Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ – UFC

CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA – 5º SEMESTRE
ANDERSON FREITAS BRANDÃO DA SILVA

Resenha - Capítulo 1. Émile Jaques-Dalcroze – A música e o
movimento (Livro Pedagogias em Educação Musical / Texto por Silvana
Mariani)

O compositor e pedagogo musical suíço Émile Jaques-Dalcroze
desenvolveu um método onde os exercícios faziam com que o aprendizado
musical passasse pela experiência corporal. Com isso, abriu as portas para
uma profunda revolução ideológica no campo da educação, influenciando não
somente toda uma geração de educadores musicais, como também dançarinos
e dramaturgos.
Seu objetivo era criar, através do ritmo, uma linha de comunicação
entre o cérebro e o corpo, transformando o sentido rítmico numa experiência
corporal, física e abrindo os caminhos para a expressão e criatividade.
Um dos aspectos importantes da pedagogia de Dalcroze era da
valorização do fazer artístico desde à infância, similarmente a um indivíduo
galgando uma carreira profissional. Foi baseado nesse princípio que Dalcroze
elaborou as bases da sua proposta.
O método de Dalcroze consiste numa série de exercícios que
contemplam três ferramentas básicas:

A Rítmica – estudar o movimento, ritmo, espaço;
O Solfejo – desenvolver afinação, aptidão vocal, respiração, leitura

e interpretação;
A Improvisação – exteriorização musical, momento criativo, traduzir
no instrumento e na voz os pensamentos musicais.
“Dalcroze quer que a música, passando pelo ouvido, chegue até a

alma para abraçá-la e que a alma transforme o corpo em ressonâncias. A

música transporta sua harmonia. sua frase. seu ritmo. . 2008. sua melodia. Origens e desenvolvimento da educação musical: Uma breve visão. UFSCAR Virtual. São Carlos-SP. seus silêncios para falar à nossa alma” (SANTIAGO. Referências Bibliográficas: SANTIAGO. 2008). Glauber.