Você está na página 1de 1

SEMINRIO TEOLGICO PENTECOSTAL DO NORDESTE

BACHAREL EM TEOLOGIA - DOCENTE: PR. ELCIAS MARTINS


DISCENTE: ELIANE LINS ANDRADE LIMA - SERMO TEXTUAL

Texto: Salmo 15:1 e 2


Quem, SENHOR, habitar no teu tabernculo? Quem h de morar no teu santo monte? O
que vive com integridade, e pratica a justia, e, de corao, fala a verdade...
Introduo/Elucidao: Amados eu os cumprimento com a paz do Senhor, vamos abrir nossas bblias no
texto que se encontra em Salmo 15, versos 1 e 2. Leiamos a Palavra do Senhor (leitura realizada passo
seguinte: orao). Queridos o texto que acabamos de ler remete-nos a uma ocasio em que Davi trouxe a arca
para o Monte Sio e coloco-a na tenda que armara para isso, este fato est registrado em II Sm. 6:12-19 e I
Cr. captulos 15 e 16. A estrutura do Salmo bem simples: Uma pergunta (v.1), na verdade encontramos
aqui um paralelismo (abrir um parntese aqui e explicar em rpidas palavra o que seria paralelismo),
algumas respostas (v.2-5) e uma promessa final (v.6). Em seu questionamento o salmista pergunta a Deus
quais seriam as condies segundo as quais Ele (Deus) oferece sua hospitalidade. O lugar da habitao
mencionada como teu tabernculo e santo monte (Sl15:1), o tabernculo ou tenda, antes da construo
do templo, era o smbolo da aliana e da presena de Deus. Como interessados nesta habitao perene com o
Senhor vejamos algumas condies trazidas por Ele. Hoje ns iremos refletir acerca dos versos 1 e 2.
Tema: O verdadeiro cidado do cu
O.I.: Como deve ser o verdadeiro cidado do cu?
A) Deve ser ntegro (v.2)
B) Deve ser justo (v.2)
C) Dever ser verdadeiro (v.2)
Concluso: O Salmo descreve o desafio moral para aqueles que almejam serem cidados do cu. No basta
crer em Deus. A nossa f tem implicaes existenciais inevitveis. Retomando o que foi dito: o verdadeiro
cidado do cu: para ser ntegro, deve andar com o Senhor; para ser justo devemos viver em harmonia com o
prximo; e para ser verdadeiro, ele est seguro em Deus por isso no teme em dizer a verdade. Devemos,
portanto, viver como filhos da aliana, que habitam na casa de Deus, pois Ele no tem filhos nominais de
uma aliana virtual, antes, Ele transforma pecadores em filhos reais e nos concede princpios concretos a fim
de que vivamos luz deste gracioso privilgio. O privilgio de sermos chamados seus filhos e como seus
filhos obtermos a herana que est por vir, como afirma as Escrituras em Rm.8:17 Se somos filhos, ento
somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se de fato participamos dos seus sofrimentos,
para que tambm participemos da sua glria. Examinemo-nos nossas vidas e faamos a seguinte indagao:
Senhor, como que eu posso estar contigo sempre e morar em Tua companhia?

Você também pode gostar