Você está na página 1de 2

Prof. MSc.

Joo Vincius de Frana Carvalho


Mtodos Quantitativos
Lista de Inferncia Estatstica
1) Considere X1, X2, ..., Xn uma amostra aleatria de cada uma das
distribuies cujas funes (densidade) de probabilidade sejam f X(x)
ou P(X=x), dadas em cada item. Encontre o estimador de mxima
verossimilhana para o parmetro em cada um dos casos a seguir.
a) A amostra foi proveniente de uma distribuio Bernoulli(p).
b) A amostra foi proveniente de uma distribuio
Exponencial().
c) A amostra foi proveniente de uma distribuio Poisson().
d) A amostra foi proveniente de uma distribuio Normal(,1).
e) A amostra foi proveniente de uma distribuio Normal(0,).
Dados:
Se X | p ~ Bernoulli(p), ento P(X=1|p) = p
Se X | ~ Exponencial(), ento fX(x|) =

, para todo x 0.

Se X | ~ Poisson(), ento P(X=k|) =


Se X | (,) ~ Normal(,), ento fX(x|,) =

, para todo x.

2) Uma certa seguradora s registra dois tipos de sinistros: perda total e


parcial. Segundo o censo mais recente, 60% da carteira de clientes
jovem e 40% adulta. Sabe-se que a probabilidade de um indivduo
jovem sofrer uma perda parcial de 10%, enquanto que a
probabilidade de um indivduo adulto sofrer uma perda total de
30%.
Posto que voc acabou de receber uma notificao de uma perda
total, qual a probabilidade de ter sido provocada por um jovem?

3) Em um setor de atividade, as empresas A, B e C possuem um market


share de, respectivamente, 25%, 35% e 40%. Da produo de cada
empresa, 5%, 4% e 2%, respectivamente, so produtos defeituosos.
Escolhe-se, ao acaso, um produto e verifica-se se ou no
defeituoso.
a) Qual a probabilidade de que este produto seja defeituoso?
b) Qual a probabilidade de que este o produto tenha vindo da
empresa A?
c) Qual a probabilidade de que este o produto tenha vindo da
empresa B?
d) Qual a probabilidade de que este o produto tenha vindo da
empresa C?
4) Um famoso e implacvel auditor contbil, ao avaliar suas
probabilidades de encontrar uma fraude praticada por seu cliente,
"desconfia" que ela possa ser culpado. Baseado na experincia
prvia, ele assume que a probabilidade de o cliente ser culpado
0,05. Aqui, a quantidade de interesse desconhecida e o indicador
da fraude ( = 0 ou 1).
Para aumentar a informao sobre a fraude praticada, o auditor
solicita uma evidncia X, cuja probabilidade de indicar corretamente
a fraude seja de 90% e de indicar um falso positivo de 50%.
a) Calcule a distribuio a posteriori de dado que o resultado
do teste X foi negativo.
Para confirmar a informao sobre a culpa, o auditor aplica uma
tcnica Y, cuja probabilidade de indicar corretamente a culpa seja de
99% e de indicar um falso positivo de 1%.
b) Calcule a nova distribuio a posteriori de dado que o
resultado do teste Y foi negativo e o teste X apontou a
ausncia da fraude.

Você também pode gostar