Você está na página 1de 26

FACULDADE ATENAS MARANHENSE – FAMA

CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO / CIÊNCIAS CONTÁBEIS / SECRETARIADO


EXECUTIVO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

ALUNOS

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA EMPRESA (Nome da empresa)

São Luís

2010

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


ALUNOS

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA EMPRESA (Nome da empresa)

Trabalho apresentado à disciplina de


Planejamento Estratégico, 7º período de
_____________, para obtenção parcial 2ª
da nota do bimestre.

Orientador: Prof. MSc. Gerisval Alves


Pessoa

São Luís

2010

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


LISTA DE TABELAS

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


LISTA DE FIGURAS

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO ................................................................................................... 7

2 DESCRIÇÃO DA EMPRESA ........................................................................... 7

2.1 Porte e tipo de negócio da empresa .............................................................. 7

2.2 Principais produtos e/ou serviços ................................................................. 7

2.3 Posicionamento da empresa .......................................................................... 7

3. IDENTIDADE ORGANIZACIONAL .................................................................... 7

3.1 Descrição do Negócio ..................................................................................... 7

3.2 Missão do Negócio .......................................................................................... 7

3.3 Visão do Negócio ............................................................................................ 8

3.4 Valores ............................................................................................................. 10

4 ANÁLISE ESTRATÉGICA ................................................................................ 12

4.1 Análise do Ambiente externo ...........................................................................12

4.1.1 Análise do setor ................................................................................................12

4.1.2 Definição de cenários ...................................................................................... 14

4.1.3 Oportunidade e ameaças .................................................................................14

4.2 Análise do Ambiente interno ........................................................................... 15

4.2.1 Cadeia de valor ............................................................................................... 15

4.2.2 Análise de clientes ........................................................................................... 15

4.2.3 Fatores críticos de sucesso ............................................................................. 17

4.2.4 Pontos fortes e pontos fracos .......................................................................... 17


 Prof. MSc. Gerisval Pessoa
5 ESTRATÉGIAS .................................................................................................. 18

5.1 Análise de SWOT................................................................................................18

5.2 Objetivos estratégicos ..................................................................................... 19

5.2.1 Definição dos objetivos estratégicos ............................................................... 20

5.2.2 Indicadores e Metas ........................................................................................ 21

5.2.3 Iniciativas ......................................................................................................... 21

5.3 Implementação das Estratégicas ..................................................................23

5.3.1 Planos de ação ................................................................................................ 23

5.4 Controle ............................................................................................................. 23

6 CONCLUSÃO ...................................................................................................... 24

REFERÊNCIAS .................................................................................................... 24

ANEXOS ............................................................................................................... 26

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


7

1. INTRODUÇÃO

São apresentadas neste capítulo os objetivos do trabalho.

2. DESCRIÇÃO DA EMPRESA

Descrever a empresa de forma resumida, detalhando:

2.1 Porte e tipo de negócio da empresa

2.2 Principais produtos e/ou serviços

2.3 Posicionamento da empresa no mercado (local, regional, nacional ou


internacional e suas vantagens competitivas)

3. IDENTIDADE ORGANIZACIONAL

Constitui a base para o desempenho da organização. Forma a cultura


organizacional.

3.1 Descrição do Negócio

Descrever o negócio de forma ampla (mercado). É o seu core business

Por exemplo:

Negócio da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia


(PRODEB): Soluções com tecnologias de informação e comunicação

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


8

Negócio de uma Creche: Tranqulidade e confiança

3.2 Missão do Negócio

Descreve a razão de existência da empresa em seu negócio. Deve responder


as seguintes perguntas:

Fazemos o que?

Para quem?

Onde? (Segmento)

Como? (Desafio / diferencial)

Com que finalidade? (grupos de interesse)

Ao redigir a missão atentar para:

Verbo de ação (o que fazemos) + complemento (de que modo fazemos e/ou para
quem fazemos) + Desafio (qual o nosso desafio / diferencial)

Por exemplo:

Missão da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (PRODEB):


Prover soluções com Tecnologias de Informação e Comunicação
para o pleno exercício da cidadania.

Missão de uma Creche: Alcançar nossos objetivos por meio da


excelência em serviços, higiene, total atenção, segurança às

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


9

crianças, proporcionando tranqüilidade aos seus pais 24 horas por


dia.

Missão da Vale: Transformar recursos minerais em riqueza e


desenvolvimento sustentável.

3.3 Visão do Negócio

É um quadro claro que define o futuro, tendo o poder de motivar e inspirar.


Expressa as aspirações de uma organização, descrevendo uma nova e inspiradora
realidade em direção a qual a empresa deve caminhar. Visa a busca do crescimento
e perpetuação da empresa através de um processo de motivação e envolvimento de
todos os colaboradores.

A declaração da visão deve responder:

O que nos diferencia dos demais?

Que valores são prioridades verdadeiras?

O que me faria comprometer minha mente e meu coração durante os próximos cinco
ou dez anos?

O que o mundo realmente precisa que a nossa empresa possa e deva oferecer?

O que a nossa empresa precisa fazer para que eu me sinta comprometido, alinhado
e orgulhoso dela?

Por exemplo:

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


10

Visão da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (PRODEB):


Ser o provedor de Tecnologias de Informação e Comunicação do Governo do
Estado da Bahia e referência no mercado, atuando como parceiro estratégico
nas ações governamentais para a construção da cidadania, num ambiente de
permanente valorização dos colaboradores

Visão de uma Creche: Ser o melhor centro de educação infantil para


garantir aos pais a satisfação total nos quesitos qualidade,
higiene, segurança, tecnologia, bem-estar e excelência, com um
serviço diferenciado de atendimento 24 horas, praticando a
sustentabilidade na educação da criança.

Visão da Vale: Ser a maior empresa de mineração do mundo e


superar os padrões consagrados de excelência em pesquisa,
desenvolvimento, implantação de projetos e operação de seus
negócios.

3.4 Valores

São crenças relativas a condutas e metas organizacionais desejáveis que orientam o


padrão de comportamento nas organizações.

Por exemplo:

Valores da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia


(PRODEB):

- CRENÇA NO SER HUMANO: Valorizar o ser humano como agente e


beneficiário de soluções tecnológicas e organizacionais.

- JUSTIÇA SOCIAL: Apoiar a execução de políticas públicas que zelem pela


sustentabilidade, pelo exercício da cidadania, da eqüidade e que

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


11

promovam a democratização da informação e do acesso aos serviços


públicos, bem como a inclusão sócio-digital.

- COMPETÊNCIA: Estimular o desenvolvimento das habilidades técnicas e


gerenciais para viabilizar soluções que tragam efetividade para os
parceiros-clientes.

- CRIATIVIDADE Incentivar o exercício da capacidade criativa e inovadora,


buscando soluções para o alcance dos resultados.

- RESPEITO: Incentivar relacionamentos alicerçados no respeito mútuo, na


honestidade, considerando as diferenças e potencialidades individuais,
para garantir a manutenção de um clima organizacional e um ambiente
saudáveis.
- COMPROMETIMENTO Agir de forma pró-ativa, íntegra, engajada e
responsável com os compromissos assumidos para garantir o alcance dos
resultados.

- TRANSPARÊNCIA: Ações sustentadas no princípio da transparência, de


forma a garantir segurança quanto aos propósitos e resultados
institucionais.

Valores de uma Creche:

- Dignidade do ser humano


- Respeito ao outro
- Igualdade
- Solidariedade.

Valores de uma Creche:

- Ética e Transparência
 Prof. MSc. Gerisval Pessoa
12

- Excelência de desempenho

- Espírito Desenvolvimentista

- Responsabilidade Econômica, Social e Ambiental

- Respeito à Vida

- Respeito à Diversidade

- Orgulho de ser Vale

4 ANÁLISE ESTRATÉGICA

Identifique as variáveis competitivas que afetam o desempenho da empresa

4.1 Análise do Ambiente externo

Identifique as variáveis sistêmicas e do ambiente de negócio que podem afetar o


desempenho e não são controláveis pela empresa

4.1.1 Análise do setor

Mapeia e analisa o posicionamento competitivo da Organização. Aplicável


principalmente a nível Corporativo e de Unidade de Negócio. Permite definir
estratégias competitivas e planos de ação.

Para análise do setor da empresa em estudo, utilize a metodologia


denominada “Modelo das 5 Forças de Porter”, que consiste em listar os
principais impactos e influências, presentes e futuras, no ambiente
competitivo.

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


13

Seu Poder de Oportunidade


ENTIDADES QUEM SÃO QUESTÕES Barganha ou (OM) ou
(NOMINAR) Barreira de Ameaça (AM)
Entrada
- A matéria prima é de
grande oferta?
- É de alta tecnologia
aplicada?
- Há muitos fornecedores?
- Quais as expectativas
desses fornecedores?
FORNECEDORES - Qual sua relevância em
custo?
- A mão de obra é de
grande oferta?
- A mão de obra é de alta
especialização?
- O cliente é fiel?
- O mercado é pulverizado?
COMPRADORES - O que o cliente valoriza?
Quais suas expectativas?
- Há muitos concorrentes?
COMPETIDORES - A rivalidade é
cavalheiresca?
- Há algo que sugira a
possibilidade
de acordo entre os
rivais?
- Há possibilidade de
grande diferenciação
tecnológicas entre os
concorrentes?
- Há possibilidade de
grande diferenciação
de
custos entre os
concorrentes?
- Existem produtos que
substituam os produtos de
PRODUTOS sua empresa?
SUBSTITUTOS

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


14

- Qual o investimento inicial


médio?
NOVOS - O negócio é atrativo?
ENTRANTES - Há barreiras de entrada?
- Há barreiras de saída?

- Quais órgãos regulam a


Indústria, seus
ORGÃOS Fornecedores e/ou
REGULADORES Consumidores?
- Há Exigência de
Informação?
- Há restrições de
Importação / Exportação?
- As Taxas de Juros e
Cambio são elevadas?

4.1.2 Definição de cenários

São alterações de ordem econômica, social, política e tecnológica que vão


ganhando corpo de forma lenta e que após consolidadas influenciam nosso
ambiente por um tempo longo - cerca de sete a dez anos, talvez mais.

Ao usar a análise de cenário, os pesquisadores tentam tirar uma fotografia subjetiva


de vários futuros possíveis.

Uma abordagem comum gera três diferentes retratos do futuro: otimista,


pessimista ou realista (ou mais provável)

Cada uma dessas abordagens apresenta uma situação consistente na quais


vários eventos são analisados em termos de seus efeitos sobre elas e sobre o futuro

4.1.3 Oportunidade e ameaças

Para cada aspecto sistêmico (macroambiente) tais como: econômico, político, social,
cultural, religioso, tecnológicos, legais, dentre outros identifique se há oportunidades
ou ameaças.

OPPORTUNITIES (OPORTUNIDADES) THREATS (AMEAÇAS)

1. 1.
 Prof. MSc. Gerisval Pessoa
15

2. 2.
3. 3.
4. 4.
5. 5.
6. 6.
7. 7.
8. 8.
9. 9.
10. 10.
n n

4.2 Análise do Ambiente interno

Identifique as variáveis estruturais e que podem ser controladas pela


empresa. Quais são recursos da empresa que se pode contar e os pontos
vulneráveis ao estabelecer as estratégias da empresa.

4.2.1 Cadeia de valor

Descreve as atividades primárias e de suporte que geram valor para a


organização.

A Cadeia de Valor desagrega a empresa em suas atividades relevantes a fim


de entender o comportamento dos custos e a existência ou potenciais fontes de
diferenciação.

Por Exemplo: Cadeia de valor de uma creche.

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


16

4.2.2 Análise de clientes

Descreve as necessidades e desejos dos clientes e os atributos de valor. Avalia o


grau de importância dos atributos e o desempenho da empresa em relação a cada
atributo.

ATRIBUTOS DE VALOR Importância Desempenho Importância Desempenho


(A, M, B) (A, M, B) (A, M, B) (A, M, B)
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.

QUADRANTE ESTRATÉGICO:
Importância

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


17

B M A
Desempenho

4.2.3 Fatores críticos de sucesso

Fatores Críticos de Sucesso são os itens que não podem falhar em


nenhuma hipótese, sob o risco de extinção do negócio.

Para definir os itens que compõem os FCS, leve em consideração a


necessidade dos clientes, o que eles querem comprar, e quais são as
ações que garantam que a organização continue competindo no mercado.

Fator Crítico de Sucesso Processo Avaliação

Avaliação: 9 – Extremamente forte; 7 – forte; 5 - Moderado; 3 - Fraco; 1 – Nenhum.

4.2.4 Pontos fortes e pontos fracos

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


18

Com base nos itens acima (4.2.1 a 4.2.3) identifique as variáveis estruturais e
que podem ser controladas pela empresa. Quais são recursos da empresa que se
pode contar (pontos fortes) e quais são os pontos vulneráveis (pontos fracos) ao
estabelecer as estratégias da empresa.

Pontos fortes (Forças) Pontos fracos (Fraquezas)

1.
1. 2.
2. 3.
3. 4.
4. 5.
5. 6.
6. 7.
7. 8.
8. 9.
9. n
n

5 ESTRATÉGIAS

Com base na visão estratégica da empresa e na análise estratégica, defina os


objetivos e metas estratégicas a serem atingidos pela organização.

5.1 Análise de SWOT

Na análise SWOT (strenghts, weaknesses, opportunities and threats) fazemos


o fechamento do diagnóstico estratégico para nossa empresa, ou seja, a
 Prof. MSc. Gerisval Pessoa
19

consolidação das análises do macroambiente, competitiva e interna num conjunto


objetivo de forças-fraquezas-oportunidades-ameaças que dará a nossa orientação
estratégica básica.

Esta análise responde as seguintes perguntas:

- Que forças alavancam as oportunidades da empresa?


- Que fraquezas fazem piorar os efeitos das ameaças sobre a vulnerabilidade da
empresa?
- Que pontos fracos restringem o aproveitamento das oportunidades?
- Que forças amenizam os impactos das ameaças
- Quais as fraquezas a serem atacadas e eliminadas com prioridade?

Estas são diretrizes estratégicas fundamentais!

Finalize a análise de SWOT, associando as oportunidades e ameaças do


ambiente externo às suas forças e fraquezas.

OPPORTUNITIES (OPORTUNIDADES) THREATS (Ameaças)

F
O
R
Ç
A
S

F
R
A
Q
U
E
Z
A
S

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


20

5.2 Objetivos estratégicos

Conjunto de resultados desejados que, precisam concretizar-se no horizonte


temporal do plano estratégico. Devem conter indicadores de resultados observáveis
e analisáveis; o que realizar, a gradação do que deve ser realizado, o alvo ou objeto
da realização e uma qualificação de como vamos realizar o pretendido (ênfases e
restrições).

5.2.1 Definição dos objetivos estratégicos

As estratégias podem ser agrupadas por temas: Estratégias de


marketing/vendas, financeira, operacionais, recursos humanos e organizacionais, ou
de acordo como BSC em perspectivas financeira, clientes, processos e
aprendizagem e crescimento.

Dimensão ou Objetivos Estratégicos


Perspectiva
Financeira
Marketing/Vendas
Produção/Qualidade
Pessoas

Exemplos de objetivos estratégicos:

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


21

Dimensão ou Objetivos Estratégicos


Perspectiva
Financeira Crescimento e sustentabilidade do negócio
Clientes Ampliar e diversificar carteira de clientes
Reter clientes
Processos Aumentar a eficiência operacional
Aprendizado e Adotar modelo orientado por resultados
crescimento

5.2.2 Indicadores e Metas

Para cada estratégia defina seus respectivos indicadores e metas

Dimensão ou Objetivos Indicadores Meta 2010


Perspectiva Estratégicos
Financeira Crescimento e - Resultado (receita/despesa) 1,03
sustentabilidade do - Liquidez corrente >=1,00
negócio - Faturamento 15%
Clientes Ampliar e diversificar Participação dos clientes no 3,005
carteira de clientes faturamento total
Reter clientes
Processos Aumentar a eficiência Produtividade da mão de obra 5.000/empregado
operacional
 Prof. MSc. Gerisval Pessoa
22

Aprendizado e Adotar modelo orientado Aderência do plano de ação 95%


crescimento por resultados

5.2.3 Iniciativas

Defina as principais iniciativas para cada objetivo estratégico

Objetivo estratégico Indicador Meta Iniciativas


1.

2.

3.
4.
n. n.1
n.n

Exemplo:

Objetivos Indicadores Meta Iniciativas


Estratégicos 2010
- Resultado (receita/despesa) 1,03 - Implementar programa de
controle e racionalização de
custos
- Aprimorar a qualidade do
processo de faturamento
- Liquidez corrente >=1,00 - Rever o fluxo de pedido de
compra para compatibilizar
Crescimento e
com o orçamento
sustentabilidade do Faturamento 15% - Desenvolver e implementar
negócio. campanhas de divulgação dos
produtos e serviços para
aumentar o faturamento por
produto/serviço e por cliente

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa


23

- aprimorar a qualidade do
processo de faturamento

5.3 Implementação das Estratégicas

5.3.1 Planos de ação

Defina um plano de ação detalhado (5W1H) para implementação de cada


iniciativa, podendo ser detalhado por função.

Objetivo Estratégico: Crescimento e sustentabilidade do negócio


Iniciativa: Implementar programa de controle e racionalização de custos
Indicador / Meta: Resultado (receita/despesa) - Meta = 1,03
O que Quem Quando Por que Onde Como
(Ações) (Responsável) (Prazo) (justificativa) (local) (procedimento)

5.4 Controle

Defina como serão monitorados a implementação das ações e os resultados


obtidos.

6 CONCLUSÃO
 Prof. MSc. Gerisval Pessoa
24

Descreve de forma resumida como foi o desenvolvimento do trabalho, as principais


conclusões e o aprendizado que o mesmo proporcionou à equipe.

REFERÊNCIAS

Descreva as principais referências utilizadas para o desenvolvimento do trabalho

ANSOFF, Igor. A nova estratégia empresarial. 4. ed. São Paulo : Makron Books,
2001

CERTO, Samuel C. et al. Administração estratégica: planejamento e implantação


da estratégia. 2. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2005.

HAMEL, Gary e PRAHALAD, C.K. Competindo pelo futuro. Ed. 19. Rio de Janeiro:
Campus, 1995.

HAVARD BUSINESS REVIEW. Planejamento Estratégico. Rio de Janeiro:


Campus, 2002.

HITT, M. A.; IRELAND, R. Duane; HOSKISSON, R. E. Administração estratégica:


tradução da 7. edição americana. São Paulo: Thomson, 2007.

KAPLAN, Robert S. e NORTON, David P. A estratégia em ação: balance


scorecard. 12. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

___. Mapas estratégicos: balanced scorecad – convertendo ativos intangíveis em


resultados tangíveis. 6. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004
 Prof. MSc. Gerisval Pessoa
25

___. Organização orientada para a estratégia: como as empresas que adotam o


balanced scorecard prosperam no novo ambiente de negócios. 3. ed. Rio de Janeiro:
Campus, 2000.

MAcDONELL, E. e ANSOFF, H. I. Implantando a administração estratégica. São


Paulo: São Paulo, Atlas, 2007

MINTZBERG, Henry, et al. Safari de estratégia. Porto Alegre: Bookman, 2000

MONTGOMERY, C. A. e PORTER, M. E. (org). Estratégia. Rio de Janeiro: Campus,


1998.

MÜLLER, Cláudio José. Planejamento estratégico. (Apresentação) Porto Alegre:


PPGEP/UFRGS, 2008.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças. Administração estratégica na prática: a


competitividade para administrar o futuro das empresas. 5. ed. São Paulo: Atlas,
2007

___. Estratégia Empresarial e vantagem competitiva. 5. ed. São Paulo: Atlas,


2007

___. Planejamento Estratégico: conceitos, metodologias e práticas. 24. ed. São


Paulo: Atlas, 2007
 Prof. MSc. Gerisval Pessoa
26

PORTER, Michael E. Estratégia competitiva: técnicas para análise de indústrias e


da concorrência. 2. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2005.

___. Competição: estratégias competitivas essenciais.. 6. ed. Rio de Janeiro:


Campus, 1999.

___. Vantagem Competitiva. Rio de Janeiro: Campus, 1990.

WHITTINGTON, R. O que é estratégia. São Paulo: Thonson, 2001.

WRIGHT, Peter, KROLL, Mark J. e PARNELl, John. Administração estratégica:


conceitos. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2007

ANEXOS

Liste os anexos necessários para explicar detalhes do trabalho.

 Prof. MSc. Gerisval Pessoa