Você está na página 1de 7

Poluição do ar

Fontes de Agentes Consequências


Poluição Poluente
s
Monóxido Combinado com a hemoglobina, diminui a
de capacidade de transportar o oxigénio até
carbono às células
Emissões de Dióxido de Provoca um aumento da temperatura,
gases dos carbono quando existe em quantidade elevada
tubos de (aquecimento global)
escape dos Dióxido de Provocam alergias, lesões brônquicas e
automóveis enxofre e pulmonares.
óxido de As chuvas ácidas resultam da
nitrogénio combinação destes compostos com o vapor
de água da atmosfera. Destroem a floresta
e deterioram os monumentos.
Provocam doenças nas vias respiratórias e
Poeiras doenças renais em alguns seres vivos. O
Combustíveis smog, mistura de poeiras e nevoeiro, é o
domésticos e principal causador de doenças
industriais respiratórias.
CFC Os aerossóis destroem a camada de
(Clorofluor ozono (camada que protege a Terra das
carboneto radiações ultravioletas), aumentando o
s) risco do cancro da pele

Entre as mais graves consequências da poluição atmosférica podemos


destacar o aquecimento global, as chuvas ácidas e a diminuição da
camada de ozono.

Aquecimento global

O efeito de estufa é um fenómeno natural responsável pelo aquecimento do


planeta. Pode ser agravado pelo aumento, por exemplo, de dióxido de
carbono na atmosfera. O aumento do efeito de estufa provoca o
aquecimento global da Terra. (fig. 1)

7
Chuvas ácidas

O dióxido de enxofre e o óxido de nitrogénio, combinados com o vapor


de água da atmosfera, provocam as chuvas ácidas (fig.2)

Diminuição da camada de ozono

A camada de ozono situa-se na estratosfera e protege, como sabes, os


seres vivos das radiações ultravioletas provenientes do sol (fig.3).
O “buraco de ozono” traduz-se numa rarefacção na camada de ozono que
envolve a Terra.

Os CFC (clorofluorcarbonetos) são os responsáveis pela destruição da


camada de ozono e estão presentes em frigoríficos, ar condicionado,
aerossóis e secantes (fig.4).

8
Poluição da água (água doce)

Fontes de
Agentes
Poluição da Consequências
Poluentes
Água Doce
- Grande
consumo de
- Folhas das oxigénio, devido
árvores que - Folhas ao processo de
Natur caem nos rios, - Argilas e poeiras biodegradação
ais charcos e das folhas
riachos mortas.
- Impedimento da
realização da
fotossíntese
devido à
capacidade
provocada pelos
detritos.

- Diminuição da
produtividade dos
-Desperdícios - Mercúrio solos agrícolas,
industriais que -Detergentes quando irrigados
Quími são constituídos sintéticos por água com alto
cas por metais - Fertilizantes teor de sais
pesados e - Pesticidas (DDT) dissolvidos.
outros produtos - Detritos orgânicos - Toxicidade para
resultantes da os seres vivos
combustão do através das
carvão e cadeias

9
petróleo. alimentares,
atingindo,
inclusive, o
Homem
(bioampliação).

Bioacumulação – é a acumulação de certas substâncias tóxicas em


determinados órgãos e tecidos, em nível de concentração superior ao
normal.
Bioampliação – é o aumento dos níveis de substâncias tóxicas nos tecidos
dos seres vivos ao longo de uma teia alimentar.

Poluição do solo

Fontes de Agentes Consequências


Poluição do poluentes
solo

- Quebra do equilíbrio biológico nos


- Agricultura - Insecticidas ecossistemas.
(com fertilizantes - Herbicidas - Os herbicidas acabam com
e pesticidas) - Resíduos culturas úteis.
- Indústrias domésticos e - Os resíduos domésticos e
(lançamento de industriais industriais são focos de
substâncias para - Adubos e contaminação e propagação de
o solo) fertilizantes. insectos, roedores e outros animais,
- Urbanização e favorecem o aparecimento de
(depósito doenças provocadas por bactérias e
excessivo de fungos.
lixos e
desperdícios).

Poluição Sonora

Fontes de Agentes Consequências


Poluição Poluentes
Sonora

- Trânsito
citadino.
- Fábricas em - Fadiga auditiva e surdez
elaboração. -Todos aqueles que profissional.
- Perfuradoras foram referidos nas - Acidentes de trabalho (por
eléctricas. fontes exemplo, rebentamento do
- Aviões a tímpano).
300m de - Alterações fisiológicas do ritmo
altitude. cardíaco, da tensão arterial e do
- Serras sistema respiratório.
eléctricas. - Alterações psíquicas.
- Martelos
pneumáticos.
- Aviões em

10
descolagem

Poluição radioactiva

Fontes de Agentes Consequências


Poluição Poluentes
Radioactiva

- Contaminação do meio
ambiente.
- Diminuição da esperança
- Centrais - Substâncias média de vida do Homem.
Nucleares. radioactivas (por - Cancros, principalmente,
- Experiencias exemplo, o plutónio e leucemia.
atómicas. o estrôncio). Efeitos genéticos em
plantas e animais.
- Contaminação radioactiva
do aparelho digestivo –
ingestão de alimentos
poluídos.

A maior gravidade da poluição é poder propagar-se por toda a Terra,


fragilizando, assim, os ecossistemas.
A disseminação da poluição e de outras catástrofes ocorre de tal forma que
o Homem, sendo causador das condições que as provocaram, é vítima
de tais consequências.

Ruptura no equilíbrio dos ecossistemas

O equilíbrio dos ecossistemas pode, como vimos, ser perturbado ou chegar


mesmo à ruptura.
Os ecossistemas possuem uma característica – a auto-regulação – isto é, a
capacidade de resolver situações de desequilíbrio e de ruptura.

Os diagramas que a seguir se apresentam mostram processos de auto-


regulação entre duas populações que estabelecem entre si uma relação
biótica. Eles ilustram, no fundo, a capacidade que os ecossistemas
apresentam para resolver situações de desequilíbrio.

O diagrama I representa a variação do número de seres vivos de uma


população, causada por competição intra-específica

Diagrama I

11
O diagrama II representa um ciclo pedador-presa

Diagrama II

O equilíbrio de uma população depende das relações que se estabelecem


entre o número de indivíduos e a quantidade de alimento disponível (I) e
o número de predadores (II), isto é, depende da competição
interespecífica e da interacção predador presa.

Se num determinado biótopo, uma das populações atingir um


desenvolvimento exagerado, por exemplo, por um aumento rápido da
natalidade ou com chegada de imigrantes, o ecossistema poderá chegar
à ruptura.

O equilíbrio de um ecossistema depende do equilíbrio das populações aí


existentes e o crescimento de uma população depende do nº de
nascimentos, do no de mortes, do nº de emigrantes e do nº de
imigrantes. O diagrama que se segue representa a influência destes
quatro factores no equilíbrio de uma população. Pela sua leitura,
podemos concluir que a população mantém-se, se a natalidade e a
imigração igualarem a mortalidade e a emigração.

12
Também os
factores abióticos num ecossistema exercem influência no
desenvolvimento das comunidades. Alterações bruscas destes factores
podem afectar, como já sabes, o equilíbrio dinâmico dos ecossistemas,
podendo mesmo levar á sua ruptura.

É o que acontece quando ocorrem alterações naturais, como tempestades,


inundações, secas, incêndios ou as múltiplas intervenções humanas que
modificam as características ambientais.

O Homem tem vindo a tomar consciência da fragilidade da Natureza e o


restabelecimento dos equilíbrios tornou-se evidente e imperativo, bem
como a reflexão sobre as acções humanas, visando sempre a
preservação dos ecossistemas.

13