Você está na página 1de 2

Bruxaria Tradicional e Bruxaria Neopagã: As Diferenças

A Bruxaria Neopagã, ou "Wicca", teve o seu início nos anos 40 e 50 com os escritos de
Gerald B. Gardner. Faltam evidências desta história. Pela sua própria descrição eles
parecem ter sido um grupo de maçons, hermetistas, rosacruzes e ocultistas, não
verdadeiras bruxas "tradicionais" . Os seus próprios registros das atividades e
crenças/práticas do grupo testemunham isso. Wicca lembra muito fortemente uma versão
descristianizada da Ordem da Aurora Dourada (Golden Dawn), e reivindica "descender
espiritualmente" das antigas religiões pagãs, mas sustentam pouca semelhança com a
cultura nativa pagã autêntica da Europa. A Bruxaria Tradicional, refere-se às crenças e
práticas de famílias e organizações secretas da Arte que antecedem o século vinte.
Entretanto, o folclore e a história do século 11 em diante testemunham práticas similares
àquelas transmitidas hoje pelas bruxas tradicionais. A Wicca tem uma estrutura formal,
baseada no modelo de "três graus" de iniciação, com títulos de "Alto Sacerdote, Alta
Sacerdotisa" orientado para o Feminino. Há duas "tradições" reais de Wicca... A
Gardneriana (a original) e a Alexandrina. .. Muitas tradições "ecléticas" surgiram (Celta,
Faery, Saxônia, Diânica etc. etc.). Na Bruxaria Tradicional, não há uma "estrutura" de
grupo definida. Títulos não são tão utilizados, e a liderança pode tanto ser masculina
quanto feminina. Os rituais Wicca também tendem a ser muito formais e escritos
previamente à mão... enquanto que na Bruxaria Tradicional, a maioria dos rituais são
espontâneos e muito menos estruturados. A idéia é a de que não é como você faz algo,
mas sim, porque você o faz. Na Bruxaria Tradicional, o progresso é mais lento do que na
Wicca, Viver a vida, aprendizado e experiência são cruciais para um "progresso" e
"iniciações" acontecem a nível pessoal, dadas por poderes do outro mundo. A Bruxaria
Tradicional aceita isso. A Wicca tem muitos conceitos "new age" que não encontram
lugar no contexto da Antiga Bruxaria Européia. KARMA: Na Bruxaria Tradicional,
"Destino" é um conceito importante.. . "karma" nem é citado. Não há "débitos kármicos"
ou "karma carregado pela pessoa". A crença da Arte Tradicional é muito diferente dos
conceitos orientais de "karma." A LEI TRÍPLICE: Não tem base na história ou na
realidade. Wicca aceita isso como uma lei física e imutável. Não existe nenhum traço de
uma crença como essa na Bruxaria Tradicional. DUOTEÍSMO: A crença wiccan
determina que "Todos os Deuses são um Deus e todas as Deusas são uma Deusa." Este
"duoteísmo" não tem precedentes nas crenças das bruxas tradicionais. Nossos ancestrais
europeus eram politeístas. LIVRO DE SOMBRAS: Na Wicca talvez seja real, mas nos
Antigos Dias, ter evidências escritas era uma sentença de morte. A Antiga Arte era
principalmente passada adiante oralmente. A religião Wicca tem uma "regra de ouro":
"faça o que quiser, desde que não prejudique a nada nem ninguém." A Arte Tradicional
não tem tal regra. A ética na Antiga Arte é regida pelas circunstâncias. Danos e feridas,
tudo existe na natureza... somos partes dela. Assim, danos e feridas fazem parte de nós.
Nós matamos plantas e animais para comê-los. Vida alimenta a vida. A Bruxaria
Tradicional se alguém ameaçar a família ou a Fé, então parar a ameaça é a prioridade. Se
isso significar prejudicar alguém, as bruxas tradicionais farão sem nenhuma imposição
ética contra isso. O calendário wiccano é divido em oito sabás... os quatro festivais celtas,
os dois solstícios e os dois equinócios. Na Bruxaria Tradicional, os Dias Sagrados
celebrados são diferentes de Tradição para Tradição e de pessoa para pessoa. É muito
comum em círculos wiccanos se ouvir invocações de "Pan, Thor, Lillith e Freya". Os
wiccan acham que eles tem o direito de chamar qualquer combinação de deuses. Na

São feitos através de cerimônias diferentes do Wicca. a alma pode entrar em outra fase de existência após a morte. a cultura dos povos da terra. .. NÃO é como as bruxas tradicionais vêem as coisas. pedras. " Alguns wiccanos chamam a si mesmo de "bruxos(as)". martelos. chifres. representam os quatro elementos herméticos." A igreja manchou a palavra para um termo de perversidade satânica.Bruxaria Tradicional. e dos povos de gerações atrás. A Wicca acredita na "reencarnação" e evolução espiritual. Vassouras. mas é misterioso. Faca e Bastão.. As "invocações dos quadrantes" são baseadas na magia enochiana de John Dee. mas isto é também um mistério. O termo é "girar o compasso" . Instrumentos usados pelos wiccans . Uma alma pode atingir um nível mais elevado de existência e viver entre a "Companhia Oculta" após a sua morte. Deste estado. Bruxas tradicionais tendem a não usar conjuntos formais de instrumentos. espelhos. Pentáculo.. você não precisa "consagrá-la.Taça. Outros acham dizem apenas "wiccano. Wicca aparece como uma religião de "sintase bem" e "bondade e luz". Mas "bruxa" destinada a ser insulto no passado uma acusação criminal séria. O "círculo mágico" é baseado nos círculos mágicos como As Clavículas de Salomão. Na Bruxaria Tradicional. crânios. Esta visão desbalanceada.. O sistema de quatro elementos NÃO é comum.. Os instrumentos tradicionais não lembram os "intrumentos de trabalho" Wicca. Algumas tradições não usam instrumentos! Os círculos não são tão usados quanto na Wicca. caldeirões. A Terra já é sagrada. determinam o contexto cultural da tradição. um renascimento pode ser possível..