Você está na página 1de 3

29/06/2016

29/06/2016 ::MeioAmbiente eioAmbiente Techoje­Asconseqüênciasdaineficazlegislaçãoambientalbrasileira Biblioteca:

::MeioAmbiente

eioAmbiente

Techoje­Asconseqüênciasdaineficazlegislaçãoambientalbrasileira

Biblioteca: cadastrar|login

Artigos Autores
Artigos Autores
Biblioteca: cadastrar | login Artigos Autores assinar (119) Vídeos(0) Podcast(1) Livros(7)
(119)
(119)

Vídeos(0)

Livros(7)
Livros(7)
(119) Vídeos(0) Podcast(1) Livros(7) Arquivos(6)

nseqüênciasdaineficazlegislação

entalbrasileira

oFernandoPinheiroPedro

o

Eco21

oFederal,nosúltimosmeses,seenvolveueminúmerasações

óriasqueseestendemdesdeconcessõesdelicençasambientaisantes

aobrasdeenormesignificânciaestratégicaatéacisõesestruturais

menteinócuas,comoacriaçãodoInstitutoChicoMendesemdesfavordo

ncionaldoIBAMA.Issocomoreaçãoàspressõesdasociedadecivile

dosetoreconômicobrasileiro,quevivem,ainda,umgargaloburocrático

cionado,emquepesemosesforçosanunciados.

r,oGovernotemapenasreagidopaliativamenteàpressãonapontado

demandasambientaisnanossaeconomia,sem,noentanto,adotar

estruturais,visandosoluçãodoproblema.Háfaltadeclarezanosrumosde

líticaambiental,sejapelofatodoMinistériodoMeioAmbiente,atéagora,

mpornocenárioestratégicoadministradopelonúcleodoexecutivofederal,

chefiadoGovernoFederalestarinseguraquantoaoefetivopapelda

ambientalnoplanejamentodesuaspolíticas,planoseprogramas.

indefiniçãoreflete­senadevidaobediênciaàsregraslegais,porpartedos

eplanejamentodepolíticasdeGoverno,quenãodefinemo“como

”eo“comointerpretar”,necessáriosàconduçãodosprojetosdeinteresse

ldoPaís.Aomissãoexpõeosservidoresencarregadosdeimplementar

projetosdeimpactoambiental,oIBAMA,asagênciasdecontroleambiental

seautoridadesmunicipaisapressõesdetodaordem,pornãoseter

oseguranoentendimentodanossalegislaçãoambiental.

,porexemplo,sofreconstantepressãoparalicenciarobrasantes

asporórgãosestaduais.Municípiosencontramdificuldadedeassumirsua

nciaconstitucionalparafiscalizarelicenciarempreendimentos,vitimados

litoscomautoridadesestaduaisecomoIBAMA.Emreaçãoàceleuma

a,surgeumacampanha,conduzidaporsetoresdoMinistérioPúblico,e

porparceladoJudiciário,parafederalizarconflitosdelicenciamento,

essareaçãonãodesgastassemaisaindaasbasesestruturaisdenosso

econtroleambiental.

oaconteceporfaltadeumaLeicomplementarqueponhafimaesses

dimentosquantoanormasdecooperaçãoentreentesfederados,vácuo

fragilizaoatualSISNAMAefazsurgirposiçõesradicalizadasquantoà

danormaconstitucional.

dopróprioSISNAMA,apardesuasfragilidadesestruturais,

oriamente,identificamosatividadenormativafrenéticanoCONAMAeem

gãosregulamentadoressetoriaiseregionais,síndromecomportamentalque

averdadeira“febrelegisferante”,resultandonaediçãoaleatóriaecartorial

rias,circulareseresoluçõesdevalidadejurídicaquestionável,eficácia

eefetividaderisível.Nessecampo,observamosperigosainversãodo

dareservalegalconstitucional.Valedizer:paraosorganismosdegestão

mbiental,tudoépermitidoquandonãoháproibiçãoexpressanaLei

29/06/2016

Techoje­Asconseqüênciasdaineficazlegislaçãoambientalbrasileira

ntodevistapsicológico­gerencial,éfácildiagnosticarqueosistema

degestãoambientalestá“compensando”suafrustraçãopornãoconseguir

adegradação,comumtsunamidemedidasnormativaspuramente

ais.

didassetraduzememmaispapel,maisburocracia,maisineficiência;no

criamumhorizonteformal,fictício,quemaquiaadurarealidadeque

estoresambientais,pornãopoderemresolvê­la,negam­seaver.Em

vivemosumasublimaçãooficialcomefeitosburocráticos.Sobomantoda

ão”,porexemplo,estamosconstruindoumambientenormativoe

amentalpúblico,queconspiracontraacontinuidadedoEstado

ticodeDireito.

umarevisãoabsolutadaLegislaçãoAmbientalBrasileira,poisaatualnão

demandaambientalnacional,pornãorespeitarasdiferençasregionaiseo

ederativoconstitucional.Damesmaforma,porémdeformaarticulada,é

orevisarosistemaerigidonessamesmabaselegal.

plodessadissonânciaéaexistência,aindadeumúnicoCódigoFlorestal

óbviasrazõescronológicaseideológicas,nãoguardamaisqualquer

ndênciacomoqueseesperadeumanormageralfederal,nostermosde

nstituição;Códigoesseemendado,remendadoedeformado,quemuitos

etendemtornarválidoparaosmaisdiversosbiomas,geomorfologiassócio­

casregionais,florestasurbanaseremanescentesincrustadosemmunicípios

dos,conturbadosouisoladosdenossoterritório­continente

da:grandepartedasmolas­mestrasdagestãoambientalbrasileira

je,sendoconstruídapormerasresoluçõesdoCONAMA,que,difuso

àsuacomposiçãopolíticaoutécnica,pecapelafaltadequalidade

a,pelapoucarepresentatividadee,nãoraro,revelaemmuitasde

cisõesordinárias,faltadecompromissotécnicocomospróprios

governamentaisquedeveriaconduzir(muitasvezesporapego

coaideaisdoutrináriosinvocadosemclimadeassembléia

til,ouemmanobrasprocrastinatóriasocasionaiseapaixonadasque

mbrammomentosmesquinhosdenossostradicionais

ntos).

efaçamosumareformaestruturalquecomecepelabasedenosso normativo.Serianecessárioestabelecernormasdecooperação

entesfederados,comodeterminaoArtigo23daConstituição

postoqueamatériaambientalédecompetênciaadministrativa

atodos:União,Estados,DistritoFederaleMunicípios.Deveríamos,

stabelecerregrasquedelineassemediferenciassemnormageralde

específica,demaneiraanãoseconfundir,porexemplo,limitese

nsdefaixasdepreservação,índicesdeconcentraçãodepoluentes

alidadeambiental,quepodememanardenormassetoriais,

isemesmomunicipais,comosinstitutosnosquaiselesse

,matériaquecompeteaoâmbitodasnormasgeraisfederais.

maranhadolegalemvigor,devemosreconhecerqueoqueaindase oesqueletooriginaldaPolíticaNacionaldeMeioAmbiente(Lei

6.938/81),osinstrumentosdaPolíticaNacionaldeRecursos

eaLeideCrimesAmbientais(devidamentemoldadapela

dência).Osproblemasadvindosdaaplicaçãodalegislaçãoambiental

mmenosaessasLeisemaisàsindefiniçõeseconflitosoriginados

aisregrasbaixadasnosúltimostrintaanos.

quedevemossomaresforçosparaconsolidartudoisso,ouiniciar josoesforçoderevisãoereformalegislativa,deformasistemática.

tentativadefazerumaconsolidaçãodeleisambientaisfoihá13

ormeiodeumainiciativadoPresidenteCollordeMello.Naocasião,a dosAdvogadosdoBrasilorganizouumaComissãoInterdisciplinar, ahonradepresidiremparceriacomoPromotordeJustiçaPaulista HermanBenjamim,queformulouumapropostadeconsolidaçãode

maproximadamente400Artigos,enviadaàPresidênciada

aàsvésperasdaConferênciadasNaçõesUnidassobreMeio

teeDesenvolvimento(RIO’92).

ropostadeumaLeiComplementarinstituindoumanovaPolítica lMeioAmbiente,contendoasdesejadasnormasdecooperação,foi

tadatambémaoGovernoFederalnoanode1992,resultadodeum

intensivodeumaComissãoEspecialdoCONSEMA(Conselho

ldeMeioAmbientedeSãoPaulo),Comissãoaqualtambémtivea

epresidir,comorepresentantedaOrdemdosAdvogadosdoBrasil

29/06/2016

colegiado.

Techoje­Asconseqüênciasdaineficazlegislaçãoambientalbrasileira

3,foielaboradaeapresentadaumanovaproposta,batizadade

NacionaldeMeioAmbiente”eproduzidaporumacomissãooficial

asetécnicos,presididapeloentãoSecretáriodeEstadodoMeio

te,EdisMilaré,ComissãonomeadaporDecretodoGovernadordo

deSãoPaulocomoapoiodoMinistériodoMeioAmbienteeda

iaLegal.EssaComissão,quetiveahonradetambémintegrar,

uumapropostaemparteinspiradanosdocumentosanteriormente

(conformereconheciamosconsiderandosdoDecretoEstadualquea

Oresultado,noentanto,foidosmaisprofícuos;emboraoGoverno

deentãonãotenhaadotadoapropostacomoumProjetodeLei.

rrerdosanosseguintesdo“CódigoNacionaldeMeioAmbiente” estacadoscapítulos,queacabaramporconstituirdiplomaslegais

moshojeemvigor–exemplomaioréaprópriaLei9.605/98–Lei

esAmbientaiseInfraçõesAdministrativascontraoMeioAmbiente.

mente,aConsolidaçãodasLeisAmbientaisfoiencaminhadacomo

deLeipeloDeputadoFederalBonifácioAndrada(PSDB/MG),e,

nte,encontra­seemanálisenoCongressoNacional.Oconteúdodo

portunidadedoprocessolegislativosãosuficientesparafazeruma

oenxutaeexcelente.Oesforçoparaumaconsolidação,ouuma

legislativaeficazecorajosa,portanto,urge!

eembaraço,queimpedeareformulaçãodenossalegislação

al,encontra­senaprevisívelreaçãodossetoresretrógradosdo

ntoambientalistaedostecno­burocratasencasteladosnoPoder

quepreferemmanterosentravesburocráticosaoriscodeperder

uveranormaflexibilizadaemumareformaquelhestolhaopoder.

maistempooBrasiladiarareformulaçãodalegislaçãoambiental,

eráoprejuízoparaaeconomiaeparaoEstadoDemocráticode

caçãodo:IETEC­InstitutodeEducaçãoTecnológica­R.TomédeSouza,1065,Savassi

223­6251­(31)3116­1000