Você está na página 1de 107

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS


ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA , SENDO OS SEUS
ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65


4 - NIRE

35300333578

01.02 - SEDE

1 - ENDEREÇO COMPLETO 2 - BAIRRO OU DISTRITO

Av. Magalhães de Castro, 12000 - PAVMTO3 Jardim Panorama


3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

05502-001 São Paulo SP


6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX

11 3702-1900 - -
11 - DDD 12 - FAX 13 - FAX 14 - FAX

11 3702-1900 - -
15 - E-MAIL

jhsf@jhsf.com.br

01.03 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia)

1 - NOME

Eduardo Silveira Câmara


2 - ENDEREÇO COMPLETO 3 - BAIRRO OU DISTRITO

Av. Magalhães de Castro, 12000 - PAVMTO3 Jardim Panorama


4 - CEP 5 - MUNICÍPIO 6 - UF

05502-001 São Paulo SP


7 - DDD 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEFONE 11 - TELEX

11 3702-1900 - -
12 - DDD 13 - FAX 14 - FAX 15 - FAX

11 3702-1900 - -
16 - E-MAIL

jhsf@jhsf.com.br

01.04 - REFERÊNCIA / AUDITOR

EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO TRIMESTRE ATUAL TRIMESTRE ANTERIOR

1 - INÍCIO 2 - TÉRMINO 3 - NÚMERO 4 - INÍCIO 5 - TÉRMINO 6 - NÚMERO 7 - INÍCIO 8 - TÉRMINO

01/01/2010 31/12/2010 1 01/01/2010 31/03/2010 4 01/10/2009 31/12/2009


9 - NOME/RAZÃO SOCIAL DO AUDITOR 10 - CÓDIGO CVM

Terco Grant Thornton Auditores Independentes 00635-1


11 - NOME DO RESPONSÁVEL TÉCNICO 12 - CPF DO RESP. TÉCNICO

Nelson Varandas dos Santos 089.932.158-55

14/05/2010 10:27:54 Pág: 1


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

01.05 - COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL

Número de Ações 1 - TRIMESTRE ATUAL 2 - TRIMESTRE ANTERIOR 3 - IGUAL TRIMESTRE EX. ANTERIOR

(Unidades) 31/03/2010 31/12/2009 31/03/2009


Do Capital Integralizado
1 - Ordinárias 426.374.825 426.374.825 426.374.825
2 - Preferenciais 0 0 0
3 - Total 426.374.825 426.374.825 426.374.825
Em Tesouraria
4 - Ordinárias 155.500 155.500 55.500
5 - Preferenciais 0 0 0
6 - Total 155.500 155.500 55.500

01.06 - CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA

1 - TIPO DE EMPRESA

Empresa Comercial, Industrial e Outras


2 - TIPO DE SITUAÇÃO

Operacional
3 - NATUREZA DO CONTROLE ACIONÁRIO

Privada Nacional
4 - CÓDIGO ATIVIDADE

3110 - Emp. Adm. Part. - Const. Civil, Mat. Const. e Decoração


5 - ATIVIDADE PRINCIPAL
Locação e administração de bens e negócios próprios e participação em outras sociedades, nacionais ou estrangeiras, como
acionista ou quotista.

6 - TIPO DE CONSOLIDADO

Total
7 - TIPO DO RELATÓRIO DOS AUDITORES

Sem Ressalva

01.07 - SOCIEDADES NÃO INCLUÍDAS NAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CONSOLIDADAS

1 - ITEM 2 - CNPJ 3 - DENOMINAÇÃO SOCIAL

01.08 - PROVENTOS EM DINHEIRO DELIBERADOS E/OU PAGOS DURANTE E APÓS O TRIMESTRE

1 - ITEM 2 - EVENTO 3 - APROVAÇÃO 4 - PROVENTO 5 - INÍCIO PGTO. 6 - ESPÉCIE E 7 - VALOR DO PROVENTO P/ AÇÃO
CLASSE DE
AÇÃO

01 RCA 23/12/2009 Juros Sobre Capital Próprio 12/01/2010 ON 0,1229413988


02 AGO/E 30/04/2010 Dividendo 11/05/2010 ON 0,0703862970

14/05/2010 10:27:56 Pág: 2


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

03.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2010 a 31/03/2010 4 - 01/01/2010 a 31/03/2010 5 - 01/01/2009 a 31/03/2009 6 - 01/01/2009 a 31/03/2009

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 0 0 0 0


3.02 Deduções da Receita Bruta 0 0 0 0
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 0 0 0 0
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos 0 0 0 0
3.05 Resultado Bruto 0 0 0 0
3.06 Despesas/Receitas Operacionais 6.389 6.389 261 261
3.06.01 Com Vendas (366) (366) (217) (217)
3.06.02 Gerais e Administrativas (5.411) (5.411) (4.785) (4.785)
3.06.03 Financeiras (414) (414) (4.301) (4.301)
3.06.03.01 Receitas Financeiras 5.025 5.025 819 819
3.06.03.02 Despesas Financeiras (5.439) (5.439) (5.120) (5.120)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 0 0 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais (183) (183) (2.001) (2.001)
3.06.05.01 Amortização do ágio 0 0 (1.503) (1.503)
3.06.05.02 Outras despesas operacionais (183) (183) (498) (498)
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 12.763 12.763 11.565 11.565
3.07 Resultado Operacional 6.389 6.389 261 261
3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0 0
3.08.01 Receitas 0 0 0 0
3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 6.389 6.389 261 261
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 0 0 22 22
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0 0
3.12.01 Participações 0 0 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0

14/05/2010 10:27:58 Pág: 7


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

03.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2010 a 31/03/2010 4 - 01/01/2010 a 31/03/2010 5 - 01/01/2009 a 31/03/2009 6 - 01/01/2009 a 31/03/2009

3.15 Lucro/Prejuízo do Período 6.389 6.389 283 283


NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 426.219.325 426.219.325 426.319.325 426.319.325
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,01499 0,01499 0,00066 0,00066
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)

14/05/2010 10:27:58 Pág: 8


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

- . . / -

01.09 - CAPITAL SOCIAL SUBSCRITO E ALTERAÇÕES NO EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO

1- ITEM 2 - DATA DA 3 - VALOR DO CAPITAL SOCIAL 4 - VALOR DA ALTERAÇÃO 5 - ORIGEM DA ALTERAÇÃO 7 - QUANTIDADE DE AÇÕES EMITIDAS 8 - PREÇO DA AÇÃO NA
ALTERAÇÃO EMISSÃO
(Reais Mil) (Reais Mil) (Unidades)
(Reais)

01.10 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES

1 - DATA 2 - ASSINATURA

13/05/2010

14/05/2010 10:27:57 Pág: 3


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

02.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 31/03/2010 4 - 31/12/2009

1 Ativo Total 1.260.732 1.254.151


1.01 Ativo Circulante 208.528 236.036
1.01.01 Disponibilidades 199.993 221.086
1.01.01.01 Caixa e Equivalente de caixa 199.993 221.086
1.01.02 Créditos 8.535 14.950
1.01.02.01 Clientes 0 0
1.01.02.02 Créditos Diversos 8.535 14.950
1.01.02.02.01 Créditos Diversos 462 382
1.01.02.02.02 Impostos e contribuições a recuperar 320 2.299
1.01.02.02.03 Dividendos a receber 2.246 7.581
1.01.02.02.04 Outros 0 0
1.01.02.02.05 Impostos e contribuições diferidos 0 0
1.01.02.02.06 Imóveis a Comercializar 5.507 4.688
1.01.03 Estoques 0 0
1.01.04 Outros 0 0
1.02 Ativo Não Circulante 1.052.204 1.018.115
1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 154.999 133.862
1.02.01.01 Créditos Diversos 8.112 7.074
1.02.01.01.01 Impostos e contribuições diferidos 0 0
1.02.01.01.02 Créditos diversos 8.112 7.074
1.02.01.02 Créditos com Pessoas Ligadas 5.912 9.112
1.02.01.02.01 Com Coligadas e Equiparadas 0 0
1.02.01.02.02 Com Controladas 5.912 9.112
1.02.01.02.03 Com Outras Pessoas Ligadas 0 0
1.02.01.03 Outros 140.975 117.676
1.02.01.03.01 Adiant. p/ futuro aumento de capital 140.162 116.863
1.02.01.03.02 Impostos e Contribuições Diferidos 813 813
1.02.02 Ativo Permanente 897.205 884.253
1.02.02.01 Investimentos 742.047 728.786
1.02.02.01.01 Participações Coligadas/Equiparadas 0 0
1.02.02.01.02 Participações Coligadas/Equiparadas-Ágio 0 0
1.02.02.01.03 Participações em Controladas 742.047 728.786
1.02.02.01.04 Participações em Controladas - Ágio 0 0
1.02.02.01.05 Outros Investimentos 0 0
1.02.02.02 Imobilizado 5.673 5.982
1.02.02.03 Intangível 149.485 149.485
1.02.02.04 Diferido 0 0

14/05/2010 10:27:57 Pág: 4


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

02.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 31/03/2010 4 - 31/12/2009

2 Passivo Total 1.260.732 1.254.151


2.01 Passivo Circulante 127.521 117.416
2.01.01 Empréstimos e Financiamentos 36.669 26.550
2.01.02 Debêntures 3.830 1.184
2.01.03 Fornecedores 777 2.432
2.01.04 Impostos, Taxas e Contribuições 1.017 10.647
2.01.05 Dividendos a Pagar 30.000 30.000
2.01.06 Provisões 0 0
2.01.07 Dívidas com Pessoas Ligadas 55.225 1.800
2.01.08 Outros 3 44.803
2.01.08.01 Juros Sobre Capital Próprio 0 44.803
2.01.08.02 Débitos Diversos 3 0
2.02 Passivo Não Circulante 193.141 203.927
2.02.01 Passivo Exigível a Longo Prazo 193.141 203.927
2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 88.046 98.713
2.02.01.02 Debêntures 99.293 99.227
2.02.01.03 Provisões 0 0
2.02.01.04 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0
2.02.01.05 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0
2.02.01.06 Outros 5.802 5.987
2.02.01.06.01 Prov Passivo Descoberto de Controlada 5.802 5.987
2.03 Resultados de Exercícios Futuros 0 0
2.05 Patrimônio Líquido 940.070 932.808
2.05.01 Capital Social Realizado 705.782 705.782
2.05.02 Reservas de Capital 1.130 940
2.05.02.01 Ações em tesouraria (483) (483)
2.05.02.02 Plano de outorga de ações 1.613 1.423
2.05.03 Reservas de Reavaliação 0 0
2.05.03.01 Ativos Próprios 0 0
2.05.03.02 Controladas/Coligadas e Equiparadas 0 0
2.05.04 Reservas de Lucro 234.636 228.247
2.05.04.01 Legal 19.419 19.419
2.05.04.02 Estatutária 0 0
2.05.04.03 Para Contingências 0 0
2.05.04.04 De Lucros a Realizar 0 0
2.05.04.05 Retenção de Lucros 215.217 208.828
2.05.04.06 Especial p/ Dividendos Não Distribuídos 0 0
2.05.04.07 Outras Reservas de Lucro 0 0
2.05.05 Ajustes de Avaliação Patrimonial (1.478) (2.161)
2.05.05.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0
2.05.05.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0

14/05/2010 10:27:57 Pág: 5


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

02.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -31/03/2010 4 -31/12/2009

2.05.05.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0


2.05.06 Lucros/Prejuízos Acumulados 0 0
2.05.07 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0

14/05/2010 10:27:57 Pág: 6


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

04.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2010 a 31/03/2010 4 - 01/01/2010 a 31/03/2010 5 - 01/01/2009 a 31/03/2009 6 - 01/01/2009 a 31/03/2009

4.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais (3.895) (3.895) 11.326 11.326

4.01.01 Caixa Gerado nas Operações 2.016 2.016 (3.365) (3.365)

4.01.01.01 Lucro Líquido do exercício 6.389 6.389 283 283

4.01.01.02 Depreciação e Amortização 328 328 333 333

4.01.01.03 Amortização do Ágio 0 0 1.503 1.503

4.01.01.04 Variações Monetárias Líquidas 7.872 7.872 5.024 5.024

4.01.01.05 Resultado com Equivalência Patrimonial (12.763) (12.763) (11.566) (11.566)

4.01.01.06 Despesas com Plano de Opções de Ações3 190 190 191 191

4.01.01.07 Efeitos na Conv. de Invest. no Exterior 0 0 867 867

4.01.02 Variações nos Ativos e Passivos (5.911) (5.911) 14.691 14.691

4.01.02.01 Impostos e Contribuições a Recuperar 1.979 1.979 (348) (348)

4.01.02.02 Outras Contas a Receber (1.118) (1.118) 548 548

4.01.02.03 Dividendos Recebidos 5.335 5.335 14.953 14.953

4.01.02.04 Fornecedores (1.658) (1.658) 47 47

4.01.02.05 Obrigações Trabalhistas e Tibutárias (9.630) (9.630) (487) (487)

4.01.02.06 Impostos e Contribuições Diferidos 0 0 (22) (22)

4.01.02.07 Imóveis Destinados a Venda (819) (819) 0 0

4.01.03 Outros 0 0 0 0

4.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento (18) (18) (635) (635)

4.02.02 Desmbolso do Ativo Imobilizado (18) (18) (635) (635)

4.03 Caixa Líquido Atividades Financiamento (17.180) (17.180) (24.481) (24.481)

4.03.01 Empréstimos e Financiamentos (5.706) (5.706) (4.863) (4.863)

4.03.02 Débitos Diversos 3 3 (867) (867)

4.03.03 Receb/Pagto Pass. ELP mútuo Controladas 0 0 100 100

4.03.04 Partes Relacionadas 53.425 53.425 0 0

4.03.05 Receb/Pagto Ativo RLP 3.200 3.200 0 0

4.03.06 Adto para Futuro Aumento de Capital (23.299) (23.299) (18.851) (18.851)

14/05/2010 10:27:58 Pág: 9


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

04.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -01/01/2010 a 31/03/2010 4 -01/01/2010 a 31/03/2010 5 - 01/01/2009 a 31/03/200901/01/20096a- 31/03/2009


01/01/2009 a 31/03/200901/01/2009 a 31/03/2009

4.03.07 Juros Sobre Capital Próprio Pagos (44.803) (44.803) 0 0

4.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 0 0 0 0

4.05 Aumento(Redução) de Caixa e Equivalentes (21.093) (21.093) (13.790) (13.790)

4.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 221.086 221.086 25.082 25.082

4.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 199.993 199.993 11.292 11.292

14/05/2010 10:27:58 Pág: 10


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

05.01 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2010 a 31/03/2010 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO ACUMULADOS AVALIAÇÃO LÍQUIDO
PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 705.782 940 0 228.247 0 (2.161) 932.808

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 0 0 0 0

5.03 Saldo Ajustado 705.782 940 0 228.247 0 (2.161) 932.808

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0 0 6.389 0 6.389

5.05 Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.05.01 Dividendos 0 0 0 0 0 0 0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0 0 0 0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0 0 0 0 0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0 0 0 683 683

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0 0 0 0 0

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0 0 0 0 0

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0 0 0 0 0

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0 0 0 0 0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 190 0 0 0 0 190

5.09.01 Plano de Outorga de Ações 0 190 0 0 0 0 190

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0 0 0 0 0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.12 Outros 0 0 0 0 0 0 0

5.13 Saldo Final 705.782 1.130 0 228.247 6.389 (1.478) 940.070

14/05/2010 10:28:00 Pág: 11


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

05.02 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2010 a 31/03/2010 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO ACUMULADOS AVALIAÇÃO LÍQUIDO
PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 705.782 940 0 228.247 0 (2.161) 932.808

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 0 0 0 0

5.03 Saldo Ajustado 705.782 940 0 228.247 0 (2.161) 932.808

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0 0 6.389 0 6.389

5.05 Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.05.01 Dividendos 0 0 0 0 0 0 0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0 0 0 0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0 0 0 0 0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0 0 0 683 683

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0 0 0 0 0

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0 0 0 0 0

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0 0 0 0 0

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0 0 0 0 0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 190 0 0 0 0 190

5.09.01 Plano de Outorga de Ações 0 190 0 0 0 0 190

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0 0 0 0 0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.12 Outros 0 0 0 0 0 0 0

5.13 Saldo Final 705.782 1.130 0 228.247 6.389 (1.478) 940.070

14/05/2010 10:28:01 Pág: 12


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

08.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 31/03/2010 4 - 31/12/2009

1 Ativo Total 1.794.875 1.841.647


1.01 Ativo Circulante 832.015 908.859
1.01.01 Disponibilidades 397.840 396.152
1.01.01.01 Caixa e Equivalentes de Caixa 397.840 396.152
1.01.02 Créditos 434.175 512.707
1.01.02.01 Clientes 0 0
1.01.02.02 Créditos Diversos 434.175 512.707
1.01.02.02.01 Contas a receber 240.866 297.143
1.01.02.02.02 Imóveis a comercializar 152.167 167.956
1.01.02.02.03 Créditos diversos 11.322 11.321
1.01.02.02.04 Impostos e contribuições a recuperar 3.427 10.901
1.01.02.02.05 Impostos e contribuições diferidos 8.025 7.152
1.01.02.02.06 Despesas com vendas a apropriar 18.368 18.234
1.01.02.02.07 Outros Créditos 0 0
1.01.03 Estoques 0 0
1.01.04 Outros 0 0
1.02 Ativo Não Circulante 962.860 932.788
1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 313.583 286.580
1.02.01.01 Créditos Diversos 313.583 286.580
1.02.01.01.01 Aplicações Financeiras 0 0
1.02.01.01.02 Imóveis a comercializar 192.553 161.524
1.02.01.01.03 Créditos diversos 37.945 37.258
1.02.01.01.04 Partes relacionadas 4.100 4.100
1.02.01.01.05 Contas a receber 77.313 80.914
1.02.01.01.06 Impostos e contribuições diferidos 1.672 2.784
1.02.01.02 Créditos com Pessoas Ligadas 0 0
1.02.01.02.01 Com Coligadas e Equiparadas 0 0
1.02.01.02.02 Com Controladas 0 0
1.02.01.02.03 Com Outras Pessoas Ligadas 0 0
1.02.01.03 Outros 0 0
1.02.02 Ativo Permanente 649.277 646.208
1.02.02.01 Investimentos 0 0
1.02.02.01.01 Participações Coligadas/Equiparadas 0 0
1.02.02.01.02 Participações em Controladas 0 0
1.02.02.01.03 Outros Investimentos 0 0
1.02.02.02 Imobilizado 457.034 452.716
1.02.02.03 Intangível 166.874 167.155
1.02.02.04 Diferido 25.369 26.337

14/05/2010 10:28:01 Pág: 13


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

08.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 31/03/2010 4 - 31/12/2009

2 Passivo Total 1.794.875 1.841.647


2.01 Passivo Circulante 429.369 458.599
2.01.01 Empréstimos e Financiamentos 109.738 94.655
2.01.02 Debêntures 3.830 1.184
2.01.03 Fornecedores 28.891 34.978
2.01.04 Impostos, Taxas e Contribuições 0 0
2.01.05 Dividendos a Pagar 30.000 30.000
2.01.06 Provisões 0 0
2.01.07 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0
2.01.08 Outros 256.910 297.782
2.01.08.01 Obrigações trabalhistas e tributárias 10.772 24.498
2.01.08.02 Impostos e contribuições diferidos 16.358 15.991
2.01.08.03 Credores por imóveis compromissados 40.292 29.152
2.01.08.04 Débitos diversos 3.702 2.953
2.01.08.05 Adiantamento de clientes 185.786 180.385
2.01.08.06 Cédulas de crédito imobiliário 0 0
2.01.08.08 Juros sobre Capital Próprio a Pagar 0 44.803
2.02 Passivo Não Circulante 415.239 440.272
2.02.01 Passivo Exigível a Longo Prazo 415.239 440.272
2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 222.518 249.678
2.02.01.02 Debêntures 99.293 99.227
2.02.01.03 Provisões 2.729 2.638
2.02.01.03.01 Provisões para riscos 2.729 2.638
2.02.01.04 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0
2.02.01.05 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0
2.02.01.06 Outros 90.699 88.729
2.02.01.06.01 Obrigações trabalhistas e tributárias 4.847 5.183
2.02.01.06.02 Impostos e contribuições diferidos 0 0
2.02.01.06.03 Credores por imóveis compromissados 83.097 80.492
2.02.01.06.04 Partes relacionadas 1.723 1.723
2.02.01.06.05 Cédulas de crédito imobiliário 0 0
2.02.01.06.06 Débitos diversos 1.032 1.331
2.03 Resultados de Exercícios Futuros 0 0
2.04 Part. de Acionistas Não Controladores 10.197 9.968
2.05 Patrimônio Líquido 940.070 932.808
2.05.01 Capital Social Realizado 705.782 705.782
2.05.02 Reservas de Capital 1.130 940
2.05.02.01 Plano de outorga de ações 1.613 1.423
2.05.02.02 Ações em tesouraria (483) (483)
2.05.03 Reservas de Reavaliação 0 0
2.05.03.01 Ativos Próprios 0 0

14/05/2010 10:28:02 Pág: 14


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

08.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -31/03/2010 4 -31/12/2009

2.05.03.02 Controladas/Coligadas e Equiparadas 0 0


2.05.04 Reservas de Lucro 234.636 228.247
2.05.04.01 Legal 19.419 19.419
2.05.04.02 Estatutária 0 0
2.05.04.03 Para Contingências 0 0
2.05.04.04 De Lucros a Realizar 0 0
2.05.04.05 Retenção de Lucros 215.217 208.828
2.05.04.06 Especial p/ Dividendos Não Distribuídos 0 0
2.05.04.07 Outras Reservas de Lucro 0 0
2.05.05 Ajustes de Avaliação Patrimonial (1.478) (2.161)
2.05.05.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0
2.05.05.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0
2.05.05.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0
2.05.06 Lucros/Prejuízos Acumulados 0 0
2.05.07 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0

14/05/2010 10:28:02 Pág: 15


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

09.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2010 a 31/03/2010 4 - 01/01/2010 a 31/03/2010 5 - 01/01/2009 a 31/03/2009 6 - 01/01/2009 a 31/03/2009

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 118.163 118.163 135.831 135.831
3.01.01 Receita com venda de imóveis 94.404 94.404 109.112 109.112
3.01.02 Receita com Shoppings centers 6.285 6.285 11.729 11.729
3.01.03 Receita com hotéis 6.189 6.189 5.974 5.974
3.01.04 Receita da prestação de serviços 11.285 11.285 9.016 9.016
3.02 Deduções da Receita Bruta (7.691) (7.691) (7.248) (7.248)
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 110.472 110.472 128.583 128.583
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (72.043) (72.043) (85.224) (85.224)
3.04.01 Custo com venda de imóveis (59.355) (59.355) (72.163) (72.163)
3.04.02 Custo com shoppings centers (4.982) (4.982) (6.145) (6.145)
3.04.03 Custo com hotéis (3.025) (3.025) (2.965) (2.965)
3.04.04 Custo com prestação de serviços (4.681) (4.681) (3.951) (3.951)
3.05 Resultado Bruto 38.429 38.429 43.359 43.359
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (30.477) (30.477) (37.561) (37.561)
3.06.01 Com Vendas (9.297) (9.297) (15.731) (15.731)
3.06.02 Gerais e Administrativas (15.485) (15.485) (15.488) (15.488)
3.06.03 Financeiras (3.602) (3.602) (3.639) (3.639)
3.06.03.01 Receitas Financeiras 8.962 8.962 6.449 6.449
3.06.03.02 Despesas Financeiras (12.564) (12.564) (10.088) (10.088)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 0 0 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais (2.567) (2.567) (3.149) (3.149)
3.06.05.01 Amortização do ágio 0 0 (1.503) (1.503)
3.06.05.02 Outras despesas operacionais (2.567) (2.567) (1.646) (1.646)
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 474 474 446 446
3.07 Resultado Operacional 7.952 7.952 5.798 5.798
3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0 0
3.08.01 Receitas 0 0 0 0

14/05/2010 10:28:02 Pág: 16


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

09.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2010 a 31/03/2010 4 - 01/01/2010 a 31/03/2010 5 - 01/01/2009 a 31/03/2009 6 - 01/01/2009 a 31/03/2009

3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 7.952 7.952 5.798 5.798
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social (1.334) (1.334) (5.108) (5.108)
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0 0
3.12.01 Participações 0 0 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.14 Part. de Acionistas Não Controladores (229) (229) (407) (407)
3.15 Lucro/Prejuízo do Período 6.389 6.389 283 283
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 426.219.325 426.219.325 426.319.325 426.319.325
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,01499 0,01499 0,00066 0,00066
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)

14/05/2010 10:28:02 Pág: 17


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2010 a 31/03/2010 4 - 01/01/2010 a 31/03/2010 5 - 01/01/2009 a 31/03/2009 6 - 01/01/2009 a 31/03/2009

4.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais 63.990 63.990 40.761 40.761

4.01.01 Caixa Gerado nas Operações 26.827 26.827 19.113 19.113

4.01.01.01 Lucro Líquido do Exercício 6.389 6.389 283 283

4.01.01.02 Depreciação e Amortização 6.967 6.967 7.706 7.706

4.01.01.03 Amortização do Ágio 0 0 1.503 1.503

4.01.01.04 Variações Monetárias Líquidas 12.753 12.753 8.968 8.968

4.01.01.05 Resultado com Equivalência Patrimonial (474) (474) (446) (446)

4.01.01.06 Particip. de Minoritários em Controladas 229 229 407 407

4.01.01.07 Despesas com Plano de Opções de Ações 190 190 191 191

4.01.01.08 Efeitos na Conv. de Invest. no Exterior 683 683 501 501

4.01.01.09 Provisão para Contingência 90 90 0 0

4.01.02 Variações nos Ativos e Passivos 37.163 37.163 21.648 21.648

4.01.02.01 Contas a Receber 59.878 59.878 (5.936) (5.936)

4.01.02.02 Imóveis destinados a venda (15.241) (15.241) 19.960 19.960

4.01.02.03 Impostos e Contribuições a Recuperar 7.473 7.473 (1.410) (1.410)

4.01.02.04 Despesas com Vendas a Apropriar (133) (133) (1.438) (1.438)

4.01.02.05 Outras Contas a Receber (688) (688) 7.781 7.781

4.01.02.06 Fornecedores (6.073) (6.073) (8.634) (8.634)

4.01.02.07 Obrigações Trabalhistas e Tributárias (14.061) (14.061) (3.257) (3.257)

4.01.02.08 Adiantamento de Clientes 5.401 5.401 16.262 16.262

4.01.02.09 Impostos e Contribuições Diferidos 607 607 (607) (607)

4.01.02.10 Cédulas de Crédito Imobiliário 0 0 (1.073) (1.073)

4.01.03 Outros 0 0 0 0

4.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento (9.562) (9.562) (1.405) (1.405)

4.02.01 Desembolsos do Ativo Imobilizado (9.562) (9.562) (1.405) (1.405)

4.03 Caixa Líquido Atividades Financiamento (52.740) (52.740) (31.796) (31.796)

4.03.01 Empréstimos e Financiamentos (22.117) (22.117) (15.522) (15.522)

14/05/2010 10:28:02 Pág: 18


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -01/01/2010 a 31/03/2010 4 -01/01/2010 a 31/03/2010 5 - 01/01/2009 a 31/03/200901/01/20096a- 31/03/2009


01/01/2009 a 31/03/200901/01/2009 a 31/03/2009

4.03.02 Credores por Imóveis Compromissados 13.746 13.746 (15.255) (15.255)

4.03.03 Débitos Diversos 434 434 (1.064) (1.064)

4.03.04 Receb/Pagto. ELP mútuo Controladas 0 0 41 41

4.03.05 Juros Sobre Capital Próprio (44.803) (44.803) 0 0

4.03.07 Participação Minoritária em Controladas 0 0 4 4

4.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 0 0 0 0

4.05 Aumento(Redução) de Caixa e Equivalentes 1.688 1.688 7.560 7.560

4.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 396.152 396.152 177.270 177.270

4.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 397.840 397.840 184.830 184.830

14/05/2010 10:28:02 Pág: 19


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

11.01 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2010 a 31/03/2010 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO ACUMULADOS AVALIAÇÃO LÍQUIDO
PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 705.782 940 0 228.247 0 (2.161) 932.808

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 0 0 0 0

5.03 Saldo Ajustado 705.782 940 0 228.247 0 (2.161) 932.808

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0 0 6.389 0 6.389

5.05 Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.05.01 Dividendos 0 0 0 0 0 0 0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0 0 0 0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0 0 0 0 0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0 0 0 683 683

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0 0 0 0 0

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0 0 0 0 0

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0 0 0 0 0

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0 0 0 0 0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 190 0 0 0 0 190

5.09.01 Plano de Outorga de Ações 0 190 0 0 0 0 190

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0 0 0 0 0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.12 Outros 0 0 0 0 0 0 0

5.13 Saldo Final 705.782 1.130 0 228.247 6.389 (1.478) 940.070

14/05/2010 10:28:03 Pág: 20


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

11.02 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2010 a 31/03/2010 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO ACUMULADOS AVALIAÇÃO LÍQUIDO
PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 705.782 940 0 228.247 0 (2.161) 932.808

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 0 0 0 0

5.03 Saldo Ajustado 705.782 940 0 228.247 0 (2.161) 932.808

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0 0 6.389 0 6.389

5.05 Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.05.01 Dividendos 0 0 0 0 0 0 0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0 0 0 0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0 0 0 0 0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0 0 0 683 683

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0 0 0 0 0

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0 0 0 0 0

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0 0 0 0 0

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0 0 0 0 0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 190 0 0 0 0 190

5.09.01 Plano de Outorga de Ações 0 190 0 0 0 0 190

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0 0 0 0 0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.12 Outros 0 0 0 0 0 0 0

5.13 Saldo Final 705.782 1.130 0 228.247 6.389 (1.478) 940.070

14/05/2010 10:28:03 Pág: 21


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Notas explicativas às informações trimestrais


(individual e consolidado) para o período de três
meses findo em 31 de março de 2010
(Valores expressos em milhares de Reais, exceto quando indicado de outra forma)

1. Contexto operacional

A JHSF Participações S.A. (“Companhia”) é uma sociedade por ações de capital


aberto, constituída em 29 de Junho de 2006, com o objetivo principal de atuar
como holding, participando do capital de outras sociedades, dedicadas
primariamente as atividades de incorporação, compra e venda de imóveis
residenciais e comerciais, a construção e exploração de shoppings centers,
compra e venda de mercadorias, a locação de imóveis comerciais próprios, a
prestação de serviços de administração, gestão de contratos e outros correlatos, a
exploração de atividades hoteleiras e turísticas em geral e administração de bens
próprios.

2. Estrutura societária

A Companhia possui participações diretas e indiretas nas seguintes controladas,


segregadas por atividade de negócio:

03-2010 12-2009
Atividade de negócio / Sociedades controladas Participação - % Participação - %
Incorporações imobiliárias Direta Indireta Direta Indireta
JHSF Incorporações S.A. 99,99 - 99,99 -
Companhia Boa Vista de Desenvolvimento Imobiliário S.A. 99,99 - 99,99 -
JHSF (Uruguay) S.A. 99,99 - 99,99 -
Aveiro Incorporações S.A. 99,99 - 99,99 -
JHSF Belém Empreendimentos e Incorporações S.A. 99,99 - 99,99 -
JHSF Salvador Empreendimentos e Incorporações S.A. 99,99 - 99,99 -
JHSF Porto Alegre Empreendimentos e Incorporações S.A. 99,99 - 99,99 -
Santa Marina Desenvolvimento Imobiliário Ltda. - 99,99 - 99,99

Shoppings centers
JHSF Shoppings S.A. 99,99 - 99,99 -
Shopping Cidade Jardim S.A. - 99,99 - 99,99
Companhia Metrô Norte S.A. 99,99 - 99,99 -
JHSF Manaus Empreendimentos e Incorporações S.A. 99,99 - 99,99 -
H Brasil Comércio Importação e Exportação S.A. 99,99 - 99,99 -

03-2010 12-2009

14/05/2010 10:28:08 Pág: 22


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Atividade de negócio / Sociedades controladas Participação - % Participação - %


Hotéis Direta Indireta Direta Indireta
Hotéis Fasano & Resorts S.A. 60,00 - 60,00 -
Hotel Marco Internacional S.A. 13,90 51,66 13,90 51,66

Prestação de serviços e locações


Companhia Patrimonial de Imóveis Comerciais S.A. 99,99 - 99,99 -
Companhia Administradora de Empreendimentos e Serviços S.A. 99,99 - 99,99 -
Sociedade Administradora de Estacionamentos e Serviços S.A. 99,99 - 99,99 -
Bela Vista Administradora de Condomínios e Shopping Center S.A. - 99,99 - 99,99
Corbas Administradora de Bens S.A. 99,99 - 99,99 -
Boa Vista Serviços de Concierge Ltda - 99,99 - 99,99

3. Base de elaboração e apresentação das informações


trimestrais
As informações trimestrais apresentadas, individuais (JHSF Participações S.A.) e
consolidadas (JHSF Participações S.A. e suas controladas), contêm informações
contábeis relativas ao trimestre findo em 31 de março de 2010, e foram preparadas
de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, com base nas
disposições contidas na Lei das Sociedades por Ações - Lei nº 6.404/76 alteradas
pela Lei nº 11.638/07 e pela Lei nº 11.941/09, nas normas estabelecidas pela
Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e nos Pronunciamentos, nas Orientações
e nas Interpretações emitidas pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC).
A autorização para conclusão destas informações trimestrais foi dada pela
Administração em 13 de maio de 2010.

3.1. Novos pronunciamentos contábeis aprovados em 2009

Com o advento da Lei nº 11.638/07, que atualizou a legislação societária brasileira,


para possibilitar o processo de convergência das práticas contábeis adotadas no
Brasil com as normas internacionais de contabilidade (IFRS), novas normas e
pronunciamentos técnicos contábeis vêm sendo expedidos pelo CPC.
Durante o exercício de 2009, novos pronunciamentos técnicos foram emitidos pelo
CPC e aprovados por Deliberações da CVM, para aplicação mandatória no
exercício de 2010. A Deliberação CVM nº 603/09, aprovada em 10 de novembro de
2009, facultou às Companhias Abertas a apresentação das informações trimestrais
durante o exercício de 2010 conforme as normas contábeis vigentes até 31 de
dezembro de 2009. Devido à complexidade dos cálculos e à relevância dos
possíveis efeitos que a adoção dos novos pronunciamentos possa gerar nas
demonstrações contábeis, a Companhia optou por apresentar as informações
trimestrais para o trimestre findo em 31 de março de 2010 de acordo com as
normas vigentes até 31 de dezembro de 2009. A seguir estão apresentados os
CPCs que poderão ser aplicáveis à Companhia, considerando suas operações,
bem como os principais impactos sobre suas demonstrações contábeis:

14/05/2010 10:28:08 Pág: 23


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

CPC n. Área de abrangência


17 Contratos de construção
18 Investimento em coligada e em controlada
20 Custos dos empréstimos
22 Informação por segmento
24 Evento subseqüente
25 Provisões, passivos contingentes e ativos contingentes
26 Apresentação das demonstrações contábeis
27 Ativo imobilizado
28 Propriedade para investimento
30 Receitas
32 Tributos sobre o lucro
33 Benefícios a empregados
36 Demonstrações consolidadas
37 Adoção inicial das normas internacionais de contabilidade
38, 39 e 40 Instrumentos financeiros: reconhecimento e mensuração; apresentação;
evidenciação
43 Adoção inicial dos pronunciamentos técnicos CPC 15 a 40
ICPC 02 Contrato de construção do setor imobiliário
ICPC 04 Alcance do Pronunciamento Técnico CPC 10 – Pagamento baseado em
ações
ICPC 05 Pronunciamento Técnico CPC 10 - Pagamento baseado em ações –
Transações de ações do grupo e em tesouraria
ICPC 08 Contabilização da proposta de pagamento de dividendos
ICPC 09 Demonstrações contábeis individuais, demonstrações separadas,
demonstrações consolidadas e aplicação de equivalência patrimonial

A Administração da Companhia está analisando os impactos decorrentes da


aplicação dos novos pronunciamentos técnicos emitidos pelo CPC, destacando a
análise da Interpretação Técnica ICPC 02 - Contrato de Construção do Setor
Imobiliário, uma vez que o registro das receitas de contratos de venda decorrentes
da incorporação de unidades imobiliárias poderá ser substancialmente alterado. De
acordo com o ICPC 02, a Companhia deverá analisar se, para as receitas de
contratos de venda decorrentes da incorporação de unidades imobiliárias, devem
ser aplicados os critérios de reconhecimento de receita de acordo com
pronunciamento técnico CPC 30 – Receitas, ou aplicar o CPC 17 – Contratos de
construção. Até o período findo em 31 de março de 2010, a Companhia tem
adotado os critérios de reconhecimento de receita que se aproximam das normas
constantes do CPC 17, ou seja, se utiliza do método do percentual de conclusão
de cada empreendimento, sendo esse percentual mensurado em razão do custo
incorrido em relação ao custo total orçado. Entretanto, caso a aplicação do ICPC
02 venha a determinar que o CPC 30 deva ser aplicado, a receita provavelmente
seria reconhecida somente na conclusão do empreendimento, quando as
seguintes condições fossem atendidas: (a) a entidade tenha transferido para o
comprador os riscos e benefícios mais significativos inerentes à propriedade dos
bens; (b) a entidade não mantenha envolvimento continuado na gestão dos bens
vendidos em grau normalmente associado à propriedade nem efetivo controle de

14/05/2010 10:28:08 Pág: 24


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

tais bens; (c) o valor da receita possa ser confiavelmente mensurado; (d) for
provável que os benefícios econômicos associados à transação fluirão para a
entidade e; (e) as despesas incorridas ou a serem incorridas, referentes à
transação, possam ser confiavelmente mensuradas.
A aplicação dessa norma envolve mudança significativa de sistemas e recálculos
da receita e custos de anos anteriores, e assim, o efeito da possível adoção não
era conhecido até a emissão destas informações trimestrais.
A Companhia, caso aplicável, irá reapresentar as informações trimestrais de 2010
comparativamente com as informações trimestrais de 2009, também ajustadas às
normas contábeis aprovadas em 2009, até a data de apresentação das
demonstrações contábeis para o exercício a findar em 31 de dezembro de 2010.

4. Principais práticas contábeis

a. Apuração do resultado

a.1. Venda de imóveis

Nas vendas a prazo de unidade concluída, o resultado é apropriado no momento


em que a venda é efetivada, independentemente do prazo de recebimento do valor
contratual.
Os juros pré-fixados são apropriados ao resultado, observando o regime de
competência, independentemente de seu recebimento.
Nas vendas de unidades não concluídas, foram observados os procedimentos e
normas estabelecidos pela Resolução CFC n.º 963/03 do Conselho Federal de
Contabilidade e pela Orientação OCPC 01, quais sejam:
• O custo incorrido das unidades vendidas, incluindo o custo do terreno, é
apropriado integralmente ao resultado;
• É apurado o percentual do custo incorrido das unidades vendidas,
incluindo o terreno, em relação ao seu custo total orçado, sendo esse
percentual aplicado sobre a receita das unidades vendidas, ajustada
segundo as condições dos contratos de venda, sendo assim determinado
o montante das receitas a serem reconhecidas;
• Os montantes da receita de venda apurada, incluindo a atualização
monetária, líquido das parcelas já recebidas, são contabilizados como
contas a receber, ou como adiantamentos de clientes, quando aplicável.

Os saldos das operações com venda de imóveis em construção que de acordo


com os critérios estabelecidos pela Resolução CFC nº 963/03 deixaram de compor
os saldos das contas patrimoniais encontram-se detalhados na Nota nº 18.
Os encargos financeiros das operações de empréstimos e financiamentos para
operações imobiliárias, vinculados aos empreendimentos durante o período de
desenvolvimento e construção, são capitalizados aos estoques de imóveis e

14/05/2010 10:28:08 Pág: 25


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

refletidos no resultado por ocasião da venda das unidades imobiliárias às quais


estão relacionados.

a.2. Prestação de serviços, locações e demais atividades

As receitas, os custos e as despesas são registrados em conformidade com o


regime de competência dos exercícios.

b. Ativos, circulante e não circulante

b.1. Caixa e equivalentes de caixa são classificados em conformidade com seu prazo
de realização, sendo demonstrados ao custo de aquisição, acrescidos dos
rendimentos auferidos até as datas de encerramento dos exercícios e deduzidos,
quando aplicável, de provisão para ajuste ao seu valor líquido de realização. As
aplicações financeiras incluídas nos equivalentes de caixa são classificadas na
categoria “ativos financeiros ao valor justo por meio do resultado”. A Companhia
possui um Fundo de Investimento Exclusivo o qual se encontra integralmente
consolidado.

b.2. As contas a receber decorrentes da venda de imóveis são apresentadas a valores


presentes de realização e reconhecidas de acordo com os critérios descritos na
Nota nº 4.a.1. A provisão para devedores duvidosos é constituída por valor
considerado suficiente para cobrir as perdas estimadas na realização dos créditos
decorrentes de contratos de locação, venda de mercadorias e prestação de
serviços. Em relação à atividade de venda de imóveis, a provisão para devedores
duvidosos foi considerada desnecessária, tendo em vista que esses créditos
possuem garantia real das unidades imobiliárias vendidas, na medida em que a
concessão das correspondentes escrituras ocorre mediante a liquidação e/ou
negociação dos recebíveis dos clientes.
b.3. Os imóveis a comercializar estão demonstrados ao custo de aquisição de terrenos
e incluem os custos acumulados com a construção e custos financeiros elegíveis
aos empreendimentos imobiliários, que não excede ao seu valor líquido de
realização. Os terrenos adquiridos por intermédio de permuta física, conforme
Orientação OCPC 01, são avaliados pelo valor justo.
b.4. As despesas com vendas a apropriar estão representadas por comissões pagas,
diretamente relacionadas com cada empreendimento, sendo apropriadas ao
resultado observando-se o mesmo critério adotado para reconhecimento das
receitas e custos das unidades vendidas (Nota n.º 4 (a.1.)).
b.5. Os demais ativos são apresentados ao valor de custo ou de realização, incluindo,
quando aplicável, os rendimentos e variações monetárias incorridos.

14/05/2010 10:28:08 Pág: 26


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

b.6. Os investimentos em controladas são registrados inicialmente ao custo de


aquisição e avaliados pelo método de equivalência patrimonial.

b.7. O imobilizado é registrado ao custo de aquisição, formação ou construção. A


depreciação dos bens é calculada pelo método linear, às taxas mencionadas na
nota explicativa nº 11.

b.8. Ativos intangíveis adquiridos separadamente são mensurados no reconhecimento


inicial ao custo de aquisição e, posteriormente, deduzidos da amortização
acumulada e perdas do valor recuperável, quando aplicável. Os ágios gerados nas
aquisições de investimentos ocorridos até 31 de dezembro de 2008, que possuem
como fundamento econômico a rentabilidade futura (sem prazos definidos), foram
amortizados pelo método linear até essa data. Desde 1º de janeiro de 2009 não
são mais amortizados, porém estão sujeitos a teste de avaliação do valor
recuperável (Impairment). Os ágios que possuem como fundamento econômico a
rentabilidade futura com prazo definido, continuam a ser amortizados, e também
estão sujeitos a teste de avaliação do valor recuperável.

c. Avaliação do valor recuperável de ativos (teste de “impairment”)

O valor contábil líquido dos principais ativos é revisado anualmente com o objetivo
de avaliar eventos ou mudanças nas circunstâncias econômicas, operacionais ou
tecnológicas, que possam indicar deterioração ou perda de seu valor recuperável.
Quando tais evidências são identificadas, e o valor contábil líquido excede o valor
recuperável, é constituída provisão para deterioração ajustando o valor contábil
líquido ao valor recuperável.

d. Passivos, circulante e não circulante


São demonstrados por valores conhecidos ou calculáveis, acrescidos, quando
aplicável, dos correspondentes encargos e variações monetárias ou cambiais
incorridos.

d.1. Debêntures
Reconhecida inicialmente quando do recebimento dos recursos, liquida dos custos
de transação. Em seguida, são apresentadas pelo método do custo amortizado.

e. Ajuste a valor presente de ativos e passivos


Os ativos e passivos monetários de longo prazo e relevantes de curto prazo são
avaliados e ajustados, quando aplicável, pelo seu valor presente, levando em
consideração os fluxos de caixa contratuais previstos.

14/05/2010 10:28:08 Pág: 27


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Entidades de incorporação imobiliária, nas vendas a prazo de unidades não


concluídas, apresentam recebíveis com atualização monetária, inclusive a parcela
das chaves, sem juros, os quais devem ser descontados a valor presente, uma vez
que os índices de atualização monetária contratados não incluem o componente de
juros. O registro e a reversão do ajuste a valor presente são realizados tendo como
contrapartida o próprio grupo de receitas de incorporação imobiliária.
Para outros ativos e passivos sujeitos ao ajuste a valor presente o registro e a
reversão são alocados nas linhas de receita e despesa financeira.
A taxa de desconto utilizada pela Companhia possui como fundamento e premissa
a taxa média dos empréstimos e financiamentos obtidos, líquida dos efeitos
inflacionários do INCC, e são comparadas à remuneração da NTN-B, utilizando-se
a maior taxa apurada.

f. Imposto de renda e contribuição social sobre o lucro


Conforme permitido pela legislação fiscal, as receitas relacionadas às vendas de
unidades imobiliárias são tributadas com base no regime de caixa e não com base
no critério descrito anteriormente para reconhecimento dessas receitas.
O imposto de renda e a contribuição social são calculados, observando os critérios
estabelecidos pela legislação fiscal vigente, pelas alíquotas regulares de 15%
acrescida de adicional de 10% para o imposto de renda e de 9% para a
contribuição social. Conforme facultado pela legislação tributária, certas
controladas optaram pelo regime de lucro presumido. Para essas sociedades, a
base de cálculo do imposto de renda é calculada à razão de 8% (incorporação
imobiliária) e 32% (prestação de serviços e locações), a da contribuição social à
razão de 12% (incorporação imobiliária) e 32% (prestação de serviços e locações)
e 100% sobre as receitas financeiras, sobre as quais se aplicam as alíquotas
regulares do respectivo imposto e contribuição.
Os edifícios comerciais e residenciais do empreendimento “Parque Cidade Jardim”
e alguns outros projetos realizados pelas controladas foram incorporados na
sistemática do Patrimônio Afetado. Sendo assim, optou-se pela tributação de seus
resultados em conformidade com o Regime Especial de Tributação (RET), onde as
receitas operacionais com venda de imóveis foram tributadas, de forma definitiva, à
alíquota de 6% (alíquota que abrange inclusive as contribuições para a COFINS e
para o PIS/PASEP).
Para as empresas em que a prática contábil difere da prática fiscal, é calculado um
passivo ou ativo de imposto de renda e contribuição social diferidos para refletir
quaisquer diferenças temporárias, comentado na Nota n.º 16.

g. Ativos e passivos contingentes e obrigações legais


As práticas contábeis para registro e divulgação de ativos e passivos contingentes
e obrigações legais são as seguintes:

14/05/2010 10:28:08 Pág: 28


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

 Ativos contingentes são reconhecidos somente quando há garantias reais ou


decisões judiciais favoráveis, transitadas em julgado. Os ativos contingentes com
êxitos prováveis são apenas divulgados em nota explicativa;
 Passivos contingentes são provisionados quando as perdas forem avaliadas
como prováveis e os montantes envolvidos forem mensuráveis com suficiente
segurança. Os passivos contingentes avaliados como de perdas possíveis são
apenas divulgados em nota explicativa e os passivos contingentes avaliados
como de perdas remotas não são provisionados e nem divulgados;
 Obrigações legais são registradas como exigíveis, independentemente da
avaliação sobre as probabilidades de êxito, de processos em que a Companhia
questionou a inconstitucionalidade de tributos.

h. Utilização de estimativas

A elaboração das demonstrações contábeis requer a adoção, por parte da


administração, de estimativas e julgamentos que afetam os valores reportados de
ativos e passivos, a divulgação dos ativos e passivos contingentes na data das
demonstrações contábeis e receitas e despesas nos exercícios demonstrados.
As estimativas são usadas para, entre outros, a determinação da vida útil de bens
e equipamentos, provisões necessárias para passivos contingentes, provisão para
devedores duvidosos, os custos e as receitas orçadas para os empreendimentos
imobiliários, impostos e outros encargos similares. Baseado nesse fato, os
resultados reais podem ser diferentes dos resultados considerados por essas
estimativas.

i. Lucro líquido por ação

O lucro líquido por ação é calculado com base na quantidade de ações em


circulação nas datas dos balanços.

j. Demonstrações contábeis consolidadas

As demonstrações contábeis consolidadas levam em consideração os princípios de


consolidação, emanados da legislação societária brasileira e pela Instrução CVM
n.º 247/96 e compreendem as demonstrações contábeis da JHSF Participações
S.A., de suas controladas diretas e indiretas (Vide Nota n.º 2) e de Fundo de
Investimento Exclusivo, cujas participações foram consolidadas integralmente.
Na consolidação, foi destacada a participação de minoritários nos investimentos
em que a Companhia detém percentual superior a 50% do capital da investida,
possui participação ativa na gestão e não compartilha a administração.
Adicionalmente, foram eliminados os investimentos nas sociedades controladas,
assim como os saldos a receber e a pagar e as receitas e despesas decorrentes
de transações entre as sociedades.

14/05/2010 10:28:08 Pág: 29


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

5. Caixa e equivalentes de caixa

Em 31 de março de 2010 e 31 de dezembro de 2009, as disponibilidades são


compostas como segue:

Individual Consolidado
Descrição 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
Caixa e bancos conta movimento 126 133 2.378 11.426
Aplicações financeiras 199.867 220.953 395.462 384.726
Total 199.993 221.086 397.840 396.152

Curto prazo – Circulante 199.993 221.086 397.840 396.152

A Companhia e suas controladas mantêm aplicações financeiras em títulos de


renda fixa com instituições financeiras de primeira linha, além de aplicação
financeira em fundo de investimento exclusivo no Unibanco Asset Management,
sendo a carteira destes fundos substancialmente composto por títulos de renda fixa
de instituições de primeira linha e de títulos do governo.
As aplicações financeiras são remuneradas pela taxa média de 101% do
Certificado de Depósito Interbancário (CDI).

6. Contas a receber

Em 31 de março de 2010 e 31 de dezembro de 2009, o saldo de contas a receber


é composto como segue:

Individual Consolidado
Descrição 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
Promitentes compradores de imóveis (a) - - 309.080 308.081
Locações a receber - - 2.612 3.588
Serviços de administração - - 185 129
Demais contas a receber (b) - - 6.473 6.433
Outras contas a receber de venda de
Imóveis (c) - - - 60.000
(-) Provisão para devedores duvidosos - - (171) (174)
Total - - 318.179 378.057

Curto prazo – Circulante - - 240.866 297.143

Longo prazo – Não circulante - - 77.313 80.914

a) Conforme mencionado na Nota n.º 4 (a.1.), a Companhia e suas controladas


adotaram os procedimentos e normas estabelecidos pela Resolução CFC nº
963/03, para reconhecimento contábil dos resultados auferidos nas operações
imobiliárias realizadas. Em decorrência disto, o saldo de contas a receber das

14/05/2010 10:28:08 Pág: 30


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

unidades vendidas e ainda não concluídas não está refletido nas


demonstrações contábeis, uma vez que o seu registro é limitado à parcela da
receita reconhecida contabilmente, líquida das parcelas já recebidas. As
contas a receber de imóveis não concluídos foram mensuradas a valor
presente considerando taxa de desconto compatível com as transações e
operações realizadas. A taxa média praticada pela Companhia para o trimestre
findo em 31 de março de 2010 foi de 6,53% (6,70% em 31 de dezembro de
2009). O saldo de promitentes compradores de imóveis a receber já está sendo
apresentado líquido dos efeitos do ajuste a valor presente que em 31 de março
de 2010 representava um total de R$7.409 (R$7.984 em 31 de dezembro de
2009);

b) Compõem-se principalmente por contas a receber de clientes das controladas


Hotel Marco Internacional S.A. e H Brasil Comércio, Importação e Exportação
S.A;

c) Valor a receber pela sua Controlada Companhia Patrimonial de Imóveis


Comerciais S.A pela venda de sua participação de 50% no Edifício Nações.

Como informação suplementar, o saldo de contas a receber (apropriado e a


apropriar) em 31 de março de 2010 e 31 de dezembro de 2009, referente à
atividade com venda de imóveis, já deduzido das parcelas recebidas, pode ser
assim demonstrado:

Individual Consolidado
Descrição 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
Receita de vendas a receber - - 927.332 924.502
Curto prazo – Circulante - - 369.422 364.062
Longo prazo – Não circulante - - 557.910 560.440

Em 31 de março de 2010, as parcelas do ativo não circulante têm o seguinte


cronograma de recebimento:

Ano de Vencimento Individual Consolidado


2011 - 364.410
2012 - 143.198
2013 - 38.555
2014 11.747
Total - 557.910

Do montante total de receita de vendas a receber, R$30.241 (R$30.650 em 31 de


dezembro de 2009), refere-se a saldo com partes relacionadas e administradores
(Nota nº 9.3).

14/05/2010 10:28:08 Pág: 31


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

As contas a receber de venda de imóveis estão substancialmente atualizadas pela


variação do Índice Nacional da Construção Civil (INCC) até a entrega das chaves.
Após a entrega das chaves as contas a receber são atualizadas pelo IGPM e
acrescidas de juros de mercado.

7. Imóveis a comercializar

Em 31 de março de 2010 e 31 de dezembro de 2009, os imóveis a comercializar


são representados por terrenos, unidades imobiliárias em construção e imóveis
acabados, conforme demonstrado a seguir:

Individual Consolidado
Descrição 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
Terrenos (a) 5.507 4.688 257.530 235.038
Imóveis em construção (b) - - 68.736 85.231
Imóveis acabados - - 12.832 4.164
Adiantamento a fornecedores - - 5.622 5.047
Total 5.507 4.688 344.720 329.480

Curto prazo – Circulante 5.507 4.688 152.167 167.956

Longo prazo – Não circulante - - 192.553 161.524

a) Refere-se ao estoque de terrenos rurais e urbanos adquiridos para


desenvolvimento de futuros empreendimentos residenciais e comerciais. Nos
contratos e escrituras de aquisição de alguns destes terrenos, existem
cláusulas para permutas físicas com unidades dos futuros empreendimentos
as quais estão apresentadas pelo seu valor justo conforme Orientação OCPC
01;

b) Refere-se ao custo do terreno, materiais e serviços aplicados nas unidades


imobiliárias e custo financeiro diretamente relacionado aos empreendimentos,
que encontram-se em fase de construção.

A classificação dos imóveis a comercializar entre o ativo circulante e o ativo não


circulante é realizada tomando-se por base a expectativa de prazo para o
lançamento dos empreendimentos imobiliários, revisada periodicamente pela
Administração.

8. Créditos diversos
Individual Consolidado
Descrição 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009

14/05/2010 10:28:08 Pág: 32


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Empréstimos a receber (a) 10.091 9.466 19.940 19.440


Seguros a apropriar (nota nº 25) - - 7.502 7.699
Contas a receber - venda de participação societária (b) - - 3.760 3.797
Contratos de mútuo - lojistas Shopping Cidade Jardim (c) - - 11.286 10.854
Adiantamento a fornecedores 437 382 559 559
Outros créditos (d) 25 - 9.383 8.799
(-) Ajuste a valor presente (e) (1.979) (2.392) (3.163) (2.569)
Total 8.574 7.456 49.267 48.579

Curto prazo – Circulante 462 382 11.322 11.321

Longo prazo – Não circulante 8.112 7.074 37.945 37.258

(a) No individual, o montante de R$10.091 é composto pelos valores (i) R$3.422,


relacionado ao contrato de compra e venda de 1.822.101 ações de emissão da
empresa Hotéis Fasano & Resorts S.A., celebrado entre a Companhia e o
Sr. Rogério Marco Fasano e (ii) R$6.669, relacionado ao contrato de mútuo
previsto no Instrumento Particular de Associação e Outras Avenças celebrado
entre a Companhia e o Sr. Rogério Marco Fasano, os quais são atualizados
pela variação do IPCA, acrescidos de juros de 3,25% ao ano, cuja amortização
se dará pela dedução dos dividendos da controlada Hotéis Fasano & Resorts
S.A.. Adicionalmente, no consolidado, figura o montante de (i) R$777 referente
ao empréstimo para Fabrizio Fasano Consultoria Ltda., correlato às atividades
do grupo Fasano no Shopping Cidade Jardim, o qual vem sendo amortizado,
desde setembro de 2006, em 60 parcelas mensais atualizadas pelo INCC (ii)
R$4.496 referente a empréstimo ao condomínio do Shopping Cidade Jardim e
(iii) R$4.576 referente a empréstimo ao Fundo de Promoção do Shopping
Cidade Jardim;
(b) Refere-se ao saldo do contrato de venda de ações da São Sebastião do Rio de
Janeiro Administração de Restaurantes S.A., celebrado entre a controlada
Hotel Marco Internacional S.A. e a empresa Gero Participações S.A.;
(c) Refere-se aos contratos de mútuo celebrados com lojistas do Shopping Cidade
Jardim, cujo montante de R$1.166 está atualizado pela variação do IGPM,
acrescido de juros remuneratórios de 8,5% a 9,0% ao ano e o montante de
R$10.120 pela variação do IPCA e juros de 6% ao ano;

(d) No consolidado, esta substancialmente representado pelos seguintes valores


(i) R$4.079, refere-se a crédito junto a antigos acionistas da controlada Hotel
Marco Internacional relativos a débitos tributários incluídos no novo
parcelamento (Refis IV) (vide nota nº15) (ii) R$2.679 refere-se a estoque de
mercadorias para revenda da controlada HBrasil Comércio Importação e

14/05/2010 10:28:08 Pág: 33


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Exportação e (iii) 1.058 refere-se a crédito junto a Associação de Moradores do


Condomínio Boa Vista relativos a implantação do condomínio ;
(e) Ajuste a valor presente sobre empréstimos a receber e contratos de mútuos
com lojistas calculados a taxa media de 6,53% ao ano.

9. Partes relacionadas

9.1. Operações de empréstimos e mútuos

No individual, os saldos a receber e a pagar representam principalmente


operações de empréstimos em forma de mútuo com prazos indeterminados,
celebrados entre a Companhia e suas controladas, tendo por objetivo suprir
recursos para a manutenção das atividades operacionais, sendo que estas
operações não possuem remuneração conforme mutuado entre as partes. No
consolidado, os saldos a receber e a pagar representam operações junto a
pessoas físicas, conforme características descritas abaixo. Em 31 de março de
2010 e 31 de dezembro de 2009, os saldos ativos e passivos com partes
relacionadas estão assim apresentados:

Ativo:
Individual Consolidado
Partes relacionadas 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
JHSF Incorporações S.A (*) 5.712 8.912 - -
José Auriemo Neto (**) - - 3.400 3.400
Outros 200 200 700 700
Total 5.912 9.112 4.100 4.100

(*) Refere-se ao saldo de valores a receber pelas vendas das controladas JHSF Jardim S.A.
e JHSF Empreendimentos S.A. à também controlada JHSF Incorporações S.A.;

(**) Instrumento de Confissão de Dívida realizado em 01 de abril de 2009 entre a Controlada


JHSF Incorporações S.A. e José Auriemo Neto que assumiu débito de terceiros adquirentes
de unidades imobiliárias do empreendimento “Residencial Parque Cidade Jardim”, e que
serão pagos em até vinte e quatro meses a contar da data da assinatura do instrumento, nas
mesmas condições dos contratos originais.

Passivo:
Individual Consolidado
Partes relacionadas 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
Shopping Cidade Jardim S.A 2.250 1.800 - -
Cia Patrimonial de Imóveis Comerciais – CPIC 52.975 - -
José Auriemo Neto (*) - - 770 770
Fabio Roberto Chimenti Auriemo (*) - - 953 953
Total 55.225 1.800 1.723 1.723

14/05/2010 10:28:08 Pág: 34


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Curto prazo – Circulante 55.225 1.800 - -

Longo prazo – Não circulante - - 1.723 1.723


(*) Refere-se a instrumento particular de confissão de divida com promessa de dação em
pagamento de dois lotes que integram o loteamento em desenvolvimento pela Controlada
Companhia Boa Vista de Desenvolvimento Imobiliário S.A..

9.2. Remuneração dos administradores


Em Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária realizada, em 30 de Abril de 2010,
os acionistas aprovaram a fixação do limite anual global da remuneração dos
administradores da Companhia para o exercício de 2010, em até R$6.800. Até 31
de março de 2010, os valores pagos totalizaram R$443. Durante o trimestre findo
em 31 de março de 2010 não ocorreu o pagamento de outras remunerações aos
administradores. Os administradores da Companhia também participam, em
conjunto com outros beneficiários, do Plano de Opção de Compra de Ações, o qual
está sujeito ao exercício por parte dos respectivos beneficiários (Nota Explicativa nº
26).

9.3. Transações comerciais

Em 31 de março de 2010 e 31 de dezembro de 2009, a Companhia possuía contas


a receber (apropriado e a apropriar) junto a administradores e empresas ligadas
decorrentes da comercialização de unidades imobiliárias, conforme abaixo:

Consolidado
Partes relacionadas 03-2010 12-2009
Administradores 4.394 5.068
Terra Alta Imóveis Ltda 25.847 25.582
Total 30.241 30.650

As transações comerciais foram realizadas a preços compatíveis com operações


realizadas junto a terceiros.

10. Investimentos
10.1. Participações societárias permanentes

14/05/2010 10:28:08 Pág: 35


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Em 31 de março de 2010 e 31 de dezembro de 2009, os investimentos da


Companhia estão compostos por participações societárias permanentes, avaliados
pelo método de equivalência patrimonial.

10.2. Principais informações sobre as participações societárias permanentes

10.2.1. Sociedades investidas

Total de ações ordinárias Patrimônio líquido Resultado

Em Em poder da
Sociedades investidas circulação Companhia 03-2010 12-2009 03-2010 03-2009
JHSF Incorporações S.A. 162.000.000 161.999.999 319.078 312.497 6.581 16.274
Companhia Santa Cruz S.A. (a) - - - - - 3.527
Companhia Metrô Norte S.A. 11.181.565 11.181.515 5.691 5.809 (117) (14)
Companhia Boa Vista de Desenvolvimento Imobiliário S.A. 43.999.324 43.999.219 79.244 80.339 (1.095) (3.196)
Companhia Patrimonial de Imóveis Comerciais S.A. 154.140.000 154.139.999 160.153 157.748 2.406 2.573
Companhia Administradora de Empreendimentos e Serviços S.A. 960.000 959.999 (438) (372) (67) 314
Sociedade Administradora de Estacionamentos e Serviços S.A. 715.500 715.499 (18) 126 (144) (87)
Hotéis Fasano & Resorts S.A. 25.349.320 15.209.591 25.468 24.895 573 577
JHSF (Uruguay) S.A. 25.000.000 24.999.080 (4.875) (5.144) (414) (1.153)
JHSF Shoppings S.A. 118.457.095 118.457.094 93.110 93.671 (561) (1.861)
JHSF Jardim S.A. (b) - - - - - 931
JHSF Empreendimentos S.A. (c) - - - - - 368
Aveiro Incorporações S.A. 16.193.000 16.192.999 45.598 40.109 5.490 1.000
Hotel Marco Internacional S.A. 30.156.223 4.191.715 17.028 16.363 665 670
Quero Brasil Desenvolvimento e Participações Imobiliárias S.A. (d) - - - - - (1.382)
JHSF Salvador Empreendimentos e Incorporações S.A. 28.385.300 28.385.299 20.229 19.640 588 (5.606)
JHSF Manaus Empreendimentos e Incorporações S.A. 2.601.400 2.601.399 735 1.057 (322) (125)
JHSF Belém Empreendimentos e Incorporações S.A. 26.800 26.799 (377) (377) - (99)
JHSF Porto Alegre Empreendimentos e Incorporações S.A. 15.800 15.799 (95) (95) - (33)
H Brasil Importação e Exportação S.A. 1.268.400 1.268.399 567 588 (19) (131)
Corbas Administradora de Bens S.A. 100 99 - - - -

(a) Em 08 de outubro de 2009 a JHSF Participações S.A. vendeu à Ecisa


Participações Ltda (tendo como garantidora a empresa BR Malls Participações
S.A.) 100% das ações do Capital Social da Companhia Santa Cruz, juntamente
com a totalidade dos direitos de exploração do estacionamento do Shopping
Metrô Santa Cruz administrado pela SAS - Sociedade Administradora de
Centros Comerciais S.A. controlada direta da Companhia Santa Cruz e indireta
da JHSF Participações.

(b) Através de contrato de compra e venda, celebrado em 03 de dezembro de


2009, a JHSF Participações S.A, vendeu a valor patrimonial 100% das ações
do capital social de sua controlada JHSF Jardim S.A à sua também controlada
JHSF Incorporações S.A.. Em seguida, no dia 04 de dezembro de 2009,
através de Assembléia Geral Extraordinária de ambas as controladas (JHSF
Incorporações S.A e JHSF Jardim S.A), foi aprovado pela unanimidade dos

14/05/2010 10:28:08 Pág: 36


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

presentes o protocolo de Incorporação e Justificação firmado nesta data, o qual


deliberou a incorporação da JHSF Jardim S.A. pela JHSF Incorporações S.A.;
(c) Em Assembléia Geral Extraordinária realizada em 01 de dezembro de 2009, foi
aprovado pela unanimidade dos presentes o protocolo de Cisão e Justificação
firmado nesta data, o qual deliberou a cisão parcial da JHSF Empreendimentos
S.A., com versão da parcela cindida à JHSF Shoppings S.A.. Através de
contrato de compra e venda, celebrado em 03 de dezembro de 2009, a JHSF
Participações S.A, vendeu a valor patrimonial 100% das ações do capital social
de sua controlada JHSF Empreendimentos S.A. à sua também controlada
JHSF Incorporações S.A. Em seguida, no dia 04 de dezembro de 2009,
através de Assembléia Geral Extraordinária de ambas as controladas (JHSF
Incorporações S.A. e JHSF Empreendimentos S.A.), foi aprovado pela
unanimidade dos presentes o protocolo de Incorporação e Justificação firmado
nesta data, o qual deliberou a incorporação da JHSF Empreendimentos S.A.
pela JHSF Incorporações S.A.;
(d) Em Assembléia Geral Extraordinária realizada em 30 de dezembro de 2009 foi
aprovado o Protocolo de Incorporação e Justificação celebrado em 14 de
dezembro de 2009 entre a Quero Brasil e sua controladora JHSF Participações
S.A, que deliberou a Incorporação da Quero Brasil pela JHSF Participações
S.A;
As operações de cisão e incorporação mencionadas nas notas b), c) e d) foram
realizadas a valor contábil, e portanto não geraram ganho ou perda no resultado da
Companhia.

10.2.2. Composição das participações societárias permanentes

Em 31 de março de 2010 e 2009, os investimentos em participações societárias


permanentes são compostos como segue:

14/05/2010 10:28:08 Pág: 37


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Movimentação do 1º trimestre de 2010

P.L.
(Passivo a
descoberto) P.L. (Passivo
Saldos em em Ajustes de a descoberto) Saldos em
Sociedade investida % - Part. 31/12/2009 31/12/2009 conversão Equivalência em 31/03/2010 31/03/2010
JHSF Incorporações S.A. 99,99 312.492 - - 6.581 - 319.073
Companhia Metrô Norte S.A. 99,99 5.808 - - (117) - 5.691
Companhia Boa Vista de Desenvolvimento Imobiliário S.A. 99,99 80.338 - - (1.095) - 79.243
Companhia Patrimonial de Imóveis Comerciais S.A. 99,99 157.745 - - 2.406 - 160.151
Companhia Administradora de Empreendimentos e Serviços S.A. 99,99 - (372) - (67) (439) -
Sociedade Administradora de Estacionamentos e Serviços S.A. 99,99 126 - - (144) (18) -
Hotéis Fasano & Resorts S.A. 60,00 14.937 - - 344 - 15.281
JHSF (Uruguay) S.A. 99,99 - (5.145) 683 (413) (4.875) -
JHSF Shoppings S.A. 99,99 93.671 - - (561) - 93.110
Aveiro Incorporações S.A. 99,99 40.109 - - 5.490 - 45.599
Hotel Marco Internacional S.A. 13,90 2.276 - - 92 - 2.368
JHSF Salvador Empreendimentos e Incorporações S.A. 99,99 19.640 - - 588 - 20.228
JHSF Manaus Empreendimentos e Incorporações S.A. 99,99 1.056 - - (322) - 734
JHSF Belém Empreendimentos e Incorporações S.A. 99,99 - (375) - - (375) -
JHSF Porto Alegre Empreendimentos e Incorporações S.A. 99,99 - (95) - - (95) -
H Brasil Comércio Importação e Exportação S.A. 99,99 588 - - (19) - 569
Corbas Administradora de Bens S.A. 99,99 - - - - - -
Total 728.786 (5.987) 683 12.763 (5.802) 742.047

14/05/2010 10:28:08 Pág: 38


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Movimentação do 1º trimestre de 2009

Saldos em Ajustes de Saldos em


Sociedade investida % - Part. 31/12/2008 Conversão Equivalência 31/03/2009
JHSF Incorporações S.A. 99,99 266.949 - 16.276 283.225
Companhia Santa Cruz 95,00 16.999 - 3.351 20.350
Companhia Metrô Norte 99,99 5.390 - (14) 5.376
Companhia Boa Vista de Desenvolvimento Imobiliário 99,99 84.062 - (3.196) 80.866
Companhia Patrimonial de Imóveis Comerciais 99,99 156.843 - 2.575 159.418
Companhia Administradora de Empreendimentos e Serviços 99,99 1.551 - 315 1.866
Sociedade Administradora de Estacionamentos e Serviços S.A. 99,99 (501) - (86) (587)
Hotéis Fasano & Resorts S.A. 60,00 14.156 - 346 14.502
JHSF (Uruguay) S.R.L. 99,99 6.048 (366) (1.154) 4.528
JHSF Shoppings S.A. 99,99 41.351 - (1.859) 39.492
JHSF Jardim S.A. 99,99 54.266 - 932 55.198
JHSF Empreendimentos S.A. 99,99 13.783 - 367 14.150
Aveiro Incorporações S.A. 99,99 3.648 - 1.000 4.648
Hotel Marco Internacional S.A. 13,90 2.066 - 91 2.157
Quero Brasil Desenvolvimento e Participações Imobiliárias S.A. 99,99 (8.305) - (1.382) (9.687)
JHSF Belém Empreendimentos e Incorporações S.A. 99,99 (300) - (102) (402)
JHSF Porto Alegre Empreendimentos e Incorporações S.A. 99,99 (76) - (33) (109)
JHSF Salvador Empreendimentos e Incorporações S.A. 99,99 (6) - (5.606) (5.612)
JHSF Manaus Empreendimentos e Incorporações S.A. 99,99 (830) - (125) (955)
H Brasil Comércio Importação e Exportação S.A. 99,99 (168) - (131) (299)
Total 656.926 (366) 11.565 668.125

14/05/2010 10:28:08 Pág: 39


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

11. Imobilizado
%médio Individual Consolidado
anual de
Descrição depreciação 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
Benfeitorias em imóveis de terceiros – Escritório da
Companhia localizado no Shopping Cidade Jardim 20 4.386 4.386 4.386 4.386
Sistemas e equipamentos de informática 18 1.460 1.434 3.289 3.181
Veículos 16 539 539 2.051 1.997
Móveis e utensílios 6 242 237 1.019 1.009
Maquinas e equipamentos 9 2 2 973 836
Shopping Cidade Jardim (a) 4 - - 259.562 257.093
Benfeitorias em imóveis de terceiros - Shopping Metrô
Tucuruvi (em andamento) (b) - - - 10.791 9.918
Companhia Patrimonial de Imóveis Comerciais (c) 3 - - 90.523 90.523
Hotel Marco Internacional (d) 6 - - 13.519 13.477
Imóveis em construção - Companhia Boa Vista de
Empreendimentos Imobiliários (em andamento) (e) - - - 14.013 12.647
Imóveis em construção – Shopping Center - JHSF
Salvador Empreendimentos e Incorporações S.A.(em
andamento) (f) - - - 30.219 27.953
Imóveis em construção – Shopping Center - JHSF
Manaus Empreendimentos e Incorporações S.A.(em
andamento) (g) - - - 21.889 21.736
Estandes de Vendas 16 - 33.621 33.028
Outros 2 276 276 9.596 7.399
Adiantamento a Fornecedores - 655 668 1.490 1.454
Subtotal 7.560 7.542 496.941 486.637
(-) Depreciação acumulada (1.887) (1.560) (39.907) (33.921)

Total do imobilizado líquido 5.673 5.982 457.034 452.716

(a) Na rubrica “Shopping Cidade Jardim” encontram-se registrados os custos


relativos ao terreno e construção do empreendimento, cuja inauguração
ocorreu em 31 de maio de 2008, e também os custos relativos ao projeto de
sua expansão inaugurada em 29 de abril de 2010;
(b) Encontram-se registrados os gastos iniciais com benfeitorias e infra-estrutura
realizados no imóvel de propriedade da Companhia Metropolitana de São
Paulo - METRÔ, objetivando a implantação do Shopping Metrô Tucuruvi, que
possui previsão de inicio efetivo das obras para o 1º semestre de 2010 . O
prazo de concessão outorgado ao Shopping Metrô Tucuruvi é de 44 anos
contados a partir da data do registro do direito real de uso no cartório de
registro de imóveis;
(c) Imóveis comerciais destinados à locação;
(d) A rubrica registra a totalidade do ativo imobilizado da controlada Hotel Marco
Internacional;
(e) Sob a rubrica “Imóveis em construção – Companhia Boa Vista de
Empreendimentos Imobiliários” encontram-se registrados os custos de
construção de unidade do Hotel Fasano que será objeto de exploração
comercial pela Companhia no empreendimento Boa Vista;

14/05/2010 10:28:08 Pág: 40


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

(f) A rubrica registra os custos relativos ao terreno e custos iniciais de construção


do Shopping Center do empreendimento Horto Bela Vista localizado na cidade
de Salvador;
(g) A rubrica registra os custos relativos ao terreno e custos iniciais de construção
do Shopping Center do empreendimento Manaus - Ponta Negra.

12. Intangível
14/05/2010 10:28:08 Pág: 41
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Individual Consolidado
Descrição 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
Ágio na aquisição de investimentos (a) 155.677 155.677 168.821 168.821
(-) Amortização de ágio (6.192) (6.192) (8.492) (8.492)
Subtotal 149.485 149.485 160.329 160.329
Outros Intangíveis
Marcas e patentes (b) - - 313 313
Pontos comerciais (c) - - 3.655 3.655
Concessões comerciais (d) - - 3.000 3.000
Outros - - 1.806 1.881
(-) Amortização outros (2.229) (2.023)
Total 149.485 149.485 166.874 167.155

(a) Refere-se ao ágio na aquisição de participações societárias permanentes, cuja


composição é demonstrada na Nota n.º 12.1;
(b) Refere-se aos custos com marcas e patentes registradas no Instituto Nacional
da Propriedade Industrial – INPI, detidas por controladas;
(c) Refere-se aos pontos comerciais adquiridos na Cidade de São Paulo no bairro
dos Jardins para operações com lojistas, os quais estão sendo amortizados de
acordo com os prazos estabelecidos contratualmente;
(d) Refere-se a pagamentos efetuados a lojistas visando a instalação de lojas no
Shopping Cidade Jardim e em outros shoppings a serem desenvolvidos pela
Companhia ou suas controladas, os quais estão sendo amortizados de acordo
com os prazos estabelecidos contratualmente.

12.1. Composição do ágio na aquisição de investimentos

03-2010 12-2009
Sociedades Custo Amortização
Histórico Acumulada Líquido Líquido

14/05/2010 10:28:08 Pág: 42


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Shopping Cidade Jardim (a) 101.548 (5.923) 95.625 95.625


Shopping Metrô Tucuruvi (a) 51.436 - 51.436 51.436
Hotel Marco Internacional S.A. (b) 2.693 (269) 2.424 2.424
Total Individual 155.677 (6.192) 149.485 149.485
Hotel Marco Internacional S.A. (c) 13.144 (2.300) 10.844 10.844
Total Consolidado 168.821 (8.492) 160.329 160.329

(a) Ágio gerado na aquisição das empresas (i) JHSF Shoppings S.A., (ii) JHSF
Jardim S.A. e (iii) JHSF Empreendimentos S.A., em 21 de junho de 2007 pela
JHSF Participações S.A., que detinham juntas participações nos
empreendimentos Shopping Cidade Jardim e Shopping Metrô Tucuruvi.
O ágio apurado em relação ao Shopping Cidade Jardim e ao Shopping Metro
Tucuruvi, formado com base na expectativa de rentabilidade futura desses
empreendimentos (embasado em laudo de avaliação emitido por empresa
avaliadora independente) foi amortizado a partir do inicio das operações dos
Shoppings até 31 de dezembro de 2008, e sujeito a teste de realização
(Impairment) a partir do exercício de 2009;.
(b) Em 21 de janeiro de 2008, a Companhia adquiriu 4.191.715 ações ordinárias
nominativas do Hotel Marco Internacional S.A., representando 13,9% do
capital da Sociedade, cujo ágio apurado está fundamentado na expectativa de
rentabilidade futura da atividade operacional do Hotel Marco Internacional
S.A.,tendo sido amortizado até 31 de dezembro de 2008 e sujeito a teste de
realização (Impairment) a partir do exercício de 2009 ;
(c) Refere-se ao ágio apurado pela controlada Hotéis Fasano & Resorts S.A.,
considerado por seu montante integral, em decorrência da consolidação,
sendo que a Companhia possui participação de 60% na controlada Hotéis
Fasano & Resorts S.A. Este ágio decorre da aquisição de participação de
86,1% pela controlada Hotéis Fasano & Resorts S.A. no Hotel Marco
Internacional S.A., e está fundamentado na expectativa de rentabilidade futura
da atividade operacional do Hotel Marco Internacional S.A., amortizado até 31
de dezembro de 2008 e sujeito a teste de realização (Impairment) a partir do
exercício de 2009 ;

13. Diferido

Conforme permitido pela Lei nº 11.941/09, o saldo remanescente do ativo diferido


em 31 de dezembro de 2008, que não pôde ser alocado ao ativo imobilizado e

14/05/2010 10:28:08 Pág: 43


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

intangível, permaneceu no ativo sob essa classificação até sua completa


amortização, porém sujeito à análise periódica de sua recuperação.

% anual de Individual Consolidado


Descrição amortização 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
Despesas pré-operacionais - Shopping
Cidade Jardim S.A. (a) 10 - - 22.222 22.222
Despesas pré-operacionais - Companhia Boa
Vista de Desenvolvimento Imobiliário (b) 10 - - 3.386 3.386
Hotel Marco Internacional S.A. (c) 10 - - 13.489 13.489
Subtotal - - 39.097 39.097

Amortização do diferido - - (13.728) (12.760)

Total do diferido líquido - - 25.369 26.337

(a) Refere-se às despesas pré-operacionais incorridas desde dezembro de 2005,


visando a implantação do Shopping Cidade Jardim, as quais são amortizadas
no prazo máximo de 10 anos, prazo estimado para recuperação dos
investimentos, a partir do início de funcionamento e geração de receitas. O
referido empreendimento entrou em operação em maio de 2008;
(b) As despesas pré-operacionais junto à Companhia Boa Vista de
Desenvolvimento Imobiliário, referem-se às despesas incorridas, visando o
estudo e implementação do empreendimento Boa Vista, as quais estão sendo
amortizadas no prazo de 10 anos a partir do início do reconhecimento dos
resultados com referido empreendimento imobiliário, em novembro de 2007;
(c) As despesas pré-operacionais junto ao Hotel Marco Internacional S.A.,
referem-se às despesas incorridas, com a implantação, aperfeiçoamento e
melhorias nas instalações e dependências do Hotel, as quais estão sendo
amortizadas no prazo de até 10 anos.

14. Empréstimos, financiamentos e debêntures

14.1 Empréstimos e financiamentos

14/05/2010 10:28:08 Pág: 44


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Taxa anual Individual Consolidado


Descrição Indexador de juros - % 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
Instituições financeiras (a) CDI 0,96 a 2,40 124.715 125.263 234.648 240.462
Instituições financeiras (b) TR 11,60 - - 28.986 31.506
BNDES (c) TJLP 3,55 - - 68.622 72.365
Total 124.715 125.263 332.256 344.333

Curto prazo – Circulante 36.669 26.550 109.738 94.655

Longo prazo – Não Circulante 88.046 98.713 222.518 249.678

(a) Corresponde aos empréstimos em moeda nacional, para capital de giro,


captados em instituições financeiras regulares, tendo como garantias notas
promissórias e aval da controladora;
(b) Corresponde aos empréstimos em moeda nacional, para capital de giro,
captados em instituições financeiras regulares, tendo como garantias hipotecas
imobiliárias;
(c) Corresponde ao empréstimo em moeda nacional captado junto ao BNDES.
Esse empréstimo foi concedido para financiamento do empreendimento
Shopping Cidade Jardim, tendo como garantia hipotecária o próprio
empreendimento, além dos avais dos sócios.

Em 31 de março de 2010, as parcelas do não circulante têm o seguinte


cronograma de pagamento:

Ano de Vencimento Individual Consolidado


2011 33.342 85.287
2012 34.288 84.529
2013 20.416 40.225
2014 - 12.477
Total 88.046 222.518

14.2 Debêntures
Remuneração Individual Consolidado
Descrição Indexador (Juros) 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
1ª Emissão Debêntures 2,40% a.a 104.093 101.446 104.093 101.446

14/05/2010 10:28:08 Pág: 45


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

simples CDI
(-) Custos com emissão
de Debêntures - - (970) (1.035) (970) (1.035)
Total 103.123 100.411 103.123 100.411

Curto prazo – Circulante 3.830 1.184 3.830 1.184

Longo prazo – Não Circulante 99.293 99.227 99.293 99.227

Em 01 de dezembro de 2009, a Companhia concluiu a emissão de 100 (cem)


debêntures simples, não conversíveis em ações, em série única da espécie
quirográfica com valor nominal de R$1.000 totalizando o montante de R$100.000
com vencimento em cinco anos contados da data de emissão, com amortizações
programadas em seis parcelas, sendo a primeira em 12 de maio de 2012 no valor
de R$2.000, a segunda em 12 de novembro de 2012 no valor de R$8.000 e as
outras quatro parcelas iguais no valor de R$22.500 com vencimentos em 12 de
maio e 12 de novembro de 2013 e 12 de maio e 12 de novembro de 2014. As
remunerações serão pagas semestralmente.

Em 31 de março de 2010, as parcelas do não circulante têm o seguinte


cronograma de pagamento:

Ano de Vencimento Parcela Custo Total


2011 - (196) (196)
2012 10.000 (255) 9.745
2013 45.000 (187) 44.813
2014 45.000 (69) 44.931
Total 100.000 (707) 99.293

Cláusulas contratuais "covenants"


O contrato de financiamento possui cláusulas restritivas, determinando alguns
compromissos assumidos pela Companhia, os quais podem ou não acarretar
vencimento antecipado dos títulos, quais sejam resumidamente:
• Transformação em sociedade limitada;

14/05/2010 10:28:08 Pág: 46


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

• Alteração do objeto social da Companhia, alterando substancialmente as


atividades praticadas atualmente;
• Pagamento, pela Companhia, de dividendos, juros sobre capital próprio ou
qualquer outra participação no lucro estatutariamente prevista, enquanto
estiver em mora perante os titulares das Debêntures, com exceção do
pagamento mínimo obrigatório (artigo 202 da Lei nº. 6.404/76);
• Desapropriação, confisco ou qualquer outra forma de disposição, pela
Companhia, de bens classificados como ativo permanente de valor
equivalente ou superior a R$20.000, desde que possa comprovadamente
afetar sua capacidade econômica financeira;
• Não renovação de autorizações e licenças, inclusive ambientais que
impactem as operações da Companhia;
• Apresentação de proposta de recuperação judicial ou extrajudicial da
Companhia;
• Inadimplemento ou vencimento antecipado de qualquer dívida da emissora,
de valor superior a R$30.000, sem a devida contestação e comprovação da
obrigação.

Estas cláusulas contratuais foram totalmente cumpridas até o trimestre findo em 31


de março de 2010.

15. Obrigações trabalhistas e tributárias


Individual Consolidado
Descrição 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
PIS - - 256 362
COFINS - - 1.939 2.146
ISS - - 605 587
ICMS - - 86 258

14/05/2010 10:28:08 Pág: 47


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

IPI - - 48 85
IRPJ - 1.465 776 4.537
CSLL - 536 343 1.605
Parcelamento excepcional - - 4.988 5.047
Regime Especial de Tributação (RET) - - 739 476
Provisões Trabalhistas 613 574 3.112 3.086
Encargos Sociais 164 175 821 913
Impostos retidos de terceiros 198 300 1.549 2.778
Imposto de renda retido sobre Juros capital
próprio - 7.597 - 7.597
Outros 42 - 357 204
Total 1.017 10.647 15.619 29.681

Curto prazo – Circulante 1.017 10.647 10.772 24.498

Longo prazo – Não circulante - - 4.847 5.183

Visando usufruir das condições de pagamentos favoráveis estabelecidas pela Lei


nº 11.941 de 24 de Dezembro de 2009, a controlada Hotel Marco Internacional,
optou por aderir ao novo parcelamento (Refis IV), mediante a inclusão de débitos
tributários inscritos e não inscritos decorrentes de INSS, da COFINS e do
PIS/PASEP, os quais deverão ser consolidados no decorrer de 2010. Em 31 de
março de 2010, o saldo devedor monta R$4.988 (R$5.047 em 31 de dezembro de
2009) sendo R$499 classificado no passivo circulante e R$ 4.489 no passivo não
circulante. Desse total, o montante de R$4.079 (R$4.030 em 31 de dezembro de
2009) será reembolsado pelos antigos acionistas do Hotel Marco Internacional
conforme contrato firmado entre as partes no momento da aquisição, e desta forma
foram classificados no ativo não circulante. A controlada citada, também aderiu ao
Programa de Parcelamento Incentivado (PPI) da Prefeitura do Município de São
Paulo, em 31 de março de 2010 o saldo devedor monta R$426 (R$434 em 31 de
dezembro de 2009), sendo R$68 classificado no passivo circulante e R$358 no
passivo não circulante.
O saldo do longo prazo dos parcelamentos citados possui o seguinte cronograma
de liquidação:

Ano de Vencimento Consolidado


2011 425
2012 566
2013 566
2014 566
Após 2014 2.724
Total 4.847

16. Impostos e contribuições diferidos

O imposto de renda e a contribuição social são registrados nas demonstrações


contábeis com base na receita reconhecida e no custo incorrido pelo regime de
competência. Para fins fiscais, a Instrução Normativa SRF nº 84/79 (atividade de

14/05/2010 10:28:08 Pág: 48


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

incorporação e venda de imóveis) permite que a Companhia realize o diferimento


do pagamento do imposto para equiparar à proporção do recebimento das vendas
contratadas. Como resultado, é contabilizado um ativo ou passivo de imposto
diferido com base na diferença entre o lucro reconhecido nessas demonstrações
contábeis de acordo com a Resolução nº 963/03, e o imposto corrente (pagável),
de acordo com o regime de caixa.

Individual
03-2010 12-2009
Descrição Ativo Passivo Líquido Ativo Passivo Líquido
Impostos e contribuições diferidos (PIS,
Cofins, IRPJ e CSLL) 813 - 813 813 - 813

Curto prazo – Circulante - - - - - -

Longo prazo – Não circulante 813 - 813 813 - 813

Consolidado
03-2010 12-2009
Descrição Ativo Passivo Líquido Ativo Passivo Líquido
Impostos e contribuições diferidos (PIS,
Cofins, IRPJ e CSLL) 9.697 (16.358) (6.661) 9.936 (15.991) (6.055)

Curto prazo – Circulante 8.025 (16.358) (8.333) 7.152 (15.991) (8.839)

Longo prazo – Não circulante 1.672 - 1.672 2.784 - 2.784

16.1. Reconciliação do imposto de renda e contribuição social

Segue abaixo a reconciliação dos montantes de Imposto de Renda e Contribuição


Social, apurados em 31 de março de 2010 e 2009.

Individual Consolidado

14/05/2010 10:28:08 Pág: 49


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

03-2010 03-2009 03-2010 03-2009


Resultado antes do imposto de renda e contribuição social 6.389 261 7.952 5.798
- Resultado de participações societárias (12.763) (11.565) (474) (446)
- Amortização do ágio - 1.503 - 1.503
- Efeito líquido de adições, exclusões e compensação de
prejuízos fiscais - - - -
- Exclusão dos efeitos líquidos de controladas tributadas
pelo Regime Especial de Tributação – RET e Lucro
Presumido - - (7.525) (4.949)
Base de cálculo do Lucro Real (6.374) (9.801) (47) 1.906
Alíquota aplicável 34% 34% 34% 34%
Débito fiscal apurado pelo Lucro Real - - 16 (649)

Base de cálculo do RET - - 50.931 70.498


Alíquota aplicável 2,87% 3,35% 2,87% 3,35%
Débito fiscal apurado pelo RET - - (1.462) (2.362)

Base de cálculo do Lucro Presumido - - 3.249 6.374


Alíquota aplicável 34% 34% 34% 34%
Débito fiscal apurado pelo Lucro Presumido - - (1.105) (2.167)

Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos - 22 1.217 70

Total - 22 (1.334) (5.108)

17. Credores por imóveis compromissados

Representam os saldos a pagar com recursos financeiros ou com permuta física,


relacionados aos contratos de aquisição de terrenos, objetivando o lançamento de
futuros empreendimentos:

14/05/2010 10:28:08 Pág: 50


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Individual Consolidado
Descrição 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
Projeto Salvador (a) - - 66.858 68.713
Projeto Praça Vila Nova - - 1.551 2.651
Projeto Manaus (b) - - 38.280 38.280
Projeto Itaim (c) - - 16.700 -
Total - - 123.389 109.644

Curto prazo – Circulante - - 40.292 29.152

Longo prazo – Não circulante - - 83.097 80.492

(a) Refere-se a compra de terreno efetuada pela controlada JHSF Salvador


(compradora) e EULUZ Empreendimentos Ltda. (vendedora) de imóvel
localizado no Município de Salvador para desenvolvimento do Projeto de
Incorporação “Condomínio Horto Bela Vista”. Como forma de pagamento do
imóvel adquirido, a JHSF se comprometeu a entregar 45% de participação no
Shopping Center a ser construído no local dentro do prazo máximo de trinta e
seis meses, contados da obtenção das autorizações legais necessárias para o
início da construção. Como garantia do cumprimento da obrigação de
pagamento do imóvel deverá ser entregue à EULUZ Empreendimentos Ltda
um seguro garantia;
(b) Refere-se a aquisição de terreno com escritura pública lavrada entre a
controlada JHSF Manaus e credores diversos, no qual estabelece o
compromisso de desenvolver no local, projeto de um “Complexo Multiuso”
composto por um Shopping Center e mais incorporações imobiliárias que
Como forma de pagamento do imóvel, a JHSF entregará 22% de participação
no Shopping Center a ser construído no local, alem de 13% no VGV das torres
residenciais e comerciais a serem incorporadas.
(c) Refere-se a aquisição de terreno na Cidade de São Paulo com escritura
pública lavrada entre a controlada JHSF Incorporações S.A. e credores
diversos para desenvolvimento de futuro empreendimento imobiliário.

Os contratos sujeitos a atualização monetária são corrigidos pela variação do


Índice Nacional da Construção Civil (INCC) e acrescidos de juros, quando
aplicável. A parcela registrada no passivo não circulante, tem vencimento
programado para após 2010.

18. Operações com projetos imobiliários em desenvolvimento

Conforme mencionado na Nota Explicativa nº 4 (a.1.), o resultado das operações


imobiliárias é apropriado com base no custo incorrido, assim sendo, o saldo de
contas a receber das unidades comercializadas e ainda não concluídas está
refletido parcialmente nas demonstrações contábeis da Companhia, uma vez que o

14/05/2010 10:28:08 Pág: 51


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

seu registro contábil reflete a receita reconhecida, líquida das parcelas já


recebidas.
As receitas a serem apropriadas decorrentes de unidades imobiliárias vendidas de
empreendimentos em construção (não concluídos) e os respectivos compromissos
de custos a serem incorridos com relação às unidades vendidas, não estão
refletidos nas demonstrações contábeis.
Os valores são demonstrados a seguir:

Consolidado
Descrição 03-2010 12-2009
Receita de vendas contratadas a apropriar 790.636 784.000
(-) Compromissos de construção com unidades vendidas (461.172) (438.672)

Adicionalmente, a controlada JHSF Incorporações S.A., contraiu obrigação


decorrente de contrato de locação de 12 unidades imobiliárias comerciais a serem
entregues, com as seguintes condições: (a) prazo de 60 meses a partir da entrega
(previsão em abril de 2012) ; (b) possibilidade de sublocação total e; (c) vigência
mínima de 36 meses a critério exclusivo da locatária.

19. Adiantamento de clientes

Consolidado
03-2010 12-2009
Recebimento por venda de imóveis superiores a receita apropriada (a) 172.385 167.579
Recebimento por venda de imóveis de receitas não apropriadas (b) 1.001 769
Adiantamento de clientes – cessão de direitos de uso de lojas –
Shopping Cidade Jardim (c) 12.072 11.885

14/05/2010 10:28:08 Pág: 52


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Outros 328 152


Total 185.786 180.385

(a) Os recebimentos de clientes com valores superiores aos saldos dos créditos a
receber registrados contabilmente conforme a prática descrita na Nota nº
4.(a.1) e as permutas físicas atualizadas a valor justo estão registrados como
adiantamento de clientes, do montante total, R$6.089 refere-se a valores
recebidos através de permutas físicas;
(b) Recebimentos relativos a empreendimentos de receitas não apropriadas;
(c) Refere-se aos valores já recebidos a título de cessão de direito de uso de lojas
do Shopping Cidade Jardim, os quais são apropriados ao resultado em função
dos prazos dos contratos de locação junto aos lojistas.

20. Provisão para riscos

Durante o curso normal de seus negócios, a Companhia e suas controladas ficam


expostas a certos riscos, que incluem processos tributários, trabalhistas e cíveis,
em discussão. A Companhia e suas controladas possuem registradas as seguintes
provisões para fazer face às eventuais demandas judiciais:

Individual Consolidado
03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
Trabalhistas (a) - - 88 88
Tributárias (b) - - 2.489 2.398
Cíveis - - 152 152
Total - - 2.729 2.638

(a) Refere-se aos processos trabalhistas, pleiteando o reconhecimento de


diferenças salariais, adicional de insalubridade, vínculo empregatício e
respectivos reflexos, verbas rescisórias, horas extras e os respectivos
encargos sociais;
(b) Trata-se de provisão para riscos relacionados a impostos e contribuições
federais (INSS, PIS, COFINS, IRPJ e CSLL).

A Companhia e suas controladas são partes em outros processos trabalhistas,


tributários e cíveis decorrentes do curso normal dos seus negócios, os quais, na
opinião da Administração e de seus assessores legais, possuem expectativa de
perda classificada como possível, sendo que, nenhuma provisão foi constituída
para fazer face de desfechos desfavoráveis dos mesmos. Os montantes desses
processos em 31 de março de 2010, são: tributárias R$ 659, trabalhistas R$ 2.733
e cíveis R$ 378.

Segue quadro das movimentações das provisões para riscos:

14/05/2010 10:28:08 Pág: 53


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Consolidado
Trabalhistas Tributárias Cíveis Total
Saldo em 31 de dezembro de 2009 88 2.398 152 2.638
Provisão constituída no trimestre - 91 - 91
Saldo em 31 de dezembro de 2009 88 2.489 152 2.729

21. Adiantamento para futuro aumento de capital

Refere-se aos adiantamentos realizados pela Companhia para suas sociedades


controladas, os quais deverão ser objeto de futura integralização.
Individual
ATIVO
03-2010 12-2009
JHSF Incorporações S.A. 3.656 3.656
Companhia Administradora de Empreendimentos e Serviços 325 235
Companhia Metrô Norte 5.244 4.245
Companhia Boa Vista de Desenvolvimento Imobiliário 73.238 62.823
Sociedade Administradora de Estacionamentos e Serviços S.A. 780 780
Hotéis Fasano & Resorts S.A. 37 37
JHSF Shoppings S.A. 14 -
JHSF (Uruguay) S.A. (a) 37.710 35.640
Aveiro Incorporações S.A. 483 94
JHSF Belém Empreendimentos e Incorporações S.A. 342 342
JHSF Porto Alegre Empreendimentos e Incorporações S.A. 34 34
JHSF Salvador Empreendimentos e Incorporações S.A. 8.633 235
JHSF Manaus Empreendimentos e Incorporações S.A. 3.339 2.718
H Brasil Importação e Exportação S.A. 6.327 6.024
Total 140.162 116.863

(a) Na controlada JHSF (Uruguay) S.A., por se tratar de uma subsidiária sediada
no exterior, o adiantamento para futuro aumento de capital está sendo
atualizado monetariamente pela cotação do dólar norte-americano e a
respectiva variação cambial está classificada na conta de Ajuste de Avaliação
Patrimonial no Patrimônio Liquido.

22. Participação de minoritários em controladas

É composto por:

Composição do passivo
% Individual Consolidado
Participação 03-2010 12-2009 03-2010 12-2009
Hotéis Fasano & Resorts S.A. 40,00 - - 10.187 9.958
Outros - - - 10 10

14/05/2010 10:28:08 Pág: 54


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Total - - 10.197 9.968

Composição do resultado
% Individual Consolidado
Participação 03-2010 03-2009 03-2010 03-2009
Companhia Santa Cruz (Nota 10.2.1
item (a)) 5,00 - - - (176)
Hotéis Fasano & Resorts S.A. 40,00 - - (229) (231)
Total - - (229) (407)

23. Patrimônio líquido


03-2010 12-2009
Capital social 705.782 705.782
Ações em tesouraria (483) (483)
Reserva de lucro 234.636 228.247
Reserva de capital 1.613 1.423
Ajuste de avaliação patrimonial (1.478) (2.161)
Total 940.070 932.808

Capital social

Em 31 de março de 2010 e 31 de dezembro de 2009, o capital social totalmente


integralizado monta R$705.782, representado por 426.374.825 ações ordinárias
nominativas, sem valor nominal.

Ações em tesouraria

Em Reunião do Conselho de Administração realizada em 20 de outubro de 2008,


foi deliberada a autorização de compra de ações de emissão da Companhia de até
7.955.000 ações ordinárias, sem redução do capital social, para manutenção em
tesouraria, cancelamento, posterior alienação ou podendo ser utilizadas para
atender a eventual exercício do “Plano de Opção de Compra de Ações” da
Companhia. O objetivo da autorização é aplicar recursos disponíveis da
Companhia de forma a maximizar a geração de valor para o acionista, por meio de
uma administração eficiente da estrutura de capital.

14/05/2010 10:28:08 Pág: 55


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Em 2008 foram adquiridas 55.500 ações ordinárias pelo preço médio de R$ 2,05
em uma variação de preço entre R$ 1,50 a R$ 2,20. Os valores de aquisição
refletem os preços de mercado. Em 2009 foram adquiridas 100.000 ações
ordinárias pelo preço de R$3,71. Essas ações adquiridas pela Companhia
permanecem em tesouraria, considerando o preço da última cotação da ação antes
do encerramento do trimestre findo em 31 de março de 2010 que foi de R$3,17 o
valor de mercado dessas ações somam um total de R$493.
Reserva de Capital

Refere-se ao registro de opções outorgadas à administração e empregados,


decorrentes do plano de compra de ações (Nota nº 26), obedecendo ao que
determina o Pronunciamento Técnico CPC10 – Pagamento Baseado em Ações,
aprovado pela deliberação CVM nº 562/08.
Reserva de lucro

A reserva legal é constituída mediante a apropriação de 5% do lucro líquido do


exercício.
A reserva para retenção de lucro corresponde ao lucro remanescente, após a
destinação para reserva legal e da proposta de distribuição de dividendos e juros
sobre o capital próprio. Visa principalmente, atender aos planos de investimento
previstos em orçamento de capital para o desenvolvimento de novos negócios.
Ajuste de Avaliação Patrimonial

O Ajuste de Avaliação Patrimonial foi efetuado em conformidade com a Lei n.º


11.638 de 28 de dezembro de 2007 e representa a variação cambial decorrente do
adiantamento para futuro aumento de capital na controlada JHSF (Uruguay) S.A, e
os ajustes de conversão de balanços da JHSF (Uruguay) S.A.

Política de Distribuição de Dividendos


Aos acionistas é garantido o direito de receber, em cada exercício, a título de
dividendos, um percentual mínimo obrigatório de 25% (vinte e cinco por cento)
sobre o lucro líquido do exercício, com os seguintes ajustes:
• O decréscimo das importâncias destinadas, no exercício, à constituição da
reserva legal e de reservas para contingências; e
• O acréscimo das importâncias resultantes da reversão, no exercício, de
reservas para contingências, anteriormente formadas.

Destinação do lucro líquido

14/05/2010 10:28:08 Pág: 56


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Em 31 de dezembro de 2009, a Administração da Companhia propôs “ad


referendum” à Assembléia Geral Ordinária, a distribuição de R$52.400, a título de
juros sobre o capital próprio aos seus acionistas, sendo que, esses juros, tiveram
seus pagamentos iniciados e encerrados em Janeiro de 2010. Adicionalmente, foi
proposto pela administração, uma distribuição complementar de R$ 30.000 a titulo
de dividendos, cujos terão seus pagamentos iniciados em Maio de 2010.
As distribuições citadas foram ratificadas na Assembléia Geral Ordinária e
Extraordinária realizada em 30 de abril de 2010.

24. Instrumentos financeiros

A Companhia e suas controladas participam de operações envolvendo


instrumentos financeiros, todos registrados em contas patrimoniais, que se
destinam a atender às suas necessidades operacionais e a reduzir a exposição a
riscos de crédito, de taxa de juros e de moeda.

A Companhia e suas controladas não realizam operações envolvendo instrumentos


financeiros com finalidade especulativa.

Os riscos são administrados por meio de políticas de controle, estratégias


específicas e determinação de limites, como seguem:

(a) Gerenciamento de riscos

14/05/2010 10:28:08 Pág: 57


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Risco de crédito

A Companhia e suas controladas restringem a exposição a riscos de crédito


associados a bancos e a caixa e equivalentes de caixa, efetuando seus
investimentos em instituições financeiras de primeira linha.

Com relação às contas a receber, a Companhia e suas controladas restringem a


sua exposição a riscos de crédito por meio de vendas para uma base ampla de
clientes e de análises de crédito contínua. Adicionalmente, inexistem históricos
relevantes de perdas em face a critérios de análise de risco e da existência de
garantia real de recuperação dos imóveis nos casos de inadimplência durante o
período de construção.

Em 31 de março de 2010, a Administração da Companhia e suas controladas


julgaram desnecessária a constituição de provisão para fazer face a eventuais
perdas na recuperação de recebíveis relacionados com imóveis já concluídos,
devido a também possuir a garantia real do imóvel.

Durante esse mesmo período, não havia concentração de risco de crédito


relevante associado a clientes.

Risco de taxas de juros

A Companhia possui empréstimos de capital de giro, debêntures e aplicações


financeiras indexadas ao CDI, expondo esses ativos e passivos a flutuações nas
taxas de juros. A administração monitora o comportamento de mercado das taxas
futuras de juros com o objetivo de avaliar eventual necessidade de contratar
instrumentos de proteção ao risco de volatilidade dessas taxas.

Risco de moeda

A Companhia possui investimento em sociedade controlada no exterior totalizando


R$ 38.497, equivalente a US$ 21.615 (Dólares Americanos), não existindo, nesta
data, instrumento para proteger essa exposição cambial.

(b) Valor de mercado dos instrumentos financeiros


Os principais instrumentos financeiros ativos e passivos são descritos a seguir,
bem como os critérios para sua valorização:

Caixa e equivalentes de caixa

O valor de mercado de caixa, bancos conta movimento e das aplicações


financeiras não difere significativamente dos valores apresentados nas

14/05/2010 10:28:08 Pág: 58


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

demonstrações contábeis (Nota nº. 5). As taxas pactuadas refletem as condições


usuais de mercado.

Contas a receber

O saldo de contas a receber de clientes corresponde aos valores apresentados nas


demonstrações contábeis (Nota nº 6). O saldo a receber de clientes é atualizado a
índices contratuais praticados no mercado, e são mantidos a valor presente
conforme Instrução CVM nº. 469/08.

Empréstimos, financiamentos e debêntures

O valor de mercado dos empréstimos, financiamentos e debêntures não diferem


dos valores apresentados nas demonstrações contábeis. Os empréstimos,
financiamentos e debêntures possuem taxas compatíveis com as taxas praticadas
atualmente pelo Mercado e estão sendo atualizados de acordo com os contratos
firmados. O saldo devedor existente em 31 de março de 2010 corresponde aos
valores efetivos para liquidação.

(c) Operações com derivativos


Em 31 de março de 2010, a Companhia e suas controladas não possuem
quaisquer operações com derivativos.

25. Seguros

A Companhia e suas controladas possuem cobertura de seguro de


responsabilidade para danos pessoais a terceiros e danos materiais a ativos
tangíveis, bem como para riscos de incêndio, relâmpagos, danos elétricos,
fenômenos naturais e explosões de gás. A cobertura contratada é considerada
suficiente pela administração para cobrir os riscos possíveis para seus ativos e/ou
suas responsabilidades.
Os seguros relacionados aos riscos de construção e manutenção são de
responsabilidade das empreiteiras contratadas pela Companhia e suas controladas
para execução dos seus empreendimentos, uma vez que a Companhia e suas
controladas não possuem como atividade a construção de empreendimentos

14/05/2010 10:28:08 Pág: 59


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

imobiliários. As coberturas contratadas pelas empreiteiras são consideradas


suficientes pela administração para cobrir os riscos possíveis e/ou
responsabilidades.
A controlada JHSF Incorporações S.A. contratou seguro garantia de obrigações
privadas tendo como segurada a Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade
Social – Valia, para garantia de indenização até o valor fixado na apólice por
prejuízos decorrentes de eventual inadimplemento da controlada referentes às
obrigações pertinentes à construção da Torre 3 (Continental Tower) do
empreendimento “Condomínio Cidade Jardim Corporate Center” e da porção das
áreas comuns a que se refere o Contrato Principal de Compra e Venda pactuado
entre a Valia e controlada já citada.
As premissas de riscos adotados, dada a natureza e sua peculiaridade não foram
revisadas por nossos auditores independentes.

Em 31 de março de 2010, a especificação por modalidade de risco de vigência


dos seguros da Companhia está demonstrada a seguir:

Empresa Modalidade Vigência Cobertura


JHSF Participações S.A Seguro Veículos Ago/09 a Ago/10 100% Tabela Fipe
JHSF Incorporações S.A Riscos de Engenharia Projeto Praça Vila Nova Nov/09 a Nov/11 R$65.544
JHSF Incorporações S.A Responsabilidade Civil Geral Projeto Praça Vila Nova Nov/09 a Nov/11 R$5.000
JHSF Incorporações S.A Responsabilidade Civil Geral Torres Comerciais Parque Cidade Jardim Out/09 a Mar/12 R$5.000
JHSF Incorporações S.A Riscos de Engenharia Torres Comerciais Parque Cidade Jardim Nov/09 a Mar/12 R$301.095
Cia Patrimonial de Condomínios Edifícios Metropolitan e Platinum Offices Mar/10 a Mar/11 R$131.320
Imóveis Comerciais
Cia Patrimonial de Responsabilidade Civil Geral Mar/10 a Mar/11 R$4.000
Imóveis Comerciais
Sociedade Adm. Estac.e Responsabilidade Civil Garagista Abr/09 a Abr/10 R$300
Serviços
Cia Adm. de Empr. e Responsabilidade Civil Geral Mai/09 a Mai/10 R$14.000
Serviços
Cia Adm. de Empr. e Riscos Nomeados Mai/09 a Mai/10 R$160.000
Serviços
JHSF Salvador S.A Empresarial Nov/09 a Nov/10 R$4.800

14/05/2010 10:28:08 Pág: 60


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

26. Plano de opção de compra de ações

Nos termos do artigo 6º, parágrafo 3º, do Estatuto Social, dentro do limite do capital
autorizado e de acordo com Plano aprovado pela Assembléia Geral, o Conselho de
Administração pode aprovar a outorga pela Companhia de opção de compra de
ações a seus administradores e empregados, assim como aos administradores e
empregados de outras sociedades que sejam controladas direta ou indiretamente
pela Sociedade e, ainda, a pessoas naturais que prestem serviços à Companhia,
sem direito de preferência para os acionistas.
No âmbito do plano de opções o Conselho de Administração aprovou até 31 de
dezembro de 2009 quatro outorgas de opções de compra de ações aos seus
administradores, empregados e prestadores de serviço, assim como aos
administradores, empregados e prestadores de serviço de sociedades controladas
pela Companhia.

14/05/2010 10:28:08 Pág: 61


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Os volumes outorgados poderão ser exercidos pelos beneficiários a razão de 25%


a cada período de 12 meses de carência até o prazo limite de 6 anos da data da
outorga, sendo que da outorga realizada em 23 de julho de 2009, o volume de
1.175.000 ações obedecem a períodos de carência de 6 meses, a razão de 25%
cada, até o prazo limite de 6 anos da data de outorga. O preço de exercício será
atualizado com base na variação do IPCA medido entre o mês da outorga e o mês
do efetivo exercício da opção.

Com base no Pronunciamento Técnico CPC 10 – Pagamento baseado em ações,


a Companhia estimou o valor justo das opções nas datas das outorgas e
reconheceu como despesa em cada período parcela proporcional ao prazo de
vigência dos direitos. Considerando a inexistência de transações equivalentes no
mercado a companhia utilizou-se do método Black & Scholes para estimar o valor
justo das opções em cada outorga. Os detalhes de cada outorga e os valores
apurados e reconhecidos nas demonstrações contábeis estão demonstrados
abaixo:

14/05/2010 10:28:08 Pág: 62


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Programa 1ª Outorga 2ª Outorga 3ª Outorga 4ª Outorga


Prazo de exercicio 13/03/2013 12/03/2014 06/08/2014 22/07/2015
Quantidade de ações 552.758 1.526.495 - 1.251.530
Outorgadas 994.202 2.227.993 39.693 1.251.530
(-) Canceladas (284.429) (701.498) (39.693) -
(-) Exercidas (157.015) - - -
Valor de mercado (*) R$ mil 1.536 2.980 - 1.168
Apropriado 2007 256 - - -
Apropriado 2008 256 497 11 -
Apropriado 2009 241 465 8 97
Estorno ref. apropriações em 2009 (46) (94) (8) -
Estorno ao Patrimônio Líquido ref. apropriações anos anteriores (123) (126) (11) -
Apropriado 1º T 2010 49 93 - 48

(*) Valor de mercado nas datas das outorgas. O preço de mercado da 1ª Outorga
refere-se ao preço de oferta publica inicial da Companhia.

Foi aprovado em 23 de julho de 2009 através de Reunião do Conselho de


Administração a outorga de opções de compra de até 1.400.000 (um milhão e
quatrocentos mil) ações da Companhia aos beneficiários elegíveis do “Plano de
Opção de Compra de Ações” da Companhia. Nesta mesma data no âmbito da 4ª
Outorga foram concedidas 1.251.530 (um milhão duzentos e cinqüenta e um mil
quinhentas e trinta) opções de compra nos termos do Plano de Opção de Compra
de Ações da Companhia.
A Companhia efetuou o cálculo de exercício das outorgas liberadas na data das
informações trimestrais e concluiu que caso essas opções fossem exercidas em 31
de março de 2010, não haveria diluição em comparação ao valor patrimonial nem
de mercado.

27. Evento subsequente

Em 30 de abril de 2010 foi realizada AGOE que aprovou o Protocolo de


Incorporação e Justificação da controlada CPIC – Companhia Patrimonial de
Imóveis Comerciais pela Companhia.

14/05/2010 10:28:08 Pág: 63


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

14/05/2010 10:28:08 Pág: 64


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

07.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE

A JHSF Participações S.A., por se tratar de uma holding, não possui geração de caixa
próprio, suas atividades decorrem dos resultados de suas controladas, acionistas e captação
de recursos no mercado financeiro. Os comentários sobre o desempenho da Companhia
encontram-se descritos na ficha “Comentário de Desempenho Consolidado”.

14/05/2010 10:28:14 Pág: 65


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Desempenho Operacional e Financeiro Consolidado

As informações contidas neste comunicado são apresentadas em Reais e foram elaboradas e são
apresentadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil ("GAAP Brasileiro"),
necessária para os exercícios findos em 31 dez 2009. Portanto, elas não consideram a recente
aprovação dos Pronunciamentos Técnicos emitidos pelo CPC em 2009, aprovados pelos órgãos
regulamentadores, e exigidos a partir de 01 janeiro de 2010. Em 10 de novembro de 2009, a CVM,
emitiu a Deliberação n º 603, alterada pela Deliberação n º 626, que dá a opção para as empresas
listadas apresentarem as informações trimestrais de 2010 em linha com a prática contábil em vigor
em 31 de dezembro de 2009. As informações apresentadas refletem as demonstrações
consolidadas.

Demonstração de Resultado

Receita Bruta
A receita bruta de R$118,2 milhões no 1T10 representou uma queda de 13,0% sobre o 1T09.
Desconsiderando no 1T09 as receitas advindos dos ativos vendidos em 2009 para uma melhor
comparação, a queda seria de 7,3%, devido principalmente ao reconhecimento de receitas pelo
PoC (% de conclusão da obra) na divisão de Incorporações que foi prejudicado principalmente
pelas fortes chuvas ocorridas durante o primeiro trimestre de 2010.

Custos Operacionais
O custo operacional consolidado chegou a R$72,0 milhões, representando uma queda de 15,5%
sobre o 1T09, queda de 12,3% desconsiderando no 1T09 os custos adivindos dos ativos
vendidos em 2009, devido principalmente ao menor ritmo de obras resultado das chuvas
ocorridas no 1T10, levando a um menor reconhecimento de custos em Incorporações.

Lucro Bruto
No 1T10, o lucro bruto de R$38,4 milhões representou uma queda de 11,4% sobre o 1T09, queda
de 0,3% desconsiderando no 1T09 o lucro bruto advindo dos ativos vendidos em 2009,
principalmente devido à queda do lucro bruto da divisão de Incorporações, pelas razões expostas
nos itens Receita Bruta e Custos Operacionais acima.

Despesas Operacionais
As despesas gerais, administrativas e comerciais no 1T10 chegaram a R$24,8 milhões contra
R$31,2 milhões no 1T09, R$30,9 milhões desconsiderando as despesas advindas dos ativos
vendidos em 2009, resultado principalmente da queda das despesas comerciais, já que no 1T09
apresentamos despesas comerciais extraordinárias relacionadas ao lançamento do Horto Bela
Vista.

As outras despesas operacionais atingiram R$2,1 milhões no 1T10 (R$2,7 milhões no 1T09),
referente principalmente à amortização e depreciação.

14/05/2010 10:28:17 Pág: 66


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Resultado Financeiro Líquido


A tabela a seguir detalha nosso resultado financeiro líquido nos períodos indicados, em R$
milhões.

Var.
1T10 /
1T10 1T09
1T09 (%)
Receitas Financeiras 9,0 6,4 39,0%

Despesas Financeiras (12,6) (10,1) 24,5%


. CPMF/IOF (0,1) (0,1) -8,6%
. Juros s/Empréstimos (11,5) (9,1) 26,2%
. Variação Cambial Líquida 0,1 (0,2) n.d.
. Outras Despesas Financeiras (1,1) (0,7) 62,3%

Resultado Financeiro Líquido (3,6) (3,6) -1,0%

O resultado financeiro líquido consolidado do 1T10 foi negativo em R$3,6 milhões, mesmo
resultado obtido no 1T09, devido principalmente ao crescimento das receitas financeiras,
principalmente aquelas advindas das aplicações financeiras em montante maior e das contas a
receber de imóveis entregues, por outro lado, também houve o crescimento das despesas
financeiras, principalmente juros sobre empréstimos, em consequência do aumento da dívida
bruta.

EBITDA (não revisado)


A tabela abaixo demonstra o cálculo do EBITDA para os períodos indicados, em R$ milhões (vide
glossário para definição do EBITDA).

Var.
1T10 /
1T10 1T09
1T09 (%)
Lucro Líquido 6,4 0,3 2157,1%
(+) Minoritários 0,2 0,4 -43,7%
(+) Imposto de Renda / Contribuição Social 1,3 5,1 -73,9%
(+) Resultado Financeiro Líquido 3,6 3,6 -1,0%
(+) Itens Não-Caixa (Depreciação / Amortização / Outros) 7,0 9,2 -24,3%
(+) Resultado de Equivalência Patrimonial - (0,4) n.d.
(=) EBITDA 18,5 18,2 1,8%
(-) EBITDA dos ativos vendidos em 2009 - 5,5 n.d.
1
(=) EBITDA Ajustado 18,5 12,7 46,1%
(1) Exclui EBITDA dos ativos vendidos em 2009

O EBITDA do 1T10 de R$18,5 milhões representa um crescimento de 1,8% sobre o 1T09 e


46,1% sobre o 1T09 ajustado para os ativos vendidos em 2009, devido principalmente à redução
das despesas operacionais e à melhora da margem bruta consolidada.

14/05/2010 10:28:17 Pág: 67


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Lucro Líquido
Acompanhando a tendência do EBITDA, o lucro líquido de R$6,4 milhões no 1T10 é maior que o
lucro líquido de R$0,3 milhão no 1T09.

Balanço Patrimonial
Temos uma estrutura de capital sólida, com baixo endividamento, ativos com forte geração de
caixa recorrente e projetos de incorporação diferenciados, ideais para apoiar o projeto de
crescimento da empresa.

Ativos

Contas a Receber de Imóveis


Nossas contas a receber atingiram o montante de R$1.099,7 milhões ao final de Março de 2010,
incluindo os valores de contas a receber já reconhecidos e a serem apropriados, conforme
detalhado na tabela abaixo, que também inclui o cronograma de recebimentos, nos períodos
indicados em R$ milhões.

31/3/2010 %
Contas a receber reconhecidas 309,1 28,1%
Contas a receber a serem apropriadas 790,6 71,9%
(1)
Total de contas a receber com venda de Imóveis 1.099,7 100,0%

Cronograma de recebimento 31/3/2010 %


Recebidos (adiantamento de clientes) 172,4 15,7%
2010 306,1 27,8%
2011 427,7 38,9%
2012 143,2 13,0%
2013 em diante 50,3 4,6%
(1) Considera a totalidade dos contratos assinados, incluindo os valores ainda não apropriados

Estoques de Imóveis a Comercializar


O estoque de imóveis a comercializar é constituído de terrenos, unidades em construção e
unidades concluídas. A tabela a seguir detalha os valores de cada item, nos períodos indicados,
em R$ milhões.

Imóveis a comercializar - Valor Contábil 31/3/2010 31/12/2009 Var. (%)


Unidades Concluídas 12,8 4,2 208,2%
Unidades em Construção 74,3 90,3 -17,6%
Terrenos 257,5 235,1 9,6%
Total 344,7 329,5 4,6%

14/05/2010 10:28:17 Pág: 68


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Imobilizado
A tabela a seguir detalha os valores do imobilizado por negócio, nos períodos indicados, em R$
milhões.

Var.
1T10 /
1T10 4T09
4T09 (%)
Incorporações 103,2 97,9 5,5%
Shopping Centers 251,6 251,5 0,1%
Locações Comerciais 87,1 87,8 -0,8%
Hoteis 9,5 9,6 -1,8%
Holding 5,7 6,0 -5,2%
Total 457,0 452,7 1,0%

Passivos

Credores por Imóveis Compromissados


Representam os saldos a pagar relacionados aos contratos de aquisição de terrenos, objetivando
o lançamento de futuros empreendimentos, sendo os principais itens a permuta do terreno do
empreendimento Horto Bela Vista (Salvador – BA) e Ponta Negra (Manaus – AM).

Endividamento e Liquidez
A tabela a seguir detalha o endividamento bancário bruto e debêntures por modalidade e a dívida
líquida, nos períodos indicados, em R$ milhões.

Modalidade Juros Médios 31/3/2010 31/12/2009


Capital de Giro / Debêntures CDI + 1,76% a.a. (337,8) (340,9)
Capital de Giro - CEF TR + 11,6% a.a. (29,0) (31,5)
BNDES TJLP +3,55% aa (68,6) (72,4)
Total Dívida Bancária (435,4) (444,7)
Caixa e Aplicações Financeiras 397,8 396,2
(Dívida Bancária) Caixa Líquido (37,5) (48,6)

A tabela abaixo detalha o cronograma de pagamento das dívidas bancárias e debêntures, em R$


milhões, na data base de 31 de Março de 2010.

Ano de Vencimento R$ Milhões


Parcela Corrente 113,6
Não Circulante
2011 85,1
2012 94,3
2013 85,0
2014 57,4
Total 435,4

14/05/2010 10:28:17 Pág: 69


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Adiantamento de Clientes
Representa valores recebidos de clientes em transações com imóveis, cuja construção não
iniciou ou que a receita reconhecida ainda não atingiu o total adiantado pelo cliente e dos
adiantamentos de lojistas em pagamento da cessão de uso de lojas em shoppings centers, os
quais são apropriados à receita a partir do início da operação nos prazos dos contratos de
locação.

14/05/2010 10:28:17 Pág: 70


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

09.01 - PARTICIPAÇÕES EM SOCIEDADES CONTROLADAS E/OU COLIGADAS

1- ITEM 2 - RAZÃO SOCIAL DA CONTROLADA/COLIGADA 3 - CNPJ 4 - CLASSIFICAÇÃO 5 - % PARTICIPAÇÃO 6 - % PATRIMÔNIO


NO CAPITAL DA LÍQUIDO DA
INVESTIDA INVESTIDORA
7 - TIPO DE EMPRESA 8 - NÚMERO DE AÇÕES DETIDAS NO TRIMESTRE ATUAL 9 - NÚMERO DE AÇÕES DETIDAS NO TRIMESTRE ANTERIOR
(Unidades) (Unidades)

01 JHSF INCORPORAÇÕES S/A 05.345.215/0001-68 FECHADA CONTROLADA 99,99 33,94


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 161.999.999 161.999.999

03 COMPANHIA METRO NORTE S/A 07.486.185/0001-35 FECHADA CONTROLADA 99,99 0,61


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 11.181.515 11.181.515

04 COMPANHIA BOA VISTA 03.068.790/0001-35 FECHADA CONTROLADA 99,99 8,43


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 43.999.219 43.999.219

05 COMPANHIA PATRIMONIAL DE IMOVEIS COML 08.279.607/0001-64 FECHADA CONTROLADA 99,99 17,04


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 154.139.999 154.139.999

06 COMPANHIA ADM EMPREEND E SERVIÇOS 07.878.951/0001-07 FECHADA CONTROLADA 99,99 -0,05


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 959.999 959.999

07 SOCIEDADE ADM DE EMPREEND E SERVIÇOS 08.280.626/0001-00 FECHADA CONTROLADA 99,99 0,00


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 715.499 715.499

08 HOTEIS FASANO & RESORTS S/A 08.237.429/0001-09 FECHADA CONTROLADA 60,00 1,63
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 15.209.591 15.209.591

09 JHSF SHOPPINGS S/A 07.275.103/0001-03 FECHADA CONTROLADA 99,99 9,90


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 118.457.094 118.457.094

12 JHSF [URUGUAY] S.A. . . / - FECHADA CONTROLADA 99,99 -0,52


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 24.999.080 24.999.080

14/05/2010 10:28:17 Pág: 71


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

09.01 - PARTICIPAÇÕES EM SOCIEDADES CONTROLADAS E/OU COLIGADAS

1- ITEM 2 - RAZÃO SOCIAL DA CONTROLADA/COLIGADA 3 - CNPJ 4 - CLASSIFICAÇÃO 5 - % PARTICIPAÇÃO 6 - % PATRIMÔNIO


NO CAPITAL DA LÍQUIDO DA
INVESTIDA INVESTIDORA
7 - TIPO DE EMPRESA 8 - NÚMERO DE AÇÕES DETIDAS NO TRIMESTRE ATUAL 9 - NÚMERO DE AÇÕES DETIDAS NO TRIMESTRE ANTERIOR
(Unidades) (Unidades)

13 AVEIRO INCORPORAÇÕES S/A 08.274.761/0001-43 FECHADA CONTROLADA 99,99 4,85


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 16.192.999 16.192.999

14 HOTEL MARCO INTERNACIONAL S/A 03.221.095/0001-61 FECHADA CONTROLADA 13,90 0,25


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 4.191.715 4.191.715

16 JHSF BELEM EMPR E INCORPORAÇÕES S/A 10.317.019/0001-10 FECHADA CONTROLADA 99,99 -0,04
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 26.799 26.799

17 JHSF PORTO ALEGRE EMPR INCORPORAÇÕES S/A 10.316.959/0001-94 FECHADA CONTROLADA 99,99 -0,01
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 15.799 15.799

18 JHSF SALVADOR EMPR E INCORPORAÇÕES S/A 09.389.814/0001-34 FECHADA CONTROLADA 99,99 2,15
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 28.385.299 28.385.299

19 JHSF MANAUS EMPR. INCORP. S/A 09.547.849/0001-54 FECHADA CONTROLADA 99,99 0,08
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 2.601.399 2.601.399

20 H BRASIL COM IMP E EXPORTAÇÃO S/A 09.092.046/0001-52 FECHADA CONTROLADA 99,99 0,06
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 1.268.399 1.268.399

21 CORBAS ADMINISTRADORA DE BENS S.A. 09.576.147/0001-07 FECHADA CONTROLADA 99,99 0,00


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 99 99

14/05/2010 10:28:17 Pág: 72


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

14.01 - CARACTERÍSTICAS DA EMISSÃO PÚBLICA OU PARTICULAR DE DEBÊNTURES

1- ITEM 01
2 - Nº ORDEM 1
3 - Nº REGISTRO NA CVM Dispensado
4 - DATA DO REGISTRO CVM 12/11/2009
5 - SÉRIE EMITIDA 1
6 - TIPO DE EMISSÃO SIMPLES
7 - NATUREZA EMISSÃO PÚBLICA
8 - DATA DA EMISSÃO 12/11/2009
9 - DATA DE VENCIMENTO 12/11/2014
10 - ESPÉCIE DA DEBÊNTURE SEM PREFERENCIA
11 - CONDIÇÃO DE REMUNERAÇÃO VIGENTE CDI + 2,4% AO ANO
12 - PRÊMIO/DESÁGIO NÃO HÁ
13 - VALOR NOMINAL (Reais)
1.040.918,41
14 - MONTANTE EMITIDO (Reais Mil) 104.091
15 - Q. TÍTULOS EMITIDOS (UNIDADE) 100
16 - TÍTULO CIRCULAÇÃO (UNIDADE) 100
17 - TÍTULO TESOURARIA (UNIDADE) 0
18 - TÍTULO RESGATADO (UNIDADE) 0
19 - TÍTULO CONVERTIDO (UNIDADE) 0
20 - TÍTULO A COLOCAR (UNIDADE) 0
21 - DATA DA ÚLTIMA REPACTUAÇÃO

22 - DATA DO PRÓXIMO EVENTO


12/05/2010

14/05/2010 10:28:18 Pág: 73


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

DESTAQUES RESULTADOS

Vendas Contratadas Contas a Receber de Imóveis1


(%JHSF) - R$MM R$MM

1.099,7
102,7
853,1

31,0

1T09 1T10 1T09 1T10

EBITDA
Lucro Bruto a Apropriar
R$MM
R$MM
18,5
329,5
269,7 12,7
41,7%
46,2%

1T09 1T10 1T09 Pro-forma 1T10

Caixa e Aplicações Financeiras


R$MM
397,8

184,8

1T09 1T10

(1) Refere-se às unidades vendidas

Pro-forma exclui os resultados advindos dos ativos vendidos durante 2009 para melhor comparação

14/05/2010 10:28:19 Pág: 74


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

DESTAQUES DO RESULTADO

Vendas Contratadas Acumuladas por Projeto


R$MM e % vendido 2269,7

883,6
506,2 531,9
193,4 154,6

Parque Cidade Fazenda Boa Cidade Jardim Horto Bela Praça Vila Nova Total
Jardim Vista (F1 e F2) Corporate Vista (F1) Acumulado

% VGV 97% 71% 71% 70% 62%1 78%

(1) A torre Plátanos chegou a 85% desde o início de comercialização em dezembro de 2008 e a Tipuana 38% desde junho de 2009

Contas a Receber + Estoque a Valor Mercado


Projetos Lançados*
R$MM
1552,0

427,0 511,1
149,2 251,9 212,8

Parque Cidade Fazenda Boa Cidade Jardim Horto Bela Praça Vila Nova Total
Jardim Vista (F1 e F2) Corporate Vista (F1) Acumulado

(*) Projetos Lançados: Ao final de Março 2010, o fluxo de caixa operacional líquido a realizar dos
projetos lançados (vendido e a vender) é de R$619 milhões e o resultado líquido a realizar dos mesmos
projetos é de R$847 milhões.

HOTÉIS FASANO

Receita Bruta EBITDA


R$MM R$MM

6,0 6,2 1,2 1,3

1T09 1T10 1T09 1T10

14/05/2010 10:28:19 Pág: 75


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

INDICADORES - SHOPPINGS E LOCAÇÕES COMERCIAIS

Receita Bruta EBITDA


R$MM R$MM e Margem %

12,3 13,3 7,3


6,4
60,7%

57,0%

1T09 Pro-forma 1T10 1T09 Pro-forma 1T10

Net Operating Income (NOI) Funds from Operation (FFO)


R$MM e Margem % R$MM

9,1 9,6
5,9
80,5%
3,7
81,1%

1T09 Pro-forma 1T10 1T09 Pro-forma 1T10

Pro-forma exclui os resultados advindos dos ativos vendidos durante 2009 para melhor comparação

14/05/2010 10:28:19 Pág: 76


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Release de Resultados – Primeiro Trimestre de 2010

TELECONFERÊNCIAS DESTAQUES
Simultâneas Português / Em menos de 2 anos de abertura, em 29 de Abril de 2010,
2
Inglês inauguramos a expansão (área bruta locável-ABL de 3,3 mil m ) do
Shopping Cidade Jardim com 100% locado, indicando o sucesso
Português deste shopping. Adicionalmente, inauguramos o Spa Cidade Jardim
2
17/05/10 – 14:30 (Brasília) (ABL de 2,5 mil m ), que atenderá aos moradores do Parque Cidade
Tel.: (55 11) 2188-0155 Jardim e convidados, bem como, aos sócios. Iniciamos em
Código: JHSF Maio/2010 campanha publicitária do shopping com Kate Moss, uma
das modelos com maior prestígio internacionalmente.
Inglês
17/05/10 – 14:30 (Brasília) Na mesma data, lançamos a segunda fase do Horto Bela
2
Tel.: (1 866) 890-2584 Vista com 384 unidades, de 60 a 132 m , em 2 torres residenciais e
Código: JHSF um valor geral de vendas (VGV) potencial de R$87 milhões. Nas
primeiras duas semanas de vendas registramos compromissos
A teleconferência será (contratos + reservas) de 285 unidades ou 74% das unidades
transmitida pela internet disponíveis. Nosso cronograma indica o lançamento da terceira fase
no site www.jhsf.com.br/ri com mais 2 torres ainda este ano.

Contato RI Nossas vendas contratadas chegaram a R$102,7 milhões no


ri@jhsf.com.br 1T10, representando um crescimento de 231,7% sobre 1T09. O total
www.jhsf.com.br/ri de vendas contratadas dos projetos lançados atingiu a marca de
55 11 3702-JHSF R$2.269,7 milhões, representando 78% do VGV potencial, marca do
sucesso de desempenho destes empreendimentos.
Eduardo S. Camara
Marcio Fenelon As contas a receber cresceram 28,9% no 1T10 em relação
ao 1T09, conduzindo o total de contas a receber + estoque a valor
de mercado dos projetos lançados a R$1.552,0 milhões. O lucro
bruto a apropriar de R$329,5 milhões no 1T10 representou um
crescimento de 22,1% sobre 1T09. O total de resultado líquido a
realizar dos projetos lançados (vendido e a vender) é de R$619
milhões e o fluxo de caixa operacional líquido a realizar é de R$847
milhões, ambos para realização até a conclusão dos projetos.

Ao final de Março de 2010, o caixa bruto chegou a R$397,8


milhões, um expressivo crescimento sobre os R$184,8 milhões do
1T09. A dívida líquida (caixa bruto –
empréstimos/financiamentos/debêntures) atingiu R$37,5 milhões na
mesma data em comparação à dívida líquida de R$165,3 milhões no
ano anterior.

No 1T10 o lucro líquido chegou a R$6,4 milhões e o EBITDA


foi de R$ 18,5 milhões, um crescimento de 46,1% sobre os R$12,7
1
milhões do 1T09 pro-forma .

A receita bruta em nossos negócios de renda recorrente


(shoppings e locações comerciais) atingiu R$13,3 milhões no 1T10,
1
representando um crescimento de 8,1% sobre 1T09 (pro-forma) .

14/05/2010 10:28:19 Pág: 77


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

(1) Números pro-forma excluem os resultados dos ativos vendidos em 2009 para melhor comparação

Distribuímos proventos de R$82,4 milhões referentes ao exercício de 2009, representando


um pay-out de 55,2% sobre o lucro líquido reportado de 2009 e um yield de 5,2% sobre a cotação
da ação ao final de 2009.

No primeiro trimestre de 2010, firmamos contrato de compra de terreno situado na região


do Itaim – São Paulo – SP. A aquisição destina-se ao desenvolvimento de um empreendimento de
apartamentos residenciais de alto padrão, foco de atuação da JHSF. O Valor Geral de Vendas
(“VGV”) potencial deste empreendimento está estimado em aproximadamente R$100 milhões com
cronograma de lançamento entre o final de 2010 e início de 2011.

Além do bom desempenho de vendas, um dos fatores de destaque de nossos projetos é a


1
elevada valorização do preço por metro quadrado , como pode ser observado na tabela a seguir:

Preços por metro quadrado1 Lançamento Atual %


Parque Cidade Jardim 5.164 12.000 132%
Fazenda Boa Vista - Estâncias e Lotes 160 625 291%
Cidade Jardim Corporate Center 9.044 12.221 35%
Horto Bela Vista 2.635 3.580 36%
Praça Vila Nova 8.284 11.500 39%
(1) Comparativo de preço de transações nos períodos mencionados

14/05/2010 10:28:19 Pág: 78


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Indicadores Operacionais e Financeiros, em R$ milhões, exceto indicado em contrário

1T09 Var.
Shopping e Locações Comerciais 1T10 2
Proforma 1T10 / 1T09

Receita Bruta Pro-forma1 14,0 13,0 7,7%


Receita Bruta 13,3 12,3 8,1%
Receita Líquida 12,0 11,3 6,4%
Net Operating Income (NOI) 9,6 9,1 5,7%
Margem NOI (%) 80,5% 81,1% -0,5 pp
EBITDA 7,3 6,4 13,3%
Margem EBITDA (%) 60,7% 57,0% 3,7 pp
Resultado Líquido 0,4 (1,1) n.d.
Margem Líquida (%) 3,7% -9,6% 13,3 pp
Indicadores Financeiros Consolidados em R$ milhões, exceto
1T09 Var.
1T10 2
Proforma 1T10 / 1T09
indicado em contrário
Vendas Contratadas (% JHSF) 102,7 31,0 231,7%
Receita Bruta 118,2 127,4 -7,3%
Receita Líquida 110,5 120,7 -8,5%
Lucro Bruto 38,4 38,5 -0,3%
Margem Bruta (%) 34,8% 31,9% 2,8 pp
EBITDA 18,5 12,7 46,1%
Margem EBITDA (%) 16,8% 10,5% 6,3 pp
Lucro Líquido 6,4 (3,4) n.d.
Margem Líquida (%) 5,8% -2,8% 8,6 pp
Ações em circulação (mil ações)3 426.219 426.319 0,0%
Lucro Líquido por Mil Ações (R$/ mil ações) 14,99 (8,03) n.d.

4 Var.
Resultados a Apropriar - Incorporações 1T10 1T09
1T10 / 1T09
Receitas a Apropriar 790,6 583,9 35,4%
Custos a Apropriar (461,2) (314,2) 46,8%
Lucro Bruto a Apropriar 329,5 269,7 22,1%
Margem Bruta a Apropriar (%) 41,7% 46,2% -4,5 pp
Despesas a Apropriar (18,1) (11,5) 56,9%

(1) Inclui a receita potencial do aluguel do ABL de 2.490 m2 ocupados pelo nosso escritório central no SCJ
(2) Exclui os resultados dos ativos vendidos em 2009 para melhor comparação
(3) Exclui ações em tesouraria
(4) Refere-se às unidades vendidas

14/05/2010 10:28:19 Pág: 79


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Incorporações Imobiliárias

Vendas Contratadas
Nossos projetos lançados chegaram à marca de 78% do VGV em vendas contratadas acumuladas,
marca do sucesso de desempenho destes empreendimentos. As contas a receber e o estoque a
valor de mercado dos projetos lançados atingiram R$1.552,0 milhões ao final do 1T10. O total de
resultado líquido a realizar dos projetos lançados (vendido e a vender) é de R$619 milhões e o
fluxo de caixa operacional líquido a realizar é de R$847 milhões, ambos para realização até a
conclusão dos projetos.

Parque Fazenda Cidade Horto Bela Praça Total


Boa Vista Jardim
Projetos Lançados Cidade
Fases 1 Corporate
Vista
Jardim e2 Center Fase 1 Vila Nova
VGV Atualizado 911,0 708,0 750,2 275,8 249,4 2.894,4

Vendas Contratadas Acumuladas 883,6 506,2 531,9 193,4 154,6 2.269,7


% Vendido 97% 71% 71% 70% 62%1 78%

Contas a Receber 127,9 259,8 419,4 174,3 118,3 1.099,7


(-) Adiantamento de Clientes (6,1) (34,6) (126,6) (4,9) (0,3) (172,4)
(+) Estoque a Valor de Mercado 27,4 201,8 218,3 82,4 94,8 624,7
Total 149,2 427,0 511,1 251,9 212,8 1.552,0

(1) A torre Plátanos chegou a 85% desde o início de comercialização em dezembro de 2008 e a
Tipuana 38% desde junho de 2009.

Projetos Lançados

Parque Cidade Jardim. Maior empreendimento imobiliário da cidade de São Paulo, localizado na
região mais nobre da cidade, conta com 9 torres residenciais, das quais entregamos 8 torres.
Integrado ao complexo de torres residenciais, desenvolvemos o Shopping Cidade Jardim e o
Cidade Jardim Corporate Center, descrito a seguir.

Fazenda Boa Vista. Em apenas 2 anos foram construídas e entregues 129 unidades imobiliárias,
20 km de redes de água, esgoto, fibras óticas, ruas asfaltadas e trilhas, campo de golfe de 18
buracos desenhado por Randall Thompson, centro equestre, quadras de tênis, poliesportivas e
de futebol society, centro de recreação infantil e fazendinha, restaurante, piscina e concierge do
Hotel Fasano. O projeto já na sua segunda fase dispõe de residências, Villas Fasano do Hotel,
2
Lago e Tênis que contam com serviços do hotel, lotes e Estâncias. Do total de 9,6 milhões de m ,
2
temos 6 milhões de m de terreno e aproximadamente 2,5 milhões de área líquida disponível para
venda, sendo que transações recentes indicam um valor na faixa de R$600 – R$700 por m2.

Cidade Jardim Corporate Center. O complexo de torres comerciais do empreendimento Cidade


Jardim compreenderá 3 edifícios comerciais de padrão triple A, sendo o único empreendimento
comercial com certificado Acqua de sustentabilidade e All Technology Ready, além de um dos
2
mais modernos helipontos do país e 10 mil m de áreas verdes e lago. As obras estão em ritmo
acelerado.

14/05/2010 10:28:19 Pág: 80


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Horto Bela Vista. É o primeiro empreendimento de uso misto e larga escala de Salvador-BA com
2 2
um shopping com ABL de 44 mil m na primeira fase e 68 mil m no total, 19 torres residenciais
2
com unidades de 60 a 240 m , 3 torres comerciais e uma torre residencial com serviços de hotel.
A primeira fase do empreendimento, com VGV de R$262,0 milhões, inclui um total de 668
apartamentos que variam de 100 a 140 metros quadrados distribuídos em 5 torres residenciais.
Em 29 de Abril de 2010, lançamos a segunda fase a com 384 unidades, de 60 a 132 m2, em 2
torres residenciais e um valor geral de vendas potencial de R$87 milhões. Nas primeiras duas
semanas de vendas registramos compromissos (contratadas + reservas) de 285 unidades ou
74% das unidades disponíveis. Nosso cronograma indica o lançamento da terceira fase com mais
2 torres ainda este ano. A infraestrutura do projeto contará com um parque de 10 mil m2, escola,
clube e spa. Este projeto conta com financiamento à produção contratado junto ao Santander no
valor R$110 milhões. As obras da primeira fase foram iniciadas em Setembro de 2009 e estão em
ritmo acelerado.
2
Praça Vila Nova. Em um terreno de aproximadamente 5 mil m , o empreendimento Praça Vila
Nova está situado em uma das últimas áreas de grandes dimensões em região nobre da cidade
de São Paulo e a 500 metros do Parque do Ibirapuera. Terá 47 apartamentos residenciais de alto
2 2 2
padrão de 430m e 520 m e coberturas de até 1.200 m em duas torres de estilo contemporâneo,
contando com spa de nível internacional, fitness center, biblioteca, adega, escritórios e
conference room, piscina coberta aquecida e piscina descoberta, além de praças e áreas verdes
internas. As obras foram iniciadas em Setembro de 2009 e estão em ritmo acelerado.

Las Piedras Villas & Hotel Fasano. O primeiro empreendimento praia & campo de Punta del
Este reúne características de campo ao mesmo tempo em que oferece fácil acesso às melhores
praias de Punta, além de dispor de uma praia à beira do rio Maldonado. Continuam as obras do
Hotel Fasano, incluindo, entre outros, bangalôs, recepção, restaurantes, piscina e quadra de
tênis. O empreendimento contará ainda com campo de golfe, hípica, campo de pólo e centro
2 2
náutico. O projeto prevê bangalôs de 120 m a 200 m , unidades residenciais denominadas Villas
2 2
Fasano de 150m a 450m (1 a 3 quartos), com a possibilidade de bangalôs anexos, e estâncias
2
de cerca de 30 mil m .

Segmento Econômico. Lançamos o Total Ville Porto Velho com um VGV total da primeira fase
de R$46,0 milhões (41% JHSF). As vendas contratadas atingiram R$22,9 milhões até o final do
1T10. O foco de nossa atuação no segmento de baixa renda será a maximização do valor de
nosso banco de terrenos. Para tanto poderemos incorporar estes terrenos em parceria com
empresas especializadas no segmento.

Banco de Terrenos

Aquisição Itaim. No primeiro trimestre de 2010, firmamos contrato de compra de terreno situado
na região do Itaim– São Paulo – SP. A aquisição destina-se ao desenvolvimento de um
empreendimento de apartamentos residenciais de alto padrão, foco de atuação da JHSF. O Valor
Geral de Vendas (“VGV”) potencial deste empreendimento está estimado em aproximadamente
R$100 milhões com cronograma de lançamento entre o final de 2010 e início de 2011.

Temos um expressivo banco de terrenos, que totaliza R$13 bilhões em empreendimentos de


2
excelente qualidade em aproximadamente 18,5 milhões de m de área.

14/05/2010 10:28:19 Pág: 81


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Descrição dos principais projetos do banco de terrenos


2
Novas fases de empreendimentos. Na Fazenda Boa Vista são 6 milhões de m de terreno e
aproximadamente 2,5 milhões de área líquida disponível para venda, sendo que transações
2
recentes indicam um valor na faixa de R$600 – R$700 por m . No Horto Bela Vista, são 16 torres
para futuros lançamentos. Os dois projetos já apresentaram excelente desempenho em suas
fases iniciais, reduzindo as despesas comerciais de marketing nos lançamentos das próximas
fases.

Parque Catarina. O empreendimento está localizado a aproximadamente 30 minutos da cidade


de São Paulo, foi concebido dentro do conceito inovador de resort living, com a maior área
destinada ao lazer em um empreendimento de primeira moradia no Brasil, com spa, centro
eqüestre, mini-zoo, clubes, decks panorâmicos, além de um centro comercial, um shopping
center outlet de marcas Premium, hospital, centro educacional integrado, academia, escritórios
comerciais, igreja, entre outros. O VGV potencial estimado total do projeto é de R$7,9 bilhões.

Itaim I. Nos mesmos moldes de nossos empreendimentos imobiliários residenciais em áreas


urbanas, como o Edifício Paris e Praça Vila Nova, iremos realizar um empreendimento que será
um novo marco no bairro do Itaim, em São Paulo. O VGV potencial estimado total do projeto é de
R$70 milhões.

Manaus. Faremos um dos maiores empreendimentos imobiliários desta cidade, incluindo a


incorporação imobiliária com 9 prédios residenciais, onde a JHSF terá 60%, e um shopping center
2
com área bruta locável (ABL) de aproximadamente 30 mil m na primeira fase (80% JHSF), em um
2
terreno de aproximadamente 86,5 mil m , em Ponta Negra, Manaus – AM, uma das regiões mais
nobre áreas da cidade.

Outras Informações de Incorporações

Guidance 2010
Nossa expectativa é de realizar lançamentos com VGV potencial de R$1,0 bilhão em 2010. Esse
montante não contempla a eventual venda de incorporações de shoppings e propriedades dentro
da estratégia para ativos de renda recorrente

Lançamentos
A tabela a seguir detalha os lançamentos da JHSF no período de 2006 a 2009, com valores
atualizados do VGV de cada projeto, em R$ milhões.

2006 2007 2008 2009


Parque Cidade Jardim 360,1 544,4
Fazenda Boa Vista 505,4 186,6
Cidade Jardim Corporate Center 733,5
Horto Bela Vista 264,3
Praça Vila Nova 240,3
Las Piedras 50,0
Total Ville – Porto Velho 46,0
360,1 1.049,8 1.474,7 46,0

Receitas Apropriadas

14/05/2010 10:28:19 Pág: 82


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

O reconhecimento de receitas de incorporações no Brasil é realizado com base no andamento do


cronograma financeiro da obra, ou seja, no custo incorrido em relação aos custos totais orçados
(Percentage of Completion Method ou POC) e nas vendas contratadas.

A tabela a seguir detalha a apropriação de receitas nos períodos indicados.

Vendas Andamento Receita Bruta


Empreendimentos Contratadas da Obra Reconhecida
Acum. (%) (R$ milhões)
Até 31/03/10 1T10

Parque Cidade Jardim 883,6 99,8% 21,4


Fazenda Boa Vista (Fases 1 e 2) 506,2 77,0% 25,7
Cidade Jardim Corporate Center 531,9 18,3% 25,1
Horto Bela Vista (Fase 1) 193,4 10,9% 8,6
Praça Vila Nova 154,6 47,1% 14,0
Total 2.269,7 94,7

Receitas e Resultados a Apropriar


O valor das receitas a apropriar é obtido pela diferença entre as vendas contratadas e as receitas
apropriadas e o valor dos custos a apropriar é obtido pela diferença entre os custos totais
orçados e os custos apropriados, com base no método PoC. A tabela a seguir detalha as
receitas, custos, lucro bruto, margem bruta a apropriar e despesas a apropriar nos períodos
indicados, em R$ milhões, exceto indicado em contrário.

1T10 1T09 Var.(%)


(1)
Receitas a Apropriar 790,6 583,9 35,4%
(1)
Custos a Apropriar (461,2) (314,2) 46,8%
(1)
Lucro Bruto a Apropriar 329,5 269,7 22,1%
(1)
Margem Bruta a Apropriar 41,7% 46,2% -4,5 pp
(1) Referente às unidades vendidas
1T10 1T09 Var.(%)
Despesas a Apropriar (18,1) (11,5) 56,9%

(1) Refere-se às unidades vendidas

Os custos a apropriar, os resultados a apropriar e a margem a apropriar são baseados em


estimativas da JHSF. Os valores finais poderão sofrer variação em relação às estimativas
apresentadas.

Estoques de Imóveis a Comercializar


O estoque de imóveis a comercializar é constituído de terrenos, unidades em construção e
unidades concluídas. A tabela a seguir detalha os valores de cada item, nos períodos indicados,
em R$ milhões.

14/05/2010 10:28:19 Pág: 83


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Imóveis a comercializar - Valor Contábil 31/3/2010 31/12/2009 Var. (%)


Unidades Concluídas 12,8 4,2 208,2%
Unidades em Construção 74,3 90,3 -17,6%
Terrenos 257,5 235,1 9,6%
Total 344,7 329,5 4,6%

Os valores dos terrenos na tabela acima refletem o custo contábil de aquisição e não refletem a
apreciação obtida a partir do modelo de desenvolvimento de projetos de larga escala e em fases,
onde a apreciação do entorno é capturada no lançamento de nossas fases. Neste sentido, dois
projetos embutem uma expressiva apreciação dos terrenos em comparação ao custo contábil. A
Fazenda Boa Vista, com uma área líquida de terrenos disponível para venda nas novas fases de
aproximadamente 2.500.000 metros quadrados, sendo que transações recentes indicam um valor
2
na faixa de R$600 – R$700 por m . Outro projeto a ser beneficiado é o Horto Bela Vista, onde
lançamos 7 edifícios residenciais, dos 23 previstos (19 residenciais e 4 comerciais).

14/05/2010 10:28:19 Pág: 84


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Shopping Centers e Locações Comerciais

Ativos em Operação e Expansão

Shopping Cidade Jardim. Com o término e inauguração das obras de expansão e do Spa Cidade
2
Jardim, a área bruta locável (ABL) passou para 31,9 mil m . O shopping está localizado na região
mais nobre de São Paulo, com a maior concentração de áreas verdes da cidade e a maior renda
per capita do Brasil e se beneficia do fato de estar ligado ao Empreendimento Cidade Jardim,
sendo a principal alternativa de compras e lazer para as pessoas que trabalham, residem ou
transitam diariamente pelo Empreendimento Cidade Jardim. Inaugurado em maio de 2008, a
locação da ABL da primeira fase e da expansão do Shopping Cidade Jardim apresentam 100%
locadas.

Edifícios Metropolitan e Platinum. Edifícios comerciais classe A em áreas nobres na região


metropolitana de São Paulo, desenvolvidos e incorporados pela JHSF e que compõem nossa
2
carteira dedicada à locação com ABL de 12,7 mil m . Em consonância com nossa estratégia para os
ativos de renda recorrente, firmamos acordo com a Credit Suisse Heding-Griffo para a constituição do
CSHG JHSF Prime Offices – Fundo de Investimento Imobiliário que terá, dentre seus objetivos, a
intenção de adquirir e explorar determinados imóveis comerciais, entre eles os Edifícios Metropolitan e
Platinum (Rua Amauri – São Paulo). Dentro de nosso planejamento estratégico, avaliaremos a
possibilidade de manter participação nos imóveis através da aquisição de quotas do fundo para nosso
segmento de renda recorrente.

Destaques dos Projetos em Desenvolvimento


2
Shopping Metrô Tucuruvi. Com uma ABL de 27 mil m na primeira fase, este shopping estará
localizado na zona norte da cidade de São Paulo, uma região densamente povoada. Esse
shopping center terá frente para três vias, permitindo grande exposição. Estará totalmente
integrado à estação de Metrô Tucuruvi, com uma grande circulação de pessoas e veículos.
Segundo a Gismarket, um número aproximado de 730 mil pessoas residindo em áreas de
influência desse empreendimento, a região conta com expressivo fluxo de veículos, com média,
em dias úteis, de 37,6 mil automóveis, 2,1 mil motocicletas, 1,9 mil ônibus urbanos e 2,0 mil
lotações, totalizando 43,9 mil veículos. As obras deste shopping estão em ritmo acelerado com
cronograma de término no final de 2011.

Shopping Bela Vista. Com uma ABL de 48,3 mil m2 na primeira fase, este shopping está
localizado dentro do empreendimento de uso misto e larga escala Horto Bela Vista, localizado em
Salvador - BA. As obras foram iniciadas em Setembro de 2009, com cronograma de término no
primeiro semestre de 2012.
2
Shopping Ponta Negra. Com uma ABL de 32,8 mil m na primeira fase, este shopping está
localizado dentro de nosso empreendimento de uso misto e larga em Ponta Negra, Manaus –
AM, uma das regiões mais nobre áreas da cidade. As obras estão programadas para iniciar no
segundo trimestre de 2010 e terminar no segundo semestre de 2012.

14/05/2010 10:28:19 Pág: 85


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Principais Indicadores de Shoppings e Locações Comerciais


A tabela a seguir apresenta os principais dados operacionais e indicadores de resultado de
Shopping Centers e Locações Comerciais nos períodos indicados em R$ milhões, exceto quando
indicado em contrário. Para melhor comparabilidade excluímos os resultados advindos dos ativos
vendidos em 2009.

Shoppings e Locações Comerciais (1) 1T10 1T092 Var. (%)

Receita Bruta Pro-Forma3 14,0 13,0 7,7%

Receita Bruta 13,3 12,3 8,1%

Receita Líquida 12,0 11,3 6,4%

Net Operating Income (NOI) 9,6 9,1 5,7%

Margem NOI (%) 80,5% 81,1% -0,6%

EBITDA 7,3 6,4 13,3%

Margem EBITDA (%) 60,7% 57,0% 6,5%

Lucro Líquido 0,4 (1,1) n.d.

Margem Líquida (%) 3,7% -9,6% n.d.

Funds from Operations (FFO) 5,8 3,7 57,7%

Margem FFO (%) 48,2% 32,5% 48,2%


(1) Resultado das controladas de shoppings e locações comerciais
(2) Exclui resultados dos ativos vendidos em 2009 para melhor comparação
(3) Receita Bruta Pro-Forma inclui a receita potencial do aluguel do ABL de 2.490 m2 ocupados pelo nosso escritório
central no SCJ

14/05/2010 10:28:19 Pág: 86


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Hotéis

A estratégia de atuação com os Hotéis Fasano é de crescimento através da atividade de


gerenciamento de hotéis. Prentendemos continuar utilizando a marca Hotel Fasano para a
ancoragem de alguns de nossos empreendimentos imobiliários, como por exemplo, a Fazenda
Boa Vista e Las Piedras. Nestes casos, os investimentos do hotel serão feitos pela própria JHSF,
além da expansão seletiva em projetos stand alone, como o projeto de Salvador e o de Trancoso.

Principais Indicadores de Hotéis

Hotéis (1) 1T10 1T09 Var. (%)


Receita Bruta 6,2 6,0 3,6%
Receita Líquida 5,8 5,6 3,0%
Lucro Bruto 2,8 2,7 4,1%
Margem Bruta (%) 47,8% 47,3% 0,5 pp
EBITDA 1,3 1,2 13,8%
Margem EBITDA (%) 23,0% 20,8% 2,2 pp
Lucro Líquido 0,4 0,4 -0,8%
Margem Líquida (%) 7,5% 7,8% -0,3 pp
(1) Resultado da controlada Hotel Marco Internacional S.A., onde detemos indiretamente 65,56%

14/05/2010 10:28:19 Pág: 87


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Desempenho Operacional e Financeiro Consolidado

As informações contidas neste comunicado são apresentadas em Reais e foram elaboradas e são
apresentadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil ("GAAP Brasileiro"),
necessária para os exercícios findos em 31 dez 2009. Portanto, elas não consideram a recente
aprovação dos Pronunciamentos Técnicos emitidos pelo CPC em 2009, aprovados pelos órgãos
regulamentadores, e exigidos a partir de 01 janeiro de 2010. Em 10 de novembro de 2009, a CVM,
emitiu a Deliberação n º 603, alterada pela Deliberação n º 626, que dá a opção para as empresas
listadas apresentarem as informações trimestrais de 2010 em linha com a prática contábil em vigor
em 31 de dezembro de 2009. As informações apresentadas refletem as demonstrações
consolidadas.

Demonstração de Resultado

Receita Bruta
A receita bruta de R$118,2 milhões no 1T10 representou uma queda de 13,0% sobre o 1T09.
Desconsiderando no 1T09 as receitas advindos dos ativos vendidos em 2009 para uma melhor
comparação, a queda seria de 7,3%, devido principalmente ao reconhecimento de receitas pelo
PoC (% de conclusão da obra) na divisão de Incorporações que foi prejudicado principalmente
pelas fortes chuvas ocorridas durante o primeiro trimestre de 2010.

Custos Operacionais
O custo operacional consolidado chegou a R$72,0 milhões, representando uma queda de 15,5%
sobre o 1T09, queda de 12,3% desconsiderando no 1T09 os custos adivindos dos ativos
vendidos em 2009, devido principalmente ao menor ritmo de obras resultado das chuvas
ocorridas no 1T10, levando a um menor reconhecimento de custos em Incorporações.

Lucro Bruto
No 1T10, o lucro bruto de R$38,4 milhões representou uma queda de 11,4% sobre o 1T09, queda
de 0,3% desconsiderando no 1T09 o lucro bruto advindo dos ativos vendidos em 2009,
principalmente devido à queda do lucro bruto da divisão de Incorporações, pelas razões expostas
nos itens Receita Bruta e Custos Operacionais acima.

Despesas Operacionais
As despesas gerais, administrativas e comerciais no 1T10 chegaram a R$24,8 milhões contra
R$31,2 milhões no 1T09, R$30,9 milhões desconsiderando as despesas advindas dos ativos
vendidos em 2009, resultado principalmente da queda das despesas comerciais, já que no 1T09
apresentamos despesas comerciais extraordinárias relacionadas ao lançamento do Horto Bela
Vista.

As outras despesas operacionais atingiram R$2,1 milhões no 1T10 (R$2,7 milhões no 1T09),
referente principalmente à amortização e depreciação.

14/05/2010 10:28:19 Pág: 88


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Resultado Financeiro Líquido


A tabela a seguir detalha nosso resultado financeiro líquido nos períodos indicados, em R$
milhões.

Var.
1T10 /
1T10 1T09
1T09 (%)
Receitas Financeiras 9,0 6,4 39,0%

Despesas Financeiras (12,6) (10,1) 24,5%


. CPMF/IOF (0,1) (0,1) -8,6%
. Juros s/Empréstimos (11,5) (9,1) 26,2%
. Variação Cambial Líquida 0,1 (0,2) n.d.
. Outras Despesas Financeiras (1,1) (0,7) 62,3%

Resultado Financeiro Líquido (3,6) (3,6) -1,0%

O resultado financeiro líquido consolidado do 1T10 foi negativo em R$3,6 milhões, mesmo
resultado obtido no 1T09, devido principalmente ao crescimento das receitas financeiras,
principalmente aquelas advindas das aplicações financeiras em montante maior e das contas a
receber de imóveis entregues, por outro lado, também houve o crescimento das despesas
financeiras, principalmente juros sobre empréstimos, em consequência do aumento da dívida
bruta.

EBITDA (não revisado)


A tabela abaixo demonstra o cálculo do EBITDA para os períodos indicados, em R$ milhões (vide
glossário para definição do EBITDA).

Var.
1T10 /
1T10 1T09
1T09 (%)
Lucro Líquido 6,4 0,3 2157,1%
(+) Minoritários 0,2 0,4 -43,7%
(+) Imposto de Renda / Contribuição Social 1,3 5,1 -73,9%
(+) Resultado Financeiro Líquido 3,6 3,6 -1,0%
(+) Itens Não-Caixa (Depreciação / Amortização / Outros) 7,0 9,2 -24,3%
(+) Resultado de Equivalência Patrimonial - (0,4) n.d.
(=) EBITDA 18,5 18,2 1,8%
(-) EBITDA dos ativos vendidos em 2009 - 5,5 n.d.
1
(=) EBITDA Ajustado 18,5 12,7 46,1%
(1) Exclui EBITDA dos ativos vendidos em 2009

O EBITDA do 1T10 de R$18,5 milhões representa um crescimento de 1,8% sobre o 1T09 e


46,1% sobre o 1T09 ajustado para os ativos vendidos em 2009, devido principalmente à redução
das despesas operacionais e à melhora da margem bruta consolidada.

14/05/2010 10:28:19 Pág: 89


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Lucro Líquido
Acompanhando a tendência do EBITDA, o lucro líquido de R$6,4 milhões no 1T10 é maior que o
lucro líquido de R$0,3 milhão no 1T09.

14/05/2010 10:28:19 Pág: 90


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Balanço Patrimonial
Temos uma estrutura de capital sólida, com baixo endividamento, ativos com forte geração de
caixa recorrente e projetos de incorporação diferenciados, ideais para apoiar o projeto de
crescimento da empresa.

Ativos

Contas a Receber de Imóveis


Nossas contas a receber atingiram o montante de R$1.099,7 milhões ao final de Março de 2010,
incluindo os valores de contas a receber já reconhecidos e a serem apropriados, conforme
detalhado na tabela abaixo, que também inclui o cronograma de recebimentos, nos períodos
indicados em R$ milhões.

31/3/2010 %
Contas a receber reconhecidas 309,1 28,1%
Contas a receber a serem apropriadas 790,6 71,9%
(1)
Total de contas a receber com venda de Imóveis 1.099,7 100,0%

Cronograma de recebimento 31/3/2010 %


Recebidos (adiantamento de clientes) 172,4 15,7%
2010 306,1 27,8%
2011 427,7 38,9%
2012 143,2 13,0%
2013 em diante 50,3 4,6%
(1) Considera a totalidade dos contratos assinados, incluindo os valores ainda não apropriados

Estoques de Imóveis a Comercializar


O estoque de imóveis a comercializar é constituído de terrenos, unidades em construção e
unidades concluídas. A tabela a seguir detalha os valores de cada item, nos períodos indicados,
em R$ milhões.

Imóveis a comercializar - Valor Contábil 31/3/2010 31/12/2009 Var. (%)


Unidades Concluídas 12,8 4,2 208,2%
Unidades em Construção 74,3 90,3 -17,6%
Terrenos 257,5 235,1 9,6%
Total 344,7 329,5 4,6%

Imobilizado

14/05/2010 10:28:19 Pág: 91


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

A tabela a seguir detalha os valores do imobilizado por negócio, nos períodos indicados, em R$
milhões.

Var.
1T10 /
1T10 4T09
4T09 (%)
Incorporações 103,2 97,9 5,5%
Shopping Centers 251,6 251,5 0,1%
Locações Comerciais 87,1 87,8 -0,8%
Hoteis 9,5 9,6 -1,8%
Holding 5,7 6,0 -5,2%
Total 457,0 452,7 1,0%

Passivos

Credores por Imóveis Compromissados


Representam os saldos a pagar relacionados aos contratos de aquisição de terrenos, objetivando
o lançamento de futuros empreendimentos, sendo os principais itens a permuta do terreno do
empreendimento Horto Bela Vista (Salvador – BA) e Ponta Negra (Manaus – AM).

Endividamento e Liquidez
A tabela a seguir detalha o endividamento bancário bruto e debêntures por modalidade e a dívida
líquida, nos períodos indicados, em R$ milhões.

Modalidade Juros Médios 31/3/2010 31/12/2009


Capital de Giro / Debêntures CDI + 1,76% a.a. (337,8) (340,9)
Capital de Giro - CEF TR + 11,6% a.a. (29,0) (31,5)
BNDES TJLP +3,55% aa (68,6) (72,4)
Total Dívida Bancária (435,4) (444,7)
Caixa e Aplicações Financeiras 397,8 396,2
(Dívida Bancária) Caixa Líquido (37,5) (48,6)

A tabela abaixo detalha o cronograma de pagamento das dívidas bancárias e debêntures, em R$


milhões, na data base de 31 de Março de 2010.

Ano de Vencimento R$ Milhões


Parcela Corrente 113,6
Não Circulante
2011 85,1
2012 94,3
2013 85,0
2014 57,4
Total 435,4

Adiantamento de Clientes

14/05/2010 10:28:19 Pág: 92


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Representa valores recebidos de clientes em transações com imóveis, cuja construção não
iniciou ou que a receita reconhecida ainda não atingiu o total adiantado pelo cliente e dos
adiantamentos de lojistas em pagamento da cessão de uso de lojas em shoppings centers, os
quais são apropriados à receita a partir do início da operação nos prazos dos contratos de
locação.

Mercado de Capitais

Proventos
Em reunião de 30 de Abril de 2010, a Assembléia Geral Ordinária aprovou a distribuição de
dividendos referentes ao exercício de 2009 no montante de R$30,0 milhões, representando
R$0,07038629701 por ação, como base de cálculo a posição acionária de 30 de Abril de 2010 e
início de pagamento em 11 de Maio de 2010. Adicionando os R$52,4 milhões de juros sobre
capital próprio, também referente ao exercício de 2009, cujo pagamento iniciamos em 12 de
Janeiro de 2010, totalizamos proventos de R$82,4 milhões, representando um pay-out de 55,2%
sobre o lucro líquido reportado de 2009 e um yield de 5,2% sobre a cotação da ação ao final de
2009.

14/05/2010 10:28:19 Pág: 93


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Governança
Além da adesão ao Novo Mercado da Bovespa, listagem no maior nível de governança no Brasil,
os parâmetros de governança corporativa adotados pela JHSF estão alinhados com as melhores
práticas brasileiras e internacionais, utilizando de diretrizes claras de conduta, em padrões
superiores aos exigidos pela regulamentação vigente. Temos um conselho de administração com
1 membro independente, de um total de 6. Instituímos um Comitê de Auditoria, de Gestão de
Riscos e de Finanças, com 3 representantes.

Além disso, temos em vigor nosso Código de Ética, referência para conduta pessoal de
funcionários e a Política de Negociação de Ações, com o objetivo de prevenir a utilização de
informações relevantes não divulgadas.

A JHSF apóia a divulgação dos conceitos de governança corporativa patrocinando o Instituto


Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC).

Auditoria
Em atendimento à Instrução CVM 381/03, informamos que a JHSF e empresas controladas
realizaram pagamentos totalizando R$50,4 mil no 1T10 à Terco Grant Thornton Auditores
Independentes referente à consultoria para revisão de determinados processos internos,
equivalentes a 23,4% do valor global de serviços de auditoria. A JHSF e suas controladas em
discussão com os auditores independentes concluíram que estes serviços prestados não
afetaram a independência e a objetividade da auditoria, em razão da natureza dos trabalhos,
definição de escopo e dos procedimentos executados.

Arbitragem
A Companhia está vinculada à arbitragem na Câmara de Arbitragem do Mercado, conforme
Cláusula Compromissória constante no Estatuto Social.

14/05/2010 10:28:19 Pág: 94


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Demonstrações Contábeis Consolidadas


Balanço Patrimonial Consolidado
(Em Milhares de Reais)

ATIVO 31/3/2010 31/12/2009


Circulante
Caixa e equivalentes de caixa 397.840 396.152
Contas a receber 240.866 297.143
Imóveis a comercializar 152.167 167.956
Créditos diversos 11.322 11.321
Impostos e contribuições a recuperar 3.428 10.901
Impostos e contribuições diferidas 8.025 7.152
Despesas com vendas a apropriar 18.368 18.234
832.016 908.860
Não Circulante
Realizável a Longo Prazo
Contas a Receber 77.313 80.914
Créditos diversos 37.945 37.258
Imóveis a Comercializar 192.553 161.524
Impostos e contribuições diferidas 1.672 2.784
Partes relacionadas 4.100 4.100
313.583 286.580
Permanente
Intangível 166.874 167.155
Imobilizado 457.034 452.716
Diferido 25.369 26.337
649.276 646.207
TOTAL Não circulante 962.859 932.787
Total - Ativo 1.794.875 1.841.648

14/05/2010 10:28:19 Pág: 95


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Demonstrações Contábeis Consolidadas


Balanço Patrimonial Consolidado
(Em Milhares de Reais)

PASSIVO 31/3/2010 31/12/2009


Circulante
Fornecedores 28.890 34.978
Empréstimos e financiamentos / Debêntures 113.568 95.839
Obrigações trabalhistas e tributárias 10.772 24.498
Impostos e contribuições diferidas 16.358 15.991
Credores por imóveis compromissados 40.292 29.152
Adiantamento de clientes 185.786 180.385
Juros sobre Capital Próprio a pagar - 44.803
Dividendos a Pagar 30.000 30.000
Débitos Diversos 3.702 2.953
429.369 458.600
Passivo não circulante
Exigível a longo prazo
Obrigações trabalhistas e tributárias 4.847 5.183
Empréstimos e financiamentos / Debêntures 321.811 348.905
Partes relacionadas 1.723 1.723
Credores por imóveis compromissados 83.097 80.492
Débitos Diversos 1.032 1.331
Provisões para riscos 2.729 2.638
415.239 440.272
Total do não circulante 415.239 440.272
Participação de minoritários em controladas 10.197 9.968
Patrimônio liquido
Capital social 705.782 705.782
Ações em tesouraria (483) (483)
Reserva de lucro 228.247 228.247
Reservas de capital 1.613 1.423
Lucros Acumulados 6.389 -
Ajuste de avaliação patrimonial (1.478) (2.161)
940.070 932.807
Total - Passivo 1.794.875 1.841.648

14/05/2010 10:28:19 Pág: 96


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Demonstrações Contábeis Consolidadas


Demonstração do Resultado Consolidado
(Em Milhares de Reais)
1
1T09 Pro-forma
1T10 1T09
Não-Revisado
R$ mil % R$ mil % R$ mil %
Receita Bruta 118.163 135.831 127.424
Impostos sobre receita (7.691) (7.248) (6.722)
Receita Líquida 110.472 100,0% 128.583 100,0% 120.702 93,9%

Custos Operacionais (72.043) -65,2% (85.224) -66,3% (82.154) -63,9%

Lucro Bruto 38.429 34,8% 43.360 33,7% 38.548 30,0%

Receitas e (Despesas) Operacionais (26.874) -24,3% (33.922) -26,4% (33.555) -26,1%

Comerciais (9.297) -8,4% (15.731) -12,2% (15.692) -12,2%

Administrativas (15.485) -14,0% (15.488) -12,0% (15.184) -11,8%

Outras Receitas e (Despesas) Operacionais (2.092) -1,9% (2.702) -2,1% (2.678) -2,1%

EBITDA 18.521 16,8% 18.200 14,2% 12.681 9,9%

Resultado Operacional Antes das Financeiras 11.555 10,5% 9.438 7,3% 4.993 3,9%

Resultado Financeiro Líquido (3.602) -3,3% (3.639) -2,8% (4.072) -3,2%

Lucro antes de Impostos 7.953 7,2% 5.799 4,5% 921 0,7%

IR /CSLL (1.334) -1,2% (5.108) -4,0% (4.112) -3,2%

Lucro Líquido antes de Minoritários 6.619 6,0% 690 0,5% (3.191) -2,5%

Minoritários (229) -0,2% (407) -0,3% (231) -0,2%

Lucro Líquido 6.389 5,8% 283 0,2% (3.422) -2,7%

(1) Exclui os resultados advindos dos ativos vendidos em 2009

14/05/2010 10:28:19 Pág: 97


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Demonstração Resumida Suplementar do Resultado Consolidado por Negócio


Primeiro Trimestre de 2010
(Em Milhares de Reais)
(não revisado)
Shoppings e
Incorporações Locações Hotéis Holding e Outros Consolidado
Comerciais

Receita Bruta 94.731 13.336 6.189 3.908 118.163

Impostos sobre receita (4.735) (1.338) (399) (1.219) (7.691)

Receita Líquida 89.996 11.997 5.790 2.689 110.472

Custos Operacionais (59.482) (7.977) (3.025) (1.559) (72.043)

Lucro Bruto 30.514 4.020 2.765 1.130 38.429

Margem Bruta 33,9% 33,5% 47,8% 42,0% 34,8%

Receitas e (Despesas) Operacionais (17.091) (1.113) (2.051) (6.619) (26.874)

Comerciais (8.281) (105) (408) (503) (9.297)

Administrativas (7.200) (791) (1.599) (5.895) (15.485)

Outras Receitas e (Despesas) Operacionais (1.611) (216) (44) (220) (2.092)

Resultado Operacional Antes das Financeiras 13.423 2.908 714 (5.489) 11.555

EBITDA 15.029 7.283 1.333 (5.123) 18.521

Margem EBITDA (%) 16,7% 60,7% 23,0% -190,5% 16,8%

Resultado Financeiro Líquido (797) (2.279) (74) (452) (3.602)

Lucro antes de Impostos 12.626 628 640 (5.941) 7.953

IR /CSLL (1.179) (180) 26 (1) (1.334)

Lucro Líquido antes de Minoritários 11.447 448 665 (5.942) 6.619

Minoritários / Reversão Juros sobre Capital Próprio (0) 0 (229) - (229)

Lucro Líquido 11.447 448 436 (5.942) 6.389

Margem Líquida (%) 12,7% 3,7% 7,5% -221,0% 5,8%

14/05/2010 10:28:19 Pág: 98


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Demonstrações Contábeis Consolidadas


Demonstração do Fluxo de Caixa Resumida
em milhares de Reais
1T10 1T09
Fluxo Operacional
Lucro Líquido do Exercício 6,4 0,3
Depreciação, Amortização e outros itens 20,4 18,8
Sub-total 26,8 19,1
Variações de Ativos e Passivos
Contas a receber 59,9 (5,9)
Imóveis destinados à venda (15,2) 20,0
Impostos e contribuições a recuperar 7,5 (1,4)
Fornecedores (6,1) (8,6)
Adiantamento de clientes 5,4 16,3
Obrigações trabalhistas e tributárias (14,1) (3,3)
Outros (0,2) 4,7
Geração de Caixa Operacional 64,0 40,8
Fluxo de Investimentos (9,6) (1,4)
Fluxo de Financiamentos (52,7) (31,8)
Superávit (Déficit) de Caixa no Período 1,7 7,6

14/05/2010 10:28:19 Pág: 99


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

14/05/2010 10:28:19 Pág: 100


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

GLOSSÁRIO
ABL Área bruta locável.
O EBITDA consiste nos nossos lucros antes das receitas (despesas) financeiras líquidas, imposto de renda e
contribuição social, da participação de minoritários, depreciação e amortização. O EBITDA não é uma medida
de acordo com o BR GAAP, não representa o fluxo de caixa para os períodos apresentados e não deve ser
EBITDA
considerado como substituto para o lucro líquido como indicador do nosso desempenho operacional ou como
substituto para o fluxo de caixa como indicador de liquidez. O EBITDA não possui significado padronizado e
nossa definição de EBITDA pode não ser comparável àquelas utilizadas por outras empresas.
Net Operating Income = receita total – custo total de shoppings – despesas diretas de shoppings +
NOI depreciação e amortização. O NOI não possui significado padronizado e nossa definição de NOI pode não ser
comparável àquelas utilizadas por outras empresas.
Valor geral de venda. Neste release, todas as referências a VGV correspondem ao valor total a ser
potencialmente obtido, proveniente da venda de todas as unidades lançadas de determinado
empreendimento imobiliário. O investidor deve estar ciente de que o VGV poderá não ser realizado ou diferir
VGV significativamente do valor das vendas contratadas, uma vez que o número total de unidades efetivamente
vendidas poderá ser inferior ao número de unidades lançadas e/ou o valor da venda contratada de cada
unidade poderá ser inferior ao preço de lançamento.

Este comunicado contém declarações e informações prospectivas a respeito da JHSF. Tais declarações e informações
prospectivas baseiam-se em premissas e expectativas futuras que poderão não se concretizar e não são garantia do
desempenho futuro da Companhia. Advertimos os investidores de que as referidas declarações e informações
prospectivas estão e estarão, conforme o caso, sujeitas a riscos, incertezas e outros fatores relativos às operações e aos
ambientes de negócios da JHSF e suas controladas e/ou coligadas, em virtude dos quais os resultados reais das
empresas podem diferir de maneira relevante de resultados futuros expressos ou implícitos no presente material.

Embora a JHSF acredite que as premissas e expectativas utilizadas para a divulgação das declarações e informações
prospectivas sejam razoáveis e baseadas em dados atualmente disponíveis à sua administração, a JHSF não pode
garantir resultados ou acontecimentos futuros. A JHSF isenta-se expressamente do dever de atualizar qualquer uma das
declarações e informações prospectivas contidas no presente material.

Este documento não constitui oferta, convite ou solicitação de oferta de subscrição ou compra de quaisquer valores
mobiliários. Este documento e seu conteúdo não constituem a base de um contrato ou compromisso de qualquer espécie.

14/05/2010 10:28:19 Pág: 101


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Posição Acionária dos detentores de mais de 5% das ações de cada espécie e classe da Companhia, até o
nível de pessoa física
Companhia: JHSF Participações S.A. Posição em 31/03/10
Ações Ordinárias¹
Acionista
Quantidade %
JHSF Par S.A. 271.742.797 63,73%
Fábio Roberto Chimenti Auriemo 37.462.505 8,79%
José Auriemo Neto 37.462.505 8,79%
Ações em Tesouraria 155.500 0,04%
Outros 79.551.518 18,65%
Total 426.374.825 100,00%
(1) O capital da JHSF Participações S.A. é composto apenas de ações ordinárias

Distribuição do capital social da pessoa jurídica JHSF PAR S.A., até o nível de pessoa física
Denominação: JHSF PAR S.A. Posição em 31/03/10
Ações Ordinárias¹
Acionista
Quantidade %
F.A. Participações Ltda. 2.654.215 50,00%
JAN Participações S.A. 2.654.215 50,00%
Total 5.308.430 100,00%
(1) O capital da JHSF Par S.A. é composto apenas de ações ordinárias

Distribuição do capital social da pessoa jurídica F.A. Participações Ltda., até o nível de pessoa física
Denominação: F.A. Participações Ltda. Posição em 31/03/10
Quotas¹
Acionista
Quantidade %
Fábio Roberto Chimenti Auriemo 28.399.998 99,99%
Outros 2 0,01%
Total 28.400.000 100,00%
(1) O capital da F.A. Participações Ltda é composto apenas de quotas

Distribuição do capital social da pessoa jurídica JAN Participações S.A., até o nível de pessoa física
Denominação: JAN Participações S.A. Posição em 31/03/10
Ações Ordinárias¹
Acionista
Quantidade %
José Auriemo Neto 33.809.732 99,99%
Outros 1 0,01%
Total 33.809.733 100,00%
(1) O capital da JAN Participações S.A. é composto apenas de ações ordinárias

14/05/2010 10:28:19 Pág: 102


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Posição Acionária Consolidada dos Controladores e Administradores e Ações em Circulação


Ações Ordinárias¹
Acionista 31/03/2010 31/03/2009

Controladores 346.667.807 81,31% 346.667.807 81,31%

Administradores
Conselho de Administração 3 0,00% 3 0,00%
Diretoria 82.941 0,02% 157.015 0,04%

Conselho Fiscal² - 0,00% - 0,00%

Ações em Tesouraria 155.500 0,04% 55.500 0,01%

Outros Acionistas 79.468.574 18,63% 79.494.500 18,64%

Total 426.374.825 100,00% 426.374.825 100,00%

Ações em Circulação 79.468.574 18,63% 79.494.500 18,64%


(1) O capital da JHSF Participações é composto apenas de ações ordinárias
(2) A Companhia não tem Conselho Fiscal instalado.

14/05/2010 10:28:19 Pág: 103


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

21.01 - RELATÓRIO DA REVISÃO ESPECIAL - SEM RESSALVA

JHSF Participações S.A.


Informações Trimestrais (ITR)
acompanhadas do Relatório sobre Revisão
Especial dos Auditores Independentes

Trimestre findo em 31 de Março de 2010

Relatório sobre Revisão Especial dos


Auditores Independentes

Aos Acionistas e Administradores da JHSF Participações S.A:

1. Efetuamos uma revisão especial das Informações Trimestrais (ITR) da JHSF


Participações S.A. (individual e consolidada), em 31 de Março de 2010,
compreendendo os balanços patrimoniais, as demonstrações do resultado, das
mutações do patrimônio liquido e dos fluxos de caixa e as informações contábeis
contidas no relatório de desempenho para o trimestre findo naquela data,
elaborados sob a responsabilidade de sua Administração.

2. Nossa revisão foi efetuada de acordo com as normas específicas estabelecidas


pelo Instituto dos Auditores Independentes do Brasil, em conjunto com o Conselho
Federal de Contabilidade, e consistiu, principalmente, de: (a) indagação e
discussão com os administradores responsáveis pelas áreas Contábil, Financeira e
Operacional da Sociedade e suas controladas quanto aos principais critérios
adotados na elaboração das Informações Trimestrais; e (b) revisão das
informações e dos eventos subseqüentes que tenham ou possam vir a ter efeitos
relevantes sobre a situação financeira e as operações da Sociedade e suas
controladas.

3. Com base em nossa revisão especial não temos conhecimento de qualquer


modificação relevante que deva ser feita nas Informações Trimestrais acima
referidas para que as mesmas estejam de acordo com as práticas contábeis
adotadas no Brasil, aplicadas de forma condizente com as normas expedidas pela
Comissão de Valores Mobiliários - CVM especificamente aplicáveis à elaboração
das Informações Trimestrais.

14/05/2010 10:28:23 Pág: 104


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2010
02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

21.01 - RELATÓRIO DA REVISÃO ESPECIAL - SEM RESSALVA

4. Conforme mencionado na nota explicativa nº 3.1, durante o ano de 2009 foram


aprovados pela Comissão de Valores Mobiliários – CVM diversos
Pronunciamentos, Interpretações e Orientações Técnicas emitidos pelo Comitê de
Pronunciamento Contábeis – CPC, com vigência obrigatória para 2010, que
alteram as práticas contábeis adotadas no Brasil. Conforme facultado pela
Deliberação CVM nº 603/09, as Informações Trimestrais referidas no primeiro
parágrafo foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no
Brasil até 31 de dezembro de 2009 e, portanto, sem contemplar essas alterações.
Em consonância com essa faculdade, também não estão contempladas essas
alterações nas informações contábeis relativas aos saldos patrimoniais de 31 de
dezembro de 2009, bem como nas demonstrações do resultado, das mutações do
patrimônio líquido e dos fluxos de caixa do trimestre findo em 31 de março de
2009.

5. As informações patrimoniais de 31 de dezembro de 2009 foram por nós


examinadas e sobre elas emitimos nosso parecer de auditoria datado de 22 de
março de 2010, sem ressalva. As demonstrações do resultado, das mutações do
patrimônio líquido e dos fluxos de caixa referentes ao trimestre findo em 31 de
março de 2009 foram por nós revisadas e sobre elas emitimos relatório de revisão
especial, sem ressalva, datado de 11 de maio de 2009.

São Paulo, 13 de Maio de 2010.

Auditores Independentes Nelson Varandas dos Santos


CRC 2 SP 018.196/O-8 Contador CRC 1SP-197.110/O-3

14/05/2010 10:28:23 Pág: 105


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

ÍNDICE
GRUPO QUADRO DESCRIÇÃO PÁGINA

01 01 IDENTIFICAÇÃO 1
01 02 SEDE 1
01 03 DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia) 1
01 04 REFERÊNCIA DO ITR 1
01 05 COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL 2
01 06 CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA 2
01 07 SOCIEDADES NÃO INCLUÍDAS NAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CONSOLIDADAS 2
01 08 PROVENTOS EM DINHEIRO 2
01 09 CAPITAL SOCIAL SUBSCRITO E ALTERAÇÕES NO EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO 3
01 10 DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES 3
02 01 BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO 4
02 02 BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO 5
03 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO 7
04 01 04 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA 9
05 01 05 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2010 a 31/03/2010 11
05 02 05 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2010 a 31/03/2010 12
08 01 BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO 13
08 02 BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO 14
09 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO 16
10 01 10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO 18
11 01 11 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2010 a 31/03/2010 20
11 02 11 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2010 a 31/03/2010 21
06 01 NOTAS EXPLICATIVAS 22
07 01 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE 65
12 01 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE 66
13 01 PARTICIPAÇÃO EM SOCIEDADES CONTROLADAS E/OU COLIGADAS 71
14 01 CARACTERÍSTICAS DA EMISSÃO PÚBLICA OU PARTICULAR DE DEBÊNTURES 73
20 01 OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES 74
21 01 RELATÓRIO DA REVISÃO ESPECIAL 104
JHSF INCORPORAÇÕES S/A
COMPANHIA METRO NORTE S/A
COMPANHIA BOA VISTA
COMPANHIA PATRIMONIAL DE IMOVEIS COML
COMPANHIA ADM EMPREEND E SERVIÇOS
SOCIEDADE ADM DE EMPREEND E SERVIÇOS
HOTEIS FASANO & RESORTS S/A
JHSF SHOPPINGS S/A
JHSF [URUGUAY] S.A.
AVEIRO INCORPORAÇÕES S/A
HOTEL MARCO INTERNACIONAL S/A
JHSF BELEM EMPR E INCORPORAÇÕES S/A

14/05/2010 10:28:24 Pág: 106


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02060-5 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. 08.294.224/0001-65

ÍNDICE
GRUPO QUADRO DESCRIÇÃO PÁGINA
JHSF PORTO ALEGRE EMPR INCORPORAÇÕES S/A
JHSF SALVADOR EMPR E INCORPORAÇÕES S/A
JHSF MANAUS EMPR. INCORP. S/A
H BRASIL COM IMP E EXPORTAÇÃO S/A
CORBAS ADMINISTRADORA DE BENS S.A. /105

14/05/2010 10:28:24 Pág: 107