Você está na página 1de 62

Patologias

em

Pavimentos Flexíveis

Conceito

Os pavimentos flexíveis são aqueles que são revestidos com materiais betuminosos ou asfálticos, podem ser aplicados como tratamento

da superfície do pavimento, tais como Tratamento

Superficial Duplo ou Triplo (TSD ou TST), em estradas de volumes mais baixo, ou Concreto

Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) para um

fluxo mais elevado.

Composição

Composição

Subleito: é o terreno da fundação do pavimento ou revestimento

Sub-base:

ou

é

camada

corretiva

do

subleito,

a

complementar a base.

Base: tem por função, aliviar as tensões nas camadas

inferiores, drenagem das aguas que se infiltram, na

base ocorre a tensão máxima de cisalhamento, bode

ser utilizado: BGS, concreto compactado a rolo, brita

graduada com cimento, macadame e etc.

Revestimento: camada que recebe diretamente a ação do rolamento dos veículos, deve resistir aos esforços nelas atuantes

Dissipação da Carga

Dissipação da Carga

Pavimento Flexível

Pavimento Flexível
DEFEITOS/ PATOLOGIAS
DEFEITOS/ PATOLOGIAS

DEFEITOS/

PATOLOGIAS

DEFEITOS/ PATOLOGIAS
DEFEITOS/ PATOLOGIAS
DEFEITOS/ PATOLOGIAS

DEFEITOS/ PATOLOGIAS

*Definição:

Danos que ocorrem no pavimento, provenientes de diversos fatores como:

- problemas de drenagem;

- escolha equivocada de materiais (ou baixa qualidade;

- falhas de projeto e/ou de execução;

- excesso de cargas dos veículos;

- vida útil do pavimento;

- entre outros.

DEFEITOS/ PATOLOGIAS

Os defeitos, ou patologias, dos pavimentos podem ser classificados como:

Funcionais: comprometem a segurança e

conforto dos usuários.

Estruturais: comprometem a capacidade de

suporte de cargas.

Fissuras (F)

Pequenas fendas isoladas;

Podem estar dispostas em qualquer direção e

sentido;

Comprimento máximo de 30cm e somente

perceptível a 1,5m.

Fissuras (F)

 Fissuras (F)

TRINCAMENTOS

Trincamento por fadiga (TF) (tipo couro

de jacaré)

Conjunto de pequenas fissuras interligadas;

Geralmente ocorre nas trilhas de roda;

Representa o fim da vida útil do revestimento.

TRINCAMENTOS

Trincamento por fadiga (TF) (tipo couro

de jacaré)

TRINCAMENTOS  Trincamento por fadiga (TF) (tipo couro de jacaré)

TRINCAMENTOS

Trincamento transversal (TT)

Fendas no sentido transversal;

Comprimento menor que 1m são consideradas

curta, e ao contrário, são longas.

TRINCAMENTOS

Trincamento transversal (TT)

TRINCAMENTOS  Trincamento transversal (TT)

TRINCAMENTOS

Trincamento longitudinal (TL)

Fendas no sentido paralelo;

Comprimento menor que 1m são consideradas

curta, e ao contrário, são longas.

TRINCAMENTOS

Trincamento longitudinal (TL)

TRINCAMENTOS  Trincamento longitudinal (TL)

TRINCAMENTOS

Trincamento em bloco (TB)

Junção de trincas longitudinais e transversais;

Dividem o revestimento em peças retangulares

com áreas que podem variar de 0,1m² a 10m².

TRINCAMENTOS

Trincamento em bloco (TB)

TRINCAMENTOS  Trincamento em bloco (TB)

TRINCAMENTOS

Trincamento por propagação de juntas (TJ)

Conjunto

de

trincas

transversais

e/ou

longitudinais em lugares onde há bases rígidas

TRINCAMENTOS

Trincamento por propagação de juntas (TJ)

TRINCAMENTOS  Trincamento por propagação de juntas (TJ)

TRINCAMENTOS

Trincamento na borda (TBd)

Resultado da ruptura da borda do pavimento

ou a região onde sofreu alargamento;

Representada por uma trinca longitudinal ou

uma faixa de trincas que possui largura de 30 à

60cm.

TRINCAMENTOS

Trincamento na borda (TBd)

TRINCAMENTOS  Trincamento na borda (TBd)

TRINCAMENTOS

Trincamento parabólico (TP)

Conjunto

de

trincas

que

possui

forma

aproximada de uma meia lua;

Ocorre mais comumente nas trilhas de roda.

TRINCAMENTOS

Trincamento parabólico (TP)

TRINCAMENTOS  Trincamento parabólico (TP)

Defeitos Superficiais

Exsudação

É o aparecimento localizado do ligante ou de

argamassa betuminosa na superfície do

pavimento, criando manchas de dimensões

variadas que apresentam um brilho vítreo de cor

preta, e superfície lisa de baixa resistência à

derrapagem, ou seja, esse defeito compromete a aderência pneu-pavimento.

Exsudação

Exsudação
Exsudação

Agregado Polido

Ocorre pela inexistência ou pouca porção de agregado projetando-se acima da superfície do

pavimento reduzindo a resistência à derrapagem

devido a falta de aspereza ou partículas angulares dos agregados. Sua existência pode ser detectada

por observação visual ou correndo-se os dedos

sobre a superfície do pavimento.

Agregado Polido

Agregado Polido
Agregado Polido

Empolamento

É um inchaço na superfície do pavimento

que pode ocorrer sobre uma pequena área ou

como uma onda longa e gradual em qualquer

porção da superfície do pavimento, podendo ser acompanhado de trincamento da superfície.

Empolamento

Empolamento
Empolamento

Desintegração

É a perda progressiva de materiais do

revestimento caracterizada pelo desalojamento

progressivo de partículas do agregado, apresentando uma aspereza superficial anormal,

podendo ocorrer ao longo ou imediatamente

abaixo da superfície do pavimento.

Desintegração

Desintegração
Desintegração

Intemperismo

É a corrosão do revestimento do pavimento

pela perda do ligante asfáltico, podendo ocorrer

ao longo ou imediatamente abaixo da superfície

do pavimento.

Intemperismo

Intemperismo
Intemperismo

Desagregação

É a corrosão do revestimento do pavimento em virtude da perda da adesão asfalto-agregado,

podendo ocorrer ao longo de toda superfície do

pavimento.

Desagregação

Desagregação
Desagregação

Defeitos - Deformação

DEPRESSÃO

Deformação produzida pela movimentação e/ou

recalque de camadas do solo.

DEPRESSÃO Deformação produzida pela movimentação e/ou recalque de camadas do solo.
DEPRESSÃO Deformação produzida pela movimentação e/ou recalque de camadas do solo.

Afundamento de trilha de roda (ATR):

O tráfego de veículos em um pavimento provoca deformação longitudinal no pavimento,

denominada de Afundamento de Trilha de Rodas.

de veículos em um pavimento provoca deformação longitudinal no pavimento, denominada de Afundamento de Trilha de
de veículos em um pavimento provoca deformação longitudinal no pavimento, denominada de Afundamento de Trilha de

Corrugações (Costelas)

As corrugações são deformações transversais

ao eixo da pista, em geral compensatórias, com

depressões intercaladas de elevações com comprimento de onda.

ao eixo da pista, em geral compensatórias, com depressões intercaladas de elevações com comprimento de onda.

PANELAS

Buracos ou "panelas", que são causados por

materiais e serviços inadequados de manutenção,

infiltração da água, desagregação do material sob ação do tráfego de veículos, diminuição gradual da resistência, e,

em alguns trechos, o afundamento causado pela má

compactação do asfalto.

diminuição gradual da resistência, e, em alguns trechos, o afundamento causado pela má compactação do asfalto.
diminuição gradual da resistência, e, em alguns trechos, o afundamento causado pela má compactação do asfalto.

Deterioração dos remendos asfálticos

Um reparo com falta de técnica, ou material de baixa qualidade causa, quase sempre, com o tráfego de

automóveis, uma deterioração desses reparos em pouco tempo.

de baixa qualidade causa, quase sempre, com o tráfego de automóveis, uma deterioração desses reparos em
de baixa qualidade causa, quase sempre, com o tráfego de automóveis, uma deterioração desses reparos em

Outros tipos de defeitos no

pavimento.

Bombeamento de finos

Subida à superfície por meio de fendas de material fino devido à presença de água sob pressão causada pela ação do tráfego e rapidamente aliviada após solicitação provocando a ascensão dos finos, podendo

ocorrer próximo as trincas ou as juntas de construção

e/ou dos remendos, notados pelas manchas na

superfície ou pela acumulação de material fino junto às trincas. É causado por condições de drenagem ineficientes que ocasionam o acúmulo de água sobre a

placa

Bombeamento de Finos

Bombeamento de Finos

Afloramento d’agua

Afloramento d’agua é o vazamento do lençol

freático ou veia d’agua pelas trincas da superfície do pavimento, quando submetida a altas pressões

ela migra lentamente para a superfície, podendo

ocorrer próximo as trincas ou juntas de construção.

Afloramento d’água

Afloramento d’água

Desnível entre pista e acostamento

É a diferença de elevação entre a faixa

de tráfego e o acostamento. Pode ser causado por camadas sucessivas de revestimento asfálticos,

erosão de acostamento não pavimentado e

consolidação diferencial. Esse desnível é medido em (mm) com intervalos de 15m,registrando a

variação dos desníveis. Em condições normais

poderá haver um pequeno desnível entre pista e acostamento para melhor escoamento de água.

Desnível entre pista e acostamento

Desnível entre pista e acostamento

Separação entre pista e acostamento

Separação é o alargamento da junção entre a pista e o acostamento. Essa separação não é considerada como um defeito se a junta está

muito fechada ou selada e impedindo a infiltração

de água às camadas inferiores.

Separação entre a pista e o

acostamento

Separação entre a pista e o acostamento

Solopamento

É uma cavidade profunda de grande

dimensão que apresenta em seu contorno bordas “suspensas” de revestimento, ocorrendo

principalmente em vias urbanas. Salopamento é

nada mais que a erosão, o cedimento ou afundamento do pavimento.

Salopamento

Salopamento

Recuperação de pavimento Flexível

com revestimento betuminoso

A Restauração de um pavimento é mais uma arte do que uma ciência.

A Restauração de um pavimento é mais uma arte do que uma ciência.
A Restauração de um pavimento é mais uma arte do que uma ciência.

A conservação do pavimento

Falhas e defeitos resultante do desgaste natural.

QUAL A MELHOR SOLUÇÃO?
QUAL A MELHOR
SOLUÇÃO?
resultante do desgaste natural. QUAL A MELHOR SOLUÇÃO? Desgaste da superfície do revestimento, geralmente
resultante do desgaste natural. QUAL A MELHOR SOLUÇÃO? Desgaste da superfície do revestimento, geralmente
Desgaste da superfície do revestimento, geralmente ocasionado por: -Atrito das rodas dos veículos. -
Desgaste
da
superfície
do
revestimento,
geralmente ocasionado por:
-Atrito das rodas dos veículos.
- Envelhecimento do pavimento causado pelo
empobrecimento da qualidade dos aglutinantes
e elástica do ligante.
Já o Desgaste da superfície de rolamento
ocasiona a desagregação, afetando assim a
vida útil do pavimento.

Capa Selante

É um dos métodos mais eficientes e econômicos

para preservação dos revestimentos seja de

mistura ou por penetração.

FINALIDADE: - Correção de revestimento esgarçado. -Combate a oxidação do ligante. - Restabelecimento
FINALIDADE:
- Correção de revestimento esgarçado.
-Combate a oxidação do ligante.
- Restabelecimento
impermeabilização da superfície.
da
revestimento esgarçado. -Combate a oxidação do ligante. - Restabelecimento impermeabilização da superfície. da

Presença de Água nas camadas

• CAUSAS MAIS FREQUENTES: - Infiltração de água no subleito - Ascensão ou rebaixamento do
• CAUSAS MAIS FREQUENTES:
- Infiltração de água no subleito
- Ascensão
ou
rebaixamento
do
lençol
freático
- Infiltração de água através da pista de
rolamento

REMENDOS

SUPERFICIAL: Realiza um selamento provisório

em trincas que são superficiais.

PROFUNDO: São reparos que atingem todas as camadas do pavimento, as vezes até chegando ao SUBLEITO.

CONCLUSÃO

CONCLUSÃO CONSERVAÇÃO RESTAURAÇÃO RECONSTRUÇÃO Uma estrada bem feita, mesmo com manutenção precária, será
CONCLUSÃO CONSERVAÇÃO RESTAURAÇÃO RECONSTRUÇÃO Uma estrada bem feita, mesmo com manutenção precária, será
CONCLUSÃO CONSERVAÇÃO RESTAURAÇÃO RECONSTRUÇÃO Uma estrada bem feita, mesmo com manutenção precária, será
CONCLUSÃO CONSERVAÇÃO RESTAURAÇÃO RECONSTRUÇÃO Uma estrada bem feita, mesmo com manutenção precária, será

CONSERVAÇÃO

RESTAURAÇÃO

RECONSTRUÇÃO

Uma estrada bem feita, mesmo com manutenção precária, será melhor que outra com manutenção constante, mas mal feita.