoff para a corrente resulta em:

I i = I 1 + I 2 , onde :

 

V i I i = 

V i e I 1 = 

Z i

Ri

V i – V 0

V i – A Vi V i

(1 – A V ) V i

e I 2 =  =  = 

X Cf

X Cf

X Cf

Substituíndo-se obtem-se:

V i

V i

(1 – A V ) V i

 =  + 

Z i

Ri

X Cf

  • 1 1

1

 =  + 

Z i

Ri

X Cf /(1 – A V )

X Cf

1

Onde  =  = X CM , onde C T = (1 – A V ).C f .

1 - A V

  • 1 1

1

ω .(1 – A V ) C f

 =  + 

Z i

Ri

X CT

Para a saída, temos C f = C DS :

Pág .

3

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas Aplicando-se novamente a lei de

Aplicando-se novamente a lei de Kirchoff, temos :

V O I 0 = I 1 + I 2 , como I 1 = 

R 0

V 0 – V i e I 2 = 

X Cf

Como R 0 é grande o suficiente, tal que:

V O - V i

V 0

I O ≡  = V i =  .

X Cf

V 0 – V 0 /A V

A V

V 0 (1 – 1/A V )

I 0 =  = 

V 0

X Cf

X Cf

X Cf

1

1

 =  =  = , onde C M = C f (1 – 1/A V )

I 0

1 – 1/A V

ω . C f (1 – 1/A V )

ω. C M

2. Saída - O resistor equivalente da saída é calculado pela resistência equivalente vista por C T . O R equivalente,2 = (R D // R L ). A freqüência de corte f C2 será dada por:

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas Aplicando-se novamente a lei de

f

C2

1

=

2

π

(R

L

// R

)C

DM

Obs.: Dentre as freqüências de corte inferiores f C1 e f C2 escolhe-se como freqüência de corte inferior a freqüência de maior valor.

Pág .

4

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

b) CIRCUITO DIVISOR DE TENSÃO - Análise do modelo equivalente para o circuito amplificador com divisor de tensão a JFET.

Vdd

  • RL

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas b) CIRCUITO DIVISOR DE TENSÃO

Vo

O modelo equivalente do circuito, análise em freqüências médias onde os capacitores apresentam uma reatância capacitiva igual a zero. Do modelo equivalente calcula-se o ganho A V .

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas b) CIRCUITO DIVISOR DE TENSÃO

Por efeito Miller, o modelo equivalente fica:

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas b) CIRCUITO DIVISOR DE TENSÃO

Pág .

5

Z in = R B = (R B1 // R B2 ) e Z O = R D . C T = C GS + C GD (1 – A V ). A V = V 0 /V i , A V = -gm R B (R L //R D )/(R g + R B ).

Para a determinação da freqüência de corte, temos:

f

CS

1

=

2R

π

equival.

C

T

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

DETERMINAÇÃO DOS RESISTORES EQÜIVALENTES.

1. Entrada - O resistor equivalente da entrada é calculado pela resistência equivalente vista por C 1 . O R equivalente,1 = (R B // R g ). A freqüência de corte f C1 será dada por:

Rg
Rg

RB

f

C1

1

=

2

π

(R

B

// R

)C

gT

2. Saída - O resistor equivalente da saída é calculado pela resistência equivalente vista por C 2 . O R equivalente,2 = (R D // R L ). A freqüência de corte f C2 será dada por:

Z = R = (R // R ) e Z = R . C = C

f

C2

1

=

2

π

(R

D

// R

)C

LM

Obs.: Dentre as freqüências de corte inferiores f C1 e f C2 escolhe-se como freqüência de corte inferior a freqüência de maior valor.

2.6 DIAGRAMA DE BODE COM A RESPOSTA EM FREQÜÊNCIA DO AMPLIFICADOR A JFET.

A seguir apresentamos o circuito passa baixa para a curva inicial do amplificador. Para freqüências acima da freqüência de corte o circuito atenua e na freqüência infinito a saída é zero.

Pág .

6

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas Como X = R, na

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

Como X C = R, na freqüência de corte, temos : 1/ωC = 1/2ΠƒC = R

1

1

ƒ =  , Na freqüência de corte ƒ = ƒ 2 , então ƒ 2 = 

2ΠRC

2ΠRC

A função de transferência do circuito será:

V 0

-jX C

1

1

 =  =  = 

V i

R

-

jX C

R /-jX C

+

1

1 + j 2ΠƒRC

Na freqüência de corte inferior X C = R, temos:

V 0  =  = 

1

1

V i

1 +

j ƒ 2ΠRC

1 + j ƒ / ƒ 2

Quando f 2 = f, então :

V 0  =  = 

1

1

V i

SQR(1 2

+

1 2 )

2

Calculando em dB, temos:

20 log 1/2 = - 3dB.

Ou seja na freqüência de corte o ganho cai de 3dB ou de 2.

  • V 0

Chamando-se de A V = , temos:

  • V i

Pág .

7

1

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

A V = 20 log  = - 20 log 10 [SQR(1 + (f/f 2 ) 2 ] 1/2 SQR(1 2 + (f / f 2 ) 2

A V = - 10 log (f/f 2 ) 2 , para f >> f 2 , daí :

A V = - 20log 10 f/f 2 , para f >> f 2 .

Para f 2 igual a :

  • a) f, temos : A V = – 20 log 1 = 0dB.

  • b) 0,5f, temos : A V = – 20 log 2 = - 6dB.

  • c) 0,25f, temos: A V =

– 20 log 4 = - 12dB

  • d) 0,1f, temos : A V = – 20 log 10 = - 20dB

O gráfico de resposta em freqüência do passa-baixa, será:

1 Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas A = 20 log

A fase será :

1 Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas A = 20 log

Exercício: Determinar para o circuito a seguir:

  • a) A freqüência de corte.

  • b) Fazer o levantamento da curva de resposta em freqüência da amplitude em Volts.

  • c) Repetir o item b) em decibeis.

  • d) Repetir o item b) com a fase do circuito.

Pág .

8

1.0kΩ 1.0kΩ 1.0nF 1V 1.0kΩ
1.0kΩ
1.0kΩ
1.0nF
1V
1.0kΩ

1.0M

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

1.0kΩ 1.0kΩ 1.0nF 1V 1.0kΩ 1.0M Ω Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof.

Pelo cálculo,

f = 1/(2 PI. 2. 10 3 . 10 -9 ) = 79.617Hz.

O ganho na freqüência acima da freqüência de corte inferior é igual a:

Cálculo do gerador equivalente de Thevenin.

Pág .

9

1.0k Ω 1V 1.0kΩ V TH = V g . 1k / 2k = V g

1.0k

1V 1.0kΩ
1V
1.0kΩ
V TH = V g . 1k / 2k = V g /2 = 0,5V R
V TH = V g . 1k / 2k = V g /2 = 0,5V
R TH = 1K//1K = 0,5K.
500
1.0kΩ
0,5V
1.0MΩ

Novamente, gerador equivalente de Thevenin, temos

V o =

0,5 . 10 6 /(10 6 + 1,5.10 3 ) = 0,5V

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

Na freqüência de corte inferior o ganho cai de raiz de 2, ou seja igual a 0,35V.

Exercício: Determinar a resposta em freqüência do amplificador de pequeno sinal a JFET e a impedância de entrada e de saída, sabendo-se que : V DD = 15V, I DSS = 12mA, C ENT = 0,02µF, C SAÍDA = 0,02µF, R f = 100, V P = -4V, R L = 40K, C GS = 1pF, C DS = 0,5pF e C GD = 2pF e C S = 100µF. Repetir o problema sem C S .

Pág . 10

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

C ENT C SAÍDA C S
C
ENT
C
SAÍDA
C
S

SOLUÇÃO :

Utilizando-se dos exemplos anteriores, I D = 2,26mA e V GS = - 2,26V.

Pode-se calcular outros parâmetros como g m e A V .

2.I DSS

I D

g m =  () 1/2 = 2,61mS.

V P

  • I DSS

R G

R L

O ganho será : A V = . -g m R D .  = = - 4,91

R f + R G

R D + R L

a) Resposta em freqüência de corte inferior.

Considerar para a análise em freqüência, as fontes de tensões e de sinal um curto e o circuito fonte comum (C S muito grande, apresenta reatância muito baixa para a freqüência).

  • 1 1

f INFA =  =  = 7,88 Hz

2Π.(R G + R f ).C ENT

2. 3,14 . (10 6 + 10 4 ) . 0,02.10 -6

  • 1 1

f INFB =  =  = 189,56 Hz

2Π.(R D + R L ).C SAÍDA

2. 3,14 . (40.10 3 + 2.10 2 ) . 0,02.10 -6

Entre as freqüências de corte inferior, escolhe-se a maior freqüência, ou seja f INFB = 189 Hz.

Pág . 11

  • b) Cálculo da freqüência de corte superior.

Antes por efeito Miller, a capacitância refletida será:

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

C TA = C GS + C GD (1 – A V ) = 1pF + 2[1 – ( - 4,91)] = 12,83pF

C TB = C DS + C GD (1 – 1/A V ) = 0,5pF + 2[1 – (1/- 4,91)] = 2,91pF.

  • 1 1

f SUPA =  =  ≈1,25 MHz

2Π.(R G // R f ).C TA

2. 3,14 . (10 6 // 10 4 ) . 12,83.10 -12

  • 1 1

f SUPB =  =  = 2,87MHz

2Π.(R D // R L ).C TB

2. 3,14 . (40.10 3 // 2.10 3 ) . 2,91.10 -12

Entre as freqüências de corte superior, escolhe-se a menor freqüência, ou seja f SUPA = 1,25MHz.

  • c) Impedância de entrada

Z IN = R G = 1M.

  • d) Impedância de saída

Z 0 = R D = 2K.

  • e) Sem o capacitor C S .

O ganho do estágio sem acoplamento de saída (Sem R L ), será :

- g m . R D

2,61.10 -3 . 2K

A V =  = -  = -1,44

1 + g m . R S

1 + 2,57.10 -3 . 1K

  • f) O ganho do estágio com acoplamento de saída será:

R G

- g m R D

R L

A V = -  .  .  = - 1,36

R f + R G

1 + g m R S

R L + R D

g)Impedância de entrada

Z IN = R G = 1M.

h)Impedância de saída

Pág . 12

Z O = R D = 2K.

Antes por efeito Miller, a capacitância refletida será:

C TA = C GS + C GD (1 – A V ) = 1pF + 2[1 – ( - 1,36)] = 5,72pF

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

C TB = C DS + C GD (1 – 1/A V ) = 0,5pF + 2[1 – (1/- 1,36)] = 3,97pF.

  • 1 1

f SUPA =  =  ≈2,80 MHz

2Π.(R G // R f ).C TA

2. 3,14 . (10 6 // 10 4 ) . 5,72.10 -12

  • 1 1

f SUPB =  =  ≈ 21MHz

2Π.(R D // R L ).C TB

2. 3,14 . (40.10 3 // 2.10 3 ) . 3,97.10 -12

Entre as freqüências de corte superior, escolhe-se a menor freqüência, ou seja f SUPA = 2,80MHz.

Exercício: Para o amplificador de pequeno sinal a MOSFET, conforme o circuito a seguir pede-se:

  • a) O ponto de polarização do circuito

  • b) A resistência de entrada

  • c) O ganho de tensão do circuito

  • d) A resposta em freqüência do circuito

São dados: V DD

=

20V,

R 1

=

4,7M,

R 2

=

C SAÍDA = 0,1µF, R G = 10K, C S = 100µF.

2,2M, R S

= 560,

R D

=

2,2K, C ENT

=

0,1µF,

Exercício: Para o circuito a seguir, pede-se:

  • a) A freqüência de corte.

  • b) Fazer o levantamento da curva de resposta em freqüência da amplitude em Volts.

  • c) Repetir o item b) em decibeis.

d) Repetir o item b) com a fase do circuito. 300nF 1,0V 1.0kΩ
d) Repetir o item b) com a fase do circuito.
300nF
1,0V
1.0kΩ
  • a) A freqüência de corte inferior é dada por:

f = 1/ (2PI. RC) = 1/(2 x 3,14 x 10 3 .300.10 -9 ) = 530Hz.

Pág . 13

O ganho será: V 0 = 1/2 = 0,707V.

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

Os gráficos da amplitude em Volts e da fase de saída são mostrados a seguir.

O ganho será: V = 1/ √ 2 = 0,707V. Resposta em freqüências dos FET Módulo

Pág . 14

EXERCÍCIOS PROPOSTOS

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

Os exercícios de 1 a 4 referem-se aos dados e figura a seguir: Dados Vdd = 20V, C1 = C2 = 0,47µF, RL = 40K, Rd = 1K, R G = 1M, R g = 1K, C S = 470µF, C GS = 2pF, C GD = 3pF e C DS = 1pF.

Vdd

Rd C2 Vo C1 RL Rg Vi RG Rs Cs 1.o Exercício: Calcular o ganho do
Rd
C2
Vo
C1
RL
Rg
Vi
RG
Rs
Cs
1.o Exercício: Calcular o ganho do circuito, sabendo-se que gm = 3mS ..
  • a) A V = - 3,01

  • b) A V = - 2,92

  • c) A V = - 2,88

  • d) A V = - 3,00

  • e) A V = - 4,01

Resposta: b

2.o Exercício: O capacitor Miller equivalente conforme modelo alta-freqüência será: .

  • a) C T = 13,76pF

  • b) C T = 15,54pF

  • c) C T =

9,01pF

  • d) C T =

5,00pF

  • e) C T =

1,00pF

Resposta: a

Pág . 15

3.o Exercício: A freqüência de corte superior do circuito.

  • a) f SUP = 11,57MHz

  • b) f SUP = 12.47MHz

  • c) f SUP = 10,50MHz

  • d) 3,47MHz

f SUP =

  • e) 1,00MHz

f SUP =

Resposta: a

4.o Exercício: Qual das afirmações está correta ..

  • a) O ganho na freqüência de corte superior é unitário

b.O ganho na freqüência de corte superior cai de 20dB

  • c) O ganho na freqüência de corte cai de 10dB

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

  • d) A freqüência de corte superior só depende do filtro RC de entrada

  • e) O ganho na freqüência de corte superior cai de 3dB

Resposta: e

As questões de 5 a 8 referem-se aos dados e figura a seguir: Dados V DD = 20V, R B1 = 20K, R B2 = 80K, C1 = C2 = 0,47µF, R g = 1K, C S = 100µF, gm0 = 4mS, RL = 40K e R D = 1K.

3.o Exercício: A freqüência de corte superior do circuito. a) f = 11,57MHz b) f =

Pág . 16

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

5.o Exercício: Calcular o ganho do circuito, sabendo-se que gm = 3mS ..

  • a) A V = - 3,01

  • b) A V = - 2,92

  • c) A V = - 2,88

  • d) A V = - 3,00

  • e) A V = - 4,01

Resposta: b

5.o Exercício: O capacitor equivalente conforme modelo alta-freqüência será: .

  • a) C T = 13,76pF

  • b) C T = 15,54pF

  • c) C T =

9,01pF

  • d) C T =

5,00pF

  • e) C T =

1,00pF

Resposta: a

6.o Exercício: A freqüência de corte superior do circuito.

  • a) f SUP = 12,29MHz

  • b) f SUP = 12,13MHz

  • c) f SUP = 10,40MHz

  • d) 1,50MHz

f SUP =

  • e) 3,53MHz

f SUP =

Resposta: a

7.o Exercício: Um amplificador têm f SUP = 1,0MHz e f INF = 10KHz, podemos afirmar:

  • a) A banda passante é igual a 900KHz

  • b) A banda passante é igual a 990KHz

  • c) A banda passante é igual a 1,01MHz

  • d) O ganho na freqüência de 1MHz é metade do ganho nas freqüências médias.

  • e) O ganho cai de 10dB nas freqüências de cortes

Resposta: b

8.o Exercício: Qual das afirmações está correta ..

  • a) O ganho na freqüência de corte inferior é unitário

b.O ganho na freqüência de corte inferior cai de 20dB

  • c) O ganho na freqüência de corte cai de 10dB

  • d) A freqüência de corte inferior só depende do filtro RC de entrada

  • e) O ganho na freqüência de corte inferior cai de 3dB

Resposta: e

Pág . 17

BIBLIOGRAFIA

Resposta em freqüências dos FET Módulo – 06 Prof. Luís Caldas

Referência: Livro Texto: Dispositivos eletrônicos e teoria de circuitos. Autores: Robert Boylestad e Louis Nashelsky, editora Pearson, Prentice Hall, 11.a edição, ano 2013.

OUTRAS REFERÊNCIAS

  • 1. Microeletrônica – Sedra, A.S e Smith, K,C – 5.a edição Pearson.

  • 2. Eletrônica Vol.1 – Malvino, A.P – 14.a edição, Editora Makron,

  • 3. Circuitos Elétricos - Nilsson, J. W. / Riedel, S. A. / Marques, A. S., ano de 2008 Prentice Hall Brasil.

  • 4. Circuitos com transistores Bipolares e MOS - Silva, M. M./Calouste, G., ano de 2010.

  • 5. Dispositivos e Circuitos Eletrônicos, V.1 – Bogart, J. - ano de 2000 - Editora MAKRON.

  • 6. Dispositivos e Circuitos Eletrônicos, V.2 – Bogart, J. - ano de 2000 - Editora MAKRON.

Pág . 18