Você está na página 1de 2

FURB - Fundação Universidade Regional de Blumenau

CCS - Centro de Ciências da Saúde
Imunologia
Gabriela Auth
GRUPOS SANGUÍNEOS
A tipagem sanguínea é utilizada para determinar o grupo sanguíneo de
uma pessoa ou animal e quais são os tipos de sangue que ela receber.
Antígeno (Ag) é uma substância que reage com os produtos de uma
resposta imune específica, ligada a uma molécula de anticorpo, sendo que
qualquer substância que possa desencadear uma resposta imune é
considerada imunogênica.
Existem inúmeros antígenos de grupos sanguíneos que variam conforme
sua antigenicidade que é controlada pela genética e hereditariedade do
indivíduo.
Sem exceções, os mamíferos, possuem antígenos eritrocitários e podem
possuir anticorpos contra antígenos de grupos sanguíneos diferentes sem
antes ter entrado em contato com os mesmos, pois são provenientes da
exposição de epítopos que apresentam reação cruzada e são encontrados
facilmente na natureza, como citado por Tizard, 2004.
Nos Estados Unidos os caninos possuem designação de tipo sanguíneo
pela sigla DEA, porém atualmente o cão apresenta cinco sistemas de grupos
sanguíneos compostos por sete determinantes antigênicos, ou seja, DEAs com
subgrupos.
O sistema AB de grupos sanguíneos em felinos possui três tipos: A, B e
AB, sendo que o AB é o mais raro. Visto que, os antígenos de superfície
eritrocitária deste sistema são diferentes do sistema ABO humano.
Os equinos possuem sete sistemas de grupos sanguíneos que são
reconhecidas internacionalmente (A, B, C, D, K, P, Q, U) que incluem 32
antígenos, devido às combinações antigênicas são possíveis 400.000 tipos
sanguíneos, não existindo um doador universal. Os aloantígenos Aa e Qa são
extremamente imunogênicos. Um antígeno encontrado nos asininos não foi
encontrado em cavalos e é apresentado por apenas burros e mulas.

O sistema A está relacionado com o J bovino. há 11 sistemas de grupos sanguíneos que são reconhecidos internacionalmente (A. O. E. C. possuem 7 sistemas de grupos sanguíneos (A. M. D. pois é um lipídeo encontrado nos líquidos corporais e é adsorvido pelo eritrócito. Em lhamas e alpacas. G. são antígenos solúveis e adsorvidos pelos eritrócitos após algumas semanas de vida).br/imunologia/files/2012/03/Aula-Ant%C3%ADgeno-anticorpo-erearranjo-de-genes-270312. L. H.br/lacvet/tipos_sanguineos. Os fatores A e O não são componentes intrínsecos da membrana eritrocitária (assim como o J dos bovinos. F). O antígeno J não é realmente um antígeno eritrocitário.R´. Sendo que A e B fazem parte do mesmo sistema denominado A. J. F. C.htm http://www. A humano e E ovino. N.br/Home/departamentos/patologia/HELIOJOSEMONTAS SIER/ed-2-antigenos. C.ufrgs.fcav. L. Os bezerros adquirem o antígeno J durante os seus 6 primeiros meses de vida. E.pdf . I.pdf http://www. T´). M. O sistema B nestes animais é análogo ao sistema B dos bovinos e o sistema R é similar ao sistema J dos bovinos. tornando a compatibilidade de transfusão muito complicada.Nos bovinos. B. F. M. O grupo B é extremamente complexo. K. R. Os ovinos.ufjf. P).unesp. há 7 sistema de grupos sanguíneos (A. B. há 6 fatores e 5 sistemas de grupos sanguíneos (A. S. D. B. C. Nos suínos. Z . mas os grupos B e J apresentam maior importância clínica. B. X). J. D. Fonte: http://www.