Você está na página 1de 35

A cidade para o cidadão

O planeamento de pormenor em questão

A segurança rodoviária e
o ambiente urbano

Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 1


Acidentes
Dados Estatísticos
Acidentes com Vítimas

68% 66% 67% 70% Dentro das


localidades
Fora das
Localidades

ANO 2004

2001 2002 2003 2004 11 857


30 %

A grande maioria dos acidentes


rodoviários com vítimas ocorre 27 073
dentro das localidades 70 %
(zonas urbanas) Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 2


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Total de Vítimas

66% Dentro das


64% 62% 64%
Localidades
Fora das
Localidades

ANO 2004

2001 2002 2003 2004 18 074


34 %

Carca de dois terços do total de


vítimas decorre de acidentes dentro 35 070
66 %
das localidades
Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 3


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Vítimas Mortais
43% 43% 43%
42%
Dentro das
Localidades
Fora das
Localidades

ANO 2004

2001 2002 2003 2004 488


43 %

Cerca de metade das vítimas 647


57 %
mortais decorrem de acidentes
dentro das localidades
Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 4


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Feridos Graves
Dentro das
59% 62% Localidades
58% 57%
Fora das
Localidades

ANO 2004

2001 2002 2003 2004 1 603


38 %

Cerca de 60 % dos feridos graves 2 587


decorrem de acidentes dentro das 62 %
localidades
Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 5


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Feridos Leves

Dentro das
65% 65% 67% Localidades
63%
Fora das
Localidades

ANO 2004

15 824
2001 2002 2003 2004 33 %

Mais de 60 % dos feridos leves


decorrem de acidentes dentro das 31 995
67 %
localidades
Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 6


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Acidentes com Vítimas Dentro das Localidades
por Tipo de Via
69% 70%
IC
EN
Cerca de 70 % EM
dos acidentes ARRUAMENTOS ANO 2004
com vítimas OUTRAS
19 187
ocorrem em 21%
70 %
20%
arruamentos

1 785
7%
2003 2004

Cerca de 20 % ocorrem em EN’s 5 372 778


280
Apenas 7 % ocorrem em EM’s 20 %
1%
3%
Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 7


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Total de Vítimas Dentro das Localidades
por Tipo de Via
IC
EN
EM
ARRUAMENTOS
82% 84%
OUTRAS
66% 68% ANO 2004
24 066
68 %

23% 21%
12% 11%
2 423
7%

2001 2002 2003 2004


7 523 1 127
Nota-se uma tendência para o decréscimo 21 % 414 3%
1%
dos valores a partir de 2002
Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 8


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Vítimas Mortais Dentro das Localidades
por Tipo de Via
IC
58%
54% EN
48%
46% EM
38%
33% 35% 34% ARRUAMENTOS
OUTRAS
ANO 2004
53
11 %
229
46 %

2001 2002 2003 2004


171
34 %
37
13
7%
3% Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 9


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Feridos Graves Dentro das Localidades
por Tipo de Via
80% IC
78%
EN
62% 64%
EM
ARRUAMENTOS
OUTRAS
ANO 2004
25% 23% 1 669
15% 15% 64 %

229
9%

2001 2002 2003 2004

591
23 % 43 91
2% 3%
Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 10


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Feridos Leves Dentro das Localidades
por Tipo de Via
IC
84% 85% EN
EM
67% 68%
ARRUAMENTOS
OUTRAS ANO 2004
22 168
22% 21% 68 %

10% 10%

2 141
2001 2002 2003 2004 7%

6 761
21 % 358 999
1% 3%
Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 11


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Total de Vítimas Peões

91% 92% 93% Dentro das


92%
Localidades
Fora das
Localidades

ANO 2004

6 367
2001 2002 2003 2004 93 %

Mais de 90 % do total de vítimas 452


peões decorre de acidentes dentro 7%

das localidades
Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 12


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Peões Vítimas Mortais
Dentro das
66% 66% 66% 66% Localidades
Fora das
Localidades

ANO 2004

2001 2002 2003 2004


70
34 %

134
66 %

Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 13


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Peões Feridos Graves
Dentro das
87% 88% 87% 89%
Localidades
Fora das
Localidades

ANO 2004

2001 2002 2003 2004


678
89 %

88
11 %

Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 14


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos
Peões Feridos Leves

93% 94% 95% Dentro das


93%
Localidades
Fora das
Localidades

ANO 2004

5 555
2001 2002 2003 2004
95 %

Os números falam por si


294
5%

Fonte: DGV

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 15


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Acidentes
Dados Estatísticos

Cerca de 70% dos acidentes com vítimas ocorre dentro das


localidades

Cerca de dois terços do total de vítimas decorrem de


acidentes dentro das localidades

Quase metade das vítimas mortais decorrem dentro das


localidades

Cerca de 90% do total de vítimas peões decorre de acidentes


dentro das localidades

Dentro das localidades, cerca de 70% dos acidentes com


vítimas ocorre em arruamentos

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 16


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Porque ocorrem estas situações?
Ö Em muitos casos porque as características físicas das
infra-estruturas não se adequam às suas funções:
ƒ Localização e tratamento das travessia de peões;
ƒ Inexistência ou mau dimensionamento dos passeios;
ƒ Geometria das intersecções;
ƒ Perfil transversal das vias, por vezes demasiado alargado,
motivando a prática de velocidades elevadas onde, pelas
características funcionais e de ocupação não devem ser praticadas;
ƒ Localização das paragens de TP e condições de acesso às mesmas;
ƒ Sinalização inadequada e ineficaz;
ƒ Ordenamento viário inadequado;
ƒ …

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 17


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Porque ocorrem estas situações?

Ö Pela ausência de Normas de Projecto;

Ö Pela ausência de procedimentos que obriguem


à intervenção de Técnicos qualificados;

Ö Pela falta de acompanhamento dos planos,


projectos e obras por Técnicos municipais
qualificados.

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 18


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
ALGUNS EXEMPLOS

As imagens seguintes ilustram


algumas das situações atrás
referidas

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 19


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
O que está mal nesta fotografia ?
Melhores condições de espera do TPR

Péssimas condições de espera para situação de perigo


os utentes do TPRP
para o peão
A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 20
Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
O que está mal nesta fotografia ?

Perigosas
condições de
atravessamento
das crianças
de visita ao
Aquário Vasco
da Gama situação de perigo para o peão
A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 21
Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
Proposta de intervenção …

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 22


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
O que está mal nesta fotografia ?

Passeio
parcialmente
obstruído na
zona do
abrigo
situação de perigo para o peão
A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 23
Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
Descubra as diferenças …

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 24


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
O que está mal nesta fotografia ?

O automobilista
confunde o peão
com um utente
em espera do
TPRP;
Ausência de
passeios e onde
existem
encontram-se
obstruídos
situação de perigo para o peão
A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 25
Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
Descubra as diferenças …

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 26


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
O que está mal nesta fotografia ?

situação de perigo para o peão


A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 27
Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
O que está mal nesta fotografia ?

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 28


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
O que está mal nesta fotografia ?

Largura do
passeio
insuficiente
na zona do
canteiro

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 29


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
Descubra as diferenças …

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 30


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
O que está mal nesta fotografia ?

Estacionamento
na zona da
passadeira

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 31


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
Descubra as diferenças …

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 32


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
O que está mal nesta fotografia ?

Ausência de
passeio na zona do
estacionamento

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 33


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Exemplos …
Descubra as diferenças …

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 34


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano
Conclusão

Retira-se, desta reflexão, a necessidade de:

B As entidades competentes promoverem a


elaboração e aplicação de Normas de Projecto;

B Os planos, projectos e obras serem


obrigatoriamente elaborados e acompanhados
por Técnicos qualificados, com formação
específica e registados nos organismos
adequados (p.ex: Ordem dos Arquitectos,
Ordem dos Engenheiros, etc).

A CIDADE PARA O CIDADÃO A Segurança Rodoviária 35


Ordem dos Arquitectos – Janeiro 2006 e o Ambiente Urbano