Você está na página 1de 3

A Metafísica é a parte da filosofia que estuda a causa última e os princípios
primeiros e mais universais da realidade.
Porém, a Metafísica, como parte da Filosofia, irá estudar aquilo que todas as
coisas que existem têm em comum: o ser.

Metafísica geral, Teologia Natural. Podemos dizer, então, que a metafísica
geral, ou ontologia, se ocupa da natureza e constituição da realidade, bem
como de sua estrutura, com os conceitos mais gerais, ao passo que a metafísica
especial, ou teologia, se ocupa da existência de entidades como Deus.

Metafísica geral - estuda os modos e estruturas do ser dos entes (ato de ser e
essência, substância e acidentes, ato e potência, matéria e forma, a causalidade e
os transcendentais)
Teologia Natural - estudo de Deus como Ser subsistente e Causa Primeira do
ser dos entes (partindo do ser dos entes visíveis, chega a Deus como causa da
existência dos mesmos), através da evidência intelectual (difere da Teologia
Sobrenatural, que usa como base a Revelação Divina);



“Aristóteles chamava sua disciplina de “filosofia primeira” ou “teologia”
Mas enquanto a ciência se volta para a natureza e estrutura das substâncias
materiais, a metafísica estuda a substância imaterial.
Aristóteles também define a metafísica como o estudo do “ser enquanto ser”

O CONHECIMENTO DE DEUS

a) Espontâneo – dedução intuitiva, através da observação da própria alma e
da ordem do Universo (pré-científico) .
b) Filosófico – demonstração racional e discursiva da existência de Deus,
aperfeiçoando o conhecimento espontâneo (científico)
1) Sobrenatural:
a) Fé – baseado na revelação Divina (lumen fidei).
b) Visão Beatífica – própria da vida eterna, em que se vê a Deus
diretamente (lumen gloriae)
A Teologia Natural estuda Deus sob o prisma meramente racional, ou seja, como
demonstrar sua existência e compreender seus atributos apenas com a luz natural
da razão.

ou seja. em grego).A Teologia Sobrenatural – a partir da revelação . método de estudo da teologia filosófica. os testemunhos de Deus que são oferecidos pela natureza e pela história. discute o valor deles. tais . em particular a filosofia da religião. a teologia dogmática e a teologia filosófica. tal como ele pode ser reconhecido pela inteligência humana através dos fenômenos deste mundo. argumentativa. a teologia filosófica estuda Deus partindo das criaturas. através da experimentação e raciocínio. a história das religiões. natureza.estuda principalmente as verdades que ultrapassam a razão humana. A Teologia utiliza-se da Filosofia como instrumental para aprofundar nos dados da fé. teologia filosófica considera Deus em sua essência. em seus atributos e em suas obras. o segundo. em sua natureza. formulando as verdades reveladas (dogmas) de forma compreensível à razão humana (nos limites dessa compreensão). contraposição entre Ciência e Fé: É também denominada de Teodicéia (“Justificação de Deus”. atributos. A pesquisa da teologia filosófica se desenvolve no interior da filosofia da religião e da metafísica. mas o seu objeto formal não coincide com o dessas duas disciplinas. Definição da teologia filosófica (Teodicéia) Numerosas disciplinas ocupam-se de Deus.  1. a teologia filosófica é o estudo racional de Deus. mas que não a contradizem. e o seu único instrumento cognitivo para se aproximar de Deus é a razão humana (não a fé) reflexiva. da realidade humana e de tudo o que acontece neste mundo. portanto. através do testemunho de Deus na Sagrada Escritura e Sagrada Tradição). os sinais. a metafísica. crítica: avalia atentamente as pistas. Ciência e Fé: são apenas dois caminhos distintos para se chegar à mesma verdade (o primeiro. buscando conhecer e explicar a Deus como causa dos entes: chegar ao Criador (causa) através das coisas criadas (efeito). Não pode haver. operações de Deus. é o estudo da existência.

defesa de Deus). . autor do famoso Essais de théodicée – teses de teodicéia. A expressão foi introduzida por Leibniz. no qual defende Deus das objeções que podem ser levantadas contra ele como responsável pelas tragédias. teodicéia (do grego theós = Deus e dike = defesa. pelo mal e pela perversidade do mundo. Segundo a linguagem da Escolástica: o objeto material da teologia filosófica é Deus. pelos horrores.como podem ser captados pela inteligência humana ao refletir sobre os fenômenos (todos os fenômenos) que podemos experimentar neste mundo. objeto formal é a reflexão racional (luz da razão). assim.