Você está na página 1de 3

IP/07/1066

Bruxelas, 11 de Julho de 2007

Comissão adopta Livro Branco sobre o desporto

A Comissão Europeia adoptou hoje a sua primeira iniciativa abrangente


em matéria de desporto. O Livro Branco tem por objectivo definir uma
orientação estratégica para o papel do desporto na UE. Reconhece a
importantes função social e económica do desporto, respeitando
simultaneamente os requisitos da legislação comunitária. O Livro Branco
é o resultado das consultas aprofundadas realizadas nos últimos dois
anos com organizações desportivas, tais como os comités olímpicos e as
federações desportivas, e com os Estados-Membros e outras partes
interessadas, incluindo uma consulta em linha, lançada em Fevereiro
deste ano, à qual a Comissão recebeu 777 respostas.

O Comissário Ján Figel, responsável pela educação, formação, cultura e


juventude, incluindo o desporto, afirmou: «Este Livro Branco é o contributo da
Comissão para o debate europeu sobre a importância do desporto nas nossas
vidas quotidianas. Permite uma maior visibilidade do desporto na definição das
políticas da UE, aumenta a sensibilização para as necessidades e especificidades
do sector do desporto e identifica uma nova acção adequada a nível
comunitário».
O Comissário concluiu: «A aplicação do Livro Branco pode ajudar a preparar o
terreno para a acção futura da UE de apoio ao sector do desporto, dado que o
recente Conselho Europeu reabriu a possibilidade de uma disposição no Tratado
sobre desporto».
O Livro Branco sobre o desporto é a primeira iniciativa abrangente da
Comissão no domínio do desporto.
O Livro Branco respeita o princípio da subsidiariedade, a autonomia das
organizações desportivas e o actual quadro jurídico da UE. Desenvolve o conceito
de especificidade do desporto nos limites das actuais competências da UE.
A iniciativa contribui para a clareza jurídica no que se refere às partes
interessadas. Pela primeira vez, a Comissão faz o ponto da situação da
jurisprudência do TEJ e das decisões da Comissão no domínio do desporto.
O Livro Branco propõe igualmente acções concretas num plano de acção
pormenorizado baptizado «Pierre de Coubertin». O plano de acção aborda, em
especial, os aspectos sociais e económicos do desporto, como a saúde pública, o
educação, a inclusão social, o voluntariado, as relações externas e o
financiamento do desporto.
Está previsto um diálogo estruturado com as organizações desportivas, tais
como federações desportivas europeias e organizações de coordenação
europeias e nacionais e como os comités olímpicos europeus e nacionais, bem
como com organizações europeias não governamentais no domínio do desporto.
O Livro Branco guiará a Comissão nas suas actividades relacionadas com o
desporto durante os próximos anos. As propostas previstas no Plano de Acção
incluem, nomeadamente:
• Desenvolver novas orientações para a actividade física e criar uma rede
europeia plurianual de promoção das actividades físicas benéficas para a
saúde.
• Facilitar uma abordagem coordenada da UE na luta contra a dopagem,
por exemplo mediante o apoio à criação de uma rede das organizações
nacionais antidopagem.
• Introduzir a atribuição de um rótulo europeu às escolas que activamente
apoiem actividades físicas.
• Lançar um estudo sobre o voluntariado no desporto.
• Melhorar as oportunidades de apoio à inclusão e integração sociais
através de actividades desportivas, mobilizando programas e fundos da
UE, tais como Progress, Aprendizagem ao Longo da Vida, Juventude em
Acção, Europa para os Cidadãos, Fundo Social Europeu, Fundo Europeu
de Desenvolvimento Regional e Fundo Europeu de Integração.
• Promover o intercâmbio de informação operacional e experiência prática
entre os serviços responsáveis pela aplicação da legislação e as
organizações desportivas no que se refere à prevenção de incidentes
violentos e racistas.
• Promover a utilização do desporto como um instrumento da política de
desenvolvimento da UE.
• Desenvolver, em conjunto com os Estados-Membros, um método
estatístico europeu para medir o impacto económico do desporto.
• Realizar um estudo sobre o financiamento, tanto público como privado, do
desporto de massas e do desporto para todos nos Estados-Membros e
sobre o impacto das constantes mudanças neste domínio.
• Realizar uma avaliação para apresentar um panorama claro das actividades
dos agentes dos jogadores na UE e uma avaliação sobre a eventual
necessidade de acção a nível comunitário.
• Constituir uma estrutura de diálogo mais eficiente sobre o desporto a nível
da UE, incluindo a organização anual de um Fórum Europeu do Desporto.
• Propor aos Estados-Membros o reforço da cooperação política em matéria
de desporto através de uma Agenda Recorrente reforçada, de prioridades
comuns e de uma notificação regular aos ministros do desporto da UE.
• ncentivar a criação de comités europeus de diálogo social no sector do
desporto e apoiar empregadores e trabalhadores a este respeito.
O Livro Branco sobre o desporto será agora transmitido ao Parlamento Europeu,
ao Conselho, ao Comité Económico e Social Europeu e ao Comité das Regiões e
os resultados das respectivas análises serão apresentados aos ministros do
desporto da UE.
Em Outubro, a Comissão organizará uma conferência para discutir o Livro Branco
com as partes interessadas no domínio do desporto.
O Livro Branco está disponível em
http://ec.europa.eu/sport/index_en.html
Ver também: MEMO/07/290.