Você está na página 1de 33
D ISTÚRBIOS H EMODINÂMICOS I Universidade Católica de Brasília Disciplina: Patologia geral

DISTÚRBIOS HEMODINÂMICOS I

Universidade Católica de Brasília Disciplina: Patologia geral

PARTES FUNCIONAIS DA CIRCULAÇÃO

P ARTES FUNCIONAIS DA CIRCULAÇÃO www.webciencia.com.br
P ARTES FUNCIONAIS DA CIRCULAÇÃO www.webciencia.com.br

www.webciencia.com.br

JUNQUEIRA E CARNEIRO,2008

JUNQUEIRA E CARNEIRO,2008

JUNQUEIRA E CARNEIRO,2008
www.poderdasmaos.com.br

www.poderdasmaos.com.br

www.poderdasmaos.com.br

DISTÚRBIOS HEMODINÂMICOS

D ISTÚRBIOS HEMODINÂMICOS  Edema  Trombose;  Embolia;  Isquemia;  Infarto;  Choque;
D ISTÚRBIOS HEMODINÂMICOS  Edema  Trombose;  Embolia;  Isquemia;  Infarto;  Choque;
D ISTÚRBIOS HEMODINÂMICOS  Edema  Trombose;  Embolia;  Isquemia;  Infarto;  Choque;

Edema

Trombose;

Embolia;

Isquemia;

Infarto;

Choque;

D ISTÚRBIOS HEMODINÂMICOS  Edema  Trombose;  Embolia;  Isquemia;  Infarto;  Choque;

HIPEREMIA

Aumento da quantidade de sangue no interior de um vaso;

Processo ativo resultante da dilatação arteriolar;

Tipos:

Fisiológica, Patológica;

de um vaso;  Processo ativo resultante da dilatação arteriolar;  Tipos:  Fisiológica,  Patológica;

Fluxo Normal

Vênula
Vênula

Arteríola

Hiperemia (eritema)

Fluxo Normal Vênula Arteríola Hiperemia (eritema) Aumento do fluxo arterial

Aumento do fluxo arterial

Fluxo Normal Vênula Arteríola Hiperemia (eritema) Aumento do fluxo arterial

HIPEREMIA FISIOLÓGICA

H IPEREMIA F ISIOLÓGICA
H IPEREMIA F ISIOLÓGICA

HIPEREMIA PATOLÓGICA

H IPEREMIA PATOLÓGICA

CONGESTÃO

Processo passivo;

Resultante de um retorno venoso ineficiente;

Mecanismo:

Alteração do órgão central da circulação, Localizado por causas intrínsecas do vaso,

Compressão extrínseca das veias;

Acúmulo da hemoglobina desoxigenada na área afetada;

intrínsecas do vaso,  Compressão extrínseca das veias;  Acúmulo da hemoglobina desoxigenada na área afetada;

CONGESTÃO

Tipos:

Aguda

C ONGESTÃO  Tipos:  Aguda  Dedo cianótico,  Crônica  Perfusão inadequada e a

Dedo cianótico,

Crônica

Perfusão inadequada e a hipóxia persistente podem levar à morte celular e à fibrose;

Falência cardíaca,

Esquerda (congestão pulmonar) Direita (sistêmica congestão do fígado e baço)

(congestão pulmonar)  Direita (sistêmica – congestão do fígado e baço)  Acúmulo local de hemossiderina

Acúmulo local de hemossiderina

Congestão (cianose) Redução do fluxo venoso

Congestão (cianose)

Congestão (cianose) Redução do fluxo venoso

Redução do fluxo venoso

Congestão (cianose) Redução do fluxo venoso

ASPECTO MACROSCÓPICO

Alteração da cor; Quantidade de hemoglobina reduzida; Aspecto úmido do órgão atingido (edema);

 Alteração da cor;  Quantidade de hemoglobina reduzida;  Aspecto úmido do órgão atingido (edema);

CONGESTÃO PULMONAR

C ONGESTÃO PULMONAR  Capilares alveolares dilatados;  Edema;  Microscopicamente Congestão pulmonar aguda 

Capilares alveolares dilatados;

Edema;

Microscopicamente

Congestão

pulmonar aguda

Capilares alveolares repletos de sangue,

Macrófagos

repletos

de

hemossiderina

(congestão pulmonar crônica);

Fibrose (congestão pulmonar crônica)

 Macrófagos repletos de hemossiderina (congestão pulmonar crônica);  Fibrose (congestão pulmonar crônica)

CONGESTÃO HEPÁTICA

Aumentado de volume e peso;

Coloração

azulada;

Aos

azul-vinhosa

a

cortes,

flui

sangue

vermelho-

das

veias

centrolobulares dilatadas

e peso;  Coloração azulada;  Aos azul-vinhosa a cortes, flui sangue vermelho- das veias centrolobulares
http://portuguese.alibaba.com
http://portuguese.alibaba.com

HEMORRAGIA

HEMORRAGIA

CAUSAS DE HEMORRAGIA

Traumatismo, Procedimento cirúrgico, Hipertensão arterial, Deficiência das plaquetas, Deficiência de vitamina C;

 Procedimento cirúrgico,  Hipertensão arterial,  Deficiência das plaquetas,  Deficiência de vitamina C;

NOMENCLATURA DAS HEMORRAGIAS

Epistaxe hemorragia das fossas nasais;

Hemartrose sangue nas articulações;

Hematúria sangue na urina;

Hemoperitônio peritonial;

Hemoptise expectoração de sangue;

Otorragia

cavidade

sangue

na

sangramento

pelo

conduto

 expectoração de sangue;  Otorragia  cavidade sangue na  sangramento pelo conduto auditivo externo

auditivo externo

CLASSIFICAÇÃO QUANTO À ORIGEM

Hemorragia arterial

C LASSIFICAÇÃO QUANTO À ORIGEM  Hemorragia arterial http://docencianacional.tripod.com

http://docencianacional.tripod.com

C LASSIFICAÇÃO QUANTO À ORIGEM  Hemorragia arterial http://docencianacional.tripod.com

CLASSIFICAÇÃO QUANTO À ORIGEM

Hemorragia venosa

http://docencianacional.tripod.com
http://docencianacional.tripod.com

CLASSIFICAÇÃO QUANTO À ORIGEM

Hemorragia capilar

http://docencianacional.tripod.com
http://docencianacional.tripod.com

CLASSIFICAÇÃO QUANTO À MORFOLOGIA

Petéquias (1 a 2 mm)

Hemorragias puntiformes,

Representa arteríola,

Ocorrem em pele e mucosas;

Função plaquetária defeituosa ou baixa contagem plaquetária;

Deficiência de vitamina C;

ou

ruptura

de

capilar

um

Função plaquetária defeituosa ou baixa contagem plaquetária;  Deficiência de vitamina C; ou ruptura de capilar

CLASSIFICAÇÃO QUANTO À MORFOLOGIA

Púrpura (3 a 5 mm)

Levemente maiores,

Bordas irregulares,

Trombocitopenia,

Fragilidade vascular; Deficiência de fatores de coagulação;

 Bordas irregulares,  Trombocitopenia,  Fragilidade vascular;  Deficiência de fatores de coagulação ;

CLASSIFICAÇÃO QUANTO À MORFOLOGIA

Equimose (1 a 2 cm)

São maiores e localizadas,

Formato irregular,

Apresenta

mudança

de

coloração

com o passar do tempo;

)  São maiores e localizadas,  Formato irregular,  Apresenta mudança de coloração com o

CLASSIFICAÇÃO QUANTO À MORFOLOGIA

Hematomas

Grandes coleções de sangue,

Apresentam aspecto tumoral;

QUANTO À MORFOLOGIA  Hematomas  Grandes coleções de sangue,  Apresentam aspecto tumoral; KUMAR et

KUMAR et al., 2008

QUANTO À MORFOLOGIA  Hematomas  Grandes coleções de sangue,  Apresentam aspecto tumoral; KUMAR et

CONSEQUÊNCIAS

Choque hipovolêmico

Perda rápida de grande quantidade de sangue;

Anemia

Sangramento crônico e repetido,

Úlceras gástricas;

Asfixia

Hemorragia pulmonar;

Icterícia.

 Sangramento crônico e repetido,  Úlceras gástricas;  Asfixia  Hemorragia pulmonar;  Icterícia.