Você está na página 1de 31
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 |
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 |
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 |
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 |
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 |
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 |
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 |
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 |
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 |
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 |

NFSe

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 | P
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 | P
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 | P
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 | P
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 | P
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 | P
NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 | P

Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

NFS e Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Portal Nota Fiscal de Serviço Eletrônica 1 | P

1

|

P

á g i n a

Sumário
Sumário

Introdução O que é NFS-e? O que é Recibo Provisório de Serviços (RPS)? Prestador de Serviços Recomendações Acessando o sítio do NFS-e Passo 1 Cadastro de Contribuinte Passo 2 Cadastro de Usuário Passo 3 Cadastro de Empresa Acessando o sistema NFS-e Emitindo uma NFS-e Como consultar as NFS-e? Substituindo uma NFS-e Cancelando uma NFS-e Recibo Provisório de Serviço- RPS Enviar lote de RPS Consultar situação de lote Consultar situação de lote Recolhimento de notas Extrato de lançamentos Encerrar competência Imprimir guia Exportando dados Credenciamento

 

3

3

3

4

4

4

5

6

7

10

13

16

18

19

20

21

22

22

23

24

25

26

28

28

 

30

Homologação Cadastro

31

 

2

|

P

á g i n a

Introdução
Introdução
Introdução

O

objetivo deste manual é de apresentar todos os passos necessários para que o

contribuinte usufrua o melhor que a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e) tem a oferecer. Por este motivo aconselhamos: Leia atentamente este manual e não avance

nenhuma etapa a menos que tenha conhecimento da etapa em questão.

Os processos descritos neste documento foram formalizados para serem executados de maneira interativa e incremental, ou seja, interativa, pois o processo anterior é muito importante para a conclusão do processo posterior, e incremental, pois o processo anterior contribui com informações a serem utilizadas no fluxo do processo posterior.

O

contribuinte poderá acessar suas informações referentes às NFS-e emitidas e

recebidas através do portal da NFS-e. O endereço para o sítio é:

 
 

Antes de iniciar a leitura sobre o sítio, é necessário ter o conhecimento do conceito envolvido no NFS-e.

O que é NFS-e?
O que é NFS-e?
O que é NFS-e?

A

Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) é um documento de existência

exclusivamente digital, gerado e armazenado eletronicamente pela prefeitura ou por outra entidade conveniada, para documentar as operações de prestação de serviços.

A

geração da NFS-e será feita, automaticamente, por meio de serviços informatizados,

disponibilizados aos contribuintes. Para que sua geração seja efetuada, dados que a

compõem serão informados, analisados, processados, validados e, se corretos, gerarão

o

documento. A responsabilidade pelo cumprimento da obrigação da emissão da NFS-

pelo correto fornecimento dos dados à secretaria, para a geração da mesma, é do contribuinte.

e

O que é Recibo Provisório de Serviços (RPS)?

O que é Recibo Provisório de Serviços (RPS)?

No intuito de prover uma solução de contingência para o contribuinte, foi criado o

Recibo Provisório de Serviços (RPS), que é um documento de posse e responsabilidade do contribuinte, que deverá ser gerado manualmente ou por alguma aplicação local, possuindo uma numeração seqüencial crescente e devendo ser convertido em NFS-e

no prazo estipulado pela legislação tributária municipal.

3

|

P

á g i n a

Prestador de Serviços
Prestador de Serviços

O prestador é a empresa responsável pela prestação de serviços.

Ex: Uma clinica de estética atende um cliente. Ao final do seu atendimento a mesma efetua o pagamento e solicita sua nota fiscal de serviços que foram efetuados (corte de cabelo, por exemplo). A clínica emite o documento fiscal identificando o serviço prestado juntamente com o valor especificado.

A clínica, neste caso é a prestadora de serviços;

O cliente é o tomador de serviços;

Corte de cabeço, é o serviço que foi prestado para o cliente.

Através do site, você poderá emitir, consultar, substituir, cancelar notas além de gerar o guia de recolhimento do ISSQN.

Recomendações
Recomendações

O preenchimento correto de todos os dados necessários é fundamental. O portal lhe

oferecerá um login e senha na qual lhe permitirá o acesso ao gerenciamento de notas de serviços prestadas ou tomadas. Guarde seu login e senha com segurança. Tais informações são pessoais e é sua obrigação guardá-las com total segurança.

Acessando o sítio do NFS-e
Acessando o sítio do NFS-e

Para darmos início as funcionalidades do Portal NFS-e, inicie o seu navegador de Internet (ex.: Firefox, Internet Explorer, Opera) e digite seguinte endereço eletrônico:

Você

redirecionado para a

página principal do sistema Web NFS-e.

será

Antes de logar-se no sistema, é necessário efetuar o cadastro de acesso.

O primeiro cadastro a

o

ser

efetuado

é

Figura 1
Figura 1

4

|

P

á g i n a

cadastro de Contribuinte.

!
!

É fundamental que o prestador ou o tomador que queira utilizar o sistema, esteja cadastrado.

Passo 1 – Cadastro de Contribuinte
Passo 1 – Cadastro de Contribuinte

Para efetuar o cadastro do contribuinte, estando na página inicial, siga os próximos passos.

Figura 2
Figura 2

Clique

no

menu

Cadastro

em

seguida

no

sub-menu

Contribuinte.

Você

será

redirecionado

para

a

tela

contendo

os

dados

do

contribuinte

que deverão ser

preenchidos.

Figura 3
Figura 3

Preencha todos os campos obrigatórios destacados pelo sinal *.

5

|

P

á g i n a

Após preencher completamente todos os campos obrigatórios, clique no botão Concluir que se encontra posicionado no canto inferior. O sistema enviara automaticamente um email confirmando seu cadastro. Para cancelar o cadastro, basta clicar no botão Voltar.

Caso tenha preenchido alguma informação incorretamente (CPF ou CNPJ, por exemplo), ou deixado de informar campos necessários (Nome completo, CEP, Cidade, etc.), o sistema mostrará uma tela informando que o cadastro possui campos a serem preenchidos. O sistema também apresentará uma mensagem informando os campos que devem ser preenchidos corretamente.

Sendo efetuado o cadastro com sucesso você será redirecionado para a tela de Cadastro de Usuários.

Passo 2 – Cadastro de Usuário
Passo 2 – Cadastro de Usuário

Se por algum motivo o sistema não redirecioná-lo para a tela de cadastro de usuários, você poderá acessá-lo (estando na tela principal vide Figura 1) clicando novamente no menu Cadastro, logo em seguida o sub-menu Usuário.

É essencial que você efetue o cadastro de usuário, pois sem ele não será possível acessar as funcionalidades do sistema.

Para efetuar o cadastro do usuário, informe o CPF/CNPJ e o e-mail do contribuinte que foi cadastrado anteriormente, em seguida clique no botão Verificar.

Figura 4
Figura 4

Após clicar no botão Verificar, o sistema ira disponibilizar dois novos campos que servirão para informar a sua senha de acesso ao sistema.

6

|

P

á g i n a

Figura 5
Figura 5
!
!

Lembre-se: A senha é uma informação secreta e jamais deverá ser compartilhada. Guarde-a com segurança! Quanto mais forte for a sua senha, mais seguro estará seu de que ninguém acessará o sistema de maneira ilegal.

Dica: Mescle informações, colocando números e caracteres especiais para dificultar. Ex:

pereira1984 (senha fraca);

19p3r3!r484 = 19pereira84 (senha forte, pois é composta de números e caracteres especiais).

Preenchido os campos, clique no botão Concluir. Um e-mail será enviado para você, informando suas credenciais de acesso. Guarde-o com segurança!

Parabéns , você efetuou o cadastro com sucesso! A partir deste agora, você está apto

Parabéns, você efetuou o cadastro com sucesso! A partir deste agora,

você está apto a consultar todas as notas emitidas para você. Entretanto, para dar início ao processo de emissão, é necessário concluir com os dados do cadastro de Empresa (ex. Serviços, Atividades, Regime de tributação, etc).

Passo 3 – Cadastro de Empresa
Passo 3 – Cadastro de Empresa

O processo para efetuar o Cadastro de Empresa é similar aos processos anteriores. Basta estar na tela principal e clicar sobre o menu Cadastro em seguida no sub-menu Empresa e então será redirecionado para a tela de Cadastro de Empresa.

7

|

P

á g i n a

Ao acessar o cadastro de empresas, você terá que digitar o CNPJ e a sua senha (cadastrada anteriormente). Em seguida, clique no botão Verificar.

Figura 6
Figura 6

Após clicar no botão Verificar, o sistema disponibilizará novos campos que deverão ser preenchidos de acordo com os dados da sua empresa. Os campos identificados por * são obrigatórios.

Figura 7
Figura 7

Você também poderá inserir uma imagem (com a extensão JPG) que estará visível em uma NFS-e emitida (Figura 8).

Figura 8
Figura 8
Figura 9
Figura 9

8

|

P

á g i n a

Na aba Informações adicionais, informe o Regime de tributação em que sua empresa está enquadrada (ex.: Simples Nacional, MEI, Sociedade de Profissionais, etc.). O campo “Permite contador converter Rps em NFS-e, indica se o contador de sua empresa está liberado para emitir o Recibo Provisório de Serviço.

Figura 10
Figura 10

Na aba Natureza de operações especiais, selecione apenas as naturezas condizentes com o perfil da empresa.

Figura 11
Figura 11

Informe também todos os serviços prestados pela sua empresa. Você poderá digitar o código do serviço (conforme a lista de serviços do município) ou então, digitar as iniciais do serviço prestado (uma lista de serviços contendo as letras digitadas aparecerá. Basta selecionar o serviço desejado). Tendo o serviço selecionado, clique no botão Adicionar. Você poderá adicionar mais que 1 serviço.

Figura 12
Figura 12
A mesma regra da lista de serviços se aplica para a lista de atividades da
A mesma regra da lista de serviços se aplica para a lista de atividades da sua empresa.
Figura 13

9

|

P

á g i n a

Preencha as informações de acordo com o cadastro de sua empresa na Secretaria Municipal da Fazenda.

Para confirmar, clique no botão Concluir Cadastro.

Para confirmar, clique no botão Concluir Cadastro . Figura 14 Parabéns! Você concluiu o cadastro de

Figura 14

Parabéns! Você concluiu o cadastro de sua empresa com sucesso! Entretanto é necessário aguardar a

Parabéns! Você concluiu o cadastro de sua empresa com sucesso!

Entretanto é necessário aguardar a homologação da sua empresa junto à secretaria. Você não poderá emitir notas sem estar homologado, apenas, consultar NFS-e emitidas para você.

Acessando o sistema NFS-e
Acessando o sistema NFS-e

Concluído o cadastro e homologado, daremos início as funcionalidades do sistema Web NFS-e. Na página inicial você encontrará uma caixa de diálogo para a Autenticação do Usuário no sistema.

Informe as credenciais informadas no Cadastro de Usuário, em seguida, informe o texto apresentado na caixa acinzentada contendo letras e números. Pressione o botão Confirmar para acessar o sistema.

Figura 15
Figura 15

Ao logar-se no sistema, as seguintes opções estarão disponíveis:

NFS-e (serve consultar as notas recebidas através do sub-menu Consultar -> Consultar notas recebidas);

Empresa (utilizado selecionar a empresa na qual pretende emitir notas fiscais);

Cadastro (lhe dará permissão para alterar alguns dados relacionados ao seu cadastro);

Sair (sai do sistema).

relacionados ao seu cadastro);  Sair (sai do sistema). Figura 16 Para iniciar as operações relacionadas

Figura 16

Para iniciar as operações relacionadas à NFS-e, siga os seguintes passos:

1. Clique no menu Empresa;

2. Clique no sub-menu Selecionar empresa.

Figura 17
Figura 17

A tela de seleção de empresas serve para indicar qual das empresas você irá operar. É possível selecionar a sua empresa, ou então, as empresas que lhe credenciaram e

deram acesso a funcionalidades específicas. O tema sobre Credenciamento será discutido nos próximos capítulos deste manual. Selecione a empresa desejada e clique no botão Concluir. Você será novamente redirecionado para a tela principal do sistema.

Figura 18
Figura 18

Observe que novas opções no menu ficaram disponíveis no sistema:

NFS-e;

o

Emitir;

o

Substituir;

o

Cancelar;

o

Imprimir;

o

Consultar;

Notas emitidas;

Notas recebidas;

Nota por RPS;

RPS;

o

Enviar lote de RPS;

o

Consultar situação de lote;

o

Consultar lote;

Guia de recolhimento;

o

Recolhimento de notas;

o

Extrato de lançamentos;

o

Encerrar competência;

o

Imprimir guia;

Relatórios;

o NFS-e;

Exportar notas emitidas;

Exportar notas recebidas;

Empresas;

o Credenciamento;

Homologação;

o Solicitar homologação;

Cadastro;

o

Alterar senha;

o

Alterar dados cadastrais.

Os itens destacados pela cor vermelha estarão disponíveis somente quando a sua empresa for homologada pela prefeitura.

Emitindo uma NFS-e
Emitindo uma NFS-e

Para emitir uma NFS-e (é necessário estar logado no sistema), estando página inicial, clique no menu NFS-e e no sub-menu Emitir. Você será redirecionado para a tela de emissão de notas. Na tela de emissão, você terá as seguintes opções para preenchimento:

Figura 19 – Dados relacionados ao tomador de serviço.
Figura 19 – Dados relacionados ao tomador de serviço.
Dica ! Ao preencher o campo CPF/CNPJ do tomador, caso o tomador já tenha efetuado

Dica! Ao preencher o campo CPF/CNPJ do tomador, caso o tomador já tenha efetuado o cadastro no sistema, todos os campos do tomador serão preenchidos automaticamente.

Caso o tomador queira receber a NFS-e por e-mail (descartando o uso do papel), basta selecionar na opção Sim no campo Enviar NFS-e via e-mail.

Figura 20 – Campos relacionados ao serviço que será prestado. Para cada serviço prestado é
Figura 20 – Campos relacionados ao serviço que será prestado. Para cada serviço prestado é necessário uma NFS-

e.

Figura 21
Figura 21
!
!

ATENÇÃO!

Caso o regime de tributação de sua empresa seja:

MEI/Sociedade de Profissionais/Autônomo: Não será necessário o preenchimento do campo Alíquota, pois a sua tributação é valor fixo e não valor baseada na alíquota do ISS;

Simples Nacional: Sua Alíquota é baseada na tabela de alíquotas do Simples Nacional, por este motivo será necessário informar manualmente o valor de % da alíquota;

Baseada na alíquota do serviço (empresas normais): O campo Alíquota será preenchido automaticamente.

Figura 22 – Dados utilizado por empresas de serviços de construção civil
Figura 22 – Dados utilizado por empresas de serviços de construção civil
utilizado por empresas de serviços de construção civil Figura 23 – Dados relacionado ao intermediário do

Figura 23 Dados relacionado ao intermediário do serviço (empresa que foi terceirizada para efetuar o serviço do prestador que a contratou)

Figura 24 - Campo utilizado para descrições de informações complementares.
Figura 24 - Campo utilizado para descrições de informações complementares.

Após

Confirmar Emissão.

preencher

todos

os

campos

necessários

(e

obrigatório),

clique

no

botão

Figura 25
Figura 25

Uma nova página será apresentada para a confirmação dos dados que foram preenchidos na tela de emissão.

Figura 26 - Tela de confirmação
Figura 26 - Tela de confirmação

Verifique atentamente se os dados foram preenchidos corretamente, e então, clique no botão Concluir. Caso queira alterar os dados, clique no botão Voltar.

Figura 27
Figura 27
Parabéns! Você emitiu a sua primeira NFS-e. Nos próximos passos as funções de substituições de

Parabéns! Você emitiu a sua primeira NFS-e. Nos próximos passos

as funções de substituições de NFS-e, cancelamento,

serão

consultas;

discutidas

Como consultar as NFS-e?
Como consultar as NFS-e?

Existem duas possibilidades de consultar NFS-e, sendo tomador de serviço ou prestador. Você poderá consultar as notas que foram emitidas por você e as notas que foram emitidas para você. Primeiramente, iremos consultar as notas emitidas de serviços que foram prestados.

Estando na página principal, clique novamente no menu NFS-e, em seguida selecione o sub-menu Consultar e novamente o sub-menu Notas emitidas.

Figura 28
Figura 28

Nas telas de consultas, poderão ser consultadas notas através de filtros disponíveis na aba Filtros, podendo filtrar notas por Nº, competência, tomador ou prestador (de acordo com a tela de consulta Notas emitidas ou Notas recebidas);

a tela de consulta – Notas emitidas ou Notas recebidas); Para imprimir uma NFS-e, basta clicar

Para imprimir uma NFS-e, basta clicar no ícone com desenho de uma impressora que está localizado no lado esquerdo da lista de notas.

OBSERVAÇÃO: Quando clicar no ícone para a impressão, certifique se o seu browser (Internet Explorer, Firefox, Opera, etc) não está bloqueando pop-ups.

Figura 29
Figura 29

A situação de cada NFS-e está de acordo com os seguintes ícones:

de cada NFS-e está de acordo com os seguintes ícones:  Ativa: situação normal de uma

Ativa: situação normal de uma NFS-e;

ícones:  Ativa: situação normal de uma NFS-e;  Substituída: a NFS-e não é mais válida,

Substituída: a NFS-e não é mais válida, entretanto, foi substituída por uma nova NFS-e válida;

entretanto, foi substituída por uma nova NFS-e válida;  Cancelada: NFS-e inválida pois foi cancelada pelo

Cancelada: NFS-e inválida pois foi cancelada pelo prestador de serviço;

inválida pois foi cancelada pelo prestador de serviço;  Pendente: Quando uma NFS-e está pendente de

Pendente: Quando uma NFS-e está pendente de substituição ou de cancelamento. Uma NFS-e só pode ser cancelada ou substituída de acordo com as regras impostas pelo decreto do município.

É possível também navegar entre outras NFS-e que foram emitidas (ou recebidas). No canto inferior você encontrará uma caixa de texto informando o total de notas, além de quatro botões para navegação;

Figura 30 – Navegador de dados
Figura 30 – Navegador de dados

Direciona a lista para as últimas notas que foram emitidas (recebidas);botões para navegação; Figura 30 – Navegador de dados Direciona para a lista anterior de notas;

Direciona para a lista anterior de notas;lista para as últimas notas que foram emitidas (recebidas); Direciona para a próxima lista de notas;

Direciona para a próxima lista de notas;(recebidas); Direciona para a lista anterior de notas; Direciona para as primeiras notas que foram emitidas

Direciona para as primeiras notas que foram emitidas (ou recebidas);anterior de notas; Direciona para a próxima lista de notas; Substituindo uma NFS-e O processo de

Substituindo uma NFS-e
Substituindo uma NFS-e

O processo de substituição de NFS-e é tão simples quanto o processo de emissão de uma NFS-e. Estando na página inicial, clique no menu NFS-e e em seguida o sub-menu Substituir. Você será redirecionado para a tela de substituição de notas.

Figura 31 - Tela de substituição de NFS-e
Figura 31 - Tela de substituição de NFS-e

Na tela de substituição, informe o nº da NFS-e que será substituída e em seguida, clique no botão Localizar NFS-e.

O sistema apresentará uma tela similar à tela de emissão de NFS-e, no entanto os dados da NFS-e já estarão carregados ficando a cargo do prestador alterar as informações convenientes.

Figura 32
Figura 32

Após preencher substituir os dados necessários, clique no botão de confirmação. Siga os mesmos processos descritos no capítulo referente à emissão de NFS-e. Quando uma NFS-e é substituída, a mesma se torna inválida e uma nova NFS-e é gerada.

OBSERVAÇÃO: Só é possível substituir uma NFS-e de acordo com as regras do decreto (ref. NFS-e) do município.

Cancelando uma NFS-e
Cancelando uma NFS-e

Para cancelar uma NFS-e, estando na página inicial, clique no menu NFS-e e em seguida clique no sub-menu Cancelar.

Figura 33 - Tela de cancelamento de notas
Figura 33 - Tela de cancelamento de notas

Na tela de cancelamento de NFS-e, informe o nº da NFS-e a ser cancelada e em seguida clique no botão Avançar. Você será redirecionado para uma nova tela de confirmação de cancelamento.

Figura 34 - Tela de cancelamento
Figura 34 - Tela de cancelamento

Selecione o Motivo do cancelamento e em seguida preencha o campo Descrição¸ informando o razão do cancelamento.

Para confirmar o cancelamento, clique no botão Conluir.

OBSERVAÇÃO: Só é possível cancelar uma NFS-e de acordo com as regras do decreto (ref. NFS-e) do município.

Recibo Provisório de Serviço- RPS
Recibo Provisório de Serviço- RPS

A NFS-e somente será gerada através dos serviços informatizados disponibilizados pela secretaria. Esse tipo de serviço é seguido de alguns riscos inerentes à ininterrupta disponibilidade, fazendo com que, em momentos esporádicos, por motivo de força maior, fique indisponível.

No intuito de prover uma solução de contingência para o contribuinte, foi criado o Recibo Provisório de Serviços (RPS), que é um documento de posse e responsabilidade do contribuinte, que deverá ser gerado manualmente ou por alguma aplicação local, possuindo uma numeração seqüencial crescente e devendo ser convertido em NFS-e no prazo estipulado pela legislação tributária municipal.

Este documento atende, também, àqueles contribuintes que, porventura, não dispõem de infraestrutura de conectividade com a secretaria em tempo integral, podendo gerar os documentos e enviá-los, em lote, para processamento e geração das respectivas NFS-e.

Para que os RPS possam fazer parte de um lote a ser enviado para geração das NFS-e correspondentes, é necessário que o contribuinte possua algum tipo de aplicação instalada em seus computadores, seja ela fornecida pela secretaria ou desenvolvida particularmente, seguindo as especificações disponibilizadas por essa.

Para as empresas que almejam integrar-se ao sistema web, deverão seguir as regras

exemplificadas nos manuais de integração encontrados no próprio site do Portal NFS-

e.
e.
Enviar lote de RPS
Enviar lote de RPS

Para enviar um lote de RPS para ser processado, é necessário primeiramente adequar o arquivo de envio conforme os padrões estabelecidos e descritos nos manuais encontrados no portal (vide manuais de integração).

Com o arquivo XML gerado, clique no botão Escolher arquivo e em seguida clique no botão Enviar lote.

Figura 35 - Tela de envio de lote de RPS
Figura 35 - Tela de envio de lote de RPS

Após enviar um lote, o servidor irá enviar uma resposta informando a data em que o lote foi recebido, o nº do lote que foi enviado, um nº do protocolo (para consultas futuras) e uma mensagem informando se o lote está nos padrões e se suas informações estão consistentes ou não.

Consultar situação de lote
Consultar situação de lote

A tela de consulta de situação de lote de RPS serve apenas para acompanhar e consultar a situação do seu lote, se já foi processado ou não. Quando um lote é processado, todas as validações referentes à emissão de NFS-e são executadas para verificar se o RPS a ser processado poderá ou não ser convertido em NFS-e.

Para consultar a situação de um lote, informe o Nº do protocolo que foi gerado quando o lote foi enviado (vide Enviar lote de RPS) e em seguida clique no botão Consultar.

Figura 36
Figura 36

O sistema irá verificar a situação do lote, se o mesmo já foi processado, se contém erros, etc. Para consultar as notas que foram geradas, será necessário consultar o lote através da próxima etapa.

Consultar situação de lote
Consultar situação de lote

A função de consulta de lotes serve para consultar todas as notas que foram geradas a partir de cada RPS contido no lote. Para consultar o lote, estando na página inicial, clique no menu RPS e em seguida no sub-menu Consultar lote.

Informe o nº do protocolo e em seguida clique no botão Consultar. O sistema apresentará uma lista contendo todas as notas geradas a partir do lote.

Recolhimento de notas
Recolhimento de notas

A função de recolhimento de notas serve para selecionar todas as notas que o prestador pretende gerar a guia para o pagamento do ISS (geralmente executados mensalmente). Para dar início ao recolhimento de notas, estando na página inicial, clique no menu Guia de recolhimento e em seguida selecione o sub-menu Seleção de notas.

O processo de seleção de notas é composto por 3 etapas:

1. Seleção da competência das notas;

2. Seleção das notas referente a competência informada;

3. Confirmação da seleção.

Na

selecionadas.

primeira

etapa,

é

necessário

informar

a

competência

das

notas

que

serão

Informe o ano da competência, mês da competência e o tipo de recolhimento. Nesta tela você poderá selecionar as notas que possuem ISS a serem recolhidos de serviços que foram prestador por você. É possível também selecionar as notas que possuem ISS a serem recolhidos de serviços na qual o ISS foi retido na fonte por você. Para informar quais tipos de notas você pretende recolher, selecione no campo Tipo de recolhimento entre as opções ISSQN próprio (serviços prestados por você) ou ISS retidos na fonte (serviços que foram prestados para você na qual o ISS foi retido na fonte por você). Em seguida, clique no botão Avançar.

Figura 37 - Recolhimento de notas
Figura 37 - Recolhimento de notas
!
!

ATENÇÃO!

Evite juros e multas recolhendo as notas sempre no prazo estipulado pelo decreto de seu município.

A próxima etapa é selecionar as notas que foram emitidas na competência selecionada. Para selecionar as notas, clique no botão Marcar todos, em seguida, clique no botão Avançar.

Figura 38 – Seleção de notas
Figura 38 – Seleção de notas

A última etapa é a confirmação do recolhimento. Confirme clicando no botão Concluir.

do recolhimento. Confirme clicando no botão Concluir . Extrato de lançamentos A função de extrato de
Extrato de lançamentos
Extrato de lançamentos

A função de extrato de lançamentos serve para consultar as notas que foram selecionadas no processo anterior. Você poderá consultar quais notas foram vinculadas a um registro de recolhimento (seleção). Para acessar esta funcionalidade, estando na página inicial clique no menu Guia de recolhimento e em seguida no sub- menu Extrato de lançamentos.

Informe na tela de consulta a competência e em seguida clique no botão Consultar. Todos os lançamentos encontrados na competência serão exibidos.

Figura 39
Figura 39

Para consultar as notas de cada lançamento, clique no ícone com o desenho de uma

lupa

.
.
Figura 40
Figura 40

Ao clicar na lupa, todas as notas do lançamento serão exibidas. Você poderá consultar

a situação de cada nota relacionada no lançamento.

Encerrar competência
Encerrar competência

A tela de encerramento de competência serve para gerar o guia ISS de todas as notas

que foram recolhidas. Para acessar esta função, estando na página inicial, clique no menu Guias de recolhimento e em seguida o sub-menu Encerrar competência.

Lembre-se de recolher todas as notas antes de encerrar a competência, assim evitará juros e multas caso tais notas sejam recolhidas fora da competência da emissão.

Na tela de encerramento, você poderá consultar todos os recolhimentos da competência. Para isso, após informar a competência, clique no botão Visualizar recolhimentos.

Um extrato será exibido apenas para simples conferência.

Figura 41
Figura 41

Para encerrar a competência, clique no botão Encerrar competência. Ao clicar no botão Encerrar competência um guia de pagamento foi gerado e poderá ser impresso na função Imprimir guias que será apresentado a seguir.

!
!

ATENÇÃO!

É de extrema importância encerrar a competência para que seja gerado

a declaração dos movimentos.

Imprimir guia
Imprimir guia

Aquelas empresas que efetuam o pagamento do ISS recolhido pelo DAM, poderão imprimir o documento através da função Imprimir guia. Para acessar essa função, estando na página inicial, clique no menu Guia de recolhimento e em seguida, acessando o sub-menu Imprimir guia.

Ao acessar a tela de impressão de guia, todos os guias pendentes de pagamento estarão disponíveis para impressão.

Quando uma competência é encerrada, um guia é gerado com o valor da soma do ISS de notas recolhidas (através da função Recolhimento de notas).

Figura 42 – Impressão do guia para pagamento
Figura 42 – Impressão do guia para pagamento

Para imprimir o guia, clique no botão Imprimir. Lembre-se de desbloquear o pop-up do seu browser (Internet Explorer, Firefox, Opera, etc).

Ao clicar no botão Imprimir o boleto estará disponível para impressão como mostra a figura a seguir:

Figura 43
Figura 43
Exportando dados
Exportando dados

Para as empresas que almejam importar dados do sistema NFS-e, tais empresas poderão efetuar o procedimento de exportação de dados. Através desta função é possível exportar dados relacionados a notas emitidas ou notas de serviço que foram recebidas.

Para acessar esta funcionalidade, estando na página inicial, clique no menu Relatórios, e em seguida no sub-menu Exportar dados. Você poderá optar por exportar dados das notas recebidas ou emitidas através dos menus disponíveis.

Como exemplo, iremos exportar as notas de serviços que foram prestados. Para isso, selecionaremos a opção NFS-e emitidas.

Figura 44
Figura 44

Informe a data inicial e a data final e o tipo de formato que deseja para exportar os dados. É importante frisar que a data inicial e a data final deverão estar na mesma competência, ou seja, você não poderá consultar notas de duas competências (por exemplo, Janeiro e Fevereiro). Para gerar o arquivo, clique no botão Exportar NFS-e. Um arquivo será gerado e será descarregado para seu computador.

Credenciamento
Credenciamento

O credenciamento de usuário é um processo na qual permite delegar permissões de acesso do sistema a terceiros. Uma empresa grande, geralmente é composta por

diversos funcionários que possuem determinadas responsabilidades. Vamos supor que uma empresa que presta serviço na manutenção de computadores necessite emitir uma NFS-e, entretanto, único responsável pela emissão esteja ausente. Como foi mencionando anteriormente, um usuário possui suas informações pessoais de acesso,

e tais informações jamais deverão ser compartilhadas. Para isso, existe a possibilidade de credenciar usuários a executar mesmas funções dentro do sistema. Para delegar permissões de acesso, basta que um funcionário esteja cadastrado (mesmo sendo tomador de serviços).

Isso permitirá que funcionários possuam funções distintas no sistema, ou seja, um funcionário tenha a possibilidade de apenas emitir NFS-e, enquanto outro (do setor administrativo, por exemplo) possua maiores privilégios como substituição ou cancelamento de uma nota.

Para dar privilégios de acesso a terceiros, é necessário o credenciamento desses usuários. Para isso, na tela principal do sistema, clique no menu Empresa e selecione a opção Credenciar Usuário.

Será exibido um formulário com um campo de CPF/CNPJ a ser preenchido. Preencha o CPF ou CNPJ da pessoa que você pretende delegar permissões de acesso e clique no botão Consultar.

É necessário que o CPF/CNPJ esteja cadastrado no cadastro de contribuinte.

Figura 45
Figura 45

Um novo formulário será exibido para selecionar as opções que estarão disponíveis no sistema para o usuário credenciado.

Figura 46
Figura 46

Confirme se o Nome do Contribuinte refere-se ao usuário a ser credenciado. Selecione as permissões de acesso que o usuário terá no sistema e em seguida clique no botão Concluir.

Uma vez credenciado, o usuário, mesmo sendo um tomador, poderá também selecionar uma empresa e executar operações da NFS-e caso o mesmo tenha permissões para tal.

Homologação
Homologação

Procedimento que permite que as empresas inscritas na prefeitura acompanhem a situação de sua solicitação, assim tomando conhecimento das observações realizadas pela Secretaria Municipal da Fazenda.

Figura 47
Figura 47

Caso a sua solicitação tenha sido indeferida, se atenha às informações contidas na coluna Observação. Para efetuar uma nova solicitação, clique no botão Efetuar nova solicitação.

Cadastro
Cadastro

A tela de cadastro nos permite a alteração de senha. E alteração de dados quando a

empresa ainda não estiver homologada. Caso contrário, você devera procurar a Secretaria Municipal da Fazenda para atualização dos dados do cadastro.

A

A

tela onde se atualiza a senha trata-se de passos simples, devendo apenas preencher

a

senha atual, seguido da nova senha, e realizando a confirmação de tal informação.

Após concluir a operação, sua nova senha já esta apta para ser usada.

Figura 48
Figura 48