Você está na página 1de 4

AULA 05 – ESTRADAS I

PROF. Msc. ROBISON NEGRI

Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN)

Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN)

Normas do DNER

As estabelecem, para fins de projeto, os 4 seguintes tipos básicos:

veículo tipo VP , denominado genericamente por Veículo de Passageiros, compreendendo veículos leves, assimiláveis em termos geométricos e operacionais ao automóvel, incluindo vans, utilitários, pick-up’s, furgões e similares;

VEÍCULO DE PROJETO

Uma rodovia é projetada e construída, em princípio, visando possibilitar o seu uso, de forma segura e eficiente, por qualquer tipo de veículo automotor que seja autorizado a circular em vias públicas, obedecendo às disposições legais vigentes

Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN)

Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN)

Normas do DNER

veículo tipo CO, denominado genericamente por Veículo Comercial Rígido, composto por unidade tratora simples (veículo não articulado), incluindo caminhões e ônibus convencionais, normalmente de 2 eixos e 6 rodas; veículo tipo O, denominado genericamente por Ônibus de Longo Percurso, abrangendo veículos comerciais rígidos de maiores dimensões, incluindo ônibus de turismo e caminhões longos, geralmente com 3 eixos (“trucão”), de dimensões maiores que o veículo tipo CO, com comprimentos próximos ao do

limite máximo para veículos simples;

Normas do DNER

veículo tipo SR, denominado genericamente por Semi- Reboque, representando os veículos comerciais articulados, com comprimento próximo ao limite para veículos articulados, sendo constituídos normalmente de uma unidade tratora simples com um semi- reboque.

Os parâmetros de projeto geométrico estabelecidos pelas normas do DNER consideram o caso geral de atendimento aos veículos tipo CO.

Normas

Normas do DNER

do DNER

ELEMENTOS PLANIMÉTRICOS

Eixo é o alinhamento longitudinal da mesma. O estudo de um traçado rodoviário é feito com base neste alinhamento. Nas estradas de rodagem, o eixo localiza-se na região central da pista de rolamento.

Normas do DNER

Normas do DNER

A geometria de uma estrada

A geometria de uma estrada (Fonte: PONTES FILHO, 1998)

(Fonte: PONTES FILHO, 1998)

ELEMENTOS PLANIMÉTRICOS

A apresentação de um projeto em planta consiste na disposição de uma série de alinhamentos retos, concordados pelas curvas de concordância horizontal.

ELEMENTOS PLANIMÉTRICOS

Alinhamentos Retos - São os trechos retos situados entre duas curvas de concordância; por serem tangentes a essas mesmas curvas, são denominados simplesmente tangentes.

ELEMENTOS PLANIMÉTRICOS

ELEMENTOS PLANIMÉTRICOS

CURVAS DE CONCORDÂNCIA HORIZONTAL

Curvas

Compostas –

SEM

TRANSIÇÃO

CURVAS DE CONCORDÂNCIA HORIZONTAL Curvas Compostas – SEM TRANSIÇÃO

CARACTERIZAÇÃO DO ALINHAMENTO

Pela sua extensão (comprimento); Pela sua posição RELATIVA ou ABSOLUTA.

Posição Absoluta quando se refere ao azimute, sendo a referência a linha Norte-Sul. Posição Relativa quando se refere à deflexão, ou seja, o ângulo que um alinhamento precedente faz com o procedente.

CURVAS DE CONCORDÂNCIA HORIZONTAL

Curvas Simples:

CURVAS DE CONCORDÂNCIA HORIZONTAL Curvas Simples:

CURVAS DE CONCORDÂNCIA HORIZONTAL

Curvas Compostas – COM TRANSIÇÃO

CURVAS DE CONCORDÂNCIA HORIZONTAL Curvas Compostas – COM TRANSIÇÃO

ESTAQUEAMENTO

Para fins de caracterização dos elementos que constituirão a rodovia, estes deverão ter sua geometria definida, pelo projeto, em pontos sucessivos ao longo do eixo, pontos esses que servirão, inclusive, para fins de posterior materialização do eixo projetado e dos demais elementos constituintes da rodovia no campo.

ESTAQUEAMENTO

Qualquer ponto do eixo pode ser referenciado a esse estaqueamento, sendo sua posição determinada pela designação da estaca inteira imediatamente anterior à posição do ponto, acrescida da distância (em metros, com precisão de 0,01 m) desta estaca inteira até o ponto considerado.

NAS CURVAS

Trechos Retos – Cordas de Arco

NAS CURVAS Trechos Retos – Cordas de Arco

ESTAQUEAMENTO

São pontos marcados a cada 20,00m de distância a partir do ponto de início do projeto e numerados seqüencialmente, sendo o processo conhecido como estaqueamento do eixo. Ponto de início estaca 0 (zero) ou PP (estaca zero = Ponto de Partida); os demais pontos, eqüidistantes de 20,00 m, constituem as estacas inteiras, sendo denominadas seqüencialmente, por estaca

1, estaca 2,

E assim sucessivamente.

ESTAQUEAMENTO

Exemplo, o eixo da rodovia, uma das cabeceiras de um viaduto estivesse localizada a 5.342,87 m da origem. Posicionamento: estaca 267 + 2,87

m.

Segundo a notação quilométrica, a cabeceira estaria localizada no km 5 + 342,87 m. (final)