Você está na página 1de 2

Caso concreto 2

A sociedade como objeto de estudo e os usos e abusos da cultura

Questo discursiva:
Em um conhecido episdio da nossa histria, Oswaldo Cruz liderou uma campanha de
erradicao da febre amarela na cidade do Rio de Janeiro. Cientista de grande porte,
tendo estudado no Instituto Pasteur, na Frana, convenceu as autoridades de que era
necessrio vacinar todos os moradores da cidade. Objetivamente, sua preocupao era a
de combater uma epidemia que estava matando grande parte da populao carioca.
Entretanto, essa iniciativa no foi bem recebida pela populao, que atacava os agentes
da brigada sanitria e promoveu uma srie de protestos que ficou conhecida como a
"Revolta da Vacina". Uma das causas da reao adversa da populao foi o fato de que,
para aplicar a vacina, os agentes sanitrios viam os braos desnudos das moas,
considerados objeto de desejo na poca, e, portanto, no podendo ser mostrado a
estranhos.
Pergunta-se: se Oswaldo Cruz pudesse ter recorrido a um cientista social, como ele
poderia ter auxiliado? Analise sob o prisma da objetividade cientfica e da relao
sujeito/objeto os fenmenos acima descritos.
Resposta: O cientista social iria colaborar para uma anlise contextualizada sobre o
aspecto moral e cultural da sociedade. Seria impossvel enfrentar a questo com o
prisma de uma total subjetividade cientifica.

Questo de mltipla escolha:


A construo de um olhar sociolgico se inicia com o estranhamento diante da realidade,
ciente de que nossa viso repleta de prenoes e juzos de valor. Tal postura recusa a
interpretao das aes e das relaes sociais com base no conhecimento do senso
comum e possibilita a construo do conhecimento cientfico da sociedade. Identifique,
nas opes apresentadas, a que corresponde ao conhecimento sociolgico.
(a) Buscar nas prprias experincias a explicao naturalizante dos comportamentos
humanos.
(b) X Estudar a realidade observada, segundo critrios cientficos e metodolgicos prprios
.
(c) Tomar decises fundamentadas no conhecimento de adgios e ditados.
(d) Fazer diferentes leituras, tomando por base o senso comum.

(e) Aceitar as explicaes biolgicas para as aes humanas em sociedade.

Resposta: B)