Você está na página 1de 2
TÉCNICO CONCOMITANTE EM EDIFICAÇÕES ELETRICIDADE APLICADA – Semestre:

TÉCNICO CONCOMITANTE EM EDIFICAÇÕES ELETRICIDADE APLICADA Semestre:

2ª LISTA DE EXERCÍCIOS Potencial Elétrico Prof. Marcus Lopes ALUNO:

Entrega: 23/08/2016 Vale Nota de 0 à 10.

1. Uma região isolada da ação de cargas elétricas recebe uma partícula eletrizada com carga de 2,0 nC. Considere um

ponto A, a 20 cm dessa partícula. Calcule:

(a)

o potencial elétrico em A;

(b)

a energia potencial adquirida por uma carga puntiforme de + 3,0 µC, colocada em A.

Dado: constante eletrostática do meio = 9,0 · 10 9 N.m 2 .C 2 .

2.

o

Em um ponto A distante 45 cm de uma carga elétrica puntiforme Q, o potencial assume o valor 5,0·10 4 V. Sabendo que

meio que envolve a carga é o vácuo, determine o valor de Q. Dado: constante eletrostática do meio = 9,0 · 10 9 N.m 2 .C 2 .

(Ufla-MG) O diagrama potencial elétrico versus distância de uma carga elétrica

puntiforme Q no vácuo é mostrado a seguir. Considere a constante eletrostática do

vácuo k 0 = 9·10 9 N·m²/C². Pode-se afirmar que o valor de Q é:

3.

a) +3,0 · 10 12 C

d) +0,1 · 10 9 C

b) +0,1 · 10 12 C

e) 3,0 · 10 12 C

c) +3,0 · 10 9 C

e) – 3,0 · 10 – 1 2 C c) +3,0 · 10 – 9 C

4. Nos vértices A e B do triângulo equilátero representado a seguir, foram fixadas duas

partículas eletrizadas com cargas Q A = + 6,0 µC e Q B = 4,0 µC. Considerando a constante

eletrostática do meio igual a 9,0·10 9 N.m 2 .C 2 , determine:

a) a energia potencial elétrica armazenada no sistema;

b) o potencial elétrico resultante no vértice C;

c) a energia potencial adquirida por uma carga de prova q = + 2,0 mC, ao ser colocada no

vértice C.

carga de prova q = + 2,0 mC, ao ser colocada no vértice C. 5 .

5. Quando um elétron se move de A até B ao longo da linha de campo elétrico mostrada na figura ao

lado o campo elétrico realiza um trabalho de 3,94 x 10 -19 J sobre ele. Quais são as diferenças de potencial elétrico: a) V B V A ; b) V C V A e c) V C V B ?

A ; b) V C – V A e c) V C – V B ?

6. Em um relâmpago típico, a diferença de potencial entre uma nuvem e a terra é de 1,0 x 10 9 V e a quantidade de carga

transferida é de 30 C. (a) Qual é a variação de energia da carga transferida? (b) Se toda a energia liberada pudesse ser usada para acelerar um carro de 1000 kg a partir do repouso, qual seria sua velocidade escalar final? (c) Que quantidade de gelo, a 0º C, derreteria se toda a energia liberada pudesse ser usada para tal fim? O calor de fusão do gelo é 3,3 x 10 5 J/kg.

7. Considere uma carga pontual q = 1,0 µC, o ponto A a uma distância d 1 = 2,0 m de q e o ponto B a uma distância d 2 =

1,0 m de q. (a) Se A e B estão diametralmente opostos, como na figura (a) abaixo, qual é a diferença de potencial elétrico

V A V B ? (b) Qual é a diferença de potencial elétrico se A e B estão localizados como na figura (b) abaixo?

se A e B estão localizados como na figura ( b ) abaixo? 8 . A

8. A figura mostra duas cargas elétricas puntiformes Q 1 = + 10 -6 C e Q 2 = 10 -6 C localizadas nos vértices de um triângulo equilátero de lado d = 0,3 m. O meio é o vácuo, cuja constante eletrostática é k0 = 9 · 10 9 N.m²/C². O potencial elétrico e a intensidade do campo elétrico resultantes no ponto P são, respectivamente:

a) 0 V; 10 5 V/m. b) 3 · 10 4 V; 3 · 10 5 V/m. c) 6 · 10 4 V; 2 · 10 5 V/m. d) 0 V; 3 · 10 5 V/m. e) 6 · 10 4 V; 10 5 V/m.

3 · 10 5 V/m. c) 6 · 10 4 V; 2 · 10 5 V/m.

9. Uma região isolada da ação de cargas elétricas recebe uma partícula eletrizada com carga de 2,0 nC. Considere um ponto A, a 20 cm dessa partícula. Calcule: (a) o potencial elétrico em A; (b) a energia potencial adquirida por uma carga puntiforme de +3,0 µC, colocada em A. Dado: constante eletrostática do meio = 9,0 · 10 9 N m 2 C -2

10. Entre duas placas eletrizadas dispostas horizontalmente existe um campo elétrico

uniforme. Uma partícula com carga de 3,0 µC e massa m é colocada entre as placas, permanecendo em repouso. Sabendo que o potencial da placa A é de 500 V, que a placa B está ligada à terra, que a aceleração da gravidade no local vale 10 m/s 2 e que a distância d entre as placas vale 2,0 cm, determine a massa m da partícula.

as placas vale 2,0 cm, determine a massa m da partícula. 11 . Uma esfera condutora

11. Uma esfera condutora de 30 cm de raio é eletrizada com uma carga de 8,0 µC. Supondo atingido o equilíbrio

eletrostático, determine: (a) o potencial da esfera; (b) o potencial de um ponto externo localizado a 60 cm da superfície da

esfera. Dado: constante eletrostática do meio: K 0 = 9,0 · 10 9 N m²/C².

eletrostática do meio: K 0 = 9,0 · 10 9 N m²/C². 12 . Na figura

12. Na figura ao lado, estão representadas as superfícies equipotenciais, planas,

paralelas e separadas pela distância d = 2 cm, referentes a um campo elétrico

uniforme. Determine a intensidade, a direção e o sentido do referido campo elétrico.

13. A figura mostra linhas de força e equipotenciais de um campo elétrico uniforme. Com os

dados fornecidos, determine a distância x entre as equipotenciais A e B.

determine a distância x entre as equipotenciais A e B. 14 . O gráfico a seguir

14. O gráfico a seguir representa o potencial criado por uma esfera condutora eletrizada

em função da distância ao seu centro. Considerando a constante eletrostática do meio igual a 1,0 · 10 10 Nm 2 C 2 , determine: (a) o raio da esfera; (b) a carga elétrica existente na esfera.

o raio da esfera; (b) a carga elétrica existente na esfera. 15 . Eletrizamos os condutores

15. Eletrizamos os condutores esféricos 1, 2, 3, 4 e 5, bem distantes uns

dos outros. Na tabela a seguir, estão anotados as cargas elétricas e os

potenciais atingidos por eles. Dentre esses condutores, aquele que tem maior diâmetro é o:

a) 1. b) 2. c) 3. d) 4. e) 5.

Dado: K = 9 ·10 9 Nm 2 C 2

condutores, aquele que tem maior diâmetro é o: a) 1. b) 2. c) 3. d) 4.