Você está na página 1de 307
WAN Come ee TOs) "A a Um Curso Para Estrangeiros (AA) Emma Eberlein O. F. Lima Samira A. lunes FALAR.7.PEER... ESCREVER... ISRTUCUES Uni CUrsG.P ara Fsirarigeiros ER, @ITORA PEDRGOGICA b} EUMIMERSITARIA LTDA: Sobre as autoras: Emma Eberlein O. F. Lima, Professora de Portugués para estrangeiros em So Paulo. Co-autora de: Avenida Brasil - Curso bisico de Portugués para estrangeiros (E.P.U.) Portugués Via Brasil - Curso avangado para estrangeiros (E.P.U.); Falar... Ler... Escrever... Portugués - Um Curso para Estrangeiros (E.P.U.); Inglés - Telecurso de Segundo Grau (Fundagdo Roberto Marinho). Diretora da Polyglot - Cursos de Portugués para estrangeiros em Sao Paulo. Samira Abirad lunes, Doutora em lingua ¢ literatura francesa pela Universidade de Sao Paulo (USP). Professora do Departamento de Letras Modemas da USP - Curso de Francés; Professora do Curso de especializagao em tradugdo francés-portugués/ portugués-francés. Co-autora de: Avenida Brasil - Curso basico de Portugués para estrangeiros (E.P.U.); Portugués Via Brasil - Curso avangado para estrangeiros (E.PU.); Falar... Ler... Escrever... Portugués - Um Curso para Estrangeiros (EPU, Capa: Virginia Fernandes Lima de Assis (Absoluta Criagdo Visual) Diagramagdo: Departamento Grifico E.P.U./ Eliene de Jesus Bizerra Desenhos: Gilberto de Assis Pesquisa fotografica: Lalo de Almeida Dados Intemacionais de Catalogagao na Publicacdo (CIP) (Camara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Falar... Ler... Becrever... portus Um curso para ectrangeizos / ma Eberlein 0. F. Hime, Samira A. Tunes ‘Lins, ma Eberlein 0. ¥. | S80 Paulo: EPU, 1999. smu 95-12-54310-8 | cop-469.024 Indices para catélogo sistematico: 99-2242 A.vortugués para estrangeiros 469.826 2 edigdo revista, 5* reimpresséio, 2006 ISBN 978-85.12.843109) ISBN 85-12.54310.8, ‘OEFU.--baiom Pedaggicae Universita ids, Sto Paulo, 199, Todososdrétos reservados, A reprodusa desta bra, o todo oem pate, or qual ‘msn. semauorzagio express poreseritodaEaitora, suet orator, os eros da ein 6.895, de 17-12-1980, 8 penaliadeprevsta nos artigos 184 © 186 do Cig Peal a saber: rslisie de uma qua aos. E.P.U,-Telefone (O++11) 3168-6077 - ax. (04411) 3078-5808 E-Mail: endss@epu.com br Sitena Internet: eps/wa.epucom br Jaq Flrino, 72» 6andar- sslas 65168 - 534.000 So Paulo - SP Iipesso no Bras Prefiicio UNIDADE 1 Como vai? Voce & de Muito prazer -1.1-O senhor é engenheiro? Sou, sim -1.2- em: de! do-da-dos-das! no-na-nos-nas Exercicios .. Onde? 13-05, dos, nos, as, das, nas Exereiio “1.4- Verbos ser’ morar! estar ~ Presente simples indicativo Exercicios Texto narrativo - Exercicios UNIDADE 2 Acidade .. 09 Pedindo uma 09 2.1 um/uma -212- Verbo ir ~ Presente simples do indicativo Exercicios .. -23-irde/ira. Exercicios -24- este aqui/ esse ai, aquele ali, Exercicio “2S. nesi(s), nesta), manuel) aque) Exercicios -2.6- gostar de. Exercicios ~ gastar dele(s) ~ dela(s), de (+ infinitivo), de (genérico), do(s) ~ da(s), gostar deste(s)/ desta(s) -2.1 Verbo ter ~ Presente simples do indicativo Exercicios -2.8- meus) ~ minha(s)/ nosso(s) ~ nossa(s) Que azar! Exercicio Ao telefone... -29- Verbo vender ~ Presente simples do indicative .. ‘Exercicios — comprar! vender « -2.10- Verbo morar/atender ~ Presente continuo do indicativo Sar Exereicios — Na praca .. 18 Texto narrativo— Uma cidade pequen: 19 Exercicios ~ A-cada imagem correspondem duas frases. UNIDADE 3 No restaurante ‘Numa lanchonete EXEMCICIO eo -3.1- Verbo poder ~ Presente simples do indicativo Exercicios -3.2- Verbo morar~ Futuro imediato do indicativo Exercicios -3.3- Palavras interrogativas. Exercicios -3.4- Ser/estar— Diferencas Exercici -3.5- Usos especiais de SER... Exercicios com ser, estar e palavras interrogativas .. -3.6- Expressdes com: estar com Exercici Um rapaz cabeludo . 27 -3.7- Antes de’ depois de 28 Exercicios 28 ‘Um baile a fantasia -3.8- Plural... Exercicios Texto narrativo— Um almogo bem brasileiro Exercicios ~ Cardépios brasileiros Exercicios — Cardépios UNIDADE 4 Procurando um apartamento Um negécio da China -4.1- Verbo morat/ v perfeito do indicativo .. ExerelCI08 oon -4.2-A gente Exercicio -4.3- Verbo ler ~ Presente simples e pretérito perfeito do indicativo .. Exercici08 oan -4.4- Verbo querer ~ Presente simples do indicativo Exercicio -4.5- Verbo preferir - Presente simples do indicative Exercicios ‘Um lugar agradivel Exercicios - O dia da mudanca -4.6- Preposigaes e locugdes prepositivas de lugar Exercicios -4.7- Num baitro residencial Exercicio Onde estio eles?.. -4.8- Possessivos ‘ Exercicios com mew-nosso/seu(s) — sua(s) /dele(s)- dela(s)... a2 Exercicios ~ Diferenca entre seu-dele B Exercicios —revisio geral 4 ~4.9- Precisar/ Precisar de 44 Exercicio.. “ 44 ‘Texto narrative ~ Onde mora’... 45 Exercicios 45 UNIDADE 5 No jomaleito .... sie Assim nao da! 47 -S.1- Verbo abrir — Presente simples e pretérito perfeito do indicativo see AB Exercicios : 48 Exercicios— verbos em ~ar/ -er/ ir 49 ~5.2- pot! pelo(s)/ pela(s) rennin 50 Exercicios .. . 2 50 -5.3- Nimeros cardinais . 51 Um, dois, feijfo com art0Z ssn owe fl Exercicios Soha 51 ~5.4- Meses do ano/ dias da semana/ estagoes do ano — Ontem/ de manhi hojer de tarde ~ A tarde/ amanhiV de noite — a noite nS Exercicios 2 -5.5- Verbos ser/estariterlir ~ Pretérito perfeito do indicative... a 4 Exercicios 34 Na estagio .... ais ~$.6- Que horas sio? 55 Exercicio — Que horas sao? 355 -8.7- A que horas? Exercicio A que horas -5.8- As scis da manha EXCRCICIOS oon ~8.9-Das 8 as 10 Exercicio... Fazendo compras - -5.10- Roupas femininas / Roupas masculinas, roupa social, acessérios, na praia 58 Exercicios .. ~S.Al- Ha — daqui a... Exercicio... -$.12- Masculino e Feminino . ~S:13- Cores... Exercicios ~ Mas nfemnina! singular-plural 2 Texto narrativo — Rios do Brasil . 64 Exercicio 64 UNIDADE 6 Retrato falado sciaanaae ‘Meu tipo ideal — O corpo humano .. Exercicios Vv = Vocabulirio = qualidades e estados 67 -6.1- Verbos ver! querer/ poder ~ Presente simples e pretérito perfeito do indicativo .... 68 Exercicios at -6.2- Pronomes pessoais (1) me/ nos Exercicio -6.3- Pronomes pessoas (2) 0-a/0s-as Exerctet0$ ace ~6.4- Pronomes pessoais (3) lo-la/ los-las Exercicio ~6.5- Pronomes pessoais (4) vocé(s) = no-na/ nos-nas Exercicio " i ~6.6- Pronomes pessoais (5) ~ Quadro geral..... 73, ‘Vocé esti doente? Expressdes com: estar com... 73 Exercicios .. pen Hd -6.7- Mostre! Imperativo .... 4 -6.8- mperativo irregular: verbos set! estar! ir 75, Exercicios i scarica I -6.9- Crase 7 Exercicio i 7 -6.10- Nao...(nem) «nem -. 1 ExerCi CIO sss. 1 -6.11- A gravata ~ Linguagem popula. Linguagem correta : Exercicio. ‘Texto narrativo ~ Brasilia. Exercicios UNIDADE7 Fazendo compras Alguma coisa mais simples Exercicio -T.1- Verbos fazer/ pot! dizer/ dar ~Presente simples e prétérito perfeito do indicativo ...... 82 Exercicios 83 ‘A prazo oua vista! 85 Exercicios oa -7.2- Pronomes pessoais me/ nos! the’ thes... 86 EXCRCICIOS 86 -7.3- 0 delai a dele’ os dele’ as deles 86 ~7.4- todo 0 / toda a / todos 08 / t0d28 88 wre 86 Exe P0410 ar ca Propaganda’ Seis meses depois... -7.5- Verbo trazer - Presente simples ¢ pretérito perfeito do indicativo «0... 88 Exercici0 a. isa 88 -1.6- Levat - trazer. 89 Exercicio. 7 89) 2T.T- EXPIeS85€8 orn 89 Exercicio vanes 89 Exercicios - revisao de verbos..... 90 ‘Texto narrative - Sao Paulo. Exercicios ‘Misica - S4o Paulo da garoa. UNIDADE 8 Falando de televisai.. Nao é mais como era antigamente -8.1- Verbos morar / vender / abrir / ter / ser/ por / Imperfeito do indicativo oe 94 +6. Inpario = Suni, Exercicios -8.3- Comparativo Exercicios Os quindins de Tai. -8.4- Expresso andar Exercicio -85- Verbos vit/ saber - Presente simples, pretéritos perfeito ¢ imperfeito do indicativo.. Exercicio. -8.6- Eu sabia que vocé estava aqui Exercicio. -8.7- Diferenga entre saber e conhecer. Exercicio. -8.8- Pronomes pessoais mim/ comigo/ conoseo Exercicios revisio de pronomes... ‘Texto narrativo - Usos e costumes Bahia - Ceard - Rio Grande do Sul Exercicios star UNIDADE 9 Bons tempos aqueles Vamos para a praia . -8.1- Verbo sentir- Presente simples, pretritos Deaf ekepefeio do idoativo Exercicios .. 108 -9.2- Verbos pronominais - Presente simples do indicativo .. 109 Exercicios - A deciséo .. 109 -9.3- Quadro geral dos pronomes pessoais 111 Dinheiro cUrt0 112 -9.4- Superiativo (1) 112 Exe 70410 0 see LB. -9.5- Superlativo (2) oe Las Exercicios 113 -9.6- Verbos ouvir! pedir = Presente simples pretéritos perfeito e imperfeito do ind. nu. 14 Exercicio.. 14 -9.7- Acabar de 115 ExereiCI0 oon - 115 -9.8- Mal seguido de verbo. 115 Exercicio sow MS -9.9- Precisar = ter de/ ter que 116 Exercicios 5 116 ~ Sinais de trinsito. 117 Exercicio.. IT ~ Sinais de estrada... 118 Exercicio Ls, Texto narrativo (1) A 120 Ex€rC10 orn 120 “Texto narrativo (2) - A eriagao da noite 121 Exercicio 122 UNIDADE 10 D. Pedro I dormit aqui one Na portaria do hotel .. =10.1- algum/ alguma/ alguns! algumas! alguém - Pronomes indefinidos (1) .. 123, lai 123 Exercicio. 124 -10.2- nenhumy nenhuma/ ninguém - Pronomes indefinidos (2) 124 Exercicio. 124 -10,3- Verbos morar/ vender! abrir! ser! ter! - Futuro do presente do indicativo. 125 -10.4- Verbos fazer/ trazer! dizer - Futuro do presente do indicativo. 125 Exercicios 125 -10.5- Verbo dormir- Presente simples, pretéritos perfeito e imperfeito, futuro do presente do indicativo 127 -10.6- Verbo subir - Presente simples, pretéritos perfeito e imperfeito, futuro do presente do ind. 127 Exercicio on 127 Era um carro novinho em folha 128 -10.7- Diminutiv0 0m 128 Exercicios 129 -10.8- Fazer e haver - Verbos impessoais indieando tempo 131 Exercicio... 1 -10.9- Verbo dever - Sentidos de suposio e obrigagdo 131 EX€PCECIOS sorsrse : 131 Cango Popular - “Teresinha de Jesus". 133 -10.10- Niimeros ordinais, 133 Exercicios vu 134 ‘Texto narrativo - Um pouco de nossa historia... 135 Exercicio. 136 UNIDADE 11 Progresso é progresso 137 -IL.1- Pronomes indefinidos (3) eada/ varios! varias/outro/ outra/outros/ outras /qualquer .. 137 Exercicio.. 137 -11.2- Verbo sait - Presente simples, pretritos perfeito e imperfeito, futuro simples do ind. .... 138 Exercicio 138 Contexto - Bord - a cidade que prefere no crescer 139 Exercicias 140 -11.3- Verbos morar / comprar/ vender! partir = Modo Indicativo Mais-que-perfeito composto (forma composta) 140 -1.4- Participios regulaes eral. shan Exercicios ... . 5 11 -11.5- Familia de palavras 142 EXePCIC0 woo 142 Intervalo - Irene no céu - Manuel Bandeita ...... 143 Exercicio 143 Texto narrativo: Pedras preciosas brasileiras (1) 143 Exercicios Os caminhos dos bandeirantes 144 144 UNIDADE 12 Viajando em fim de semana... 145 Correio sentimental 146 -12.1- Modo suibjuntive - Presente- formagio regular - Verbos morar/ vender! abrir! dizer/ poder’ ped Exercicios -12.2- Subjuntivo - Emprego (1) com verbos e expressdes de desejo, divida e 147 147 sentimento 148 Exercicios 149 -12.3- Subjuntivo presente- mudancas ortogrificas.... 150 Exercicios... 150 Contexto- A sogra .. 152 Exercicios 152 -12.4- Modo indicativo - Mais-que-perfeito (forma simples) - morat/ vender? abrir... 153 -12.8- Formagaio - Perfeito - Mais-que-perfeito.. 153 Exercicios 154 -12.6- Pronomes relatives - I.Pronomes relativos invariiveis: que, quem, onde .. 154 Exercie 155 -12.7- Pronome relativo invariavel: quem... 156 Exercicios 156 -12.8- Pronome relativo invariivel: onde... 157 Exercicio... 137 -12,9- II- Pronomes relativos variaveis: 0 qual, a qual, os quais, as quais, cujo, cuj cujos, cujas . a 158 Exercicios 158 -12.10- Pronomes relativos variaveis: cujo,cuja, cujos, eujas 160 Exercicios 160 Intervalo - Trem das onze - Miisica de Adoniran Barbosa. 161 Exercicios 161 Texto narativo ~ Pedras preciosa brasileiras 2) .. 162 Exercicio 162 UNIDADE 13 Fim de semana perdido aoa 163 -13.1- Modo subjuntivo - Presente - Formas irregulares: ser/ estar/ haver/ dar/ saber! it/ querer! 163 -13.2- Subjuntivo - Emprego (2) 164 -expressdes impessoais/conjungdes 164 -palavra indefinida e pronome relative 165 Exercicios 165 -13.3- Por que & que? Por que? O que é que?/ 0 que? 168 EXercfC408 ooo 168 Contexto - A outta noite / Rube Braga . 169 Exercicios masa -13.4- Advérbios em: - mente - formagio s... 171 vl Exercicios . -13.5- Outros advérbios Exercicios Intervalo - Expresses com: Im: morer defer Exercicio Texto narrativo - Tieté - 0 tio que foge do mar... Exercicio UNIDADE 14 Agéncia de viagens =14.1- Modo subjuntivo - Imperfeito ~ formaeio - Verbos morar/ vender! abrit/ poder/ dizer/ pedir. Exercicio -14,2- Modo Subjuntivo ~ Emre Exercicios : a Contexto - A forra do pedo Exercicios ~14.3- Expresses com 0 verbo dat. Exercicios -14.4- Modo indicativo - Futuro do pretérito - ‘Verbos morat/ vender/ ser/ abrit/ fazer! dizer! trazer.... EXePCICIO wnee -14.5- Ordens e pedido: Exereicios -14.6- Familia de palaveas . Intervalo - Expressies idiomaticas ‘Texto Narrativo - Os indios do Brasil Exercicio.. UNIDADE 15 De papo pro ar... . -15.1- Orages condicionais Exercicis -15.2- Verbos irreguiares - Verbos em - ear - Verbo passear - Presente simples do ingiatvo «presente do subjuntv.. Exercicio.. -15.3- Verbos em “iar - Verbo odiar - Presente simples do indicativo e presente do subjuntivo Exercicio -15.4- Verbos em -uir - Verbos construir e listribuir - Presente simples do indicative Exercicio ~15.5- Verbos seguir! valer/ eaber! medi perder - Modo indicativo - Presente pimples Exercicio Contexto-O gato e a barata-Millor Fernandes Exercicios st Exercicios Imperativo - Revisdo. -15.6- Familia de palavras... Exercicio Intervalo ~ Miisica: A banda - letra e miisica de Chico Buarque de Holanda . Exercicios me Miisica : A felicidade- Tom Jobim e Vinicius de Morais ....... 71 172 173. 173 174 174 176 177 177 178, 178 182 182 1 184 185, 186 186 187 139) 189 191 192 193 194 194 196 196 197 197 Exercicios 208 Texto narrativo - O camaval 209 Exercico.. 210 UNIDADE 16 Para vocé que vai se casar... Cinco anos depois... 211 -16.1- Modo Subjuntivo - Futuro - Verbos regulares - morar/ vendet/ abrir... Formacao - Emprego.. Exercicios 213 -16.2- Colocagio do pronome fitono 216 -16.3- Observagdes 217 Exercicios 217 Contexto - Natal - Rubem Braga .. 218 Exercicios 219 -16.4- Prefixo des - -16.5- Preposi¢des .. Exercicios Exercicios ~ Locugdes prepositivas .. 223 =16 legs dan propoieesooce ‘outras palavras 224 -16.7- Crase ... Exercicio. aan -16.8- Crase nas locugdes adverbiais 225 Exercicio.. 225 -16.9- Frutas ¢ irvores Exercicios - Frutas brasileiras vendidas na feira livre 227 Intervaio - Procissiio / A eseada - Millér Fernandes... 228 Exercicios 228 Texto Narrativo - Riquezas do Brasil: © pau - brasil e o acticar (1). Exe rCICI0 om UNIDADE 17 Desastre 231 =17.1- Tempos compostos do indicativo: Perfeito composto/ mais-que- perfeito composto/ futuro do presente composto / futuro do pretérito compost... 231 -17.2- Emprego - Perfeito composto 232 Exercicios 232 Exercicios - Futuro do pres. composto...... 234 Exercicios - Futuro do pret. compost0 1... 235 Contexto - Sua melhor viagem de férias comega em casa. 236 Exercicios 236 -17.3- Nenhuma dificuldade = dificuldade alguna on 237 Exercicio. 237 -17.4- Deixar ... 237 Exercicio 238 -17.5- Deixar de. 238 Exercicios 239 17.6- Tempos compostos do Subjuntivo: perfeito / mais-que-perfeito/ futuro compost - Verbo morar ... 240 -17.7- Emprego... 240 Exercicios -17.8- Familia de palavras .. Exercicio. Tntervalo - Miisica - Asa Branca ~ Luis Gonzaga e Humberto Teixeira... Exercicio Miisica- Garota de Ipanema- Antonio Carios | Jobiny Vinicius de Moraes. Exercicio ‘Texto narrativo - Riquezas do Brasil: café (2) . Exercicio. UNIDADE 18 Como? Fale mais alto! -18.1- Discurso indireto I. Reprodugio posterior. 251 Exercicios .... 252 II, Reprodugao imediata .. 254 Exercicios .. 254 As aventuras da familia Brasil/ L.F-Verissimo . 257 -18.2- Voz passiva. |. Voz passiva com set... 257 Exercicio. 258 -18.3- Verbos abundantes - Participios com dduas formas... Exercicio 258 IL, Voz passiva com os verbos auxiliares: bred precisa deve ter qu! tt 2-258 Exercicios -18.4- IIL. Voz. passiva com se ExerchCi0$ sono Contexto: Seguranga - Luis Fermando Verissit0 nun Exercicios -18.5- Infinitivo pessoal Emprego .. Exercicios -18.6- Oragio infinitiva pessoal = oragio conjuntiva + indicativo ou subjuntivo .. -18.7- Regéncia verbal - 1. Verbos seguids, de infinitivo (sem preposicéo) 267 II. Verbos seguidos de preposigao + infinitive - 268 = IIL. Verbos seguidos de preposigao substantivos 269 - IV. Adjetivos seguidos de preposieao + infinitivo 269 = V. Adjetivos seguidos de preposigao + substantivo .... . 269 Exercicios - 270 Intervalo - Provérbios. 272 Exercicios 272 -18-8- Similes. 273 Exercicios ... 274 ~ Texto narrativo - A imigragao e 0 povoamento do sul do Brasil one 275 Exercicios a 275 Apéndice gramatical/ Conjugaio Verbal sn on 276 Lista de palavras PES: ‘Museu de Arte de Pamputha’ Belo Horizonte - MG. Vailtn Silva Santos /Folha Imagem, Praia de Ipanema. ‘Marluce Balbino / Acervo RIOTUR. Cristo Redentor. Marluce Balbino. Gal Oppido/ Acervo RIOTUR. pe. 13 Maceié. Carla Aranha /Folha Imager. pe. 14/243. Acronave Aitbus da TAM. 6.20 pe. 28 pe.37 pe 38 pe 45 pe. 38 Pe. 59 pe. 63 pe. 64 pe. 67 p79 pe. 80 pes? Pe. 91 pe. 105 pe. 125 pg. 138 pe. 136 pe. 139 pe. 143 pe. 156 pg. 162 pe. 175 pe. 191 vill Paliio da Alvorads, Brasilia, DF, Roberto Jayme / Folka Imagem. Vista da Praia da Boa Viagem eda cidade de Rese Cleo elle / Fla imager. Fore da cartaz"O Pagador de promessas” cei pela CINEARTE. Cartaz Morte Vida Severin, Cedido pela APETESR, SP. MASP, Parque Trianon, Colégio Dante Alighieri. Joao Bitar /Folha Imager Vale do Anhangabai. Greg Salibian/Fotha Imagem. Roupasfemininas. Ricardo Meiells, Roupas masculinas/ Roupa social /Acessrios /Na praia. Ricardo Meieles. Bairro do Morumbi, SP. Cleo Velleda / otha Imagem. Pantanal, Fazenda Caima e Bonito. Cesar Iubere, Folha Imagem, Cents. Eé Viggiani/Agéocia Tempo de Fotografia, Lira Lalo de Almeida, Operirio. Ed Viggiani/ Azincia Tempo de Fotografia, Fsplanada dos Ministries, Catedral e Congresso [Nacional Brasilia, DF Ricardo Stuckest / Abril Imagens 1: Opera de Arame, Curitiba, PR. Edson Franco / Fotha Imagem 2! Olinda. Lalo de Almeida 5: Prédio da Alfindega em Manaus. Reiundo José Santos Trindade. Acervo da FUTUR. 4 Porto de Santos, SP. Régis Filho /Abril Imagens. 5: Cataratas de For-do-iguagu, PR. Ed Vigeiani/ ‘AgEncia Tempo de Fotografia, {6-Gramado, RS. Luciana Cavin. Folba Imagem 4 Cidade dé Monies Clros, MG. Folha imagem. 8: Calealto, R-/ Rio Tur Casas CDHU-Companki de Desenvolvimento facionale Urbano-Seeretaria da Habitagao, Zaca Feitosa Momumento dos Bandeiranes, io Paulo, SP Ed Vigsiani tio do Coléglo, do Paulo, SP. Anténio Fetosa Ed. Vigg Salvador, Elevador Laceadae vista da cidade BA. leapt, CE, Ed Viguian Agtncia Tempo de Fotografia. Gaichos -Vacaia, RS. Ed Viggiani/ ‘Agencia Tempo de Fowograia CCataratas do Iguacu. Ed Viggian Agencia Tempo de Fotografia Independéncia ou Mort, élo de Pedro Américo (1843- 1908), (RG.846), Accrvo do Museu Paulista da Universidade de Sie Paulo, Fotégrafo: José Rosse ‘Acervo do Museu Imperial, Istituto do Patrindnio Histrico e Amtstico Nacional, Ministévi da Cultura Bord. Caos de Almeida. Unita Press ‘Mana Bandera! Fo tmagem Cola eanel de ouro, brilhanes e esmeralda. H. Stem! Divulgnpio. Fotos! Casamento regio ¢ evi Pedi semr precios Antonio Rodan / bri imagens. "Nescente do Rio Tit, SslesOpolis, SP’ Ed. Viggia Rio Tite, Sto Paulo, SP’ Ed, Vigan Rio Tet, Pereira Bameto, SP desiguando no Rio Porand /Ed. Viggian. indios Pataxbs. Lalo de Almeida /Fotha Imagem Grovagio do fiime Quarup, Xing, 88. Ar Lago! Abril Imagens pa. 195 Pelé, quando jogador no Santos Futebol Clube. Acerva. ‘Ubinas Hora Folha Imagem, a, 196 CartioItaveard - Ita. 2 207 Banda do Coléxio Progresso, Guarulhos, SP. PE 209 Desfile de Camaval 98, Unidos do Peruche. Eduardo Knapp / Folha Imagem. Sambsdromo, Marluce Balhino. Acerva da RIOTUR S.A pe 210 Sambesromo. MariuceBalbino. Acervo da RIOTUR S.A, pe 219 Rubem Braga, Alexandre Sassak | Abril Imagens. PB 229 Fazenda Bocaina, Barra Mansa, RJ. Foto cedida por Alain Costes. pe. 247 Soca, Lalo de Almeida / Folha Imagem. Pe 248 Vinicius de Moraes. Reproducio Folha Imagem. ‘Tom Jobin. Sergio Cato / Folha Imagem. pe. 249 Avenida Paulista. Cedido pelo Fundo de Pesquisas 60 Museu Paulista. Universidade de Séo Paulo, Avenida Paulista nos dias atuais. Adi Leite Folha Tay B.250 Cafezal. Acervo da Cia, lguagu de Café Solve, Garnélio Procépio, PR. pe 263 Luis Fernando Verissimo, Marisa Canduro/ Folha Imagem e275 Imigrants italianos no Rio Grande do Sul. Leonid Swciaey/ Abril Imagens. pe. 17/31/81 1137/2271 260 Cleodenie Fernandes. MUSICA. zi 8.92 Sao Paulo da garoa (EH...SAO PAULO) de Murilo Alvarenga (Alvarenga) ¢ Dieses dos Anjos Gaia (Banchinho). Copyright em 10.02.44 by Mangione, Fithos & Cia. Lida pe 161 Trem das Onze de Adoniran Barbosa, Copyright 1964 lnnios Vitale S.A. Indstria e Comércio- Sto Paulo - Rio de Janeiro - Brasil. Todos os ditetos reservados para todos 0s paises pe. 205 A Banda (Letra misica de Chico Buarque). Copyright by Editora Misica Brasileira Modema Lids, pe. 207 A feliidade (Tom Jobim e Vinicius de Moraes). Copyright by Euitora Musical Arapaa Lida pp. 247/248 Asa Branca de Luis Gonzaga/Humbert Teixeira Copyright by Fditora e Importadora Musical Fermata do Brasil Lida, a 248 Garota de ipanema de Vinicius de Moraes - Antonio ‘Carlos Jobim. Copyright by Jobim Musi Leda TEXTO pe. 143 Trene no céu de Manuel Bandeieaextrido do livro Estrela da Vida Ines. (© Antonio Manvel Bandetra Cardoso, José Cliudio Bandeira R. Cardoso, Carlos Alberto Bandeira R. Cardoso, Maria Helena C. de Souza Bandera ¢ Marco Cordeiro de Souza Bandeia Publicado por Editora Nova Frontera S.A. ‘pa. 152 Adapiado de“A Sogra” de Scbastido Nery - Folha de Sio Paulo - 02.127. pg. 169 A outra noite de Rubem Braga extraido de Ai det, Copacabana. 16 edigio, 1997. Roberto Sean Brags, Disiribuidra Record de Servgas de Imprenss, pg. 200 O gato e a barata de Millor Femandes extra de Fbulas Fabulosas. Editorial Nordica Lida. 'p&:218/219 Natal de Rubem Braga extraido de A Borboleta "Amare. Roberto Sean Braga. Distribuidara Record de Servigos de Imprensa, 1980, 1g 228 Procissio eA Escada de Millr Fomandes. Editorial [Nordica Lida ‘pa. 255 Um exo captio Rostigo de rico Verissimo extaido 4a obra O Tempo e 0 Vento, Copyright(c) 1987 by imo, Clarissa Verasio laffe pg. 257 Aventuras da Familia Brasil Luis Femando Verissimo. pe 263 A.seguranga de Luts Fernando Verissimo extraido da Revista Veja de 27.03.85. Eitora Abril S.A. Este livro, como titulo de Falar..Ler.. Escrever:.. Portugués, Um Curso para Estrangeiros, reelaboragéo da obra Falando...Lendo... Escrevendo Estrangeiros. Nao se trata somente de uma obra revisada e atualizada, Evidentemente, passado tanto tempo apés seu langamento, um trabalho critico se impunha: substituir textos, quer auténticos, quer de criagao que se revelaram fora de interesse ou fora de época, eliminar ou modificar alguns exercicios cujo resultado nao foi o esperado, eriar outros mais em conformidade com os novos textos e novas situagdes e acrescentar itens gramaticais, que, por alguma razo, ndo apareceram na 1* edigao. Grandes modificagdes foram feitas, a fim de atualizar e de completar a obra. ‘Mas, mesmo diante das modificagdes, gostariamos de salientar que mantivemos 0 objetivo maior ea concepeao do trabalho: trata-se de um livro claborado com a intengao de proporcionar a um, piblico estrangeiro um método ative, situacional, para a aprendizagem da lingua portuguesa, visando A. compreensio ¢ expresso oral e escrita em nivel, de linguagem coloquial correta. Ele destinado a adultos e também a adolescentes a partir de 13 anos aproximadamente, de qualquer nacionalidade. Sob esse ponto de vista, os textos ¢ os exercicios foram criados ou selecionados de acordo com centros de interesse de ordem familiar, profissional € social para possibilitarem assimilagio rapida e precisa das estruturas apresentadas. O vocabulario, essencialmente ativo, apresenta, igualmente, expressdes lexicais que permitem manter dialogos, ligados aos centros de interesse imediato do aluno. Aspectos culturais historicos e geogrificos do Portugués, Um Curso para Brasil so transmitidos através de textos narrativos. As nogdes gramaticais aparecem de maneira conereta, concisa, inseridas no corpo dos textos principais de cada unidade ou sob forma de pequenos diilogos, vivos e ripidos. A progressao € ativa, porque obedece, nao s6 ao nivel de dificuldade, mas também a urgéncia enecessidade do problema gramatical. O verbo ¢ sua regéncia si desenvolvidos lenta, firme ¢ constantemente. O livro apresenta o seguinte eixo organizacional: Unidades de 1a 10 - 1° diélogo, introduzindo vocabulério ¢ itens gramaticais; textos ripidos com introdugdo de novos itens de gramitica; 2°didlogo, com novo vocabulario e novas estruturas gramaticais; Texto narrativo, de carater hist6rico e civilizacional. Essas dez primeiras unidades giram em tomo de centros de interesse especificos. Unidades de 11 a 18 - 1° diélogo, introduzindo vocabulétio, itens gramaticais; Contexio, sempre um texto auténtico, com novo vocabulirio e novas estruturas gramaticais; Interval, agindo como uma pausa, com provérbios, poesias, cangdes que instruem de forma mais prazerosa, pois estio, “aparentemente, menos engajados com a evolugio gramatical; Texto narrativo, continuando sua fungao histérica e civilizacional'com o fito de compor um quadro de habitos ¢ costumes brasileiros. As unidades de 11 a 18, embora visem a-um vocabulario € a situagdes de interesse que completem os das primeiras unidades, nao possuem, especificamente, centros determinados, Mantivemos 0 grande niimero de exercicios em cada unidade, pois 0 sucesso da I* edigfo nos mostrou que eles funcionam como apoio a aprendizagem e ao trabalho do professor. Eles tm dois objetivos: fixar as estruturas gramaticais ¢ D4 desenvolver as expresses oral ¢ escrita de forma dirigida e esponténea. Os didlogos e 0s textos encontram-se gravados em cassetes e CDs*. Outro grande enriquecimento desse método foi a criagdo de um Livro de Exercicios que acompanha, ppasso a passo, as unidades do Livro-Texto, Para cada uma delas, o livro de Exercicios contém uma unidade elaborada sob dois aspectos, assim denominados: Ouvir e Falar - Ler e Escrever. * vendido separadamente ES exe simboto indica o texto gravado no CD ou K7, x Também, para 0 Livro de Exercicios existem cassetes e CDs* com gravago de todos 0s textos, além de espagos e lacunas para o trabalho pessoal do aluno. Assim, entendemos que esse método é completo em si até nivel intermediirio. Levando 0 aluno totalmente principiante a falar, ler ¢ escrever fluentemente Portugués, capacita-o, também, a dar continuidade a seu aprendizado em nivel avanado. As autoras Como vi —Bom dia! —Bom dia! Como vai o senhor? — Bem, obrigado. E o senhor? — Bem, obrigado. Sente-se, por favor. O senhor ¢ © novo engenheiro? — Sou, sim. — Como é seu nome? —Tomas Lima. De onde o senhor é? — Eu sou de Ouro Preto, mas moro em Sio Paulo. — Onde o senhor mora? No centro da cidade? —Nio, moro na Avenida Paulista. Aqui estio ‘meus documentos. — Otimo. O senhor comeca hoje mesmo. Boa sorte! Vocé & de Sdo Paulo? Muito prazer —Oi! Diretor: — Oi! — Seu Oliveira, este ¢ Tomas Lima, 0 novo —Vocé é a secretiria deste departamento? — Sou. —Como vocé se chama? Marina, Tomas Lima: —Voeé é de Sao Paulo? —Muito prazer. Nao, ndo sou, Sou do Rio. E voce? em + no. z < ~ em + na PAISES. CIDADES _~ RUAS. a yen Brasil Sao Paulo’, AVENIDAS.... em + nas a China Pequim © aavenida do fa oJapao. Téquio os de a Franga Paris “amada | de + do aAlemanha—-Berlim_—_“Consolago. fo hand? heres de + das Portugal @ Rio de Janeiro A. Onde 0 senhor mora? Moro no Brasil. Moro em Sao Paulo. Moro na avenida Sao Joao. 1. Onde o senhor mora? (Brasilia) 2, Onde o senhor mora? (Sao Paulo)... 3. Onde o senhor mora? (Italia) 4, Onde a senhora mora? (Alemanha) .n..00- 5. Onde a senhora mora? (Boston) .. 6, Onde vocé mora? (Peru) .. 7. Onde vocé mora? (rua da Luz) 8. Onde vocé mora? (avenida Brasil) .. 9. Onde a senhora mora? (avenida Tiradentes) 10, Onde 0 senhor mora? (Rio de Janeiro) .. 11, Onde voeé mora? (Portugal) 2 avis B. De onde o senhor 6? Sou de Sao Paulo. Sou do Japa. Sou da Argentina. 1, De onde o senhor é? (Paris) 2. De onde o senhor é? (Londres) 3. De onde o senhor €? (Nova York) 4, De onde a senhora é? (Berlim) 5. De onde a senhora €? (Téquio) 6. De onde voc é? (Espanha) 7, De onde o senhor é? (México) 8, De onde a senhora é? (Franga) 9, De onde vocé é? (Canada) 10. De onde o senhor &? (Roma) 11. De onde voce é? (Portugal) 12, De onde a senhora é? (Rio de Janeiro) Settoroa™ | malo do escrito, |—E onde eatio es chaves da poria? \\. [-E onde estto as| ‘chavas do carro? Estée na ‘oaveta da mesa, B ‘meus éculos? Endo esta Esl no base ‘arteira? do pats, S = | —E onde esiao | = Adivinhet “ wes 3 os, dos, nos. as, das, nas. Os planos dos engenheiros esto nas gavetas. _ AS chaves das portas esto nas gavetas. Onde estao os livros dos professores? Estao no armario da sala. Oude este @ secnelénia? (a sala/o presidente) . 2. (os (os armérios/os estudantes) L. @secretéria) .. ros) 3. (0 professor). (a sala/o diretor) 4, (as chaves/as portas) (as gavetas/as secretarias) 5. (0 dinheiro/a firma) . (0 cofre/o banco) 6. (0s carros/as professoras) (0 estacionamento/a escola) ... 7. (o cliente) .. (0 consultério/o médico) ... 8. (0s documentos/os engenheiros) (as gavetas/as mesas) .. 9. (0 paleté/o médico) .. (0 armitio/o consultério) 10. (as chaves/o carro) ... (0 armirio/a sala) 11. (0s planos/a nova fébrica} (a gaveta/o engenheiro} 12. (0s deulos/o professor)... (0 bolso/o palets) 4 gua Modo indicativo — Presente simples SER — Presente simples MORAR — Presente simples Se ele Vocés moram aqui no Rio? - Vooés moram aqui no Rio? — Nao. Somos mineiros ¢ moramos em Belo Horizonte. Estamos aqui em férias. Mise ne Pa, Hane Pou: Pra ena Fa: nin do Re. A. Vocés sao mineiros? Somos, sim. Mas nossos amigos so paulistas. (1. Nossos amigos ; muito bonita, fe americans. 7 es — : (3. Ble ° 10. Estes engenheiros { diretor da firma? franceses. a, 9.0 Rio de Janeiro isis ima. idade ~ nosso amigo. muito bonita igo.) 8. Eu brasileira) : 5. Esta firma ele francés. _/ brasileira, ) 7. Carlos ‘6. Voces as novas secreti- \e José amigos. rias? , sim, / ince 5 B. Vocé mora em Sao Paulo? Moro, sim. 1. (comegar) Voce © curso amanha. Bu hoje. 2. (morar) A senhora aqui? sim 3. (morar) Eu no em apartamento. E voce? 4, (morar) Nossos amigos Ss a Espanha. 5. (falar) Ele inglés e alemao e ela espanhol. 6. (morar) Voces nfo no Brasil? , sim. 7. (falar) O senhor francs, mas eu no C. Onde vocé esta? Eu estou aqui. 1.Eu_____ no aeroporto. 2,Luis____em Sao Paulo? sim. 3. Os engenheiros no escrit6rio? Nao, nfo 4.0 mé no hospital? Nao, no 5, O dinheiro no cofre, 6, Voces na fabrica? 7.0 livro no armario? Nao, no 8. (entrar) Nés no escritério' do engenheiro. 9. (entrar) A secretiria na sala do engenheiro. 10. (comecar) Ele © curso hoje mesmo? Nao, mio 11. (entrar/falar) © engenheiro no escritério € com 0 diretor. 12, (morar/falar) Nos no Brasil e portugués. 13, (perguntar) O diretor o nome do novo engenheiro. 14, (morar/falar) Meus filhos em Londres inglés. 8. ocd no consultério? 9. . na praia e eles nam 10, Heler em Nova York, mas Teresa € Ana em Paris. 1. Eu aqui 12.0s planos na firma, 13. Nos em Sio Paulo, no hotel. 14, Achave na porta? sim, D. Onde esta 0 diretor? Esta na fabrica. Bi 3. 4 a E. O dinheiro esta no banco? Nao, nao esta. Esta na firma. Esti no banco. Esté na praia. . 2 Estou aqui. Estamos aqui na sala, Esté no consultério. 2 Niio, nfo esté, Esté no Japio. ‘Nilo, nfo estamos. Estamos na fibrica. .2 No, no esta. Esti no consult6rio. .. 1 Nao, no esto, Esto no escritério, ..) Nao, naio esta, Esta na gaveta da mesa. Texto narrativo No aeroporto Estamos no Aeroporto do Rio de Janeito. Gostamos muito desta cidade. O Rio de Janeiro é uma cidade bonita, com muitas praias e montanhas Nossos amigos, Paulo e Luisa, so cariocas e secretiria de uma firma de importagdo ¢ exportacao moram aqui. Ele é engenheiro e ela é Nés somos paulistas e moramos em So Paulo, sete 7 A. Acada imagem corresponde uma frase. Qual 6? (0s documento’ Nos estamos la entra no estéo na bolsa, na sala de excrterio 88 8 televiséo. horas. “ Eles moram Ofime na praia. comepa as 8 horas Adve! B. Complete o didlogo. Use vocé. Tomés: Luis: Bom dia! ‘Tomas: ... Li Bem, obrigado. E vocé? Tomi: Lut De onde vocé &? ‘Tomas: Luis: Sou de Porto Alegre Tomis: B ooito Luis: Moro na rua Augusta. E voce? Toms: Luis: Eu gosto muito dessa rua, Tomis: . Luis: Nao, nfo sou. Sou médico. E vocé? Tomas Luis: O novo engenheiro da firma? Toms: ..... Luis: Boa sorte! A cidade Paulo: — Venha comigo. Vou mostrar a cidade para voce: Joo: — Para onde vamos primeiro? Paulo: — Vamos para o centro, de 6nibus. H um ponto de dnibus ali na esquina. Joio: — De Gnibus no. Temos tempo. ‘Vamos a pé. Gosto de andar. E voce? Paulo: Eu também gosto. es Veja! Esta é a parte vetha da cidade, Aqui nesta caleada, & 0 Correo. Naquela calgada ali é a Prefeitura L4, naquela esquina, é 0 cinema Estes prédios so antigos. Gosto deles. E vocé? Vocé também gosta? Gosto, sim. Ha uma estagio rodoviaria nova no subtirbio. Ela tem quatro andares e é moderna. O acroporto desta cidade também & moderno? E, sim. Tem cinco anos. feanw Pedindo uma informacao — Uma informagio, por favor — Pois nfo. — Ha um ponto de dnibus nesta esquina? — Nao. Nesta esquina nao. O ponto de Onibus é ali, naquela calgada. — Obrigado. Ha um cofre e uma mesa nesta sala. Um engenheiro. Uma secretiria 1H chavee_ documento na gaveta. 2. Temos amigo em Téquio. Ele tem fabrica 3. Nesta avenida ha hotel e cinema, 4, Meu médico tem __ consultério moderno. 5. Neste escrit ha armatio & mesa, Modo indicativo — Presente simples A. Para onde vamos? Vamos para o centro. 1. (Brasilia) Para onde vamos? 2, (aeroporto) Para onde vamos? 3. (Estagao Rodovidria) Para onde ele vai? 4, (ponto do Onibus) Para onde Voe® vai... 5. (Franga) Para onde Ant6nio vai? 6. (Paris) Para onde a senhora vai?... 7. (fabrica) Para onde eles va0?... 8. (Belo Horizonte) Para onde vocs vai? . 9, (Canada) Para onde vamos? .. 10. (av, das Bandeiras) Para onde voeés vaio? 11. (consultério) Para onde os médicos vio? 12. (Sao Paulo) Para onde Paulo e Luisa vio? .. 13. (hotel) Para onde Luisa vai? . 14. (correio) Para onde vocés vio? 15. (tua 7 de setembro) Para onde o senhor vai?.. B. Complete com ir. Joo, meu marido, para o escritério e eu para 0 banco, Meus filhos para a escola. Ao meio-dia nbs para casa. Hoje, Jodo no para @ o escritério, Ele e eu para o Rio de Janeiro. 10 cz ee Ea Eee SSS de trem Irde, ira de bicicleta de 6nibus de navio de carro de metré de avido a pé de taxi A. Eu vou de 6nibus para a cidade. 1. (taxi) Bu vou _ de déxi _ para o centro. 2. (carro) Nés ___para a fibriea, 3. (avidio) Eu para o Canada, 4. (aviiio) Paulo e Luisa para o Rio. 5. (navio) Voces nao para os Estados Unidos. 6. (metrd) Os funcionarios para o escritorio, 7. (a pé) Nos para a escola, 8. (6nibus) Voce para o escritério. 9. (trem) Luis néo____ para casa. 10. (bicicleta) Os meninos para a escola, B. Como vamos para 0 centro? Vamos de 6nibus. ? Vamos de aviiio. 2 Ble vai a pé 2 Vou de metrd. 2 Vou de trem. ? Ble vai de navio. 2 Vamos de taxi 2 Bles vio de taxi. 2 Eles vio de carro. ® Este aqui, esse ai, aquele ali, la. este livro esse livro aquele livro esta chave | essachave ay aquela chave ae estes livros aunt esses livros (Com vor®). a yctes livros ata estas chaves essas chaves aquelas chaves Estes carros aqui sao modernos. Esses documentos ai sao importantes? Aquelas praias la so bonitas. é 1 escrit6rios ali no prédio tém muita atividade.| ee 2. banco é muito antigo aqui na cidade. 3 ponto de Onibus ali na esquina é novo. 4 culos ai sto de Laura? 5. casa la na esquina é bonita. 6 salas aqui tém muitas mesas, (ieee t. chaves ai na mesa siio de Litcia? —= 8. cofres ali tém muito dinheiro . ffbrica lé no suburbio & muito grande. 10. informaggo aqui no livro é importante, a Pee De SS Neste(s), nesta(s) Naquele(s), naquela(s) om + _ este Teste Ha uma secretiria neste escritério. em + estes nestes Ha muitos engenheiros nestes prédios aqui em + esta = nesta Ha uma chave nesta gaveta aqui. em__+ _ estas =_nestas Ha muitas casas nestas praias. em aquele maquele Ha documentos importantes naquele cofte ali em + aqueles naqueles Ha muitos prédios antigos lé naquela rua, em + aquela = naquela em_+ _aquelas = naquelas A. (ponto de énibus/esquina) Ha um ponto de 6nibus nesta esquina aqui. 1. (médico/consultério) 2. (aeroporto/cidade).. 3. (posto de gasolina/esquina) ....... 4, (muitos livros/armétios) . B. (consultorios/prédios/ali) Ha consultdrios naqueles prédios ali. 1. (quinze délares/gaveta/lé).. 2. (farmacia/calgada/ali) ..... 3. (muitos turistas/montanhas/lA). 4, (dentistas/consultérios/ali) 12 doze a Mou carro & antigo. gostar de A. Estes prédios sao antigos. Gosto deles. Esta casa 6 moderna. Gosto dela. Mou carr é vatho. 1, Estas casas sio antigas. Gosto ... 2. Esta cidade é antiga. 3. Este aeroporto é modemo. 4, Aquelas mesas siio modernas. 5. Aquela carteira & nova... 6. Meu carro no € Velho. .sscessetes 7. Minhas amigas so simpiiticas.... 8, Minha casa é grande, z B. Vamos a pé. Gosto de andar. 9, Meu carro é antigo. 10. Meus livros so antigos. 1. Ele gosta| ————_—smorar no centro. 2. Ela gosta morar em Sio Paulo. Vocés gostam das praias brasileiras? 3, nos gostamos irapé Pace oe 4, Vooés nto __falar inglés. 5. Vocé falar. 6. Eunio ‘mortar na praia. 7.Meus amigos morar em Belo Horizonte. 8. Minha filha visitar museus. 9. Meu marido ‘mostrar a cidade para os amigos. 10. Voce cerveja? 11. Eu livros antigos. 12, Nos casas antigas. 13,Eles_____cidades grandes. 14. Ela casas modemas. 15, Meus filhos prédios modernos. ‘reve 13 C. Gosto do aeroporto de Paris. Gosto da parte velha da cidade. 1. Eu ___ muito amigos meu filho, Ela gosta de, 2. Meus amigos to casa nova, Ele no gosta de. 3. Vooé gosta __planos novo diretor? 4,Nés gostamos___prédio Con 5. Este diretor no gosta secretiria. 6. Eles gostam filmes franceses, 7. Gostamos casa da praia. 8. Ela gosta casa da Monica. 9. Ela nfo aeroporto novo, 10, Eu gosto livro de portugués. 11, Voeés gostam praias brasileiras? 12. Estes engenheiros nao meus planos. 13, Nés nao prédio Prefeitura. ¢ 14, Meu amigo muito ___praias do Rio. 15. Os paulistas _ muito metré, Ele é muito répido, D. O aeroporto desta cidade é antigo. 1. Eles gostam prédio ali, 2. Eu gosto do diretor firma. 3. Minha amiga gosta livro ali 4. As praias regitio so famosas, 5. As calgadas cidade so velhas. 6. As portas salas ali esto abertas, 7.A chave gaveta aqui esti na mesa, 8. Os clientes, firma sto americanos. 9. Os documentos engenheiro esto na gaveta, 10. Gostamos da secretiri engenheiro aqui. Modo indicativo i TER — Presente simples — Presente simples 14. quatorze on estore A. Eu tenho dinheiro no banco. 1. Luis e Teresa quatro filhos. 8. O senhor sorte. 2. Vocé tempo? 9. Nos um amigo em Recife. 3. Nao, eu nao tempo. 10. Vocés livros novos no armério. 4,0 Brasil muitas cidades antigas, 11. O Rio de Janeiro muitos turistas, 5. Esta cidade ___ muitos prédios 12. Asenhora dinheiro? modemnos. 13, Nao, eu ndio dinheiro, ___ cheque. 6. Aquele prédio ali ito andares. 14. Nos amigos em Porto Alegre. 7. Estas montanhas____muitas casas 15, Meu filho quatro anos. bonitas. B. Vocé tem dinheiro? Nao, nao tenho dinheiro. Tenho cartao de crédito. 1. Ele tem uma casa? (apartamento) 2. Bles tém sorte? (azar) ... eae 3. Nés temos dinheiro no banco? (dinheiro na firma) 4. Vocés tém a chave do carro? (chave da casa) 5. O médico tem casa na montanha? (casa na praia)... 6. Os armérios tém documentos? (livros) 7. Brasilia tem prédios antigos? (prédios modernos) .. 8. A Estagdo Rodoviéria tem trens? (6nibus)... C. Acada imagem corresponde uma frase. Qual é? 4. Eu tenho azar. 2. Ele tem muita sorte. 3. Ele nao tem dinheiro, 4, Nés temos muitos filhos. 5. Vocés nao tém tempo hoje. 6. Ela tem 15 anos. uinze 15 nos: “nosso Que azar! cel —AIlAil Minha —AilMeupé! —Queazerl © —Naofoi “nossos Deseuipe! nada _Rossas_ (nés) Nossa casa no é grande. 1. (és) filhos ndo esto aqui. 2. (eu) mulher gosta de andar, Orde esté nosso 3. (nds) trabalho é interessante, 4. (eu) apartamento é grande. 5. (nds) amigos tém problemas. 6. (eu) amigos moram em Salvadar. \ 7.(eu) marido e filha vvdlo para casa a pé. 8. (nds) secretdirias trabalham bem. 9.(eu) filhas vao de énibus para a escola. 10. (nés) cidade & pequena, mas tem muitos parques. parques sto bonitos. Ao telefone > [Fra —Aio! \ed ) —De onde fala? Lé 4Y* — Companhia Brasileira de Papéis es O senhor Teixeira est? Vdd fis] — Nao, nao esti. Hoje ele esta Cy trabalhando no escritério de Sao Paulo, — Eo doutor Nunes esti? — Esta, sim. Mas esta atendendo um cliente agora, — Agora de manha? — E. Ele sempre atende os clientes de manha. — Esta bem, Telefono mais tarde, Até logo. —Até logo. Modo indicativo v VENDER — Presente simples — Presente simples Eu vendo és ——_-vendemos- 16 dozessois A. (atender) Eu atendo meus clientes de manha. 1. (atender) A secretiia o telefone, 2. (atender) Nés sempre 0 diretor. 3. (eserever) Ele pouco. 4, (atender) Ela, a porta. 5. (comer) Tomas muito De atom chenios de manta. 6. (comer) Tomas e Antonio muito, 7. (vender) Minka firma prédios. 8. (aprender) Voce inglés na escola? Ela atende a porta, 9. (beber) Nos niio cerveja de manha. 10. (aprender) Vocés niio Japonés na escola? 11. (vender) Eu no minha casa. Gosto muito dela, 12, (aprender) Eu Portugués na escola. 13. (responder) Eles no minhas perguntas, 14, (receber) Paulo cartas de seus amigos. Ev aprendo portugias na escola. B. (comprar/vender) Nos compramos e vendemos casas e Apartamento: 1. (morar/trabalhar) Jofio em Sao Paulo, mas, 2. (moraritrabathar) Nos no centro, mas 3. (morar/trabalhar)Eles neste prédio ¢ | 4. (moraritrabalhar)Eu livros antigos. fe pate & Modo indicativo — Presente con A. Ele esta atendendo um cliente agora. 1. (trabathar) Agora 0 médico nao naquele hospital. 2. (comer/beber) Agora nés pizzac cerveja. 3. (mostrar) Hoje ele a cidade para os amigos. 4. (atender) Eu 0 telefone agora, 5. (atender) Ela a porta agora. 6. (aprender) Vocé portugués agora. 7. (trabalhar) Eles nao muito agora. 8. (escrever) Vocés nao agora. 9. (atender) Nos néio estes clientes hoje. 10. (aprender) Eu nao alemao agora. Na praga B. O que eles esto fazendo agora? Use os verbos beber, escrever, andar, trabalhar, comprar, vender, conversar e correr. O operirio .. ‘4 Dona 1 Feed O guarda ... Guarda a Paulo ¢ Jodo... d oo a iu O pipoqueiro .. Z Fabig SQ oe * Dona Maria dN e Laura.. :D Zz é Laura J Pipe. -quci 4 Cachorro Paulo e Joao 18 se20ivo | Estamos visitando uma pequena cidade bra- sileira. Ela fica no interior de Minas Gerais. O centro da cidade é a praca da igreja. Nesta raga ha lojas, uma farmacia, um cinema, um ‘ou dois bancos, um bar e uma padaria. A noi- te, 0s mogos e as mogas vao a praca para en- Contrar 03 amigos ¢ conversar com eles. ‘As casas sdo antigas. Ha casas modernas na parte nova da cidade. A vida aqui é muito calma A. Complete com 0 vocabulario do texto. 1. Ouro Preto ficano___ ___ de Minas Gerais. aA da igreja éo ____ dacidade. 3. Ha dois ___ nesta cidade. 4.Osmogoseas vo & praga para 0s amigos. 5.A , 0S mogos vo ao bar para ___ com os amigos. 6.Na da cidade as casas sio 7. Gosto vida desta cidade. B. Descreva uma pequena cidade de seu pais. Considere a cidade e os habitos da populagao. C. Coloque em ordem. — Bali na esquina, naquela calgada. — Vamos de énibus para o centro? — Ha, sim. Mas também ha prédios novos. Vocé tem dinheiro? —Nio, vamos a pé. Gosto de andar. — Nao, no tenho, Onde é 0 banco? — Eu também. Ha muitos prédios antigos no centro? dezenove 19 No restaurante Luis: —Nao. Por qu José: — Porque quero almogar agora. Estou com fome. Luis; —Eu também José: — Ha um bom restaurante aqui perto. —Boa idéia! Como vamos até la? —Apé, é claro! — Quanta gente! Onde vamos sentar? —H uma mesa livre ali no canto. —O que vocé vai pedir? Luis: — Talvez uma salada de le; carne com batatas. E vocé? José: —A mesma coisa, Vou tomar também uma cerveja. Estou com sede. Luis: um sorvete? Hoje esta quente José: — Agora o cafezinho. Luis: —Gargon, a conta, por favor. Este restau rante no é caro. Garon: — _ Desculpe, senhor, mas a gorjeta no esté incluida. Luis: — Ah, é mesmo. —0 troco esti certo? Ento podemos ir. es e depois & podemos pedir a sobremesa. Que tal be Numa lanchonete — Estou muito cansado. Vamos entrar naquela lanchonete. Vou pedir um suco. E voce? — Eu estou com fome e com sede. You tomar um refrigerante e comer um bauru. vine cum 24 Cee eee eee: CE) Bee Le Responda 1, Por que José e Luis querem almogar agora? 2. Bles tém tempo?. 3. Por que eles vo a pé ao restaurante? .... 4, Ha muita gente no restaurante, mas ainda ha uma mesa livre. Onde? 5. O que eles vio pedir? Descreva 0 almogo todo. 6, José vai tomar uma cerveja. Por qué?.. 7. Por que eles vao pedir sorvete como sobremesa?.. Modo indicativo PODER — Presente simples — Presente simples A. Complete com poder. Esta chovendo. Vamos ficar em casa. que podemos fazer? 1. Nos assistir a televisio. 2. Bles ler o jornal. 3.Eu escrever para meus amigos. 4.0 Felipe telefonar para os amigos. 5. A Luisa estudar para o teste de amanha. 6. Voce ouvir seu CD novo. Vocé nao pode chegar 7. As criangas jogar cartas. 8.Eu 9.Nos 10. Voces B. Responda. No trabalho: Vocé pode conversar? — Posso. No trabalho: Vocé pode dormir? — Nao, nao posso. ‘Seu cefe pode chogararasaco, 1. Voo8 pode chegar mais tarde?..... 2. Voc pode tomar cerveja? 3. Voeés podem fum: 4, Seu chefe pode sair mais cedo? 5. Vocés podem discutir com chefe? 6.As secretirias podem ir para casa na hora do almogo' 7, Seus colegas podem usar sua mesa? . 22. vinweedois Modo indicativo MORAR — Futuro imediato — Futuro imediato \ orar Nos M4 A. O que vocé vai tomar? Vou tomar uma cerveja. 1 O que vocé vai comer? 2. O que vocés vao tomar?.. 3. O que ele vai pedir ao gargon? 4, 0 que vamos fazer depois do almogo? 5. Como sobremesa, o que ela vai oferecer? 6.0 que vamos tomar? B. Vocé vai tomar café? Nao, vou tomar cha. 2 Vamos, sim, Vamos falar com a secretéria 2 Nao, vou jantar as 7 horas. ? Vou, sim. Vou tomar cerveja. ? Nao, vamos comprar uma casa. 2 Nao, ele vai ficar em casa. ayren 7 Nao, eles vao tomar sopa. C. Relacione. / aconta porque esti sem dinheiro, you : | problemas na firma porque no gostam do chefe.. devagar porque nio estou com pressa, vamos para mim porque nao tem meu enderego. sobremesa porque niio gostam de doce. mais tarde porque nao estamos com fome. vinte e nes 23, Palavras Como? Interrogativas | Quanto/a/os/as? —___| Qual?! Quais? © A. Complete. s 9 1. é cle? — Ele é Roberto, meu amigo. ele mora? — Em Sao Paulo. ele esta aqui no Rio? — Porque ele esti em férias. ele vai fazer hoje? — Ele vai visitar 0 Corcovado. ele vai ao Corcovado? — De carro, custa a visita ao Corcovado? — Nada. E gratis. amigos ele tem no Rio? — Muitos. Ele tem muitos amigos aqui ele vai voltar para So Paulo? — No domingo. Ser aweBLD 6a profissiio dele? — Ele é advogado. B. Entrevistando um artista. Faca as perguntas. 1 7 Meu nome é Betinho Estrela. ? Eu canto misica caipira. a 2 Bu estou aqui em So Paulo porque vou Wy fazer um show. 2 No Teatro Tupiniquim. 5 2. No sibado que vem. Muitas. Muitas pessoas vio ver meu show. Eu sou muito popular aqui, 2 Eu vou ganhar 2.000 délares. a 2 Meu show vai ser muito bonito, Luzes, efeitos especiais .. 9. 2 Tininha Maravilha vai cantar comi- g0. Nos sempre trabalhamos juntos. 10. 2 Vou eantaras misicas domen liktimo disco. 7 C. Entreviste seu colega e seu professor. 24 vintee quar Ser qualidade permanente Ela é bonita. O Saara é quente, Estar —— qualidade temporaria =) Ela esta bonita hoje. Hoje esta quente. © cae esta tro. Complete com ser ou estar. 1. Hoje quente, 2. Ble inteligente. 3.Ele___americano. 4, Nés contentes agora, 5. Nossos amigos na sala, 6. Nos brasileiros. 7.ASuiga_____um pais bonito, 8. Eu aqui agora. 9. Os copos na mesa e de cristal, 10. Onde seu carro? Na garagem? ; stamieeh. fia posse ‘+ «’ cronolé- profissio's «’ cargo *» +” religito *» « © Sara 6 um deserto, 11. O Bras um pais muito grande. 12. Ele médico e __ no hospital agora. 13. OAlasca frio. A Sibéria também 14, Ele __ cozinheiro e no restaurante agora. 15. Eles estrangeiros. Eles no Brasil para trabalhar, Usos especi ae ‘, ‘partido’. tier, ¢ Sbes impes* » s politica 2 sais yy y vine ecineo 25 A. Complete. Ronaldo Ronaldo a Ronaldo especia- feliz og | istaiem hoje. Ronaldo praia porque \ informatica. aay veriio. irmio. Ronaldo xo Ronaldo muito o — = pro- Pritico. ced Testante. a = Ronaldo Cesta rs) Ronaldo aqui. » Led a =i ‘uritiba. Se Ronaldo ‘meu Ronaldo cee Ghefe. | Ronaldo, este com 0° amigos no livrondofome porque ja a meu! 2 _—___ seu? horas. B. Complete a pergunta e a resposta com ser ou estar. 1. Vocé_ professor ? No, eu aluno. 2. Vocé____gargon? Nio, cu cozinheiro. 3. Elas com fore? Nao, elas nio com fore. 4, Os copos na mesa? Sim, eles na mesa. 5. Mariana, vooe com sono? Sim, ‘com sono. 6.Ele gargon? ,e agora no restaurante. mete 7. Voces estrangeiros? se aqui para trabalhar. 8. 0 Sr. Fagundes comerciante? Nao, ele professor. 9. Luis e José, voces americanos? Nio, nds ingleses. 10. 0 carro na garagem? Nao, niio i C. Onde esta Mariana? Ela esta em casa. 1 7 Eles sao fotografos. *Eles estdo no clube, 2. Nés somos brasileiros. ? Eu estou em casa a noite. 2 Porque estamos com sede. aepen 26 vinwe esis :u estou nervoso porque tenho muitos problemas. Ele esta no dentista. 9. 7 Eu you bem. Express6es & Eu estou com fome. Eu estou com frio. Eu esto Ele esta com fome. O que ele vai fazer? Ele vai almogar. SSR u_com sede. 1, Ele esté com sede. 2 2. Ele esta com fome. 3. Eles estdio com calor. 4, Eles estio com frio. 2 5. Ela esté com sono, 6. Vocés estéio com pressa. 7. Ele esta com dor de cabega. Um rapaz cabeludo = — Que horror! Quando voce vai cortar 0 cabelo? Depois do jantar. —Depois do jantar? Depois do jantar 0 barbeiro esta fechado. Ah! E mesmo! Entio vou antes do jantar. vine sete 27 antes de (do, da, dos, das) depois de (do, da, dos, das) Eu vou sair antes do almogo. Ele vai sair do restaurante depois de pagar a conta, Eles vao pensar antes de falar. Eles vio chegar depois das cinco horas. A. Responda. Use: depois de, do(s), da(s). (0 almogo) Quando voeé toma cafezinho? Depois do almoco. 1, (0 café da manha) Quando vocé vai ao escritorio? ..... 2. (0 jantar) Quando vamos ao cinema? 3. (a aula de Portugués) Quando vocé vai voltar para casa? 4. (acabar meu trabalho) Quando vocé vai sair do escritério? 5. (08 feriados) Quando vocé vai falar com seu chef? ..... 6. (conhecer S40 Paulo) Quando ele vai a Recife? B. Responda. Use: antes de, do(s), da(s). (0 almogo) Quando vocé toma aperitivo? Antes do almogo, 1. (0 meio-dia) Quando vocé vai ao banco? 2. (0 café damanha) Quando ele vai viajar? 3. (trés horas) Quando vai acabar a reuniao’ 4. (ir ao barbeiro) Quando voeé vai ao Correit 5. (sair do escritério) Quando eu posso falar com vor 6. (chegar ao escritério) Quando vocé compra o jornal? Um bi le a fanta: —Nossa! Olhe ali no canto! Quanta gente esquisita! — E mesmo. Olhe! Ha um chings, dois japoneses, dois espanhdis e trés alemies, —O chinés é meu irmao. —Nio gosto das mutheres. Estio muito feias, — Os homens esto engragados. E 0 cabeludo? E: homem ou mulher? — E meu marido, 28 vinte oito Vogal—a a casa azul ‘Vogal—e o pente =i ‘facil Vogal—i 0 tixi dificil ‘Vogal—o 0 marido gentil Vogal—uo urubu infantil “=fo 0 irmio m © homem "a estagio =r a cor = alemaio so Kis 08 ‘Consoantes © énibus os Gnibus: — inglés Papel o més espanhol 0 rapaz A. Dé o plural. acasa—as © papel azul — o taxi e 0 trem —os © piio — © 6nibus inglés — 0 cio — més mais curto — a organizagio — afaca — amio— 0 garfo — 60 irmao ¢ a irmi — acolher — aestagio — o rapaz feliz — © avitio— a ligio facil — 0 pao alemio — a mulher gentil — a expressiio — o dia titil — o jardim ea garagem — o atlas francés B. Passe para o plural. peal Sea iees 1, Este barril é grande. 2. Meu amigo ¢ inglés. 3.A sopa esta fia. 4, O dia esta quente...... 5. Minha mao esta fra. 6, Este apartamento é bom, mas a garagem € pequena. 7, Aquele hotel é confortavel. .. 8, Nosso professor ¢ espanhol.... 9. 0 canal de televisio tem propaganda comercial 10, Nosso diretor 6 japoné: vintee nove 29 45 Texto narrativo — Um almoco bem brasileiro Hoje Sr. ea Sra. Clayton vo almogar na casa da familia Andrade. Mariana Andrade vai preparer um cardépio bem brasileiro para seus convidados. Como aperitivo, vai oferecer a tradicional "caipirinha" e, como entrada, uma sopa de milho verde. O prato principal vai ser frango assado com farofa. Como sobremesa, os convidados vio comer doces frutas, ‘Tudo jé esta preparado. A campainha esté tocando. Luis Andrade vai receber seus amigos. A. Responda. 1. O que o Sr. ea Sra. Clayton vio fazer hoje? 2, Por que Mariana vai oferecer "caipirinha" para seus convidados ? 3. Vocé conhece "caipirinha"? Vocé gosta de "caipirinha"? 4. Descreva o cardapio de Mariana. 5. A camfainha esta tocando. O que Luis Andrade vai fazer? B. Com os elementos na pagina ao lado, prepare dois cardapios tipicos do Brasil. Cardapio 1 Aperitivo: Sobremesa: E, finalmente : 30 wins et a ioe NN bite «i quello com golabada feijoada ‘elido batatafrita ania Cardépio 2 Aperitivo =>" | he ee salaca de tomate Entrada: Prato prineipal: cafeznho Bebida ‘guaran laranja caipiinhe carveja rmolho de feljoada trio eum 34 C. Prepare um cardapio tipico de seu pais. Convide seu amigo e explique como. vai ser o jantar. Sobremesa: Bebida: 8. 10. | com frio if i ) ) [com pressa | 32 wins edois Procurando um apartamento André:— stou procurando um apartamento perto do centro, Jorge: —Para alugar? André:— Nao, Para comprar Ontem vendi minha casa. Quero um apartamento com trés quartos, uma boa sala, cozinha, dois banheiros, area de servigo e duas garagens Jorge: —Nio é ficil encontrar apartamento grande no centro. André:— E verdade. Ontem comprei um jornal, li os aniineios, mas nao achei nada interessante Jorge: —Nada? ‘André:— Nada, Todos os apartamentos grandes que esttio a venda ficam longe do centro. Jorge: — Voeé prefere mesmo morar no centro? ‘André:— Prefiro. E mais pratico. da China Um nego — Vamos comprar um terreno em Ubatuba, — E grande? — __ E, Tem 1.000 me fica bem perto da praia. — Puxa! E caro, nao 6? — Que nada! O prego ¢ otimo. A gente vai fazer um negécio da China! E um negécio da China, = Hy x rece Et As vezes a gente tem sorte. wits eés 83 Modo indicativo — Pretérito perfeito 5 08 gs A. Ontem eu cOmprei um jornal. - 1.(comprar) —-Voee 0 jomal ontem? 2.(comprar) —_Ontem nds um carro. 3. (comprar) Ontem eu um livro para voce. i 4,(mostrar) A senhora ja a cidade para cles? 5. (gostar) O senhor do filme? E bom, nao 6? 6.(comprar) No més passado, eles uma casa bonita. 7. (achar-gostar) Vocés © show interessante? Vocés i 8. (acabar-ajudar)Eu nao © trabalho porque ela nao 9. (tomar) No domingo passado, ele aperitivo com os amigos. 10. (andar) Ontem eu sete quilémetros, mas elas doze. Resi VENDO B, Ontem eu vendi minha casa. eee et 1. (responder) Vocé ja acarta? | Sys oe 2. (eserever) Eles ja para voce? eee 3. (aprender) Onde voce: inglés? spelt tintats 4, (vender) Eu ‘meu carro ontem. 5. (vender) Nos nossos méveis. 6. (vender) A senhora jé © apartamento? 7. (vender) 0 jomaleiro jé todos os jornais. 8. (comer- beber) Eu pizzae 9, (escrever-responder) Ela para mim, mas eu ndo 10. (entender-responder) Vooi a pergunta, mas no «Por qué? 34 cine quae C. Ontem eu escrevi uma carta. 1.(receber) Ontem eu meu salirio. E vooé? Vocé também 2. escrever) Ontem nds para eles. E vocés? Vocés também 3. (responder) Eu a carta, Por que vocé no 2 4. (beber) Na festa, cla champanhe. E ele? O que ele e 5.(comer) Eles tudo. E elas? Por que elas ndo 2 6.(beber) Na festa de ontem, eu mas vocé nao . Vocé munca bebe. 7.(encontrar-conversar) Ontem Luis Carlos e com ele. 8. (perguntar-responder) Eu + Por que voeé no 2 9.(almogar) Ontem nés no restaurante do clube. E voeés? Onde vooés 2 10. (conversar-beber) Na festa, eu muito e pouco. Nos vamos fazer ‘um negécio da Chinal Agente = nés A gente vai fazer ‘Nés vamos fazer um negécio da China! um negécio da China! Substitua a gente por nés. 1. A gente aqui cm casa gosta muito de vocé. E voc€? Vocé gosta da gente? 2. Nosso chefe ¢ muito dificil. A gente nao gosta de trabalhar com ele. 3, No ano que vem, a gente vai comprar um apartamento, A gente prefere morar perto do centro. 4, A gente precisa aprender Portugués para viver bem no Brasil. Modo indicativo — Presente simples — Pretérito perfeito LER — Presente simples Bu Ieio ‘vinta ecinco 35 A. Eu nunca leio 0 jornal. E vocé. Vocé 16? 1, Bu sempre, Anoite. E vocé? Voce 2. les a Veja. Bu também 3. S6 ele asegdo de esportes. Ela nfo, 4, Nos nunca 0 jomal de manha Elas também no . Ninguém tem tempo. 5. No domingo, a gente 0 jornal inteiro, Eu nao sei se elas também B. Eu lia reportagem. Todo mundo leu. 1, Eundo o artigo. Voos 2. Ela , mas nfio entendeu. 3.A gente no jomal que vai chover amanha. 4. Bles muito nas férias. Choveu 0 tempo todo. 5. Vocés © contrato? Nao, nés nio & Modo indicativo — Presente simples QUERER —Presente simples _ O que vocé quer? Casa ou apartamento? O que vocés querem? AS, ies 36 wits eseis Nos Eu mulher ‘morar numa casa. que vai ser impossivel. Helena A gente nao sabe o que a gente Modo indicativo —Presente simples PREFERIR — Presente simples A. O que vocé prefere? t — 0 que vocé prefere? Cha ou café? —Eu morar num lugar diferente. comprar um apartamento perto do centro porque € mais pritico, mas minha As ctiangas uma casa com piscina, 0 morar longe do centro por causa da poluigao. PyAcP Voto)s) Yo) srt — ‘ea Te —Eela? O que ela —Ela — Eccles? Vocé sabe o que eles —Eles — O que vocés preferem? Cinema ou teatr —Nés = —E elas? O que elas preferem? —Elas —Eu? Eu __ ‘MO TE E VIDA | SEVERINA _ Evocé? “Gori: Geeo Pars B. Ele quer ficar em casa, mas eu prefiro sair. 1. (querer-preferir) Ela carro pequeno. 2. (querer-preferir) Meus amigos 3. (preferir-querer) Ele 4. (querer-preferir) No verdo, eles 5. (preferit-querer) Quando est chovendo, eu ira pé, mas eu comprar um carro grande, mas ele um viajar, mas eu icar em casa. ir de Onibus, _ ira praia, mas nos ir ds montankas. ficar em casa, mas ele sempre ir ao cinema, vinta escte 37 Um lugar agradavel André: — Ontem comprei um apartament. Jorge: — No centro? André: — Nao, Num bairro residencial, nfio muito longe do centro, Jorge: — Vocé mudou de idéia? André: — Mudei. E estou contente. Jorge: — Onde fica seu apartamento? André: — No Jardim Paulista, perto de um grande parque. Jorge: — Perto de um grande parque? André: — ha um museu famoso. £. Em frente do parque Jorge. = E atris? André: — Atrés do parque hé um grande colégio Jorge: — Que bom! E quanto custou o aparta- mento? chover comesar levar —-Preparar —chegar beber conversar —_aceitar trabalhar —_oferecer André: — Um absurdo! Mas valeu a pena, Vou mudar amanhi. Complete com o Pretérito perf O dia da mudanga No dia da mudanga, ni O caminhaio as 8 horas da manhi. Os homens. em nossa casa, os méveis uma um e. tudo para 0 caminhiio: mesas, cadeiras, sofas, poltronas, camas, armitios ... Eles muito. Ao meio-dia, eu um lanche para cles. Eles Teresa, minha mulher, sanduiches € suco. Todo mundo A uma hora, 0 trabalho outra vez. 38 is Preposig6es de lugar / ao lado de perto de longe de na frente de atrésde | em yoltade A. Observe o desenho e faga a frase. tents enove 39 B. Responda. 1. Quais siio os méveis da sala de estar? 2. Onde est o soft? 3. Onde est a mesinha? 4, Onde esté a televisiio? 5. Onde esti a estante? 6. Quais so os moveis da sala de jantar? 7. Onde esto as cadeira: 8. Onde esta o tapete? 9. Onde est 0 vaso? 10. Onde estio as flores? 11, Eo quadro? Onde esta o quadro? C. Desenhe a planta de um quarto. Distribua nela os méveis abaixo e depois explique a posigao deles. oarmario 40 quareaia Num bairro residencial @ ‘Num bairro residencial, nao muito longe do cent Substitua 1, Ele mora em uma casa antiga 2. Eu encontrei a informagio em um livro de escola, 3. A policia achou os documentos em umas caixas velhas. 4, Ele guardou o dinheiro em uns bancos estrangeiros. 5. Compyei o sofii em uma loja perto daqui Onde estao eles? — Roberto, onde est seu irmao? Est na praca com os amigos dele. —E sua irma? — Esti na lanchonete com os amigos dela. Por qué? — Preciso falar com eles. Possessivos & eu —_ meu, minha, meus, minhas nds nosso, nossa, nossos, nossas aquarenta eum 44 A. Complete com meu(s), minha(s), nosso(s), nossa(s). 1, Quero conversar com professor de portugués 2. Queremos conversar com professor de inglés. 3. Vamos sair com filhos. 4, Gostamios de sair com amigos. 5. Ontem, falamos com filha por telefone. familia. Gosto do bairro, 6, Moro neste bairro com 7. Estou falando com muther. 8. Vou guardar documentos no coffe. 9. Venha comigo! Quero mostrar 10, apartamento para vocé amigas querem falar comigo. ‘Andi, ela & sua ema? B. Complete com seu(s), sua(s). 1. Maria, onde esta * inmiio? 2. Helena, onde fica casa? 3. Voce vai sair com marido? if 4, Onde voce comprou livro? 5. Onde voeé comprou livros? 6. André, quero conhecer 7. André, quero conhecer irmas. DICIONARIO 8, Maria e André, onde esta carro? 7 BG) 9, Vocés mostraram documentos? AURELK C. Complete com dele(s), dela(s). 1. (cla) Onde estéio os éculos 2. (ela) O apartamento & confortivel. 3. (ele) Nao gosto da cidade 4. (ele) Voce conhece os irmios y 5. (elas) O pai é alemao. 6. (ele/ela) A familia 7. (eles/ela) A mae 8. (cles/elas) O eseritério 9. (¢la/ele) Os irmaos 10. (ela/ele) Voeé quer o Livro 42 guarentee dois é grande. A familia no est aqui, Ela esté na Europa com a amiga no centro. O eseritério ‘rabalham aqui. Os irmaos ou o Livro 2 Prieta também €, €no subiirbio. também. D. Leia a mao de seu (sua) colega. E. Trabalhe com fotos de parentes ou Diga a ele (ela) 0 que vai acontecer —_ amigos. Fale sobre as pessoas. no futuro. Comece assim: Esta é minha amiga ... Ela mora em... Seu futuro vai ser timo. Seu chefe vai ... Rewtndelaifactindele (chefe - namorado/a - marido/esposa - filhos- (9 trabalho, os planos, os problemas ...) casa - feria F. O armario tem mais de 100 anos. As portas do armario sao muito grandes. Oarmario tem mais de 100 anos. As portas dele sao muito grandes. 1. Vou comprar a casa. O prego da casa é bom. 2. Vou preparar um jantar especial. Quero mostrar o cardépio do jantar. 3, Nao quero estas cadeiras, A qualidade das eadeiras nao é boa. 4, Meus irmaos moram na Europa. A vida de meus irmaos é muito diferente da minha. 5. Estes quartos stio muito claros. As janelas dos quartos so grandes, quarenta eres 43, G, Joao, onde esta seu irmao? Meu irmao esta em.casa. 1. Luisa, onde trabatha irma?__inma trabalha no banco. 2. (ele) Onde esté a filha 2A filha estd aqui 3. (nds) Gostamos de amigos. 4. (cles) Mariana ¢ Luis vio para a Europa. Os filhos vo ficar no Brasil. 5. (ele/ela) Nao quero as chaves . Quero as chaves q 6. André, vocé vendeu casa? Nao, no vendi casa. Vendi apartamento, 7. Cristina, vocé quer bolsae___dculos agora? 8. (ele) Ele esté conversando com o pai 9. (cla) Ble esté conversando com a mae 10. (cla) Vocé conhece a casa LL. (¢le, nés) Ele vendeu a bicicleta ____ecomprou carro. 12, (ela/ele) Teresa quer visitar as amigas __, mas Toms prefere visitar os amigos 13. (eles) Ana ¢ Paulo venderam @ fabric : 14, (cla) Os produtos desta fabrica sto étimos, As maquinas séio muito moderas. 15. (cle) O bairro & muito bom. As ruas sio muito limpas, Preciso falar com eles. Preciso de dinheiro, Eta procisa viajar h Ele precisa cortar 0 cabelo. © senor precisa de gasolina Complete. 1. Vou ao banco porque preciso... 2. Ela vai ao supermercado porque precisa 3. Vamos d padaria porque precisamos... 4. You ao posto de gasolina porque . 5. Ele vai ao barbeiro porque... 6. Bla vai a Estago Rodovisria porque 7. You telefonar para ele porque nx 8. Vamos escrever para ela porque 9. Vou vender minha casa... 10. Eles vo de avido porque wun AG guatents quatro Texto narrativo Onde morar? Viver no centro de So Paulo esti ficando cada vez mais dificil, quase impossivel. A vida é muito agitada ¢ os apartamentos estio cada vez mais caros. Se vocé quer viver com conforto, numa boa casa ou num apartamento grandee com muita luz, vocé precisa morar num bairro. Depois de varios anos de desenvolvimento industrial, Sao Paulo é hoje uma grande cidade. Os antigos bairros residenciais perto do centro siio agora bairros comerciais. Por isso, a familia que prefere morar ‘numa casa confortavel, num lugar trangiilo, precisa procurar novos bairros, cada vez mais distantes. Isto sempre acontece nas grandes cidades. A. Responda. morar no centro de 1. Por que é di 2, Onde podemos viver com mais conforto? 3. 0 que aconteceu com os bairros residenciais perto do centro? 4, Vocé prefere morar no centro ou num bairro residencial mais distante? Por qué? B. Reescreva os anuncios por extenso. a |PINHEIROS, | ALUGO | | PART. Apto , 2 ats. 1 c/ | | suite, gar., 8 ander. | ass. ALUGA-S PINHEIROS 2 dorms. e/ gar. e tel., Face norte, ensolarado, Rua trangtila. Otimo liv. si Jant, 2 gdes. dorms. carms. embutides, 2 banks, lav, copa-coz., rea serv. e gat, Ch. e/ 0 zelador. CEILANDIA ALG. CASA 3dis.. st. 02, ban lao, grade, cf fone, préx. Centro Col F 56-3782 AGUAS LINDAS VENDO Bola casa 2 pav., Ql-25 salso, lavabo, 3 sultes (hidroicloset), 3 ats., arms., gto. p! babé, copa, 02, belo jar inverno, sauna, psc, churrasqueira, excelente Plantao hoje 94-0055 + BARRA DA TUUCA = TAL. casa 4 qs, sl, 2 oz., banh., telefone, piscina, vista para o mar, "70.7070 LUZIANIA VENODE PARTICULAR Apto , 3 ats. c'suite, reform, gar., 1 andar, si fiador. 77906-9696, ene ceo 45 C. Observe a planta deste apartamento. 3 " voc remeo |] lo I sarees soiree G at — al ssireo2 Reese my, ert Hato - SY eanwo | we Qo = Agora responda. xe fl ese 1. Quais so as dependéncias da —Z* a rea social, dren de servigo, érea intima? 2. Este apartamento é bom para que tipo de |[o l familia? Explique. ame, Para que tipo de familia ele nao & muito he bom? Explique. f 3. Vocé gosta deste apartamento? Por qué? it a 4, Faga uma lista do que vocé considera ao Tee vantagens ¢ desvantagens de morarem uma LX f ‘casa ou em um apartamento, CASA APARTAMENTO. VANTAGENS DESVANTAGENS VANTAGENS DESVANTAGENS 5. Vocé gosta de morar numa casa ou prefere morar num apartamento? Explique por qué. AB quorentae seis Assim nao dé! —HA dez anos estou tentando ver a Marina Moreno, Agora éa minha chance! Por favor, duas entradas para o show da Marina Moreno no sibado, —Sinto muito, nao tenho mais. Como assim? —As entradas para o show de sdbado jt acabaram. Nossa! Entio para o show de 6" feira. —Também ja vendi todas. Tenho algumas entradas para 5* feira. Poucas) —Mas que absurdo! Assim nao da! —Pois é. No jornaleiro Ele: — Vamos passar no jomaleiro. Assim Posso comprar o jornal ¢ trocar o dinheiro para 0 énibus. —O Estado, por favor. Jomaleiro: —J4 acabou. Eu abri a banca hé meia hora, mas j vendi quase tudo. O senhor no quer A Folha? Ainda tenho um pouco. Ele: —A Folha? Esta bem. Por favor, 0 Gnibus Estagdes, ntimero 69, passa por aqui? Jomaleiro: — Por aqui nao. Passa pela rua ao lado. Ele: — Obrigado. Mais tarde, em casa: Ele: — Susana, na pagina 15 hé um artigo muito interessante sobre 0 Chico Mota. Susana; — Eu ja li. Ele esteve aqui ha 15 dias. Foi um sucesso. No sabado, ele cantou para 50.000 pessoas no Es- tidio do Pacaembu, Ele: —Eunio sabia. Que pena! Perdemos a chance de ver 0 Chico. Susana; —Nio se preocupe. Ele vai voltar em abril quarenta este 47 Modo indicativo — Presente Pretérito perfeito ABRIR — Pretérito perfeito A. Eu abro a porta. 1. (abrir) Esta loja sempre ds 9 horas, 2. (abrir) O diretor © cofre do banco, Ls 3. (abrir) Os bancos as 10 horas. 4. (partir) Meu trem desta estagao. 5. (discutir) Nés sempre com ele. 6. (assistir) Eu A televisio toda noite. © banco 6 abe as 10 7. (decidir) Os diretores tudo na reunido. 8. (partir) Os 6nibus para o Rio nfo desta estagiio, 9. (assistir) Ele sempre a filmes pela televisio, 10. (di r) Ele © aluguel da casa com seu irmao. B. Eu abri a banca ha meia hora. 1. (abrir) Eu nao esta janela ontem. 2. (partir) O aviio ha 15 minutos. 3. (assistir) Vooé A televisiio ontem? 4, (decidir) Vocés ja © que vio fazer? 5. (abrir) Nos © cofre na semana passada. 6. (partir) Eles para a Europa no ano pasado, : 7. (assistir) Hé 15 dias eu aum filme sobre a Bahia, 8, (abrir) Nossa firma uma loja nova no més pasado. . 4B nena coo [lo ommoocien [I AAUSETANA REDA C. Complete. 1 (discutir) Ontem nés a Bahia. 2. (discutir) Estamos sempre sobre dinheiro. o dinheiro com meus sécios. 4. (desistir) Nossos amigos nao vio de seus planos. 5. (preferir) Voce cha ou café? 6. (preferir) Ele sempre viajar de avitio. 7. (telefonar) No més passado, ele de Londres. 8, (esquecer) Eu sempre © numero do telefone dele, 9 (mudar) Amanha vamos casa. 10. (receber) Este artista nunca 0s jomalistas. Café ou cha? A SSS Ee outra oda, onde esta? D. Complete com o Presente continuo. 1. (partir) Que pena! Nosso trem... a0 filme. 3. (aprender) Agora eu .. portugués. 4. (desistit) Olhe! Ele Que penal 5. (insistir) Nés .. 6. (discutir) Joao ¢ Antonio .... 6s novos planos. 7. (mostrar) Venha! Ele... _ a casa para os amigos. 8. (fazer) Meu irmao mais velho .. ‘um curso de inglés em Londres. 9, (trocar) Venha ajudar! Eles .. 0 pneu do carro, 10. abi) Olhe! Eles . a porta do cofre! 7 ‘quarenta e nove 49 A. O Gnibus passa por aqui? hoe 1.0 dnibus para o Rio passa__Aparecida? omen 2. Este Gnibus passa centro? '» 3, Vamos para o centro ponte nova! E mais rapido. 4, Ble no saiu porta da frente. Ele saiu ‘uma janela, 5. Este Onibus vai para a minha cidade praias, mas o trem vai ‘montanhas. praias é mais bonito. ani 6. Recebi seu presente correio. mais cove, 7. Anoticia chegou jomais, 8. Vocé vai passar 142 Posso ir com voce? B. Observe a ilustracdo. Vocé esti no tixi e quer ir ao shopping center, mas 0 motorista nao conhece o caminho. Explique a ele como ir. Comece assim —0 senhor precisa passar pelo Banco do Brasil, depois pelo ... econ xteta Dove | Gs oat getion ‘Seca do Pree 7 ‘Shopng Cert ese 50 cinguent Nameros 0—zero 1 —um, uma 2—dois, duas 3— tres 4— quatro 5—cineo 6 —seis 7 —sete 8—oito 9—nove 10 —dez 11 — onze 12—doze 13—treze 14—quatorze ou catorze | oie 134i | Sele! Es "See2eal sl tWaiwml MIZ, 8, 15 —quinze 16 —dezesseis, 17 —dezessete 18 —dezoito 19 —dezenove 20 —vinte 21 — vinte e um (uma) 22 — vinte e dois (duas) 23 —vinte e trés 24 — vinte e quatro 30 —trinta 31 —trinta e um (uma) 40 — quarenta 50 — cingtienta seyt 2, Mie 1027= OFS77OH = SNOB. A. Escreva por extenso. 5 60 — sessenta 70 —setenta 80 — oitenta 90 —noventa 100 — cem 101 — cento e um 200 — duzentos (du- zentas) 300 —trezentos (tre- ° 700 — setecentos (setecentas) 800 —oitocentos (citocentas) 900 —novecentos (novecentas) 1,000— mil 2.000— dois mil, duas mil (duas mil pessoas) zentas) 1,000,000 — um 400 —quatrocentos —milhdo (quatrocentas) 2.000.000 — dois 500—quinhentos _mithdes (dois milhoes i (quinhentas) de pessoas) 600 — seiscentos (seiseentas) a sre wo so as yo ae ao” SPT gos coed IT as “ 2- 100 - 1030 - 8- 13 - I2- 1979 - 15- 555- 16- 2210 - 17- 614 18- 15346 - 27s 792 - 56 - 67- 8i1- 1.000.000 - 16 - 919 - 2.000.010 - 85- cinguentae um 541 B. Observe: 2 casas = duas casas. Leia: 22 amigas 232 veres 41 livros 471 carros 82 casas 522 paginas DEZEMBRO JANEIRO bsroass psro0ss FEVEREIRO MARGO, psrooss o ABRIL ‘MAIO pstoass JUNHO JULHO ‘AGOSTO pstoess psTegss DSTOQSS SETEMBRO OUTUBRO NOVEMBRO DsTaass osTaess DsToOss 2.000 palavras 2,000 problemas 1.351.000 pessoas 800 portas 1001 dias 1001 noites Meses do ano 1. JANEIRO 2. FEVEREIRO 3. MARCO 4, ABRIL 5. MAIO 6, JUNHO 7, JULHO 8, AGOSTO 9, SETEMBRO 10. OUTUBRO 41. NOVEMBRO 12, DEZEMBRO Dias da semana domingo, segunda-feira, terga- feira, quarta-feira, quinta-feira, sexta-feira, sibado. Estag6es do ano primavera, vero, outono, inverno. Dia 25 Dia 25 Dia 27 (( Bie2e (, bia29 anteontem conte oj amanha epois-de-amanhg A. Responda. 1. — Que dia é hoje? — Hoje é..... niosreig ll remeron de. : Agora 6... a _-ve« (dia da semana /dia do més/més/ano/estagao do ano) 2, —Em que dia voc nasceu? — Eu nasci no dia ... 3. Quando é o Natal? 4, Quando vamos ter um feriado?... 5. Qual é 0 maior feriado do seu pais? ... 6, Quando vio comegar suas fétias?.... 52 ciquenae dos B. Observe a data e responda. — Que dia é hoje? 6 £,,3 de novembro.... 2*f,, 15 de janeiro Sabado, 1° de abril . 4°£,2 de julho. 3° £, 19 de junho 5*£, 23 de novembr0 .... Sabado, 1° de margo 5*£, 30 de outubro, 6B, 14 de MAIO ern Domingo, 25 de fevereiro.... 3°£, 27 de agosto C. Esta 6 sua agenda de trabalho. Responda. Ui \ 1, O que voeé vai fazer amanha de manha? 2. Onde vocé esteve ontem de tarde? Por qué? 3. Quando vocé encontrou o arquiteto que esta fazendo a nova decoragio do escritério? 4, O que vocé vai fazer amanhd de tarde? 5. O que voce vai fazer hoje a tarde? E a noite? D. Organize sua agenda desta semana e descreva suas atividades. cinguentae wes 53 wo Modo indicativo — Pretérito perfeito SER — Pretérito perfeito ESTAR — Pretérito perfeito TER — Pretérito perfeito IR * — Pretérito perfeito * Observe que a forma é a mesma do verbo ser. A. Complete com ser no Pretérito perfeito. 1.0 filme de ontem interessante, 2.Bu presidente do clube no ano passado. 3. Nos bons amigos. 4. Blas amigas de escola. 5. Voeé amigo dele? C. Complete com ter no Pretérito perfeito. 1. Nos muito trabalho na semana passada. 2. Carlos problemas no escritério, 3. Eu no aula ontem. 4. Voces tempo para acabar 0 trabalho? 5. Eles uma reunido hoje de manha, 54 cinguenta e quatro B. Complete com estar no Pretérito perfeito. 1.Bu no Canada em 1998. 2. Os franceses no Rio em 1555. 3. Osholandeses em Pemambuco em 1630. 4, A rainha da Inglaterra no Brasil em 1968. 5.—Voeés ja na China? — Ja. Nos lem 1998 D. Complete com ir no Pretérito perfeito. 1. Nos para a Europa com eles. 2. Meus irmios nfo para a escola ontem, 3. — Paula, voos ja & Bahia? 4, —Nio, eu nunea E voce? 5. Ele a0 cinema com amigos. E. Complete com o Pretérito perfeito de ser — ter — ir — estar. Janeiro um més bom para mim. Nos um feriado longo, Eu para o Rio com amigos. Nos no Pao de Agitear ¢ em outros lugares bonitos. Quero voltar para 1é nas férias de julho. = Na estagao roa —A que horas parte o trem para o subirbio? —As quinze para as oito, — Que horas so agora, por favor? —— — Agora so 5 para as oito. —Que pena! O trem jé parti. Que horas séo? E meio-dia, ©) 8105 Sao oito ¢ cinco. ©) 8:15 Sao oito e quinze. C) 8:30 Sao oito e meia. ©) 8:40 Sao vinte para as nove. QO 8:45 Sao quinze para as nove. So oito horas. 8:00 So oito horas em pont: E meia-noite. Que horas s80? 1. Que horas so? 2. Que horas séo? 3. Que horas so? 4. Que horas so? 5. Que horas sfio? 6. Que horas so? 7. Que horas sio? 8. Que horas sio? 9. Que horas so? 10. Que horas so? cinquenta ecineo 55 & Aque horas? ; ‘A que horas voce janta? ALhora dant ae sete horas. is duas horas ao meio-dia A meia-noite 1. (19:00) A que horas vocé janta? 2. (19:45) A que horas vocé vai ao cinema? 3. (14:15) A que horas ele vai a escola? 4, (19:30) A que horas eles vao encontrar os amigos? 5. (14:50) A que horas ele abre 0 consultério? 6. (17:35) A que horas avido vai partir? 7. (23:30) A que horas vai chegar o trem’? 8. (1:45) A que horas ele foi para casa? 9. (16:15) A que horas vocé encontrou José? 10, (13:00) A que horas vocés almogam? @ As seis da manha. —A que horas ele vai telefonar? O atidente fi as cinco horas da manha, —As seis. —As seis da manha?! —Nao. As seis da tarde. A. Aque horas vocé chegou? As trés da manha. 1, —A que horas foi o acidente? (5:00) 2. —A que horas ele saiu? (14:00) 3.—A que horas a festa acabou? (2:00) 4. — A que horas parte 0 avitio? (10:00) 5.— A que horas ele vai telefonar? (22:30) 6. —A que horas vocés chegaram? (17:30) | —ssesnnne 56 cinquenta cscs B. Aque horas ele chegou? ~—_Ele chegou as 7 horas. 2? — Ble partiu as 7:20. . 2 Ele prefere partir as 5:25. 2 A reuniao comegou as 2:40. . 7 Nés chegamos meia-noite. ? Eu prefiro partir as 5 da manhi. 2A reunifio acabou is 10 da noite 7A festa vai comegar ds 9:30 em ponto, ... 7 Vamos chegar a Viena as 6:45 da manha. 7 Meus amigos chegaram as 6 horas da tarde ig ween nnweaene TO esis 2 Vocé vai chegar a Londres ao meio-dia em ponto. Das 8 as 10. —Aque horas 6a aula? —E das 8 as 10 da manha. — E 1. (trabalhar/8:00-12:00) Ele trabalha . 2. (estudar/13:00-17:00) Eles 3, (ficar na loja/9:00-18:00) Elas 4, (assistir a televisiio/20:00-23: 5. (almogar/12:00-13:00) Em casa;a gente 6. (jantar/19:30-20:30) A gente. o 7. (ser/7:00-10:00) No hotel, 0 café da manhi .. 8. (estar livre/L son worte oo 9. (esperar/16:00-17:30) Ontem eu... )) Ontem eu Fazendo compras — Vamos depressa! Quero comprar um vestido paraa festa de hoje a noite e as lojas vio —sz fechar daqui a meia hora. See Esta loja é nova. Veja! On vestido amarelo é muito. elegante, — Vou pedir A vendedora para ‘me mostrar aquela blusa branca. Ela combina com a minha saia preta cinguenta esete 57 & Roupas femininas Blusa Casaco verreina matin a 4 Conjinio da blaisor martin) tatada “NG Vestico jeans, veielha, i Bluse Vivid 7 short ¢ : sensilla preta Camiseta, sala jeans. esandiiia Conjunio, pessego f Vesta amseta preto, Sao lusa Lemon ee laiser verde cae sapato Blaser ver so ae preto uN 5B cinguentae oto Roupas masculinas Roupa social Bonds pamiseta Temno Jaqueta Franca caka |) plete Vestido Branco \ costs Se Bermuda jeans. |_— Mota branca @ tenis preto Sapato proto Acessérios ravstas yy. elas ceinguents enove 59 A. Responda. 1, O que voeé usa quando vai trabalhar? 2. O que vocé usa quando fica em casa no domingo? 3. O que vocé usa quando vai a uma festa muito chique? 4. O que vocé esti usando agora? 5. Vooé acha que ha diferenga entre o modo de vestir dos brasileiros ¢ o das pessoas de seu pais? Explique. B. Palavras cruzadas. Ha — daquia Ele chegou ao Brasil hd 3 semanas. Ele esta em Sio Paulo hd 10 dias. Complete. 1. (60 minutos) Ele esté esperando lt fora .A4. 2. (10 minutos) Ele vai abrir a loja 3. (uma hora) Ble abriu a loja 4, (18s dias) Eu estive no Rio... 5. (quinze anos) Ble trabalha no banco. 6, (muitos anos) Ele entrow na firma ... 7. (uma semana) Voeés estiio aqui... 8. (20 minutos) O avido vai chegar aqui.. 9. (6 meses) Eles vao falar Portugués muito bem ... 10. (40 minutos) Eu pedi a sobremesa. 11. (um ano) Ele estuda Portugués 12. (meia hora) Nés vamos jantar.. Masculino e Feminino @ | oamigo — aamiga O artista famoso artista famosa o professor inglés. — aprofessorainglesa ohomemcomum — amulher comum © aluno inteligente — aalunainteligente 0 boto simples — _a solugao simples @bancoalemio — — aindiistriaalema amigo espanhol ~— a amiga espanhola o bairro industrial — acartacomercial um apartamento bom— uma casa boa otrabalho dificil — a ligfo dificil um plano mau — uma idéia ma © mogo feliz — amoga feliz Sempre feminino: viagem, a paisagem, a reportagem, a cidade, Sempre masculino: o cinema, o sistema, o poema, otelegrama, o programa, 0 sofi, o craché, o guarana. Atengio: um dia bonito, um mapa novo, o clima frio jade yma, o sintoma, sesseneum 64 & Cores branco ra Sonny branca preta arn Cre entry ary Romer fe A. Passe para 0 feminino. 1, Meu irmao um professor antigo... 2. (cidade) Meu pais é muito grande. 3, (casa) O apartamento do meu vizinho é simples e confortavel. 4, (revista/fotografias) Este jornal tem poem interessantes. 5. Meu dentista é compete. 6. (folhas) Os papéis verdes esto na mesa. 7. Meu pai é um homem calmo. , 8. (novela) Este filme foi bom. 9, Este cantor é um homem bom e amével 10. (blusa-bolsa) Ela comprou um vestido cor-de-rosa e um casaco cinza. 11. (casa) Eles preferem um apartamento pequeno, num bairro comum. 12, Este senhor é elegante e conservador. 13, Meu amigo € muito otimista... 14, (musica) O filme € triste. .... 15. O marido de minha filha é um homem dificil 16, (revista) O livro azul esta no escritério do doutor. 17. 0 senhor ja falou com o diretor comercial? = 18, (@ entrevista) O livro deste eseritor francés é longo, mas interessante. 19. (estrada) Este rio é longo, estreito e escuro. : 20. (lingua) O idioma alemao nao é ficil. B. Complete. 1. (caro) Copos de cristal so 2. (pequeno/confortavel) Minha casa é mas 3. (famoso) As praias do Rio sio ; 4. (antigo/modemo) Este hotel & Prefiro hotéis 5. (alemio/moderno) Muitas cidades siio 6. (mau) Esta idéia nfio é 7. (espanhol/franeés/americano) Gosto de mitsica svestidos_______ecarros 8. (simples/simples) Maria é uma mulher e mora num apartamento 9. (branco/azul/amarelo/cinza) Comprei duas blusas um vestido , duas saias eum chapéu 10. (verde/bom) Estas bananas estiio mas as laranjas esto 11. (azul/marrom) Hoje quero comprar duas saias e uma blusa 62 sestentae dois 12, (residencial/tranqitilo) Valeu a pena comprar © apartamento num bairro A vida aqui é muito 13. (industrial/japonés) Esta firma tem uma diretora 14, (comum/feliz) Vocé acha que a mulher é 2 15. (bom/bom/grande) Este apartamento & , mas esta casa niio & . porque é muito para nés. 16. (longo/interessante/bom) Ele escreveu uma carta, e , com noticias muito 17. (antigo/modernofindustrial/bonito) Salvador & uma cidade , Brasilia é uma cidade , Sio Paulo é uma cidade eo Rio é uma cidade 18. (frio/quente) Nao gosto de sopas e sobremesas 19. (dificil/interessante) Meu trabalho é , mas 20. (velho/novo) Minhas bolsas estao_ Preciso comprar uma bolsa_ C. uma viagem longa D. este artista espanhol 1 telefonema i dia 2 chefe. 2. oportunidade 3. dirtora (Cd) 3 idéia 4, soft 4, mapa i. dentista 5 ido 6. opiniio € Texto narrativo — Rios do Brasil Durante esta semana, is 11 horas da noite, 0 canal 9 esté pasando documentarios sobre os ios do Brasil. Anteontem tivemos um filme sobre o rio Amazonas. Foi muito interessante. filme mostrou a famosa “pororoca”, 0 encontro das aguas deste rio com as éiguas do mat, O filme de ontem foi sobre a construgio da usina hidrelétrica de Itaipu, no rio Parand, na fronteira do Brasil com o Paraguai filme de amanha vai ser sobre 0 rio Sao Francisco, um grande rio, inteiramente brasileiro. Responda. 1. Voc€ gosta de assistir a documentirios na televisdio? Por qué? 2. No seu pais, a televisiio é exclusivamente comercial ou também educativa? 3. A televisdo apresenta programas diferentes: masica, entrevistas, filmes, documentarios, jornal, novelas, ete, Que programa vocé prefere? Por qué? 4, O que vocé sabe sobre o rio Amazonas? 5. O que é “pororoca”? 6. 0 Brasil pode construir muitas usinas hidrelétricas. Por qué? 7. O rio So Francisco é chamado “rio da unidade nacional”, Por qué? 8. Fale sobre os rios do seu pais. 9. Com que paises o Brasil tem fronteiras? 10. E 0 seu pais? (Poo EEE Sg 64 sesenta equato Retrato Falado 1° Policial: Al6! Ald! Todos os carros! Assaltaram a casa de jias Leao de Ouro. suspeito é um homem branco, de mais ou ‘menos 30 anos, alto e gordo, com cabelo ¢ olhos castanhos, Cuidado! Ele esta armado ¢ é perigoso! Mais tarde, na Delegacia de Policia. 2° Policial: ‘Testemunha: 2° Policial: ‘Testemunha: 2° Policial: ‘Testemunha: 2° Policial: ‘Testemunha: 2° Policial: ‘Testemunha: 2" Policial ‘Testemunha: 2° Policial: ‘Testemunha: A senhora pode descrever 0 la drio? Posso. Eu 0 vi de perto, Ele niio é loiro. E moreno. O rosto dele é redondo c a testa Um momento. Vamos fazer 0 retrato. A testa é alta. Os olhos so gran- des. Eu pude vé-los muito bem quando ele me empurrou. E as. sobrancethas so bem grossas, E onariz. E assim? E comprido e fino. Tenho certeza. E 0 queixo? Acho que é quadrado. Assim? Assim mesmo. Eas orelhas? Sio assim? Nao sei. Nao me lembro, mas 0 cabeto é crespo. Assim? Assim mesmo. Agora, deixe-me ver o retrato, Meu Deus! E este o homem. E ele ™Mesmo, sem tirar nem pér. sessenta e cinco 65 <= Meu tipo ideal — Gostaria de conhecer um homem de 25 anos, alto, de cabelos pretos ¢ lisos e de olhos azuis. Tipo esportista ou intelectual? — Esportista, claro. Ah! Eu, ao contririo, sempre quis conhecer um rapaz de tipo intelectual, magro e de voz suave. Sonho con’ todas as noites. O corpo humano a testa a sobrancelha 0s olhos ‘orresto a bochecha onariz 0 ombro g bigode 0 queixo aNparby NG os dedos © cotovelo amao da mio as unhas oumbigo a barriga 0 joelho ope aperna os dedos do pé O GORDO A. Descreva o Magro. Estas palavras vao ajudar vocé. al [a pe |e] 1 baixo) , gordo) ® que. ) 5) targo§ —— t} g a "2 t r F: r ‘ alll ®| lel — |f ety) li. (cabelo) ru 4, loiro liso ele) lol crespo ifr castanho tla preto velho 0° curto loiro a : = > longo, tt a leven, longo, comprido 0 mntudo braneo re- x | don- | qua- oo do/ drado |" 66 sessenta eseis + ocabelo OMAGRO acabeca aorelha aboca 0s kibios © pescoco as costas ocalcanhar moreno, B. Descreva estas pessoas. 1) Ele é cientista, é ... 2) Ela € loira e tem ... 3) Ele ¢ operario, é Olhe as figuras novamente. Como vocé acha que essas pessoas s40? Estas palavras vao ajudar vocé. ees 0 no? ber Imorado, ae desembaragado 022 otimista 2y esperto ‘mal humorado timid pessimista ingénuo comunicative rmodemo desonesio aberto antigua ————_—onesto. exportivo reservado ativo interessante visonho tf intelectual a fechado ie Preguigoso He chato sério sessenta e sete 67 Chit Voed val viajar com ele?! Ele @ uma pessoa muito cific! ‘oo! val var. C. Descreva seu vizinho, seu melhor amigo, seu chefe ... QUERER — Perfeito A. Eu sempre vejo meu amigo no escritorio. Mariana na praia. is. nossos amigos. 0 diretor aos sibados? 's os dias na escola. 6.Bu eresa cantando. 7. ___Litcia no banco. 8. Eu : Eduardo, mas ele nnunea me ; 68 sessoms ecto PODER — Perfeito B. Eu nunca vi neve. 1. Vocés ja neve? s — Nao, nunca 2. Voct_ al — , sim. Foi horrivel. 3. Eu nunca Joao cantando. 4, Ontem, eles no os na loja, mas eu 5.Anteontem, ela___o diretor da firma jantando no clube. 6. — Voce 0 ladrio correndo? —__, sim. C. Eu vejo Amélia todos os sdbados. Ontem eu vi Amélia. 1. Ontem nds sua irma na cidade 2. Aos sibados eles um filme no cinemae aos domingos__televisio, 3.Na semana que vem eles _ 08 amigos, 4, Nao gosto de acidentes, 5. Voeé quer _ este filme inglés? Nao, prefiro o filme francés, 6. Anteontem, eles 0 ladriio correndo. 7. Bla familia amanha 8. 0 que é que vocé __ agora? uma mulher. Ela est abrindo a bolsa. 9, Bu sempre guardas andando pela cidade. 10, Voce ja um elefante? Ja , sim. No circo. D. Ele sempre quis conhecer 0 Japao. 1. Meus amigos me ajudar, 2. Oladrio ___assaltar esta mulher. 3. Nos ver este filme ontem, 4, Por que voce entrar neste restaurante? 5. Sabado passado eles falar comigo, . Ew ir la porque é mais trangiilo . Nos ficar em casa para ver 0 jogo. 6. ¥. 8. Bu sempre _ conhecer a Europa, 9, Meu vizinho dar uma festa para a filha dele. 0. Francisco, por que seu irmao nao car com voce? E. Todos puderam ver o jogo pela televisao. i : Acempregada quis reo 1.Osjogadores nfo viajar, Ea eae oe . Por que ela no assistir ao filme? . Nos vero filme até o fim, Ela ver muito bem o rosto do ladrio. ir ao supermereado bem cedo, Ontem, 0 diretor nao atender os clientes, 2 3 4 5. Aempregada nao 6. 7. Na terga-feira passada ele no chegar ced, — 8. Bu nio reconhecer o ladrio pelas fotografias. 7 9. Francisco, por que voeé niio falar com o diretor ontem? (0. Ontem, eu ver o filme de Carlitos. Foi timo! ‘o F. Ontem, eu quis ir ao cinema, mas nao pude. Meu dinheiro acabou. 1, Na semana passada, nés __ falar com ele, mas nao porque ele saiu mais cedo. 2. Os turistas conhecer esta igreja antiga, mas no entrar, A igreja fechou as 5 horas, 3. Ontem, os alunos sair mais cedo, mas no . O diretor nao permitiu, 4, Ontem, nds no sair de casa. Ficamos para ver 0 jogo pela televisiio. 5. Ontem, eles ver 0 jogo, mas nao porque no encontraram mais entradas. Pronomes pessoais (1) (eu) Mario me viu ontem no cinema. | Voce ja viu a cozinha’? Quem vai A. Eu vi os rapazes. Eu os vi. 1, Mario nao fechow as janelas. 2, Ela prepara o jantar em 10 minutos. 3. Licia ajudou Carmem no trabalho? 70 serena (nds) Ele nao nos viu na rua. 1. (nds) Ele nunca viu aqui, 2. (eu) Vocés nunca podem ajudar, 3. (eu) Meus vizinhos sempre visitam, 4, (eu) Estou muito cansada. Voce pode ajudar? 5.(eu) Preciso sair agora, Pedro esti esperando. 6.(eu) Francisco, voce esperou muito tempo? 7. (nés) Nossos amigos conyidaram para uma festa, 8. (eu) Meus amigos convidaram para uma festa. 9.{n6s)_Nés convidamos sempre nossos vizinhos para jantar. Eles no convidam nunca. 10. (nds) Por que vocés nao avisaram? ~~ o 4, Eu vejo Claudia e Anita mais tarde. 5. Ana viu o filme. ‘Teresa, eu sempre a ‘ojo na bibliotoca, 6. Vocés viram os rapazes? 7. Nos vimos 0s animais no circo. 8, Ele comprou a casa ontem. 9. Ele vende livros nesta loja. C. Completar. — Ontem, meu marido ¢ eu fomos 20 tea- tro. Na sala de espera vimos nossos colegas de escritério mas eles nao viram. B. (vocé) Teresa, eu sempre a vejo na biblioteca. 1. (Litcia) Mario vviu na estagio de metré. 2, (Liteia e José) Ele conheceu em Campos do Jordao, 3. (cartas) Ele ___recebeu antes do almogo. 4, (voe8) Felipe, no___vejo mais no restau- rante, 5. (voc) Marina, nés_atendemos depois. 6. (voces) Adriana e Rafael, nbs esperamos amanha para o jantar. yy % : Fee eR Ura | TEATRO CULTURA ARTISTICA ] a a] Comprei o programa e li os nomes dos atores. Meu. ‘marido também, eu. Pronomes pessoais (3) Néo tenho a chave {a porta, Néo posso abrila, Eu pude ver o ladrio. Eu pude vé-lo. Eu pude ver a fotografia. Eu pude vé-la, Eu pude ver os ladrdes. Eu pude vé-los. Eu pude ver as fotografias. Eu pude vé-las. setentaeum 741 Quero fazer o trabalho. Quero fazé-lo. 1. Quero ver 0 diretor. QuerO «ss: 2. Quero conhecer a nova diretora. Quero.. 3. Amanhii vamos visitar nossos amigos. 4. Que bom! Vamos comprar esta bela casa... 5. O diretor no quis atender o cliente. 6. Vou preparar 0 aperitivo. 7. Amanha yamos atravessar o rio Amazonas. 8. Quero aprender esta mnisica, .. 9, Vou encontrar meus amigos no restaurante. 10, Nao posso abrir a porta 11. (vender) Esta casa é muito grande para nés. Queremos.. 12. (comer) Que belas laranjas! Vamos 13. (comprar) Gostei deste relégio. Vou... 14, (esperar) Meus amigos chegam hoje. Vamos... 15. (conhecer) Brasilia é uma eidade moderna, Quero Pronomes pessoais (4) ‘0 vinho, beberam-no todo?! Eles viram 0 ladrao. Eles viram-no. Eles viram a fotografia. Eles viram-na. As secretarias escrevem as cartas. As secretdrias escrevem-nas. 1. Vocés ajudam as criangas, 2. 0s vizinhos viram os ladraes, 3. As criangas comeram os doces. 4. Os vizinhos chamaram a policia, ... 5. Os alunos abrem o livro. .. 6. Meus filhos compraram os livros. 7.08 convidados tomaram o vinho todo. 8, Meus irmaos compraram as entradas... 9. Os diretores aprovaram o plano. . 10. Os rapazes acompanharam as mogas até em casa... 72 setontae dois Pronomes pessoais (5) Nossal Voc# estd moirendo? ® Eu vio ladrao. Eu o vi. Vocé esta doente? —Nossa, seu rosto esté vermelho! Vocé esti doente? — Nao sei! Nao estou me sentindo bem. Estou com dor de cabega, dor de garganta e dor nas costas. Nao posso falar, nem andar. —Acho que vocé esta com febre. — Vou a farmacia comprar um remédio para gripe. —Acho melhor vocé ir ao médico, estar com dor de cabega estar com dor de ouvido estar com dor de dente estar com dor de garganta estar com dor de estomago estar com dor de barriga estar com dor nas pernas estar com dor nas costas estar com tosse estar com gripe estar com febre estar com enjéo estar resfriado, resfriada A. Hoje vou ao dentista porque estou com dor de dente. 1, Sua testa estd muito quente. Vocé.. 2, Desculpe, mas hoje nao posso falar, Estou .. 3. Tomei chuva ontem e hoje Atchim! 4. Nossa! A reuniao foi longa e dificil. Esto. s. 6. Nao posso ouvir bem o cantor porque Jodo, ao meu lado .. 7. Nao quero comer nada. Por favor, nao posso nem pensar em comida. Eu. 8. Vocé falou demais e agora... ..-porque comi demais. 9. Esta cama ndo boa. Estou sempre. 10. Voce esté resfriada e com febre também. Acho que voce. setonta eres 73. B. Simulando. 1. Voeé trabalha muito, est cansado e quer ter alguns dias de folga. Explique a seu chefe como vocé se sente. Seu Osério, eu 2. Voc8 est no consultério de seu médico, Explique a ele como vocé se sente. (Vocé trabalha muitas horas por dia, nao faz exercicio fisico, fuma demais, niio come direito e passa muito tempo com seus amigos no bar), Doutor, eu estou sempre com Mostre! —A senhora viu o ladrio. Agora veja estes retratos. Qual destes homens é 0 lado? Mostre! sei, no —Nio tenha medo. Nos vamos protegé-la. Modo imperativo MOSTRAR \ostro — Mostre! (-ar —> e) VENDER Eu vendo— Venda! (-er—> a) Eu tenho —Tenhat afirmativo negativo VER Eu vejo— Veja! afirmativo negativo TA serena e quatro Algumas formas irregulares de Imperativo B. Na aula de ginastica. A. Seu problema e a solugao. GQ ‘Vocé esta com dor de barriga’ Voce est com dor de dente? «1 ‘Vocé est com dor nas costas? Dor de garganta? Voeé esta com dor de garganta? Dor de cabega’” Vocé esti com dor de cabega? ‘Vocé est com dor nos pés? ‘Vocé est com gripe? .. Vocé est com tosse? .. Vocé esti com enjéo? Coitado! .. Voce esti resfriado? Meninos e meninas, mantenham sua forma fisica! (abrir-fechar) tos firmes! (abaixar) os bragos! (levantar) (fazer) (abrit-fechar) Mais depressa! Vamos! Mais um pouco! (dobrar) Agora (levantar) ombros! (esticar) Agora. a perna! (dobrar-esticar) Agora, répido, aperna, Vamos! as maos com movimen= 8 bragos acima da cabega! novamente 6 movimento com as mios! 0 joelho direito! (08 bragos até a altura dos tne para mim! os bracos! setentae cinco 75 (fazer) Agora ‘© mesmo movimento com a perna esquerda! Primeiro (dobrar) 0 joclho! Vamos, coragem! (correr) Agora ! (controlar) a respiragdo! (ser) Nao preguicosos! Vamos! Otimo! Agora, chega. Excelente! (ir - estar) Agora, para casa! Ht aqui amanbai a mesma hora! C. (vocé) Ha muitos ladr6es na rua. Tenha cuidado! 1. (vocé) Voeé trabalha demais e esti muito magro. mais © menos! 2. (vooés) Nao ha bons programas na televisio. Nao muita televisdo! 3. (nos) Nosso carro esti muito velho. == um carro novo! 4, (vocé) Nao quero comprar nada. Nao . por favor, 5. (voces) A reunitio & as oito. pontuais! 6. (voeés) J é tarde, dormir! 76 setentae seis Crase You ao médieo, ato ‘You a farmacia, ata Ela escreve aos amigos. a + os Elaescreve As amigas. a + as Vamos ao médico e a farmacia. 1.Primeiro vamos___bancoe, depois, _prefeiturae__ biblioteca. 2, Mostrei meus planos diretore___seeretiria. 3. Ontem a noite ofereci um coquetel___colegas de meu maridoe __esposas. 4, Vamos ao aeroporto receber nossos amigos. Eles estio voltando de uma longa viagem. Eles foram____México,__ Estados Unidos, __Bermudas,___-Espanha, & Franca, Alemanha,__—_—Gréciae___Japiio. 5.Noano que vem, vamos __ Europa. Queremos ir _Suiga,___Zurique. Depois vamos___Itdlia, __ Roma. Queremos ir também Austria, _Vienae, se possivel, Bruxelas, na Bélgica, Nao... (nem) ... nem Hoje eu vou tocar piano e cantar. Hoje eu nfo vou tocar piano nem cantar. Hoje eu no vou nem tocar piano nem cantar. Gosto de cinema e de teatro. Nao gosto nem de cinema nem de teatro. ou Nao gosto de cinema nem de teatro. 1. Vocé nunca compra chocolate e frutas para eles. .. 2. Bles gostam de care e de peixe. 3. Ontem saimos com Pedro e com Teresa... 4,0 ladrio € alto € MOFENO, .enennen 5. Eles querem leite e chocolate. .. 6. Esta casa é velha e feia, 7. Esta casa é grande e antiga. 8. Bles sempre viajam de avidio ou de carro, 9. Meus filhos sempre comem doces ¢ firutas. 10. Ontem assisti ao jogo e ao filme.. setentaesote 77 guagem popular Linguagem correta — Chico, tem muita gravata bonita nesta loja, _- — Francisco, hé muitas gravatas bonitas nesta Vocé nao qué compri pra us la no escritério? loa, Voeé ndo quer comprar uma para usé-la no ‘Nao t4 caro, no. escritério? Nao est caro, nao. — Vou compra, Zé, mas € pra mostrii pros amigo mas € para mostri-la no baile do sibado. £08 no baile do sibado, — Voc’ vai no baile? — Voeé vai ao baile? Claro, Zé! Voeé também nao vai? Claro, José! Vocé também nao vai? Passe para a linguagem correta. ‘Ontem eu fui no consultério do Dr. Fagundes. No consultério dele tem sempre um monte de gente. Ele disse que eu tou bem. S6 minhas costa nao tao em ordem. Depois de falé com 0 doutor, eu fai na farmécia, comprei o remédio, voltei pra casa e tomei bem depressa, Uh! Que negécio horrivel! 78 sctentacoito Texto narrativo Brasilia Brasilia é a capital do Brasil desde 1960. Construida em menos de 5 anos, ela esté situada no coragzio do Brasil, pais enorme, para tornar a sede do governo federal mais acessivel a todos os brasileiros. Amudanga do governo federal do Rio de Janeiro, a antiga capital brasileira, para Brasilia nao foi facil. Ninguém queria deixar a bela cidade do Pao de Agiicar ¢ do Corcovado para ir viver no Planalto Central, numa cidade nova, isolada, sem mar, sem praia, Nem os funcionarios publicos, nem os politicos. No entanto, Brasilia é agora, sem diivida, o centro das decisdes politicas do pais. Brasilia é uma cidade diferente. Sua construgo obedeceu a um plano-piloto. A base deste plano sto dois eixos que se cruzam: 0 Eixo Rodovisrio, no sentido norte-sul e 0 Bixo Monumental, no sentido leste-oeste. A noite, com suas luzes acesas, a cidade, vista do alto, parece um grande aviao, Os edificios principais de Brasilia tém linhas de grande beleza e so sempre uma surpresa para 0 turista. A Praca dos Trés Poderes ¢ 0 cartio postal da cidade. Nela, esto os edificios do Congreso Nacional, do Supremo Tribunal Federal o Pakicio da Alvorada, 0 local onde reside ¢ trabalha o Presidente da Repiblica, Ha muitos outros edificios de rara beleza em Brasilia, como a catedral que, de longe, parece duas maos postas em oragao ¢ 0 Palacio dos Arcos, sede do Ministério das Relagdes Exteriores — lindo, com seu jardim aquitico. Brasilia & o resultado do trabalho combinado de trés grandes artistas brasileiros: o urbanista Licio Costa, 0 arquiteto Oscar Niemeyer e o paisagista Burle Marx. : Nada se compara a Brasilia ela, por sua vez, nao se integra a mais nada. & uma cidade tnica, diferen- te de todas as outras cidades do mundo. De todas. Realmente, Brasilia é Brasilia. setents enove 79 A. Responda. 1. Por que a capital do Brasil mudou do Rio de Janeiro para Brasilia? 2. Compare a situagao geogrifica de Brasilia com a do Rio de Janeiro. 3. Por que, a noite, Brasilia parece um grande aviaio? 4, Fale sobre o Palacio da Alvorada, a Catedral e o Palicio dos Arcos. 5. Brasilia é criagio de trés artistas. Fale sobre cles. 6, Brasilia é ‘nica. Vocé concorda? B. Examine as fotos e identifique o local em que foram tiradas. [...] Porto de i Santos,em | Sto Paulo. | [.«] Cataratas de Foz-do- Iguacu, no Parana. [.] Gramado, Rio Grande do Sul. [.-] Cidade de Montes Claros, em Minas Gerais. [...] Prédio da Alfandega, em Manaus. L..] Centro historico de Olinda, PE. [..] Opera de [..] Calgadio numa das praias do Rio de Janeiro, 80 itena Fazendo compras Silvia: Quanta gente na loja! Parece que todo mundo resolveu fazer compras hoje! D. Vera: Venha, ia. Vamos até a s¢ de utilidades domésticas. Quero ver uma nova maquina de lavar roupa. A minha quebrou ¢ ndo tem mais conserto. Vendedor: A senhora jé viu os novos modelos da maquina “Alvorada™? Ela faz tudo: lava € seca a roupa muito bem. Vou the dar um folheto, Mas todas as maquinas modernas fazem isso. Vendedor: A senhora diz isto porque no conhece a nossa. Ela é muito mais econémica. A senhora pée um monte de roupa na maquina. E agora yeja: s6 um pouco de sabao em po. E verdade. E bem econémica. E tem garantia? Vendedor: Claro. Damos garantia de um ano. D. Vera: Vou pensar um pouquinho. Obrigada. D. Vera: D. Vera; Alguma coisa mais simples — Gostaria de ver um aparelho de som. ‘Temos as melhores marcas, Nacionais ¢ importados. Aqui esto os tiltimos modelos. Veja, que beleza! — Sfio muito caros. Gostaria de comprar alguma coisa mais simples. O senhor nio tem outros? Vocé quer comprar varios aparelhos eletro-domésticos. Simule uma conversa com um vendedor de loja. Faga perguntas, peca folheto etc. liquiaiteador cafeteira KA batedetra a3 ee ventilador forninho 195 oitenta eum 84 @ Modo indicativo FAZER — Presente simples FAZER — Pretérito perf Eu fago Nos fazemos || Fu fiz Nos fizemos Voc’ Vocés Vocé ‘Vocés: Ele |> faz Eles | > fazem | | Ble > Eles | > fizeram Ela Elas [Bla Elas POR — Presente simples _ | POR — Pretérito perfeito 1 Eu ponho Nos pomos Eu pus Nos _pusemos ne )> Vocé Voces Ele ne Ele p> os Eles useram Ela = Ela L Elas u DIZER — Presente simples DIZER — Pretérito perfeito Bu digo Nés dizemos | disse Nés— dissemos Vood Voots | | Voc Voots Ble }> diz dizm » disse Eles | > disseram la Elis i Elas DAR — Presente simples DAR — Pretérito perfeito Eu dow Nés amos Eu det Nis demos Veet Voeds Voce Voeds Ele }> da Eles |) dio Ble | > deu Bles |) deram (Bla Flas Fla Blas wy? ow y® . $ Po oe FAZER o vw Hoh ge ga * oa Ae a wg og 82 ootenta dois A. Eu fago café para meus amigos. Gosto de fazer compres com meu mario. Eleni € nada econdmico. 1. Eles no vores, mas eu 2. Eu niio isto. E vocé? Voee 2 3. Nés nao viagens longas, E cles? Eles 4, Eles compras aos sdbados. E voeés? Quando voeés 2 5. Bla © trabalho em casa, mas todo mundo na fabrica. 6.A gente cursos interessantes, Bele? Eu acho que ele nao z tudo rapido, mas ele no tudo devagar. Eu também. B. Eu fiz tudo em meia hora. a ‘Todo mundo faz tudo certo, menos ele. 1. Eunfio isso. Quem Geter tre areds. 2. Eu tudo direito, mas ele no 3. Ela um almogo muito gostoso. 4, Nos nao compras. Alguém 5. Vocé nao seu trabalho, Ninguém 6. Vooés ja as malas? Eu ainda nao 7. Meus amigos ‘uma longa viagem, mas a gente no 8. Todo mundo__ tudo certo, menos ele. Ele tudo errado. C. Ela da presentes para os amigos. 1. Aquia gente informages, mas I4 ninguém © Dames aus do Portugués —- ‘om Séo Paul 2. Nos explicagdes para o diretor. ionetee Eles também 3. Vooés informagées por telefone, mas ela no 4. Bu ndo gorjeta. E vocé? Vocé 2 5. Quem aula de Portugués? Vocé 6. Todo mundo descontos, mas eu no citenss eis 83 D. Ele me deu um beijo. ; * Que belnno doce 1, Ontem nds uma festa. Foi tima. ue ae dev 2. Eu gostei muito do livro que vocés me 3. O que vocé para ela? Eu nio nada, 4. A gente bom-dia para ela, mas ela nfo respondeu. 5. Todo mundo gorjeta, por isso eu também 5 6. Quem Ihe permissio para entrar? Ninguém 7. Bles ja ‘0 novo enderego, mas nao o niimero do telefone: E. Ele pée a carta no Correio. 1. Voce agiicar no café, mas eu néo 2. Ble seus documentos no cofite. E voces? Onde voces 2 3. Nos palet6 e gravata para trabalhar. Todo mundo 4. Quem ‘a mesa na sua casa? - Ninguém . Ninguém almoga em casa. 5. A gente dinheiro no banco todos os meses. E ele? Ele também 2 6. Eles as cartas no Correio, mas ela nao . Ela s6 manda fax. F. Eu pus a mesa para o jantar. ==} 1. Eu nao sei quem amesa, Alguem 2 = 2. Quem. isso aqui? Foi vocé? Vocé isso aquit==—=—4 ; 3. Eu nio nada na gaveta. Vooés __ 4, Ontem nos um aniineio no jornal. 5. Bles todo o dinheiro no banco. = || Agente também. Eu pus 0 caro no estacionament, mas ees 6. Todo mundo jeans para ir ao churrasco. ia Ninguém bermudas. 7. Ele 0 carro no estacionamento, mas eles nna garagem. G. Ele sempre diz a verdade. 1. Nés nao nada. E vocé? Vocé 2. Bles sempre a verdade. E vocés? Vocés também 2 “Sy 3. Agente 86 a verdade, mas elas mentiras. 4, Ela sempre que trabalha demais. 84 ccitensn equa 5. Eu sempre sim, mas ele nao. Ele sempre __ nao. 6. Todo mundo até-logo quando sai. Ninguém até-logo quando chega. Eu some digo sim, mas ele nBo. Ele se a verdade. sempre diz nao, 1.0 que vocés __7Nés nao nada, 2. Oque ela 2 Voc’ sabe o que ela 3.A gente “obrigado” e eles nada”, 4, Todo mundo a mesma coisa. Ninguém nada diferente 5. Quem isso? Alguém 6. Eu quero saber o que ele 7. O que vocé Eu?! Eu nao nada. A prazo ou a vista? — Este 6 0 carro do ano! Observe suas linhas mo- demas e seu motor potente e silencioso. E bonito. E parece bom. Quanto custa? — Bem, & um carro de luxo, Uma jia! Mas te- ‘mos planos especiais de pagamento. Com uma pe- quena entrada € 0 saldo em 60 prestagdes, este carro é seu, Um étimo negocio, — Mas eu s6 quero saber o prego, Quanto custa a vista? —Um momento, preciso consultar a nossa tabela. Vocé quer comprar uma casa na praia, um apartamento na cidade, uma bicicleta. Converse com o vendedor. Discuta as formas de pagamento e escolha a mais interessante. Plano de ot pagar a vista pagamento com ist com desconto entrada roe pagar a prazo saldo em if ‘com juros Prestacies citen ecineo 85 @ Vou Ihe dar um folheto. Vou dar um folheto para vocé. Eu me (para mim) Nos nos (para nés) Vocé Ihe (para vocé, Voce Thes (para vocés, Ele, Ela para ele, para ela) Ele, Ela para eles, para elas) A. Dei um folheto para ele. Dei-Ihe um folheto. foun nee? 1. Ele viu o diretor e deu- um folheto, 2. Vocé nfio tomou 0 café que preparci. 3. Ele entrou na loja e o vendedor ‘mostrou as novas méquinas. 4, Convidei os Vieira e ofereci- um jantar. 5. Ele nao gostou do presente que eu____dei. 6. Nao tenho noticias de Mario. Vou telefonar. 7. Vocés niio responderam a carta que eu escrevi 8. Eu fiz. um favor mas voeé niio me disse obrigado. Ele me mostrou B. Complete. 1. (n6s) Ele mostrou sua casa nova. 2. (nds) Nao fomos a festa porque voces nio__disseram a data. 3. (eu) Escrevi para ele, mas ele nio__respondeu. 4. (eu) Vocé pode __explicar o problema? 5. (cu) O diretor no deu outra chance. Preciso comprar outra maquina. Nossa casa é antiga. “Nossas férias sio em setembro. Arminha nao tem mais conserto. A dele também. As dele também. ‘Meu livro é velho, Meus amigos so alegres. O dele também, Os dele também, Meu livro esta na mesa. E 0 seu (livro), onde esta? 1. (ew/voee) casa é grande. E ... 2. (eu/vocé) irmas moram na Holanda, Bs... asses 3. (ew/vocé) pai trabalha na Ford. B o..nssesennnnses 4. (eu/voc’) livros estio no armario. B.... 5. (ew/ele) amigo vai almogar aqui, B....-.0- . sraccesum? & todo o—,todaa— todos os—, todas as— tudo. todo —, toda — Ele trabalhia todo o dia, Todas as cidades grandes Vou comprar tudo. (0 dia todo) tém problemas. 86 citeatae seis Complete. Todas esis cosas pias anes 1. Nés conhecemos alunos da escola, 2. casas tém portas e janelas, 3. Ela mandou pelo Correo. 4, Ble telefona dia, menos sibadbo. 5. Diga__ co que voce sabe 6. Encontrei em ordem. i familia tem seus problemas. 8. As criancas comeram 2 9, A empregada limpa casa, dia, 10, Ele tomou sopa, mas niio comeu mais nada. 1, Ele vai para a Europa ano e passa dois meses Id, 12, Este Gnibus passa por ruas da pequena cidade, 13. Ble trabalhou _ semana, mas no domingo foi para a praia. 14 manhi & a mesma coisa: acordo atrasado e saio correndo para o trabalho. 15, Ele vem aqui dia, mas nao fica comigo dia. Depois do almogo ele vai embora. Propaganda es — Voeé sempre fala pelos cotovelos, mas hoje esté quieta. O que aconteceu? — Nada. — Vamos, conte-me tudo. Vocé brigou com seu namorado? — Briguei. E ele agora tem outra namorada. Isto sempre acontece comigo. —B, eu sei. Vocé sempre esté com dor-de-cotovelo. Vocé ja experimentou “Maravilha”, a nova pasta de dente? — Nao. Por qué? —“Maravilha” faz milagres: perfuma o halito ¢ traz alegria para seu sorriso. Experimente “Maravilha””. Seis meses depois ... —Vejam! “Maravilha” trouxe-me a felicidade. Use, vocé também, “Maravilha”. Ela esta a venda nas boas farmacias de seu bairro, citentaesete 87 Modo indicativo A. Ele traz boas noticias. 1. Todos os dias ele a filha aqui. 2, Nem sempre os jomais averdade. 3. O padeiro pio eo leiteiro leite. 4, E 0 jomaleiro? O jomaleiro © jomal. 5. Quem cartas? O carteiro, claro. 6. Os programas de televisio muita propaganda. 7. Eu sempre 6 livro de Portugués para a aula. 8. Fique sentado, Eu Ihe o café aqui. 9. Vooés sempre seus amigos aqui? 10. Nés sempre tudo, Eles nunea duro sor maquine, Ninguém me entende.. B. O telegrama trouxe boas noticias. 1. Fomos ao supermereado e tudo 0 que vocé pediu. 2. Quem isto para ca? 3. Ela cafezinho para as visitas 4, Ninguém nada aqui para nds? 5, Woe’ ja as cadeiras aqui para a sala? 6. Por que vocés no Mariana para c4? 7. Eles os documentos aqui para‘o advogado, 8. Eu nao posso pagar a conta porque nao dinheiro. 9. Estamos aqui preocupados. Voeés mais noticias? 10, Esta miquina até agora s6 nos problemas. Precisamos vendé-la, 8B ccitentncoito Como voos cchegou aqui? Levar ou trazer? 1, —O gravador nao esta aqui em casa. Acho que 0 Felipe 0 Levar — trazer > — Como vocé chegou aqui? — 0 Carlos me trouxe E como vocé vai voltar para la? —0 Alvaro vai me levar. para escola, Ele tem de -lo de volta. Preciso muito dele. 2. — Dona Liana, sua televisio esté quebrada. Vou _ facil consertar, —E quando o senhor vai 3, —Al6, meu bem, Estou aqui no escritério. Vou em casa —Tudo bem, Afonso, mas __ falar pelos cotovelos estar com dor-de-cotovelo. niio ter pé nem cabeca ser o braco direito Relacione as expressées com as ilustragdes. -la para a oficina, La é mais __-la de volta? um amigo para jantar conosco ai __bebida. Talvez uma garrafa de vinho. Expressées Ela nao para de falar. Ela fala pelos cotovelos. Raimundo esta com dor-de-cotovelo. O colega dele foi promovido e ele nao. A historia que ele contou no tem pé nem cabeca. Ninguém entendeu nada. Ela me ajuda muito. Ela é meu brago direito. Ela 6 meu brago direito. Mas esse quadro nao tem pé nem cabeca! Estou com dor-de-cotovelo. Que raiva! Meu Deus, ela fala pelos cotovelos! oitentae nove 89 Verbos — revisao A. Complete. 1. (fazer-pér-dizer) Todas as manhais,eu café, amesae bom-dia para as criangas. 2. (ver) Ele sempre me __narua, mas eu nunca o Nao sei por qué. 3. (poder-dar) Ontem, nés nao dar a informagio ao cliente, mas nossa colega 4, (estar-querer-poder-ser) Eles aqui ontem e __ falar comigo. Eu nio atendé-los. pena. 5. (ir-fazer-trazer-dar) Ontem eles ao supermercado, compras, tudo para casa tudo para mim. Vou fazer um grande jantar. 6. (trazer) Aos domingos, eu sempre vinho para nosso almogo ¢ ela a sobremesa. Uma delicia! B. —Vocé vai dar gorjeta? | — Ndo, eu ja dei. 1. — Voed vai fazer compras? —Nio, eu jé Eu sempre __compras de manha, — Voeés vio ver 0 show? —Nibo, jé - N6s sempre 08 shows no primeiro dia. — Voeés vio por a mesa? —Nio, ja Nos sempre a mesa bem cedo. 4. — Eles vio dizer obrigad —Nio, ja . Eles siio muito educados, Texto narrativo Sao Paulo Sao Paulo, a capital do Estado de Sio Paulo, é a maior cidade do Brasil. So Paulo foi fundada por padres jesuitas, que vieram ao Brasil para catequizar os indios. Para alcangar tribos afastadas, os jesuitas deixaram 0 litoral e subiram a Serra do Mar, chegando ao planalto de Piratininga, a 700 metros acima do nivel do mar. Ai, no dia 25 de janeiro de 1554, fundaram um pequeno colégio, o inicio de uma aldeia, A posicdo da pequena aldeia nao era favordvel para seu desenvolvimento, pois a floresta fechada e a Serra do Mar a separavam do litoral, onde se desenvolvia a vida da coldnia. Durante trés séculos, a aldeia de Sao Paulo de Piratininga pouco cresceu, A partir do século XIX, no entanto, por causa do trabalho de seus habitantes, brasilcitos c imigrantes europeus,a aldeia comegou a progredir rapidamente. ‘Um dos fatores desse progresso intenso foi a grande produgao de café, So Paulo deve a este produto grande parte de seu desenvolvimento, A riqueza que ele trouxe fez, depois, nascer a inchistria paulista 90 ovens Hoje Sao Paulo ¢ 0 maior centro industrial brasileiro. Nele tudo se produz. E, também, o grande centro finaneeiro do pais, Uma das maiores cidades do mundo, nela vivem e trabalham pessoas de todas as regides do pais e do globo. Por isso, Sio Paulo, a pequenina aldeia no planalto de Piratininga, ¢ hoje uma cidade de mil faces, feias ¢ bonitas. Uma cidade surpreendente. A. Complete o quadro com as informagées encontradas no texto. Escreva frases completas. AHistériade —— géculos XVIa XIX. Séculos XIX ¢ XX. Hoje em dia. Sio Paulo. fe ee rer ees Século XVI - Sao Paulo foi fundada por jesuitas, Eles construiram um pequeno colégio para catequizar os indios. noveniseum 91 B. Responda. 1. Por que os jesuitas fundaram o colégio longe do litoral? 2. Por que s6 no século XIX Sao Paulo comegou a crescer? 3. Como o imigrante europeu participou do desenvolvimento de Sao Paul 4, Como comegou a industria paulista? 5. So Paulo é uma cidade de grandes contrastes. Por qué? I Sx S SGo Paulo da garoa Letra/Miisica de Murilo Alvarenga/ Dieses dos Anjos Gaia (da dupla Alvarenga e Ranchinho) [ B, &, € Sto Paulo, Sao Paulo das noites frias \] E Sao Paulo, ‘Ao cair da madrugada, ‘Sao Paulo da garoa, Das campinas verdejantes L{ Sao Paulo, que terra boa! Cobertas pela geada, SS 92 novents e die Falando de televisdo Ele — Ja sao 10 horas. Amélia ainda esta dormindo? Ela — Ainda, Ontem ela vendo um filme policial. 0 filme Ele — Vocé também viu o filme? ;cou acordada até tarde. era muito bom, Ela amente eu gostaya di filmes e 6 para vé-los. Hoje em dia nao h cia para isso. Prefiro ler um bom live Ele — Para mim, a televisto ¢ interessante. A noite, DE ALFRED quando a gente esté cansado, nada melhor que uma HiTcHKock poltrona e um bom programa de televisio. Por falar nisso, onde esté o jornal? Quero saber o que vai passar hoje. Ela — Acho que na sala, ele 0 4 com o Anténio. Quando eu entrei tava lendo, Nao é mais como era antigamente. — Ainda bem que vocé — Eque eu estava cansado. — Mas isso nao é motivo! Antigamente vocé nunca faltava. —__ Evverdade, mas depois que mudamos de chefe, tudo ficou diferente. Nao & mais como era antigamente, Ando muito desanimado, Estou até pensando em procurar outro emprego. gerir isso para voce. +hegou. Eu jé ia telefonar para sa. Por que vocé nao veio trabalhar E,euia noventa etrés 93 & Modo indicativo — Imperfeito MORAR —Imperfeito Ew morava Nos moravamos ENDER — Imperfeito | Ew yendia Nos abriamos ‘TER — Imperfeito Fu finha Nos _tinhamos SER — Imperfeito Eu era @ Imperfeito — Situagées 41. Antigamente eu fumava muito Hoje em da fumo menos, POR — Imperfeito 2. Ontem eu ful a cidade, © transit estava um horror Fu punha = Nés_—_pitnhamos 3. Bl estava dormindo, ‘quando ele chegou. 4. Enquanio ole via televiséo, la cantava. 5. Evia protestar, mas no tve chance, 6. Ontem, toda vez que otelefone focava, eu pensava que era voe8, 94 novens equaro A. Antigamente eu fumava muito. 1. (comprar) Antigamente eu tudo nesta loja. 2, (fumar) Antigamente ele nao muito, 3. (¢studar) Antigamente nds todos nesta escola. 4, (escrever) Antigamente eles para nés toda semana. 5. (comer) Antigamente ele muito pouco. 6. (receber/responder) Antigamente nbs _ muitas cartas enuncaas_— 7, (discutir) Antigamente ele ____com todo mundo. 8. (ir) Antigamente a gente aescolaa pé. 9, (ir) Antigamente a gente daqui até a cidade em 10 minutos. 10, (er) Ele um bom aluno quando crianga. II. (ser) Nos ons amigos quando criangas. 12, (ser/ter) Antigamente a cidade ___ mais bonita, porque mais drvores. 13. (por) Antes eles : paleté ¢ gravata para trabalhar. 14, (fazer/porflavar) Antes ela café, amesae _a louga, Agora ela no faz mais nada. 15, (ser/ir/ter) Quando nés __criangas, a pé para a escola porque nossa familia nao carro. B. Ontem 0 transito estava um horror. 1. (estar) Ontem chegamos cedo ao escritério. As portas ainda fechadas. 2. (estar) Ontem eu nao fui trabalhar porque____——__com febre. 3. (estar/ser/ter) O carro que __na nossa garage antigo € quatro portas, Ele nao esta mais 14. 4, (estar/estar/haver) Entrei na sala, Ela escura porque as janelas fechadas, Nao ninguém 14, ervosos € quase nio falar, -5.(estar/poder) Ontem nos ‘Temos problemas, vocé sabe. 6. (haver) No escritério ontem conversamos o dia inteiro. Nao nada para fazer, por isso saimos mais cedo. C. Ela estava dormindo quando ele chegou. 1. (almogar/tocar) Nos quando o telefone i 2. (verlapagar) Eles televistio quando a luz 3. (por/comecar) Ele carro na garagem quando ___ a chover. 4, (entrar/conversar) Quando o chefe nasala,ele___—_coma seeretatia. 5. (sair/roubar) Quando ela da loja, 0 lado __ sua bolsa. 6. (pensar/aparecer) Eu nela quando ela na minha frente. ovens cinco 95 7. (ler/chamar) Eu © jomal quando ele me __ 8. (chegar/sair) A gente quando vocés 7 9. (apagar/pdr) Quando a luz ,eu pondo a mesa para o jantar. 10, (pér/quebrar) Ana pondo a mesa quando 0s copos. Que barulhio! D. Enquanto ele estava vendo televisdo, ela estava cantando. 1. (trabalhar/dormir) Que absurdo! Enquanto a gente » vooe 2. (ler/ver) Ontem, enquanto ela , cle televisio, Eles no conversaram. 3. (in/it) Nos nao nos encontramos porque enquanto eu para o Rio ela para Curitiba, 4, (falar/pensar) Enquanto ela ele em seus problemas. 5. (trabalhar/economizar/perder/gastar) Ela ficou brava com ele porque enquanto ela Setitg ___,ele tempo e dinheiro em bobagens. 6, (fazer/pér/conversar) Enquanto eu __ ochaecla amesa, nos = E. Eu ia protestar, mas nao tive chance. 1. (reelamar) Ele » mas mudou de idéia. 2. (atravessat) Ele a rua quando viu 0 amigo. 3. (dizer) Ele alguma coisa, mas mudou de i a a saree A.(ser)A festa um sucesso, mas ninguém apareceu. ee ce 5, (trazer) Eu flores para voc8, mas a loja estava fechada, 6. (comprar) Nés casa, mas achamos 0 prego muito alto, 7. (it) Depois do trabalho, nbs a0 cinema, mas niio deu certo. 8. (pagar) Bla a conta do restaurante, mas a gente nao permiti. F. Ontem, toda vez que o telefone tocava, eu pensava que era vocé. 1, (telefonar/estar) Ontem, toda vez. que eu para vocé, 0 telefone ocupado. 2. (ouvit/pensar) Ontem, sempre que ele aquela misica, nela, 3. (olhar/sorrir) Na festa, sempre que ele para ela, ela 4, (falar/interromper) Fiquei furioso na reunidio de ontem porque toda vez que eu : ele me _ 5. (diminuir/morrer) Tivemos problemas com o carro ontem. Sempre que eu velocidade, ele 96 novenia sis G. Leia este texto. ‘A casa toda fica Be escuras. Eles/ostdo na cola vondo teloviso, 2 Acempregads, ‘quando & luz se apaga. ee ondo a mesa ara o jatar, pra o servigo e val para a Naturalmente, ees vio ‘cozinh perder 0 final'do fimo. © programa que estao vendo 6 ‘muito inleressante: uma historia de ‘Sherlock Hoimes. © fime para Agora escreva novamente o texto, comegando assim: "Ontem eles estavam na sala... H. Conte esta historia. Comece assim: "Ontem... noventa esete OT © Comparativo Mariana € mais alia (do) que Paulo, Mariana 6 menos alta (do) que Pedro. Mariana é tio alta quanto Joao. Joio Pedro Claudia trabalha tanto quanto José. Marina tem tantos \\_filhos quanto Pedro, GRANDE PIOR(DO) Que MENOR(DO) QUE 98 noventa vito A. Complete. cnn ee ere ‘caro do que olanane aqua naan a 1. (caro) O jantar no restaurante & _ do que o lanche na lanchonete. 2. (longo) A viagem do Brasil para o Japao a viagem do Brasil para os Estados Unidos. 3. (velho) A cidade de Londres & Brasilia. 4, (trangitilo/agitado) Antigamente a gente tinha uma vida e agora. 5. (grande) Os problemas de uma cidade grande so 05 problemas de uma cidade pequena. 6. (om) Este restaurante ¢ dtimo. Ele é ___quanto o restaurante Grande César de Roma. 7. (mau) Seu trabalho nio esta bom, Ele esti omeu. 8. (mau) Nao falo bem nem inglés nem francés. Meu inglés € quanto meu francés. 9. (bom) Os carros americanos so ____ os carros europeus? 10. (econdmico) Os earros grandes sfio 0s carros pequenos, 11, (quente) O Sara é oRio. 12. (bom) Joio e Pedro sio bons professores. Joao é um professor Pedro. 13. (longo) Janeiro é um més 7 fevereiro, 14, (longo/quente) Julhoé quanto annie belo. a jezembro, mas é B. Ele tem tantos amigos quanto eu. 1. Eu nao tenho tempo quanto vocé. 2. Nés nfio temos paciéneia quanto vocés. 3.Eletem problemas quanto ela. 4. Bu fiz perguntas quanto voce. 5. Eu nao vejo filmes quanto voeés. 6. Ele vai ganhar nés, 7. Eles sabem n nada sobre 0 novo chefe. noventa enove 99 3% Os quindins de laid = Qiiem vein amanhd para o seu — SO alguns colegas da escola ~ Liessa reccitaontem mesmo. Rae oe (Quoto fazer quindins, mas nfo sei__-‘Mas onde est4? Ah! achei. Esta como. aqui. Ouga at eccccescccccccecccoece Ses 32 $ Receita do Quindim Ingredientes 1 coco ralado 21/2 kg de acticar $125 g de manteiga $60 g de farinha de trigo 6 gemas — Como fazer? —E imuto fil, Em uma tigeta bem funda 1) Junte coco com o age, 2) Acrescente a antiga ea frinha de trigo Bata bem, 3) Adicione as gemas. 4) Ponha em forminhas untadas com manteiga e leve ao forno no muito quete 5) Quando pronto, tre o doce ainda quent das Formintas, — Gtimo! Posso fazer os quindins sozinha, Leio a receita com atengdo e nio ha perigo de errar. Voeé pode comprar 0 coco para — Euando tio ocupada... 100 com Ele anda contente Nosso diretor anda contente (esta contente) porque estamos fazendo bons negécios. Substitua estar por andar. 2. Nés estivamos preocupados porque tinhamos problemas. 3. Bstas eriangas esto contentes porque logo vio ter férias. 4. A situagiio nao est boa. Temos problemas. 5. Os programas de televisio nao esto interessantes, i 6. Meu filho nao esta bem. Nao sei por qué. Modo indicativo Eu venho -Nés_—_vimos Eu sei és sabemos Voce Voces Voce Vocts Ele > vem Biles | > vém Ele | > sabe Biles | > sabem | Ela Elas Ela Blas » Eu vim Nés _yiemos Eu soube Nés _soubemos Yooe Vocés Voce Vocts Ele veio les | > vieram Ele | > soube Eles | > souberam Ela Eas Bla Elas Eu vinha —-Nés_——vinhamos Eu sabia sabiamos, Vout Voces wae eee Ble |) vinha Fes |) vinham sabia sabiam El Blas Es conto eum 104 Ele sempre vem aqui. 1, Eu sempre aqui para conversar com meus amigos 2.Ontemele sozinho, mas geralmente ele 3, Antigamente ninguém aqui porque era perigoso. “4, No domingo passado eu - Por que vocés no 5. Nos ____ aqui todo domingo. Por que vocés nao 6. Antes eu aqui todo dia, Agora eu no mais. 7. Antigamente nos ____ver Helena toda Mas agora é diferente, Ontem s6 nds . Ninguém mais __ 8.A gente quando a gente pode. Ontem a gente nio péde. Desculpe! Eu sabia que vocé estava aqui. Eu soube que vocé estava aqui. (alguém me contou) Eu sei o que esta acontecendo. 1. Eu __ ontem que voeé vai viajar. 2. Quando criangas, nds nao falar inglés. Agora _ 3.Vocés onde esté o Rodrigo? 4, Nés no ____que voeé estava precisando de ajuda. Desculpe! 3.Ble na semana passada que a situagao é complicada, 6.Elanunea____o que est acontecendo porque nao 1é jornal. 7. Voots que eles vao se ca 8. Antigamente ninguém o enderego dele. Agora todo mundo 9. Eles ontem que a situagio est melhor. 10. Estou nervoso. Nao ‘0 que fazer. Por favor, me ajude. SABER CONHECER ter uma informagao conhecer uma pessoa — Eu sei que ele mora no Rio, — Fu conhego Marcos. ter uma habilidade conhecer um lugar — Eu sei falar inglés. — Bu nao conhego a india. conhecer uma situag4o ou um objeto — Eu conhego esse problema. — Eu conhego esse carro. — Eu sei jogar téni 102 conto. dois semana, Eles também, Saber ou conhecer? I. Ninguém ‘© que eu penso. 2. Euniio jogar golfe, mas eu _muitas pessoas que 3. Quero outros paises. 4.Vocé_ quanto custou isto? 5.Eu___ umhomem que falar 20 linguas, 6.Bu ___ este carro. Eu gue cle é muito bom. 7. Eu quem ele é, mas nao 0 pessoalmente. 8. Nos a familia dele, mas no ‘onde moram. Ele deu o livro para mim. Jodo trouxe o livro para mim, Jodo gosta de mim. Joao s6 pensa em mim, Joao faz. tudo por mim. Jogo nao vai la sem mim. Mim - Comigo - Conosco & (Ele me deu o livro), (para voeé, para ele, para nés, para cles) (de voeé, dete, de nés, deles) (em vocé, nela, em nés ...) (por voeé, por ele ..) (sem voes, sem ele...) com (eu) —_Jo&o vai trabalhar eomigo. (com vooé, com ele) (nés) Joao vai ficar conoseo. (com vocés, com eles) A. (vocé) Ele gosta de vocé. 1. (nds) Voce gosta de 2. (eles) Eu sempre penso (em) _ 3. (eu) Ele deu 0 cademo ¢ 0s livros para 4, (cu) Vocés no tém cartas para 5. (ew/eu) Ele no quer falar (com) 6. (voeé) Eu tenho uma noticia para 7. (n6s/elas) Ble no quer jantar (com) Eu sempre penso neles. Entre (08 dois, meu coregzo balanga ) ly porque nao gosta muito de Ele prefere jantar com ccentoe ts 103 8, (cle/eu) Eu nao gosto (de) porque ele ndo gosta de 9. (nés) Eles trabalharam muito tempo (com) 10, (eu/eu) Eles telefonaram para edisseram que querem falar (com) : 11. (eulew/ele) Ele sempre pensa em porque precisa de Eu nunca penso (em) 12. (eu) Venha (com) Quero mostrar-Ihe a cidade. 13. (nds/nés) Ele ndo quer sair (com) porque nao gosta mais de 14, ew/eu) Minha amiga saiu (com) © comprou um presente para 15. (vocés/vocés/eu) Sem eu no posso ir. Eu preciso de Por favor, venham (com) B. Pronomes — revisdo. 1. Alice, ligue para amanha, Quero contar uma novidade. 2. Vimos Pedro saindo do hotel e corremos para cumprimenté- Z Ele também viu e sorsiu para 3. Bles no gostam desta cidade, mas visitaram- com seus amigos. 4, Nao vejo Ricardo hé muito tempo. Vou telefonar~ hoje a noite e convidé- para vir & minha festa. Vou telefonar. 5. Amélia, vou visité- amanha. Quero mostrar. © que eu fiz nas féries. nen 6. Eu gosto muito de vocé, mas nfo sei se vocé gosta de ie | _anuunnenreereae Eu penso sempre em vocé. otto do vo You vb ouva vez Quando & que vocé pensa em 2 7. Onde esti André? Eu no consigo encontré- ‘ Preciso muito falar com 8. Gostei muito do livro. Vou Ié- outra vez. 9, Meu amigo, venha. Quero mostrar minha casa, 10, Mariana, eu gosto de ait E vocé? Vocé gosta de 2 11. Vamos & praia amanha. Vocé ndo quer ir 2 12, Fui ao shopping sozinho porque Adriana nao quis ir 104 ceatoe quatro Texto narrativo Usos e costumes — Bahia, Ceara, Rio Grande do Sul Brasil, como os paises da Europa eos outros paises da América, tem usos e costumes diferentes para cada regitio do seu grande territério, | Vocé ja foi a Bahia, nego? Nao? Entio, va!” ‘A miisica tem razio. A Bahia é um dos estados mais interessantes do Brasil. Seus habitantes guardam ainda tradigdes de religido, comidas e costumes da época da escravidio negra. A capital, Salvador, tem 365 igrejas (segundo a tradigo popular). Seus habitantes misturam. ‘oculto cat6lico com cultos afticanos, como o candomblé. A festa de Iemanjé, rainha do mar, atrai milhares de pessoas e é um lindo espetdculo. A comida também é bem caracteristica: acarajé, vatapé, cuscuz, tudo feito com azeite de dendé. E os doces? A famosa cocada e os deliciosos quindins, muito famosos, sio feitos com coco. ‘Ao norte da Bahia fica 0 Ceara. “Olé, mulé rendeira, = = 2 _ Olé, mulé rend, | Tu m’ensina a fazer renda, i Que eu t’ensino a namorar”. Como sao lindas as rendas do Ceard, as praias (i do Ceara, com jangadas e jangadeiros no mar! F Os habitantes do Ceara comem muita carne seca com farinha e tém um sotaque diferente dos | brasileiros do sul. O Ceara apresenta varios tipos caracteristicos. O Jangadeiro € o pescador corajoso, que sai no seu barco a vela, muito frdgil, sem saber se vai voltar. O cangaceiro, uma mistura de bandido e de homem valente e violento, vivia antigamente no sertdo do Ceara. No extremo sul do pais fica o estado do Rio Grande do Sul, cuja capital ¢ Porto Alegre. “Vou m’embora, vou m’embora, Prenda minha, ‘Tenho muito que fazer.” i is : cento cinco 105, Seus habitantes, os gatichos, so gente forte, alegre e orgulhosa, que aprendeu a defender suas terras nas violentas lutas de fronteira. Os pampas so a paisagem caracteristica desse estado. Nos invernos, sempre rigorosos, os gatichos usam 0 poncho, uma longa capa feita de Id de camneiro, Durante o ano todo, nao dispensam nem 0 chimarrao, um tipo de cha muito amargo, nem o churrasco, carne assada no espeto, sua comida tipica. A. Responda a estas perguntas. 1, Por que 0 Brasil tem muitos usos ¢ costumes diferentes? 2. Por que a Bahia tem influéncia africana em suas comidas ¢ em sua religidio? 3. Qual a festa de tradigdo afticana mais conhecida? 4, Se vocé jé provou comida baiana, 0 que achou dela? 5. Vocé gosta de pratos exdticos? Por qué? 6. Quais so os tipos caracteristicos do Ceara? O que sabe sobre eles? 7. Qual o prato tipico do cearense? 8. Quem sio 0s gatichos? O que sabe sobre eles? 9. 0 que é 0 poncho? Por que os gaiichos o usam? 10. Qual a comida tipica do gaiicho? B. Escreva 0 nome de cada um dos Estados brasileiros destacados e de sua capital. 106 cenioe seis Bons tempos aqueles. Senhor — Veja, mogo! Aquele homem esti quase dormindo ¢ nao esti vendo que o sinal ado. Ele vai bater naquela estd R bicicletal Mogo — Ah! que sorte! Ele desviou dela na hora H! Senhor — Ainda bem. E perigosissimo dir quande nuito cansado ou se sente bem. Mogo — De fato, o senhor tem razio, E 0 trnsito, numa cidade tio grande quanto esta, deixa qualquer pessoa maluca. Ha carros demais, gente demais, sinais demais ... e muita indisciplina. Senhor ‘Vocé nao se lembra, mas eu me | com saudade dos tempos em que esta ‘a. Bons tempos ditar que ela cidade era peque aqueles... Mal poss cresceu tanto. Moco — O senhor tem razio. O senhor gosta de dirigir? Senhor — $6 em estradinhas do interior. Aqui nao. Eu me sinto mal com toda esta confusio. Prefiro andar de énibus. Vamos para a praia —O tempo em andado péssimo. jo chove hi semanas eesti muito abafado. — , e ainda por cima esta poluigao. Neste fim de semai praia. La tem que estar melhor — Boa idéia, Eu também vou. La eume sinto bem. Os dias sd0 muito claros ¢ 0 eéu é limpissimo. Aqui, mal posso respirar. vou para a cenoesete 107 Modo indic: Como sentir: ferir (eu firo, vooé fere) vestir (eu visto, vocé veste) servir (eu sirvo, voc’ serve) repetir (cu repito, vocé repete) divertir (eu divirto, voce diverte) mentir (eu minto, voc mente) A. Numa festa informal para seus amigos. Pana RSE —0 que vocé veste? —kn. —0 que voce serve? —Eu.. —Como voré diverte os seus amigos? —Eu.. —O que vocé prefere: receber seus amigos em casa ou num restaurante? —Eu. B. Num dia duro de inverno. si jrvase, por favor. —O que vocé serve — 0 que vocé sente? para suas visitas? = Fj —E. » —O que voeé veste? . —Eu.. . —O que vocé prefere: ficar em casa ou sait? . —Bu. - —Como vocé se diverte? . —Eume 108 ceato eoito C. Complete no Presente. ‘Gareautae al smn y, 1. (divertir) Ble anda nervoso, Nada 0 : 2. (preferit) O que vocés 2 Ch ou café? 3. (servir) O que voce como sobremesa no verdio? 4. (divertir) Vocé seus amigos com suas historias. 5. (divertir) Bu meus amigos com minhas piadas, 6. (mentir) Vocé muito. Nao acredito mais em vocés. 7. (preferit) Bles visitar 0 Rio em julho, Nao é tio quente, 8. (servir) Eu sempre cafezinho para meus amigos, quando eles vém me visitar 9. (servir) Vocé acha que este gargom bem? Nés jé estamos aqui ha meia hora!, 10. (servir) Este livro naio para nossos alunos. E muito antigo. 11, Gervir) Estas blusas ainda para vocé. Use-as mais um pouco, 12. (mentir) Eu nunca >mas ele © tempo todo. 13. (vestir) Eu roupas quentes quando esta muito fio. 14. (mentir) Cuidado com eles! Eles sempre 15. divertir) No circo, o palhago as criangas. 16. (preferit) Nos esperar por Joao aqui 17. (preferir) Eu cha, por favor. E vocé? 18, (vestir) Os gaiichos poncho no inverno. 19, (servir) Eu sorvete. 20.(divertir) Cinema ¢ teatro nunca me —Por que voeé esta cansada? — Porque até agora eu sé trabalhei. Eu nao me sentei nem um minuto! Eu me mato por voe’ —Nioo se queixe! Amanha é domingo! A. Conjugue em todas as pessoas. LEVANTAR-SE — SENTAR-SE — QUEIXAR-SE — Pretérito imperfeito Presente do indicativo Pretérito perfeito do do indicativo indicativo centoenove 109 es B. Relacione. Ele me Eu ‘Ninguém se Nos Vocé nos Eles Ela — ss divertiram levantava senta visto olha sentimos feriu as 6 horas. com aquela faca no espelho no sofa yi bem aqui. Por qué? /”' fi muito na festa. no banheiro. s verbos pronominais em portugués podem ter sentido reflexivo e reeiproco. Ex.: Eu me olho no espelho. (reflexivo) Eles se conhecem ha muito tempo. (reciproco) / Eu me sito linda. A decisdo ‘onversaram um pouco e, na nus, despedirame, = y FAR 40 A Ela virou a esquina e dingiv-se para 0 escrtério do noWvo, e IO) SA C. Sublinhe os verbos pronominais do texto e classifique-os (reflexivos ou reciprocos). Ela entfio se decidiu, Levantou-se, vestiu-se e saiu, No elevador encontrou um vizinho. Cumprimentaram-se, conversaram um pouco e, na rua, despediram-se. Ela virou a esquina © dirigiu-se para 0 escritério do noivo. 110 conto edex D. Complete as frases com os seguintes verbos, no tempo adequado. >f 1, Teresa, 0 avido ja vai partir, Precisamos agora mesmo, westir-se 2. Na festa todos alegremente, >f = 3. Se niio , cle mora nesta casa, Sentit-se 4. A gente sempre com as mulheres. >f Ke 5. Quando ela passou, todos os rapazes para vé-la. idirigir-se| 6. Quando cheguei a Londres, ao hotel. >f \< 7.As criangas estavam atrasadas, por isto elas HU eEHS8) jes comes ace 8. O almogo estava pronto, mas a empregada nfo estava em casa. Por isso nds mesmos 9. Quando a gente esta cansado, a gente nao bem. 10. A festa vai ser animada. As Bla 60 acha 0 maximo! mogas ¢ os rapazes vio BaSEESSEEEEESENSESEESE. 11, Aquele homem niio estava q % _______bem. Ele pegou um taxi e foi para casa, 12, Bla gosta de Antonio e de Pedro,mas nfo por nenhum deles. Quadro geral dos Pronomes pessoais SUJEITO | COMPLEMENTOS Indireto eenioe onze 111 << Dinheiro curto .. Vi Marina ontem. Ela acabou de chegar da Europa. Voltou impressionadissima com os pregos de la. Os hotéis so carissimos. Ela mal pdde fazer compras e por isso nao péde trazer o relogio que lhe pedi. Fla queria ficar nos melhores hotéis e comer nos restaurantes mais famosos. E claro que nao foi possivel. Vocé também tem de ouvir Marina contar suas historias. & Superlativo (1) bom o melhor de mau, ruim opior de Este hotel é modemo. Este hotel é 0 mais moderno da cidade. Estas cidades siio famosas. Estas cidades so as mais famosas da Europa, Transforme as frases usando o superlativo. 1. Comprei um carro caro. a 2. Ela mora numa casa confortavel. 3. Esta fabrica vende avides velozes. 4, Ontem vimos um filme interessante. 5, Asala dele é clara, 6. Fizemos uma viagem curta. 7. Ela mora num bom apartamento. 8. Fabricamos maquinas grandes. 9. Eles fizeram um mau negécio. 10, Ela abriu uma loja pequena. ¥ & Superlativo (2) 0 senhor amabilissimo, Este hotel é moderno. fi les sfio famosas. 4 112. cento.e doze A. Transforme as frases conforme o modelo. Esta sala é clara, Esta sala é muito clara. Esta sala é clarissima. 1. Ele comprou um apartamento velho 2. 0 irmao dela é alto. 3. 0 tempo em Sao Paulo é instavel. 4, Esta bicicleta é barata. . 5. E dificil dirigir em Sao Paulo..... 6. Ela acha facil dirigir em Nova York. .... 7, Nosso diretor 6 um homem ocupado. 8. Ele é jovem, mas é responsével. 9. 0 que aconteceu com Tomas? Ele esta gordo. 10. 0 carro esta conservado e o prego é bom. 11. Pobre homem! Ele esté ruim, 12. Nao gosto desta rua. Ela ¢ escura. . 13, Vou a pé para 0 escritério. Moro perto do centro... 14, Neste restaurante, os gargons so ruins, mas o cozinheiro é bom. B. Escolha duas ilustragdes e, para cada uma, faga um texto de propaganda, empregando o superlativo. olfY conto etreze 113 . Modo indicativo PEDIR — Presente simples OUVIR — Pretérito imperfeito Hs youvia\ x Naas, Complete com os verbos nos tempos adequados. Rae le quer ouvir récio. 1. @wvir) Ew ridio todas as manhas, mas ele nfo 2. (ouvir) Nao fagam.barulho! Ele esta seu programa preferido. 3. (fazer) Ela nao vai sair agora porque esta um bolo. 4. (pedir) Ontem ele um Livro emprestado, 5. (pedir) Amani eles férias a0 chefe. 6. (fazer) No ano passado, ele me muitos favores. 7. (pedir) Voce sempre sorvete de sobremesa, mas eu sad de ets as 8. (fazer/fazer) No ano passado, eu sginistica duas vezes por semana. Agora no mais. 9. (fazeritazeripedir) Voce bons negdcios com esta fibrica japonesa? —Nio, niio . Eu sempre bat ae folhetos, mas nunca os recebo. CS 10. (fazer) As baianas intonation, © 2 114 conto equatorze IL. (pedir) Quando como neste restaurante, sempre © prato do dia. 12. (pedir) Nos o nimero do telefone dele, mas ele nao deu. 13. (ouvir/ouvir) Antes nés a muita masica classica; agora nao mais porque nilo temos tempo. 14, (ouvir/pedir) O paiblico © concerto em siléncio e depois bis. 15, (ouvir/ouvir) Quando eu morava numa casa, a chuva bater no telhado; agora que moro em apartamento no mais. ‘cabo de lembrae No tems mais vinho acabar de — Por que vocé esta nervosa? — Porque acabo de (acabei de) ver um acidente. Complete com acabar de . 1. (quebrar) Sinto muito, mas nfio vamos mais tomar vinho no jantar, Eu a iltima garrafa, a 2. (contratar) Temos uma nova secretiria. cla. 3.(telefonar) Julieta nao esta em casa, Eu para la, 4, (sait) Querem falar com o st. Morais, mas ele 5. (receber) Hoje vamos jantar fora. Eu meu salir. 6. (ver) Marina ni esta em casa. Eu -la na porta do cinema. 7. (fazet) Ele esta contente porque um dtimo negocio. 8. (comprar) Eles estio sem dinheiro porque uma casa. 9. (sait) Vou comprar o itimo disco desta cantora. Ele 10. (limpar) A casa esta limpa, Eu sla mal + verbo 4S Ele esté com dor de garganta e mal pode falar. Nao vou conversar com ele porque mal 0 conhego. Complete com mal + verbo. 1. Eu trabalho muito... £04, 2. Ele est com sono e .. 3, Por causa da dor de cabeca ela . 4. Ela estava com dor na mio e cecnto equinze 115 5, Porque minha amiga estava com pressa eu... Meu salério & muito boaixo, Mal posso viver com ele, 6. Nao & possivel! Eu 0 farol fechado. com ele. 7. Por causa do sol cle 8. Meu salario é muito baixo ... 9. Nio vou convidar meu vizinho para a festa porque 10, Nao me lembro do rosto dele. Eu .. precisar =ter que =ter de precisa Voce tem que ajudar o Paulo. tem de A. Responda a estas perguntas. Lu preciso 2. O que eles precisam comprar? Eles precisam 1. O que vocé precisa fazer hoje? ... 3. A que horas vocé precisa almogar? Eu 4, Por que ele precisa sair? .... 5. Com quem vocé precisa falar? B. Retome 0 exercicio A, substituindo precisar por ter de ou ter que. 1.0 que voes precisa fazer hoje? ... £4. debe. que edoneuen. wna cana. 2. O que eles precisam comprar? Ele: 3. Aque horas voeé precisa almogar? Eu 4. Por que ele precisa sair? 5. Com quem voe’ precisa falar? ... C. Complete estas frases. 1, Naio posso ajudé-la porque tenho que... 2. Ele niio veio a festa porque teve de .... 3. médico nao vai nos atender hoje porque vai ter que. 4. Para ser engenheiro vocé 5. Para marcar uma entrevista com aquele artista a gent 6.A gente... 7. Para levantar cedo a gente 8.A gente... 9, Para abrir uma firma nés 10. Para falar com 0 Papa voce. 116 conto edezesses Sinais de Transito Mao tinica Diresio a seguir Contramio - Esta rua é mo dnica, Vamos sempre rto! yb iatie \Vamos sempre om frente! Nao pademos vrar& iret. ‘Néo podemos vara esquerda Esta rua € contraméo, Vocs esti na contramio \Voc8 nio pode entrar na contraméo, Permitido estacionar Proibido estacionar Duas maos oO wt Esta rua 6 de duas moa Ele tem mao dupla, Homens trabalhando Esta rua eet om ‘obras NNdo podemos vrar aesquerda Vocé esta dirigindo seu carro em direg&o ao banco. Vocé esta na Av. 13 de Maio, perto do supermercado. Observe a figura e responda a estas perguntas. 1. Onde fica 0 banco? ... B voce vai gar ai as = 2, Em que rua vocé vai virar para chegar ao ‘Av. XV de Novembro banco? > fis Ay.21 de (fap: [Pal lets a lea} [ea] fea) (e5| Ay, 13.de Maio 3. Por que vocé nao pode virar na rua Tiradentes? (eal (\a.gJ] 4, Que tipo de rua é a rua Dom Pedro I? thd 5. Ba Avenida 21 de Abril? 6. Arua Marechal Deodoro di mio. Se vocé pegar esta rua, vocé pode ir até o fim? Por qué? 7. Depois de resolver seus negécios no banco, vocé vai ao barbeiro. Que caminho vocé tem que fazer? R. Princesa lsabel R. Marechal Deodoro R.Tiradentes 8. Por que vocé tem de fazer um trajeto tio comprido? ento e dezessote 117 Sinais de estrada Placas de adverténcia ® ® © Depressio na pista Decive alive Ponie ‘Acentado Acentuado Mével Regitlo sujeita a ventos Pista escorregadia Mao Dupe rea com Projegio de © © © Adiante sdesmoronamento cascalho Ponte estreita ® ® ® Restaurante/ Posto de Gasolina/ Borracheiro/ Telefon Ciclsias Maguineria Passagem de gricola Pedesire ® © ® Pare sempre fora da pista Cuidado Animals Pass. de Nivel imal Selvagens sem barreira Use luz baixa ao cruzar aca ie tae wetcnaa] Curva perigosa Nao ultrapasse na curva Coloque as legendas adequadas. 118 cen e aezoivo conto edezenore 119 4 Texto narrativo — Duas lendas indigenas. 1. A vitéria-régia A vitoria-régia & uma bela flor aquatica, tipi explicar seu aparecimento, Naia era uma indiazinha bem bonita e pensava, como todos de sua tribo, que a Lua era um mogo de prata, Do casamento das indias virgens com este mogo, nasciam as estrelinhas do ¢éu. Naia apaixonou-se pela Lua e, para aproximar-se dela, subiu montes e montanhas, Mas, mesmo chegando a0 topo das mais altas montanhas e erguendo os bragos, nao conseguia alcanga-la. A Lua ficava sempre muito longe, no ¢éu infinito. Naia desistiu de buscar 0 mogo de prata ¢ ficou triste Uma bela noite, porém, aproximou-se do grande rio. O que vu” Dentro dele, bem ld no fundo, estava a Lua, Naia nfio teve a menor divida, O mogo de prata, noivo das virgens, lé estava, chamando-a, num convite de amor ‘A jovem langou-se ds aguas do rio-mar, num mergulho ansioso, Foi-se afundando, mais e mais, até desaparecer para sempre ‘A Lua sentiu-se responsiivel pelo trdgico acidente e achou que a indiazinha merecia ser recompensada e viver para sempre. Num gesto de gratidao, transformou-lhe 0 corpo numa flor diferente, bela e majestosa: a vitoria-régia. ca do rio Amazonas. Os indios contam uma lenda para Responda. 1; Quem era Naia? 2. Por que Naia queria aleancar a Lua? 3. Por que Naia desistiu da idéia? 4, Explique como Naia morreu. 5. Como surgiu a vi 6. A Vitoria-régia é uma flor tipica do tio Amazonas, O que mais vocé sabe sobre ela? 120 centoe vine 2. A criagdo da ni No principio, era s6 0 dia, A Cobra Grande guardava a noite no fundo do rio. Um dia sua filha se casou e disse ao marido: — Quero muito ver a noite. O marido respondeu: —Anoite nio existe. Ha somente o dia. —A noite existe, sim, Meu pai a guarda no fundo do rio. O matido, entio, mandou guerreiros & casa da Cobra Grande em busca da noite. Quando chegaram I4, a Cobra Grande entregou-lhes um coco de tucuma e avisou: —Tenham muito cuidado com este coco. Se ele se abrir, o mundo todo ficara escuro e tudo se perder’. sah | a Sit epepp napa ait ee ON Cgimininy - a i 0s guerreiros prometeram tomar cuidado, mas, na viagem de volta, ouviram ruidos estranhos vindos de dentro do coco. Era 0 ruido de sapos e grilos, de corujas ¢ morcegos, de todos os seres que se movimentam a noite. Cheios de curiosidade, os guerreiros abriram 0 coco... Imediatamente, o mundo escureceu.A filha da Cobra Grande entendeu 0 que tinha acontecido: — Soltaram a noite! — disse, furiosa. Eo marido, espantado: —0 que vamos fazer? Tudo vai-se perder. centoe viste eum 124 — Nib tenha medo! Com este meu fio de cabelo, vou separar 0 dia e a noite. E arrancou um fio de seus cabelos. Logo 0 eéu se tornou vermelho ¢ a madrugada comegou ... Assim nasceu a noite. Mas quando, finalmente, os guerreiros chegaram Aaldeia, a filha da Cobra Grande os castigou pela desobediéncia, transformando-os todos em macacos. E os macacos, assustados, comegaram a pular pela mata, de érvore em drvore, de galho em galho. Quando, porém, a noite chegou, com medo, eles se recolheram, muito quietos, 4 espera do dia, Responda. 1. Por que os guerreiros foram casa da Cobra Grande? 2. Por que os guerreiros desobedeceram 20 aviso da Cobra Grande? 3. Explique como apareceram os macacos, 4. Conte lendas de seu pais. 122 centoe vine e dois D. Pedro Il dormiu aqui Guia — Sinto muito, mas sempre trago os turistas para este hotel, Até agora ninguém se queixou. Turista — Pois serei o primeiro! Veja! Este hotel é horroroso, E vai de mal a pior. E tao velho que esta caindo aos pedagos. Esta muito mal cuidado, E nao oferece nenhum conforto. Guia — Mas ¢ 0 hotel mais tradicional de nossa cidade. D. Pedro II dormiu aqui ha 160 anos atrés! ‘Turista — Pois é ... E desde aquele dia nunca mais ninguém fez nada para conservé-lo. Guia — Nao adianta discutir. Nao posso alterar o programa da agéncia de turismo. Turista — Pois aqui eu nao fico de jeito nenhum. Alguém me indicaré um hotel pequeno e bem limpinho, numa ruazinha trangiiila. O senhor tem alguma sugestiio? JE E Na portaria do hotel te =) Ih a 7 Ha alguma carta para mim? ai —Nio, nenhuma. — Alguém veio me procurar? G —Nio, ninguém. — O senhor tem certeza de que nao ha nenhum recado? — Tenho, senhor. Nao ha nenhum recado, nenhum telefonema e nenhuma carta. Nao ha nada para 0 oy senhor, Pronomes indefinidos (1) & O senhor tem alguma sugestio? algum amigo alguns amigos alguém alguma amiga algumas amigas Alguém vai nos ajudar. conto evintse és 123 Complete com algum, alguma, alguns, algumas, alguém. 1. Quando morreu, ele deixou dinheiro ¢ casas para os filhos. 2, dia vou a0 Canada. Estou com saudade de amigos que tenho li. 3. Veja! luzes esto acesas. Ha em casa agora. 4. Eu trouxe jomais e revistas para vocé, 5. Ela precisa de informagdes sobre aquele candidato, 6. Nao sei o que fazer. Voeé tem idéia? 7. Preciso encontrar em casa. 8. Por favor, pode me ajudar? 9. vviu o que aconteceu ld na esquina? 10. tem livros para emprestar? WW me disse que esta firma vai de mal a pior. 12.Everdade. ___bancose__fbricas jé no querem fazer negécio com ela. Ves none | 13. telefonou para vocé, mas no deixou o nome. algueria 14, Vocé conhece i do banco? Preciso de um empréstimo. 15, O 6nibus levou criangas & professores ao museu, & Pronomes indefinidos (2) Este hotel no oferece nenhum conforto. nenhum amigo guém - nada Até agora ninguém se queixou. nenhuma amiga ‘Até agora ninguém fez nada. Complete com nenhum, nenhuma, ninguém, nada. 1. Vocé tem algum amigo aqui? — Nao, 2. amigo quer me ajudar. Acho que gosta de mim 3. — Alguém me telefonou? — Nao, 4, — Meu Deus! Quantos copos vocé quebrou? —Nio quebrei copo. Quebrei alguns pratos. ‘ 5. Ele nfio teve problema, por isso nio fez pergunta. 6. Telefonei para lé, mas nao havia em casa, 7. — Voc pode me emprestar algum dinheiro? ~ Nao, de jeito 8. —O que voeé disse? — 9, Joao nao é meu amigo. Ele nao fez para me ajudar. 10, Todos queriam ajudar, mas na hora H __apareceu 124. conto. vine © quatro Modo indicative — Futuro do presente MORAR — Futuro do presente | Eu morarei Nos moraremos: Vote Voces: (ile morara. Eles, morarao ts Es VENDER — Futuro do presente Eu venderei_ Nos venderemos Vocé Vocts i Ele vendera Elles vyenderao Ela Elas | ABRIR — Futuro do presente SER — Futuro do presente Observe. Eu abrirei Nos abriremos |) Eu serei Nés _seremos Voce Voces Voce Voces | | Ele abriré Files |) abrirto Ble |)> sera Eles | > serio | Ela Blas Ela Blas, | TER — Futuro do presente Formagio: forma-se 0 Futuro do presente Eu terei Nés __teremos a partir do Infinitive Vocé Voets Ele > tera Eles terio | Bla Elas FAZER — Futuro do presente Eu farei Nos faremos Voce ‘Voces Ele fara Eles ||) fardio Ela Blas i ‘TRAZER — Futuro do presente Eu trarei Nos traremos Voc’ ‘Voots Ele |) trara Eles | > trarao Ela Elas A. Leia 0 texto. ‘Ontem nosso guia nos mostrou as Cataratas do Iguacu. Saimos do hotel logo depois do café da ‘manhi. O Gnibus jé estava nos esperando. Cinco minutos depois, ele partiu. Todos nds estivamos contentes. O Snibus seguin pela estrada até a fronteira com a Argentina. La descemos do dnibus e tomamos um bareo pequeno. Nao dissemos uma palavra, nem fizemos barulho durante a viagem de arco, porque tudo nos parecia perigoso: estévamos muito perto das cataratas. Foi bom chegar a Argentina. A tarde, © dnibus nos trouxe de volta para © hotel. Estivamos muito cansados, mas felizes. | DIZER — Futuro do presente Eo direi Nos diremos = Voce Voces Ble | > dira Eles |) dirao Ela Blas i Fy cento evinte cinco 125 Agora passe os verbos do texto para 9 Futuro do presente. Comece assim: "Amanha nosso guia... . B. Substitua o Futuro imediato pelo Futuro do presente. 1..No ano que vem vou trabalhar menos e descansar mais. 2. Eles disseram que vao comprar e vender carros usados. 3. Nés vamos partir as 9 de Séo Paulo e as 1 vamos chegar a Bahia. trazer ainda mais problemas? 5. Ana Maria vai dizer ao chefe que precisa ganhar um ordenado melhor, O que ele vai lhe dizer? 6. Estas suas idéias vao nos trazer problemas. C. Formule as perguntas. Use o Futuro do presente. 1. (passar) Onde vocés passarao suas férias? Em Campos do Jordio. 2. (abrir)... ? As dez horas em ponto. 3. (ajudar) ... 2 Ninguém, 4, (fazer) . Nada. 5.(in) 2 De navio. 6. (beber).. Um guarana. 7. (trazer) . 2 Nenhum. 8. (dizer)... Nao. 9. (comprar) . 2 No Shopping Leste. 10. (pedir) . ? Goiabada com queijo. 126 conto evintee seis Modo indicativo Presente simples DORMIR — Pretérito perfeito Eu durmo Nés dormimos Eu dormi Nés dormimos Vor’ Voces Voce Voces Ele dorme Eles dormem Ele dormiu Eles dormiram: Ela Elas Ela Elas — Pretérito imperfeito DORMIR — Futuro do presente Eu dormia Nos dormiamos Eu dormirei Nés dormiremos Voce Voces Voce Voces: Ele |)> dormia — Eles | > dormiam Ble b> dormira Eles |) dormirao Ela Elas Ela Elas Como dormir: cobrir, tossir, engolir SUBIR — Pretérito perfeito subimos Eu subi Nos subimos Vocé Voces: Voce Vocés: Ele sobe Eles sy sobem Ele subiu Eles subiram Ela Elas Ela Elas SUBIR — Pretérito imperfeito SUBIR — Futuro do presente Eu subia.«=—Nés_—_subiamos Eu subiret Nos eabifernte Ved Voeds Voed Vouds Ele D> soa Bes |)> subiam El > subiré Bles » ray Ela Elas Ela Blas Como subir: fugir, sumir, consumir, sacudir, acudir \Voo® ainda nao esta dormindo? Complete. 1. (dormir) Boa-noite! bem! 2. (dormir) Vooés bem no vero? 3. (dormir) Antigamente a gente mais, 4, (subir) Os pregos sempre. 5. (dormir) Quando estou cansado, eu _anoite inteira, E vocé? Voce 2 cento evintee sete 127 6. (subir) Eu nao a escada, Eu tomo 0 elevador. E vocé? Voce 2 7. (subir) Quando eu queria falar com ele, eu até o 15° andar. 8. (cobrir) A noite, ela sempre se porque diz que sente frio. Mas eu no me Ei, vocé ail Nao suma! 9. (fugit) Todo mundo dele porque ele é perigoso. Mas eu nao Eu nfio tenho medo dele. i 10. (consumir) As pessoas mais no fim do ano. 4 Eu também IL, (subir) As éguas do rio quando chove muito. 12. (fugir) Nao 13, (cobrir-se) | Esta frio. 14. (sumir) Nao ! Quero falar com vorés. ‘Voces sempre quando preciso de vocés. 15. (fugir) Ontem os ladrdes Eles sempre Fol aqui mesmo. Mal posso acreditar. €ra um carro novinho em folha! — Droga! Roubaram meu carro! — Vocé deve estar enganado. —Nio, niio estou, Eu o estacionei ali, pertinho daquela &rvore e agora nao esta mais la — Calma! Vamos ver este negdcio. A que horas foi isso: — Agorinha mesmo. Nao faz nem dez minutos. — Mas que coisa! Nao é possivel! Vocé tem certeza? — Tenho. Foi aqui mesmo. Mal posso acreditar. Como era o carro? — Era novinho em folha. O que é que a gente faz agora? —A gente tem de ir 4 policia, E a primeira coisa que a gente deve fazer. Nao ha outro remédio. & Diminutivo O diminutivo 6 muito usado no portugués do Brasil. Ele serve para indicar: a. objetos pequenos: Comprei uma easinha na praia, b. carinho: Venha cé, filhinha! c. @nfase: Ele mora pertinho daqui. (bem perto) a. desprezo: Que filminho monétono! e. _ muitas vezes é usado como forma tipica da lingua, sem fungio definida: Ele ficou um bom tempinho Id. 128 conto evintecoito Geralmente a terminagao do Usa-se zinho, zinha para os seguirttes casos: diminutivo é inho, inha: a. palavras terminadasem pai - paizinho Be excolinka silaba tonica: boa - bowzinha et casintia café - cafezinho c. palayras terminadas em ‘menino — menininho mulher mulherzinha som nasal: rapaz — rapazinho papel - papelzinho bom - bonzinho b. palavras terminadas em mae - maezinha duas vogais: Tome o seu A. Passe para 0 diminutivo. leitinho, fithinho! objeto pequeno 1. Um copo pequeno é um... 2. Um anel pequeno é um... 3. Um chapéu pequeno ¢ um 4. Uma mio pequena 6 uma... 5. Um nariz pequeno é um 6. Uma praga pequena é uma.. carinho 1, Uma rua pequena e trangiiila é uma 2, Estou procurando uma casa pequena e bonita. Sonho com uma__ assim, 3. [rao ema em dia de chuva é um bom programa. & um ___ bom. 4. Vocé esti fazendo café, nao esta? Senti o cheiro. Que bom! 5. Ele é um bom rapaz. Gosto dele. Ele é muito _. Gosto dela também. Ela também & muito 6, A gente gosta muito de nosso chefe. E um 100% Voce leu este lv toinho? énfase 1. Fale baixo, por favor! Fale bem 2. Bles moram muito perto daqui, 3. Eu lio livto inteiro, Eu lio livro 4. Gostei do livro todo, do comego até o fim. Boétimo do _ até o 5. Trabalhe direito. Faga tudo ! 6. Tomo café com muito pouco agivcar, Soum + por favor! cento.e vinte e nove 129 desprezo , () 1. Umyflme de mé qualidade & um i Ly > 0x muther desagradivel & uma E me 3. Uma revista de ma qualidade 6 uma 5 eye 4, Um homem chato & um i (= YP 5. Um chefe dificil é um ; Ela bom chatinha. sem fungi definida ‘Tena calmal & s6 um minutinh. 1. Espere um minuto, por favor. Soum 2. Estou ocupado agora. Venha falar comigo em outra hora! Numa mais facil. 3. Vou embora agora. Ciau! B. Classifique os diminutivos: 1. Voc’ ja leu o jornatzinho da escola? 2. Ela deixa tudo limpit ao _3. Ela esti tio bonitinha hoje! gosto dest O solzinho esta gostoso hoji sum pouguinho Ce asdin mento? §. le tem uma viinha cama (9. Nossa! Que. 10, Jodoznho, agora voes vai Fier sentadinho a TL Ela faz uma comidi ‘12. O ladrdo entrou na casa devagarinho. C. Substitua as palavras grifadas por seu diminutivo. Explique sua funcgao. Acasa eslé mule leona 2. As contas estio completamente certas. 1. A empregada ja terminou 0 servigo 3. Maria € bonita, mas um pouco boba. i 4, Gostei destas roupas. Vou comprar todas, Sao muito baratas, 5. Cuide bem da bicicleta, Ela é muito nova. 6. Gosto do café bem doce... 7. Nao coma estas bananas hoje! El Elas ainda estiio muito verdes... 130 centoe wits 8. Ele foi até a casa dele e voltou muito répido porque mora muito perto daqui. 9. Detesto este hotel. i caro, mas nao é confortivel 10. Ele nao ¢ um bom escritor, mas os livros dele fazem sucesso. Faz um tempao... ‘Nijo faz nem dez minutos! & Substitua 0 verbo grifado. Faca outras modificagdes, se necessario. 1. Estivemos em Bruxelas hd cinco anos, Faz um tempo que a gente 2. Hé dois meses eu niio 0 vejo. 3. Lircia e André se separaram hd alguns anos. 4. Ha dois dias ele sain do hospital e jé esté trabalhando, 5. Hé quanto tempo nés nos conhecemos? 6. Nao sei exatamente. Jé hd muito, muito tempo, Verbo dever Suposigio: Vocé deve estar enganado. ‘Obrigagao, dever: Vocé deve fazer seu trabalho sozinho. les devem estar newosos, A. Complete com dever. Suposigao ou obrigagao? Ele trabalhou muito hoje. le deve estar cansads. (suposdgdin) 1. Bles estiio em dificuldade, Nos ajudétos.(__ ) 2. Ja siio duas horas e vocé ainda no almogou. Vocé estar com fome, (___ y 3. Ble precisa falar com voe8. Vocé esperi-lo. ) 4, Todo mundo respeitar as leis. ( ) 5. Ele esta muito nervoso. Ele ter problemas. ( ) conto etrints eum 134 B. Complete as frases. Use dever. 1. (cansado) Vera, vocé trabalhou o dia todo sem parar. Voeé ... estar... 2. (contente) Eles receberam o primeiro prémio. Eles .. 3. doente) Hoje esti quente, mas cles esto com frio. Eles 4, (antigo) Estes quadros sio muito caros. Els... 5. (rico) Que casa enorme! Ela é linda! Os donos 6. (rico) Eles ganharam o primeiro prémio da loteria. les... 7. (estrangeiro) Estas pessoas no entendem o que dizemos. Elas... 8. (feliz) A festa deles foi um sucesso. Eles.. C. 1. O que uma boa secretaria deve fazer? Ela deve Ela deve Ela deve Ela deve Ela deve Ela deve ... 132 como ins e dois ( il | Cancéo popular “Terezinha de Jesus O primeiro foi seu pai, ee De uma queda foi ao O segundo seu irmio, chao, acudiram trés Ovterceiro foi aquele cavalheiros, todos trés, A quem Tereza deu a mio.” Ordinais fe 1,151" 30° trigésimo 90° nonagésimo ... primeiro, a, 0s, as 40° quadragésimo .... 100° centésimo 2° segundo ... 1000? milésimo ... 3° tereeiro 60° sexagésimo 1.000 000° 4° quarto 70° septuagésimo milionésimo... 5° quinto 20° vigésimo 80° octagésimo exnioc trintwetrés 133 A. Leia o texto em voz alta. Um passeio pelo Brasil Preparem-se! Vamos conhecer o Brasil » em 30 dias. Sairemos de Sao Paulo nossa I* escala ser o Rio de Janeiro. LA passaremos 0 1°, 0 2°, 0 3° 0 4” dias. No 5° dia partiremos para Salvador, onde ficaremos 4 dias, 0 6°, 0 7°, 0 8°e 0 9°. No i 10? dia estaremos em Manaus. No 15° dia, nosso destino sera o Pantanal Matogrossense. No 21° dia, chegaremos a Brasilia. L4 nosso grupo se dividird para pontos diferentes do Nordeste. No 29° dia, nos reuniremos novamente em Natal, capital do Rio Grande do Norte. Encerraremos nossa viagem no 30° dia, todos felizes sob o sol do Nordeste, rumo a Sao Paulo, . B. Escreva por extenso. 1. (18) As pessoas da fila devem apresentar seus documentos agora. 2. (34/26°) Antigamente ele trabalhava na : porta deste corredor. Depois mudou-se para 0 andar. 3. (100°) Esté a ver. que lhe digo isto, 4. (5°12") Va até o sinal e vire na iatsanaeers ___esquina! 5. (16°) Ela mora no andar, 6. (1 000°) Pela vez, nao! C. Diga de outra forma. — Roubaram meu carro. ... Se —Calma! Vamos ver este negécio.... a { — Eu estacionei meu carro agorinha mesmo, pertinho daquela érvore. —Nao faz nem dez minutos, —Nio ha outro remédio. — Meu carro era novinho em folha. — Vocé tem certeza? Vocé deve estar enganado...., —A gente tem de ir policia, 0 134 cemoetvina equavo ‘a: Qu Indio Ba Pb Ain, MP Texto narrativo Um pouco de nossa histéria Brasil no é um pais muito antigo, mas muita coisa jé aconteceu aqui desde que os portugueses chegaram em 1500. Durante 300 anos, depois de sua descoberta, o Brasil pouco se desenvolveu, Mas, em fins de 1807, D. Joo VI, 0 rei de Portugal, e sua familia abandonaram Lisboa, fugindo dos exércitos de Napoledo ¢ instalaram-se no Rio de Janeiro, Com a familia real, veio a corte portuguesa. Com a chegada de 15.000 pessoas, a vida da pacata cidade do Rio, com seus 60.000 habitantes, metade deles escravos, mudou completamente. Da noite para o dia, o pais comegou a progredir. Em 1821, D. Joao VI voltou para Portugal, mas deixou em seu lugar seu filho D. Pedro, o principe herdeiro, para defender os interesses de Portugal no Brasil. Foi um erro! Aqui, desde os 9 anos de idade, D. Pedro sentia-se um brasileiro, Criado em liberdade, sempre em contato com os brasileiros, ele compreendia o desejo de independéncia do pais. No dia 7 de setembro de 1822, D. Pedro, contrariando as intengdes de Portugal, proclamou, ele mesmo, a nossa independéncia, Isso aconteceu em Sao Paulo. D. Pedro ai estava para acalmar os patriotas, que exigiam a independéncia. As margens do riacho Ipiranga, o principe recebeu uma carta de seu pai. Sabendo das agitagdes politicas pela independéncia e sabendo das tendéncias de seu filho, D. Jotio VI ordenava a D. Pedro voltar pata Portugal. Irritado, D. Pedro arrancou do chapéu as fitas com as cores portuguesas e, erguendo a espada, gritou: “Independéncia ou Morte!” D. Pedro foi, entio, aclamado 1° Imperador do Brasil. Alguns anos depois, com a morte do pai, D. Pedro I voltou a seu pais de origem como D. Pedro IV, rei de Portugal. conto trintaecinco 135 Responda. a 1. A colonizagio do Brasil foi rapida? 2. Pense um pouco e responda, Por que o Brasil progrediu com a vinda da corte portuguesa? 3. Tente imaginar os problemas que a chegada da Familia Real e da corte portuguesa causaram & cidade do Rio de Janeiro, 4, Por que D. Pedro nao acompanhou o pai quando este voltou a Portugal em 1821? 5. Por que D. Pedro se sentia, também, brasileiro? 6. Qual era 0 ambiente politico no Brasil por volta de 18217 7. Por que nossa independéncia foi proclamada em Sao Paulo ¢ néo no Rio de Janeiro? 8. Ahistéria de sen pais é muito antiga? Conte um episédio interessante, 9. Descreva 0 quadro de Pedro Américo, que ilustra este texto. 136 certo trina «sei Progresso € progresso — Voeé esté louco! Construir aqui na Avenida Paulista? Isto nunca vai ser possivel. — Por que niio? — Porque é caro demais, ora essa! Cada centimetro vale ouro. E depois, onde ‘vamos achar uma casa a venda, por aqui? Veja, por exemplo, aquela, na esquina, Eu soube que os proprietarios querem vendé-la, O ponto ¢ ideal. — Mas, por que querem vendé-la? Qualquer um gostaria de ter uma casa como esta. — Problemas de familia ... O primeiro dono faleceu ha um ano e deixou herdeiros. Eles tinham resolvido alugar a casa, mas depois desistiram e agora decidiram vende. — Euma boa oportunidade e nao devemos perdé-la. Para falar a verdade, eu jé tinha pensado nisso. Sé faltava coragem ... Deve haver varios interessados. Vamos ver se conseguimos fet io antes dos outros. ar o neg — Tomara! Mas olhe! Que casa bonita! Que pena demoli-la! De fato € muito bonita, Mas 0 que é que se vai fazer" — Mesmo assim & uma pena! Pronomes indefinidos (3) Cada centimetro vale ouro Cada uma destas salas tem duas janelas. Cada aluno receberd um livro Ele deixou varios herdeiros Fiz varios negécios com cle. Vairias pessoas estavam interessadas no negécio. Vamos fechar o negécio antes dos outros. Volte outro dia. Nio gostei desta casa, Vamos procurar outra. Qualquer um gostaria de ter uma casa como esta. Qualquer dia destes vou visité-la. Qualquer coisa serve. *) Progresso € progresso, Complete com: cada, varios, & varias, outro, outra, outros, outras, qualquer. 1 aluno recebeu um livro, 2. dia destes ele vai aparecer. 3. Nao gostei desta blusa. Quero ver 4, J4 li todas estas revistas. Vou comprar 5, Nao desanime! Tente vez, com errinaeseee 137 6. Ble deu um presente para crianga, 7.0 dentista tem uma ficha de cliente, 8, Este livro ndo serve, O senhor néio tem 9. Preciso falar com ele, mas ele néio esti. Voltarei dia. 10. Que jornal vocé quer? 0 “Estado” ou a “Folha”? ‘Tanto faz. um serve. 11. Telefonei para ele vezes, mas nao 0 encontrei em casa. 12, Este € um trabalho muito facil. pessoa pode fazé-lo, 13. O que vocé quer comer? Tanto faz. coisa, 14, Tenho amigos na Europa. 15. Ja fomos a casa deles veres. —Ninguém val atender? Modo indicativo air, atrair, subtrair ete. Como sair: air, trair, Complete com o verbo no tempo adequado. (sair) Eu sé __4airei _daqui amanha. 1. (sair) Nao ontem porque estava chovendo, 2. (atrair) O agicar as formigas. 3. (cair) Cuidado com os buracos. Vocé pode 4. (subtrair) Ele errou o problema porque em vez de somar. 5. (sait) Quando eu era crianga, nfo muito de casa. 6. (sair) Amanha, queremos ir 20 cinema, mas niio com chuva, 138 conto ita e oto 7. (sait) Por favor, a que horas as criancas da escola? ney 8.(trair) Eununca____———__ meus amigos, mas ele Ey 9. (distrair) Por favor, ndio me | Estou G trabalhando. — Sones eae 10. (cait) No ano passado, o Natal _ numa 4* feira, 11. (atrair) Vitrinas bonitas sempre 08 fre- gueses. 12, (sair) Eu nunca sozinha. 13. (cai) Ele e quebrou a pera. 14, (distrair) Eu me vendo televisao. Eles se ouvindo misica. 15. (distrair-se/cair) As calgadas aqui so muito irregulares. Sea gente __,agente Contexto Bord — a cidade que prefere ndo crescer Bord, localizada a 450 quilémetros de Sao Paulo, tem 732 habitantes. Cerca de 80% de seus moradores vive do trabalho volante nas regides vizinhas. Sao béias-frias. “E uma populagdo pobre”, reconhece o prefeito, um homem de 53 anos, filho de lavradores, que no conseguiu estudar além da quarta série do primeiro grau. Mas, segundo ele, a pobreza de seus habitantes nao impede que a pequena cidade desfrute de beneficios que podem causar inveja aos grandes centros de desenvolvimento: lé nao ha meninos de rua, nem pedintes ¢ muito menos favelas. Oasfalto cobre 98% das poucas vias piblicas e a 4gua tratada ¢ o esgoto chegam a todas as residéncias. ‘Trés médicos e dois dentistas contratados pela Prefeitura atendem toda a populagdo e o indice de criminalidade é zero. O tiltimo homicidio aconteceu ha mais de 50 anos ¢ a cadeia piblica, construida depois, até agora ndo recebeu nenhum preso. A Prefeitura arrecada pouco dinheiro da populago, mas ‘mesmo assim consegue pagar as contas da farmacia da maioria dos moradores e mantém uma horta, distribuindo, duas vezes por semana, legumes, verduras ¢ frutas entre os habitantes da cidade. A Prefeitura mantém, também, uma frota de quatro dnibus e seis peruas para o transporte de estudantes da zona rural para a tia escola da cidade, localizada na zona urbana, € que atende alunos do primeiro grau, Os que dependem de colégios de outras cidades também tém condugio gratis da Prefeitura, Nao ha trabalho em Boré, pois as lavouras de café esto em extingo, Por isso, a Prefeitura transporta os boias-frias para cidades vizinhas, onde trabalham no corte de cana e na colheita da laranja. Um dos orgulhos do prefeito é o funcionamento da Prefeitura. O nimero de funcionérios ¢ adequado as necessidades da administragao. ceatoe trinta enove 139 Ji houve tempo em que Bord chegou a oferecer terrenos para familias interessadas em se mudar para Id, Mas a situagio mudou: “Nao adianta nada trazer familias para ¢4 se aqui nao ha emprego”, — diz © prefeito. “Em lugar de buscar novos moradores, que poderdo trazer novos problemas, preferimos ajudar nossos moradores para que eles no deixem a cidade em busca dos grandes centros”. A. Complete com numeros. Bora, que fica a km de Sao Paulo, tem habitantes %de suas ruas so asfaltadas e % de suas casas recebem digua tratada ¢ tém esgoto. dentistas e médicos cuidam da satide da populagao. peruas 6nibus levam as criangas para a escola local e os jovens para escolas de cidades vizinhas. B. Complete. A maior parte da populacdo de Bora é formada por lavradores sem emprego fixo. Eles so A populagio ¢ pobre, mas todos vivem bem. A Prefeitura, além de pagar médlicos e dentistas, paga também Na direa de alimentagdo, a Prefeitura mantém uma < que fomece verduras e legumes para a populagiio, C. Discuta. 1. Qual é 0 futuro de Bord? 2. Vocé acha que o Prefeito esti fazendo um bom governo? Por qué? D. Relacione. (comprar) Eu nao comprei o jomal, porque ele ja tinha comprado, (vender) Ele veio de énibus, porque tinha vendido oar, (partir) Quando cu cheguei, eles j4 tinham partido, 140 ccenioequarena Participio | | Participios irregulares ganhar — —ganho ver — visto gastar — gasto abrir = — _aberto pagar = — pago cobrir = — _coberto dizer — di vir — vindo fazer — feito por — posto insistir — insistido escrever — escrito A. Complete com o Mais-que-perfeito. (discutir) Eu estava nervoso, porque eu tinha discutido com meu chefe. 1. (pensar) Ele queria passar as férias nas montanhas. Ela ja nisso. 2. (resolver) Eu jé sair quando ela telefonou. 3. (partir) O avid ja quando chegamos ao aeroporto. 4, (comprar) Ela gostou daquele apartamento, mas voce jé uma casa. 5. (it) Quando o professor chegou, 05 alunos ja embora, 6. (vender) Nés fomos para o Rio de énibus porque nosso carro. B. Complete com 0 Mais-que-perfeito. Depois termine a frase. (escrever) Ele estava feliz porque ela Ihe tinha eserito, por isso estava cantando. 1. (ver) Ele nunca mulher tio bonita, por isso 2, (falar) Eles ja com 0 diretor, por isso 3. (permitir) Os funcionirios estavam bravos porque o diretor nfo a festa, Por isso 4. (vender) Nés queriamos comprar aquela casa, mas cle jé a . Por isso 5, (decidir) As criangas queriam ir a praia, mas os pais ir as montanhas, Por isso 6. (dizer) Ninguém acreditou, mas ele averdade, Por isso 7. (fazer) Nos munca aquele trabalho, por isso 8. (abrir) A sala estava gelada porque ele todas as portas e janelas. Por isso 9. (gastar) Nao pude comprar as entradas de teatro, eu ja todo o meu dinheiro. Por isso 10. (ganhar) Ela um carro novo, por isso 11. (escrever/responder) Ele reclamou porque ele ja trés cartas e ela nao Por isso ‘conto equurenta eum 144 12. (vit) Ele teve dificuldade em achar minha casa porque nunca aqui, por isso : : 13. (por) No estacionamento, ele ficou nervoso porque nao sabia onde seu carro, mas 14, (pagar) Ele descobriu que nao a conta da luz, por isso 15. (trabalhar/comer/dormir) Eles estavam muito cansados porque muito, pouco mal, por isso C. Por que ele estava contente? i = Porque, no escritério, ele tinha recebido uma boa noticia. fauses vas in (us Por que ele estava desanimado? Porque, no escritorio, o chefe dele tinha .... Por que ela foi promovida? Porque ela tinha Por que a mie ficou brava com o menino? & @ Por que ele tinha .. ass Familia de palavras — Complete o quadro. VERBO| ‘SUBSTANTIVO VERBO SUBSTANTIVO: | 1. partir a partida 14. assinar 2. chegar 15, voar 3. asaida 16. © aumento | 4, empregar 17. a resolugao | 5. trabalhar 18. escolher | 6. aparada 19. repor 7. proibir 20, defender 8. a permissio 21, aabertura | 9. propor 22. cobrir | 10. pintar 23 aperda 11. discutir 24, o prejuizo 12, apreferéncia 25. sugerir 13. receber 142 ceno equarena e dois Intervalo — Irene no céu Manuel Bandeira Irene preta Irene boa Irene sempre de bom humor Imagino Irene entrando no céu: —Licenga, meu branco! E Sio Pedro bonachao * — Entre, Irene. Vocé nao precisa pedir licenga, hem tub: pt gp, hara fico Responda. 1. Por que Irene nao precisa pedir licenga para entrar? 2. A linguagem de Irene é tipica de que tipo de pessoa? No caso, quem é 0 branco? 3. Irene é revoltada contra sua situagdo? Como sabemos? Texto narrativo — = Quando uma bela esmeralda brilha nas vitrinas de uma joalheria, quase ninguém imagina a fascinante viagem que ela faz para chegar até la, Tudo comega nos garimpos da Bahia ou de Minas Gerais, onde aesmeralda surge em estado bruto. Ai, s6 0s olhos de um técnico experiente podem ver o seu verdadeiro valor. Dos garimpos, ela segue para as oficinas de lapidago, Lapidada, ela comega a mostrar todo 0 seu brilho, a sua beleza. Finalmente, nas maos de um ourives, ela se transforma em jéia. Das més do ourives ela vai para as do joalheiro, que a coloca em sua vitrina. E ai, ela atrai os olhares dos que passam ¢ & admirada. Acesmeralda, uma das pedras brasileiras mais valiosas, esta ligada um tragico episédio da historia do Brasil Nos tempos do Brasil-colénia, Fernao Dias Pais, um paulista muito respeitado e estimado, ndo s6 pelo povo da Vila de Sio Paulo, mas também pelo proprio rei de Portugal, — — partiu de Sao Paulo em dirego a regitio das Minas Gerais. Acreditando que havia uma montana feita 86 de esmeraldas no sertio do Brasil, ele tinha convencido o rei de Portugal a custear a expedigio, a band tinha juntado um grande néimero de homens para acompanhé-lo na missio. A bandeira vagou pelo sertio durante varios anos. Muitos bandeirantes morreram, outros ficaram pelo caminho. Houve trigico confronto entre Fedo Dias e uma parte de seu grupo que queria desistir. No fim, depois de muitas dificuldades ¢ sofrimento, perto do Rio das Velhas, Femao Dias, envelhecido, fraco ¢ amargurado, encontrou pedras verdes que julgou serem esmeraldas. Mas ccento equarenta e és 143, niio eram ~ eram apenas turmalinas de pouco valor. Fedo Dias morreu ali mesmo, de febre, na ilustio de té-las encontrado, A. Responda. 1, Por que a esmeralda atrai? 2. Dé a trajetéria desta pedra do estado bruto até transformar- se em jéia. 3. O que faz um garimpeiro? E um lapidario? E um ourives? E um joalheiro? 4, Por que 86 um técnico experiente percebe o valor da pedra bruta? 5. Aesmeralda também 0 (a) atrai? Por qué? 6. Quem foi Femnao Dias? Qual era seu sonho? 7. Este sonho foi realizado? B. Baseando-se na trajetoria da esmeralda, descreva a transformagao que acontece com 0 ouro até chegar as vitrinas de uma joalheria. Os caminhos dos bandeirantes As Bandeiras eram expedigdes organizadas para penetrar no interior do Brasil, inicialmente com 0 objetivo de apresar indios e escravizi-los e, depois, de localizar minas de metais e pedras preciosas, Chamavam-se Bandeiras por causa do "costume tupiniquim de Jevantar uma bandeira em sinal de guerra’ Objetivo das bandeiras ween Apresamento de indios Prospeccio de minas 144 como ques equate Mensonno vs ToRorsiunss Viajando em fim de semana I. Num sGbado — Bom dia, senhor, © que vai hoje? — Estou indo para Itatiaia, Quero qui faga uma boa revisio no carro. — 0 senhor quer que eu veja os pneus, examine a bateria, o dleo € encha o tanque, no 6? —E — Osenhor prefere que eu ponha gasolina azul? — Nao, a comum mesmo, Quanto tempo vai levar? — Uns vinte minutos, no méximo. — Tomara que cu chegue la com dia claro, 0 hotel onde vou me hospedar fica do centro, oc’ Il. No sdbado seguinte — Bom dia, senhor. © que manda hoje? — O mesmo de sempre. Vou a Itatiaia de novo. O que voeé acha do tempo? — Duvido que chova hoje a tarde, Talvez faga um pouco de frio. € possivel que faga frio. Ill. Quinze dias depois — Olé, tudo bem? — Tudo bem. O mesmo de sempre? Nio, hoje nao. Sé gasolina, Nao vou a Itatiaia esta semana — E pena que o senhor nfo va. O tempo esté bom! — Pois & Que pena que a gente precise trabalhar num sibado tio bonito! conve grea dco 145; = Correio sentimental Beene Bye 146 cons Rio de Janeivo, 15 de jabba de ow Querida Candinka, SS SéePaule, 22 de julho de... Minha cara Desesperada da Capital Zne pena que uocé mie possa vor e que é éheia: cite seu amon nde Desista deste mogol Esgueca-se dele! Por gue woos nite se tnteressa pela. rapag que trakalha com week ai.ne posts? Taluey ele the traga felicidade com que uocd esté sonhando. Candinha Modo subjuntivo — Formagao Presente (1) — . Formagao regular O presente do subjuntivo forma-sé a partir da 1° pessoa do singular do presente do indicativo. MORAR (Eu moro/ Que eu more) DIZER (Eu digo/ Que eu diga) —Presente do subjuntivo — Presente do subjuntivo diga Quenés —_digamos VENDER (Eu vendo/ Que eu venda) PODER (Eu posso/ Que eu possa) — Presente do subjuntivo : — Presente do subjuntivo “Poss Quends _possamos ABRIR (Eu abro/ Que eu abra) PEDIR (Eu peco/ Que eu pega) Presente do | — Presente do subjuntivo _abramos | Que eu A. Dé a 1? pessoa do singular do Presente do indicativo e do Presente do _ subjuntivo, Presente do Presente do Presente do Presente do indicativo, subjuntivo indicativo subjuntivo Lter-eu Que et I. subir-eu Que en... 2.morar-eu. 3. fazer-eu 4.ver-eu. cento e quareniae sete 147 B. Complete com o Presente do subjuntivo. 1. ouvir — Que nés .. 2. trazer — Que ele.. 3. partir — Que voeé 4. pedir — Que o senhor 5. morar — Que elas.. 6. dizer — Que nés.. 7. subir — Que nés.... 8. sair — Que ela... @ Emprego (1) 9, fazer — Que vocés ... 10, por — Que ele... 1, ter — Que nés... 12, desistir — Que ele: 13, vender — Que as senhoras 14, vir — Que nés .... 15, ver — Que eles ... 16, chover — Que Caro amigo, Desejo que venha amanha. O subjuntivo ¢ introduzido por verbos de: desejo, ordem, diivida e sentimento. a. Desejo - Ordem Desejo que Quero que Proibo que Espero que Bibs Exijo que Peaietgue vena Peco que Tomara que Oxala AB conto e quarentaeoito b. Duvida iio estou certo que Nao tenho certeza que Duvido que Nao acho que Nao penso que Nao acredito que Talver ele venha c, Sentimento Estou contente que Estou triste que Receio que ‘Tenho medo que Lamento que Sinto que Que pena que E pena que chova A. Complete com o Presente do subjuntivo. — Va em frente, querido! ‘Talvez seja nosso dia de sore, 1. (andar) Quero que ele mais depressa. 2. (vender) Desejamos que vocés logo a casa. 3. (partir) Prefiro que eles sem dizer até-logo. 4, (fazer) Pego que vocés niio _ barulho. 5. (trazer) O que o senhor quer que eu 2 6, (ter) Talvez. vooés sorte. 7. (poder) Tomara que vooés vir no sabado, 8, (trazer) Duvido que estas cartas 9. (mudar) Nao acho que eles 10, (dizer) Nao penso que ele sempre 1. (gostar) Sinto que voeé nao de meus amigos. 12. (poder) Lamento que eles nao esperar. 13. (sair) Tenho medo que ele tarde. 14, (Ler) Que pena que nés nao tempo. 15. (acordar) Tenho medo que ele tarde. 16. (entrar) O diretor exige que ns___ na hora, 17. (repetit) Nao acredito que eles o erro, 18. (vir) Espero que nossos amigos nos receber. 19, (desistit) Reccio que a senhora de seus planos. 20. (lembrar-se) Duvido que ela do compromisso. B. Complete com o Presente do subjuntivo. 1. dizer) Duvido que ele a verdade. Teno medo que ate 2. (entender) Espero que vocés me B nd diga a vordade. 3. (sair) Espero que eles 4. (vir) Nao queremos que vooés 5. (fazer) Como voc quer que a gente isto? 6. (encontrar) Tomara que eu as em casa. 7. (esperar) Pego-lhes que me até as 10 hords. x 8. (ouvir) Sinto que vocé no me 9, (descobrit) Talvez. um dia nés © que aconteceu. 10, (comer/dormir) A mae quer que o menino tudo e bem. conto e quarenta enove 149 uarda comece a multar. & Atengaéo! Mudangas ortograficas. Chit Tenho medo que 0 : UN se | ate SPAN ANRYEN 9. 10. B. . Pagar a conta —. . ficar em casa — Ele quer que ela... |. comecar o trabalho — Ble quer que nés... pegar o énibus — Ele duvida que vocé . verificar 0 éleo — Ele exige que o rapaz chegar as duas — Ele prefere que nés.. . ficar contente — Ele prefere que vocés . dirigir devagar — Ele esta pedindo que vocé.. . Faga frases. alugar a casa — Ele receia que os proprietrios. esquecer 0 que aconteceu — Ele duvida que nés Faga frases. 150 cento ecinquenss 11. trabalhar o dia inteiro 12. no conhecer Susana 13. poder vir Que bom que wn 14, ter amigos aqui = Que BOM QUE sense 15. nao gostar da gente —E pena que ... 16. ter idéias malucas —E pena que...... C. Eo primeiro dia de trabalho de sua nova secretaria. Diga 0 que vocé quer que ela faga. 1. Eu quero que vocé . 2. E importante que.. 3. Prefiro que 4, Todos nés aqui no eseritério esperamos que 5. Nao permito que D. Vocé esta conversando com um bom amigo seu. Vocé esta Ihe contando seus problemas no trabalho. AS coisas vo mal no escrit6rio. —Talvez voot precise Duvido que meu chefe.... Nao acredito qu Talvez....ccsove Nao estou certo que Tomara que .ocnnnne E. Um grande amigo seu vai mudar-se para outro ~ pais a trabalho. Vocé esta triste com essa partida, - mas, contente com o progresso profissional de seu | amigo. Converse com ele e explique-Ihe como vocé , esta se sentindo. Ais —E pena que I no fara sol E pena que .... Estou contente que insnnnennnnn Tenho medo que...n Ebom que...... conto ecinguenta eum 151 && Contexto — A sogra Ele morava no Rio ¢ era funcionério piblico estadual. Casado com uma mineira, levava uma vidinha quieta a. e sossegada. = Um dia, no entanto, algo aconteceu. Sua sogra precisava ira Minas ver uma fazendinha que o marido tinha deixado. A fazenda, cujas terras estavam abandonadas, ficava no Tridngulo Mineiro. Foram os trés, de Volks, ele, a mulher ¢ a sogra. Na fazenda, a velha teve uma sincope fulminant. Levaram-na correndo para Uberaba. Tinha morrido mesmo. Enterrar, onde? Ali? O sogro estava no timulo da familia, no Caju. O jeito era voltar logo para o Rio, para fazer o enterro. ‘Voltaram. A sogra deitada no fundo do carro, coberta com uma ‘mantilha de renda, a mulher chorando baixinho, entre © desconsolo e a compreensio, ¢ ele, a noite inteira, firme no volante, comendo asfalto. Nao parava para —* nada. Sé uma vez, por causa da gasolina, mas arrancou logo. La atrds, balangando, o cadaver mitdo da velhinha, Depois de Juiz de Fora, jé madrugada, a fome apertou, No primeiro posto, sairam um instante para ir ao banheiro comer sanduiche. A chave ficou no carro. Era um minuto s6 e a sogra estava ali, embora morta, vigilante. Quando voltaram, o pior tinha acontecido. O carro niio estava onde ele o tinha deixado. Alguém o tinha levado. Policia, amigos, aniincio em jornal. Tentaram tudo, Até hoje, nem carro, nem sogra. (ane de"Asnp” Sao Ney ea dS le-21299) Compreensao A. Escolha a alternativa correta. 1, Na fazenda, a velha teve uma sincope fulminante. Levaram-na correndo para Uberaba. Tinha morrido mesmo. > a.A sogra morreu em Uberaba. = b. A sogra foi correndo para Uberaba. = ¢.A sogra morreu na fazenda. = d. A sogra morreu a caminho de Uberaba. 152 cenio ecinquenta e dois 2, Depois de Juiz de Fora, jé de madrugada, a fome apertou. No primeiro posto, sairam um instante para ir ao banheiro e comer sanduiche. ‘— a. Pararam no primeiro posto que encontraram depois que sairam de Uberaba, — b. Pararam porque jé era madrugada. — . Eles tinham jantado em Juiz de Fora. 5 d. Este foi o primeiro posto em que pararam depois de Juiz de Fora. B. Responda. 1, O que vocé sabe sobre a sogra e toda a sua familia? 2. O que vocé sabe sobre a fazendinha da familia? 3. O que aconteceu com o carro e 0 cadaver da sogra? Invente outro final para a histéria. Modo indicativo — Mais-que-perfeito (forma simples) O carro néio estava onde ele 0 tinha deixado. MORAR — Mais-que-perfeito simples O carro nfo estava onde ele 0 deixara. VENDER — Mais-que-perfeito simples ABRIR — Mais-que-perfeito simples Formagao mais-que-perfeito € formado a partir da 3* pessoa do plural do perfeito. Ex. Eles moraram - eu morara, A forma simples do mais-que-perfeito é muito pouco usada oralmente, Seu uso se restringe, quase exclusivamente, a textos escritos, mas, neles, é corrente. cento eeinquenta etrés 153 ‘A. Dé 0 Mais-que-perfeito, forma simples. 1, almogar (eles almogaram) Bu GllOAN rssicon ze 2. cuidar (eles cuidaram) —Vocé 3. correr.. —Nbs... 4, perceber ... —Eles .. 8 MeN RN a ereonenreererrverrore — Vocés 6. desistir. soma tied tliat 1 —Eu. 8. Ela 9 —Nés.. 10. vir.. Bla esse i ae i B. Passe o Mais-que-perfeito forma simples, para a forma composta. 1, Eu ja jantara quando ele telefonou. 2. Ela jé abrira a porta quando ele tocou a campainha, 3. Quando a noticia chegou, nés ja partiramos. 4, Quando eu nasci, meu avd jé morrera. 5. 0 ladrio ainda nao fora embora, quando a policia chegou. 6. Quando 0 elevador chegou, ela ainda nao se despedira da amiga, ... i! 7, Eu estava nervoso porque nada der C210, ...c.nsnnnnnnen 8. Nés estamos preocupados porque ele ainda ndo telefonara. .. 9. Ele estava contente porque encontrara Mariana 10. Eles estavam com fome porque nao comeram nada, Pronomes rel: OS Queremos saber onde esta a ‘mala que contém 2s oas, Os pronomes relativos podem ser varidveis ¢ invariaveis, |. Pronomes relativos invariaveis: que, quem, onde. Eta foi vera fezendinha que >) ‘o mario tinha delxado, ‘© homem que esti na sala quer falar com voce 154 coro ecinguenta quatro Una as frases empregando o pronome relativo que. 1. Vocé nos deu livros. Lemos 0s livros. . 2. Arevista é cara, Eu comprei a revista. A revista que eu. 3. A moga trabalha no posto. Gosto dela. Gosto da moga ... 4. Ele no recebeu a carta. Eu Ihe eserevi a carta. Ele néio recebeu a carta que eu 5. O relogio era de seu pai, Ble perdeu o reldgio. O relégio que ele... 6.0 carro era velho. Eles venderam 0 carro. O carro que eles wv 7. Os papéis sao importantes. Nés temos estes papéi 8. As criangas vieram aqui. Elas fizeram muito barulho .... 9. A fazenda & muito grande. Ele herdou a fazenda, 10. Nao conhego o rapaz. Ela ama este rapaz 11. Temos muitos parentes. Nem conhecemos os parentes, 12. Vimos o filme. Vocé tinha recomendado 0 filme. 13.Temos um novo vizinho, Ele veio dos E.U.A. 14. Os rapazes trabalham nesta firma. Eles so estrangeiros. 15. Recebemos muitas cartas. Elas vém do exterior. 16. Eu plantei esta drvore. Bla cresceu depressa — Onde esta o rapaz qua ‘rabalha aqu? Bhs cranes, qv sto ma Zac, sem moto brah cento ¢cinguenia cinco 155 eS Refere-se a pessoa ¢ vem sempre precedido de preposi¢ao: - de, com, por, para, contra, a etc. ‘A moga com quem fall 2 eslava nervasa, ‘cam quam eu vim? © senor vi 0 garoto A. Complete com a preposig&o + quem. (falar com) O rapaz. com quem falei estava ocupado. 1. (trabalhar com) O diretor trabalho nunca est contente. 2. (sair com) O rapaz sai ontem é um grande amigo meu. 3. (pensar em) Este ¢ 0 rapaz eu sempre penso. 4. (dar para/a) Nao conhego a pessoa vocé deu nosso enderego, 5. (receber de) Preocupo-me com meu amigo, no recebo noticias ha muito tempo. B. Una as frases empregando o pronome relativo quem. O rapaz 6 americano. Trabalho com este rapaz. O rapaz com quem trabalho é americano. 1, Bu ndo sei o nome do homem, Eu entreguei o pacote para ele. Eu nao sei o nome do homem para quem eu entreguei o pacote 2. 0 rapaz no gosta de mim, Eu gosto do rapaz. rapaz. de quem eu 3.0s so ricos. Ela mora com eles. 08 tis COM se... 4. A moga estava ocupada, Ela pediu uma informago para a moca, 5. Os amigos sio atenciosos. Escrevemos sempre para eles. 7. Nossos tios chegardo no més que vem, Enviamos uma carta a eles. 8. Nossos companheiros de viagem vém nos visitar nesta Péscoa. Demos nosso enderego a eles. 9. Nossos adversirios sio fortes. Jogamos sempre contra eles. 10. A sobrinha é mal agradecida. Eles deixaram toda a fortuna para ela. 156 conto. cinquenta e sais O hotel onde vou me hospadar fica longe do conte. Una as frases com o pronome relativo onde. Acasa é velha, Vou motar na casa. A casa onde vou morar é velha. 1. Tenho um problema: eu deixei meu carro no estacionamento. O estacionamento esta fechado agora... 2. A firma ¢ muito grande. Eu trabalho na firma. 3. Arua ¢ estreita e escura. Ela mora nessa rua. 4. Que chato! Perdi minha bolsa no cinema. O cinema fica do outro lado da cidade. 5. Que bom! A cidade é calma. Moramos nesta ci 6. O escritério é grande ¢ claro. Trabalho nesse escritério. 7. fabrica cra moderna. O ineéndio comegou nessa fabrica, 8. O hotel fica nas montanhas. Nos sempre passamos as férias de julho nesse hotel. 9. O livro estava no velho armario da sala. O documento foi achado no livro. conta cinguent 10. O colégio é muito antigo. Estudei nesse colégio. 14, Ele quer abrir um restaurante no bairro. Nesse baitro hd muitas lojas finas. 15. A Prefeitura demoliu o prédio. Ele morava no prédio. & Il. Pronomes relativos variaveis. oqual cujo aqual cuja Os pronomes relativos invariaveis: que, quem, onde podem ser substituidos por o qual, a qual, os quais, as quais. que Os contratos ate ele assinou so importantes. com quem Apessoa com a qual falei deu-me a informagao. att, 7 onde 1 O prédio sagas eu moro tem 6 andares. no qual A. Substitua. que, quem, onde, por o qual, a qual, os quais, as quais. livro de que falo recebeu um prémio. O livro do qual falo recebeu um prémio, 1. Acestrada por que passei estava deserta, 2. O problema em que penso noite e dia nao tem solugdo. 3. Esperamos a resposta de que depende o futuro da firma, 158 cento ecinguenta cot Anal, onde esta 0 posto do ‘qual o guarciafalou? oP 4, As amigas com quem moro ndo so muito compreensivas. 5. Gosto muito do meu vizinho de apartamento, com quem sempre converso. 6. O bairro onde ele mora tem varias lojas importantes. 7. Tenho alguns amigos em Portugal em quem penso sempre. 8. Tenho alguns amigos nos E.U.A. com quem mantenho correspondéncia. 9. Espero uma carta de Paulo para quem pedi ajuda. 10. Aqui estéio 0s alunos de quem Ihe falei. B. Complete com as formas variaveis do pronome: o qual, os quais ... (sair com) Os amigos com os quais sempre saimos sio alegres, 1. Gnsistir em) O assunto sempre insisto ¢ importante. 2. (falar com) Meu vizinho, falo muito, é sempre amavel comigo. 3. (gostar de) Nossos professores, gostamos muito, so todos brasileiros. 4, (mostrar para) Os turistas cle mostrou a cidade partiram hoje de manha. 5, (escrever para/a) Minhas irmas, eserevo sempre, moram em Portugal. 6. (entrar por) A porta cu entrei esti fechada agora. cento ¢ cinguenta enove 159 ee Cujo, cuja, cujos, cujas indicam posse. A fazenda, cujas terras estavam abandonadas, ficava no Triangulo Mineiro. cujo dono vive na Europa Acasa ccuja dona esti na Europa esta cujos quartos estiio vazios abandonada. cujas janelas vocé vé daqui A. Complete. Be shatter Joao, cuja casa é grande, tem muitos filhos. 1. O livro, eujas , € muito antigo. 2, Nao posso assinar os contratos cujas 3. Nao paguem as contas cujo 4. O turista, cujo , teve problemas no aeroporto. 5. Minha vizinha, cujos , est muito preoeupada, 6. 0 advogado, cuja , ajudou-nos muito. B. Una as frases empregando os pronomes relativos cujo, cuja .. A loja esta sempre cheia. Os precos da loja so muito bons. A loja cujos pregos sao muito bons est sempre cheia. 1. 0 carro estava estacionado ali ha varios dias. A placa do carro era de Porto Alegre. 2. O prédio ficava na rua principal. Os moradores do prédio reclamavam do barulho. 3. O aluno saiu mais cedo. Os livros do aluno ficaram na classe. 4. Esta sala ¢ a melhor do edificio. As janelas da sala so grandes. de Janeiro. A esposa de meu amigo é carioca, 5, Meu amigo mudou-se para 6. A orquestra ni se apresentou ontem. O maestro ficou doente. 160 cento sessenta Intervalo Trem das Onze Adoniran Barbosa ‘Nao posso ficar Nem mais um minuto com vocé Sinto muito, amor, Mas nao pode ser Moro em Jagan Se eu perder esse trem Que sai agora as onze horas $6 amanbd de manha Nao posso ficar E além disso, mulher, Tem outras coisas Minha mae ndo dorme Enquanto eu no chegar Sou filho tinico Tenho minha casa pra olhar Eu nao posso ficar .. A. Ouga a fita, B.Use sua imaginagao. 1. Desereva o rapaz. 2. Como é sua mie? 3. Que idéia vooé faz do bairro em que ele mora? Justifique. C. Explique. 1. $6 amanha de manha. 2. Tenho minha casa pra olhar. D. Ouga a fita novamente e cante junto. cent © sessenta eum 164 €» Texto narrativo Pedras Preciosas Brasileiras (2) No Brasil ha, praticamente, todas as classes de pedras ¢ metais preciosos: ouro, prata, platina, Agu: marinhas, ametistas, topazios, turmalinas. As vezes, as pedras sio extraidas de profundezas consideraveis, as vezes encontram-se nos leitos dos rios. $6 raras vezes cg Sone aparecem na superficie da terra, como conseqiiéncia da eroso do solo. COr@ = @Fo Estas riquezas representaram, durante muito tempo, papel importante na histéria do pais. Grupos de homens corajosos - os bandeirantes - formaram expedigdes famosas, as “bandeiras”, que saiam em busca de ouro € de pedras preciosas. Os bandeirantes, com suas expedicdes, aumentaram 0 territério do Brasil, fundaram cidades e colonizaram o interior do pais. Responda. 1. No solo do Brasil ha grande variedade de metais e pedras preciosas. Cite alguns tipos. 2..0 ouro ¢ as pedras preciosas esto ligados expansio do territirio brasileiro e 4 sua colonizagao. Explique. 3. Conte tudo 0 que vocé sabe sobre os bandeirantes. (Vocé se lembra de Fernao Di No século XVIII, 0 ouro fez progredir a regido de Minas Gerais. Vila Rica, atual Ouro Preto, desenvolyeu-se rapidamente, Hoje considerada Cidade Monumento Internacional pela UNESCO, essa cidade, a mais importante das cidades historicas de Minas, é uma jéia do barroco brasileiro. Em 1720, em outra regidio de Minas Gerais, foram encontrados diamantes ¢ 0 povoado que ai surgiu chamou-se Diamantina, Varias pedras, internacionalmente famosas, sio jas de Diamantina: “Star of the South”, Dresden”, “Star of Minas”, “Presidente Pedras preciosas so encontradas em quase todo 0 territério brasileiro, principalmente nos estados de Minas Gerais, Bahia, Ceara, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Goiis. No Brasil, ninguém possui minas em propriedade. Segundo a lei, a riqueza mineral ¢ propriedade ou patriménio piblico e, para a extragdo das pedras por empresas particulares, 0 governo outorga licengas, 3) 4. O que vocé sabe sobre as cidades histiricas de Minas? Vocé sabe algo sobre o heréi Tiradentes? 5. A quem pertencem as riquezas minerais do Brasil? O que é preciso para explori-las? 6. Seu pais tem riquezas minerais? Se tem, como se faz sua exploragao? 7. Vocé gosta das pedras brasileiras? Fale um pouco sobre o assunto. (suas preferéneias, o valor delas em seu pais etc.) 162 conioe sessenta e dois Fim de semana perdido. Por que & que vocé esti to bravo? O que foi que aconteceu desta vez? Afinal, hoje é 6° feira —Por isso mesmo, Nao ha fim _ de semana sem chuva. E eas sempre a mesma coisa: uma abs beleza durante a semana, mas fim de semana ... chuva, neblina, garoa, frio Othe pela janela! Eu sei. Mas 0 que ¢ que se vai fazer? Para que a gente aproveite bem o fim de semana, & necessério que haja alternativas: um cineminha, teatro, um bate-papo com amigos num barzinho. —Nio adianta, Fim de semana tem que ser com sol, praia, piscina, churrasco ao ar livre .. Acho que entio nao tem jeito. —Nio tem jeito mesmo. Mais um fimde semana perdido. Que absurdo! ! Modo subjuntivo — Presente & Ha 7 verbos de conjugagao irregular no Presente do subjuntivo. —Duvido que ele seja — Ela quer que nés = Receio que no haja um bom funcionério. estejamos aqui as 8. lugar para todo mundo. ser Aes haver — Espero que oe saiba 0 que — Pego-lhe que nio eens dé gorjetas. — Espero que vocé saiba ine o que esté fazendo. déem gorjetas. saber dar —Talvezele queira 7 — Ble duvida que eu va li. ficar aqui. ie querer ‘centoe sessenta e és 163 & Emprego (2) Embora nao nos vejamos E possivel que a reuniio ‘Vou chegar mais cedo para muito, somos boas amigas. seja as 10 horas. ‘que possamos ir a0 cinema. E methor que ele chegue _Preciso de alguém que me ‘Vamos embora antes que cedo. compreenda. comece a chover. © subjuntivo ¢ introduzido por expressdes impessoais, por certas conjungdes ¢ palavras indefinidas mais pronome relativo, a. Expressées impessoais E possivel que E necessario que E impossivel que E melhor que E provavel que ele va E dificil que ele va E aconselhavel que Convém que E importante que Basta que b. Conjungées Estas conjungdes introduzem sempre o presente ou imperfeito™ do subjuntivo. para que =a fim de que caso. embora sem que * 0 imperteito do subjuntivo sera contanto que = desde que até que seat inion tives 4 ando ser que antes que mesmo que — Ela fala devagar para que (a fim de que) todos a entendam. — Embora seja rico, ele trabalha muito. — Vou ajudar voeé contanto que (desde que) voeé me ajude depois, — Vamos & praia a no ser que vocé queira ficar em casa, — Nio vamos desistir da idéia, mesmo que isto nos dé muito trabalho. — Telefone para mim caso vocé niio possa vir. —Niio vou assinar o contrato sem que eu saiba o que esti escrito. — Vamos esperar até que ele vé embora. — Faga alguma coisa antes que seja tarde demais. Z fi 23 | ‘Embora tenn multo diaheira, vive mocrence de tral. 164 conta esessoniae quatro c, Palavra indefinida + pronome relativo a saiba ingles Estou procurando uma secretéria que qucira trabalhar no sdbado. A. Complete as frases. (ter cuidado) £ melhor que voeé tenha cuidado. 1. (dar uma explicagao) E melhor que vocé me 2. (ouvir com atengao) E melhor que eles me........... 3. (ir embora) E provavel que ele. 4, (saber a resposta) E provavel que vocés ...... 5. (ser paciente) E aconselhavel que nés.. 6. (estar aqui bem cedo) E aconsethavel que amanha vocé 7. (pagar a vista) E necessario que vocés 8. (saber a verdade) i importante que todo mundo .. 9. (haver outra chance como esta) E dificil que 10. (Ler bons amigos) Para que voc’ seja feliz, basta que vocé 11. (ler as instrugdes) Basta que vocé 12. (dizer tudo 0 que sabe) Para que voe8 nao tenha problemas, convém que... B. Complete as frases. 1. (ouvir) Falo alto para que todo mundo me .... 2. (ver) Fago gestos para que todo mundo m« 3. (saber) Nao faga nada sem que eu... 4. (vir) Voeé tera um bom lugar desde que... 5. (haver) Vamos esperar até que jee lguém para nos atender. .. a blusa amarela, vou levar a azul .. cedo, 6. (preferir) Embora eu 7. (querer) Telefone-me caso voce .. mais informagdes. 8, (vestir) Mesmo que eu me depressa, chegaremos tarde, 9. (compreender) Repito a explicago a fim de que os alunos me .. para fazer um bom trabalho. cento e sessenta e cinco 165 10. (ajudar) Vou terminar 0 trabalho mesmo que ninguém me IL. (ficar) Vou abrir guarda-chuva antes que eu todo molhado. 12, (querer) Vou servir-Ihes ché, a nio ser que vocés. sone Caf 13. (ser) Podemos comprar a casa a ndo ser que ..... cara demais. 14, (gostar) Vou conversar com cles embora eu M0 «ne. deles. 15. (fazet) Ele concorda em trabalhar conosco contanto que nés .. ..oque ele quer. | | ‘\ Foasidraara stnetate | Ue eu fque tod6 melnado, 2 C. Faga frases. aan <4 embora,. tenhamos mais luz na sala. para que Sy vocé permita, mesmo que \. ela cresca demais. caso \. ssi fil a fim de que * voeé nao queira, contanto que ela me dé sombra, antes que ele me pague pelo servigo. desde que voeés protestem. sem que chegue o inverno, andi ser que seja muito dificil. Vou cortar esta arvore D. Eu estou enganado? Impossivel! E impossivel que eu esteja enganado. 1. Eu estou errada? Impossivel! 2. Ele precisa saber a verdade! E melhor 3. Vocé sabe meu nome? E provavel que nao. 4, Eu vou embora agora. E necessario. 5. Ela quer mesmo trabalhar? Basta $0, 6. Ble deve pedir recibo. Convém que ele faga isso. 7. Ha erros em nosso trabalho? E bem possivel. 8. Ela precisa estar aqui as 10, Convém que ela faga isto. .. 9, Por favor, dé uma olhada em meu trabalho. Basta isso. 10. Ele precisa ler o regulamento de novo. E melhor que ele faca isso. ... 166 conto e sessentae seis E. Vocé esta conversando com um corretor de iméveis. Vocé esta explicando a ele 0 tipo de casa que vocé quer comprar. Fale sobre o bairro, as distancias, sobre a casa em si. . == Eu quero uma casa grande, embora minha familia seja pequena, E importante que a sala seja hem grande. E bom que...... ii | 7 uma sala bom / Basta que ... grande, Nao acha? / Mesmo que Para que Anno ser que F. (ajudar) Eu vou achar alguém que me ajude. 1. (Ser) Eu vou comprar um livro que__ interessante 2. (haver) Vamos & praia num domingo em que sol, 3. (saber) Eu nao conheco ninguém que __ falar bem dez linguas. 4, (explicar) O aluno precisa de um professor que Ihe © uso dos verbos, 5. (estar) $6 vou contratar um funciondtio cujos documentos em ordem 6. (querer) Estou procurando uma amiga que ir comigo a exposigao. G. Complete livremente. a, Com quem voeé quer easar? Estou procurando alguém que goste de mim. Estou procurando alguém com quem eu... Quero encontrar uma pessoa que b. Que livro voc quer ler? Eu quero ler um livro que c. Fale sobre a casa ou apartamento de seus sonhos, Eu quero morar numa casa que 4, Desereva 0 que vocé considera um emprego ideal. Eu preciso de um emprego em que €U sue ‘conto e sessenta e sete 167, e Por que é que ... Por que ... ? O que é que ... O que ...? Por que é qu t4 tio bravo? Oqueé quer? Por que vocé ¢sti tao bravo? O que vee quer? A. Diga de outra forma. 1.O que é que voc esté vendo? 1. seca 2. Do que 6 que vocé esta falando? 2 3. Por que é que vocé esta aqui? 3. 4, Onde & que voce trabalha? 5. Quem foi que vocé viu?* 4 5. 6. O que foi que vocé fez? Gs 7. Quando foi que aconteceu? 7. * Com 0 verbo no peril, as das formas aio usadas. ‘Quem foi que voed vu? Quem ¢ que vo’ vis? Eu via fexinoralimpando a eala, Eu vies ctiancas saindo da escola, 168 cento esesseniae ito B. Diga de outra forma. 1, Onde voe mora? 2. Quanto voeé quer ganhar? 3. Para quem vocé trabalha? 4, Por que vocé esta brava? 5. Quem chegou? 6. Quem disse isso? 7.0 que vocé disse? 8, Quando ele vai comegar? 9. Até quando vou esperar? 10. Quando voeé vem? 11. Quanto vocé deu? 12. Quando ela nasceu? 13, Onde vocé vai? 14, Onde voc foi? 15. O que vocé pediu? Contexto A outra noite Outro dia fuia S40 Paulo e resolvi voltar a noite, uma noite de vento sul e chuva, tanto lé como aqui. Quando vinha para casa de taxi, encontrei um amigo e 0 trouxe até Copacabana, e contei aele que ld em cima, além das nuvens, estava um luar lindo, de lua cheia; ¢ que as nuvens feias que cobriam a cidade eram vistas de cima, enluaradas, colchdes de sonho, alvas, uma paisagem irreal. Depois que 0 meu amigo desceu do carro, o chofer aproveitou um sinal fechado para voltar-se para mim: — O senhor vai desculpar, eu estava aqui a ouvir sua conversa. Mas, tem mesmo luar la em cima? Confirmei — Sim, acima da nossa noite preta, enlamagada e torpe havia uma outra — pura, perfeita¢ linda. — Mas que coisa ... Ele chegou a por a cabega fora do carro para ‘actly yi conto esessente nove 169 olhar 0 céu fechado de chuva, Depois continuou guiando mais lentamente. Nao sei se sonhava em ser aviador ou pensava em outra coisa. — Ora, sim senhor .. . E, quando saltei e paguei a corrida, cle me disse uma boa noite ¢ um “muito obrigado ao senhor”, tio sincetos, tio veementes, como se cu Ihe tivesse feito um presente de rei Rubem Braga A. Responda. 1. O autor escreveu esta crénica no Rio ou em Sio Paulo? 2. Ele escreveu a crénica em casa? 3."...Tanto li como aqui". La se refere a que cidade? E aqui? B. Certo ou errado? __1. Estava chovendo no Rio, 2. Em Sao Paulo, o tempo também estava feio. 3. 4.0 autor convidou o amigo a entrar no tixi, »pacabana, apesar da chuva, havia luar, cidade, vista de cima, estava linda. 6. A paisagem parecia irreal porque o autor estava sonhando, |_| 7.0 chofer conversou com os dois passageiros. _ 9. Quando o chofer comegou a conversar, 0 carro estava parado, 1 8. Quando o sinal fechou, 0 amigo desceu do e: 1 A conversa deixou o motorista mais feliz. = ae C. Leia 0 texto novamente e continue a explicagao. autor disse que havia dois mundos bem diferentes: 0 mundo acima das nuvens e o outro, a cidade, abaixo delas. O mundo acima .. | 170 conto esoienta