Você está na página 1de 36

•ENZIMAS

•(CATALISADORES BIOLÓGICOS)

•A. S. TANAKA (Bioquímica – 2007)


Enzimas
• Definição:
– Catalisadores biológicos
– aumentam a velocidade de uma reação
– não são consumidas durante a reação
– atuam repetidamente para aumentar a vel. de reação

• São:
São: com exceção de um pequeno grupo de
moléculas de RNA com propriedades catalíticas,
chamadas de RIBOZIMAS
RIBOZIMAS,, todas as enzimas são
PROTEÍNAS..
PROTEÍNAS
Enzimas
Catalisadores biológicos produzidos por tecidos vivos que aumentam
a velocidade das reações que ocorrem no tecido

Velocidade das reações


Especificidade
Comparação de enzimas com catalisadores químicos

Caracteríísticas
Caracter Enzimas Catalisadores
químicos
quí
Especificidade ao substrato alta baixa
Sensibilidade à Temp e pH alta baixa
Presença de co-
co-fatores sim não
Ativação
Energia de Ativaç baixa alta
reação
Velocidade de reaç alta baixa
Enzimas – Componentes
Cofator - molécula orgânica pequena ou íons inorgânicos,
necessária para atividade de muitas enzimas.
Coenzima - moléculas orgânicas (derivados de vitaminas)
essenciais para a atividade de algumas enzimas.
Grupo prostético - inclui qualquer parte não protéica da
enzima ou de proteína com atividade biológica (ligados
fortemente ou covalentemente na enzima).
Ambos - íon metálico + coenzima.
Apoenzima ou apoproteína - parte protéica da enzima.
Holoenzima - enzima + cofator.
Cofatores enzimáticos
Íon inorgânico Enzima
Fe2+ ou Fe3 Citocromo oxidase
Catalase
Peroxidase
Cu2+ Citocromo oxidase
Zn2+ Anidrase carbônica
Álcool desidrogenase
Mg2+ Hexoquinase
Glicose-6-fosfatase
Piruvato quinase
Mn2+ Arginase
Ribonucleotídeo redutase
K Piruvato quinase
Ni2+ Urease
Mo Denitrogenase
Se Glutationa oxidase
Classificação Internacional das Enzimas
(Enzyme Commission)
Número Classe Tipo de Reação catalisada
1 Oxirredutases Transferência de elétrons (íons hidreto ou
H)
2 Transferases Transferência de Grupos (acetil, fosfato,
amino)
3 Hidrolases Hidrolises (transferências de grupos para a
água)
4 Liases Adição ou remoção de grupos para forma
dupla ligação
5 Isomerases Transferência de grupos dentro de
moléculas para gerar formas isoméricas
6 Ligases Formação de ligações covalentes c-c, c-s,
c-s e c-n, acopladas a consume de ATP
Nomenclatura de enzimas
hexoquinase
ATP + D-glicose ADP + D-glicose 6-fosfato

Nome trivial: hexoquinase


Nome sistemático formal: ATP:glicose fosfotransferase
Enzyme Commission: E.C. número

Sub sub-classe

Classe Classe: transferase


Sub-classe: fosfotransferase
EC 2.7.1.1 Sub sub-classe: fosfotransferase com
grupo hidroxila como aceptor
último no: D-Gli como aceptor do grupo fosforil
Sub-classe

Grupo aceptor
Glicose + Pi glicose-6P ∆G-
ATP ADP + Pi ∆G+

Glicose + ATP glicose-6P + ADP


(sentido da reação)
reação)
S - substrato
P - produto

Bioquímica - reações acontecem em condições de pH 7,0


(solução tamponada ) - ∆Go’
Sítio ativo

Região da E que liga S


(e o cofator)

Região que contém residuos


que participam diretamente
da reação
Lisozima
Estrutura tridimensional da quimotripsina

Sítio ativo
(fenda hidrofóbica)
Sítio ativo
Chave--fechadura
Chave
1894 - Emil Fischer

Encaixe induzido

1930 - Haldane
1946 - Linus Pauling

1958 - Daniel Koshland


(“induced fit”)
ENZIMAS –
CINÉTICA ENZIMÁTICA

 Victor Henri (1903): E + S ⇔ ES

1913
Leonor Michaelis -Enzimologista
Maud Menten - Pediatra

K1 Kp
E+S ES E+P
K-1

Etapa rápida Etapa lenta


Aumento da concentração de substrato
∆A/min (vo)

Velocidade atinge um plato


quando a enzima esta saturada
com S

[Substrate]
ENZIMAS –
CINÉTICA ENZIMÁTICA

Vmax [S]
v=
Km + [S]

v = Vmax [S]
v 1
Km
v = Vmax
2

↓ → Km>>[S]
1- [S]↓
Vmax 3
2 ↑ → [S]>>Km
2- [S]↑
3- v = Vmax
2
Km [S]
Afinidade da enzima pelo substrato

E+S ES EP E+P

E+S ES

Km = [E].[S]
[ES]
Km – medida da afinidade de E-
E-S

• Km = [E].[S] Km é a
[ES] concentração de
substrato quando
• Quando E esta 50%saturada
com o S (vo= ½ Vmax) vo = ½ V max.

• Assim [ES] = [E]


• e Km = [S]
• Unidade de Km é = M (mol/l)
Km baixo = alta afinidade
Km alto = baixa afinidade
Importância de Km de enzimas
ATP ADP

Glicose Glicose-6- P
Hexoquinase e glicoquinase catalisam a mesma reação.
Km para glicose:

Hexoquinase: 0,1 mM Glicoquinase: 10 mM

Concentração de glicose no sangue ~ 5 mM, a hexoquinase


trabalha bem, mas a glicoquinase só é ativa no fígado após a
alimentação.
Glucose, hexoquinase and glucoquinase

hexoquinase
∆A/min (vo)

glucoquinase

5 10 15 20 25

Concentração de Glucose (mM)


Km informa que:
que:

• Se a enzima será ativa em uma situação


particular

• alguma informação sobre a especificidade da


enzima
Limitações do plote de Michaelis-
Michaelis-Menten

• Dificuldade em determinar a Vmax


– A erros na determinação do Vmax (Km)
– Dificuldade em trabalhar com padrões de
inibição

Conversão de uma curva hiperbólica para


uma linha reta utilizando o plote duplo
reciproco – Lineweaver-Burk
plote de Lineweaver-
Lineweaver-Burk

1
vo

1
Vmax

-1
Km

1
[S]
catalítica
kcat e Eficiência catalí

kcat - número de moléculas de substrato convertidas a produto


numa determinada unidade de tempo (s) por uma única
molécula de enzima saturada pelo substrato.

kcat/Km - constante de especificidade - razão constante para a


conversão de
E + S para E + P

Limite de Difusão = 108 – 109 M-1s-1


Enzimas com kcat/
kcat/KKm – Perfeição catalítica
Eficiência catalítica

• Definido como kcat/Km

• É importante para comparar


• Eficiência de uma enzima sobre
diferentes substratos
• Enzimas nativas e mutantes

• Unidade = M-1. s-1


Eficiência catalítica

• kcat Km kcat/Km
• (s-1) (M) (M-1.s-1)

• Catalase 4x107 1.1 3.7x107

• Fumarase 8x102 5x10-6 1.6x108


kcat - número de moléculas de substrato convertidas a produto numa
determinada unidade de tempo (s) por uma única molécula de enzima

kcat/Km - constante específica - razão constante para a conversão de


E + S para E + P
How we measure enzyme activity

• Choose best conditions. All these variables affect


reaction.
• temperature
• pH
• enzyme concentration
• substrate concentration
• co-factors
• inhibitors
• Keep everything constant except one variable, and
study that.
Efeito da concentração do substrato
Efeito do pH
Condições essenciais para vida
1. capacidade de se alto-duplicar

2. capacidade de catalisar reações químicas


eficientemente e seletivamente

Degradação Síntese de
de nutrientes macromoéculas

enzimas
Coordenação das
vias metabólicas
Estudo de enzimas:
• importância prática (doenças genéticas)
deficiência ou falta total de enzima(s)
• excesso
• diagnóstico de muitas doenças