Você está na página 1de 6

Termodinmica Avanada

1 Lista de Exerccios
1. Explique como o fator de compresso varia com a presso e
temperatura e descreva como ele revela informaes sobre as
interaes intermoleculares em gases reais.
2. (a) Poderiam 131 g de gs xnon num recipiente de volume de 1,0
dm3
exercer
presso de 20 atm a 25 C, se ele se comporta como um gs ideal?
Se
no,
qual
presso
ser exercida? (b) Qual a presso exercida se ele se comportar como
gs de van der Waals?
a)
n=131/131=1 mol Xe
pV=nRT
p=(1.0,08205.298)/1
p=24,45 atm
No poderia exercer a presso de 20 atm
b)
p=[RT/(Vm-b)]-(a/Vm2)
p=[(0,08205.298)/(1-0,000051)]-(0,4246/1)
p=24,027 atm
3. Um proprietrio usa 4,00 103 m3 de gs natural em um ano para
aquecer uma casa. Assume-se que o gs natural todo o metano,
CH4, e que o metano um gs perfeito para as condies deste
problema, que so 1,00 atm e 20 C. Qual a massa de gs utilizado?

4. Calcule a massa de vapor de gua presente em um quarto, de


volume
de
250
m 3,
que contm ar a 23 C em um dia em que a umidade relativa de
53%.

5. Uma certa amostra de um gs tem um volume de 20,00 dm 3 a 0 C e


1,000 atm. Um grfico dos dados experimentais do seu volume em
relao temperatura Celsius, , a presso constante p, d uma linha

reta
com
um
declive
0,0741
dm 3
(C)-1.
A partir destes dados (sem fazer uso da lei dos gases perfeitos),
determine o zero absoluto de temperatura em graus Celsius.

6. Em um processo industrial, nitrognio aquecido a 500 K a um


volume constante de 1,000 m3. O gs entra no recipiente a 300 K e
100 atm. A massa do gs 92,4 kg. Use a equao de van der Waals
para determinar a presso aproximada do gs sua temperatura de
trabalho de 500 K. No caso do nitrognio, a = 1,352 dm6 atm mol-2,
b = 0,0387 dm3 mol-1.
n = 94200/28 = 3364,2 mol
Vm = 1000/3364,2 = 0,297 dm3 mol -1
p = [RT/(Vm-b)]-(a/Vm2)
p = [(0,08205.500)/(0,297-0,0387)]-(1,352/0,2972)
p = 143,5 atm
7. Um cilindro de volume de 22,4 dm3 contm 1,5 mol de H2 e 2,5 mol
de N2 a 273,15 K. Calcule (a) as fraes molares de cada
componente, (b) suas presses parciais, e (c) a presso total.

8. As constantes crticas de etano so p c = 48.20 atm, Vc = 148 cm3 mol1


, e Tc = 305,4 K. Calcule os parmetros de van der Waals do gs e
estime o raio das molculas.

9. A massa molar de um fluorocarbono recm-sintetizado foi medida em


uma microbalana de gs. Este dispositivo consiste de uma ampola
de vidro que forma uma extremidade de um feixe, todo o rodeado por
um recipiente fechado. O feixe articulado (piv), e o ponto de
equilbrio alcanado atravs do aumento da presso de gs no
recipiente, assim aumentando a flutuabilidade da ampola fechada.
Numa experincia, o ponto de equilbrio foi atingido quando a presso
do fluorocarbono foi de 327,10 Torr; para a mesma configurao do
piv, o equilbrio foi atingido quando CHF3 (M = 70,014 g mol-1) foi
introduzido a 423,22 Torr. Uma repetio do experimento com uma
diferente configurao do piv necessitou de uma presso de 293,22
Torr do fluorocarbono e 427,22 Torr do CHF 3. Qual a massa molar do
fluorocarbono? Proponha um frmula molecular.

10.Mesmo uma substncia to elementar e bem conhecida como argnio


ainda
recebe
ateno de pesquisadores. Stewart e Jacobsen publicaram uma
reviso
de
propriedades termodinmicas do argonio (R. B. Stewart e R. T.
Jacobsen,
J.
Phys.
Chem. Ref. De dados 18, 639 (1989)), que inclua a seguinte
isotrmica a 300K:
p/MP
a
0.400
0
0.500
0
0.600
0
0.800
0
1.000
1.500
2.000
2.500
3.000

Vm/(dm3
mol1)
6.2208
4.9736
4.1423
3.1031
2.4795
1.6483
1.2328
0.98357
0.81746

4.000

0.60998

(a) Calcule o segundo coeficiente do virial, B, nesta temperatura.


(b) Use um software para criuar uma linha de tendncia no-linear
para calcular o terceiro coeficiente do virial coeficiente, C, nesta
temperatura.

Você também pode gostar