Você está na página 1de 1

Tambm chamada de ao afirmativa, uma forma de reservar vagas para determinados grupos.

O sistema de cotas foi criado para dar acesso a negros, ndios, deficientes, estudantes de escola pblica
e de baixa renda em universidades, concurso pblico e mercado de trabalho. A poltica de cotas nas
universidades o melhor exemplo desse sistema no Brasil. As medidas de cotas raciais e cotas sociais
implantadas pelo governo ajudam no acesso de certos grupos na concorrncia com o resto da populao.
um caminho visto por alguns como a reduo da excluso e visto por outros como uma segunda forma
de discriminao.

As raas so definies que diferenciam as pessoas por meio de traos fsicos. A desigualdade racial e
o racismo no Brasil impulsionou a poltica de cotas e classificou os candidatos por meio de suas
caractersticas. H uma associao das pessoas negras ao que ruim na sociedade e essas opinies
alimentam o preconceito de muitos sculos.
As pessoas que discordam das cotas raciais afirmam que ela discriminatria e causa conflito racial. Em
um pas com grande diversidade racial, as dificuldades so encontradas no momento de decidir se uma
pessoa branca ou parda. Um caso que serviu como base para argumentos das pessoas que discordam
do sistema foi o dos gmeos Alan e Alex Teixeira. Eles tentaram concorrer pelas vagas da UnB.
Entretanto, na avaliao da Universidade, Alan foi considerado negro, mas Alex no.
Um outro aspecto usado pelas pessoas que discordam do programa o fato de que a maioria dos
cotistas so provenientes de famlias de baixa renda. Ou seja, muitos no tm condies de arcar com
despesas de transporte, alimentao e livros. Com base nesses argumentos, as cotas sociais so
defendidas.