Você está na página 1de 4

30/08/2016

REVISTADOPARAFUSO

REVISTADOPARAFUSO

Artigos

30/06/200910h44

Técnicasdeapertoeousocombinadodocontroledegradiente

Partefinal

Partefinal

Apertoportorquecontrolado(atritocontrolado)eomonitoramentodoângulodegirodoparafusooudo

gradientedeaperto

Ébemcomumhojeencontrarquem,jásendopossuidordeumaestaçãodetrabalhocomputadorizadapara

montagensemapertoporTorquexÂngulo(muitasvezesapertadeirasmulti­fuso,comoasusadasnamontagemde

cabeçotesdemotores;outrasvezes,máquinascompostasdeapenasumfuso),venhafazendousodestapara

realizartambém,quandonecessário,montagensportorquesimples(torquepordispersãodeatritocontroladaou

torquecontrolado).Obviamente,talsóéviável,paraaquelesquejápossuemoequipamento.Investiremumoutro

computadorizado,senãoforparausá­loemmétodosondeocontroledoapertoexijaqueestesejademaior

precisão,nãoresultaemqualquervantagememrelaçãoàcustobenefício.Mas,paraaquelesqueopossuem,é

comumverque,nasmontagensemqueoutilizamparaapertosporTorquesimples,aproveitamseusrecursospara

fazeromonitoramentodadispersãoangular(monitorandoosgrausdegiroporparafusoaplicadonamontagem).

Defato,paraumdadovalordetorquefinalpré­estabelecido,comoresultadodaflutuaçãodoscoeficientesdeatrito

presentesnaspartesenvolvidasduranteoprocessodemontagem(variandodeumvalormínimoatéumvalor

máximocaracterísticosdoscomponentesedeseusacabamentos),podemserdefinidoseencontradostantoum

valormínimodeângulodegirocomo,domesmomodo,umvalormáximodeângulodegiroesperado.Estesângulos,

quepodemserpré­definidosexperimentalmente,nãosãomaisqueummodoindiretodesemonitorar(emprodução)

adispersãodascondiçõesdeatritopresentesnaspeças.

Comovimosnoiníciodestetexto,noapertoportorquecontrolado,aforçageradaemumapertoédiretamente dependentedosatritospresentesentreaspartesduranteoprocessodemontagem.Assim,demodoaseassegurar aintegridadedestaforça,torna­senecessárioqueestesatritossejammedidosepré­definidos(para,posteriormente, seremtabeladosparacontroledequalidadedeprodução),sendoválidosapenasparaamontagememanálise,em ensaioslaboratoriais. Paratal,faz­seusodeumaamostragemadequadadepeçasidênticasemsuascondiçõesàs

30/08/2016

REVISTADOPARAFUSO

queserãousadasemprodução;edeequipamentosadequadamentedesenvolvidosparaestefim(conhecidospor algunscomo:DeterminadordeTorqueeTensão). Paraumdadovalordetorque,umaltocoeficientedeatrito resultaráemmenosgiroemenosforçaaxialresultantedoaperto.Porsuavez,umbaixocoeficientedeatrito resultaráemummaiorgraudegirodoparafuso,gerandoumamaiorforçaaxialagindonapeçaaofinalda montagem.

Assim,domesmomodocomosedefineuma“janeladeatrito”esperada,tambémumadeterminada“janelaangular” podeserdefinidaparaumamontagemespecífica;deformaagarantirqueaforçanecessáriaaassegurara integridadedeumajuntaestejapresenteaofinaldoprocessodeapertoportorquecontrolado. Infelizmente,apesar deestudosestarememandamentonestesentido,emapertoportorquecontrolado(outorquesimples),mesmopara aquelespossuidoresdemáquinasTorquexÂngulo,emumalinhadeprodução,nãohácomosemonitorar diretamenteoscoeficientesdeatritopresenteseatuantesnaspeçasduranteoprocessodemontagem.Fica­se dependentedequeocontroledequalidadegaranta,poranáliseperiódicaeamostral,queaspeçasseencontrem nascondiçõesdeatritooriginalmentepré­estabelecidaspeloprojetodoscomponentes.Paraosquepossuem apertadeirasTorquexÂnguloaindaháapossibilidadedefazê­lo,comoditoaqui,indiretamente,atravésdo monitoramentodoângulodegiro.Paraamaioria,queapertaparafusosapenasportorquesimplesmente,resta confiarqueaspeçasestejam(emsuascaracterísticasdeatrito)conformeoesperado;deformaagarantira“janela” deforçafinaldeuniãodesejada.

Felizmente,jáédeusobemcomumeestádisponívelnomercado,paraaquelesquefazemusodechavesdetorque manual,torquímetrosdigitaishabilitadosàapertotantoporTorqueControladocomotambémporTorquexÂngulo inclusive.Taisequipamentos,decustogeralmentemaisacessível(emcomparaçãoàumaestaçãocomputadorizada paramontagensemTorquexÂngulodegrandeporte),podemseradaptadosaomonitoramentodajanelaangular sendogeradaduranteumapertoconvencionalportorque.Umamaneiradefazê­lo,domesmomododesemonitorar diretamenteapenasoângulogeradoaofinaldoapertopropriamentedito,seriaodesemonitorarogradientede apertodacurvadeapertoTorquexÂnguloqueestásendogeradapontoapontodurantetodooprocesso, garantindose,assim,ummaiorcontrolesobreoprocedimentodeaperto,emcadaparafuso,duranteamontagem.O Gradiente(ΔMA/Δϕ),domesmomodocomooÂngulodegiro(poisderivasdeste,comopodemobservarnacurvade

apertodafigura5.21;aquiapresentadanotópicoreferenteaoapertoporcontroledegradiente,eextraídada

VDI2230),seráafetadopelascondiçõesdeatritopresentesnaspeçasduranteamontagemdoconjunto.E,do

mesmomodo,variaráconformeadispersãodosatritospresentesnaspartes.

30/08/2016

REVISTADOPARAFUSO

30/08/2016 REVISTADOPARAFUSO

Oquepodemosnotaréqueogradiente(quandooapertoaindaseencontranaregiãoelásticadacurvadeapertodo

parafuso)defineoângulodeinclinaçãodaretareferenteazonaelástica.Paraumdadovalorangulardeaperto

desejado(ânguloestediretamenteproporcionalàumvalordeforçaaxialdeapertopresentenoparafusonaquele

instante,comoresultadodarelaçãojámencionadadeângulodeGiroxPassodofiletedeRoscaxForçagerada),

podemosdizerque:tãomaiorseráoângulo“γ”deinclinaçãodaretareferenteoGradiente(oureferenteàrelação

ΔMA/Δϕ)nazonaelástica,emrelaçãoaoeixodoângulodeaperto“ϕ”posicionadonaabscissadográfico,quanto

maiorforovalordotorque“MA”geradoenecessárioaseatingiresteângulodeaperto“ϕ”.Etãomaiorseráovalor

dotorque“MA”geradoenecessárioaseatingiresteângulodeaperto“ϕ”,quantomaiorforoatritopresenteentreas

partesduranteoprocedimentodeaperto.Assim,aomonitorarmosoângulodeinclinaçãodaretareferenteazona

lineardoaperto(zonaelástica),ouogradientedeaperto,estaremos,acadainstantedesteaperto,monitorando

indiretamenteascondiçõesdeatritopresentesentreaspeças.

30/08/2016

REVISTADOPARAFUSO

30/08/2016 REVISTADOPARAFUSO

Com“K”sendoofatordeatrito;“P”sendoopassodofiletederoscadoparafuso;“d”sendoodiâmetronominal

(externo)daroscae“δS”e“δP”comosendo,respectivamente,asresiliências(rigidezque,paraumadeterminada

junta,estaaquiconsideradaconstante;nãoapresentandoflutuações)doparafusoedapeça.Mesmoqueoprincípio

desemonitoraroângulodegiro,ou,comoaquiexemplificado,ogradientedeapertoemumapertoportorque

simples,nãonospermita(nomomento)lerouestimarocoeficientedeatrito(emseuvalorefetivo)presentenas

peçasnoinstantedamontagem(postoserem,normalmente,emprodução,desconhecidasasresiliênciasdos

componentes),épossívelquesedefinaumajaneladecontroleangularouumajaneladegradiente,quenospermita

assegurarqueesteatritoestejadentrodecondiçõespreviamenteestabelecidas;demodoanosgarantirumnívelde

forçaaxialqueseencontredentrodointervalodeforçadesejadoàmanutençãodaintegridadedajunta,conforme

definidoemprojeto.