19/05/2015

A virulência na rede digital | Observatório da Imprensa – Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito

Segunda-feira, 18 de Maio de 2015

Observatório

Seções

ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº850

OI na TV

Vídeos OI

OI no Rádio

Blogs OI

Serviços

Contato

Busca avançada
Edição nº 850

Edição nº 849

Edição nº 848

Edição nº 847

Edição nº 846

Anteriores >>

PROGRAMA Nº 2608

Luciano Martins

INTOLERÂNCIA NA INTERNET

A virulência na rede digital
Por Luciano Martins Costa em 18/05/2015 | 3 comentários
Comentário para o programa radiofônico do Observatório, 18/5/2015
Tweetar

29

Curtir

373

0

3 comentários

O programa Observatório da Imprensa no Rádio
é apresentado por Luciano Martins Costa. É
transmitidode segunda a sexta-feira pelas
emissoras abaixo. Para ouvir as emissoras pela
internet clique sobre o nome sublinhado.
• Rio de Janeiro

Ouça aqui

Rádio MEC FM (98,9mHz) – 18h

4:44

Download

Rádio MEC AM (800kHz) – 12h30
• Brasília
Rádio Nacional FM (96,1mHz) – 12h30

O cruzamento de algumas leituras do fim de semana e de segunda-feira (18/5) destaca algumas
vozes que refletem certa preocupação com os níveis de hostilidade presentes nas relações sociais
digitais.
O Estado de S. Paulo, citando a organização de defesa de direitos humanos Safernet, informa que
em 2014 foram registradas 189,2 mil denúncias de crimes e abusos na rede, segundo
levantamento feito com a participação do Ministério Público e da Polícia Federal. Em entrevista à
Folha de S. Paulo, o sociólogo Manuel Castells afirma que a internet está expressando um perfil
naturalmente agressivo dos brasileiros.
Também pode-se colocar na mesma conta o episódio de que foi vítima o secretário municipal de
Saúde de São Paulo e ex-ministro Alexandre Padilha, ocorrido na sexta-feira (15/5). Padilha
almoçava com amigos de infância quando um cliente se levantou e, batendo com o garfo numa
taça, pediu atenção aos presentes para avisar que ali estava o homem que havia criado o
programa Mais Médicos cuja conta, segundo ele, cairia nas cabeças dos brasileiros. Padilha achou
por bem não polemizar na ocasião, e depois usou as redes sociais para comentar o que chamou
de “inaceitáveis instantes de intolerância”.
Pode-se encontrar algumas convergências e certa diversidade nas três citações da imprensa. A
primeira, que se refere à preocupação de empresas e entidades civis com o aumento da
agressividade nas redes sociais, aponta para um fenômeno mundial que tem sua versão
brasileira associada a questões comuns como o preconceito de raça e de origem, o
posicionamento político ou a preferência em termos futebolísticos. Especialistas citados na
reportagem afirmam que tem havido uma redução da virulência, com outros sinais de
amadurecimento do comportamento virtual.
Já Manuel Castells, que dos anos 2000 a 2006 esteve no topo das citações entre intelectuais que
estudam a comunicação, com sua interpretação marxista da vida digital, faz uma projeção de
teses que contrastam com a ideia equivocada do “brasileiro cordial”. A frase que a Folha escolheu
para dar o título à sua entrevista reduz bastante o alcance de suas declarações: “A imagem mítica
do brasileiro simpático existe só no samba”.

Rádio Nacional AM (980kHz) – 12h30
•Belo Horizonte
Rádio Inconfidência AM (880kHz) – veiculado no
programa Conexão Inconfidência”, entre 12h e
14h
• Joinville
Rádio Joinville Cultural FM (105,1mHz) – 14h

OI no Facebook
Observatório da Imprensa
Curtir

216.808 pessoas curtiram Observatório da Imprensa.

Plug­in social do Facebook

Cadastre-se e receba nossas notícias
E-mail

Enviar

Mas a visão do sociólogo sobre o Brasil atual precisa ser discutida.
A fonte da intolerância
A rigor, o que Castells diz na entrevista é uma repetição de certa obviedade que vem afirmando
em suas palestras: o fato de que as pessoas refletem na internet a educação que receberam ou
desenvolveram. Se alguém é intolerante na vida social, tende a repetir esse comportamento
quando acessa as redes digitais.
Ele acredita que a internet apenas amplifica os conflitos entre os brasileiros, que, na sua opinião,
sempre foram agressivos: a internet funciona como um espelho, pondera. “A sociedade brasileira
não é simpática – é uma sociedade que se mata”, afirmou, observando que a internet amplia os
espaços para a expressão de sentimentos que já estão presentes na vida comum. Portanto, se
nas relações virtuais “se articulam formas de violência, racismo, sexismo, é porque isso existe na
sociedade”, acrescentou.
Mas Castells não acredita que a rivalidade política esteja mais intensa agora, no Brasil, do que foi
antes. É nesse ponto que o sociólogo espanhol parece se distanciar da realidade brasileira: a

http://observatoriodaimprensa.com.br/radio/a­virulencia­na­rede­digital/

Mais vistos

1

Por que não há uma narrativa
pública alternativa?

1/5

Pelo acordo anunciado.ly/1csyXHM Expandir Tweetar para @observatorio Programas Anteriores INTOLERÂNCIA NA INTERNET Código Aberto VER TODOS OS ARTIGOS A virulência na rede digital 18/05/2015 O cruzamento de algumas leituras do fim de semana e de segunda-feira (18/5) destaca algumas vozes que refletem certa preocupação com os níveis de hostilidade presentes nas relações sociais digitais. Canais OI Publicar também no Facebook   Publicando como Robson Rios ▾ Comentar Felipe Santiago · Urânia é sabido há muito que essa virulência tem partido Responder · Curtir ·  1  · Seguir publicação · há 9 horas Zaida Guterres ·   Quem mais comentou · Universidade Católica de Pelotas Programa sempre imperdível..ly/1deUGUN Expandir ObservatórioImprensa         @observatorio 2h A civilização é possível bit.. O Estado de S. fica evidente que a sensação de liberdade do suposto anonimato – ou a possibilidade de uma ação incorpórea – nas redes digitais estimula a manifestação da intolerância que já existia nas camadas mais privilegiadas da sociedade brasileira. Também é. Parabéns. Saiba mais MÍDIA E POLÍTICA A imprensa apoia Dilma 15/05/2015 A sexta-feira (15/5) marca um ponto de inflexão no noticiário político.. Tweetar 29 Curtir 0 373 3 comentários Todos os comentários Comentar. Ao contrário da crença de Manuel Castells. citando a organização de. E. no qual se pode perceber que há uma mudança na narrativa da imprensa sobre os efeitos da disputa entre o Executivo e o Congresso Nacional. que circulou inicialmente nos sites especializados em mídias digitais. que mostra as classes médias urbanas expondo mais agressivamente seus preconceitos e sua visão de mundo reacionária. Saiba mais IMPRENSA & CORRUPÇÃO http://observatoriodaimprensa. O incidente que constrangeu o ex-ministro da Saúde é apenas uma das muitas manifestações diárias desse fenômeno. Mas não se pode culpar a internet ou as redes sociais pela virulência que nasce nas redações.. ela disse’ Agressões via Twitter Sobre as hipóteses do ‘recall’ Colunistas pitbulls e articulistas tendenciosos armam o palanque dos analfabetos políticos que esgrimem suas verdades por aí. num restaurante.br/radio/a­virulencia­na­rede­digital/ entender o que está acontecendo porque não conseguem dar conta de toda a complexidade dos fatos e fenômenos que afetam o seu quotidiano. aparece também nas edições de quinta-feira (14/5) dos jornais brasileiros de papel. Paulo. essa rivalidade ideológica. ao contrário do que diz Manuel Castells. alguns dos principais veículos. Saiba mais Leitores na fase do autismo informativo Carlos Castilho Os leitores enfrentam dificuldades crescentes para FACEBOOK E O FUTURO DA IMPRENSA A rendição da mídia tradicional 14/05/2015 Jornais e revistas começam a publicar notícias diretamente no Facebook.com. Responder · Curtir · Seguir publicação · há 9 horas OI no Twitter Tweets ObservatórioImprensa         @observatorio Isaias Araujo · Monitor na empresa Universidade Federal do Tocantins É já que começa o pessoal querer colocar a culpa toda no PT. estimulada e amplificada pela imprensa. sua ignorância sobre o programa Mais Médicos.. o Brasil é um país conflagrado politicamente.. oferece uma justificativa moral para o comportamento de pessoas como o cidadão que manifestou em voz alta. Saiba mais Recomendar 701 OI no Rádio Tweetar 113 7 OUÇA MAIS 2/5 . A informação.19/05/2015 A virulência na rede digital | Observatório da Imprensa – Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito observação diária autoriza a afirmar que o posicionamento partidário da mídia tradicional estimula radicalismos políticos no campo virtual.. Responder · Curtir · Seguir publicação · há 4 horas Plug­in social do Facebook Seguir 2h CBF & JUCA KFOURI/ Golpe baixo. Juntando-se aos dois textos o caso do ex-ministro.. 2 3 4 5 A RBS e o drama dos trabalhadores A falácia do jornalismo tipo ‘ele disse. artigo de Alberto Dines bit. que se desdobram em outras formas de intolerância.

Uma pequena seleção de material destacado pelos jornais de. quando foi ao ar a propaganda da agremiação em rede nacional de TV. mais uma manifestação de eleitores oposicionistas contra o Partido dos Trabalhadores. ocorrida na noite anterior.. Saiba mais MÍDIA & POLÍTICA O jornalismo claudicante 04/05/2015 A imprensa brasileira parece ter entrado em rota de ziguezague no fim de semana prolongado. de modo. Saiba mais FATOS & ACUSAÇÕES O jornalismo para ser esquecido 05/05/2015 Quanto tempo deve durar uma reportagem de capa numa revista semanal de informação? Teoricamente... a solução para. publicada na quinta-feira (7/5). esclarece o que as manchetes do dia anterior escondiam: a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional 475/05. algumas vozes do Judiciário começam a manifestar uma preocupação com a recente aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 475/05. não representa apenas uma... pela Câmara dos Deputados. Nenhuma surpresa.. Saiba mais Recomendar 370 Tweetar 20 21 MÍDIA & JUDICIÁRIO Longa vida aos corruptos 08/05/2015 Ainda que timidamente. do debate na sede da Ação Educativa. a chamada PEC da Bengala... a se considerar que a periodicidade de uma publicação determina o nível de profundidade dos temas tratados em cada edição. dessas onde se processa diariamente a edição de um jornal. que incluiu o feriado do Dia do Trabalho. nas edições de quarta-feira (6/5). Na falta de equipes adequadas à cobertura dos principais acontecimentos do período. consegue nos últimos dias a proeza de mergulhar ainda mais fundo no jornalismo de panfleto. ressecada de cérebros por conta da queda na receita publicitária.. questionam por que este observador considera que a mídia tradicional do Brasil apoia e potencializa a agenda conservadora que segue tramitando em. O. Saiba mais SOBRE INFORMAÇÃO E PANELAS Réquiem para o jornalismo 11/05/2015 A mídia tradicional do Brasil. Saiba mais LEITURAS DA ‘FOLHA’ A visita da senhora West 12/05/2015 Quem conhece minimamente a estrutura de uma Redação tradicional...com. Saiba mais MÍDIA & POLÍTICA Barulho lá fora. Saiba mais A imprensa apoia Dilma Luciano Martins Costa O que determina esse momento curioso da nossa crônica política é a aprovação. de uma emenda que extingue.. o fator previdenciário no cálculo das aposentadorias. a chamada PEC da Bengala. Saiba mais MÍDIA & POLÍTICA Uma radiografia da manipulação 01/05/2015 Educadores que participaram.. na terça-feira (29/4)..br/radio/a­virulencia­na­rede­digital/ 3/5 . na prática.. que investiga a corrupção dos últimos dez anos na Petrobras. negócios cá dentro 06/05/2015 Os jornais destacam.. que amplia de 70 para 75 anos o prazo para. uma semana. do Globo. em São Paulo. Saiba mais GREVE NO PARANÁ > PM MASSACRA PROFESSORES http://observatoriodaimprensa.. sabe que a principal função da equipe é decidir o que será publicado e o que vai para a. o principal protagonista na Operação Lava-Jato.19/05/2015 A virulência na rede digital | Observatório da Imprensa – Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito Ao som de Roberto Carlos 13/05/2015 Os jornais desta quarta-feira (13/5) tratam como comédia o depoimento da doleira Nelma Kodama.. parceira de crimes e ex-mulher de Alberto Youssef. Saiba mais EM CAUSA PRÓPRIA A mão que segura a bengala 07/05/2015 Uma nota na coluna Panorama Político.

Saiba mais Uma história pela metade 27/04/2015 Os 50 anos da TV Globo foram lembrados ao longo da semana que passou e celebrados no domingo (26/4).. As reportagens colocam o político mineiro no centro do processo de redemocratização. mensalmente. o diário paulista vem reduzindo sua força de. Paulo.... Saiba mais FRENTE PROGRESSISTA Contra a agenda conservadora 29/04/2015 Uma nota de cinco linhas. assinada pelo editorexecutivo Sérgio Dávila. os diários de circulação nacional substituem o patrono do feriado da Inconfidência pelo exquase presidente Tancredo Neves. justificando os cortes ocorridos na semana passada. Saiba mais 1 2 3 4 5 última 1 de 2633 programas exibidos SIGA O OBSERVATÓRIO DA IMPRENSA Observatório TODAS AS SEÇÕES • História ARQUIVO COMPLETO http://observatoriodaimprensa. Saiba mais A liberdade de um lado só 21/04/2015 Na terça-feira (21/4). que revelou o caso. na. foi contaminado pelo espírito da efeméride. com uma festa para centenas de funcionários no Rio de Janeiro. Como se sabe... contém uma das questões centrais para entender como a crise alimentada pela mídia tradicional contribui para o retrocesso de direitos alcançados. Paulo fazem circular uma carta do jornal...com. Saiba mais JORNALISMO CLANDESTINO Ração para midiotas 22/04/2015 A Folha de S. na edição de quinta-feira (23/4)...... quase todo tomado pela tragédia que atingiu o Nepal. 50 ANOS O ‘selfie’ dos jornalistas globais 28/04/2015 A TV Globo estendeu as comemorações de seus 50 anos de fundação para a programação geral. As inserções de um quadro especial no Jornal Nacional. do Globo. para um blogueiro cuja. da pior maneira possível. O Jornal Nacional de segunda-feira (27/4).19/05/2015 A virulência na rede digital | Observatório da Imprensa – Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito O “confronto” de Curitiba 30/04/2015 A imprensa brasileira descobriu.br/radio/a­virulencia­na­rede­digital/ • Objetivos • Equipe • Contato OBSERVATÓRIO NA TV HÁ 10 ANOS NO OI 4/5 . Saiba mais TV GLOBO. reportagem da revista inglesa The Economist sobre as perspectivas de crescimento da computação em nuvem.. publicada na edição de quarta-feira (29/4) da coluna “Panorama político”. Paulo reproduz.. falecido há 30 anos. Saiba mais A profecia que devora o profeta 24/04/2015 Jornalistas que foram demitidos da Folha de S.. onde. O tema central é a queda progressiva dos preços de armazenamento de. Para. é o único dos três jornais de circulação nacional que retoma a denúncia de que o governo de São Paulo paga R$ 70 mil.. Saiba mais NOVOS TEMPOS Nuvem escura no horizonte 23/04/2015 O Estado de S..

10 anos Observatório.19/05/2015 A virulência na rede digital | Observatório da Imprensa – Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito Almanaque 2015 Programas anteriores Armazém Literário 2014 Vídeos dos programas Caderno da Cidadania 2013 Caderno do Leitor 2012 Ciência 2011 Circo da Notícia 2010 Congresso em Lisboa 2009 Desenhos Falados 2008 Direito de Resposta 2007 Último post Como levantar a bola para o presidente Diretório Acadêmico 2006 Arquivo completo Katharine Q.br/radio/a­virulencia­na­rede­digital/ 5/5 .Parte 2 2004 Dossiê Saúde 2003 Dossiê Vladimir Herzog (1937-1975) 2002 E-Notícias 2001 Edição especial: Dossiê Murdoch 2000 Entre Aspas 1999 Feitos & Desfeitas 1998 Grande Pequena Imprensa 1997 Imprensa em Questão 1996 OBSERVATÓRIO NO RÁDIO Programas Anteriores CÓDIGO ABERTO Pedido de desculpas Corte Suprema anula o delito de desacato Saddam na lama do Sun Sylvia Colombo e Flávia Marreiro Questão de credibilidade Plínio Bortolotti Utilidade comprovada em pesquisa Arthur Dapieve Interesse Público Jornal de Debates Malagueta Digital Marcha do Tempo Memória Mídia na CPI Monitor Monitor da Imprensa Mosaico Mural Na Imprensa Internacional Netbanca O Papa Midiático Observatório da Propaganda Observatório.com. ano 10 OI Oito Anos Palanque do ccs Primeiras Edições Qualidade na TV Retrospectiva Saídas para a Mídia Speculum Terror & Horror Tv em Questão Voz dos Ouvidores Copyright © 2015. Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Termos de Uso http://observatoriodaimprensa. Seelye Dossiê Digital 2005 Dossiê Murdoch .