Você está na página 1de 7

Escola Secundária/3 de São Pedro do Sul ____________________________________ Projecto: “Escolhe…a linha da Vida”

ÍNDICE

Índice …………………………………………………………………………………………………… 1
“Introdução” ……...……………………………….……………………………………………….……. 2
Para quem? – Destinatários …………………………………………………………………………… 3
Porquê? - Razão da intervenção …………………………………………………………………….. 3
Para quê? e Como? ………………………………………………………………………………… 3
Quem faz? - Equipa responsável ……………………………………………………........................ 6
Quanto tempo? – Duração do projecto ………………………………………………………….…… 6
Avaliação do Projecto …………………………………………………………………………….…... 7

Maio 2008
Educar para estilos de vida saudáveis 1
Escola Secundária/3 de São Pedro do Sul ____________________________________ Projecto: “Escolhe…a linha da Vida”

Droga

“Substância natural ou sintética que quando introduzida num organismo vivo pode
modificar uma ou várias das suas funções”
(OMS)

Prevenir

“Uma pessoa bem informada tem menor possibilidade de usar drogas”.


(OMS)

A informação - desde que não esteja baseada no medo e nem seja repassada de
forma alarmista - é um dos instrumentos que contribui para a prevenção.
Por outro lado, a informação por si só não é suficiente para mudar o comportamento e
as atitudes das pessoas. Para que isso seja possível é fundamental que seja dada
atenção para os aspectos afectivos bem como para as necessidades pessoais/sociais
do indivíduo.

Maio 2008
Educar para estilos de vida saudáveis 2
Escola Secundária/3 de São Pedro do Sul ____________________________________ Projecto: “Escolhe…a linha da Vida”

Para quem? - Destinatários

• Jovens com idades compreendidas entre os 12/13 anos e os 15/16 anos, que frequentam o
terceiro ciclo do ensino básico
• Pais e Encarregados de Educação
• Pessoal não docente

Porquê? - Razão da intervenção

A Promoção da Saúde é, hoje em dia, consensualmente definida como «um processo que visa
criar as condições que permitam aos indivíduos e aos grupos controlar a sua saúde, a dos grupos onde
se inserem e agir sobre os factores que a influenciam» (Carta de Otava, 1986).

• Por terem sido identificados grupos de risco, na comunidade escolar.


• Por ser importante prevenir possíveis casos de consumo esporádico ou permanente.

• Porque a escola é um local privilegiado para uma intervenção preventiva.

• Porque é importante que os jovens adquiram a capacidade de escolher por si próprios e


obtenham estilos de vida saudáveis.
• Para que os Encarregados de Educação, com o que já sabem e com o que podem aprender,
no decorrer do projecto sejam melhores educadores e parceiros mais qualificados das escolas.

Para quê? e Como?

• Para que os conteúdos e as competências programáticas abaixo indicadas sejam


convenientemente abordadas e adquiridas pela comunidade escolar.

Conteúdos Competências
1. Saúde individual e – Compreender os conceitos de saúde e de qualidade de vida.
comunitária – Reconhecer o conceito de saúde individual e comunitária.
1.1. Indicadores do estado de – Reconhecer que saúde e qualidade de vida implicam um
saúde de uma população compromisso pessoal, com os outros e com o meio ambiente.
1.2. Medidas de acção para a – Identificar indicadores do estado de saúde de uma população.
promoção de saúde – Conhecer medidas de prevenção para a saúde.
– Inferir hábitos de vida saudável.
– Assumir comportamentos promotores de saúde.

Maio 2008
Educar para estilos de vida saudáveis 3
Escola Secundária/3 de São Pedro do Sul ____________________________________ Projecto: “Escolhe…a linha da Vida”

3. Organismo humano em – Conhecer hábitos de vida saudáveis.


equilíbrio – Reconhecer a existência de comportamentos que interferem no
3.5. Opções que interferem no equilíbrio do organismo.
equilíbrio do organismo (tabaco, – Conhecer alguns efeitos sobre a integridade física e/ou psíquica
álcool, higiene, droga, resultantes do consumo de substâncias nocivas para o
actividade física, alimentação) organismo.
– Assumir uma atitude crítica face aos comportamentos que
comprometem o equilíbrio do organismo.
– Justificar a necessidade de adopção de comportamentos
promotores de saúde.
– Aplicar conhecimentos a novas situações.
– Fundamentar as suas opiniões recorrendo a terminologias
científica e técnica correctas.
– Assumir comportamentos promotores de saúde.

• Para dinamizar a temática das SPA’s serão dinamizadas as seguintes actividades de modo a
satisfazerem os respectivos objectivos.

Objectivos Actividades
- Contribuir para a formação dos professores - Acção dinamizada por formadores externos.
envolvidos no projecto “Escolhe …a linha da - Reuniões frequentes entre a equipa dinamizadora
Vida”. do projecto e os colaboradores (para promover a
- Clarificar conhecimentos, opiniões, valores e troca de conhecimentos).
atitudes.
- Informar os EE dos objectivos do projecto e - Acções dinamizadas por formadores externos.
envolvê-los nos processos de implementação. - Comunicação escola-família (envio de informações,
uma vez por período, para os EE, focando a
temática do projecto e os assuntos abordados
pelos alunos.
- Identificar os interesses e conhecimentos dos - Questionário anónimo-
alunos - Brainstorming.
- Caixa da Saúde (perguntas / sugestões).
- Jogos para aferir conhecimentos.
- Promover estilos de vida saudáveis. - Realização de uma caminhada, por um dos
- Proporcionar aos jovens e adultos estratégias percursos pedestres da região de Lafões: “Caminha
que lhes permitam tirar partido da vida, pela tua saúde … O teu coração agradece!”.
evitando o consumo de SPA’s. Dia Mundial do Coração (29 Set.)
- Favorecer a aquisição de informações e - Realização de uma palestra, para pais, EE, pessoal
competências que permitam estabelecer a não docente e professores envolvidos no projecto,
ponte entre a educação para a saúde na dinamizada pela Dra Ester Vargas, presidente da
escola e em casa CPCJ.
Dia Mundial Contra (a Pobreza e) a Exclusão Social
(17 Out.)
- Compreender que o direito à saúde quer - Promover um debate, nas turmas, sobre o direito à
individual, quer colectiva depende de cada um saúde e os direitos e liberdades individuais na
de nós, devendo ser preservado e promovido. sociedade, usando o consumo de tabaco como
- Compreender que, por vezes, há necessidade exemplo.

Maio 2008
Educar para estilos de vida saudáveis 4
Escola Secundária/3 de São Pedro do Sul ____________________________________ Projecto: “Escolhe…a linha da Vida”

de limitar, ou condicionar, determinados - Exposição de painéis alusivos aos Direitos


direitos e liberdades individuais, sempre que Humanos
existam graves prejuízos para a saúde das Dia Internacional da Tolerância (16 Nov.)
outras pessoas.
- Compreender que as dependências impedem a
liberdade de escolha.
- Reconhecer que não fumar corresponde à - Fazer um pequeno questionário anónimo, na
norma social. escola e na comunidade, sobre os conhecimentos e
- Reconhecer que a maioria dos fumadores quer as atitudes associadas ao consumo e à exposição
parar de fumar. ao fumo do tabaco.
- Reconhecer que os não fumadores se podem - Analisar e discutir as respostas obtidas.
sentir incomodados pelo fumo dos outros. - Preparar materiais e conteúdos informativos sobre
o tema para divulgar à comunidade educativa, no
painel do Espaço Saúde, no jornal e no portal da
escola.
Dia Mundial do Não Fumador (17 Nov.)
- Aprender a ser assertivo e a resistir à pressão - Realizar um exercício de role-play.
dos pares. Situação – Um jovem não fumador é pressionado
- Respeitar opiniões divergentes da sua. pelos colegas para fumar um cigarro.
Deve encontrar argumentos e soluções para
recusar o consumo.
- No final, deve seguir-se um período de discussão.
Os próprios alunos que realizaram o exercício
devem exprimir o que sentiram durante o exercício.
- Analisar as técnicas de marketing da indústria - Recolher recortes de revistas ou jornais com
do tabaco, os grupos-alvo desse marketing e imagens de pessoas a fumar.
os modelos sociais associados ao consumo. - Discutir sobre o que leva as pessoas a começar e a
continuar a fumar.
- Discutir em grupo os resultados da pesquisa
efectuada.
- Aumentar a informação e a consciência sobre - Realizar uma pesquisa sobre os efeitos do
os malefícios do tabaco e os danos consumo de tabaco no ambiente e a poluição
ambientais: desflorestação, aumento dos ambiental provocada por estes produtos.
resíduos químicos tóxicos, poluição do ar - Apresentar os resultados dessa pesquisa sob a
interior. forma de uma projecção para os restantes alunos,
- Aumentar a consciência sobre a seguida de debate.
responsabilidade individual na preservação do
meio ambiente.
- Assumir e divulgar comportamentos - Apresentação de spots publicitários, sujeitos a
promotores de saúde. concurso, sobre a prevenção do uso de SPA’s
- Fundamentar as suas opiniões recorrendo a Dia Mundial da Saúde (7 Abril)
terminologias científica e técnica correctas.
- Alargar a divulgação do projecto
- Reconhecer a importância da publicidade na
transmissão da mensagem.
- Promover prevenção do consumo de álcool e - Realização de uma palestra, para pais, EE,
drogas, designadamente no que diz respeito professores e alunos envolvidos no projecto,
ao perigo da sua associação à condução de dinamizada pela Escola Segura.
veículos, de modo a melhorar a segurança - Divulgação de mensagens contendo informação
rodoviária. sintetizada sobre os efeitos das SPA’s, na
capacidade de condução (em poster e folhetos de
reduzidas dimensões).
Dia Mundial do Trânsito (5 Maio)
- Proporcionar aos jovens e adultos estratégias - Realização, ao longo de todo o ano lectivo, em
que lhes permitam tirar partido da vida, algumas turmas do terceiro ciclo, nas aulas de Área
evitando o consumo de SPA’s. de Projecto e Formação Cívica, de dinâmicas no

Maio 2008
Educar para estilos de vida saudáveis 5
Escola Secundária/3 de São Pedro do Sul ____________________________________ Projecto: “Escolhe…a linha da Vida”

- Informar a comunidade, quer através de âmbito da prevenção do uso de SPA’s.


informação escrita quer através da - Criação do Clube da Saúde
disponibilidade de técnicos preparados para o - Produção de artigos, pela equipa envolvida no
efeito, das consequências do consumo de projecto, para divulgação das actividades, no jornal
SPA’s na saúde, na família e na sociedade, e e no portal da escola.
sobre as medidas que podem ser tomadas - Criação de um blog de educação para a saúde e
para prevenir e minimizar os danos. constante actualização do mesmo.
- Divulgar do projecto “Escolhe …a linha da - Realização de materiais para a comunidade escolar
Vida”. e envolvente: cartazes, folhetos, t-shirt’s, …
- Divulgar o serviço Linha VIDA – SOS
Drogas/IPDT.

Quem faz? - Equipa responsável

• Coordenadora da Educação para a Saúde

• Equipa do projecto, constituída por uma professora de Biologia, um professor de Educação


Física, alguns Directores de Turma e professores de Área de Projecto do 7º, 8º e 9º anos de
escolaridade
• Pais e Encarregados de Educação
• Associação de pais
• Pessoal não docente

 A implementação do projecto apenas é viável com o desenvolvimento de parcerias com


estruturas exteriores à escola, nomeadamente:
• Centro de Saúde
• Autarquia
• Instituto Português da Juventude

• IDT – Viseu

• ONG’s

Quanto tempo? – Duração do projecto

• Este projecto será implementado no ano lectivo 2008/2009, com alguns alunos que frequentam
o sétimo, oitavo e nono anos de escolaridade.

Maio 2008
Educar para estilos de vida saudáveis 6
Escola Secundária/3 de São Pedro do Sul ____________________________________ Projecto: “Escolhe…a linha da Vida”

• O projecto poderá ser sujeito a várias reformulações, ao longo da sua implementação, tendo
em conta as necessidades do público-alvo e as dificuldades encontradas na sua
implementação.

Avaliação do Projecto

• Ao longo do ano será feita uma avaliação qualitativa e contínua, através da observação do
interesse e empenho manifestado pelos alunos e por todos os intervenientes no projecto.
• No final de todas as acções de formação, serão utilizados questionários para avaliar o
interesse e a pertinência dos temas tratados e sugestões para futuras iniciativas. A análise
destes questionários contribuirá para a elaboração de um relatório onde constarão, entre
outros aspectos, os pontos fortes, as áreas e acções de melhoria a implementar, promovendo
a continuidade do projecto.
• Ter em conta o grau de informação conseguido e a mudança de atitudes e comportamentos.

− Decréscimo do consumo de SPA’s, em particular o álcool e o tabaco.

− Aumento da preocupação com as questões ligadas à saúde física e psíquica.

− Aumento da preocupação com os perigos associados ao consumo de SPA’s.

− Aumento da percepção sobre os mecanismos associados às tomadas de decisão.

− Maior capacidade e aumento/reforço da argumentação para evitar situações de oferta ou


de consumo.

− Aumento da capacidade de interajuda por parte dos indivíduos não consumidores.

− Aumento da participação das famílias no processo de discussão sobre SPA’s, através da


criação de um maior espaço de diálogo e comunicação familiar.

− Aumento da participação dos pais na vida dos filhos (lúdica/recreativa).

• No final do ano lectivo, será novamente distribuído o questionário aos alunos, para verificar se
houve progressos nas respostas e os objectivos do projecto foram conseguidos.

São Pedro do Sul, 28 de Maio de 2008

A Formanda
_________________
(Lina Martins)

Maio 2008
Educar para estilos de vida saudáveis 7