Você está na página 1de 169

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS


ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA , SENDO OS SEUS
ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40


4 - NIRE

35.300.341.031

01.02 - SEDE

1 - ENDEREÇO COMPLETO 2 - BAIRRO OU DISTRITO

AV. BRIGADEIRO FARIA LIMA, 1912, CONJ 7B JD. PAULISTANO


3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

01451-000 SÃO PAULO SP


6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX

11 3093-4700 - -
11 - DDD 12 - FAX 13 - FAX 14 - FAX

11 3093-4707 - -
15 - E-MAIL

ri@marfrig.com.br

01.03 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia)

1 - NOME

RICARDO FLORENCE DOS SANTOS


2 - ENDEREÇO COMPLETO 3 - BAIRRO OU DISTRITO

RUA PADRE JOÃO MANUEL, 1039, APTO 11 JD. PAULISTA


4 - CEP 5 - MUNICÍPIO 6 - UF

01411-001 SÃO PAULO SP


7 - DDD 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEFONE 11 - TELEX

11 3093-4700 - -
12 - DDD 13 - FAX 14 - FAX 15 - FAX

11 3093-4707 - -
16 - E-MAIL

ri@marfrig.com.br

01.04 - REFERÊNCIA / AUDITOR

EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO TRIMESTRE ATUAL TRIMESTRE ANTERIOR

1 - INÍCIO 2 - TÉRMINO 3 - NÚMERO 4 - INÍCIO 5 - TÉRMINO 6 - NÚMERO 7 - INÍCIO 8 - TÉRMINO

01/01/2009 31/12/2009 1 01/01/2009 31/03/2009 4 01/09/2008 31/12/2008


9 - NOME/RAZÃO SOCIAL DO AUDITOR 10 - CÓDIGO CVM

BDO TREVISAN AUDITORES INDEPENDENTES 00210-0


11 - NOME DO RESPONSÁVEL TÉCNICO 12 - CPF DO RESP. TÉCNICO

ESTEFAN GEORGE HADDAD 564.042.128-20

25/06/2009 17:20:47 Pág: 1


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

01.05 - COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL

Número de Ações 1 - TRIMESTRE ATUAL 2 - TRIMESTRE ANTERIOR 3 - IGUAL TRIMESTRE EX. ANTERIOR

(Unidades) 31/03/2009 31/12/2008 31/03/2008


Do Capital Integralizado
1 - Ordinárias 267.943.954 267.943.954 203.948.954
2 - Preferenciais 0 0 0
3 - Total 267.943.954 267.943.954 203.948.954
Em Tesouraria
4 - Ordinárias 695.600 695.600 0
5 - Preferenciais 0 0 0
6 - Total 695.600 695.600 0

01.06 - CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA

1 - TIPO DE EMPRESA

Empresa Comercial, Industrial e Outras


2 - TIPO DE SITUAÇÃO

Operacional
3 - NATUREZA DO CONTROLE ACIONÁRIO

Privada Nacional
4 - CÓDIGO ATIVIDADE

1220 - Alimentos
5 - ATIVIDADE PRINCIPAL
Exploração das atividades frigoríficas, com abate, indústria, comércio, importação e exportação

6 - TIPO DE CONSOLIDADO

Total
7 - TIPO DO RELATÓRIO DOS AUDITORES

Sem Ressalva

01.07 - SOCIEDADES NÃO INCLUÍDAS NAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CONSOLIDADAS

1 - ITEM 2 - CNPJ 3 - DENOMINAÇÃO SOCIAL

01.08 - PROVENTOS EM DINHEIRO DELIBERADOS E/OU PAGOS DURANTE E APÓS O TRIMESTRE

1 - ITEM 2 - EVENTO 3 - APROVAÇÃO 4 - PROVENTO 5 - INÍCIO PGTO. 6 - ESPÉCIE E 7 - VALOR DO PROVENTO P/ AÇÃO
CLASSE DE
AÇÃO

25/06/2009 17:21:06 Pág: 2


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

- . . / -

01.09 - CAPITAL SOCIAL SUBSCRITO E ALTERAÇÕES NO EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO

1- ITEM 2 - DATA DA 3 - VALOR DO CAPITAL SOCIAL 4 - VALOR DA ALTERAÇÃO 5 - ORIGEM DA ALTERAÇÃO 7 - QUANTIDADE DE AÇÕES EMITIDAS 8 - PREÇO DA AÇÃO NA
ALTERAÇÃO EMISSÃO
(Reais Mil) (Reais Mil) (Unidades)
(Reais)

01.10 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES

1 - DATA 2 - ASSINATURA

24/06/2009

25/06/2009 17:21:10 Pág: 3


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

02.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 31/03/2009 4 - 31/12/2008

1 Ativo Total 6.955.908 6.668.862


1.01 Ativo Circulante 2.549.431 2.502.652
1.01.01 Disponibilidades 750.354 774.160
1.01.01.01 Caixa e Bancos 40.464 293.469
1.01.01.02 Aplicações Financeiras 709.890 480.691
1.01.02 Créditos 919.107 952.406
1.01.02.01 Clientes 435.138 496.834
1.01.02.01.01 Valores a receber - clientes nacionais 383.979 380.987
1.01.02.01.02 Valores a receber - clientes internac. 51.159 115.847
1.01.02.02 Créditos Diversos 483.969 455.572
1.01.02.02.01 Impostos a Recuperar 483.969 455.572
1.01.03 Estoques 869.391 774.872
1.01.03.01 Estoque de produtos e mercadorias 869.391 774.872
1.01.04 Outros 10.579 1.214
1.01.04.01 Despesas do exercício seguinte 869 910
1.01.04.02 Outros valores a receber 9.710 304
1.02 Ativo Não Circulante 4.406.477 4.166.210
1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 2.143.115 1.883.136
1.02.01.01 Créditos Diversos 15.813 16.107
1.02.01.01.01 Aplicações financeiras 256 212
1.02.01.01.02 Depósitos compulsórios 15.557 15.895
1.02.01.02 Créditos com Pessoas Ligadas 1.838.424 1.589.329
1.02.01.02.01 Com Coligadas e Equiparadas 0 0
1.02.01.02.02 Com Controladas 1.815.056 1.566.063
1.02.01.02.03 Com Outras Pessoas Ligadas 23.368 23.266
1.02.01.03 Outros 288.878 277.700
1.02.01.03.01 Impostos diferidos 286.800 275.597
1.02.01.03.02 Impostos a recuperar 2.010 2.010
1.02.01.03.03 outros valores a receber 68 93
1.02.02 Ativo Permanente 2.263.362 2.283.074
1.02.02.01 Investimentos 845.150 867.354
1.02.02.01.01 Participações Coligadas/Equiparadas 0 0
1.02.02.01.02 Participações Coligadas/Equiparadas-Ágio 0 0
1.02.02.01.03 Participações em Controladas 845.022 867.226
1.02.02.01.04 Participações em Controladas - Ágio 0 0
1.02.02.01.05 Outros Investimentos 128 128
1.02.02.02 Imobilizado 893.025 890.682
1.02.02.02.01 Imobilizado 893.025 890.682
1.02.02.03 Intangível 525.187 525.038
1.02.02.03.01 Participações em controladas - Ágio 508.875 508.875
1.02.02.03.02 Marcas e Patentes 16.312 16.163

25/06/2009 17:21:15 Pág: 4


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

02.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -31/03/2009 4 -31/12/2008

1.02.02.04 Diferido 0 0

25/06/2009 17:21:15 Pág: 5


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

02.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 31/03/2009 4 - 31/12/2008

2 Passivo Total 6.955.908 6.668.862


2.01 Passivo Circulante 968.721 821.232
2.01.01 Empréstimos e Financiamentos 706.375 577.500
2.01.01.01 Empréstimos e financiamentos 706.375 577.500
2.01.02 Debêntures 0 0
2.01.03 Fornecedores 86.395 81.134
2.01.04 Impostos, Taxas e Contribuições 9.336 9.297
2.01.04.01 Impostos, taxas e contribuições 9.336 9.297
2.01.05 Dividendos a Pagar 0 0
2.01.06 Provisões 0 0
2.01.07 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0
2.01.08 Outros 166.615 153.301
2.01.08.01 Pessoal, encargos e benefícios sociais 110.490 97.492
2.01.08.02 Títulos a pagar 11.354 11.660
2.01.08.03 Arrendamento a pagar 44.402 43.914
2.01.08.04 Outras obrigações 369 235
2.02 Passivo Não Circulante 3.324.062 3.117.779
2.02.01 Passivo Exigível a Longo Prazo 3.324.062 3.117.779
2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 3.037.111 2.820.083
2.02.01.02 Debêntures 0 0
2.02.01.03 Provisões 44.990 44.990
2.02.01.04 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0
2.02.01.05 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0
2.02.01.06 Outros 241.961 252.706
2.02.01.06.01 Impostos, taxas e contribuições 39.846 37.087
2.02.01.06.02 Impostos diferidos 38.938 39.899
2.02.01.06.03 Arrendamento a pagar 97.443 107.603
2.02.01.06.04 Outros 65.734 68.117
2.03 Resultados de Exercícios Futuros 0 0
2.05 Patrimônio Líquido 2.663.125 2.729.851
2.05.01 Capital Social Realizado 2.525.639 2.525.639
2.05.01.01 Capital social 2.559.718 2.559.718
2.05.01.02 Gastos com emissão pública de ações (30.273) (30.273)
2.05.01.03 Gastos com emissão privada de ações (3.806) (3.806)
2.05.02 Reservas de Capital 0 0
2.05.03 Reservas de Reavaliação 0 0
2.05.03.01 Ativos Próprios 0 0
2.05.03.02 Controladas/Coligadas e Equiparadas 0 0
2.05.04 Reservas de Lucro 155.061 155.061
2.05.04.01 Legal 3.217 3.217
2.05.04.02 Estatutária 0 0

25/06/2009 17:21:18 Pág: 6


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

02.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -31/03/2009 4 -31/12/2008

2.05.04.03 Para Contingências 0 0


2.05.04.04 De Lucros a Realizar 0 0
2.05.04.05 Retenção de Lucros 151.844 151.844
2.05.04.05.01 Retenção de lucros 164.810 164.810
2.05.04.05.02 Ações em tesouraria (12.966) (12.966)
2.05.04.06 Especial p/ Dividendos Não Distribuídos 0 0
2.05.04.07 Outras Reservas de Lucro 0 0
2.05.05 Ajustes de Avaliação Patrimonial 18.578 49.151
2.05.05.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários (14.833) 15.777
2.05.05.02 Ajustes Acumulados de Conversão 33.411 33.374
2.05.05.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0
2.05.06 Lucros/Prejuízos Acumulados (36.153) 0
2.05.07 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0

25/06/2009 17:21:18 Pág: 7


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

03.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 564.094 564.094 561.610 561.610
3.01.01 Mercado Interno 373.212 373.212 385.591 385.591
3.01.02 Mercado externo 190.882 190.882 176.019 176.019
3.02 Deduções da Receita Bruta (60.916) (60.916) (83.879) (83.879)
3.02.01 Impostos sobre vendas (31.297) (31.297) (32.229) (32.229)
3.02.02 Devoluções e abatimentos (29.619) (29.619) (51.650) (51.650)
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 503.178 503.178 477.731 477.731
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (358.905) (358.905) (358.871) (358.871)
3.05 Resultado Bruto 144.273 144.273 118.860 118.860
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (192.590) (192.590) (98.668) (98.668)
3.06.01 Com Vendas (37.320) (37.320) (40.535) (40.535)
3.06.02 Gerais e Administrativas (18.786) (18.786) (19.180) (19.180)
3.06.03 Financeiras (144.708) (144.708) (62.850) (62.850)
3.06.03.01 Receitas Financeiras 31.182 31.182 82.200 82.200
3.06.03.01.01 Receitas financeiras 21.787 21.787 18.789 18.789
3.06.03.01.02 Variação cambial ativa 9.395 9.395 63.411 63.411
3.06.03.02 Despesas Financeiras (175.890) (175.890) (145.050) (145.050)
3.06.03.02.01 Despesas financeiras (133.475) (133.475) (43.657) (43.657)
3.06.03.02.02 Variação cambial passiva (42.415) (42.415) (101.393) (101.393)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 197 197 237 237
3.06.04.01 Outras 197 197 237 237
3.06.05 Outras Despesas Operacionais 0 0 (9.145) (9.145)
3.06.05.01 Amortização do ágio 0 0 (9.145) (9.145)
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 8.027 8.027 32.805 32.805
3.07 Resultado Operacional (48.317) (48.317) 20.192 20.192
3.08 Resultado Não Operacional 0 0 108 108
3.08.01 Receitas 0 0 108 108

25/06/2009 17:21:24 Pág: 8


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

03.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações (48.317) (48.317) 20.300 20.300
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 0 0 (127) (127)
3.10.01 Provisão para IR 0 0 (92) (92)
3.10.02 Contribuição Social 0 0 (35) (35)
3.11 IR Diferido 12.164 12.164 812 812
3.11.01 Provisão para IR 8.955 8.955 597 597
3.11.02 Contribuição Social 3.209 3.209 215 215
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0 0
3.12.01 Participações 0 0 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período (36.153) (36.153) 20.985 20.985
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 267.248.354 267.248.354 203.948.954 203.948.954
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,10289 0,10289
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) (0,13528) (0,13528)

25/06/2009 17:21:24 Pág: 9


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

04.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

4.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais (301.456) (301.456) (245.919) (245.919)

4.01.01 Caixa Gerado nas Operações (9.112) (9.112) (21.533) (21.533)

4.01.01.01 Lucro(Prejuízo) do exercício (36.153) (36.153) 20.985 20.985

4.01.01.02 Depreciação 14.242 14.242 7.440 7.440

4.01.01.03 Amortização 0 0 9.145 9.145

4.01.01.04 Provisão para contingências 0 0 0 0

4.01.01.05 Tributos diferidos (12.164) (12.164) (813) (813)

4.01.01.06 Equivalência patrimonial (8.027) (8.027) (32.805) (32.805)

4.01.01.07 Variação cambial sobre financiamentos (7.960) (7.960) (25.485) (25.485)

4.01.01.08 Var.cambial demais ctas ativo e passivo 40.980 40.980 0 0

4.01.01.09 Baixa do ativo imobilizado (30) (30) 0 0

4.01.02 Variações nos Ativos e Passivos (292.344) (292.344) (224.386) (224.386)

4.01.02.01 Contas a receber de clientes 34.006 34.006 15.651 15.651

4.01.02.02 Estoques (94.519) (94.519) (13.943) (13.943)

4.01.02.03 Depósitos judiciais 338 338 (680) (680)

4.01.02.04 Pessoal, encargos e benefícios sociais 12.998 12.998 6.018 6.018

4.01.02.05 Fornecedores 4.554 4.554 (108.774) (108.774)

4.01.02.06 Tributos (25.599) (25.599) (59.835) (59.835)

4.01.02.07 Encargos financeiros 72.649 72.649 42.898 42.898

4.01.02.08 Encargos financeiros - arrendamento 4.501 4.501 0 0

4.01.02.09 Tributos a receber e a pagar (261.017) (261.017) (98.523) (98.523)

4.01.02.10 Outras contas ativas e passivas (40.255) (40.255) (7.198) (7.198)

4.01.02.11 Outros 0 0 0 0

4.01.03 Outros 0 0 0 0

4.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento 10.607 10.607 (86.244) (86.244)

4.02.01 Investimento (3.262) (3.262) (50.962) (50.962)

4.02.02 Remessa de numerários pela controladora 0 0 0 0

25/06/2009 17:21:27 Pág: 10


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

04.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -01/01/2009 a 31/03/2009 4 -01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/200801/01/20086a-31/03/2008


01/01/2008 a 31/03/200801/01/2008 a 31/03/2008

4.02.03 Variação cambial sobre investimentos 30.573 30.573 0 0

4.02.04 Redução do ágio sobre investimentos 0 0 4.270 4.270

4.02.05 Aplicações em ativo imobilizado (16.555) (16.555) (39.552) (39.552)

4.02.06 Imobilizado - Arrendamento a pagar 0 0 0 0

4.02.07 Ativo intangível (149) (149) 0 0

4.03 Caixa Líquido Atividades Financiamento 267.043 267.043 456.988 456.988

4.03.01 Dividendos/Juros pagos no exercício 0 0 0 0

4.03.02 Empréstimos obtidos 600.966 600.966 768.509 768.509

4.03.03 Empréstimos liquidados (319.750) (319.750) (311.521) (311.521)

4.03.04 Arrendamentos obtidos 68 68 0 0

4.03.05 Arrendamentos liquidados (14.241) (14.241) 0 0

4.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 0 0 0 0

4.05 Aumento(Redução) de Caixa e Equivalentes (23.806) (23.806) 124.825 124.825

4.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 774.160 774.160 867.752 867.752

4.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 750.354 750.354 992.577 992.577

25/06/2009 17:21:27 Pág: 11


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

05.01 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2009 a 31/03/2009 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO ACUMULADOS AVALIAÇÃO LÍQUIDO
PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 2.525.639 0 0 155.061 0 49.151 2.729.851

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 0 0 0 0

5.03 Saldo Ajustado 2.525.639 0 0 155.061 0 49.151 2.729.851

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0 0 (36.153) 0 (36.153)

5.05 Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.05.01 Dividendos 0 0 0 0 0 0 0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0 0 0 0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0 0 0 0 0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0 0 0 (30.573) (30.573)

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0 0 0 0 0

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0 0 0 37 37

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0 0 0 0 0

5.07.04 Variação cambial de investimentos 0 0 0 0 0 (30.610) (30.610)

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0 0 0 0 0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0 0 0 0 0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.12 Outros 0 0 0 0 0 0 0

5.13 Saldo Final 2.525.639 0 0 155.061 (36.153) 18.578 2.663.125

25/06/2009 17:21:34 Pág: 12


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

05.02 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2009 a 31/03/2009 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO ACUMULADOS AVALIAÇÃO LÍQUIDO
PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 2.525.639 0 0 155.061 0 49.151 2.729.851

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 0 0 0 0

5.03 Saldo Ajustado 2.525.639 0 0 155.061 0 49.151 2.729.851

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0 0 (36.153) 0 (36.153)

5.05 Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.05.01 Dividendos 0 0 0 0 0 0 0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0 0 0 0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0 0 0 0 0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0 0 0 (30.573) (30.573)

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0 0 0 0 0

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0 0 0 37 37

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0 0 0 0 0

5.07.04 Variação cambial de investimentos 0 0 0 0 0 (30.610) (30.610)

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0 0 0 0 0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0 0 0 0 0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.12 Outros 0 0 0 0 0 0 0

5.13 Saldo Final 2.525.639 0 0 155.061 (36.153) 18.578 2.663.125

25/06/2009 17:21:37 Pág: 13


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

08.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 31/03/2009 4 - 31/12/2008

1 Ativo Total 9.239.444 9.155.172


1.01 Ativo Circulante 4.420.738 4.370.445
1.01.01 Disponibilidades 1.125.082 1.071.664
1.01.01.01 Caixa e Bancos 162.676 395.662
1.01.01.02 Aplicações Financeiras 962.406 676.002
1.01.02 Créditos 1.619.254 1.691.305
1.01.02.01 Clientes 872.368 1.001.912
1.01.02.01.01 Valores a receber - clientes nacioanais 687.929 686.035
1.01.02.01.02 Valores a receber - clientes internac. 184.439 315.877
1.01.02.02 Créditos Diversos 746.886 689.393
1.01.02.02.01 Impostos a recuperar 746.886 689.393
1.01.03 Estoques 1.626.524 1.581.934
1.01.03.01 Estoques de produtos e mercadorias 1.626.524 1.581.934
1.01.04 Outros 49.878 25.542
1.01.04.01 Despesas do exercício seguinte 40.171 25.237
1.01.04.02 Outros valores a receber 9.707 305
1.02 Ativo Não Circulante 4.818.706 4.784.727
1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 447.673 385.378
1.02.01.01 Créditos Diversos 25.586 27.573
1.02.01.01.01 Aplicações financeiras 2.137 4.195
1.02.01.01.02 Depósitos compulsório 23.449 23.378
1.02.01.02 Créditos com Pessoas Ligadas 1.552 363
1.02.01.02.01 Com Coligadas e Equiparadas 0 0
1.02.01.02.02 Com Controladas 0 0
1.02.01.02.03 Com Outras Pessoas Ligadas 1.552 363
1.02.01.03 Outros 420.535 357.442
1.02.01.03.01 Impostos diferidos 351.076 303.568
1.02.01.03.02 Impostos a recuperar 50.781 44.631
1.02.01.03.03 Outros valores a receber 18.678 9.243
1.02.02 Ativo Permanente 4.371.033 4.399.349
1.02.02.01 Investimentos 1.222 1.197
1.02.02.01.01 Participações Coligadas/Equiparadas 0 0
1.02.02.01.02 Participações em Controladas 0 0
1.02.02.01.03 Outros Investimentos 1.222 1.197
1.02.02.02 Imobilizado 2.223.822 2.235.688
1.02.02.02.01 Imobilizado 2.223.822 2.235.688
1.02.02.03 Intangível 2.132.733 2.144.212
1.02.02.03.01 Participações em Controladas - Ágio 2.048.235 2.060.340
1.02.02.03.02 Marcas e Patentes 84.498 83.872
1.02.02.04 Diferido 13.256 18.252
1.02.02.04.01 Diferido 13.256 18.252

25/06/2009 17:21:43 Pág: 14


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

08.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 31/03/2009 4 - 31/12/2008

2 Passivo Total 9.239.444 9.155.172


2.01 Passivo Circulante 2.740.401 2.799.493
2.01.01 Empréstimos e Financiamentos 1.294.620 1.232.097
2.01.01.01 Empréstimos e financiamentos 1.294.620 1.232.097
2.01.02 Debêntures 0 0
2.01.03 Fornecedores 764.444 748.495
2.01.04 Impostos, Taxas e Contribuições 243.978 274.543
2.01.04.01 Impostos, taxas e contribuições 243.978 274.543
2.01.05 Dividendos a Pagar 0 0
2.01.06 Provisões 0 0
2.01.07 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0
2.01.08 Outros 437.359 544.358
2.01.08.01 Pessoal, encargos e benefícios sociais 291.805 269.793
2.01.08.02 Títulos a pagar 11.354 11.660
2.01.08.03 Arrendamento a pagar 61.371 62.582
2.01.08.04 Outras Obrigações 72.829 200.323
2.02 Passivo Não Circulante 3.820.480 3.607.911
2.02.01 Passivo Exigível a Longo Prazo 3.820.480 3.607.911
2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 3.296.628 3.081.377
2.02.01.02 Debêntures 0 0
2.02.01.03 Provisões 96.031 108.475
2.02.01.03.01 Provisões 96.031 108.475
2.02.01.04 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0
2.02.01.05 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0
2.02.01.06 Outros 427.821 418.059
2.02.01.06.01 Impostos, taxas e contribuições 84.458 78.674
2.02.01.06.02 Impostos diferidos 108.532 109.019
2.02.01.06.03 Arrendamento a pagar 129.287 142.114
2.02.01.06.04 Outros 105.544 88.252
2.03 Resultados de Exercícios Futuros 0 0
2.04 Part. de Acionistas Não Controladores 15.438 17.917
2.05 Patrimônio Líquido 2.663.125 2.729.851
2.05.01 Capital Social Realizado 2.525.639 2.525.639
2.05.01.01 Capital Social 2.559.718 2.559.718
2.05.01.02 Gastos com emissão pública de ações (30.273) (30.273)
2.05.01.03 Gastos com emissão privada de ações (3.806) (3.806)
2.05.02 Reservas de Capital 0 0
2.05.03 Reservas de Reavaliação 0 0
2.05.03.01 Ativos Próprios 0 0
2.05.03.02 Controladas/Coligadas e Equiparadas 0 0
2.05.04 Reservas de Lucro 155.061 155.061

25/06/2009 17:21:46 Pág: 15


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

08.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -31/03/2009 4 -31/12/2008

2.05.04.01 Legal 3.217 3.217


2.05.04.02 Estatutária 0 0
2.05.04.03 Para Contingências 0 0
2.05.04.04 De Lucros a Realizar 0 0
2.05.04.05 Retenção de Lucros 151.844 151.844
2.05.04.05.01 Retenção de lucros 164.810 164.810
2.05.04.05.02 Ações em tesouraria (12.966) (12.966)
2.05.04.06 Especial p/ Dividendos Não Distribuídos 0 0
2.05.04.07 Outras Reservas de Lucro 0 0
2.05.05 Ajustes de Avaliação Patrimonial 18.578 49.151
2.05.05.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0
2.05.05.02 Ajustes Acumulados de Conversão 18.578 49.151
2.05.05.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0
2.05.06 Lucros/Prejuízos Acumulados (36.153) 0
2.05.07 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0

25/06/2009 17:21:46 Pág: 16


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

09.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 2.445.527 2.445.527 1.181.010 1.181.010
3.01.01 Mercado interno 1.483.222 1.483.222 615.544 615.544
3.01.02 Mercado externo 962.305 962.305 565.466 565.466
3.02 Deduções da Receita Bruta (194.653) (194.653) (113.938) (113.938)
3.02.01 Impostos sobre vendas (97.655) (97.655) (61.931) (61.931)
3.02.02 Devoluções e abatimentos (96.998) (96.998) (52.007) (52.007)
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 2.250.874 2.250.874 1.067.072 1.067.072
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (1.937.492) (1.937.492) (851.866) (851.866)
3.05 Resultado Bruto 313.382 313.382 215.206 215.206
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (390.941) (390.941) (171.782) (171.782)
3.06.01 Com Vendas (155.933) (155.933) (67.331) (67.331)
3.06.02 Gerais e Administrativas (66.737) (66.737) (36.085) (36.085)
3.06.03 Financeiras (178.519) (178.519) (60.656) (60.656)
3.06.03.01 Receitas Financeiras 34.151 34.151 96.096 96.096
3.06.03.01.01 Receitas financeiras 28.199 28.199 23.490 23.490
3.06.03.01.02 Variação cambial ativa 5.952 5.952 72.606 72.606
3.06.03.02 Despesas Financeiras (212.670) (212.670) (156.752) (156.752)
3.06.03.02.01 Despesas financeiras (168.823) (168.823) (51.624) (51.624)
3.06.03.02.02 Variação cambial passiva (43.847) (43.847) (105.128) (105.128)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 10.248 10.248 1.873 1.873
3.06.04.01 Outras 10.248 10.248 1.873 1.873
3.06.05 Outras Despesas Operacionais 0 0 (9.583) (9.583)
3.06.05.01 Amortização do ágio 0 0 (9.145) (9.145)
3.06.05.02 Efeito da variação cambial - conversão 0 0 (438) (438)
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0
3.07 Resultado Operacional (77.559) (77.559) 43.424 43.424
3.08 Resultado Não Operacional 0 0 (1.126) (1.126)

25/06/2009 17:21:52 Pág: 17


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

09.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.08.01 Receitas 0 0 133 133


3.08.02 Despesas 0 0 (1.259) (1.259)
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações (77.559) (77.559) 42.298 42.298
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social (4.455) (4.455) (14.056) (14.056)
3.10.01 Provisão IR (4.455) (4.455) (13.786) (13.786)
3.10.02 Contribuição social 0 0 (270) (270)
3.11 IR Diferido 44.512 44.512 812 812
3.11.01 Provisão IR 31.671 31.671 597 597
3.11.02 Contribuição social 12.841 12.841 215 215
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0 0
3.12.01 Participações 0 0 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.14 Part. de Acionistas Não Controladores (664) (664) (3.995) (3.995)
3.15 Lucro/Prejuízo do Período (38.166) (38.166) 25.059 25.059
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 267.248.354 267.248.354 203.948.954 203.948.954
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,12287 0,12287
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) (0,14281) (0,14281)

25/06/2009 17:21:52 Pág: 18


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

4.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais 85.739 85.739 (242.397) (242.397)

4.01.01 Caixa Gerado nas Operações 27.509 27.509 20.788 20.788

4.01.01.01 Lucro(Prejuízo) do exercício (38.166) (38.166) 25.059 25.059

4.01.01.02 Depreciação 54.590 54.590 13.329 13.329

4.01.01.03 Amortização 8.026 8.026 9.485 9.485

4.01.01.04 Provisão para contingências 12.434 12.434 1.122 1.122

4.01.01.05 Tributos diferidos (46.419) (46.419) (3.212) (3.212)

4.01.01.06 Equivalência Patrimonial 0 0 0 0

4.01.01.07 Variação cambial sobre financiamentos 3.268 3.268 (24.916) (24.916)

4.01.01.08 Var. cambial demais ctas ativo e passivo 34.627 34.627 0 0

4.01.01.09 Baixa do ativo imbilizado (1.515) (1.515) 0 0

4.01.01.10 Participação dos acionistas não control 664 664 3.995 3.995

4.01.01.11 Ganho com Investimentos 0 0 (4.074) (4.074)

4.01.02 Variações nos Ativos e Passivos 58.230 58.230 (263.185) (263.185)

4.01.02.01 Contas a receber de clientes 100.273 100.273 (5.703) (5.703)

4.01.02.02 Estoques (52.641) (52.641) (63.205) (63.205)

4.01.02.03 Depósitos judiciais (72) (72) (881) (881)

4.01.02.04 Pessoal, encargos e benefícios sociais 23.499 23.499 7.290 7.290

4.01.02.05 Fornecedores 19.503 19.503 (126.756) (126.756)

4.01.02.06 Tributos (87.987) (87.987) (65.615) (65.615)

4.01.02.07 Encargos financeiros 96.134 96.134 45.739 45.739

4.01.02.08 Encargos financeiros - arrendamento 5.304 5.304 0 0

4.01.02.09 Tributos a receber e a pagar 1.855 1.855 (44.158) (44.158)

4.01.02.10 Outras contas ativas e passivas (47.638) (47.638) (9.896) (9.896)

4.01.02.11 Outros 0 0 0 0

4.01.03 Outros 0 0 0 0

4.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento (192.688) (192.688) (58.684) (58.684)

25/06/2009 17:21:54 Pág: 19


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -01/01/2009 a 31/03/2009 4 -01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/200801/01/20086a-31/03/2008


01/01/2008 a 31/03/200801/01/2008 a 31/03/2008

4.02.01 Investimento (160.676) (160.676) (11.648) (11.648)

4.02.02 Remessa de numerários pela controladora 0 0 0 0

4.02.03 Variação cambial sobre investimentos 30.573 30.573 0 0

4.02.04 Redução do ágio sobre investimentos 0 0 4.270 4.270

4.02.05 Aplicações em ativo imobilizado (74.297) (74.297) (97.871) (97.871)

4.02.06 consolidação de invest. sem efeito caixa 0 0 46.565 46.565

4.02.07 Ativo Intangível (389) (389) 0 0

4.02.08 Variação cambial do Ativo Imobilizado 7.203 7.203 0 0

4.02.09 Variação cambial do Intangível 4.898 4.898 0 0

4.03 Caixa Líquido Atividades Financiamento 163.005 163.005 435.863 435.863

4.03.01 Dividendos/Juros pagos no exercício 0 0 0 0

4.03.02 Empréstimos obtidos 876.572 876.572 880.752 880.752

4.03.03 Empréstimos liquidados (695.692) (695.692) (444.889) (444.889)

4.03.04 Arrendamentos obtidos 2.042 2.042 0 0

4.03.05 Arrendamentos liquidados (19.917) (19.917) 0 0

4.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes (2.638) (2.638) 0 0

4.05 Aumento(Redução) de Caixa e Equivalentes 53.418 53.418 134.782 134.782

4.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 1.071.664 1.071.664 1.049.806 1.049.806

4.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 1.125.082 1.125.082 1.184.588 1.184.588

25/06/2009 17:21:54 Pág: 20


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

11.01 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2009 a 31/03/2009 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO ACUMULADOS AVALIAÇÃO LÍQUIDO
PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 2.525.639 0 0 155.061 0 49.151 2.729.851

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 0 0 0 0

5.03 Saldo Ajustado 2.525.639 0 0 155.061 0 49.151 2.729.851

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0 0 (36.153) 0 (36.153)

5.05 Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.05.01 Dividendos 0 0 0 0 0 0 0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0 0 0 0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0 0 0 0 0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0 0 0 (30.573) (30.573)

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0 0 0 0 0

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0 0 0 37 37

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0 0 0 0 0

5.07.04 Variação cambial de investimentos 0 0 0 0 0 (30.610) (30.610)

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0 0 0 0 0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0 0 0 0 0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.12 Outros 0 0 0 0 0 0 0

5.13 Saldo Final 2.525.639 0 0 155.061 (36.153) 18.578 2.663.125

25/06/2009 17:22:00 Pág: 21


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

11.02 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2009 a 31/03/2009 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO ACUMULADOS AVALIAÇÃO LÍQUIDO
PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 2.525.639 0 0 155.061 0 49.151 2.729.851

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 0 0 0 0

5.03 Saldo Ajustado 2.525.639 0 0 155.061 0 49.151 2.729.851

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0 0 (36.153) 0 (36.153)

5.05 Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.05.01 Dividendos 0 0 0 0 0 0 0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0 0 0 0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0 0 0 0 0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0 0 0 (30.573) (30.573)

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0 0 0 0 0

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0 0 0 37 37

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0 0 0 0 0

5.07.04 Variação cambial de investimentos 0 0 0 0 0 (30.610) (30.610)

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0 0 0 0 0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0 0 0 0 0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.12 Outros 0 0 0 0 0 0 0

5.13 Saldo Final 2.525.639 0 0 155.061 (36.153) 18.578 2.663.125

25/06/2009 17:22:03 Pág: 22


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

MARFRIG ALIMENTOS S.A.

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS INDIVIDUAIS


(CONTROLADORA) E CONSOLIDADAS REFERENTES AO PERÍODO DE 3 (TRES)
MESES FINDOS EM 31 DE MARÇO DE 2009 E DO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE
DEZEMBRO DE 2008.
(Valores expressos em milhares de reais)

1. CONTEXTO OPERACIONAL

A Marfrig Alimentos S.A. é uma companhia de capital aberto que tem como objetivo
a produção de produtos alimentícios e a exploração de atividades frigoríficas, como
abate de bovinos, suínos, ovinos e aves; industrialização, distribuição e
comercialização de produtos e subprodutos de origem animal, comestíveis ou não,
em estabelecimentos próprios ou de terceiros, inclusive a importação e exportação
de produtos e subprodutos de origem animal, bem como outras atividades descritas
no objeto social da Companhia.

A Marfrig Alimentos S.A. foi fundada em 06/06/2000 tornando-se uma Sociedade


Anônima em 26/03/2007. A Companhia obteve seu Registro (Nº 20788) na
Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em 18/06/2007 e realizou sua Oferta
Pública Inicial (IPO) em 29/06/2007, tendo suas ações listadas no Novo Mercado da
Bolsa de Valores de São Paulo (BM&FBOVESPA) sob o código MRFG3. Em 28 de
abril de 2009 a razão social da Companhia foi alterada para Marfrig Alimentos S.A.
Seu capital social subscrito e integralizado em 31/03/2009 era constituído de
267.943.954 ações ordinárias onde 135.162.786 ações ou 50,44% estão sobre o
controle da MMS Participações S.A. e 132.781.170 ações ou 49,56% estão em
circulação “free float” no mercado de capitais. MMS Participações S.A. é controlada
por Marcos Antônio Molina dos Santos e Márcia Aparecida Pascoal Marçal dos
Santos, cada qual com 50% de participação.

Como participante do Novo Mercado da BM&FBOVESPA, a Companhia está


vinculada à arbitragem na Câmara de Arbitragem do Mercado, conforme Cláusula
Compromissória constante do seu Estatuto Social.

As posições patrimonial e financeira da Companhia devem ser consideradas no


contexto operacional das atividades integradas de:

• Divisão Bovinos e Divisão Food Service – Brasil:


o Marfrig Alimentos S.A. (Brasil) – composta por nove unidades de abate
de bovinos, três unidades de processamento e industrialização de carne
bovina, localizadas nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul,
Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rondônia, além de um
Centro de Distribuição no estado de São Paulo;

25/06/2009 17:22:13 Pág: 23


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

o Masplen Ltd (Ilha de Jersey), (empresa que detêm 100% da Pampeano


Alimentos S.A. (Brasil)), empresa produtora de carnes enlatadas e
outros produtos industrializados no Rio Grande do Sul.

• Divisão Aves, Suínos e Industrializados – Brasil:


o Secculum Participações Ltda. (Brasil) e União Frederiquense Participações
Ltda. (Brasil), (empresas que em conjunto detêm 100% da empresa
Frigorífico Mabella Ltda. (Brasil)). A Mabella opera uma unidade de
abate de suínos no estado de Santa Catarina e 1 unidade de abate e
industrialização de carne suína no estado do Rio Grande do Sul.
Também concentra as operações de frangos e suínos da Marfrig,
contemplando as empresas abaixo:
ƒ DaGranja Agroindustrial Ltda;
ƒ Braslo Produtos de Carnes Ltda;
ƒ Agrofrango Indústria e Comércio de Alimentos Ltda ;
ƒ Penasul Alimentos Ltda ;
A operação de frango é formada por sete plantas de abate de
aves e sete unidades de processamento e industrialização de
carne de aves nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul,
Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal;
ƒ MBL Alimentos S.A (Carroll’s), empresa que opera na criação
de suínos.

• Divisão Argentina:
o Argentine Breeders & Packers S.A. (Argentina), com três plantas de
abates de bovinos (incluindo as posições em que detém 100% das
empresas Best Beef S.A. (Argentina), Estâncias del Sur S.A. (Argentina)
e Mirab S.A. (Argentina e EUA), produtora e distribuidora de beef jerky
para o mercado norte-americano e diversos outros destinos de
exportação;
o Quickfood S.A (Argentina) é uma Companhia aberta, detentora da marca
PATY, líder nos mercados argentino, uruguaio e chileno de
hambúrgueres, com 2 plantas de abate e 3 unidades de produtos
processados e industrializados de carne bovina.
• Divisão Uruguai:
o Frigorífico Tacuarembó S.A. (Uruguai), que opera uma unidade de abate
e industrialização de carne bovina;
o Inaler S.A. (Uruguai), unidade de abate de bovinos e ovinos;
o Marfrig Chile Inversiones Ltda. (Chile), operando um frigorífico de
cordeiros na Patagonia e uma unidade de desossa de carne e trading
operando com o mercado chileno;
o Prestcott International S.A. (Uruguai), que detém 100% da empresa
Cledinor S.A (Uruguai), frigorífico de bovinos e ovinos na cidade de
Salto;

25/06/2009 17:22:13 Pág: 24


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

o Establecimientos Colonia S.A. (Uruguai), frigorífico de bovinos na cidade


do mesmo nome.

• Divisão Europa:

o Weston Importers Ltd. (Reino Unido), trading que atua no mercado


europeu e que detém 100% da empresa CDB Meats Ltd (Reino
Unido), produtora de carnes industrializadas e 100% da Moy Park
Holdings (Europe) Limited (Empresa com sede da Irlanda do Norte),
que detém 100% das empresas Moy Park Group e Kitchen Range
Foods Ltd (Inglaterra) que opera três plantas de abate de aves e oito
plantas de produtos processados e industrializados na Inglaterra,
Irlanda do Norte, França e Holanda.

2. APRESENTAÇÃO E ELABORAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

As demonstrações contábeis individuais e consolidadas estão expressas em


milhares de reais e foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas
no Brasil, que abrange a Lei das Sociedades por Ações (Lei nº. 6.404/76), os
Pronunciamentos, Orientações e Interpretações emitidos pelo Comitê de
Pronunciamentos Contábeis – CPC, aprovados e homologados pelas Deliberações
da Comissão de Valores Mobiliários – CVM bem como outros pronunciamentos
emitidos por essa autarquia federal.

2.1 Nova Legislação e alterações nas práticas contábeis

Em 28 de dezembro de 2007, foi promulgada a Lei nº 11.638, a qual entrou em vigor


a partir de 1º de janeiro de 2008. Referida Lei sofreu modificações introduzidas pela
Medida Provisória nº 449, de 3 de dezembro de 2008. Tais diplomas legais
modificaram certos dispositivos da Lei nº 6.404/76 (Lei das Sociedades por Ações).
Essas alterações foram adotadas pela primeira vez nas demonstrações contábeis
individuais e consolidadas de 2008.

2.2 Adoção inicial da Lei nº 11.638/2007 e da Medida Provisória nº 449/2008

A Companhia adotou como data de transição para aplicação das novas práticas
contábeis o dia 1º de janeiro de 2008, com base na Deliberação CVM nº 565/2008,
a qual aprovou o CPC nº 13, que trata da elaboração das primeiras demonstrações
contábeis com base nas novas práticas contábeis adotadas no Brasil. Dessa forma,
a Companhia optou por aplicar somente o parágrafo 1º, do artigo 186, da Lei nº
6.404/76.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 25


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

As demonstrações contábeis referentes ao período findo em 31 de março de 2008


foram preparadas em conformidade com a legislação vigente naquela data. A
Companhia optou por não reapresentá-las, com base no Ofício-
Circular/CVM/SNC/SEP nº. 02, de 05 de maio de 2009 e no Comunicado Técnico do
IBRACON nº. 04, de 07 de maio de 2009. Dessa forma, as mesmas não são
comparáveis com as demonstrações contábeis do período findo em 31 de março de
2009.

Em decorrência das alterações promovidas pela nova legislação contábil, foram


apurados os efeitos no resultado do período findo em 31 de março de 2008, que são
apresentados a seguir:

Efeitos no período findo em 31 de março de 2008


Resultado do exercício Patrimônio Líquido
Controladora Consolidado Controladora Consolidado

Nova legislação (1) 51.765 51.193 1.328.908 1.328.908

Variação cambial sobre investimentos no exterior (5.084) (438) - -


Ajuste a valor presente de ativos e passivos (19.930) (19.930) 19.930 19.930
Arrendamento mercantil financeiro (5.766) (5.766) 5.766 5.766
- - - -
Legislação anterior 20.985 25.059 1.303.212 1.303.212

(1) Não houve efeito tributário decorrente dos ajustes provenientes das novas práticas contábeis,
haja vista o Regime Tributário de Transição - RTT, previsto na MP nº 449/2008.

3. RESUMO DAS PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS

3.1 Principais práticas contábeis

As principais práticas contábeis adotadas para a elaboração dessas demonstrações


contábeis são as seguintes:

a. Apuração do resultado

O resultado das operações é apurado em conformidade com o regime contábil de


competência.

A receita de serviços é reconhecida no resultado em função da sua prestação.

b. Estimativas contábeis

25/06/2009 17:22:13 Pág: 26


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

A elaboração das demonstrações financeiras individuais e consolidadas de acordo


com as práticas contábeis adotadas no Brasil requer que a Administração use de
julgamento na determinação e registro de estimativas contábeis. Ativos e passivos
significativos sujeitos a essas estimativas e premissas incluem o valor residual do
ativo imobilizado, provisão para devedores duvidosos, estoques e imposto de
renda e contribuição social diferidos ativos e as provisões para riscos fiscais,
trabalhistas e cíveis. A liquidação das transações envolvendo essas estimativas
poderá resultar em valores diferentes dos estimados, devido a imprecisões
inerentes ao processo de sua determinação. A Companhia e suas controladas
revisam as estimativas e premissas pelo menos trimestralmente.

c. Instrumentos financeiros

Instrumentos financeiros não-derivativos incluem aplicações financeiras,


investimentos em instrumentos de dívida e patrimônio, contas a receber e outros
recebíveis, caixa e equivalentes de caixa, empréstimos e financiamentos, assim
como contas a pagar e outras dívidas.

Instrumentos financeiros não-derivativos são reconhecidos inicialmente pelo valor


justo acrescido, para instrumentos que não sejam reconhecidos pelo valor justo
através de resultado, quaisquer custos de transação diretamente atribuíveis.
Posteriormente ao reconhecimento inicial, os instrumentos financeiros não
derivativos são mensurados de acordo com sua respectiva classificação:

• Instrumentos mantidos até o vencimento

Se a Companhia tem a intenção positiva e capacidade de manter até o vencimento


seus instrumentos de dívida, esses são classificados como mantidos até o
vencimento. Investimentos mantidos até o vencimento são mensurados pelo custo
amortizado utilizando o método de taxa de juros efetiva, deduzido de eventuais
reduções em seu valor recuperável.

• Instrumentos disponíveis para venda

Os investimentos da Companhia em instrumentos de patrimônio e de certos ativos


relativos a instrumentos de dívida são classificados como disponíveis para venda.
Posteriormente ao reconhecimento inicial, são avaliadas pelo valor justo e as suas
flutuações, exceto reduções em seu valor recuperável, e as diferenças em moeda
estrangeira destes instrumentos, são reconhecidos diretamente no patrimônio
líquido, líquidos dos efeitos tributários. Quando um investimento deixa de ser
reconhecido, o ganho ou perda acumulada no patrimônio líquido é transferido para
resultado.

• Instrumentos financeiros ao valor justo através do resultado

25/06/2009 17:22:13 Pág: 27


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Um instrumento é classificado pelo valor justo através do resultado se for mantido


para negociação, ou seja, designado como tal quando do reconhecimento inicial.
Os instrumentos financeiros são designados pelo valor justo através do resultado
se a Companhia gerencia esses investimentos e toma as decisões de compra e
venda com base em seu valor justo de acordo com a estratégia de investimento e
gerenciamento de risco documentado pela Companhia. Após reconhecimento
inicial, custos de transação atribuíveis são reconhecidos nos resultados quando
incorridos. Instrumentos financeiros ao valor justo através do resultado são
medidos pelo valor justo, e suas flutuações são reconhecidas no resultado.

• Outros

Outros instrumentos financeiros não-derivativos são mensurados pelo custo


amortizado utilizando o método de taxa de juros efetiva, ajustados por eventuais
reduções no valor recuperável.

d. Moeda estrangeira

A Administração da Companhia definiu que sua moeda funcional é o real de


acordo com as normas descritas no Pronunciamento Técnico CPC nº 02 - Efeitos
nas Mudanças nas Taxas de Câmbio e Conversão de Demonstrações Contábeis,
aprovado pela Deliberação CVM nº 534/08.

Transações em moeda estrangeira, isto é, todas aquelas que não realizadas na


moeda funcional, são convertidas pela taxa de câmbio das datas de cada
transação. Ativos e passivos monetários em moeda estrangeira são convertidos
para a moeda funcional pela taxa de câmbio da data do fechamento. Os ganhos e
as perdas de variações nas taxas de câmbio sobre os ativos e os passivos
monetários são reconhecidos na demonstração do resultado. Ativos e passivos
não monetários adquiridos ou contratados em moeda estrangeira são convertidos
com base nas taxas de câmbio das datas das transações ou nas datas de
avaliação ao valor justo quando este é utilizado.

e. Ativos circulante e não circulante

• Contas a receber de clientes

As contas a receber de clientes são registradas pelo valor faturado e quando


aplicável, ajustado ao valor presente.

A provisão para devedores duvidosos foi constituída em montante considerado


suficiente pela administração para suprir as eventuais perdas na realização dos
créditos.

• Estoques

25/06/2009 17:22:13 Pág: 28


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Os estoques são demonstrados, ao custo médio das compras ou produção,


inferiores aos valores de mercado ou de realização.

• Investimentos

Os investimentos em empresas controladas e coligadas são avaliados pelo


método de equivalência patrimonial.

• Imobilizado

Os ativos imobilizados são registrados pelo custo de aquisição ou construção,


deduzido da depreciação calculada pelo método linear com base nas taxas
mencionadas na Nota Explicativa nº 11 e leva em consideração o tempo de vida
útil estimada dos bens e com base nos prazos contratuais dos imóveis alugados
quanto às benfeitorias efetuadas nos mesmos.

Os encargos financeiros dos financiamentos contratados na fase de construção de


bens integrantes do ativo imobilizado são capitalizados.

Outros gastos são capitalizados apenas quando há um aumento nos benefícios


econômicos desse item do imobilizado. Qualquer outro tipo de gasto é reconhecido
no resultado como despesa quando incorrido.

• Arrendamento

Arrendamento financeiro

Determinados contratos de arrendamento transferem substancialmente à


Companhia os riscos e benefícios inerentes a propriedade de um ativo. Esses
contratos são caracterizados como contratos de arrendamento financeiro e os
ativos são reconhecidos pelo valor justo ou pelo valor presente dos pagamentos
mínimos previstos em contrato. Os bens reconhecidos como ativos são
depreciados pelas taxas aplicáveis a cada grupo de ativo, conforme Nota
Explicativa nº 11. Os encargos financeiros relativos aos contratos de arrendamento
financeiro são apropriados ao resultado ao longo do prazo do contrato, com base
no método do custo amortizado e da taxa de juros efetiva.

Arrendamento operacional

Pagamentos efetuados sob um contrato de arrendamento operacional são


reconhecidos como despesas no demonstrativo de resultados em bases lineares
pelo prazo do contrato de arrendamento.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 29


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

• Intangível

Os ativos intangíveis compreendem os ativos adquiridos de terceiros, inclusive por


meio de combinação de negócios, e os gerados internamente pela Companhia.
São registrados pelo custo de aquisição ou formação, deduzido da amortização
calculada pelo método linear, com base nos prazos dos direitos de exploração
decorrentes dos contratos de arrendamento.

Os ativos intangíveis com vida útil indefinida e o ágio por expectativa de


rentabilidade futura a partir de 1º de janeiro de 2009 não são amortizados e tem o
seu valor recuperável testado anualmente.

f. Redução ao valor recuperável

Os itens de ativos do imobilizado, intangível e diferido têm o seu valor recuperável


testado, no mínimo, anualmente, caso haja indicadores de perda dos mesmos. O
“goodwill” e os ativos intangíveis com vida útil indefinida tem a recuperação do seu
valor testado anualmente independentemente de haver indicadores de perda dos
mesmos.

g. Passivos circulantes e não circulantes

Os passivos circulantes e não circulantes são demonstrados pelos valores


conhecidos ou calculáveis acrescidos, quando aplicável dos correspondentes
encargos, variações monetárias e/ou cambiais incorridas até a data do balanço
patrimonial. Quando aplicável os passivos circulantes e não circulantes são
registrados em valor presente, transação a transação, com base em taxas de juros
que refletem o prazo, a moeda e o risco de cada transação. A contrapartida dos
ajustes a valor presente é contabilizada contra as contas que deram origem ao
referido passivo. A diferença entre o valor presente de uma transação e o valor de
face do passivo é apropriada ao resultado ao longo do prazo do contrato com base
no método do custo amortizado e da taxa de juros efetiva.

h. Provisões

As provisões são reconhecidas em decorrência de eventos passados que


originaram um passivo, sendo provável que um recurso econômico seja requerido
para saldar o mesmo. As provisões são registradas quando as perdas são
julgadas como prováveis tendo como base as melhores estimativas do risco
envolvido.

i. Plano de remuneração baseado em ações

Os efeitos do plano de remuneração baseado em ações são calculados com base


no valor justo e reconhecidos no balanço patrimonial e na demonstração do

25/06/2009 17:22:13 Pág: 30


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

resultado conforme as condições contratuais sejam atendidas e de acordo com o


comentado na Nota explicativa nº 21.

j. Imposto de renda e contribuição social

O imposto de renda é apurado com base no lucro real. O imposto de renda e a


contribuição social são recolhidos mensalmente sobre bases de cálculo estimadas,
nas formas e alíquotas previstas na legislação vigente.

Os ativos diferidos decorrentes de prejuízo fiscal, base negativa da contribuição


social e diferenças temporárias são registrados em conformidade com a legislação
tributária e Instrução CVM nº 371, de 27 de junho de 2002, e levam em
consideração o histórico de rentabilidade e a expectativa de geração de lucros
tributáveis futuros fundamentada em estudo técnico de viabilidade revisado
anualmente.

A Companhia e suas controladas, quando aplicável, deverão optar pelo Regime


Tributário de Transição (RTT), conforme a Medida Provisória nº 449/08, exercício
de opção este que deverá ser manifestado, de forma irretratável, na Declaração de
Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica de 2009.

k. Lucro por ação

O lucro por ação é calculado com base no número total de ações, na data do
balanço patrimonial.

l. Consolidação

As práticas contábeis são aplicadas de forma uniforme em todas as empresas


consolidadas e consistentes com aquelas utilizadas no exercício anterior.

Descrição dos principais procedimentos de consolidação:

• Eliminação dos saldos das contas de ativos e passivos entre as empresas;


• Eliminação das participações no capital, reservas e lucros acumulados das
empresas controladas;
• Eliminação dos saldos de receitas e despesas, bem como de lucros não realizados
decorrentes de negócios entre as empresas.

3.2 Demonstrações contábeis consolidadas

As demonstrações contábeis consolidadas incluem as informações da Companhia


e das suas controladas:

25/06/2009 17:22:13 Pág: 31


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Porcentagem de Participação
CONTROLADAS DIRETAS 31/03/09 31/12/08

Argentine Breeders & Packers S.A 99,99% 99,99%


Frigoclass Alimentos S.A 100% 100%
Marfrig Chile Inversiones Ltda 99,47% 99,47%
Inaler S.A 100% 100%
Frigorífico Tacuarembó S.A 93,26% 93,26%
Weston Importers Ltd 100% 100%
Masplen Limited 100% 100%
Prestcott International S.A 100% 97,99%
Secculum Participações Ltda 99,00% 99,00%
União Frederiquense Partic. Ltda 99,99% 99,84%
QuickFood S.A 80,31% 80,31%
Establecimientos Colonia S.A 100% 100%

As demonstrações contábeis das companhias controladas sediadas no exterior


foram elaboradas, originalmente em moeda local, em conformidade com a
legislação vigente em cada país onde estão localizadas e foram revisadas por
auditores independentes tendo sido convertidas, às práticas contábeis emanadas
pelo International Financial Reporting Standards - IFRS e dólares norte-americanos
(US$) e, posteriormente, convertidas às normas contábeis aplicáveis no Brasil e
para reais, pela taxa cambial correspondente na data do balanço.

4. DISPONIBILIDADES

Referem-se aos valores mantidos em caixa, bancos e aplicações financeiras,


conforme segue:
Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Caixa e bancos 40.464 293.469 162.676 395.662


Certificados de depósitos - DI 709.890 480.691 962.406 676.002

750.354 774.160 1.125.082 1.071.664

As disponibilidades das empresas controladas são demonstradas de forma


consolidada abaixo:

25/06/2009 17:22:13 Pág: 32


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Brasil Exterior
31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Caixa e bancos 19.100 29.191 103.112 73.002


Certificados de depósitos - DI 24.322 29 228.194 195.282

43.422 29.220 331.306 268.284

5. VALORES A RECEBER - CLIENTES NACIONAIS E INTERNACIONAIS


Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Valores a receber -
clientes nacionais 383.979 380.987 687.929 686.035
Valores a receber -
clientes internacionais 181.633 168.488 316.357 409.533
(-) Adiantamentos de
Cambiais Entregues -
ACEs (130.474) (52.641) (131.918) (93.656)

51.159 115.847 184.439 315.877

435.138 496.834 872.368 1.001.912

Valores a vencer 427.242 484.830 755.437 885.254

Valores vencidos
de 1 a 30 dias 5.435 9.657 79.680 75.156
de 31 a 60 dias 88 161 11.632 23.594
de 61 a 90 dias 622 205 9.339 5.992
Acima de 90 dias 1.751 1.981 46.313 40.150
(-) Provisão para
devedores duvidosos - - (30.033) (28.234)
435.138 496.834 872.368 1.001.912

A provisão para devedores duvidosos foi constituída em montante considerado


suficiente pela administração para suprir as eventuais perdas na realização dos
créditos.

Os valores a receber foram atualizados ao valor presente, em conformidade com o


Pronunciamento Técnico CPC nº 12, aprovado pela Deliberação CVM nº 564/2008.

6. ESTOQUES DE PRODUTOS E MERCADORIAS

25/06/2009 17:22:13 Pág: 33


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Produtos acabados e outros 843.212 743.801 1.545.696 1.468.800


Embalagens e almoxarifados 26.179 31.071 80.828 113.134

869.391 774.872 1.626.524 1.581.934

No exercício findo em 31 de dezembro de 2008 e no 1º trimestre de 2009, os


estoques de produtos acabados foram avaliados pelo custo médio das compras
e/ou produção, inferiores aos valores de realização, conforme destacado na nota
explicativa 3.

Os estoques das empresas controladas são demonstrados de forma consolidada


abaixo:

Brasil Exterior
31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Produtos acabados e outros 254.137 234.870 448.347 490.129


Embalagens e almoxarifados 26.713 61.953 27.936 20.110

280.850 296.823 476.283 510.239

7. IMPOSTOS A RECUPERAR

25/06/2009 17:22:13 Pág: 34


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Imposto sobre Circulação de


Mercadorias e Serviços - ICMS 178.413 163.950 236.067 217.527
Crédito Presumido do IPI 60.807 60.782 66.968 66.941
Crédito de PIS 34.916 38.605 63.676 64.056
Crédito da COFINS 167.064 152.483 301.374 262.090
Imposto de renda 5.827 5.827 33.448 27.946
Contribuição social 4.164 4.164 6.758 5.010
IRRF 34.788 31.771 34.972 33.147
IVA - - 39.411 36.704
Certificados de exportação - - 7.929 12.575
Outros - - 7.064 8.028

Total 485.979 457.582 797.667 734.024

Ativo Circulante 483.969 455.572 746.886 689.393


Ativo não Circulante 2.010 2.010 50.781 44.631

Total 485.979 457.582 797.667 734.024

7.1 ICMS

O saldo do ICMS a recuperar é proveniente da obtenção de créditos por compras de


matérias-primas, materiais de embalagem e secundários em volume superior aos
débitos gerados nas vendas locais, haja vista que as vendas ao mercado externo
são isentas, bem como contemplam os saldos totais desses créditos provenientes
das empresas adquiridas no exercício de 2008.

7.2 Crédito Presumido do IPI

Refere-se ao ressarcimento de PIS e COFINS incidentes sobre os insumos


adquiridos no mercado interno e consumidos no processo de bens efetivamente
exportados, bem como contemplam os saldos totais desses créditos provenientes
das empresas adquiridas no exercício de 2008.

7.3 PIS e COFINS

Referem-se ao crédito não cumulativo do PIS e da COFINS incidente sobre as


aquisições de matérias-primas, materiais de embalagem e materiais secundários,
utilizados nos produtos comercializados no mercado externo, bem como
contemplam os saldos totais desses créditos provenientes das empresas adquiridas
no exercício de 2008.

7.4 Imposto de renda e Contribuição Social

25/06/2009 17:22:13 Pág: 35


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Referem-se às antecipações de Impostos de Renda e Contribuição Social


realizados no período findo em 31 de dezembro de 2008.

7.5 Imposto de Renda Retido na Fonte - IRRF

Refere-se ao IRRF retido sobre ganhos nas aplicações financeiras realizadas pela
Companhia.

7.6 Certificado de Exportação

Refere-se a certificados emitidos pelo governo do Uruguai à título de devolução de


um percentual do imposto pago pelos exportadores.

7.7 IVA – Imposto sobre Valor Agregado

Refere-se aos saldos de IVA a recuperar existentes em controladas no exterior,


provenientes da diferença de imposto entre as compras e vendas, haja vista a
diferença da taxa de alimentos ser menor que a maioria das transações.

8. TÍTULOS A RECEBER (NÃO CIRCULANTE)

Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Partes relacionadas 1.815.056 1.566.063 - -


Outros títulos a receber 23.368 23.266 1.552 363

1.838.424 1.589.329 1.552 363

Os títulos a receber da Companhia, em sua maior parte, são compostos por saldos
gerados nas transações com suas empresas controladas (partes relacionadas),
conforme descrito na nota 8.1.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 36


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

8.1 PARTES RELACIONADAS

CONTROLADORA

31/03/09 1º Trim/09
Contas  Contas Títulos Títulos
31 de março de 2009 a receber a pagar a receber a pagar Compras Vendas

Argentine Breeders & Packers S.A.                 ‐                638          38.910                 ‐                450                 ‐


Frigorífico Tacuarembó S.A.                 ‐                 ‐          15.721                 ‐                883                 ‐
Inaler S.A.                 ‐                446             9.941                 ‐                543                 ‐
Marfrig Chile Inversiones Ltda                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐                441                 ‐
Weston Importers Ltd.                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐             5.618
Frigoclass Alimentos S.A.                 ‐                 ‐                306          43.107                 ‐                 ‐
Pampeano Alimentos S.A.             9.437                 ‐          29.296                 ‐                     3          14.440
Cledinor S.A.                 ‐                855                 ‐                 ‐                343                 ‐
Frigorifico Mabella Ltda             1.738                166        290.507                 ‐             4.363                303
Masplen Limited                 ‐                 ‐                103                 ‐                 ‐                 ‐
Dagranja Agroindustrial Ltda                357                842          98.346                 ‐                927             1.047
Mirab USA                 ‐                 ‐          69.188                 ‐                 ‐                 ‐
Establecimientos Colonia S.A.                 ‐             4.055                 ‐                 ‐             1.782                 ‐
Quickfood S.A.                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐                847                 ‐
Moy Park Limited                 ‐                 ‐          23.152                 ‐                 ‐                 ‐
Moy Park Holdings Europe Limited                 ‐                 ‐     1.223.985                 ‐                 ‐                 ‐
Braslo Produtos de Carne Ltda             8.026             1.802          15.563                 ‐             3.476          17.823
MBL Alimentos Ltda                 ‐                 ‐                  17                 ‐                 ‐                283
Pena Branca Ltda                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐                353                     1
Penasul Alimentos Ltda                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐                216
Maremar Adm. Bens S/C Ltda                 ‐                 ‐                  21                 ‐                 ‐                 ‐
Marcos Antonio Molina dos Santos                 ‐                489                 ‐                 ‐             4.063                 ‐

         19.558             9.293     1.815.056          43.107          18.474          39.731

25/06/2009 17:22:13 Pág: 37


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

25/06/2009 17:22:13 Pág: 38


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

CONTROLADORA
31/12/08  1º Trim/08
Contas  Contas Títulos Títulos
31 de dezembro de 2008 a receber a pagar a receber a pagar Compras Vendas

Argentine Breeders & Packers S.A.                 ‐                 ‐          39.277                 ‐             1.057                 ‐


Frigorífico Tacuarembó S.A.                 ‐                936          16.087                 ‐             1.801                 ‐
Inaler S.A.                 ‐             1.056          10.035                 ‐             1.589                 ‐
Marfrig Chile Inversiones Ltda                 ‐                 ‐                168                 ‐                 ‐                 ‐
Quinto Cuarto S.A.                401                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐
Weston Importers Ltd.             7.186                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐          11.302
Frigoclass Alimentos S.A.                 ‐                 ‐                306          43.107                 ‐                 ‐
Pampeano Alimentos S.A.                 ‐                 ‐                 ‐                102                 ‐          17.275
Cledinor S.A.                 ‐             1.513                 ‐                 ‐             1.224                 ‐
Frigorifico Mabella Ltda                 ‐                 ‐        136.878                 ‐             2.887                  71
Masplen Limited                 ‐                 ‐                104                 ‐                 ‐                 ‐
Dagranja Agroindustrial Ltda                 ‐                 ‐          66.846                 ‐                 ‐                 ‐
Mirab USA                 ‐                 ‐          68.671                 ‐                 ‐                 ‐
Establecimientos Colonia S.A.                 ‐             1.640                 ‐                 ‐             1.212                 ‐
Quickfood S.A.                 ‐             4.614                 ‐                 ‐             3.059                 ‐
Moy Park Limited                 ‐                 ‐          23.370                 ‐                 ‐                 ‐
Moy Park Holdings Europe Limited                 ‐                 ‐     1.188.770                 ‐                 ‐                 ‐
Braslo Produtos de Carne Ltda                 ‐                 ‐          15.551                 ‐                 ‐                 ‐
MBL Alimentos Ltda                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐
Maremar Adm. Bens S/C Ltda                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐                 ‐
Marcos Antonio Molina dos Santos                 ‐                843                 ‐                 ‐             2.933                 ‐

            7.587          10.602     1.566.063          43.209          15.762          28.648

Os títulos a receber e a pagar entre partes relacionadas são corrigidos


monetariamente de acordo com as taxas praticadas no mercado financeiro. Tais
operações não impactam as demonstrações contábeis consolidadas, haja vista que
as mesmas são eliminadas no processo de consolidação.

Consolidado
Total de Compras
Contas a Pagar no período
31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/03/08
Marcos Antonio Molina
dos Santos 489 843 4.063 2.933
489 843 4.063 2.933

25/06/2009 17:22:13 Pág: 39


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

O Sr. Marcos Antonio Molina dos Santos e sua esposa, através da Maremar –
Administração de Bens S/C Ltda., a qual é controlada pelos mesmos, adquiriu uma
propriedade no Estado de São Paulo em 27 de abril de 2007, na qual são
desenvolvidos estudos genéticos para aprimoramento de raças bovinas de corte. A
partir de meados de 2008 a propriedade passou a operar um confinamento para
7.800 animais, cujo abate é realizado pelas unidades frigoríficas de bovinos da
Companhia.

9. IMPOSTOS DIFERIDOS

Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Imposto de renda 210.888 202.644 262.442 226.421


Contribuição social 75.912 72.953 88.634 77.147

286.800 275.597 351.076 303.568

Referem-se ao imposto de renda e a contribuição social diferidos, calculados sobre


os tributos com exigibilidade suspensa (provisões) que foram adicionados na
apuração do lucro real e da base de cálculo da contribuição social de exercícios
anteriores, bem como apurados sobre prejuízos fiscais e sobre futuro
aproveitamento fiscal de ágio pago por rentabilidade futura, os quais serão
realizados ao longo dos exercícios de 2009 a 2013.

Segue abaixo movimentação dos tributos diferidos no 1º trimestre de 2009:

Controladora Consolidado
Descrição IRPJ CSL IRPJ CSL

Saldo inicial 202.644 72.953 226.421 77.147


(-) Realização por aproveitamento fiscal do
(4.913) (1.769) (4.913) (1.769)
ágio
Tributos diferidos sobre prejuízo fiscal 13.157 33.545
Tributos diferidos sobre base negativa de
4.728 13.256
CSL
Outros 7.389

Saldo final 210.888 75.912 262.442 88.634

25/06/2009 17:22:13 Pág: 40


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

10. INVESTIMENTOS

Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Participação em sociedades
845.022 867.226 - -
controladas
Outros Investimentos 128 128 1.222 1.197

845.150 867.354 1.222 1.197

10.1 - Investimentos (Controladora)

Porcentual
de partic. no Lucro Líquido
Nº de capital Negociação Capital Patrimônio (prejuízo) do
quotas/ações votante (1) em bolsa Social Líquido Período

Argentine Breeders & Packers S.A 260.328 99,99 Não 180.291 153.033 (3.743)
Frigoclass Alimentos S.A 78.573.743 100,00 Não 78.574 57.780 1.791
Marfrig Chile Inversiones Ltda 13.358.426.280 99,47 Não 57.595 30.450 4.308
Inaler S.A 66.247.320 100,00 Não 3.397 29.370 870
Frigorífico Tacuarembó S.A 80.000.000 93,26 Não 15.125 104.147 (163)
Weston Importers Ltd 1.338.278 100,00 Não 26.530 27.054 16.846
Masplen Limited 100 100,00 Não 0 27.638 (253)
Prestcott International S.A 79.638.916 100,00 Não 6.765 36.888 461
Secculum Participações Ltda 9.200.000 99,00 Não 9.200 11.751 (925)
União Frederiquense Partic. Ltda 98.449.805 99,99 Não 98.450 190.898 (15.045)
QuickFood S.A 21.419.606 80,31 SIm 31.562 112.636 4.365
Establecimientos Colonia S.A 80.647.477 100,00 Não 60.777 94.581 62

Total 568.266 876.226 8.574

(1) O capital total das empresas controladas é igual ao capital votante.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 41


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

10.2 - Movimentação dos investimentos (Controladora)

Saldo Variação
Contábil em Cambial no
31 de Resultado da cálculo da Saldo Contábil
Dezembro Aquisição de Aumento de Investimento no Eq. Patrimonial Equiv. em 31 de Março
2008 Ajuste quotas capital período (5) Patrimonial de 2009

Argentine Breeders & Packers S.A. (1) 166.361 - - - - (3.767) (9.560) 153.034
Frigoclass Alimentos S.A. (2) 55.992 - - - - 1.786 - 57.778
Marfrig Chile Inversiones Ltda. (1) 26.185 - - - - 4.286 (181) 30.290
Inaler S.A. (1) 28.767 - - - - 871 (267) 29.371
Frigorífico Tacuarembó S.A. (1) 98.085 - - - - (69) (916) 97.100
Weston Importers Ltd. (1) 18.508 - - - - 17.644 (10.631) 25.521
Masplen Limited (1) 27.437 341 - - - (143) - 27.635
Prestcott International S.A. (1) 36.032 - - - - 1.191 (336) 36.887
Secculum Participações Ltda. (2) 13.078 - - - - (1.445) - 11.633
União Frederiquense Partic. Ltda. (2) 207.079 - - - - (16.200) - 190.879
QuickFood S.A (1 ) 94.556 - - - - 3.612 (7.792) 90.376
Establecimientos Colonia S.A (1 ) 95.146 - - - - 262 (890) 94.518
- -

Total 867.226 341 - - - 8.028 (30.573) 845.022

(1) Essas empresas tiveram suas demonstrações contábeis de 31 de março de 2009 revisadas pelas firmas-membros
da rede BDO, em seus países de origem com emissão de relatórios de revisão limitada.

(2) Demonstrações contábeis revisadas pela BDO Trevisan Auditores Independentes, com emissão de relatório de revisão limitada.

Tais investimentos foram devidamente atualizados por equivalência patrimonial,


uma vez que se tratam de companhias controladas. As demonstrações contábeis de
tais empresas, para o exercício findo em 31 de dezembro de 2008 e 1º trimestre de
2009, foram elaboradas em conformidade com a legislação vigente em cada país
onde estão localizadas e foram revisadas por auditores independentes, tendo sido
convertidas às práticas contábeis emanadas do International Financial Reporting
Standards - IFRS e elaboradas em dólares norte-americanos (US$) e,

25/06/2009 17:22:13 Pág: 42


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

posteriormente, convertidas às normas contábeis aplicáveis no Brasil, na moeda


local.

11. IMOBILIZADO
Controladora
31/03/09 31/12/08
Taxas
anuais Custo
médias de corrigido e Depreciação
Descrição depreciação reavaliado acumulada Líquido Líquido

Terrenos - 2.328 - 2.328 2.118


Edificações e prédios 4% 277.425 (27.720) 249.705 254.918
Máquinas e equipamentos 10% 196.203 (45.882) 150.321 149.650
Móveis e utensílios 10% 4.876 (1.148) 3.728 3.799
Instalações 5% 156.045 (7.097) 148.948 150.737
Veículos 20% 10.594 (10.268) 326 449
Equipamentos de informática 20% 4.555 (2.449) 2.106 2.397
Aeronaves 20% 382 (96) 286 306
Adiantamento para aquisição
de imobilizado - 14.724 - 14.724 14.507
Benfeitorias em propriedades
arrendadas - 2.266 (14) 2.252 2.253
Arrendamento - veículos 20% 30.999 (12.665) 18.334 19.861
Arrendamento - informática 20% 17.010 (5.020) 11.990 12.768
Arrendamento - máquinas 10% 26.628 (2.721) 23.907 22.957
Arrendamento - instalações 5% 79.192 (7.532) 71.660 72.449
Arrendamento - edificações 4% 67.383 (6.584) 60.799 61.471
Obras em andamento - 128.005 - 128.005 102.484
Software 20% 6.096 (3.033) 3.063 17.015
Marcas e patentes - -
Outras imobilizações 4% 543 - 543 543
1.025.254 (132.229) 893.025 890.682

25/06/2009 17:22:13 Pág: 43


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Consolidado
31/03/09 31/12/08
Taxas anuais Custo
médias de corrigido e Depreciação
Descrição depreciação reavaliado acumulada Líquido Líquido

Terrenos - 58.093 - 58.093 57.406


Edificações e prédios 4% 827.551 (39.443) 788.108 830.400
Máquinas e equipamentos 10% 664.517 (72.875) 591.642 602.263
Móveis e utensílios 10% 26.481 (2.949) 23.532 20.055
Instalações 5% 209.909 (12.659) 197.250 189.455
Veículos 20% 18.648 (11.004) 7.644 7.490
Equipamentos de informática 20% 20.366 (4.634) 15.732 16.933
Aeronaves 20% 382 (95) 287 306
Adiantamento para aquisição de
imobilizado - 16.824 - 16.824 20.416
Benfeitorias em propriedades
arrendadas - 18.550 (657) 17.893 15.393
Arrendamento - veículos 20% 30.998 (12.640) 18.358 19.950
Arrendamento - informática 20% 17.528 (5.051) 12.477 13.059
Arrendamento - máquinas 10% 37.672 (3.372) 34.300 33.238
Arrendamento - instalações 5% 81.842 (7.694) 74.148 74.725
Arrendamento - edificações 4% 67.383 (6.584) 60.799 61.471
Obras em andamento - 239.275 - 239.275 153.344
Software 20% 7.084 (3.041) 4.043 31.108
Marcas e patentes - -
Outras imobilizações 4% 64.440 (1.023) 63.417 88.676
2.407.543 (183.721) 2.223.822 2.235.688

Com o advento da Deliberação CVM nº 554/2008 os bens adquiridos pela


Companhia através de Arrendamento Mercantil Financeiro (“Leasing” Financeiro)
passaram a ser registrados no Ativo Imobilizado, com suas respectivas
depreciações, conforme supramencionado, tendo como contrapartida o registro do
arrendamento a pagar, demonstrado na nota explicativa nº 17.

De acordo com a Deliberação CVM nº. 527/2007, em 31 de dezembro de 2008, foi


realizada análise para verificar o grau de recuperação dos valores registrados no
ativo imobilizado (teste de “impairment”). Com base nos testes realizados, não há
ativos registrados contabilmente por um valor superior àquele passível de ser
recuperado por uso ou por venda.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 44


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

12. INTANGÍVEL

De acordo com as Deliberações CVM nº 553/08 e 565/08, a Companhia constituíu o


subgrupo Ativo Intangível, o qual irá compor o Ativo Não Circulante, conforme
apresentado abaixo:

31/03/09 31/12/08

Intangível - Controladora 525.187 525.038


Intangível - Controladas 1.607.546 1.619.174

2.132.733 2.144.212

A movimentação do intangível na Controladora e no Consolidado no exercício de


2008 é a seguinte:

12.1 – Movimentação do intangível (Controladora)

25/06/2009 17:22:13 Pág: 45


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Saldo Contábil
Saldo Contábil em 31 Ágio na (-) Amortização em 31 de Março
de Dezembro 2008 Aquisição/Baixa aquisição do ágio de 2009

Argentine Breeders & Packers


- -
S.A. - Ágio 23.672 - 23.672
Frigoclass Alimentos S.A. -
- -
Deságio (12.478) - (12.478)
Inaler S.A. - Ágio - -
38.379 - 38.379
Frigorífico Tacuarembó S.A. -
- -
Ágio 57.824 - 57.824

Masplen Limited - Ágio - -


17.258 - 17.258
Prestcott International S.A. -Ágio - -
22.922 - 22.922
Secculum Participações Ltda. -
- -
Ágio 16.188 - 16.188
União Frederiquense Partic.
- -
Ltda. - Ágio 11.683 - 11.683
QuickFood S.A - Ágio - -
218.948 - 218.948
Establecimientos Colonia S.A -
- -
Ágio 114.479 - 114.479
Marcas e patentes 16.163 149 - - 16.312

Total 525.038 149 - - 525.187

12.2 – Movimentação do intangível (Controladas)

25/06/2009 17:22:13 Pág: 46


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Saldo Contábil
em 31 de Variação Saldo Contábil
Dezembro Ágio/Deságio Aquisição de Cambial na em 31 de
2008 Reclassificação na aquisição Marca /Outros conversão Março de 2009

Argentine Breeders & Packers


S.A. 200.111 - - - (6.926) 193.185
Estancias del Sur - Ágio 64.220 - - - (3.071) 61.149
Mirab(AR) - Ágio 41.263 - - - (3.347) 37.916
Best Beef - Ágio 27.562 - - - (1.232) 26.330
Marcas e patentes/outros 67.066 - - - 724 67.790

Marfrig Chile Inversiones Ltda 16.401 317 - - (154) 16.564


QuintoCuarto - Ágio 3.150 - - - (29) 3.121
QuintoCuarto - Deságio - - - - - -
Frigorífico Patagonia - Ágio 13.251 317 - - (125) 13.443
PBP Chile - Ágio - - - - - -

Weston Importers Ltd. 881.744 3.908 - - (8.430) 877.222


CDB Meats Ltd - Ágio 12.829 - - - (121) 12.708
Moy Park - Ágio 780.556 - - - (7.483) 773.073
Moy Park France - Ágio 76 76
Dungannon Proteins - Ágio 3.832 3.832
Kitchen Range - Ágio 88.359 - - - (826) 87.533
.
Masplen Limited 322 - - - - 322
Marcas e patentes/outros 322 - - - - 322

Quickfood 261 (261) - - - -


Marcas e patentes 261 (261) - - - -

Prestcott International S.A 10.274 - - - (96) 10.178


Cledinor - Ágio 10.274 - - - (96) 10.178

União Frederiquense Partic. 479.560 1.027 - 13 - 480.543


Ltda.
Pena Paulo - Ágio 4.597 9 - - - 4.606
MBL (Carroll's) - Ágio 8.077 17 - - - 8.094
Dagranja - Ágio 334.132 675 - - - 334.807
Agrofrango - Ágio 26.648 54 - - - 26.702
Penasul - Ágio 9.377 19 - - - 9.396
Braslo - Ágio 12.361 25 - - - 12.386
Mas do Brasil - Ágio 84.311 171 - - - 84.482
Marcas e patentes/outros 57 57 - 13 - 70

Secculum Participações Ltda. 30.501 (967) - 1 - 29.532

Pena Paulo - Ágio 292 (9) - - - 283


MBL (Carroll's) - Ágio 514 (17) - - - 497
Dagranja - Ágio 21.252 (675) - - - 20.577
Agrofrango - Ágio 1.695 (54) - - - 1.641
Penasul - Ágio 596 (19) - - - 577
Braslo - Ágio 786 (25) - - - 761
Mas do Brasil - Ágio 5.363 (171) - - - 5.192
Marcas e patentes/outros 3 3 - 1 - 4

Total 1.619.174 4.024 - 14 (15.606) 1.607.546

25/06/2009 17:22:13 Pág: 47


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

O ágio registrado na Controladora e nas empresas controladas foi baseado na


expectativa de rentabilidade futura nas respectivas empresas adquiridas.
De acordo com a Deliberação CVM nº. 527/2007, em 31 de dezembro de 2008, foi
realizada análise para verificar o grau de recuperação dos valores registrados no
ativo intangível (teste de “impairment”). Com base nos testes realizados, não há
ativos registrados contabilmente por um valor superior àquele passível de ser
recuperado por uso ou por venda.

13. DIFERIDO

Consolidado
###### ######
Taxas Custo
anuais corrigido Reclassificaçã Amortização
Descrição médias de e o acumulada Líquido Líquido
Gastos pré- 10% 21.507 (3.908) (4.343) 13.256 18.252
operacionais 21.507 (3.908) (4.343) 13.256 18.252

No período findo em 31 de março de 2009, não ocorreram gastos pré-operacionais


na controladora.

O saldo de Ativo Diferido (consolidado) em 31 de março de 2009 será mantido até


sua completa amortização, de acordo com a Deliberação CVM nº 565/2008.

14. PESSOAL, ENCARGOS E BENEFÍCIOS SOCIAIS

Controladora Consolidado
31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

INSS a recolher 84.405 75.107 162.099 147.119


Salários e provisões trabalhistas 25.135 21.101 114.860 72.981
Outros encargos e benefícios sociais a
recolher 950 1.284 14.846 49.693

110.490 97.492 291.805 269.793

25/06/2009 17:22:13 Pág: 48


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Em 21 de novembro de 2005, foi publicada a Lei nº 11.196 que permite a


compensação de débitos do INSS com créditos fiscais federais. Tal processo foi
regulamentado pela Portaria Interministerial nº 23, de 2 de fevereiro de 2006.

15. IMPOSTOS, TAXAS E CONTRIBUIÇÕES


Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

ICMS a recolher 1.068 601 33.954 29.974


Parcelamento Especial - PAES 1.788 1.808 1.788 1.808
Parcelamento Excepcional - PAEX 45.611 42.276 45.611 42.276
Imposto de renda a Pagar - - 37.375 36.160
Parcelamento de impostos federais - - 139.335 118.813
Outros impostos, taxas e contribuições a
recolher 715 1.699 70.373 124.186

49.182 46.384 328.436 353.217

Passivo circulante 9.336 9.297 243.978 274.543


Passivo não circulante 39.846 37.087 84.458 78.674

15.1. PAES – Parcelamento especial - Lei nº 10.684/03

Em 31 de julho de 2003, a Companhia aderiu ao PAES - Parcelamento Especial,


instituído pela Lei nº 10.684, de 30 de maio de 2003, que dispõe sobre o
parcelamento de débitos junto à Secretaria da Receita Federal - SRF, à
Procuradoria Geral da Fazenda Nacional - PGFN e ao INSS - Instituto Nacional de
Seguro Social, declarando seus débitos junto ao INSS, incluído o Funrural, no
montante de R$23.562, e junto à SRF, no montante de R$4.063, a serem liquidados

25/06/2009 17:22:13 Pág: 49


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

em 180 parcelas mensais. Os débitos do INSS foram migrados para o PAEX,


conforme demonstrado na nota 15.2, restando, dessa forma, apenas os débitos
junto à SRF no PAES.

O saldo é composto como segue:


Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Saldo inicial 1.808 2.282 1.808 2.282


Atualização monetária 48 175 48 175
(-) pagamentos efetuados (50) (579) (50) (579)
(-) ajuste a valor presente (18) (70) (18) (70)

Saldo final 1.788 1.808 1.788 1.808

Passivo circulante 582 570 582 570


Passivo não circulante 1.206 1.238 1.206 1.238

15.2 PAEX – Parcelamento excepcional - MP nº 303/06

Em 11 de setembro de 2006, a Companhia aderiu ao PAEX - Parcelamento


Excepcional, instituído pela Medida Provisória nº 330, de 29 de junho de 2006, que
dispõe sobre o parcelamento de débitos junto à Secretaria da Receita Federal -
SRF, à Procuradoria Geral da Fazenda Nacional - PGFN e ao INSS - Instituto
Nacional de Seguro Social, declarando seus débitos junto ao INSS, incluído o
Funrural, e os débitos de INSS que estavam parcelados no PAES, no montante total
de R$76.977. Não houve parcelamento junto à SRF.

O saldo é composto como segue:

25/06/2009 17:22:13 Pág: 50


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Saldo inicial 42.276 66.978 42.276 66.978


Atualização monetária 454 1.328 454 1.328
(-) pagamentos efetuados - (7.856) - (7.856)
(-) ajuste a valor presente 2.881 (18.174) 2.881 (18.174)

Saldo final 45.611 42.276 45.611 42.276

Passivo circulante 6.971 8.946 6.971 8.946


Passivo não circulante 38.640 33.330 38.640 33.330

25/06/2009 17:22:13 Pág: 51


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

16. EMPRESTIMOS E FINANCIAMENTOS


Controladora
Taxa média Prazo médio
ponderada de ponderado de Saldo Saldo
Linha de Crédito Encargos (% a.a.) juros (a.a.) venc. (anos) 31.03.09 31.12.08
Moeda nacional

FINAME TJLP + Taxa Fixa 13,12 1,48 226 260


BNDES Exim TJLP + Taxa Fixa 10,18 0,51 44.492 74.236

BNDES Finem  TJLP + 1,80% 8,05 3,9 13.361 14.203

FINEP TJLP + 1% 7,25 4,57 30.071 29.857

NCE Taxa fixa+CDI 13,16 1,75 464.228 471.494

Pré Pagamento (juros) CDI 13,86 0,5 57 341


Total moeda nacional 12,48 552.435 590.391

Moeda estrangeira
ACC (US$) Taxa Fixa + V.C. 7,96 0,46 552.030 387.905

Financiamento Parque Indutrial 
(US$) Libor + 3,5% a.a 5,5 3,3 18.640 21.899

Pré‐pagamento (US$) Taxa fixa + Libor 7,68 4,92 1.181.911 1.027.046

BNDES Exim (US$) Taxa Fixa 11,53 0,51 12.414 20.661

Bonds (US$) Taxa Fixa + V.C 9,63 7,7 886.093 869.188

Cesta de Moedas +
BNDES Finem  1,30% 8,90 3,9 3.466 2.792
Taxa Fixa+V.C
NCE (US$) (US$)+Libor 9,13 3,03 519.178 452.966

Swap Prêmio + V.C Prêmio + V.C 0,01 17.319 24.735

Total moeda estrangeira 8,51 3.191.051 2.807.192

Total do endividamento 9,08 3.743.486 3.397.583

Passivo Circulante               706.375              577.500

Passivo Não Circulante           3.037.111           2.820.083

25/06/2009 17:22:13 Pág: 52


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Consolidado
Taxa média Prazo médio
ponderada de ponderado de Saldo
Linha de Crédito Encargos (% a.a.) juros (a.a.) venc. (anos) Saldo 31.03.09 31.12.08
Moeda nacional

FINAME TJLP + Taxa Fixa 10,51 3,29 10.058 11.544

BNDES Exim TJLP + Taxa Fixa 10,18 0,51 44.492 74.236


BNDES Finem  TJLP + 1,80 8,05 3,9 13.361 14.203
FINEP TJLP + 1% 7,25 4,57 30.071 29.857
NCE Taxa fixa+CDI 13,28 1,71 500.476 512.221
Capital de Giro (R$) Taxa fixa+CDI 17,65 0,68 133.976 102.814
Nota de Credito Rural (R$) Taxa Fixa 6,79 0,86 16.129 49.076
Pré Pagamento (juros) CDI 11,77 0,5 57 341
Outros 0,33 19 33
Total moeda nacional 13,36 748.639 794.325

Moeda estrangeira
ACC (US$) Taxa Fixa + V.C. 7,85 0,54 742.931 580.985
Financiamento Parque Indutrial  Libor+Taxa Fixa +
(US$) V.C 4,65 2,73 36.835 40.186
Libor+Taxa Fixa +
Pré‐pagamento (US$) V.C 8,04 4,88 1.273.023 1.335.609

Cesta de Moedas
BNDES Exim (US$) + Taxa Fixa 11,53 0,51 12.414 20.661
Bonds (US$) Taxa Fixa + V.C 9,63 7,7 886.093 869.188
Cesta de Moedas
BNDES Finem  + 1,30 8,90 3,9 3.466 2.792
CDI+Taxa
Fixa+V.C
NCE (US$) (US$)+Libor 9,7 3 532.098 466.296
Swap Prêmio + V.C Prêmio + V.C 0,01 17.319 32.330

Capital de Giro (US$) Taxa Fixa + Libor 5,98 2,69 52.338 58.797

Capital de Giro (Pesos) Unidade Fomento 7,7 0,1 1.806 8.830


Emprestimo Bancario (US$) Taxa Fixa 4,62 3,63 96.169 76.801
PAE (US$) Taxa Fixa 6,9 0,3 16.857 12.559
Financiamentos (US$) Taxa Fixa 4,7 0,58 140.901 14.115
Conta Garantida (US$) Libor + 1,85% 3,13 0,29                       28.995                           ‐
Outros Taxa Fixa 3,5                               1,3                         1.364                           ‐

Total moeda estrangeira 7,81 3.842.609 3.519.149

Total do endividamento 8,71 4.591.248 4.313.474

25/06/2009 17:22:13 Pág: 53


Passivo Circulante                  1.294.620               1.232.097
Passivo Não Circulante                  3.296.628               3.081.377
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

As modalidades de empréstimos e financiamentos da Companhia podem ser


descritas da seguinte forma:

FINAME – Financiamento de Máquinas e Equipamentos

Linha de Crédito do BNDES para aquisição de bens de capital. A moeda utilizada


pelo BNDES para a correção dos valores é a URTJLP. A Garantia das operações
são os próprios bens adquiridos. O cronograma de pagamento ocorrerá até outubro
de 2010.

BNDES Exim

Linha de Crédito do BNDES para incentivo a exportação, repassada por bancos


comerciais. As operações captadas nessa modalidade são para financiamento das
exportações. Essa operação é atualizada em parte pela TJLP (Taxa de juros de
longo prazo) e o restante é atualizado pela UMBNDES, que é composta por uma
cesta de moedas, a qual reflete a flutuação diária das moedas que o BNDES capta
empréstimos. Essa modalidade é parcialmente garantida com um percentual de
duplicatas, mantidas nos agentes que repassam o crédito e aval. O cronograma de
pagamento é mensal com parcelas acrescidas de juros, com vencimento até
outubro de 2010.

BNDES FINEM - Financiamento de Empreendimentos

Linha de crédito do BNDES destinada a financiamento de empreendimentos. Os


empréstimos foram celebrados para aquisição de maquinários, equipamentos e
expansão das instalações produtivas. Essa operação é atualizada em parte pela
TJLP (Taxa de juros de longo prazo) e o restante pela UMBNDES, que é composta
por uma cesta de moedas, a qual reflete a flutuação diária das moedas em que o
BNDES capta empréstimos. Tal modalidade é garantida por uma fiança bancária
emitida pelo Banco Bradesco. O cronograma de pagamento dessa operação é
mensal com parcelas acrescidas de juros, com vencimento até fevereiro de 2013.

FINEP – Financiamento de Estudos e Projetos

Linha de Crédito da FINEP voltada para financiamento de Estudos e Projetos. A


FINEP é uma instituição pública, vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia. A
moeda utilizada para correção é a URTJ01, que é baseada na variação da TJLP. A
garantia da operação é um contrato junto ao Banco Bradesco. O cronograma de
pagamento dessa operação é mensal, com vencimento entre outubro de 2009 até
outubro de 2013.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 54


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

NCE - Nota de Crédito de Exportação

Linha de crédito destinada a empresas exportadoras, com benefícios fiscais. É


necessária a comprovação das exportações efetuadas. As operações captadas
nessa modalidade são utilizadas para Capital de Giro. Há operações em Reais e em
Dólares norte-americanos, e são garantidas por duplicatas, avais e contratos de
fornecimento, bem como, em alguns casos, não há garantias. O cronograma de
vencimento dessas operações se dará até março de 2012.

Capital de Giro

As operações captadas nessa modalidade são para financiamento de capital de


giro. Há operações em Reais e em Pesos. Essas operações são garantidas por
avais e hipotecas. O cronograma de vencimento dessas operações se dará até
agosto de 2011.

Nota de Crédito Rural

Linha de crédito destinada a financiar o sistema de integração entre o produtor rural


(parceiro) e os frigoríficos. Essas operações são captadas em Reais e vinculadas ao
processo produtivo. Essa modalidade é garantida por aval. O cronograma de
vencimento dessa operação se dará em setembro de 2009.

ACC – Adiantamento de Contrato de Câmbio

Linha de crédito externa destinada a empresas exportadoras. As operações


captadas nessa modalidade são utilizadas para financiamento das exportações.
As operações de ACC são captadas em Dólares norte-americanos,pagas com a
vinculação das exportações e garantida por notas promissórias. O cronograma de
pagamento dessas operações se dará até agosto de 2009.

Financiamento Parque Industrial

Linha de crédito externa, destinada a aquisição de equipamentos. Essa operação é


captada em Dólares norte-americanos, tendo como garantia os próprios
equipamentos financiados. O cronograma de vencimento dessa operação se dará
até julho de 2012, com parcelas trimestrais de principal e juros.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 55


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Pré-Pagamento

Linha de crédito externa destinada a empresas exportadoras. As operações


captadas nessa modalidade são utilizadas para financiamento das exportações.
Essa operação é captada em Dólares norte-americanos e garantida por notas
promissórias, avais, contratos de fornecimento e documentos de exportação, bem
como, em alguns casos, não possui garantias. O cronograma de vencimento de
pagamento ocorrerá até março de 2013.

Bonds

Notas de dívidas emitidas no exterior – 144A. / Reg. S, as quais se destinaram a


aquisição das unidades da Argentina e Uruguai. Tal modalidade foi captada em
Dólares norte-americanos, não possuindo garantias. O vencimento do principal é em
novembro de 2016, com pagamentos semestrais de juros.

PAE – Antecipação de Empréstimo para Exportação

Linha de crédito do Chile destinada a empresas exportadoras. As operações


captadas nessa modalidade, que podem ser usadas para qualquer produto de
exportação, são utilizadas para financiamento das exportações de cordeiro,
pescado e outros produtos trazidos ao Brasil. A diferença com uma linha normal
está em que ela é isenta do IPE – “Impuesto de Timbre y Estampilla” (equivalente
ao IOF no Brasil) e, somente neste ano de 2009, não haverá diferença com um
empréstimo comum. As linhas são captadas em Dólares norte-americanos, sendo
garantidas por fianças bancárias.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 56


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Segue abaixo o cronograma de vencimentos do endividamento:

25/06/2009 17:22:13 Pág: 57


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Controladora Consolidado
31.03.09 31.12.08 31.03.09 31.12.08
Moeda nacional
1T09 - 46.257 - 70.527
2T09 29.516 22.385 45.857 29.351
3T09 26.848 24.139 160.491 153.129
4T09 7.195 7.861 9.320 9.603
1T10 882 - 2.968
2010 198.955 196.675 236.089 234.029
2011 263.743 267.774 267.237 271.092
2012 9.651 9.622 10.699 10.670
2013 7.259 7.262 7.593 7.508
2014 3.594 3.580 3.594 3.580
2015 3.594 3.580 3.594 3.580
2016 1.198 1.256 1.197 1.256
552.435 590.391 748.639 794.325

Moeda estrangeira
1T09 - 86.303 - 316.512
2T09 226.331 236.402 402.156 364.709
3T09 14.288 35.617 148.325 102.859
4T09 64.064 118.536 160.727 185.407
1T10 337.251 - 364.776 -
2010 179.608 158.538 228.267 206.030
2011 558.101 457.992 634.635 536.985
2012 411.797 380.419 464.998 433.836
2013 310.277 278.077 336.033 303.796
2014 140.753 107.023 147.414 113.861
2015 96.880 89.028 103.541 95.846
2016 851.701 859.257 851.737 859.308
3.191.051 2.807.192 3.842.609 3.519.149

Total do endividamento 3.743.486 3.397.583 4.591.248 4.313.474

25/06/2009 17:22:13 Pág: 58


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Segue abaixo as garantias dos empréstimos e financiamentos:

Controladora Consolidado
31.03.09 31.12.08 31.03.09 31.12.08

Saldo de financiamentos 3.743.486 3.397.583 4.591.248 4.313.474


Garantias:
Sem Garantias 1.649.988 1.662.974 1.674.597 1.802.053
Nota Promissoria 1.021.267 626.878 1.038.165 640.483
Duplicatas 42.583 55.850 75.248 74.387
Fiança Bancaria 16.827 16.995 108.187 90.712
Contrato de Fornecimento 46.653 47.104 59.572 60.434
Aval 847.173 865.565 1.067.790 1.267.993
Bem Financiado 225 260 90.732 13.764
Documentos de exportação 70.060 70.201 71.839 103.283
Instalações 48.710 51.756 48.710 51.756
Hipoteca - - 65.385 56.774
Aplicação Financeira - - 164.947 115.905
Crédito de Exportação - - 126.076 35.930

Tendo em vista que as notas emitidas pela Companhia (Bonds Marfrig), com
vencimento em 2016, representam 19,30% (em 31 de dezembro de 2008, 20,15%)
do endividamento consolidado, as restrições vinculadas à manutenção de
determinados índices financeiros, acordadas na emissão delas balizam os demais
empréstimos e financiamentos em aberto no encerramento do período. Tais
restrições, no aspecto de endividamento, correspondem a princípio: o Índice de
Cobertura de Juros (quociente do EBITDA (ou LAJIDA) sobre o Resultado
Financeiro Líquido não pode ser inferior a 1,5; e o quociente da Dívida Líquida para
o EBITDA (ou LAJIDA) não pode ser superior a 4,0.

17. ARRENDAMENTO A PAGAR

Tendo em vista a Deliberação CVM nº 554/08 as operações de arrendamento


financeiro (“leasing” financeiro) passaram a ser reconhecidas no passivo circulante e
no passivo não circulante da Companhia, tendo como contrapartida o registro do
bem adquirido no ativo imobilizado, de acordo com o exposto na nota explicativa nº
11.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 59


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

As operações contraídas anteriormente à data de promulgação da referida


deliberação não são consideradas para efeito do cálculo dos “covenants”
mencionados na nota explicativa nº 16.

Controladora

Taxa média Prazo médio


Encargos (% ponderada de ponderado de Saldo Saldo
Linha de Crédito a.a.) juros (a.a.) venc. (anos) 31.03.09 31.12.08
Moeda nacional

Arrend. Financeiro Leasing Veículos CDI + Taxa 13,6% 3,6 18.714 20.080


Arrend. Financeiro Leasing Equip. 
CDI + Taxa 8,7% 3,9 13.453 14.486
Informatica
Arrend. Financeiro Leasing Maquinas e 
CDI + Taxa 13,8% 4,2 22.669 22.209
Equip.
Arrend. Financeiro Leasing Instalações 
CDI + Taxa 13,9% 2,2 48.139 53.710
Industriais
Arrend. Financeiro Leasing Edifições CDI + Taxa 14,1% 2,6 38.870 41.032

Total moeda nacional 141.845 151.517

Total Controladora 141.845 151.517

Passivo Circulante 44.402 43.914


Passivo Não Circulante 97.443 107.603

25/06/2009 17:22:13 Pág: 60


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Consolidado
Taxa média Prazo médio
Encargos (% ponderada de ponderado de Saldo Saldo
Linha de Crédito a.a.) juros (a.a.) venc. (anos) 31.03.09 31.12.08
Moeda nacional

Arrend. Financeiro Leasing Veículos CDI + Taxa 13,6% 3,4 18.892 20.080


Arrend. Financeiro Leasing Equip. 
CDI + Taxa 8,7% 3,6 13.453 14.486
Informatica
Arrend. Financeiro Leasing Maquinas e 
CDI + Taxa 13,8% 4,0 22.669 22.209
Equip.
Arrend. Financeiro Leasing Instalações 
CDI + Taxa 13,9% 3,1 48.139 53.710
Industriais
Arrend. Financeiro Leasing Edifições CDI + Taxa 14,1% 2,6 38.870 41.032

Total moeda nacional 142.023 151.517

Moeda estrangeira

Arrend. Financeiro Leasing Veículos Taxa 8,0% 2,3              1.234              1.359

Arrend. Financeiro Leasing Informatica Taxa 10,9% 2,4              1.957                   ‐


Arrend. Financeiro Leasing Maquinas e 
Taxa 7,8% 1,7            37.435            42.895
Equip.
Arrend. Financeiro Instalações 
Taxa 12,0% 5,0              2.688              2.576
Industriais
Arrend. Financeiro Leasing Edifições Taxa 3,6% 3,8              5.321              6.349

Total moeda estrangeira 48.635 53.179

Total Consolidado 190.658 204.696

Passivo Circulante 61.371 62.582


Passivo Não Circulante 129.287 142.114

25/06/2009 17:22:13 Pág: 61


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Segue abaixo o cronograma de vencimentos do arrendamento:

Controladora Consolidado
31.03.09 31.12.08 31.03.09 31.12.08
Moeda nacional
1T09 - 10.681 - 10.681
2T09 11.121 10.883 11.143 10.883
3T09 11.117 11.065 11.140 11.065
4T09 11.111 11.285 11.133 11.285
1T10 11.053 - 11.075
2010 34.862 45.433 34.922 45.433
2011 42.083 42.232 42.098 42.232
2012 18.092 17.719 18.106 17.719
2013 2.405 2.219 2.405 2.219
2014 1 1
Total moeda nacional 141.845 151.517 142.023 151.517

Moeda estrangeira
1T09 - - - 5.511
2T09 - - 4.642 4.598
3T09 - - 4.333 4.390
4T09 - - 4.120 4.170
1T10 - - 3.784
2010 - - 3.499 14.220
2011 - - 3.311 10.668
2012 - - 3.150 8.567
2013 - - 11.094 1.055
2014 - - 8.953 -
2015 - - 1.682 -
2016 - - 67 -
Total moeda estrangeira - - 48.635 53.179

Total arrendamento 141.845 151.517 190.658 204.696

25/06/2009 17:22:13 Pág: 62


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Segue abaixo as garantias dos arrendamentos:

Controladora Consolidado
31.03.09 31.12.08 31.03.09 31.12.08
Moeda Nacional
Garantias:                           ‐                      ‐                    ‐                           ‐
Bem Financiado                  141.845             151.517           142.023                   151.517
Total moeda nacional 141.845 151.517 142.023 151.517

Moeda estrangeira
Garantias:                           ‐                      ‐                    ‐                           ‐
Bem Financiado -                      ‐ 48.635 53.179
Total moeda estrangeira - - 48.635 53.179

Total 141.845 151.517 190.658 204.696

Com relação ao arrendamento operacional (“leasing” operacional), o mesmo


permanece com o critério anterior de reconhecimento contábil, ou seja, registra-se
mensalmente a despesa incorrida com o pagamento do arrendamento, conforme
previsto na Deliberação CVM nº 554/08.

Segue abaixo o demonstrativo de arrendamento mercantil operacional em 31 de


março de 2009

25/06/2009 17:22:13 Pág: 63


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

ARRENDAMENTO OPERACIONAL
Controladora

Prazo médio Montante


Taxa média ponderado despesa
ponderada de de venc. Valor total em
Instituição financeira Bem arrendado Data início juros (a.a.) (anos) financiado 31.03.09
Moeda nacional

CSI LATINA A. M. S.A Equip. Informática 18/02/05 10,47% 3,8 282 46


CSI LATINA A. M. S.A Equip. Informática 11/07/06 10,92% 2,9 2.270 227
CSI LATINA A. M. S.A Equip. Informática 07/11/06 11,73% 2,9 1.344 136
CSI LATINA A. M. S.A Equip. Informática 02/07/07 10,09% 2,9 1.173 116
CSI LATINA A. M. S.A Equip. Informática 05/12/07 17,97% 4,4 1.046 71
CSI LATINA A. M. S.A Máquinas e equip. 03/05/04 10,39% 4,2 311 33
CSI LATINA A. M. S.A Máquinas e equip. 30/09/04 10,26% 3,9 389 23
CSI LATINA A. M. S.A Máquinas e equip. 21/12/05 6,93% 3,8 992 133
CSI LATINA A. M. S.A Máquinas e equip. 21/01/06 6,93% 3,8 1.332 181
CSI LATINA A. M. S.A Máquinas e equip. 15/02/06 8,45% 2,9 693 100
CSI LATINA A. M. S.A Máquinas e equip. 23/03/06 6,95% 2,9 2.278 244
CSI LATINA A. M. S.A Máquinas e equip. 28/03/07 17,35% 4,4 3.700 257
CSI LATINA A. M. S.A Máquinas e equip. 21/12/07 17,35% 5,1 1.498 -
CSI LATINA A. M. S.A Máquinas e equip. 10/01/08 11,19% 2,9 10.008 1.171

Total moeda nacional 27.316 2.738

O cronograma de vencimentos do arrendamento operacional é como segue:

31/03/09
Moeda nacional
Até 1 ano 7.864
Mais de 1 ano ate 5 anos 2.822
Mais de 5 anos -
10.686

O arrendamento operacional Consolidado apresenta os mesmos contratos


supramencionados.

18. PROVISÕES

A Companhia e suas controladas são partes em diversos processos, em curso


normal de seus negócios, para os quais foram constituídas provisões com base na

25/06/2009 17:22:13 Pág: 64


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

estimativa de seus consultores legais. As principais informações dos processos


estão assim apresentadas:

Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Trabalhistas e previdenciárias 39.548 39.548 66.414 73.645


Fiscais 3.351 3.351 23.301 24.596
Cíveis 2.091 2.091 4.896 9.793
Outras - - 1.420 441

44.990 44.990 96.031 108.475

Os passivos contingentes, que não são sujeitos ao registro contábil, conforme a


normas vigentes, são demonstrados abaixo:

Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Trabalhistas e previdenciárias 14.007 14.007 14.638 14.638


Fiscais 63.765 63.765 68.009 68.009
Cíveis 2.984 2.984 4.509 4.509
Outras - -

80.756 80.756 87.156 87.156

19. IMPOSTOS DIFERIDOS

Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Imposto de renda 28.770 29.336 87.256 86.105


Contribuição social 10.168 10.563 21.276 22.914

38.938 39.899 108.532 109.019

Referem-se aos tributos diferidos contabilizados no momento da reavaliação dos


bens do ativo imobilizado, que serão liquidados à medida que ocorram alienação,
baixa ou depreciação/amortização dos bens reavaliados, conforme vida útil
determinada no laudo de reavaliação.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 65


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

20. PATRIMÔNIO LÍQUIDO

a. Capital social

O capital social subscrito e integralizado em 31 de março de 2009 é de R$


2.559.718 (em 31 de dezembro de 2008, mesmo valor) representado por
267.943.954 ações ordinárias (em 31 de dezembro de 2008, mesma quantidade),
sem valor nominal. Deduzido dos gastos com emissão pública e privada de ações,
este capital é de R$2.525.639 (em 31 de dezembro de 2008, mesmo valor).

Com base na Deliberação CVM nº 556/08, a Companhia registrou no patrimônio


líquido os custos incorridos nos processos de captação de recursos através de
emissão pública e privada de ações, realizadas em 2007 e 2008, respectivamente.

b. Reservas de lucros

Reserva legal

Constituída, tendo como base o percentual de 5% (cinco por cento) sobre o lucro
líquido da Companhia, conforme definido em seu estatuto e na legislação vigente.
No exercício de 2008 e no 1º trimestre de 2009 não houve constituição da referida
reserva, haja vista o prejuízo gerado no exercício e no período, respectivamente.

Retenção de lucros

Na Assembléia Geral de Acionistas, realizada em 28 de abril de 2009, foi aprovada


a retenção de lucros no montante de R$ 167.025, sendo a parcela de R$ 95.284
proveniente do saldo de lucros acumulados em 31 de dezembro de 2007 e R$
71.741 referente aos ajustes promovidos pelas alterações nas práticas contábeis,
conforme Lei nº. 11.638/2007 e MP nº. 449/2008. Tal retenção se destina a
financiar parte dos investimentos previstos para 2009, cujo montante foi dado no
Relatório de Administração – Item 16 - Projeções Empresariais de Resultados.

Na referida Assembléia, foi aprovada também, a absorção de prejuízo do exercício


de 2008 pelas reservas de lucros (retenção de lucros), no montante de R$ 2.215.

Ações em tesouraria

No exercício de 2008 a Companhia adquiriu 695.600 ações pelo montante de R$


12.966, ao custo médio, por ação, de R$ 18,64. Tais ações se destinam ao
programa de bônus de longo prazo em ações e opções de ações, conforme

25/06/2009 17:22:13 Pág: 66


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

descrito na nota explicativa nº 21. Essas ações terão direito aos dividendos e
proventos eventualmente distribuídos pela Companhia.

c. Ajustes de avaliação patrimonial

Tendo em vista a Deliberação CVM nº 534/08, a Companhia criou o subgrupo de


contas denominado “Ajustes de Avaliação Patrimonial”, no qual foram registradas
as variações cambiais de investimentos societários no exterior, cuja controlada
caracteriza-se como uma entidade autônoma em relação à matriz no Brasil.

d. Ajustes acumulados de conversão

Conforme previsto no Ofício-Circular CVM/SNC/SEP nº 01, de 30 de janeiro de


2009, bem como na Deliberação CVM nº 534/08, a Companhia criou o subgrupo de
contas denominado “Ajustes Acumulados de Conversão”, no qual foram registradas
as variações cambiais resultantes da conversão das demonstrações contábeis de
subsidiárias no exterior, cuja moeda funcional da investida diverge da controladora.

e. Dividendos

O dividendo obrigatório da Companhia é de no mínimo 25% do lucro líquido


ajustado, na forma da Lei das Sociedades por Ações e do Estatuto Social, apurado
nas demonstrações contábeis da Companhia controladora. A declaração anual de
dividendos, incluindo o pagamento do mesmo, além do dividendo mínimo
obrigatório, exige aprovação em Assembléia Geral Ordinária por maioria de votos de
acionistas titulares das ações da Marfrig e irá depender de diversos fatores. Dentre
esses fatores estão os resultados operacionais, condição financeira, necessidades
de caixa e perspectivas futuras da Companhia, dentre outros fatores que o
Conselho de Administração e acionistas da Marfrig julgue relevantes.

A Assembléia Geral de Acionistas, realizada em 28 de abril de 2009, ratificou a


proposta de não distribuição de dividendos relacionados ao exercício de 2008.

f. Participação dos acionistas não controladores

Refere-se à participação dos acionistas não controladores no Patrimônio Líquido da


Companhia.

21. REMUNERAÇÃO DOS ADMINISTRADORES

25/06/2009 17:22:13 Pág: 67


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

O valor agregado das remunerações recebidas pelos administradores da


Companhia Controladora, por serviços nas respectivas áreas de competência, bem
como do Conselho de Administração no exercício de 2008 e 1º trimestre de 2009 é
assim apresentado:

Salário e
Pro- Concessão Concessão
labore de ações de opções Total

Conselho de administração 2008 1.654 - - 1.654


2009 369 - - 369

Diretoria 2008 2.634 1.596 - 4.230


2009 478 - 478

A Companhia mantém um programa de bônus de longo prazo em ações restritas


para seus executivos e em opções de ações para seus conselheiros, conforme
descrito abaixo:

i. Da aprovação do plano
Em 07 de maio de 2007 foi aprovado um plano de opção de compra de ações que
tem como objetivo permitir aos administradores, empregados e prestadores de
serviços adquirirem ações de emissão da Companhia. O plano tem como
premissas básicas uma diluição não superior a cinco por cento do capital social da
Companhia; e um preço de exercício das opções baseado no preço médio
ponderado, pelo volume de negociação das ações da Companhia observado nos
últimos 20 pregões na BM&FBOVESPA, imediatamente anteriores à data da
outorga da opção, com um desconto de até 15%. As opções poderão ser exercidas
da seguinte forma: 25% ao final do primeiro ano; 25% ao final do segundo ano; 25%
ao final do terceiro ano; e 25% ao final do quarto ano; a contar da celebração do
contrato de opção correspondente.

Mediante o exercício de uma opção adquirida e o pagamento do preço de exercício,


o participante receberá uma ação ordinária do capital social. Exceto em algumas
circunstâncias, as opções não poderão ser exercidas depois da data de término do
vínculo do participante com a Companhia.

Em 20 de maio de 2007, o Conselho de Administração deliberou sobre a aprovação


da outorga por opções de compra de ações para seus membros, em valor
equivalente a até R$ 3.000 e para os membros da Diretoria, (estatutária e executiva)
em valor equivalente a até R$ 20.000, cabendo ao Conselho de Administração
distribuir as opções outorgadas entre seus integrantes e aos membros da Diretoria,
de acordo com suas contribuições individuais para os resultados da Companhia.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 68


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Todas as opções obedecerão aos prazos de carência e validade, estabelecidos no


nosso plano de opção de compra de ações.

O preço de exercício das opções será o preço médio ponderado pelo volume de
negociação das ações da Companhia observado nos últimos 20 pregões na BM&F
BOVESPA, imediatamente anteriores à data da outorga da opção, com desconto de
até 15%.

ii. Da concessão
Em 09 de abril de 2008 foi autorizado pelo Conselho de Administração a aquisição
de até 699.489 ações da Companhia, equivalentes a 1% das ações em circulação
no mercado, para permanência em tesouraria e posterior liberação aos diretores
participantes do programa de bônus de longo prazo em ações e opções de ações,
com limites já aprovados na AGE realizada em 20 de maio de 2007.

Esta aquisição deverá observar os seguintes limites e condições, em conformidade


com o disposto na Instrução CVM n°10/80:

1- Objetivo com a Maximizar a geração de valor para o acionista por meio


operação de uma administração eficiente da estrutura de capital e
alinhar os interesses dos executivos com os dos
investidores do Mercado.
2- Características do A concessão de ações para o plano de ações restritas foi
programa feita com base na média dos vinte pregões anteriores ao
dia 04 de março de 2008, sem deságio (R$ 15,097/ação).
Para os diretores do Conselho de Administração, houve
desconto de 10% sobre a média acima referida, que será
a base da opção. A liberação aos executivos e diretores
participantes será feita na razão de 25% ao ano em 4
anos, de acordo com o regulamento aprovado.
3- Quantidade de Ações a até 699.489 ações
serem adquiridas
4- Prazo máximo para a até 31 de dezembro de 2008
realização das
operações autorizadas
5- Quantidade de Ações 69.948.954 ações
em Circulação no
Mercado
6- Local das Aquisições BM&FBOVESPA
7- Preço Máximo das O preço de aquisição das ações não poderá ser superior
Ações ao da sua respectiva cotação em Bolsa de Valores
8- Instituições Credit Suisse Hedging Griffo CTVM S.A., Bradesco BBI
Intermediárias S.A. e ABN AMRO Real S.A.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 69


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

iii. Da aquisição das ações


Em 07 de maio de 2008 a Companhia adquiriu 205.600 ações, conforme
autorização do Conselho de Administração, para permanência em tesouraria e
posterior liberação aos diretores participantes do programa de bônus de longo prazo
em ações e em opções de ações, com limites já aprovados na AGE de 20 de maio
de 2007. Esta aquisição observou os limites e condições dispostos na Instrução
CVM nº 10/80. As aquisições foram realizadas pela Hedging Griffo CTVM S.A.,
totalizando R$ 3.886.

No 3º trimestre de 2008 a Companhia adquiriu mais 490.000 ações pelo montante


de R$ 9.080, perfazendo um total de 695.600 ações no valor de R$ 12.966, ao custo
médio, de R$ 18,6400.

Não haverá diluição da participação dos atuais acionistas quando do exercício das
ações restritas ou das opções na data de performance, haja vista a manutenção de
ações em tesouraria para esse fim.

iv. Dos direitos dos participantes


Todos os dividendos e distribuições, ou seu equivalente (seja em dinheiro, ações
ou outra forma) sobre Ações Restritas não exercidas, serão direitos do participante
e creditados pela Companhia na sua conta para liberação quando do vencimento
das restrições.

A Companhia terá a opção de pagar tais créditos por dividendos ou distribuições


acumulados ou seu equivalente em dinheiro, em ações da empresa no lugar de
dinheiro ou outro meio. Se o pagamento for realizado em ações, sua conversão
será feita pelo valor médio dos últimos vinte pregões na BM&FBOVESPA anteriores
à data do pagamento, ajustada ao valor líquido do imposto de renda incidente sobre
o crédito concedido.

Haverá perda do direito nos casos em que o participante se desligar da Companhia


ou deixar de prestar serviços por qualquer motivo que não seja falecimento,
invalidez, aposentadoria ou desligamento involuntário e/ou, que não por justa causa.
Nessas hipóteses, todas as ações restritas vencerão e aquelas não efetivadas se
transformarão em valores liberados, totalmente efetivados.

Os participantes terão direito a, nos aumentos de capital, exercer os direitos de


subscrição com recursos próprios sobre o total do montante concedido, sendo as
ações subscritas imediatamente liberadas para o participante.

v. Efeitos na demonstração do resultado caso a contabilização houvesse sido


efetivada em 31 de março de 2009
Segue abaixo demonstrativo do programa de bônus de longo prazo em ações
restritas para os executivos e em opções de ações para os conselheiros,

25/06/2009 17:22:13 Pág: 70


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

contemplando os efeitos no resultado da Companhia caso a contabilização


houvesse sido efetivada em 31 de março de 2009:

Opções de Ações Ações Restritas


Valor de
Número Mercado
de Ações das ações Efeitos no
Implícitas - Quantidade não Ações resultado de
Opções Preço de Data de de ações vestidas vestidas e 31.03.09 em
Data de Período de não Exercício Expiração da não em não caso de
Beneficiários concessão performance exercidas da Opção Opção vestidas 31.03.09 distribuídas contabilização

Conselho de
3 4/3/2008 4/3/2009 13.800 13,588 31/8/2009 (70)
Administração
3 4/3/2008 4/3/2010 13.800 13,588 31/8/2010 (70)
3 4/3/2008 4/3/2011 13.800 13,588 31/8/2011 (70)
3 4/3/2008 4/3/2012 13.800 13,588 31/8/2012 (70)
Diretoria 21 4/3/2008 4/3/2009 53.169 408 (408)
21 4/3/2008 4/3/2010 53.169 408 (408)
21 4/3/2008 4/3/2011 53.169 408 (408)
21 4/3/2008 4/3/2012 53.169 408 (408)

TOTAL 55.200 212.676 1.224 408 (1.912)

22. COBERTURA DE SEGUROS

É política da Companhia manter cobertura de seguros para os bens do ativo


imobilizado e dos estoques sujeitos a risco, por montantes julgados suficientes para
cobrir eventuais sinistros, de acordo com a natureza das atividades e a orientação
dos consultores de seguros.

Segue abaixo o resumo dos montantes segurados pela Companhia:

Controladora Consolidado
Descrição 31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

Edificações e instalações
896.300 896.300 4.064.644 3.991.019
frigoríficas
Estoques e lucros cessantes 346.800 346.800 2.860.840 2.850.404
Veículos 18.683 20.305 31.040 31.251
Transporte de mercadorias 540.436 540.436 2.118.231 1.625.975
Garantia de diretores 40.000 40.000 55.049 104.341
Responsabilidade civil 1.673 1.673 320.641 306.960
Outros 284.700 208.482 419.230 683.138
2.128.592 2.053.996 9.869.675 9.593.088

25/06/2009 17:22:13 Pág: 71


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

23. INSTRUMENTOS FINANCEIROS – DERIVATIVOS E GERENCIAMENTO DE


RISCO - CONSOLIDADO

a) Contexto Geral

Em suas atividades a Companhia está sujeita a riscos de mercado relacionados a


variações cambiais, flutuação das taxas de juros e a preços das commodities. Com
o objetivo de minimizar esses riscos, a Companhia dispõe de políticas e
procedimentos para administrar tais exposições e pode utilizar instrumentos de
proteção, desde que previamente aprovados pelo Conselho de Administração.

Dentre as políticas estabelecidas pela Companhia destacamos: o


acompanhamento dos níveis de exposição a cada risco de mercado; a
mensuração dos mesmos; e a criação de limites para a tomada de decisão e
utilização dos mecanismos de proteção, sempre visando minimizar a exposição
cambial de sua dívida, fluxo de caixa e taxas de juros.

A Diretoria está autorizada a praticar todos e quaisquer atos dentre os abaixo


indicados até o valor equivalente a 10% (dez por cento) do valor do Patrimônio
Líquido da Companhia, tomando por base sempre as últimas demonstrações
contábeis divulgadas ao mercado, com a ressalva de que para os valores acima
de 5% (cinco por cento) do valor do Patrimônio Líquido será necessária
adicionalmente a autorização do Comitê Financeiro da Companhia.

Os Atos da Companhia mencionados no parágrafo anterior são: (a) Prestar


garantia a obrigações de controladas e/ou subsidiárias integrais da Companhia; (b)
aprovar aquisições e/ou alienações de bens do ativo permanente; (c) Aprovar a
obtenção de operações financeiras, incluindo operações de “leasing”; e (d) Aprovar
transação ou conjunto de transações envolvendo a Companhia e partes
relacionadas, direta ou indiretamente.

A Companhia não pratica operações alavancadas em derivativos ou instrumentos


similares que não objetivem proteção mínima de sua exposição a outras moedas,
com a política conservadora de não assumir operações que possam comprometer
sua posição financeira.

A Companhia também mantém uma sólida política financeira, com manutenção de


elevado saldo de caixa e aplicações financeiras de curto prazo, ao mesmo tempo
em que concentra seu endividamento no longo prazo em vencimentos distribuídos
de forma a não causar concentrações em um único ano.

b) Administração de risco de taxas de juros

Refere-se ao risco de a Companhia vir a sofrer perdas econômicas devido a


alterações adversas nas taxas de juros. Esta exposição se trata, principalmente,

25/06/2009 17:22:13 Pág: 72


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

da mudança nas taxas de juros de mercado que afetem passivos e ativos da


Companhia indexados pela taxa TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo do BNDES),
LIBOR, ou CDI (Taxa de juros dos Certificados de Depósitos Interbancários).

Visando minimizar os custos de serviço da dívida, a Companhia monitora


continuamente as taxas de juros de mercado com o objetivo de avaliar a eventual
necessidade de contratação de operações de derivativos para se proteger contra o
risco de volatilidade dessas taxas.

No encerramento do período findo em 31 de março de 2009 a Companhia não


possui derivativos relacionados à proteção contra risco de taxas de juros.

c) Administração de risco de preços de commodities

Em suas atividades a Companhia efetiva a compra de certas commodities como:


milho, farelo de soja, gado e suínos vivos, os quais são os maiores componentes
individuais do custo de produção e estão sujeitos a determinadas variáveis.

O preço do gado e suínos adquiridos de terceiros está diretamente relacionado às


condições de mercado, sofrendo influência da disponibilidade interna e níveis de
demanda no mercado internacional.

No tocante ao milho e farelo de soja, os mesmos estão sujeito à volatilidade


gerada pelas condições climáticas, rendimento de safra, custos com transportes,
custos com armazenagem, política agrícola, taxas de câmbio, cotação
internacional e outras.

No intuito de diminuir o impacto das commodities, a Companhia administra os


níveis de estoque, mantém confinamento de gado e negocia gado na BM&F
BOVESPA.

No período findo em 31 de março de 2009 a Companhia não contratou derivativos


relacionados a commodities.

d) Administração de risco cambial

Trata-se do risco de que alterações das taxas de câmbio de moeda estrangeira


possam fazer com que a Companhia incorra em prejuízos, levando a uma redução
dos valores dos ativos ou aumento dos valores das obrigações. A principal
exposição à qual a Companhia está sujeita, no tocante às variações cambiais, se
refere à flutuação do Dólar dos EUA em relação ao Real.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 73


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Como aproximadamente 76,2% das receitas da Companhia são originadas em


outras moedas que não o real , a Companhia possui um hedge natural para fazer
frente aos vencimentos de suas futuras obrigações em moeda estrangeira.

A Companhia também mantém uma sólida política financeira, com manutenção de


elevado saldo de caixa e aplicações financeiras de curto prazo em sólidas
instituições financeiras.

Acreditamos que a política financeira consistente da Companhia, alicerçada em


sua estrutura de capital bem distribuída, fornece condições para consolidar o
aproveitamento das sinergias com as aquisições realizadas.

e) Posição em moeda estrangeira e derivativos em aberto

Os ativos e passivos em moeda estrangeira são assim demonstrados:

CONTROLADORA
Efeitos no
EXPOSIÇÃO resultado
Variação
Descrição 31/03/09 31/12/08 cambial

OPERACIONAL
Contas a receber 181.633 168.488 (28.669)
Adiantamento de cambiais entregues - ACEs (130.474) (52.641) 979
Importações a pagar (21.376) (23.170) (707)
Subtotal 29.783 92.677 (28.397)

FINANCEIRO
Créditos com controladas 1.404.365 1.376.694 (12.609)
Empréstimos e financiamentos (2.639.021) (2.419.287) 6.910
Títulos a pagar (35.330) (38.729) 456
ACC (552.030) (387.905) 1.050
Saldo de bancos e aplicações financeiras 41.860 94.545 (430)
Subtotal (1.780.156) (1.374.682) (4.623)

TOTAL (1.750.373) (1.282.005) (33.020)

Variação cambial ativa 9.395


Variação cambial passiva (42.415)
Variação cambial liquida (33.020)

25/06/2009 17:22:13 Pág: 74


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

CONSOLIDADO
Efeitos no
EXPOSIÇÃO resultado
Variação
Descrição 31/03/09 31/12/08 cambial

OPERACIONAL
Contas a receber 316.357 409.533 (27.582)
Adiantamento de cambiais entregues - ACEs (131.918) (93.656) 3.865
Importações a pagar (22.054) (45.923) (746)
Outros - 310
Subtotal 162.385 269.954 (24.153)

FINANCEIRO
Créditos com controladas 1.404.365 1.397.086 (11.480)
Empréstimos e financiamentos (3.099.678) (2.938.164) (2.406)
Títulos a pagar (35.330) (134.343) (134)
ACC (742.931) (580.985) (862)
Saldo de bancos e aplicações financeiras 72.311 119.084 1.777
Outros (637)
Subtotal (2.401.263) (2.137.322) (13.742)

TOTAL (2.238.878) (1.867.368) (37.895)

Variação cambial ativa 5.952


Variação cambial passiva (43.847)
Variação cambial líquida (37.895)

A posição de derivativos em aberto em 31 de Março de 2009 é apresentada


abaixo:

31.03.09
Contraparte Valor de
do valor referência Valor Valor a
Instrumento Vencimento A receber A pagar principal (nocional) Justo (*) pagar

Swap 22/06/2009 £ menor 3,7376 £ maior 3,7376 HSBC 40.000 132.184 (17.319)

132.184 (17.319)

(*) O valor justo informado representa estimativa do ponto médio de mercado, apurados com base em modelos e
e cotações disponíveis no mercado ou proprietários, que levam em conta condições de mercado presentes ou futuros, sendo valores brutos
anteriores à incidência de impostos, e pressupondo resgates ou liquidações apenas nos vencimentos originais das transações.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 75


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Quadro Demonstrativo de Análise de Sensibilidade – Efeito caixa (para cada derivativo)

Cenário
Em libra esterlina Provável Possível Remoto
Operação Risco £ x R$ 3,50 £ x R$ 4,40 £ x R$ 5,50

Swap Valorização da £ (9.504) 26.496 70.496

Cálculos - Swap £ / R$ em 31/03/09

Paridade £/R$ em 31/03/09 R$ 3,3259 Resultado Cenário


em Provável Possível Remoto
31/3/2009
Valor £ Paridade Contratada Vencimento £ x R$ 3,50 £ x R$ 4,40 £ x R$ 5,50
40.000 3,7376 22/6/2009               (17.319)              (9.504)              26.496               70.496

A Companhia contratou operações de swap, não especulativos para minimizar os


efeitos das mudanças nas taxas de câmbio na liquidação de suas operações de
empréstimos e financiamentos e obrigações com fornecedores.

No período findo em 31 de março de 2009, o resultado financeiro líquido com


derivativos totalizou uma receita de R$ 636, sendo R$ 1.947 relativo às despesas
e R$ 2.583 relativo às receitas líquidas.

Os ativos e passivos registrados em 31 de março de 2009 com base nas


operações com derivativos, as quais têm o objetivo de proteção patrimonial, estão
demonstrados abaixo:

Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

NDF - (9.363) - (16.958)


Swap (17.319) (15.372) (17.319) (15.372)

(17.319) (24.735) (17.319) (32.330)

A Administração entende que os resultados obtidos com estas operações de


derivativos atendem à estratégia de gerenciamento de risco adotada pela
Companhia.

25/06/2009 17:22:13 Pág: 76


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

24. IMPOSTO DE RENDA E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL

O imposto de renda e a contribuição social sobre o lucro foram apurados conforme


legislação em vigor, bem como em conformidade com o Regime Tributário de
Transição – RTT, previsto na MP 449/2008.

Os cálculos do imposto de renda e contribuição social sobre o lucro, bem como suas
respectivas declarações, quando exigidas, estão sujeitas à revisão por parte das
autoridades fiscais por períodos e prazos variáveis em relação à respectiva data do
pagamento ou entrega da declaração de rendimentos.

Demonstramos o cálculo e a conciliação do montante de imposto de renda e da


contribuição social apresentados no resultado do período:

25/06/2009 17:22:13 Pág: 77


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Tributo 31/03/09 31/03/08

Lucro (prejuízo) antes dos efeitos tributários (48.317) 20.300

Adições 18.909 12.905

(-) Exclusões (41.766) (32.804)

Base de cálculo do imposto de renda e da


contribuição social (71.174) 401

Imposto de renda (15%) - 60


Adicional (10%) - 34
(-) PAT - (2)

Imposto de renda total - 92

Contribuição social (9%) - 36

Efeito na Demonstração de Resultados

Tributo Grupo 31/03/09 31/03/08


(-) Imposto de renda - Corrente Passivo circulante - (92)
Imposto de renda diferido - Reavaliação (1) Passivo não circulante 711 598
Imposto de renda diferido - Outros (2) Ativo não circulante 8.244 -
Líquido Resultado 8.955 506

(-) Contribuição social - Corrente Passivo circulante - (36)


Contribuição social diferida - Reavaliação (1) Passivo não circulante 250 215
Contribuição social diferida - Outros (2) Ativo não circulante 2.959 -
Líquido Resultado 3.209 179

(1) Referem-se à reversão do imposto de renda diferido e da contribuição social diferida,


demonstrados na nota explicativa 19, tendo em vista a adição da depreciação dos bens
reavaliados na apuração do lucro real e da base de cálculo da contribuição social.

(2) Referem-se ao imposto de renda diferido e a contribuição social diferida, apurados sobre: os
tributos com exigibilidade suspensa (provisões) que foram adicionados na apuração do lucro real
e da base de cálculo da contribuição social; aproveitamento fiscal de ágio pago sobre
rentabilidade futura; e prejuízo fiscal / base negativa de CSL, os quais estão demonstrados na
nota explicativa 9.

25. EVENTOS SUBSEQUENTES

Nos dias 03 e 04 de abril de 2009 foram efetuados os pagamentos de US$


10.000.000 e US$ 1.921.141, respectivamente, a Alonzo Holdings Group Inc,
referentes à aquisição da empresa DaGranja Agroindustrial Ltda, a qual foi efetivada
em 2008. O montante de US$ 10.000.000 encontra-se depositado no JP Morgan,

25/06/2009 17:22:13 Pág: 78


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

em nome de Alonzo Holdings Group, a título de “escrow”, para fazer frente a


eventuais passivos.

Em 04 de abril de 2009, iniciou-se a operação de abate de cordeiros na planta de


Promissão II (SP), complementando a atividade de abate de bovinos que já se
realizava na unidade. Essa operação marca o inicio das atividades de produção de
carne ovina do Grupo Marfrig no Brasil.

O Grupo, que atualmente opera duas plantas no Uruguai e uma no Chile, ampliou
sua capacidade total de abate em 1.000 ovinos/dia para 9.400 ovinos/dia. A carne
de cordeiro no Brasil integrará o mix de produtos do Grupo Marfrig distribuído nas
principais churrascarias e restaurantes do país através do “Food Service”, nas
grandes redes de supermercados e para clientes nos mercados de exportação.

Em 09 de abril de 2009 foi concedida às plantas de Promissão do Grupo Marfrig a


certificação ISO 22000, que cobre o escopo completo de produção de carne bovina
dentro da indústria, estabelecendo o Grupo Marfrig como um dos poucos no mundo
com essa certificação.

A certificação ISO 22000 especifica os requisitos para o Sistema de Gestão da


Segurança de Alimentos, demonstrando a habilidade da organização no controle de
perigos, a fim de garantir que o alimento esteja seguro no momento do consumo
humano, em toda a cadeia produtiva, com ênfase à comunicação, além de um
sistema pró-ativo, atuando preventivamente para assegurar a saúde do consumidor.

Em 14 de abril de 2009 a Companhia contratou um swap da taxa Libor para as suas


operações de dívidas indexadas a este índice, com valor principal de US$
221.800.000 e vencimentos diversos no decorrer de 6 anos, de modo a garantir
valor fixo dos juros nestas operações pelo referido período.

Em 28 de abril de 2009 na Assembléia Geral Ordinária / Extraordinária realizada na


sede da Companhia, foi reformado o artigo 1º do Estatuto Social da Companhia, no
qual a mesma passou a denominar-se MARFRIG ALIMENTOS S.A.

Em 07 de maio de 2009, foi aprovada pela Assembléia Geral de Acionistas de sua


subsidiária Quickfood S.A. na Argentina a criação de um programa global para a
emissão de Obrigações Negociáveis Simples, não conversíveis em ações, até um
limite máximo de US$ 50.000.000 (cinquenta milhões de dólares norte-americanos)
ou seu equivalente em outras moedas, com prazo máximo de 5 anos a contar da
autorização do programa pela Comissão Nacional de Valores da Argentina.

Em 07 de maio de 2009 a Fitch Ratings – New York confirmou os ratings da Marfrig


em B+, em nível internacional, e em BBB+, em nível local, ambos com outlook
ESTÁVEL.
***

25/06/2009 17:22:13 Pág: 79


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

07.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE

VIDE RELATÓRIO DE DESEMPENHO CONSOLIDADO.

25/06/2009 17:24:02 Pág: 80


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Divulgação de Resultados  
1T09 

25/06/2009 17:24:18 Pág: 81


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Marfrig cresce 110,9% e fecha 1T09 com R$ 2,25 bi de Receita


Líquida
São Paulo, 13 de maio de 2009 – A Marfrig Alimentos S.A. (Novo Mercado da BM&FBOVESPA:
MRFG3), a empresa de alimentos mais diversificada em carnes, anuncia hoje seus resultados do
primeiro trimestre de 2009 (1T09). As informações financeiras e operacionais a seguir, exceto onde
indicado em contrário, são apresentadas de acordo com a legislação societária brasileira e em
bases consolidadas.

Destaques de 1T09
A Receita Líquida no 1T09 foi de R$ 2.250,8 milhões,
MRFG3: R$ 10,90 /ação crescendo +110,9% se comparada ao 1T08 (R$
Preço de fechamento: 12/05/2009
1.067,1 milhões) e decrescendo 6,1% quando
Valor de mercado: R$ 2,9 bilhão
comparada ao 4T08 (R$ 2.396,0 milhões). Houve
Total de ações: 267,9 milhões
aumento de 3,3% no volume vendido, compensado por
uma redução de preços médios de 9,1% em relação ao
Teleconferências: 4T08.
Em Português A Receita Bruta aumentou +107,1% atingindo R$
14 de maio de 2009 2.445,5 milhões se comparada aos R$ 1.181,0 milhões
10h00 (BR) / 09h00 (US EST) / registrados no 1T08 e recuou 6,9% se comparada aos
14h00 (GMT) R$ 2.628,1 milhões registrados no 4T08.
Número de acesso:
No 1T09 a participação dos produtos industrializados
(55-11) 4688-6301
Código de acesso: Marfrig na receita líquida foi de 30,1% comparada a 30,7% e
17,2% registrados no 4T08 e 1T08 respectivamente.
Em Inglês O Lucro Bruto no 1T09 foi de R$ 313,4 milhões
14 de maio de 2009 aumentando 45,6 % se comparado ao 1T08 (R$ 215,2
12h00 (BR) / 11h00 (US EST) / milhões) e diminuindo 46,0% se comparado com o
16h00 (GMT) 4T08 quando registrou R$ 580,3 milhões.
Número de Acesso:
A Margem Bruta atingiu 13,9% decrescendo 620p.b. e
(1 973) 935-8893
Código de acesso: 96086109
1030p.b. respectivamente se comparado aos 20,2%
registrados no 1T08 e 24,2% no 4T08.
Relações com Investidores: No trimestre o EBITDA atingiu R$ 163,5 milhões,
aumentando +28,5% contra os R$ 127,3 milhões do
Ricardo Florence 1T08 e decrescendo 63,4% em relação aos R$ 446,7
Diretor de Planejamento e de milhões do 4T08.
Relações com Investidores
A Margem EBITDA no período foi de 7,3%, sustentada
pela recuperação de preços ao longo do trimestre.
Remi Kaiber Junior
Gerente de Relações com O perfil do endividamento melhorou e caiu para 28,2%
Investidores no Curto Prazo, com redução do custo médio para
8,7% a.a. e a posição de caixa aumentou em R$ 53,4
Tel.: (55 11) 3093-4700 milhões para R$ 1,12 bilhões.
Email: ri@marfrig.com.br No 1T09 o resultado líquido foi negativo em R$ 38,2
milhões comparado ao prejuízo de R$ 74,3 milhões no
www.marfrig.com.br/ri
4T08 (redução de 48,6%) e ao lucro de R$ 25,0
ilhõ 1T08

25/06/2009 17:24:18 Pág: 82


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Mensagem da Administração
DETERMINAÇÃO, SINERGIA E FOCO - Esses são alguns pontos-chave para que a Marfrig
Alimentos S.A. continue colhendo bons resultados.

Ao final do primeiro trimestre de 2009, atingimos o estágio onde cada Unidade da empresa
conhece suas metas e diretrizes para este ano desafiador no cenário internacional.
Sua orientação é de que sempre devemos agir com eficiência e objetividade para que a Marfrig
seja forte diante de qualquer cenário econômico ou operacional.
É importante atuar com muita determinação em tudo o que fazemos, no presente e de olho no
futuro.
Não podemos apenas agir reativamente frente às dificuldades, mas sim atuar de forma planejada e
pró-ativa, o que só é possível se estivermos atentos e focados na busca de melhores resultados,
garantindo o menor custo e a melhor qualidade possível para os nossos clientes.
O Grupo Marfrig tem como finalidade não apenas fornecer, com excelência, produtos com um
serviço de grande importância para a coletividade, mas também ser uma empresa cidadã, onde as
práticas de gestão voltadas para o público interno e para o público externo a coloquem como uma
empresa na vanguarda no trato das múltiplas relações que uma empresa desse porte mantém
tanto no ambiente nacional quanto internacional.
Cada um na empresa, sem exceção, precisa estar alerta para todas as oportunidades, em seu
aprimoramento constante em todas as tarefas e em adotar ações concretas na redução de custos
e de desperdícios.
Também devem fazer parte desse compromisso zelar pelo patrimônio e utilizar corretamente seus
equipamentos e outros instrumentos de trabalho, com eficiência e segurança no dia-a-dia.
Outro ponto a ser destacado é o crescimento da empresa. Temos a necessidade e a oportunidade
de buscar maior sinergia entre as Divisões, tanto no Brasil como no Exterior, trazendo as melhores
práticas do que é feito no Grupo Marfrig e adotá-las em cada unidade.
O processo de melhoria em tudo o que fazemos deve ser continuo.
Essa sinergia entre todas as unidades do grupo, a eliminação de qualquer desperdício e a redução
dos custos de produção, com foco em nosso mercado e na qualidade, manterão a Marfrig em
condições estrategicamente ajustadas para atender nossos clientes nos mercados domésticos e de
exportação.
No desenvolvimento das nossas atividades atuais ou futuras, sempre usamos tecnologias e
recursos que reduzem os impactos de nossas atividades frente à natureza e às pessoas, visando
contribuir para que as gerações futuras tenham o meio ambiente preservado dentro de um
desenvolvimento sustentável de uma forma coerente e ética.
Não nos limitamos às normas nacionais e internacionais, pois consideramos ser nossa obrigação ir
além desses textos, pesquisando e agindo de forma pró-ativa em benefício da preservação da
natureza, buscando, por exemplo, a venda de crédito de carbono. Os nossos empregados são
envolvidos nessa conscientização.
É o conjunto das nossas ações que dará a continuidade dos bons resultados para a Marfrig.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 83


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Marcos Antonio Molina dos Santos


Presidente da Marfrig Alimentos
S.A.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 84


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

INDICADORES OPERACIONAIS
1T08 4T08 1T09
1. Receita Bruta 1.181.010 2.628.133 2.445.527
2. Receita Líquida 1.067.072 2.396.002 2.250.874
3. Lucro Bruto 215.206 580.285 313.382
4 - Lucro Operacional 43.424 (311.236) (77.559)
5 - Lucro Líquido 25.059 (74.272) (38.166)
6 -EBITDA 127.331 446.691 163.576
7 - Margem EBITDA 11,9% 18,6% 7,3%

INDICADORES DE LIQUIDEZ
1T08 4T08 1T09
1. Caixa 1.184.588 1.071.664 1.125.082
2. Liquidez Geral 0,90 0,74 0,74
3. Liquidez
2,64 1,56 1,61
Corrente
4. Liquidez Seca 2,05 1,00 1,02

ENDIVIDAMENTO
1T08 4T08 1T09
1. Dívida Bruta sem Arrendamento 2.530.647 4.313.474 4.591.248
2. Dívida Líquida (*) 1.346.059 3.241.810 3.466.166
3. Dívida Líquida / EBITDA (LTM) 3,11 3,67 3,77
(*) Dívida Líquida não considera Arrendamento – Leasing operacional contraído antes da promulgação da Deliberação CVM nº
554/08 para efeito do cálculo dos “Covenants” mencionados na Nota 16 das Notas explicativas.

Demonstramos abaixo os resultados efetivamente alcançados até o momento comparados com o


valor mínimo do Guidance fornecido ao mercado em 19 de março de 2009:

Atingimento 
Guidance 2009  Resultados Atingidos  Acumulado s/ 
   patamar inferior 
R$ 10,5 bilhões
Receita Líquida R$ 2,2 bilhões 21,4%
R$ 12,0 bilhões
R$ 840 milhões
EBITDA¹ R$ 163,5 milhões 19,5%
R$ 1.200 milhões
8%
Margem EBITDA 7,3% 91,3%.
10%
CAPEX² R$ 220 milhões R$ 74,7 milhões 33,9%
1 Lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações   

25/06/2009 17:24:18 Pág: 85


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

2 Não inclui aquisições     

25/06/2009 17:24:18 Pág: 86


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Desempenho Operacional
Ao fim do 1º trimestre de 2009 operávamos com 57 plantas únicas de produção distribuídas em
nove países e em quatro proteínas animais além de outros itens para atender à demanda de
nossos clientes:

BOVINOS AVES
18 modernas plantas de abate na 10 modernas plantas de abate no
América do Sul Brasil e Europa
99 no Brasil em 6 estados 92 em São Paulo
95 na Argentina 91 em Minas Gerais
94 no Uruguai 91 no Rio Grande do Sul
91 planta de desossa no Chile 91 em Santa Catarina
9Curtumes 91 no Paraná
9Confinamentos de terminação 93 no Reino Unido
91 na Irlanda do Norte

SUÍNOS OVINOS
2 modernas plantas de abate no 4 modernas plantas de abate:
Brasil: 92 no Uruguai
91 em Santa Catarina 91 no Chile
91 no Rio Grande do Sul 91 no Brasil

PROCESSADOS E INDUSTRIALIZADOS
30 modernas plantas em 8 países:

912 no Brasil 9 9 na Europa:


95 no Argentina - 5 na Inglaterra
93 no Uruguai - 1 na Irlanda do Norte
91 nos Estados Unidos - 2 na França
- 1 na Holanda

Capacidade de Abate – Cordeiros


(cabeças/dia)
Uruguai 5.400
Chile 3.000
Brasil 1.000
Grupo Marfrig 9.400

25/06/2009 17:24:18 Pág: 87


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Capacidade de Processados e
Industrializados – (ton/dia)
Europa 534

Brasil 1.162
Argentina 249

Uruguai 268
Grupo Marfrig 2.213

O ambiente global no primeiro trimestre de 2009 foi impactado pelas conseqüências da crise
econômica, onde janeiro e fevereiro caracterizaram-se como meses de baixos volumes de
exportação e de preços mais baixos nos mercados e contraindo as margens. No entanto, a partir
de março verificou-se uma reversão na tendência, com um aumento de volumes e preços maiores,
embora ainda menores do que os praticados em 2008. No 1T09 para a Marfrig os preços médios
consolidados registraram recuo na ordem de 9,1% se comparados com o 4T08.

No 1T09 com relação a Bovinos, continuamos seguindo a mesma estratégia adotada desde o início
de 2008, ou seja, beneficiando os canais de distribuição com margens sustentáveis.

O abate de Bovinos registrou uma diminuição na ordem de 3,0% no 1T09 se comparado ao 4T08 e
de 13,5% se comparado com o 1T08, devido principalmente à crise financeira mundial, que fez
com que o mercado global de proteínas passasse por um reajuste de preços.

Estrategicamente atendemos os canais de venda do mercado interno de Bovinos Brasil e do “Food


Service” através da compra de carcaças bovinas de terceiros, onde o volume de 3.828 toneladas
foi equivalente a 77,9% das carcaças compradas durante todo o ano de 2008 e permitiu uma maior
utilização das salas de desossa das plantas de frigoríficos no Brasil. O desempenho operacional da
operação de Bovinos e “Food Service” acompanhou o resultado da estratégia de diversificação
geográfica, de proteínas e do aumento da participação dos produtos industrializados e permitiu
equilibrar os abates entre os países em que operamos.

A operação de Suínos registrou crescimento no abate de 4,3% se comparada com o 4T08 e de


24,9% se comparada com o 1T08, explicado principalmente pelo aumento da participação de
produtos industrializados dentro do mix de nossa receita, pelas vendas para o “Food Service” e
pelo mercado interno aquecido no nível de consumo.

A operação de aves permaneceu com um abate praticamente estável, decrescendo 0,5% no


consolidado do Grupo. Este comportamento é reflexo de que a proteína frango é a menos afetada,
devido ao baixo custo comparativo e à baixa elasticidade de sua demanda em tempos de crise

Em Ovinos, o início de ano é considerado o período da safra de abate no ciclo anual nas unidades
mais ao Sul (Patagônia), onde dura em média de 5 a 6 meses e registrou um crescimento de
15,1% se comparado com o 1T08 . Não se torna justa a comparação com o 4T08, pois o abate da
safra teve início apenas em dezembro.

Utilização de
Var % Var %
ABATE 1T08 4T08 1T09 Capacidade
1T09 X 4T08 1T09 X 1T08
1T09
Bovinos 647.296 577.701 560.180 -3,0% -13,5% 47,00% 

25/06/2009 17:24:18 Pág: 88


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Suínos 189.591 227.098 236.864 4,3% 24,9% 95,96% 


Aves 105.314.888 104.786.507 -0,5% 97,14% 
Ovinos 166.132 38.487 191.280 397,0% 15,1% 93,90% 

25/06/2009 17:24:18 Pág: 89


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Desempenho Econômico e Financeiro


Receita Operacional Líquida

A Receita Líquida no 1T09 foi de R$ 2.250,8 milhões, crescendo +110,9% se comparada ao 1T08 (R$
1.067,1 milhões) e decrescendo 6,1% quando comparada ao 4T08 (R$ 2.396,0 milhões). Houve
aumento de 3,3% no volume vendido, compensado por uma redução de preços médios de 9,1% em
relação ao 4T08. O gráfico abaixo mostra a participação de cada divisão na receita líquida da
Companhia.
A receita no trimestre foi impactada pela crise mundial com reajuste global de preços. Janeiro e
Fevereiro foram meses difíceis onde o resultado foi abaixo das médias anteriormente registradas
pela Companhia. Março foi um mês de retorno de margens a patamares anteriormente registrados.
A expectativa da Companhia é de obter volumes e vendas crescentes ao longo do ano com a
melhoria gradual do cenário macro econômico global.

1T08 - R$ 1.067 MM 4T08 - R$ 2.396 MM 1T09 - R$ 2.250 MM

4,9%
28,1% 27,0% 25,4%
24,4% 32,3%

44,7%
12,1%
19,0% 17,6%
20,4% 10,7%
13,8%
5,7% 13,9%

Bovinos Brasil & Food Service Aves, Suinos & Industrializados


Argentina Uruguai
Europa

25/06/2009 17:24:18 Pág: 90


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

A Divisão Bovinos - Brasil atingiu receita líquida consolidada de R$ 443,2 milhões no 1T09,
diminuindo 10,5% em relação ao 4T08 e aumentando 15,2% em relação ao 1T08. O volume
vendido atingiu 105,8 mil toneladas e decresceu respectivamente 8,5% e 11,0% se comparado aos
115,6 mil no 4T08 e 118,9 mil registrados no 1T08. A estratégia adotada desde o início de 2008 de
privilegiar os melhores canais de distribuição diminuiu os volumes vendidos no mercado interno no
1T09 em 23,4% comparado ao 4T08, crescendo em 53,8% as exportações (principalmente em
março/09). Os preços médios caíram em 2,2% atingindo R$ 4,19/kg comparados aos R$ 4,28/kg
registrados no 4T08 como conseqüência da crise financeira mundial e em linha com a queda de
custo de gado no período.

A receita do “Food Service” atingiu R$ 128,9 milhões decrescendo 15,0% no 1T09 se comparado
com o 4T08 (R$ 151,7 milhões) explicado pelo decréscimo no volume vendido de 10,2% e pela
queda nos preços médios em 5,4% no 1T09, atingindo R$ 5,74/kg contra R$ 6,06/kg no 4T08.

A receita de Suínos diminuiu 24,7% no 1T09, registrando R$ 76,9 milhões contra R$ 102,2 milhões
no 4T08. Houve recuperação no volume vendido de 7,1% no 1T09 se comparado com o 4T08,
compensado pela queda nos preços médios de 29,7% (24,3% no mercado interno e 37,6% nas
exportações).

A operação de Frangos (Brasil) registrou uma redução na receita de 9,8% no 1T09 (R$ 319,5
milhões) se comparado com o 4T08 (R$ 354,0 milhões). Os volumes cresceram 14,8% no 1T09
(119,1 mil toneladas) contra o 4T08 (103,7 mil toneladas). A queda na receita é explicada pelo
reajuste global de preços ocorrido no período, onde os preços médios recuaram 21,4% no
consolidado (19,2% nos preços de exportação e 19,4% para o mercado interno).

A Divisão Argentina apresentou um resultado líquido de R$ 313,8 milhões no 1T09, um


decréscimo de 4,8% se comparado com o 4T08 (R$ 329,8 milhões), minimizando a queda de
receita nas exportações pelo forte desempenho do mercado interno (crescimento de 10,1%
comparado ao 4T08). O volume cresceu 14,3% (15,2% no mercado interno e 10,5% nas
exportações). Os preços médios recuaram 16,8% no 1T09 (30,2% nos preços de exportação e
4,4% nos preços para o mercado interno).

As vendas líquidas da Divisão Uruguai somaram R$ 212,3 milhões no 1T09, recuo de 18,7% em
relação ao trimestre anterior. O volume decresceu 7,3% (12,4% no mercado interno e 0,5% no
externo) somando 45,7 mil toneladas e os preços decresceram 16,8% (14,8% nos preços de
exportação e 20,1% nos preços para o mercado interno). O comportamento durante o trimestre foi
similar ao ocorrido no Brasil, com preços de Exportação aumentando cerca de 10% (fonte: INAC)
em março comparativamente a janeiro/09.

A Divisão Europa apresentou uma receita de R$ 655,5 milhões no 1T09 , representando 29,1% da
Receita Líquida Consolidada da Companhia no período. A receita no trimestre foi 7,1% superior
aos R$ 612,1 milhões registrados no 4T08. O Volume vendido cresceu 2,7% atingindo 84,7 mil
toneladas e os preços médios cresceram 4,3% ambos se comparados com o 4T08.

O crescimento da receita é explicada pelo aumento das vendas nas categorias de produtos
frescos, que aumentaram em cerca de 10% em relação ao trimestre anterior, impulsionadas pela
maior demanda no varejo na Inglaterra e Irlanda do Norte causada pelo aumento de participação
na alimentação no domicílio.

Custo dos Produtos Vendidos - CPV

25/06/2009 17:24:18 Pág: 91


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

No 1T09 o CPV foi de R$ 1.937,4 milhões, representando um aumento de 6,7% e 127,4%,


respectivamente, comparados ao 4T08 e ao 1T08 (R$ 1.815,7 milhões no 4T08 e R$ 851,9 milhões
no 1T08), em razão do crescimento dado pelas operações de frango e pelo aumento da compra de
carcaças nesse trimestre.

O principal componente do Custo dos Produtos Vendidos no 1T09 continuou sendo a aquisição de
matérias primas, que representou 74,6% do CPV no 1T09 contra 76,9% em 4T08.

Abaixo resumo da abertura com os principais componentes do CPV

1T08 2T08 3T08 4T08 1T09

Matéria Prima 80,3% 78,2% 74,5% 76,9% 74,6%


Bovinos 75,4% 61,9% 58,3% 41,3% 45,8%
Grãos 4,9% 16,2% 16,2% 35,6% 28,8%
Embalagens 3,7% 4,8% 3,3% 3,1% 5,0%
Energia Elétrica 1,5% 1,9% 1,5% 2,3% 2,0%
Desp. Dir. + MOD + (*) 8,4% 12,0% 10,0% 12,7% 13,7%
Desp. Ind. + MOID (*) 6,0% 4,9% 6,1% 3,8% 6,5%
Outros 0,2% -1,7% 4,6% 1,2% 1,7%
(*) Despesas Diretas e Indiretas, Mão de Obra Direta e Indireta

Dando prosseguimento ao trabalho de melhoria na gestão do financiamento de capital de giro,


registramos nosso melhor desempenho nos últimos meses e melhoramos nosso capital de giro em
13,0 dias no 1T09 em comparação com o 4T08 como segue indicado abaixo.

INDICADORES FINANCEIROS 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09

PMRE – Prazo Médio de Renovação de Estoques 69,5 68,5 87,9 99,7 94,4
PMRV – Prazo Médio de Recebimento de Vendas 56,6 51,7 67,4 42,0 32,1
PMPC – Prazo Médio de Pagamento de Compras (22,0) (40,0) (37,9) (37,7) (35,5)
PFCP – Prazo Médio de Financiamento – 104,1 100,2 117,5 104,0 91,0
Capital Próprio sem impostos

Margem Bruta e Lucro Bruto

No 1T09 o lucro bruto foi de R$ 313,4 milhões e registrou recuo de 46,0% se comparado aos R$
580,3 milhões registrados no 4T08 e aumento de 45,6% de comparado aos R$ 215,2 milhões no
1T08. O decréscimo do 1T09 em relação ao 4T08 deve-se principalmente ao reajuste de preços
pelo qual o mercado global passou e à volatilidade das paridades cambiais no período.

A margem bruta registrou decréscimo de 1030 pontos-base no 1T09 em relação ao 4T08,


passando para 13,8% contra 24,2% e de 620 pontos-base em relação aos 24,2% registrados no
4T08.

A Marfrig manteve sua estratégia de otimizar sua rentabilidade no conjunto de suas unidades,
principalmente através de sua diversificação geográfica (Brasil, Argentina, Uruguai, Chile, EUA e
Europa) com alta participação de produtos industrializados, que atingiu 30,1% no 1T09.

Despesas com Vendas, Gerais e Administrativas (SG&A)

25/06/2009 17:24:18 Pág: 92


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

No 1T09 as despesas com vendas, gerais e administrativas totalizaram R$ 222,7 milhões (ou 9,9%
da receita líquida), superiores em 4,1% em relação ao 4T08 (R$ 213,8 milhões ou 8,9% da receita
líquida) ou em 115,3% se comparadas ao 1T08 (R$ 103,4 milhões ou 9,7% da receita líquida).

A empresa está focada em sua estratégia de redução de custos e despesas, principalmente pela
integração das estruturas das unidades recentemente adquiridas e no atingimento de ganhos com
as sinergias previstas em custos de matéria-prima, intercâmbio de melhores práticas e diluição de
custos fixos.

EBITDA

O EBITDA apresentado pela Marfrig no 1T09 foi de R$ 163,5 milhões, 28,5% superior ao mesmo
período de 2008 (R$ 127,3 milhões) e 64,0% inferior ao 4T08 (R$ 446,7 milhões).

A margem EBITDA teve o impacto do reajuste de preços ocorrido no período como explicado
anteriormente. Ela registrou 7,3% no 1T09, 0,7 pontos percentuais abaixo do guidance dado para a
totalidade do ano. Foi inferior em 470p.b. e 1140p.b. se comparada respectivamente aos 11,9%
registrados no 1T08 e aos 18,6% do 4T08.

O 1º trimestre do ano foi impactado pela crise financeira mundial seguindo a tendência do fim de
2008, que associado à falta de crédito e à valorização da moeda norte-americana, ocasionou um
realinhamento de preços ao redor do mundo e estabeleceu novos patamares de preços para as
proteínas animais.

O posicionamento em diversas proteínas animais, aliado à otimização do uso de seus canais de


distribuição e à diversificação geográfica de suas plantas, propiciaram à Marfrig manter um
desempenho de acordo com as suas expectativas nos resultados do 1T09, apesar do cenário
desafiador encontrado no 1T09.

Resultado Financeiro Líquido (Receita/Despesas Financeiras)

No 1T09, a gestão financeira da estrutura de capital foi priorizada, com novas operações que
permitiram encerrar o trimestre com um custo médio de 8,71% a.a., sendo 7,8% a.a. o custo atual
em moeda estrangeira (a Companhia possui 84,0% de seu endividamento em dólares norte-

25/06/2009 17:24:18 Pág: 93


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

americanos) e de 13,36% a.a. em R$ (85% ligado ao CDI, com a SELIC apresentando tendência
de queda pelas últimas atas do COPOM). O resultado financeiro foi negativo em R$ 178,5 milhões
em um trimestre caracterizado pela alta volatilidade das taxas de câmbio dentro do período. Segue
abaixo a abertura do resultado financeiro:

Var. % Var. %
1T08 4T08 1T09
1T09 x 4T08 1T09 x 1T08
Receitas financeiras 23.490 122.859 28.199 -77,0% 20,0%
Despesas financeiras (51.624) (220.361) (168.823) 23,4% 227,0%
Variação cambial ativa 72.606 138.830 5.952 -95,7% -91,8%
Efeito da variação cambial - conversão (438) (18.886) -100,0% -100,0%
Variação cambial passiva (105.128) (698.594) (43.847) 93,7% -58,3%
RECEITAS (DESPESAS) FINANCEIRAS (61.094) (676.152) (178.519) 73,6% 192,2%

A Marfrig não pratica operações alavancadas de derivativos ou instrumentos similares que não
objetivem proteção mínima de sua exposição a outras moedas, com a política conservadora de não
assumir operações que possam comprometer sua posição financeira.
Com aproximadamente 77,5% de nossa receita líquida sendo originada de outra moeda que não o
Real brasileiro, a Marfrig possui um hedge natural para fazer frente aos vencimentos de suas
futuras obrigações em moeda estrangeira.
A Companhia também mantém uma sólida política financeira, com manutenção de elevado saldo
de caixa e aplicações financeiras de curto prazo em instituições de primeira linha.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 94


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Lucro Líquido e Margem Líquida

No trimestre, o resultado foi negativo em R$ 38,1 milhões contra R$ 74,2 milhões (negativo) no
4T08 e lucro de 29,0 milhões no 1T08.
No 1T09, a margem líquida foi de -1,7%, registrando uma melhora de 140 pontos-base se
comparada ao 4T08, quando registrou -3,1% e um decréscimo de 400 pontos-base se comparado
com 1T08 (2,3%).

No trimestre a depreciação e amortização no consolidado da Marfrig somaram R$ 62,6 milhões.

O resultado das empresas controladas pela Marfrig, já consolidados no resultado total da Marfrig
Alimentos S.A encontra-se disponível na Nota 10.1 do ITR do 1T09.

Endividamento Consolidado

O endividamento financeiro total da Companhia (*) ao final do 1T09 era de R$ 4.591,2 milhões,
composto por R$ 1.294,6 milhões em dívidas de curto prazo (ou 28,2% do total, comparado a
28,7% no trimestre anterior) e R$ 3.296,6 milhões em dívidas de longo prazo (ou 71,8 % do total,
comparado a 71,4% no trimestre anterior).

O endividamento de curto prazo em moeda nacional foi reduzido para R$ 218,6 milhões
comparado a R$ 262,6 milhões no trimestre anterior, reduzindo sua participação de 33,1% para
29,2% no curto prazo das dívidas em R$.

O endividamento de curto prazo em moeda estrangeira aumentou para R$ 1.076,0 milhões


comparado a R$ 969,5 milhões no trimestre anterior, feito principalmente através de operações
para o 1º Trimestre de 2010, onde a empresa não possuía vencimento de dívidas na apuração do
trimestre anterior (R$ 364,7 milhões).

Do total de nossas dívidas, 63,5% possuem garantias através de aval, fiança bancárias e notas
promissórias. A abertura das garantias está contida na nota 16 das notas explicativas.

A dívida líquida da Marfrig em 31 de março de 2009 totalizou R$ 3.466,2 milhões, 6,1% superior se
comparado aos R$ 3.446,5 milhões, registrada em 31 de dezembro de 2008.

ENDIVIDAMENTO
1T08 4T08 1T09
1. Dívida Bruta (*) 2.530.647 4.313.474 4.591.248
2. Dívida Líquida (*) 1.346.059 3.241.810 3.466.166
3. Dívida Líquida / EBITDA (LTM) 3,11 3,67 3,77
(*) Dívidas Bruta e Líquida não consideram Arrendamento – Leasing operacional contraído antes da promulgação da Deliberação
CVM nº 554/08 para efeito do cálculo dos “Covenants” mencionados na Nota 16 das Notas explicativas.

Abaixo fornecemos detalhamento de nosso endividamento em 31.03.2009 (em R$ mil):

25/06/2009 17:24:18 Pág: 95


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Consolidado
Taxa média Prazo médio
ponderada de ponderado de Saldo
Linha de Crédito Encargos (% a.a.) juros (a.a.) venc. (anos) Saldo 31.03.09 31.12.08
Moeda nacional

FINAME TJLP + Taxa Fixa 10,51 3,29 10.058 11.544

BNDES Exim TJLP + Taxa Fixa 10,18 0,51 44.492 74.236


BNDES Finem  TJLP + 1,80 8,05 3,9 13.361 14.203
FINEP TJLP + 1% 7,25 4,57 30.071 29.857
NCE Taxa fixa+CDI 13,28 1,71 500.476 512.221
Capital de Giro (R$) Taxa fixa+CDI 17,65 0,68 133.976 102.814
Nota de Credito Rural (R$) Taxa Fixa 6,79 0,86 16.129 49.076
Pré Pagamento (juros) CDI 11,77 0,5 57 341
Outros 0,33 19 33
Total moeda nacional 13,36 748.639 794.325

Moeda estrangeira
ACC (US$) Taxa Fixa + V.C. 7,85 0,54 742.931 580.985
Financiamento Parque Indutrial  Libor+Taxa Fixa +
(US$) V.C 4,65 2,73 36.835 40.186
Libor+Taxa Fixa +
Pré‐pagamento (US$) V.C 8,04 4,88 1.273.023 1.335.609

Cesta de Moedas
BNDES Exim (US$) + Taxa Fixa 11,53 0,51 12.414 20.661
Bonds (US$) Taxa Fixa + V.C 9,63 7,7 886.093 869.188
Cesta de Moedas
BNDES Finem  + 1,30 8,90 3,9 3.466 2.792
CDI+Taxa
Fixa+V.C
NCE (US$) (US$)+Libor 9,7 3 532.098 466.296
Swap Prêmio + V.C Prêmio + V.C 0,01 17.319 32.330

Capital de Giro (US$) Taxa Fixa + Libor 5,98 2,69 52.338 58.797

Capital de Giro (Pesos) Unidade Fomento 7,7 0,1 1.806 8.830


Emprestimo Bancario (US$) Taxa Fixa 4,62 3,63 96.169 76.801
PAE (US$) Taxa Fixa 6,9 0,3 16.857 12.559
Financiamentos (US$) Taxa Fixa 4,7 0,58 140.901 14.115
Conta Garantida (US$) Libor + 1,85% 3,13 0,29                       28.995                           ‐
Outros Taxa Fixa 3,5                               1,3                         1.364                           ‐

Total moeda estrangeira 7,81 3.842.609 3.519.149

Total do endividamento 8,71 4.591.248 4.313.474

Passivo Circulante                  1.294.620               1.232.097


Passivo Não Circulante                  3.296.628               3.081.377

25/06/2009 17:24:18 Pág: 96


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

25/06/2009 17:24:18 Pág: 97


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Quanto ao prazo de vencimento da dívida segue detalhamento:

MOEDA NACIONAL MOEDA ESTRANGEIRA


1T09 4T08 1T09 4T08
1T09 70.527 1T09 316.512
2T09 45.857 29.351 2T09 402.156 364.709
3T09 160.491 153.129 3T09 148.325 102.859
4T09 9.320 9.603 4T09 160.727 185.407
1T10 2.968 1T10 364.776
2010 236.089 234.029 2010 228.267 206.030
2011 267.237 271.092 2011 634.635 536.985
2012 10.699 10.670 2012 464.998 433.836
2013 7.593 7.508 2013 336.033 303.796
2014 3.594 3.580 2014 147.414 113.861
2015 3.594 3.580 2015 103.541 95.846
2016 1.197 1.256 2016 851.737 859.308
TOTAL 748.639 794.325 TOTAL 3.842.609 3.519.149

Obs.: o aumento de endividamento em moeda estrangeira foi feito principalmente através de operações para
o 1º Trimestre de 2010, onde a empresa não possuía vencimento de dívidas na apuração do trimestre
anterior.

Derivativos

A posição de derivativos em aberto em 31 de Março de 2009 é apresentada abaixo:.

31.03.09
Contraparte Valor de
do valor referência Valor Valor a
Instrumento Vencimento A receber A pagar principal (nocional) Justo (*) pagar

Swap 22/6/2009 £ menor 3,7376 £ maior 3,7376 HSBC 40.000 132.184 (17.319)

132.184 (17.319)

(*) O valor justo informado representa estimativa do ponto médio de mercado, apurados com base em modelos e
e cotações disponíveis no mercado ou proprietários, que levam em conta condições de mercado presentes ou futuros, sendo valores brutos
anteriores à incidência de impostos, e pressupondo resgates ou liquidações apenas nos vencimentos originais das transações.

A Companhia contratou operações de swap, não especulativos para minimizar os efeitos das
mudanças nas taxas de câmbio na liquidação de suas operações de empréstimos e financiamentos
e obrigações com fornecedores.

No período findo em 31 de março de 2009, o resultado financeiro líquido com derivativos totalizou
uma receita de R$ 636, sendo R$ 1.947 relativa às despesas e R$ 2.583 relativo às receitas
líquidas.

Os ativos e passivos registrados em 31 de março de 2009 com base nas operações com
derivativos, as quais têm o objetivo de proteção patrimonial, estão demonstrados abaixo:

25/06/2009 17:24:18 Pág: 98


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Controladora Consolidado

31/03/09 31/12/08 31/03/09 31/12/08

NDF - (9.363) - (16.958)


Swap (17.319) (15.372) (17.319) (15.372)

(17.319) (24.735) (17.319) (32.330)

A Administração entende que os resultados obtidos com estas operações de derivativos atendem à
estratégia de gerenciamento de risco adotada pela Companhia.

Investimentos

No trimestre foram investidos R$ 74,7 milhões na construção, manutenção, modernização e/ou


expansão de nossas plantas.

Investimentos Consolidados
1T08 2T08 3T08 4T08 1T09
Atividades de investimentos
Investimentos (7.378) (15.484) (113.144) (413.430)
Aplicações no ativo
imobilizado (97.871) (35.135) (66.178) (85.623) (74.297)
Ativo Intangível / Ágio (8.344) (909.209) (389)
CAPEX 105.249 (58.963) (179.322) (1.408.262) (74.686)

A Marfrig Alimentos S.A. desembolsou no 1T09 R$ 160,8 milhões em pagamentos referentes a


aquisições de empresas no Brasil e no exterior realizadas nos anos de 2007 e 2008.

O resultado do fluxo de caixa das atividades de investimento totalizou R$ 192,7 milhões conforme
apresentado no quadro 4 das notas explicativas.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 99


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Situação Patrimonial e Mercado de Capitais -

O capital social subscrito e integralizado da Marfrig em 31 de março de 2009 era constituído por
267.943.954 ações ordinárias (MRFG3) onde 135.162.786 ações ou 50,4% estão sobre o controle
da MMS Participações S.A. e 132.781.168 ou 49,6% estão em circulação ("free float") no mercado
de capitais. MMS Participações S.A. é controlada por Marcos Antonio Molina dos Santos e Márcia
Aparecida Pascoal Marçal dos Santos, cada qual com 50% de participação.

A Companhia é listada no segmento de Novo Mercado da Bovespa e participa das carteiras


teóricas do IBrX – Índice Brasil Bovespa, IGC – Índice de Ações com Governança Corporativa
Diferenciada, ITAG – Índice de Ações com Tag Along, INDX – Índice do Setor Industrial, SMLL –
Índice Small Caps e ICON – Índice de Consumo.

No ano de 2009 (02 de janeiro a 12 de maio), as ações da Marfrig estiveram presentes em 100%
dos pregões e tiveram uma valorização de 45,3%. No dia 12 de maio, as ações da companhia
encerraram cotadas a R$ 10,90. No mesmo período, o Ibovespa apresentou valorização de 34,0%.

O volume de ações negociado no trimestre foi de 20,5 milhões, apresentando um crescimento de


15% em relação ao volume negociado no 4º trimestre de 2008 (17,9 milhões). O volume médio
diário foi de 337 mil ações no 1T09 contra 289 mil no 4T08.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 100


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

12/05/09
Valorização em 2009: 
R$ 10,90
MRFG3: +45,3%
IBOVESPA: + 34,0%
02/01/09
40.244 pontos

12/05/09
50.326 pontos
02/01/09
R$ 7,50

MRFG3 Ibovespa

Em 12 de maio de 2009, o Valor de Mercado (Market Capitalization) da Marfrig era de R$ 2,9


bilhões enquanto que o Valor da Firma (Enterprise Value) era de R$ 6,4 bilhões. O gráfico abaixo
mostra a evolução do Market Cap e Enterprise Value no ano de 2009:

Governança Corporativa

25/06/2009 17:24:18 Pág: 101


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

O Grupo Marfrig está comprometido com os mais elevados padrões de Governança Corporativa,
fazendo parte do Novo Mercado da Bovespa e seguindo as melhores práticas de relacionamento e
transparência com acionistas, parceiros e colaboradores.

As ações da Marfrig garantem aos seus titulares os seguintes direitos:


- direito de voto nas Assembléias Gerais da Companhia, onde a cada ação corresponderá
um voto;
- direito ao dividendo mínimo obrigatório, em cada exercício social, equivalente a 25% do
lucro líquido ajustado nos termos do artigo 202 da Lei das Sociedades por Ações;
- direito de alienação de suas ações (tag along) em oferta pública a ser efetivada pelo
acionista controlador ou pelo Grupo Marfrig, em caso de cancelamento do registro de companhia
aberta e somente pelo acionista controlador em caso de cancelamento de listagem no Novo
Mercado.

O Conselho de Administração da Marfrig é atualmente composto por 7 membros, sendo 4 membros


efetivos e 3 Conselheiros Independentes.

A Companhia dispõe de 4 comitês instalados de apoio ao Conselho de Administração, com reuniões


mensais com ações tomadas pela empresa como melhores práticas de Governança Corporativa,
sendo nomeados como coordenadores os seguintes Conselheiros:

a) Comitê de Auditoria: Sr. Marcelo Maia de Azevedo Correa,


b) Comitê Financeiro: Sr. Carlos Geraldo Langoni e
c) Comitê de Remuneração, Recursos Humanos e Governança Corporativa: Sr.
Antonio Maciel Neto;
d) Comitê de Assessoramento Comercial: Sr. David G. McDonald

CLÁUSULA COMPROMISSÓRIA

A Companhia, seus administradores, e membros do conselho de administração obrigam-se a


resolver, por meio de arbitragem, toda e qualquer disputa ou controvérsia que possa surgir entre eles,
relacionada, ou oriunda, em especial, da aplicação, validade, eficácia, interpretação, violação e seus
efeitos das disposições contidas no Contrato de participação no Novo Mercado, no Regulamento de
Listagem do Novo Mercado, no Estatuto Social, na Lei das Sociedades por Ações, nas normas
editadas pelo Conselho Monetário Nacional, pelo Banco Central do Brasil ou pela CVM, nos
regulamentos da BM&FBOVESPA, nas demais normas aplicáveis ao funcionamento do mercado de
capitais em geral, nas Cláusulas Compromissórias e no Regulamento de Arbitragem da Câmara de
Arbitragem do Mercado, conduzida em conformidade com este último Regulamento.

Eventos Subseqüentes a 31 de março de 2009


Nos dias 03 e 04 de abril de 2009 foram efetuados os pagamentos de US$ 10.000.000 e US$
1.921.141, respectivamente, a Alonzo Holdings Group Inc., referentes à aquisição da empresa
DaGranja Agroindustrial Ltda, a qual foi efetivada em 2008. O montante de US$ 10.000.000
encontra-se depositado no JP Morgan, em nome de Alonzo Holdings Group, a título de “escrow”,
para fazer frente a eventuais passivos.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 102


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Em 04 de abril de 2009, iniciou-se a operação de abate de cordeiros na planta de Promissão II (SP),


complementando a atividade de abate de bovinos que já se realizava na unidade. Essa operação
marca o inicio das atividades de produção de carne ovina do Grupo Marfrig no Brasil.

O Grupo, que atualmente opera duas plantas no Uruguai e uma no Chile de abate de ovinos, ampliou
sua capacidade total de abate em 1.000 ovinos/dia para 9.400 ovinos/dia. A carne de cordeiro no
Brasil integrará o mix de produtos do Grupo Marfrig distribuído nas principais churrascarias e
restaurantes do país através do “Food Service”, nas grandes redes de supermercados e para clientes
nos mercados de exportação.

Em 09 de abril de 2009 foi concedida às plantas de Promissão do Grupo Marfrig a certificação ISO
22000, que cobre o escopo completo de produção de carne bovina dentro da indústria,
estabelecendo o Grupo Marfrig como um dos poucos no mundo com essa certificação.

A certificação ISO 22000 especifica os requisitos para o Sistema de Gestão da Segurança de


Alimentos, demonstrando a habilidade da organização no controle de perigos, a fim de garantir que o
alimento esteja seguro no momento do consumo humano, em toda a cadeia produtiva, com ênfase à
comunicação, além de um sistema pró-ativo, atuando preventivamente para assegurar a saúde do
consumidor.

Em 14 de abril de 2009 a Companhia contratou um swap da taxa Libor para as suas operações de
dívidas indexadas a este índice, com valor principal de US$ 221.800.000 e vencimentos diversos no
decorrer de 6 anos, de modo a garantir valor fixo dos juros nestas operações pelo referido período.

Em 28 de abril de 2009 na Assembléia Geral Extraordinária realizada na sede da Companhia, foi


reformado o artigo 1º do Estatuto Social da Companhia, alterando a denominação social da
companhia para MARFRIG ALIMENTOS S.A..

Em 07 de maio de 2009, foi aprovada pela Assembléia Geral de Acionistas de sua subsidiária
Quickfood S.A. na Argentina a criação de um programa global para a emissão de Obrigações
Negociáveis Simples, não conversíveis em ações, até um limite máximo de US$ 50.000.000
(cinqüenta milhões de dólares norte-americanos) ou seu equivalente em outras moedas, com prazo
máximo de 5 anos a contar da autorização do programa pela Comissão Nacional de Valores da
Argentina.

Em 07 de maio de 2009 a Fitch Ratings – New York confirmou os ratings da Marfrig em B+, em nível
internacional, e em BBB+, em nível local, ambos com outlook ESTÁVEL.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 103


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Projeções Empresariais de Resultados – GUIDANCE


Demonstramos abaixo os resultados efetivamente alcançados até o momento comparados com o
valor mínimo do Guidance fornecido ao mercado em 19 de março de 2009:

Atingimento s/ 
Guidance 2009  Resultados Atingidos 
   patamar inferior 
R$ 10,5 bilhões
Receita Líquida R$ 2,3 bilhões 21,9%
R$ 12,0 bilhões
R$ 840 milhões
EBITDA¹ R$ 163,5 milhões 19,5%
R$ 1.200 milhões
8%
Margem EBITDA 7,3% 91,3%
10%
CAPEX² R$ 220 milhões R$ 74,7 milhões 33,9%
1 Lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações
2 Não inclui aquisições
Principais premissas de câmbio: R$ 2,30 / US$; USD 1,50 / libra esterlina, USD 1,35 / Euro
Riscos: deterioração do cenário econômico mundial, com conseqüências sobre a estratégia diversificada de operações do Grupo
Marfrig.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 104


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

ANEXO I
DADOS FINANCEIROS – GRUPO MARFRIG - CONSOLIDADO
DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO
FINDOS EM 31 DE MARÇO DE 2009 E 2008
em milhares de reais
Var. % Var. %
1T08 4T08 1T09 1T09 x 1T09 x
4T08 1T08
RECEITA OPERACIONAL BRUTA 1.181.010 2.628.133 2.445.527 -6,9% 107,1%
Mercado interno 615.544 1.655.365 1.483.222 -10,4% 141,0%
Mercado externo 565.466 972.768 962.305 -1,1% 70,2%
DEDUÇÕES DA RECEITA OPERACIONAL BRUTA (113.938) (232.131) (194.653) 16,1% 70,8%
Impostos sobre vendas (61.931) (112.081) (97.655) -12,9% 57,7%
Devoluções e abatimentos (52.007) (120.050) (96.998) -19,2% 86,5%
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 1.067.072 2.396.002 2.250.875 -6,1% 110,9%
Custo dos produtos vendidos (851.866) (1.815.717) (1.937.492) 6,7% 127,4%
LUCRO BRUTO 215.206 580.285 313.382 -46,0% 45,6%
Margem bruta 20,2% 24,2% 13,9% -1030 p.b. -620 p.b.
RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS (110.688) (215.369) (212.422) -1,4% 91,9%
Comerciais (67.331) (149.176) (155.933) 4,5% 131,6%
Administrativas e gerais (36.085) (64.634) (66.737) 3,3% 84,9%
Outras receitas (despesas) operacionais (7.272) (1.559) 10.248 -757,3% -240,9%
RESULTADO OPERACIONAL ANTES DOS
104.518 364.916 100.960 -72,3% -3,4%
EFEITOS INFLACIONÁRIOS E FINANCEIROS
RECEITAS (DESPESAS) FINANCEIRAS (61.094) (676.152) (178.519) 73,6% 192,2%
Receitas financeiras 23.490 122.859 28.199 -77,0% 20,0%
Despesas financeiras (51.624) (220.361) (168.823) 23,4% 227,0%
Variação cambial ativa 72.606 138.830 5.952 -95,7% -91,8%
Efeito da variação cambial - conversão (438) (18.886) -100,0% -100,0%
Variação cambial passiva (105.128) (698.594) (43.847) 93,7% -58,3%
LUCRO OPERACIONAL 43.424 (311.236) (77.559) 75,1% -278,6%
Margem operacional 4,1% -13,0% -3,4% 950 p.b. -750 p.b.
Resultado não operacional (1.126) 727 0 -100,0% -100,0%
LUCRO ANTES DOS EFEITOS TRIBUTÁRIOS 42.298 (310.509) (77.559) 74,9% -284,9%
Imposto de renda (13.189) 171.570 27.216 -84,1% -306,4%
Contribuição social (55) 66.213 12.841 -80,6% -23447,3%
LUCRO ANTES DA PARTICIPAÇÃO DOS
MINORITÁRIOS 29.054 (72.726) (37.502) 48,6% -231,4%
Participação dos minoritários (3.995) (1.547) (664) -57,1% -83,4%
LUCRO LÍQUIDO DO PERÍODO 25.059 (74.273) (38.166) 48,6% -231,4%
Margem Líquida 2,3% -3,1% -1,7% 140 p.b. -400 p.b.
LUCRO POR AÇÃO - R$ 0,12287 (0,2772) (0,1424) -48,6% -215,9%

EBITDA 127.330 446.691 163.576 -63,4% 28,5%


Margem EBITDA 11,9% 18,6% 7,3% -1140 p.b. -470 p.b.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 105


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

BALANÇO PATRIMONIAL CONSOLIDADO


FINDOS EM 31 DE MARÇO DE 2009/2008 (em milhares de R$)
Var. % Var. %
1T08 4T08 1T09
1T09 x 4T08 1T09 x 1T08
ATIVO CIRCULANTE 2.956.407 4.370.445 4.420.738 1,2% 49,5%
Disponibilidades 342.420 395.662 162.676 -58,9% -52,5%
Aplicações financeiras 842.168 676.002 962.406 42,4% 14,3%
Valores a receber de clientes nacionais 389.219 686.035 687.929 0,3% 76,7%
Valores a receber de clientes internacionais 353.858 315.877 184.439 -41,6% -47,9%
Estoques de produtos e mercadorias 657.776 1.581.934 1.626.524 2,8% 147,3%
Impostos a recuperar 364.030 689.393 746.886 8,3% 105,2%
Despesas do exercício seguinte 2.515 25.237 40.171 59,2% 1497,3%
Outros valores a receber 4.421 305 9.707 3093,1% 119,6%
ATIVO NÃO CIRCULANTE 47.843 385.378 447.673 16,2% 835,7%
Aplicações financeiras 3.765 4.195 2.137 -49,1% -43,2%
Depósitos compulsórios 6.405 23.378 23.449 0,3% 266,1%
Títulos a receber 3.283 363 1.552 327,2% -52,7%
Tributos diferidos 20.632 303.568 351.076 15,6% 1601,6%
Tributos a Recuperar 3.460 44.631 50.781 13,8% 1367,7%
Outros valores a receber 10.298 9.243 18.678 102,1% 81,4%
PERMANENTE 1.641.842 4.399.349 4.371.033 -0,6% 166,2%
Investimentos 598.684 1.197 1.222 2,1% -99,8%
Imobilizado 1.032.384 2.235.688 2.223.822 -0,5% 115,4%
Intangível 2.144.212 2.132.733 -0,5%
Diferido 10.774 18.252 13.256 -27,4% 23,0%
TOTAL DOS ATIVOS 4.646.092 9.155.172 9.239.444 0,9% 98,9%

PASSIVO CIRCULANTE 1.119.252 2.799.493 2.740.401 -2,1% 144,8%


Fornecedores 208.640 748.495 764.444 2,1% 266,4%
Pessoal, encargos e benefícios sociais 78.769 269.793 291.805 8,2% 270,5%
Impostos, taxas e contribuições 44.738 274.543 243.978 -11,1% 445,3%
Empréstimos e financiamentos 510.271 1.232.097 1.294.620 5,1% 153,7%
Arrendamentos a Pagar 62.582 61.371 -1,9%
Título a pagar 216.257 11.660 11.354 -2,6% -94,7%
Juros sobre Capital Próprio 32.111 0 0 -100,0%
Outras obrigações 28.466 200.323 72.829 -63,6% 155,9%
PASSIVO NÃO CIRCULANTE 2.223.528 3.625.828 3.835.918 5,8% 72,5%
Empréstimos e financiamentos 2.020.376 3.081.377 3.296.628 7,0% 63,2%
Arrendamento a Pagar 142.114 129.287 -9,0%
Impostos, taxas e contribuições 58.777 78.674 84.458 7,4% 43,7%
Impostos diferidos 54.383 109.019 108.532 -0,4% 99,6%
Provisões 49.276 108.475 96.031 -11,5% 94,9%
Outros Títulos a Pagar 14.555 88.252 105.544 19,6% 625,1%
Participação dos minoritários 26.161 17.917 15.438 -13,8% -41,0%
PATRIMÔNIO LÍQUIDO 1.303.312 2.729.851 2.663.125 -2,4% 104,3%
Capital social 1.183.826 2.559.718 2.559.718 0,0% 116,2%
Ações em tesouraria (12.966) (12.966) 0,0%
Gastos na Emissão de Ações (34.079) (34.079) 0,0%
Variação cambial s/Investimentos 15.777 (14.833) -194,0%
Variação Cambial Conversão de Balanço 33.374 33.411 0,1%
Reserva legal 3.217 3.217 3.217 0,0% 0,0%
Reserva de lucros/ Lucros Acumulados 116.269 164.810 128.657 -21,9% 10,7%
TOTAL DOS PASSIVOS 4.646.092 9.155.172 9.239.444 0,9% 98,9%

25/06/2009 17:24:18 Pág: 106


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO


FINDOS EM 31 DE MARÇO DE 2009 E 2008
em milhares de reais
Fluxo de Caixa (Milhares de R$) 1T08 4T08 1T09
Atividades Operacionais

LUCRO LÍQUIDO DO PERÍODO 25.059 (74.273) (38.166)

ITENS DE RESULTADO QUE NÃO AFETAM O CAIXA (4.271) 638.820 65.675

Depreciação 13.329 67.328 54.590

Amortização 9.485 14.448 8.026

Participação minoritária no resultado 3.995 1.547 664

Provisão para Contingências 1.122 62.230 12.434

Tributos Diferidos (3.212) (254.253) (46.419)

Variação cambial sobre financiamentos (24.916) 681.542 3.268

Variação cambial sobre Investimentos 64.431

Variação cambial demais contas de ativo e passivo 34.627

Baixa no Ativo Imobilizado - 1.547 (1.515)

Ganho com investimentos (4.074)

MUTAÇÕES PATRIMONIAIS (263.185) 98.663 58.230

Contas a Receber de Clientes (5.703) 281.151 100.273

Estoques (63.205) (302.623) (52.641)

Depósitos Judiciais (881) (4.688) (72)

Pessoal, Encargos e Benefícios Sociais 7.290 (2.733) 23.499

Fornecedores (126.756) (124.633) 19.503

Tributos (65.615) (169.784) (87.987)

Encargos Financeiros 45.739 83.992 101.438

Títulos a receber e a pagar (44.158) 362.148 1.855

Outras Contas Ativas e Passivas (9.896) (24.167) (47.638)

FLUXO DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS (242.397) 663.210 85.739


Atividades de Investimentos - -

Investimentos (11.648) (413.430) (160.676)

Variação cambial sobre Investimento - (74.229) 30.573

Redução de ágio sobre investimentos 4.270 - -

Consolidação de investimentos por controlada 46.565 (21.591) -

Aplicações em Ativo Imobilizado (97.871) (85.623) (74.297)

25/06/2009 17:24:18 Pág: 107


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Variação cambial do ativo imobilizado 7.203


Imobilizado Arrendamento a pagar - (200.284)

Ativo Intangível - (909.209) (389)

Variação cambial do ativo intangível 4.898

Ações em Tesouraria - (37) -

FLUXO DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS (58.684) (2.613.612) (192.688)


Atividades de Financiamentos - -

Empréstimos e Financiamentos 435.863 249.666 180.880

Empréstimos Obtidos 880.752 1.401.181 876.572

Empréstimos Liquidados (444.889) (959.455) (695.692)

Arrendamento a pagar 204.696 (17.875)

Arrendamentos Obtidos 2.042

Arrendamentos liquidados (19.917)


Ações em Tesouraria - (37)
Aumento de Capital - 444.538

FLUXO DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTOS 435.863 898.863 163.005


Variação cambial sobre Caixa e equivalente de caixa (2.638)

FLUXO DE CAIXA DO PERÍODO 134.782 (100.529) 53.418


Caixa, Contas Bancárias e Aplicações de Liquidez Imediata

Saldo Final 1.184.588 1.071.664 1.125.082

Saldo Inicial 1.049.806 1.172.213 1.071.664

VARIAÇÃO NO PERÍODO 134.782 (100.549) 53.418

25/06/2009 17:24:18 Pág: 108


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

ANEXO II ABERTURA DA RECEITA E VOLUME – GRUPO MARFRIG – CONSOLIDADO


RECEITA LÍQUIDA – R$ mil
Por Linha de Produto / Var. % Var. %
1T08 4T08 1T09
Mercado interno 1T09 x 4T08 1T09 x 1T08
Carne In Natura 334.029 764.034 669.138 -12,4% 100,3%
Bovinos 315.943 418.055 318.796 -23,7% 0,9%
Suínos 18.086 27.839 19.122 -31,3% 5,7%
Aves - 318.140 331.220 4,1%
Industrializados 98.807 481.779 469.004 -2,7% 374,7%
Outros 90.902 181.301 164.496 -9,3% 81,0%
Total Mercado Interno 523.738 1.427.114 1.302.638 -8,7% 148,7%
Carne In Natura 432.884 682.933 707.036 3,5% 63,3%
Bovinos 398.889 393.508 458.784 16,6% 15,0%
Suínos 33.995 38.631 24.984 -35,3% -26,5%
Aves - 250.794 223.268 -11,0%
Industrializados 85.188 254.354 208.526 -18,0% 144,8%
Outros 25.262 31.601 32.675 3,4% 29,3%
Total Mercado Externo 543.334 968.888 948.237 -2,1% 74,5%
TOTAL MARFRIG 1.067.072 2.396.002 2.250.875 -6,1% 110,9%

POR DIVISÃO / Var. % Var. %


1T08 4T08 1T09
MERCADO 1T09 x 4T08 1T09 x 1T08
Bovinos Brasil 384.876 495.222 443.202 -10,5% 15,2%
Mercado Interno 198.993 288.961 175.309 -39,3% -11,9%
Exportação 185.883 206.261 267.893 29,9% 44,1%
(Food Service) - Brasil 91.590 151.745 128.962 -15,0% 40,8%
Mercado Interno 91.590 151.745 128.962 -15,0% 40,8%
Exportação
Suínos &
-24,7% 26,6%
Industrializados 60.801 102.204 76.990
Mercado Interno 26.806 63.573 52.006 -18,2% 94,0%
Exportação 33.995 38.631 24.984 -35,3% -26,5%
Aves & Industrializados - 354.077 319.522 -9,8%
Mercado Interno - 148.491 149.745 0,8%
Exportação - 205.586 169.777 -17,4%
Total Aves, Suínos &
-13,1% 552,1%
Industrializados 60.801 456.281 396.512
Mercado Interno 26.806 212.064 201.751 -4,9% 652,6%
Exportação 33.995 244.217 194.761 -20,3% 472,9%
Total Brasil 537.267 1.103.248 968.676 -12,2% 80,3%
Mercado Interno 317.389 652.770 506.022 -22,5% 59,4%
Exportação 219.878 450.478 462.654 2,7% 110,4%
Argentina 217.211 329.821 313.863 -4,8% 44,5%
Mercado Interno 130.715 180.483 198.683 10,1% 52,0%
Exportação 86.496 149.338 115.180 -22,9% 33,2%
Uruguai 227.058 260.966 212.264 -18,7% -6,5%
Mercado Interno 47.746 61.397 42.985 -30,0% -10,0%
Exportação 179.312 199.569 169.279 -15,2% -5,6%
Tradings Exterior 85.536 89.873 100.518 11,8% 17,5%
Mercado Interno 27.888 27.665 24.490 -11,5% -12,2%
Exportação 57.648 62.208 76.028 22,2% 31,9%
Europa - 612.094 655.554 7,1%
Mercado Interno - 504.799 530.458 5,1%
Exportação - 107.295 125.096 16,6%
Total Marfrig 1.067.072 2.396.002 2.250.875 -6,1% 110,9%
Mercado Interno 523.738 1.427.114 1.302.638 -8,7% 148,7%

25/06/2009 17:24:18 Pág: 109


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Exportação 543.334 968.888 948.237 -2,1% 74,5%

25/06/2009 17:24:18 Pág: 110


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

VOLUME VENDIDO (Mil Toneladas)


Por Linha de Produto / Var. % Var. %
1T08 4T08 1T09
Mercado interno 1T09 x 4T08 1T09 x 1T08
Carne In Natura 83.724 -2,2% 92,0%
164.371 160.724
Bovinos -18,6% -12,6%
76.144 81.776 66.578
Suínos 12,1% 82,3%
7.580 12.331 13.821
Aves 14,3%
- 70.264 80.325
Industrializados -12,4% 163,5%
22.104 66.494 58.250
Outros 10,0% 60,9%
85.700 125.329 137.878
Total Mercado Interno
191.528 356.194 356.852 0,2% 86,3%
Carne In Natura 60.074 15,8% 84,6%
95.731 110.892
Bovinos 36,5% -2,0%
52.829 37.917 51.765
Suínos 3,6% -9,4%
7.245 6.333 6.564
Aves 2,1%
- 51.481 52.563
Industrializados -10,6% 177,7%
9.039 28.082 25.098
Outros 46,5% 26,1%
8.495 7.312 10.714
Total Mercado Externo
77.608 131.125 146.704 11,9% 89,0%
TOTAL MARFRIG 269.136 487.319 503.556 3,3% 87,1%

Var. % Var. %
POR DIVISÃO / MERCADO 1T08 4T08 1T09
1T09 x 4T08 1T09 x 1T08
Bovinos Brasil -8,5% -11,0%
118.904 115.609 105.811
Mercado Interno -23,4% -19,7%
89.034 93.265 71.450
Exportação 53,8% 15,0%
29.870 22.344 34.361
Varejo (Food Service) -
-10,2% 54,1%
Brasil 14.588 25.030 22.478
Mercado Interno -10,2% 54,1%
14.588 25.030 22.478
Exportação
Suínos & Industrializados 7,1% 89,7%
16.799 29.763 31.872
Mercado Interno 8,0% 164,9%
9.554 23.430 25.308
Exportação 3,6% -9,4%
7.245 6.333 6.564
Aves & Industrializados 14,8%
103.734 119.124
Mercado Interno 25,0%
57.414 71.791
Exportação 2,2%
46.320 47.333
Total Aves, Suínos &
13,1% 798,8%
Industrializados 16.799 133.497 150.996

25/06/2009 17:24:18 Pág: 111


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Mercado Interno 20,1% 916,3%


9.554 80.844 97.099
Exportação 2,4% 643,9%
7.245 52.653 53.897
Total Brasil 1,9% 85,8%
150.291 274.136 279.285
Mercado Interno -4,1% 68,8%
113.176 199.139 191.027
Exportação 17,7% 137,8%
37.115 74.997 88.258
Argentina 14,3% 51,1%
54.699 72.269 82.636
Mercado Interno 15,2% 56,5%
43.818 59.562 68.597
Exportação 10,5% 29,0%
10.881 12.707 14.039
Uruguai -7,3% -19,3%
56.609 49.285 45.670
Mercado Interno -12,4% -17,8%
30.148 28.296 24.779
Exportação -0,5% -21,0%
26.461 20.989 20.891
Tradings / Outras Unids
22,9% 48,9%
Exterior 7.537 9.131 11.226
Mercado Interno 27,3% -8,0%
4.386 3.171 4.036
Exportação 20,6% 128,2%
3.151 5.960 7.190
Europa 2,7%
- 82.498 84.739
Mercado Interno 3,6%
66.026 68.413
Exportação -0,9%
16.472 16.326
Total Marfrig
269.136 487.319 503.556 3,3% 87,1%
Mercado Interno 0,2% 86,3%
191.528 356.194 356.852
Exportação 11,9% 89,0%
77.608 131.125 146.704

25/06/2009 17:24:18 Pág: 112


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

ANEXO III ABERTURA DAS EXPORTAÇÕES POR DESTINO


CONSOLIDADO - RECEITA LÍQUIDA – R$ Mil

Abaixo demonstramos a aberturas dos principais destinos para onde estão sendo direcionados
nossos produtos abertos por divisão de negócio. Em Bovinos Brasil a Europa e Oriente Médio
foram os principais destinos de nossas exportações no 1T09 representando 49% da receita de
exportação dessa divisão. Em Aves, Suínos e Industrializados o Oriente Médio e Ásia foram
responsáveis por 67% da receita de exportação dessa divisão.

Bovinos Brasil Aves e Suínos

2% Europa
7% 2%
1% Oriente  Médio
7% 15%
32% 22% Rússia
8%
América Central  / América  do  Sul
3% NAFTA
17% 4%
Ásia
7% 45%
28% África
Outros

Para a Argentina e Uruguai a Europa continuou sendo o principal destino de sua exportações
representando 69% e 44% respectivamente das exportações de cada divisão. Na operação de
Europa o maior volume vendido é a própria União Européia representando 90% da receita de
exportações dessa divisão.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 113


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Argentina Uruguai
1% 1% Europa
1%4% 2% Oriente  Médio
1% 8%
7%
Rússia
8%
América Central  / América  do  Sul
20% 45%
10% NAFTA

69% Ásia
8%
África
9% 7%
Outros

Europa
1%
2%
4%
Europa

Oriente  Médio

América Central  / América  do  Sul

NAFTA
92%

25/06/2009 17:24:18 Pág: 114


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Desempenho Setorial
Análise dos principais fatores que influenciaram as condições operacionais no 1T09, dentro de
cada país:

BRASIL

Matéria-Prima

Gado

Brasil – A baixa disponibilidade de gado continuou nesse primeiro trimestre de 2009, sendo que
devido ao fechamento de aproximadamente 20 a 25% da capacidade instalada de abate no Brasil
ocorrida durante o 1º trimestre de 2009 o mercado começa a sentir uma melhora na oferta de gado
a partir de meados de fevereiro início de março.

No 1T09 foram abatidos 4,74 milhões cabeças de gado (somente animais inspecionados pelo
Serviço de Inspeção Federal do Ministério da Agricultura) contra 5,80 milhões no mesmo período
no ano de 2008. A queda de 18,2% no abate reflete a menor oferta de animais e a menor utilização
de capacidade das empresas no setor.

Devido ao fechamento de aproximadamente 20 a 25% da capacidade instalada no país por conta


da crise financeira mundial que levou alguns países importadores a reduzirem seus pedidos,
principalmente a Rússia que é o principal importador do Brasil, se compararmos o preço médio da
arroba bovina no 1T09 apresentou uma pequena queda de aproximadamente 5,9% chegando a
atingir R$ 70,57 (média de 17 praças) se comparado aos preços praticados no 4T08.

Diante da dificuldade enfrentada pelo setor, o governo Brasileiro resolveu melhorar o acesso ao
crédito concedendo alguns benefícios através da linhas especiais de crédito (empréstimos, capital
de giro e ACC) com um pacote de R$ 10 bilhões para a agroindústria (frigoríficos, usinas de álcool,
e cooperativas rurais) a fim de restabelecer condições melhores para as empresas operarem.

Uruguai – A crise financeira mundial e a seca ocorrida no ano passado atingiram a oferta de gado
afetando os preços da arroba bovina no mercado Uruguaio. Uma das ações tomadas pelo governo
foi a criação de fundos especiais para assistência ao setor agrícola.

O preço médio da arroba no 1T09 foi de US$ 2,00/Kg registrando uma queda de 12,6% e 9,2%
respectivamente se comparado aos US$ 2,29/Kg registrados no 1T08 e aos US$ 2,20/kg
registrados no 4T08.

Foram abatidas 526,9 mil cabeças no 1T09, queda de 8,8% e 10,7% respectivamente em relação
1T08 (590,0 mil cabeças) e 4T08 (483 mil cabeças) respectivamente.

Argentina – Em janeiro deste ano, o país declarou estado de emergência agropecuária, diante da
pior seca em 50 anos onde 1,5 milhão de cabeças de bovinos foram perdidas, segundo o Instituto
Nacional de Tecnologia Agrícola (INTA), além disso, o governo argentino limita as exportações de

25/06/2009 17:24:18 Pág: 115


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

carne a 25% do volume produzido por cada empresa a fim impedir a alta dos preços domésticos e
controlar a inflação.

O preço médio do gado no trimestre foi de 4,80 Pesos Argentinos/Kg da carcaça, ficando estável
em relação ao trimestre anterior e tendo uma redução de 4% em relação ao 1T08. A seca provocou
uma redução na oferta de gado para abate e conseqüentemente uma queda de 6,5% no abate em
relação ao 1T08. No trimestre foram abatidas 3,08 milhões de cabeças contra 3,30 milhões no
1T08. O consumo interno de carne se mantém aquecido, atingindo 69,0 Kg per capita/ano no 1T09
contra o consumo médio de 68,7 Kg no ano de 2008

O gráfico abaixo apresenta dados históricos de preços de gado nos principais países produtores de
carne bovina no mundo. Os preços foram convertidos em dólares norte-americanos para efeito de
comparação, dessa forma, apresentando influência da variação cambial nos preços apresentados.

Preço de Gado em USD/@ (Carcaça)
53,44 54,89
53,78 53,61
51,45 48,39
43,39 44,60
42,59 49,22
37,88 39,13
39,59 38,46
32,28
32,82
30,09 31,56
29,79 31,34
24,81 23,90 30,32
19,64
21,27 22,16
20,43 19,06 20,13 23,47

Brasil USD/@ Austrália UDS/@ EUA USD/@ Argentina USD/@ Uruguai USD/@

Brasil: CEPEA-ESALQ (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz)
Argentina: SAGPYA (Secretaria de Agricultura, Ganaderia, Pesca Y Alimentos)
Uruguai: INAC (Instituto Nacional de Carnes)
EUA: USDA (United States Department of Agriculture)
Austrália: ABARE (Australian Bureau of Agricultural and Resource Economics)
Locais onde os preços são relacionados ao animal vivo estão convertidos ao rendimento de carcaça de 52,7% para efeito de equivalência.
Nos EUA o aproveitamento da carcaça corresponde a 60,7% aproximadamente.

Grãos

PRODUTO Var. % Var. %


1T08 4T08 1T09
(saca 60 kg)
1T09 x 1T08 1T09 x 4T08
Milho 27,28 20,06 20,40 -25,23% 1,68%

Soja 42,06 41,15 43,49 3,41% 5,69%

Fonte: IEA               

25/06/2009 17:24:18 Pág: 116


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Segundo os dados do Instituto de Economia Agrícola (IEA) os preços dos grãos (milho e soja)
nesse primeiro trimestre registraram uma elevação se comparado com o 4T08.

O preço médio do milho no 1T09 atingiu R$ 20,40/60 Kg registrando alta de 1,68% se comparado
ao 4T08 quando ficou em R$ 20,06/60 kg (4T08) e registrou queda de 25,2% em relação aos R$
R$ 27,28 do 1T08.

A soja atingiu o preço médio de R$ 43,49/60 Kg no primeiro trimestre de ano, contra R$ 42,06/60
Kg no 1T08 registrando alta de 3,4%. Se compararmos o 1T09 em relação ao 4T08 quando
registrou R$ 41,15/60 kg o preço médio da soja apresentou uma alta de 5,69%.

Segue abaixo, a tabela com o preço médio do milho e da soja:

Fonte: IEA

Segundo o relatório da CONAB (8ª pesquisa divulgada em maio/09), em comparação à safra


2007/08, a safra 2008/09 deve ter uma redução de 12,4% para milho e 4,0% para soja. A redução
na expectativa é conseqüência principalmente de condições climáticas desfavoráveis, mais
especificamente da seca na região sul do país e enchentes na região nordeste. A produção
esperada para a safra 2008/09 é de 51,4 milhões de toneladas de milho e 57,6 milhões de
toneladas de soja.

Mercado Interno

Segundo Relatório Focus de 20 de Abril de 2009, as estimativas para a economia brasileira


apontam uma retração para 2009, de 0,49% no PIB brasileiro, uma queda maior do que os 0,19%
previstos no relatório anterior. Há uma expectativa de que a taxa SELIC seja cortada para 9,25%,
segundo dados divulgados pelo Relatório Focus. Isto significa mais um corte de 1 ponto percentual,
uma vez que a taxa encontra-se em 10,25% ao ano. O dólar continua com a projeção de que feche
o ano cotado a R$ 2,25 de acordo com o relatório.

Preços de carnes no varejo apresentaram uma queda no primeiro trimestre deste ano, se
comparado ao último trimestre do ano passado, devido ao reajuste de preços ocorrido ao redor do
mundo ocasionado pela crise financeira mundial. Dados do Instituto de Economia Agrícola
mostram que:

25/06/2009 17:24:18 Pág: 117


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

1) O preço médio da carne bovina no varejo atingiu R$ 11,35 no 1T09 registrando uma
queda de 1,2% em relação ao 4T08 que foi de R$ 11,48 e alta de 23,5% se
comparado com o 1T08 quando registrou preço médio de R$ 9,19.

2) O preço médio da carne suína no 1T09 foi de R$ 8,42, representando uma queda
de 12,0% em relação ao último trimestre do ano anterior que apresentou preço
médio de R$ 9,57 e alta de 4,1% se comparado com o 1T08 onde registrou um
preço médio de R$ 8,09.

3) O preço médio da carne de frango atingiu R$ 3,96 no 1T09 registrando uma queda
de 4,1% se comparado ao 4T08 e uma alta de 12,3% em relação ao 1T08 quando o
preço médio foi de R$ 3,53.

Preço Médio da Carne no Varejo da cidade de São Paulo (R$)

Fonte: Instituto de Economia Agrícola

BRASIL

Mercado Externo

Carne Bovina

O primeiro trimestre do ano foi marcado por queda no volume e preços da carne exportada. A crise
financeira internacional provocou impactos em importantes destinos, como a Rússia, por exemplo,
que sofreu com a escassez de crédito e reduziu significativamente os pedidos, provocando queda
nos preços.

Em Janeiro e Fevereiro, alguns importadores sem crédito no mercado devido à crise financeira
somado à grande volatilidade do câmbio apresentado nesse período e a estoques elevados foram
alguns dos fatores que reduziram os pedidos de exportação e a renegociação de preços.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 118


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

A partir de março com os incentivos fornecidos por todos os governos ao redor do mundo desde
início do ano tentando resgatar as economias globais (crédito + linhas de empréstimos), uma maior
estabilidade do câmbio desde meados de fevereiro associado ao esgotamento dos estoques
ocasionou uma retomada gradativa dos volumes exportados. A expectativa é de que tenhamos
volumes e preços crescentes a partir do 2T09.

No período, foram exportadas 288 mil toneladas de carne bovina, representando uma queda de
6,3% em relação ao trimestre anterior e 16,2% em relação ao 1T08. A receita gerada com as
exportações foi de R$ 865 milhões, recuando 29,5% em relação ao 4T08 e 26,2% em relação ao
1T08. A desvalorização do Real frente ao Dólar não foi suficiente para compensar a queda nos
preços internacionais da carne bovina. O preço médio da tonelada no 1T09 foi de US$ 3.005 contra
US$ 3.995 no 4T08 e US$ 3.412 no 1T08, representando uma queda de 24,8% e 11,9%,
respectivamente.

TOTAL DE EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE CARNE BOVINA 
   1T08  4T08  1T09  1T09x4T08  1T09x1T08 
Volume ('000 ton)  343  307  288  ‐6,3%  ‐16,2% 
Receita (US$ Milhões)  1.171  1.227  865  ‐29,5%  ‐26,2% 
Preço (US$/TON)  3.412  3.995  3.005  ‐24,8%  ‐11,9% 
Fonte: SECEX            

As exportações de carne bovina iniciaram uma recuperação em termos de volume e preços a partir
de março, com alguns países retornando a realizar pedidos como, por exemplo, Rússia, Hong
Kong e Egito. O preço médio da tonelada de carne in natura passou de US$ 2.814 em fevereiro
para US$ 2.817 em março. Parece pouco, mas inverteu a tendência de queda de preços de
exportação desde fim de 2008.

Em abril, o Chile autorizou novamente a abertura de seu mercado para a carne bovina in natura
brasileira. O país tem potencial para importar aproximadamente cerca de 100 a 150 mil toneladas
de carne por ano, o que é muito positivo para o setor. A União Européia deve continuar
aumentando gradativamente suas importações do Brasil, na medida em que mais fazendas forem
habilitadas. Até abril, 945 fazendas estavam habilitadas a fornecer gado para exportação de carne
in natura para a União Européia.

Frango - Brasil

O setor de frangos também sofreu impactos da crise financeira mundial. O setor iniciou o ano
promovendo uma redução de 20% na produção interna para ajustar a oferta e demanda globais
afetadas pela crise.

A crise também provocou queda no volume exportado e um reajuste global de preços atrelados a
dólar, que já vinham sofrendo reajustes desde o 4º trimestre de 2008. Os meses de janeiro e
fevereiro foram de queda no volume e preços de exportação, onde em março já se notou uma
reversão da tendência de queda verificando um aumento de volume e de preços de exportação
gradativos.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 119


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

No trimestre, foram exportadas 841 mil toneladas, apresentando um aumento de 2,9% em relação
ao trimestre anterior, porém, 4,5% abaixo do mesmo período de 2008. O trimestre foi impactado
pelo reajuste nos preços de exportação ocorrido no período. O preço médio da tonelada exportada
no trimestre foi de US$ 1.411 contra US$ 1.836 no trimestre anterior e US$ 1.754 no 1T08,
representando uma queda de 21,5% e 17,9%, respectivamente. Com a queda nos preços, a receita
de exportação também declinou. No trimestre a receita atingiu US$ 1.211 milhões, contra US$
1.501 no 4T08 e US$ 1.545 no 1T08, queda de 19,3% e 21,6%, respectivamente. Os principais
importadores continuam sendo Hong Kong, Arábia Saudita, Japão e União Européia.

TOTAL DE EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE CARNE DE FRANGO 
   1T08  4T08  1T09  1T09x4T08  1T09x1T08 
Volume ('000 ton)  881  817  841  2,9%  ‐4,5% 
Receita (US$ Milhões)  1.545  1.501  1.211  ‐19,3%  ‐21,6% 
Preço (US$/TON)  1.754  1.836  1.441  ‐21,5%  ‐17,9% 
Fonte: SECEX    

Em março, iniciou-se uma recuperação nas exportações de frango no Brasil. Com uma melhora no
crédito alguns países importadores retomaram os pedidos a partir de março. O volume exportado
em março atingiu 307 mil toneladas contra 263 mil toneladas em fevereiro e 271 mil em janeiro. O
preço do frango in natura para exportação apresentou uma pequena melhora no preço em março,
quando ficou em US$ 1,28/Kg contra US$ 1,27/Kg em fevereiro. Apesar de pequeno o aumento,
mostra a reversão da tendência de que de baixa.

Carne Suína - Brasil

A crise global também afetou as exportações de carne suína, provocando queda no volume
exportado e reajuste nos preços. Depois de uma queda abrupta no volume exportado no 4º
trimestre, os embarques de carne suína começaram recuperar-se a partir de janeiro, aumentando
em fevereiro e março quando atingiram o mesmo patamar do mesmo período do ano anterior.
Contudo, o trimestre foi marcado por fortes reajustes nos preços. Em janeiro, o preço médio de
exportação foi de US$ 1,96/Kg contra US$ 2,39/Kg em dezembro, desvalorização de 18%. Em
fevereiro atingiu US$ 1,97/Kg e em março US$ 2,01/Kg, mostrando o movimento de recuperação.

No trimestre foram exportadas 140 mil toneladas contra 106 mil no trimestre anterior e 111 mil no
1T08, representando uma elevação de 31,8% e 25,6%, respectivamente. O preço médio da
tonelada exportada foi de US$ 1.981 no trimestre, um reajuste da ordem de -29,6% em relação ao
trimestre anterior e -16,2% em relação ao 1T08. Os principais importadores da carne suína
brasileira continuam sendo a Rússia, Hong Kong e Angola.

TOTAL DE EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE CARNE SUÍNA 
   1T08  4T08  1T09  1T09x4T08  1T09x1T08 
Volume ('000 ton)  111  106  140  31,8%  25,6% 
Receita (US$ Milhões)  263  298  277  ‐7,3%  5,3% 
Preço (US$/TON)  2.363  2.815  1.981  ‐29,6%  ‐16,2% 
Fonte: SECEX    

A diminuição dos estoques em alguns importantes importadores e a melhora na oferta de crédito


na Rússia trouxeram efeitos positivos para as exportações já no 1º trimestre de ano. Os volumes já

25/06/2009 17:24:18 Pág: 120


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

seguem uma tendência altista, sendo que os preços ainda não demonstraram um processo de
recuperação. O Brasil não deve sofrer nenhum impacto com a “gripe suína” desencadeada no
México e em alguns estados americanos no fim de abril. Espera-se inclusive uma melhora nas
exportações com a entrada da China e do Japão no ano de 2009.

URUGUAI

Mercado Externo

O Uruguai, por ser um país tipicamente exportador de carne bovina, sofreu os impactos da crise
global. O país foi afetado pela diminuição das exportações e reajuste de preços. A Rússia, que no
primeiro trimestre de 2008 foi o principal importador da carne bovina Uruguai com mais de 32 mil
toneladas, no 1T09 importou somente pouco mais de 13 mil. União Européia e os países do
NAFTA voltaram a ser os principais destinos da carne Uruguaia, contudo, com preços em
patamares menores em relação ao ano anterior.

No trimestre, foram exportadas 86 mil toneladas, apresentando uma leve melhora em relação ao
trimestre anterior (+4,5%), quando foram exportadas 82 mil. Em relação ao primeiro trimestre de
2008, o volume exportado foi 20% menor. O preço médio da tonelada exportada no 1T09 foi US$
2.466, o que representa uma queda de 12,4% em relação ao 4T08 e 10,6% em relação ao 1T08.
Por conta do reajuste de preços, as receitas cambiais decresceram 8,5% em relação ao 4T08 e
atingiram US$ 212 milhões. Em relação ao mesmo período do ano anterior, a queda foi de 28,2%.

TOTAL DE EXPORTAÇÕES URUGUAIAS DE CARNE BOVINA 
   1T08  4T08  1T09  1T09x4T08  1T09x1T08 
Volume ('000 ton)  107  82  86  4,5%  ‐19,7% 
Receita (US$ Milhões)  295  232  212  ‐8,5%  ‐28,2% 
Preço (US$/TON)  2.757  2.815  2.466  ‐12,4%  ‐10,6% 
Fonte: INAC    

As exportações da carne Uruguai foram beneficiadas no ano de 2008 por conta no embargo
europeu contra a carne brasileira in natura e pelos problemas enfrentados pelo setor na Argentina.
Porém, em 2009 o país também sentiu os efeitos da crise com os reajustes de preços e queda no
volume exportado. A expectativa para o ano é de um retorno gradual de suas exportações com
volumes retornando aos patamares anteriormente registrados e preços também crescentes até o
novo patamar de preços que está sendo estabelecido pelo mercado mundial.

ARGENTINA

Mercado Externo

No primeiro trimestre de 2009, as exportações apresentaram melhora gradual no volume, contudo,


os preços sofreram reajustes da ordem de -30% em relação ao trimestre anterior e -20% em
relação ao primeiro trimestre de 2008. Em 2008, os preços das exportações foram mais elevados,

25/06/2009 17:24:18 Pág: 121


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

mas os volumes foram limitados por greves do setor agropecuário e pelos controles do governo
para estabilizar os valores domésticos da carne.

No trimestre, foram exportadas 135 mil toneladas, 26% superior ao volume exportado no 4T08 e
14% em relação ao 1T08. Por conta do reajuste de preços, a receita de exportação decresceu 12%
em relação ao 4T08 e atingiu US$ 393 milhões. Em relação ao 1T08, a queda na receita foi de
9,1%. O preço médio da tonelada exportada no trimestre foi de US$ 2.913, 30% inferior ao preço
médio do trimestre anterior e 20% inferior ao preço médio do primeiro trimestre de 2008.

TOTAL DE EXPORTAÇÕES ARGENTINAS DE CARNE BOVINA 
   1T08  4T08  1T09  1T09x4T08  1T09x1T08 
Volume ('000 ton)  118  107  135  26,1%  14,3% 
Receita (US$ Milhões)  432  446  393  ‐12,0%  ‐9,1% 
Preço (US$/TON)  3.662  4.174  2.913  ‐30,2%  ‐20,5% 
Fonte: SENASA    

A Argentina é o maior detentor de cotas Hilton e por isso se beneficia dos melhores preços
praticados nas exportações dentro da cota, que podem chegar até 180% maior que os preços fora
da cota Hilton. A Rússia é o maior importador da carne argentina, porém, é da União Européia que
vem a maior parte das receitas. O desempenho do setor em 2009 deve ser superior a 2008 por
conta dos problemas ocorridos no ano anterior (greves, bloqueio nas estradas, mudanças nas
regras de exportação).

UNIÃO EUROPÉIA

Os efeitos da crise global provocaram o desaquecimento na economia européia com aumento do


desemprego e modificação nos hábitos de consumo. Contudo, o consumo de frango continua
aquecido por ser a proteína mais barata comparada com a carne bovina e suína. Há inclusive uma
migração do consumo de outras proteínas para o consumo de frango, o que gera um efeito positivo
para o setor em momentos de crise.

A produção de carne de frango no Reino Unido apresentou um crescimento de 1,5% nos dois
primeiros meses do ano comparado com o mesmo período de 2008. Por outro lado, as
exportações tiveram uma retração da ordem de 8% no período, provocado principalmente pelos
estoques elevados de alguns importantes importadores e efeitos da crise global que gerou
escassez de crédito em alguns países. Os principais importadores da carne de frango da União
Européia são Rússia, Ucrânia e Oriente Médio. Por conta do consumo interno aquecido e da
elevação dos preços de grãos os preços da carne de frango mantiveram a tendência altista no
trimestre.

Preço dos grãos, principal componente do custo na operação de frangos, apresentou elevação no
1º trimestre de 2009 em comparação ao 4º trimestre de 2008. Dados da USDA mostram que o
preço médio da tonelada da soja no trimestre foi de US$ 371,54 contra US$ 349,59 no trimestre
anterior, representando uma alta de 6,3% no período. A quebra da safra argentina, provocada pela
forte seca, foi a principal causa da elevação. Apesar da alta, a cotação foi 25% abaixo do preço
médio do primeiro trimestre de 2008.

25/06/2009 17:24:18 Pág: 122


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

O trigo apresentou uma elevação mais modesta já que as boas condições climáticas em
importantes regiões produtoras geram expectativa de uma boa safra. Segundo a USDA, o preço
médio da tonelada do trigo no trimestre foi de US$ 187,62 contra US$ 182,43, alta de 2,8%. Em
relação ao 1º trimestre de 2008, o preço médio da tonelada do trigo está 50% inferior.

***

25/06/2009 17:24:18 Pág: 123


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

09.01 - PARTICIPAÇÕES EM SOCIEDADES CONTROLADAS E/OU COLIGADAS

1- ITEM 2 - RAZÃO SOCIAL DA CONTROLADA/COLIGADA 3 - CNPJ 4 - CLASSIFICAÇÃO 5 - % PARTICIPAÇÃO 6 - % PATRIMÔNIO


NO CAPITAL DA LÍQUIDO DA
INVESTIDA INVESTIDORA
7 - TIPO DE EMPRESA 8 - NÚMERO DE AÇÕES DETIDAS NO TRIMESTRE ATUAL 9 - NÚMERO DE AÇÕES DETIDAS NO TRIMESTRE ANTERIOR
(Unidades) (Unidades)

01 ARGENTINE BREEDERS & PACKERS S.A . . / - FECHADA CONTROLADA 99,99 5,75


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 260.328 249.976

02 FRIGOCLASS ALIMENTOS S.A 04.748.631/0001-44 FECHADA CONTROLADA 100,00 2,17


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 78.573.743 78.573.743

03 MARFRIG CHILE INVERSIONES LTDA . . / - FECHADA CONTROLADA 99,47 1,14


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 13.358.426.280 13.358.426.280

04 INALER S.A . . / - FECHADA CONTROLADA 100,00 1,10


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 66.247.320 66.247.320

05 FRIGORÍFICO TACUAREMBÓ S.A . . / - FECHADA CONTROLADA 93,26 3,65


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 80.000.000 166.925.258

06 WESTON IMPORTERS LTD. . . / - FECHADA CONTROLADA 100,00 0,96


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 1.338.278 1.338.278

07 MASPLEN LIMITED . . / - FECHADA CONTROLADA 100,00 1,04


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 100 100

08 PRESTCOTT INTERNATIONAL S.A . . / - FECHADA CONTROLADA 100,00 1,39


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 79.638.916 79.638.916

09 SECCULUM PARTICIPAÇÕES LTDA 04.655.620/0001-10 FECHADA CONTROLADA 99,00 0,44


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 9.200.000 9.200.000

25/06/2009 17:24:51 Pág: 124


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

09.01 - PARTICIPAÇÕES EM SOCIEDADES CONTROLADAS E/OU COLIGADAS

1- ITEM 2 - RAZÃO SOCIAL DA CONTROLADA/COLIGADA 3 - CNPJ 4 - CLASSIFICAÇÃO 5 - % PARTICIPAÇÃO 6 - % PATRIMÔNIO


NO CAPITAL DA LÍQUIDO DA
INVESTIDA INVESTIDORA
7 - TIPO DE EMPRESA 8 - NÚMERO DE AÇÕES DETIDAS NO TRIMESTRE ATUAL 9 - NÚMERO DE AÇÕES DETIDAS NO TRIMESTRE ANTERIOR
(Unidades) (Unidades)

10 UNIÃO FREDERIQUENSE PARTIC. LTDA 04.853.500/0001-27 FECHADA CONTROLADA 99,99 7,17


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 98.449.805 98.449.805

13 QUICKFOOD S.A . . / - ABERTA CONTROLADA 80,31 3,39


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 21.419.606 21.419.606

14 ESTABLECIMIENTOS COLONIA S.A . . / - FECHADA CONTROLADA 100,00 3,55


EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 80.647.477 80.647.477

25/06/2009 17:24:51 Pág: 125


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

17.01 - PROJEÇÕES EMPRESARIAIS

Em 21 de janeiro de 2008 o Marfrig anunciou ao mercado as projeções que almeja


atingir conforme descrito abaixo.

MARFRIG FRIGORÍFICOS E COMÉRCIO DE ALIMENTOS S.A. (Bovespa: MRFG3)


comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral suas expectativas para o ano
de 2008.
GUIDANCE 2008
2008

RECEITA LÍQUIDA entre R$ 6,0 - 6,5 bilhões

EBITDA(1) entre R$ 600 - 715 milhões

MARGEM EBITDA entre 10 e 11%

CAPEX (2) R$ 250 milhões


(1) Lucro antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização
(2) Não inclui aquisições

Os números apresentados têm como base a seguinte capacidade nominal de


produção para o 1T08:
CAPACIDADE DE PRODUÇÃO 1T08
ABATE INDUSTRIALIZADOS/
BOVINOS SUÍNOS OVINOS PROCESSADOS/
(Cabeças/Dia) (Cabeças/Dia) (Cabeças/Ano) (Ton/Dia)

BRASIL 13.300 4.200 304


ARGENTINA 3.900 - 215
URUGUAI 3.900 - 150.000 50
CHILE - - 300.000 0
Total 21.100 4.200 450.000 569

25/06/2009 17:25:00 Pág: 126


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

17.01 - PROJEÇÕES EMPRESARIAIS

O Grupo Marfrig é um dos maiores produtores de carne bovina e seus subprodutos na


América Latina. Com 18 plantas de abate de bovinos (9 no Brasil, 5 na Argentina e 4
no Uruguai), 13 plantas de produtos industrializados e processados (6 no Brasil, 4 na
Argentina, 2 no Uruguai e 1 no Chile) 2 unidades de abate de cordeiros (Chile e
Uruguai), 2 unidades de abate de suínos (Brasil) e 3 tradings (Chile, Estados Unidos
e Reino Unido). No total, o Grupo Marfrig emprega mais de 16 mil funcionários,
incluindo as unidades internacionais.

O Grupo conta ainda com um centro de distribuição em Santo André (SP) e um


curtume na cidade de Promissão (SP), com capacidade de processamento de 1.500
couros ao dia.

As projeções estão baseadas em certas suposições e análises feitas pela Companhia


de acordo com a sua experiência e estão sujeitas a diferenças significativas entre os
resultados reais alcançados e as declarações de expectativas acima expostas. Dentre
os fatores que podem influenciar nas diferenças estão: as condições
macroeconômicas, condições do mercado financeiro, riscos de mercado e outros
fatores.

25/06/2009 17:25:00 Pág: 127


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

19.01 - PROJETOS DE INVESTIMENTO

Atingimento Guidance 
 
Abaixo a companhia apresenta quadro com o comparativo de nosso Guidance com a real situação 
apresentada pela Cia até o 3T08. 
 
QUAD R O ATIN GIME N TO GUID AN C E
2008 3T08 At in g im e n t o
6,0 b i 63,3%
R E C E ITA LÍQUID A 3,807 b i
6,5 b i 58,5%
72,9%
E B ITD A  (1) e n t re  600 a 715 m ilh õ e s 437,6 m i
61,2%
MAR GE M E B ITD A e n t re  10 e  11% 11,5% > 50 b .p .
C AP E X (2) R $ 250 m ilh õ e s 183,3 m ilh õ e s 73,3%
(1) Lu c ro  an t e s  d e  J u ro s , Im p o s t o s , D e p re c iaç ão  e  Am o rt iz aç ão
(2) N ão  in c lu i aq u is iç õ e s  (ac u m u lad o  9 m e s e s )  
 
RECEITA LÍQUIDA 
 
Com relação ao menor valor (R$ 6,0 bilhões) estamos com 63,3% de nosso Guidance atingido. Com 
relação ao maior valor (R$ 6,5 bilhões) estamos com 58,5% da meta atingida até o momento. 
 
EBITDA  
 
Com relação ao menor valor (R$ 600,0 milhões) estamos com 72,9% de nosso Guidance atingido. 
Com relação ao maior valor (R$ 715,0 milhões) estamos com 61,2% de nosso Guidance atingido. 
 
MARGEM EBITA 
 
Estamos 50 pontos base acima do maior valor estabelecido pela Cia de Guidance para a Margem 
EBITDA 

25/06/2009 17:25:12 Pág: 128 


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

Marfrig - Quadro ITR - item 16.01


31/03/2009
 
1) Valores mobiliários de titularidade dos Controladores, Administradores e
Membros do Conselho Fiscal da Marfrig em 31/03/2009:

Acionistas Ações Ordinárias %


Controlador 135.162.784 50,44
Administradores
Conselho de Administração 7 0,00
Diretores 0 0,00
Ações em tesouraria 695.599 0,26
Outros acionistas
BNDES Participações S.A. 39.286.259 14,66
OSI International Holding Limited 20.117.637 7,51
Outros 72.681.668 27,13
267.943.954 100,00

Ações em circulação no mercado 132.085.564 49,30

A Companhia não possui Conselho Fiscal permanente

2) Valores mobiliários de titularidade dos Controladores, Administradores e


Membros do Conselho Fiscal da Marfrig em 31/03/2008:

Acionistas Ações Ordinárias %


Controlador 133.999.994 65,70
Administradores
Conselho de Administração 6 0,00
Diretores 0 0,00
Ações em tesouraria 0 0,00
Outros acionistas
ABN AMRO NV 4.959.477 2,43
Merrill Lynch NV 4.959.477 2,43
Outros 60.030.000 29,43
203.948.954 100,00

Ações em circulação no mercado 69.948.954 34,30

A Companhia não possui Conselho Fiscal permanente

25/06/2009 17:25:24 Pág: 129 


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

3) Valores mobiliários de titularidade dos acionistas com mais de 5% do capital em


31/03/2009:

Acionistas Ações Ordinárias %


MMS Participações S.A.* 135.162.784 50,44
BNDES Participações S.A. 39.286.259 14,66
OSI International Holding Limited 20.117.637 7,51

*Acionista controlador

4) Participação dos detentores de mais de 5% das ações até o nível de pessoa física
em 31/03/2009:

Acionistas Ações Ordinárias %


Marcos Antônio Molina dos Santos* 67.581.393 25,22
Márcia Aparecida Pascoal Marçal dos Santos* 67.581.393 25,22
135.162.786 50,44

*Cada um representa 50% do acionista controlador MMS Participações S.A.

5) Ações em circulação

Em 31.03.2009, havia em circulação 132.085.564 ações ordinárias, 49,30% do total das


ações emitidas.

6) Cláusula Compromissória

A Companhia está vinculada à arbitragem na Câmara de Arbitragem do Mercado,


conforme Cláusula Compromissória constante de seu Estatuto Social.

25/06/2009 17:25:24 Pág: 130 


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

21.01 - RELATÓRIO DA REVISÃO ESPECIAL - SEM RESSALVA

RELATÓRIO DE REVISÃO DOS AUDITORES INDEPENDENTES

Ao Conselho de Administração e aos Acionistas da


Marfrig Alimentos S.A
São Paulo - SP

1. Revisamos as informações contábeis contidas nas Informações Trimestrais – ITR


individuais (controladora) e consolidadas da Marfrig Alimentos S.A. e de suas controladas,
referentes ao trimestre findo em 31 de março de 2009, compreendendo os balanços
patrimoniais, as demonstrações do resultado, das mutações do patrimônio líquido, dos
fluxos de caixa, as notas explicativas e o relatório de desempenho, elaborados sob a
responsabilidade de sua Administração.

2. Nossa revisão foi efetuada de acordo com as normas específicas estabelecidas


pelo IBRACON - Instituto dos Auditores Independentes do Brasil, em conjunto com o
Conselho Federal de Contabilidade - CFC, e consistiu, principalmente, em: (a) indagação
e discussão com os administradores responsáveis pelas áreas contábil, financeira e
operacional da Companhia e de suas controladas quanto aos principais critérios
adotados na elaboração das Informações Trimestrais; e (b) revisão das informações e dos
eventos subsequentes que tenham, ou possam vir a ter, efeitos relevantes sobre a
posição financeira e as operações da Companhia e de suas controladas.

3. Com base em nossa revisão, não temos conhecimento de nenhuma modificação


relevante que deva ser feita nas informações contábeis contidas nas Informações
Trimestrais referidas no parágrafo 1 para que estas estejam de acordo com as normas
expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários - CVM, aplicáveis à elaboração das
Informações Trimestrais, incluindo a Instrução CVM nº 469/08.

4. Conforme mencionado na nota explicativa nº 2, as práticas contábeis adotadas no


Brasil foram alteradas durante 2008 e os efeitos de sua adoção inicial somente foram
contabilizados pela Companhia e por suas controladas durante o quarto trimestre de 2008
e divulgados nas demonstrações financeiras de 31 de dezembro de 2008. As
demonstrações do resultado, das mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixa,
referentes ao trimestre findo em 31 de março de 2008, apresentadas em conjunto com as
informações do trimestre corrente, não foram ajustadas para fins de comparação,
conforme facultado pelo Ofício Circular/CVM/SNC/SEP nº 02/2009.

Ribeirão Preto, 30 de abril de 2009 (exceto pela nota explicativa n° 25, datada de 07 de
maio de 2009).

Estefan George Haddad


Sócio-contador
CRC 1DF008320/O-5 “S” SP
BDO Trevisan Auditores Independentes
CRC 2SP013439/O-5

25/06/2009 17:25:34 Pág: 131


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

ARGENTINE BREEDERS & PACKERS S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 130.192 130.192 78.917 78.917
3.01.01 Mercado Interno 75.403 75.403 37.557 37.557
3.01.02 Mercado Externo 54.789 54.789 41.360 41.360
3.02 Deduções da Receita Bruta (12.577) (12.577) (6.874) (6.874)
3.02.01 Impostos sobre vendas (8.668) (8.668) (5.731) (5.731)
3.02.02 Devoluções e abatimentos (3.909) (3.909) (1.143) (1.143)
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 117.615 117.615 72.043 72.043
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (99.065) (99.065) (62.846) (62.846)
3.05 Resultado Bruto 18.550 18.550 9.197 9.197
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (22.313) (22.313) (7.767) (7.767)
3.06.01 Com Vendas (6.974) (6.974) (3.145) (3.145)
3.06.02 Gerais e Administrativas (6.649) (6.649) (4.721) (4.721)
3.06.03 Financeiras (8.475) (8.475) 224 224
3.06.03.01 Receitas Financeiras 4.743 4.743 405 405
3.06.03.01.01 Receita Financeira 398 398 45 45
3.06.03.01.02 Variação Cambial Ativa 4.345 4.345 360 360
3.06.03.02 Despesas Financeiras (13.218) (13.218) (181) (181)
3.06.03.02.01 Despesa Financeira (4.401) (4.401) (178) (178)
3.06.03.02.02 Variação Cambial Passiva (8.817) (8.817) (3) (3)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 0 0 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais (215) (215) (125) (125)
3.06.05.01 Efeito da variação cambial - exportação 0 0 (125) (125)

25/06/2009 17:25:40 Pág: 132


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

ARGENTINE BREEDERS & PACKERS S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0


3.07 Resultado Operacional (3.763) (3.763) 1.430 1.430
3.08 Resultado Não Operacional 0 0 (590) (590)
3.08.01 Receitas 0 0 0 0
3.08.02 Despesas 0 0 (590) (590)
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações (3.763) (3.763) 840 840
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 0 0 (849) (849)
3.10.01 Provisão para IR 0 0 (849) (849)
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 20 20 (3) (3)
3.12.01 Participações 20 20 (3) (3)
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período (3.743) (3.743) (12) (12)
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 260.328 260.328 249.976 249.976
LUCRO POR AÇÃO (Reais)
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) (14,37802) (14,37802) (0,04800) (0,04800)

25/06/2009 17:25:40 Pág: 133


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

22.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA

Controlada/Coligada: ARGENTINE BREEDERS & PACKERS S.A

Vide comentários de Desempenho Consolidado.

25/06/2009 17:25:54 Pág: 134


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

FRIGOCLASS ALIMENTOS S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 0 0 0 0


3.02 Deduções da Receita Bruta 0 0 0 0
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 0 0 0 0
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos 0 0 0 0
3.05 Resultado Bruto 0 0 0 0
3.06 Despesas/Receitas Operacionais 1.791 1.791 (627) (627)
3.06.01 Com Vendas 0 0 0 0
3.06.02 Gerais e Administrativas 1.791 1.791 (627) (627)
3.06.03 Financeiras 0 0 0 0
3.06.03.01 Receitas Financeiras 0 0 0 0
3.06.03.02 Despesas Financeiras 0 0 0 0
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 0 0 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais 0 0 0 0
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0
3.07 Resultado Operacional 1.791 1.791 (627) (627)
3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0 0
3.08.01 Receitas 0 0 0 0
3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 1.791 1.791 (627) (627)
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 0 0 0 0
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0 0

25/06/2009 17:26:04 Pág: 135


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

FRIGOCLASS ALIMENTOS S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.12.01 Participações 0 0 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período 1.791 1.791 (627) (627)
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 78.573.743 78.573.743 78.573.743 78.573.743
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,02279 0,02279
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) (0,00798) (0,00798)

25/06/2009 17:26:04 Pág: 136


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

22.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA

Controlada/Coligada: FRIGOCLASS ALIMENTOS S.A

Vide comentários de Desempenho Consolidado.

25/06/2009 17:26:12 Pág: 137


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

MARFRIG CHILE INVERSIONES LTDA

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 35.905 35.905 39.513 39.513
3.01.01 Mercado Interno 29.241 29.241 34.164 34.164
3.01.02 Mercado externo 6.664 6.664 5.349 5.349
3.02 Deduções da Receita Bruta (6.414) (6.414) (6.275) (6.275)
3.02.01 Impostos sobre vendas (4.751) (4.751) (5.489) (5.489)
3.02.02 Devoluções e abatimentos (1.663) (1.663) (786) (786)
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 29.491 29.491 33.238 33.238
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (25.837) (25.837) (32.110) (32.110)
3.05 Resultado Bruto 3.654 3.654 1.128 1.128
3.06 Despesas/Receitas Operacionais 660 660 (1.361) (1.361)
3.06.01 Com Vendas (1.109) (1.109) (572) (572)
3.06.02 Gerais e Administrativas (1.291) (1.291) (1.675) (1.675)
3.06.03 Financeiras 1.012 1.012 (379) (379)
3.06.03.01 Receitas Financeiras 1.938 1.938 303 303
3.06.03.01.01 Receitas financeiras 161 161 303 303
3.06.03.01.02 Variação cambial ativa 1.777 1.777 0 0
3.06.03.02 Despesas Financeiras (926) (926) (682) (682)
3.06.03.02.01 Despesas Financeiras (926) (926) (682) (682)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 2.048 2.048 1.265 1.265
3.06.05 Outras Despesas Operacionais 0 0 0 0
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0
3.07 Resultado Operacional 4.314 4.314 (233) (233)

25/06/2009 17:26:19 Pág: 138


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

MARFRIG CHILE INVERSIONES LTDA

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0 0


3.08.01 Receitas 0 0 0 0
3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 4.314 4.314 (233) (233)
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social (6) (6) (26) (26)
3.10.01 Provisão para IR (6) (6) (26) (26)
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 (21) (21)
3.12.01 Participações 0 0 (21) (21)
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período 4.308 4.308 (280) (280)
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 13.358.426.280 13.358.426.280 13.358.426.280 13.358.426.280
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,00032 0,00032
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) (0,00002) (0,00002)

25/06/2009 17:26:19 Pág: 139


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

22.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA

Controlada/Coligada: MARFRIG CHILE INVERSIONES LTDA

Vide comentários de Desempenho Consolidado.

25/06/2009 17:26:27 Pág: 140


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

INALER S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 32.783 32.783 37.908 37.908
3.01.01 Mercado Interno 6.634 6.634 7.986 7.986
3.01.02 Mercado Externo 26.149 26.149 29.922 29.922
3.02 Deduções da Receita Bruta 205 205 323 323
3.02.01 Impostos sobre vendas 205 205 (405) (405)
3.02.02 Devoluções e abatimentos 0 0 728 728
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 32.988 32.988 38.231 38.231
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (30.063) (30.063) (30.105) (30.105)
3.05 Resultado Bruto 2.925 2.925 8.126 8.126
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (2.273) (2.273) (2.409) (2.409)
3.06.01 Com Vendas (1.081) (1.081) (1.529) (1.529)
3.06.02 Gerais e Administrativas (965) (965) (801) (801)
3.06.03 Financeiras 7 7 (18) (18)
3.06.03.01 Receitas Financeiras 1.436 1.436 320 320
3.06.03.01.01 Receitas financeiras 490 490 320 320
3.06.03.01.02 Variação cambial ativa 946 946 0 0
3.06.03.02 Despesas Financeiras (1.429) (1.429) (338) (338)
3.06.03.02.01 Despesa Financeira (603) (603) (291) (291)
3.06.03.02.02 Variação Cambial Passiva (826) (826) (47) (47)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 0 0 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais (234) (234) (61) (61)
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0

25/06/2009 17:26:33 Pág: 141


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

INALER S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.07 Resultado Operacional 652 652 5.717 5.717


3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0 0
3.08.01 Receitas 0 0 0 0
3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 652 652 5.717 5.717
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 218 218 (1.294) (1.294)
3.10.01 Provisão para IR 218 218 (1.294) (1.294)
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0 0
3.12.01 Participações 0 0 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período 870 870 4.423 4.423
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 66.247.320 66.247.320 66.247.320 66.247.320
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,01313 0,01313 0,06676 0,06676
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)

25/06/2009 17:26:33 Pág: 142


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

22.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA

Controlada/Coligada: INALER S.A

Vide comentários de Desempenho Consolidado.

25/06/2009 17:26:39 Pág: 143


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

FRIGORÍFICO TACUAREMBÓ S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 51.954 51.954 71.291 71.291
3.01.01 Mercado Interno 12.293 12.293 12.404 12.404
3.01.02 Mercado Externo 39.661 39.661 58.887 58.887
3.02 Deduções da Receita Bruta 198 198 505 505
3.02.01 Impostos sobre vendas 342 342 (957) (957)
3.02.02 Devoluções e abatimentos (144) (144) 1.462 1.462
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 52.152 52.152 71.796 71.796
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (48.932) (48.932) (55.607) (55.607)
3.05 Resultado Bruto 3.220 3.220 16.189 16.189
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (4.518) (4.518) (3.963) (3.963)
3.06.01 Com Vendas (2.603) (2.603) (2.860) (2.860)
3.06.02 Gerais e Administrativas (1.377) (1.377) (1.252) (1.252)
3.06.03 Financeiras 117 117 276 276
3.06.03.01 Receitas Financeiras 1.673 1.673 1.759 1.759
3.06.03.01.01 Receitas Financeiras 1.331 1.331 1.759 1.759
3.06.03.01.02 Variação cambial ativa 342 342 0 0
3.06.03.02 Despesas Financeiras (1.556) (1.556) (1.483) (1.483)
3.06.03.02.01 Despesas financeiras (1.188) (1.188) (1.382) (1.382)
3.06.03.02.02 Variação cambial passiva (368) (368) (101) (101)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 0 0 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais (655) (655) (127) (127)
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0

25/06/2009 17:26:58 Pág: 144


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

FRIGORÍFICO TACUAREMBÓ S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.07 Resultado Operacional (1.298) (1.298) 12.226 12.226


3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0 0
3.08.01 Receitas 0 0 0 0
3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações (1.298) (1.298) 12.226 12.226
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 1.116 1.116 (1.061) (1.061)
3.10.01 Provisão para IR 1.116 1.116 (1.061) (1.061)
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 19 19 (98) (98)
3.12.01 Participações 19 19 (98) (98)
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período (163) (163) 11.067 11.067
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 80.000.000 80.000.000 166.925.258 166.925.258
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,06630 0,06630
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) (0,00204) (0,00204)

25/06/2009 17:26:58 Pág: 145


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

22.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA

Controlada/Coligada: FRIGORÍFICO TACUAREMBÓ S.A

Vide comentários de Desempenho Consolidado.

25/06/2009 17:27:04 Pág: 146


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

WESTON IMPORTERS LTD.

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 742.140 742.140 52.297 52.297
3.01.01 Mercado interno 545.576 545.576 0 0
3.01.02 Mercado externo 196.564 196.564 52.297 52.297
3.02 Deduções da Receita Bruta (15.118) (15.118) 0 0
3.02.01 Devoluções e abatimentos (15.118) (15.118) 0 0
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 727.022 727.022 52.297 52.297
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (663.224) (663.224) (49.340) (49.340)
3.05 Resultado Bruto 63.798 63.798 2.957 2.957
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (46.952) (46.952) (1.375) (1.375)
3.06.01 Com Vendas (32.090) (32.090) (356) (356)
3.06.02 Gerais e Administrativas (20.992) (20.992) (985) (985)
3.06.03 Financeiras (2.733) (2.733) (46) (46)
3.06.03.01 Receitas Financeiras 0 0 25 25
3.06.03.02 Despesas Financeiras (2.733) (2.733) (71) (71)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 8.863 8.863 12 12
3.06.04.01 Efeito da variação cambial - conversão 0 0 12 12
3.06.04.02 Outros 8.863 8.863 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais 0 0 0 0
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0
3.07 Resultado Operacional 16.846 16.846 1.582 1.582
3.08 Resultado Não Operacional 0 0 (56) (56)
3.08.01 Receitas 0 0 0 0

25/06/2009 17:27:08 Pág: 147


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

WESTON IMPORTERS LTD.

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.08.02 Despesas 0 0 (56) (56)


3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 16.846 16.846 1.526 1.526
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 0 0 (169) (169)
3.10.01 Provisão para IR 0 0 (169) (169)
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0 0
3.12.01 Participações 0 0 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período 16.846 16.846 1.357 1.357
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 1.338.278 1.338.278 1.338.278 1.338.278
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 12,58782 12,58782 1,01399 1,01399
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)

25/06/2009 17:27:08 Pág: 148


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

22.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA

Controlada/Coligada: WESTON IMPORTERS LTD.

Vide comentários de Desempenho Consolidado.

25/06/2009 17:27:24 Pág: 149


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

MASPLEN LIMITED

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 44.042 44.042 30.495 30.495
3.01.01 Mercado interno 3.117 3.117 1.152 1.152
3.01.02 Mercado externo 40.925 40.925 29.343 29.343
3.02 Deduções da Receita Bruta (681) (681) (224) (224)
3.02.01 Impostos sobre vendas (328) (328) (128) (128)
3.02.02 Devoluções e abatimentos (353) (353) (96) (96)
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 43.361 43.361 30.271 30.271
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (34.209) (34.209) (28.569) (28.569)
3.05 Resultado Bruto 9.152 9.152 1.702 1.702
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (9.457) (9.457) (1.264) (1.264)
3.06.01 Com Vendas (1.207) (1.207) (273) (273)
3.06.02 Gerais e Administrativas (820) (820) (822) (822)
3.06.03 Financeiras (7.430) (7.430) (775) (775)
3.06.03.01 Receitas Financeiras 6.181 6.181 4.563 4.563
3.06.03.01.01 Receita financeira 77 77 618 618
3.06.03.01.02 Variação cambial ativa 6.104 6.104 3.945 3.945
3.06.03.02 Despesas Financeiras (13.611) (13.611) (5.338) (5.338)
3.06.03.02.01 Despesa finaneira (7.785) (7.785) (1.983) (1.983)
3.06.03.02.02 Variação cambial passiva (5.826) (5.826) (3.355) (3.355)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 0 0 606 606
3.06.05 Outras Despesas Operacionais 0 0 0 0
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0

25/06/2009 17:27:33 Pág: 150


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

MASPLEN LIMITED

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.07 Resultado Operacional (305) (305) 438 438


3.08 Resultado Não Operacional 0 0 (50) (50)
3.08.01 Receitas 0 0 0 0
3.08.02 Despesas 0 0 (50) (50)
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações (305) (305) 388 388
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 52 52 (218) (218)
3.10.01 Provisão para IR 43 43 (159) (159)
3.10.02 Contribuiição social 9 9 (59) (59)
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0 0
3.12.01 Participações 0 0 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período (253) (253) 170 170
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 100 100 100 100
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 1.700,00000 1.700,00000
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) (2.530,00000) (2.530,00000)

25/06/2009 17:27:33 Pág: 151


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

22.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA

Controlada/Coligada: MASPLEN LIMITED

Vide comentários de Desempenho Consolidado.

25/06/2009 17:27:39 Pág: 152


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

PRESTCOTT INTERNATIONAL S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 55.486 55.486 55.199 55.199
3.01.01 Mercado interno 10.336 10.336 9.920 9.920
3.01.02 Mercado externo 45.150 45.150 45.279 45.279
3.02 Deduções da Receita Bruta 373 373 391 391
3.02.01 Impostos sobre vendas 373 373 (700) (700)
3.02.02 Devoluções e abatimentos 0 0 1.091 1.091
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 55.859 55.859 55.590 55.590
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (50.659) (50.659) (43.775) (43.775)
3.05 Resultado Bruto 5.200 5.200 11.815 11.815
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (4.346) (4.346) (2.543) (2.543)
3.06.01 Com Vendas (2.677) (2.677) (2.701) (2.701)
3.06.02 Gerais e Administrativas (880) (880) (487) (487)
3.06.03 Financeiras (398) (398) 719 719
3.06.03.01 Receitas Financeiras 1.679 1.679 1.488 1.488
3.06.03.01.01 Receitas financeiras 777 777 488 488
3.06.03.01.02 Variação cambial ativa 902 902 1.000 1.000
3.06.03.02 Despesas Financeiras (2.077) (2.077) (769) (769)
3.06.03.02.01 Despesas financeiras (720) (720) (769) (769)
3.06.03.02.02 Variação cambial passiva (1.357) (1.357) 0 0
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 0 0 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais (391) (391) (74) (74)
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0

25/06/2009 17:27:47 Pág: 153


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

PRESTCOTT INTERNATIONAL S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.07 Resultado Operacional 854 854 9.272 9.272


3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0 0
3.08.01 Receitas 0 0 0 0
3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 854 854 9.272 9.272
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social (393) (393) (2.703) (2.703)
3.10.01 Provisão para IR (393) (393) (2.703) (2.703)
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0 0
3.12.01 Participações 0 0 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período 461 461 6.569 6.569
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 79.638.916 79.638.916 79.638.916 79.638.916
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,00579 0,00579 0,08248 0,08248
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)

25/06/2009 17:27:47 Pág: 154


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

22.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA

Controlada/Coligada: PRESTCOTT INTERNATIONAL S.A

Vide comentários de Desempenho Consolidado.

25/06/2009 17:27:56 Pág: 155


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

SECCULUM PARTICIPAÇÕES LTDA

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 32.431 32.431 13.551 13.551
3.01.01 Mercado interno 18.950 18.950 6.851 6.851
3.01.02 Mercado externo 13.481 13.481 6.700 6.700
3.02 Deduções da Receita Bruta (5.159) (5.159) (1.725) (1.725)
3.02.01 Impostos sobre vendas (2.498) (2.498) (1.211) (1.211)
3.02.02 Devoluções e abatimentos (2.661) (2.661) (514) (514)
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 27.272 27.272 11.826 11.826
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (25.438) (25.438) (10.304) (10.304)
3.05 Resultado Bruto 1.834 1.834 1.522 1.522
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (4.560) (4.560) (1.524) (1.524)
3.06.01 Com Vendas (3.149) (3.149) (1.175) (1.175)
3.06.02 Gerais e Administrativas (571) (571) (196) (196)
3.06.03 Financeiras (891) (891) (157) (157)
3.06.03.01 Receitas Financeiras 290 290 63 63
3.06.03.01.01 Receita financeira 76 76 28 28
3.06.03.01.02 Variação cambial ativa 214 214 35 35
3.06.03.02 Despesas Financeiras (1.181) (1.181) (220) (220)
3.06.03.02.01 Despesa financeira (845) (845) (206) (206)
3.06.03.02.02 Variação cambial passiva (336) (336) (14) (14)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 51 51 4 4
3.06.05 Outras Despesas Operacionais 0 0 0 0
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0

25/06/2009 17:28:03 Pág: 156


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

SECCULUM PARTICIPAÇÕES LTDA

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.07 Resultado Operacional (2.726) (2.726) (2) (2)


3.08 Resultado Não Operacional 0 0 5 5
3.08.01 Receitas 0 0 5 5
3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações (2.726) (2.726) 3 3
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 1.793 1.793 (127) (127)
3.10.01 Provisão para IR 1.236 1.236 (93) (93)
3.10.02 Contribuição social 557 557 (34) (34)
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 8 8 0 0
3.12.01 Participações 8 8 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período (925) (925) (124) (124)
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 9.200.000 9.200.000 9.200.000 9.200.000
LUCRO POR AÇÃO (Reais)
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) (0,10054) (0,10054) (0,01348) (0,01348)

25/06/2009 17:28:03 Pág: 157


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

22.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA

Controlada/Coligada: SECCULUM PARTICIPAÇÕES LTDA

Vide comentários de Desempenho Consolidado.

25/06/2009 17:28:13 Pág: 158


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

UNIÃO FREDERIQUENSE PARTIC. LTDA

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 527.701 527.701 56.120 56.120
3.01.01 Mercado interno 308.356 308.356 28.371 28.371
3.01.02 Mercado externo 219.345 219.345 27.749 27.749
3.02 Deduções da Receita Bruta (83.930) (83.930) (7.145) (7.145)
3.02.01 Impostos sobre vendas (40.646) (40.646) (5.014) (5.014)
3.02.02 Devoluções e abatimentos (43.284) (43.284) (2.131) (2.131)
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 443.771 443.771 48.975 48.975
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (413.907) (413.907) (42.671) (42.671)
3.05 Resultado Bruto 29.864 29.864 6.304 6.304
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (74.211) (74.211) (6.313) (6.313)
3.06.01 Com Vendas (51.231) (51.231) (4.868) (4.868)
3.06.02 Gerais e Administrativas (9.298) (9.298) (810) (810)
3.06.03 Financeiras (14.517) (14.517) (651) (651)
3.06.03.01 Receitas Financeiras 4.704 4.704 262 262
3.06.03.01.01 Receita financeira 1.228 1.228 118 118
3.06.03.01.02 Variação cambial ativa 3.476 3.476 144 144
3.06.03.02 Despesas Financeiras (19.221) (19.221) (913) (913)
3.06.03.02.01 Despesa financeira (13.752) (13.752) (855) (855)
3.06.03.02.02 Variação cambial passiva (5.469) (5.469) (58) (58)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 835 835 16 16
3.06.05 Outras Despesas Operacionais 0 0 0 0
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0

25/06/2009 17:28:25 Pág: 159


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

UNIÃO FREDERIQUENSE PARTIC. LTDA

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.07 Resultado Operacional (44.347) (44.347) (9) (9)


3.08 Resultado Não Operacional 0 0 20 20
3.08.01 Receitas 0 0 20 20
3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações (44.347) (44.347) 11 11
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 29.169 29.169 (527) (527)
3.10.01 Provisão para IR 20.103 20.103 (386) (386)
3.10.02 Contribuição social 9.066 9.066 (141) (141)
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 133 133 0 0
3.12.01 Participações 133 133 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período (15.045) (15.045) (516) (516)
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 98.449.805 98.449.805 98.449.805 98.449.805
LUCRO POR AÇÃO (Reais)
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) (0,15282) (0,15282) (0,00524) (0,00524)

25/06/2009 17:28:25 Pág: 160


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

22.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA

Controlada/Coligada: UNIÃO FREDERIQUENSE PARTIC. LTDA

Vide comentários de Desempenho Consolidado.

25/06/2009 17:28:33 Pág: 161


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

QUICKFOOD S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 208.681 208.681 0 0


3.01.01 Mercado interno 129.516 129.516 0 0
3.01.02 Mercado externo 79.165 79.165 0 0
3.02 Deduções da Receita Bruta (11.133) (11.133) 0 0
3.02.01 Impostos sobre vendas (10.886) (10.886) 0 0
3.02.02 Devoluções e abatimentos (247) (247) 0 0
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 197.548 197.548 0 0
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (171.337) (171.337) 0 0
3.05 Resultado Bruto 26.211 26.211 0 0
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (18.829) (18.829) 0 0
3.06.01 Com Vendas (13.685) (13.685) 0 0
3.06.02 Gerais e Administrativas (5.025) (5.025) 0 0
3.06.03 Financeiras 222 222 0 0
3.06.03.01 Receitas Financeiras 4.884 4.884 0 0
3.06.03.01.01 Receitas financeiras 924 924 0 0
3.06.03.01.02 Variação cambial ativa 3.960 3.960 0 0
3.06.03.02 Despesas Financeiras (4.662) (4.662) 0 0
3.06.03.02.01 Despesas financeiras (1.722) (1.722) 0 0
3.06.03.02.02 Variação cambial passiva (2.940) (2.940) 0 0
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 0 0 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais (341) (341) 0 0
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0

25/06/2009 17:28:42 Pág: 162


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

QUICKFOOD S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.07 Resultado Operacional 7.382 7.382 0 0


3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0 0
3.08.01 Receitas 0 0 0 0
3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 7.382 7.382 0 0
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social (3.020) (3.020) 0 0
3.10.01 Provisão para IR (3.020) (3.020) 0 0
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 3 3 0 0
3.12.01 Participações 3 3 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período 4.365 4.365 0 0
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 21.419.606 21.419.606 21.419.606 21.419.606
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,20379 0,20379 0,00000 0,00000
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)

25/06/2009 17:28:42 Pág: 163


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

ESTABLECIMIENTOS COLONIA S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 74.317 74.317 0 0


3.01.01 Mercado interno 13.880 13.880 0 0
3.01.02 Mercado externo 60.437 60.437 0 0
3.02 Deduções da Receita Bruta 500 500 0 0
3.02.01 Impostos sobre vendas 500 500 0 0
3.02.02 Devoluções e abatimentos 0 0 0 0
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 74.817 74.817 0 0
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (68.403) (68.403) 0 0
3.05 Resultado Bruto 6.414 6.414 0 0
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (5.316) (5.316) 0 0
3.06.01 Com Vendas (2.807) (2.807) 0 0
3.06.02 Gerais e Administrativas (1.874) (1.874) 0 0
3.06.03 Financeiras (725) (725) 0 0
3.06.03.01 Receitas Financeiras 1.001 1.001 0 0
3.06.03.01.01 Receitas financeiras 950 950 0 0
3.06.03.01.02 Variação cambial ativa 51 51 0 0
3.06.03.02 Despesas Financeiras (1.726) (1.726) 0 0
3.06.03.02.01 Despesas financeiras (858) (858) 0 0
3.06.03.02.02 Variação cambial passiva (868) (868) 0 0
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 90 90 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais 0 0 0 0
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0

25/06/2009 17:29:01 Pág: 165


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

CONTROLADA/COLIGADA

DENOMINAÇÃO SOCIAL

ESTABLECIMIENTOS COLONIA S.A

22.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/01/2009 a 31/03/2009 4 - 01/01/2009 a 31/03/2009 5 - 01/01/2008 a 31/03/2008 6 - 01/01/2008 a 31/03/2008

3.07 Resultado Operacional 1.098 1.098 0 0


3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0 0
3.08.01 Receitas 0 0 0 0
3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 1.098 1.098 0 0
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social (1.036) (1.036) 0 0
3.10.01 Provisão para IR (1.036) (1.036) 0 0
3.11 IR Diferido 0 0 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0 0
3.12.01 Participações 0 0 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período 62 62 0 0
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Unidades) 80.647.477 80.647.477 80.647.477 80.647.477
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,00077 0,00077 0,00000 0,00000
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)

25/06/2009 17:29:01 Pág: 166


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

22.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA

Controlada/Coligada: ESTABLECIMIENTOS COLONIA S.A

Vide comentários de Desempenho Consolidado.

25/06/2009 17:29:07 Pág: 167


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 31/03/2009
02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

23.01 - DESCRIÇÃO DAS INFORMAÇÕES ALTERADAS

Atualização do Quadro 20.01 – Outras informações que a companhia entende como


relevante.

25/06/2009 17:29:16 Pág: 168


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

ÍNDICE
GRUPO QUADRO DESCRIÇÃO PÁGINA

01 01 IDENTIFICAÇÃO 1
01 02 SEDE 1
01 03 DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia) 1
01 04 REFERÊNCIA DO ITR 1
01 05 COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL 2
01 06 CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA 2
01 07 SOCIEDADES NÃO INCLUÍDAS NAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CONSOLIDADAS 2
01 08 PROVENTOS EM DINHEIRO 2
01 09 CAPITAL SOCIAL SUBSCRITO E ALTERAÇÕES NO EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO 3
01 10 DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES 3
02 01 BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO 4
02 02 BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO 6
03 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO 8
04 01 04 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA 10
05 01 05 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2009 a 31/03/2009 12
05 02 05 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2009 a 31/03/2009 13
08 01 BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO 14
08 02 BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO 15
09 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO 17
10 01 10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO 19
11 01 11 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2009 a 31/03/2009 21
11 02 11 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2009 a 31/03/2009 22
06 01 NOTAS EXPLICATIVAS 23
07 01 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE 80
12 01 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE 81
13 01 PARTICIPAÇÃO EM SOCIEDADES CONTROLADAS E/OU COLIGADAS 124
17 01 PROJEÇÕES EMPRESARIAIS 126
19 01 PROJETOS DE INVESTIMENTO 128
20 01 OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES 129
21 01 RELATÓRIO DA REVISÃO ESPECIAL 131
ARGENTINE BREEDERS & PACKERS S.A

22 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA 132


22 02 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA 134
FRIGOCLASS ALIMENTOS S.A

22 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA 135


22 02 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA 137
MARFRIG CHILE INVERSIONES LTDA

22 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA 138


22 02 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA 140
INALER S.A

22 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA 141

25/06/2009 17:29:22 Pág: 169


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2009 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
Reapresentação Espontânea

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

02078-8 MARFRIG ALIMENTOS S.A. 03.853.896/0001-40

ÍNDICE
GRUPO QUADRO DESCRIÇÃO PÁGINA

22 02 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA 143


FRIGORÍFICO TACUAREMBÓ S.A

22 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA 144


22 02 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA 146
WESTON IMPORTERS LTD.

22 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA 147


22 02 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA 149
MASPLEN LIMITED

22 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA 150


22 02 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA 152
PRESTCOTT INTERNATIONAL S.A

22 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA 153


22 02 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA 155
SECCULUM PARTICIPAÇÕES LTDA

22 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA 156


22 02 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA 158
UNIÃO FREDERIQUENSE PARTIC. LTDA

22 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA 159


22 02 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA 161
QUICKFOOD S.A

22 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA 162


22 02 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA 164
ESTABLECIMIENTOS COLONIA S.A

22 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DA CONTROLADA/COLIGADA 165


22 02 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA CONTROLADA/COLIGADA 167
23 01 DESCRIÇÃO DAS INFORMAÇÕES ALTERADAS 168

25/06/2009 17:29:22 Pág: 170