Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDEERAL DO MARANHO

CENTRO DE CINCIAS EXATAS E TECNOLOGIA


DOSCENTE: PATRYCKSON MARINHO SANTOS
DISCENTE: ANA FLAVIA CAMPOS, FRANCISCO LUCAS FORTES, CAIO JOSE
BORGES, YURI BRANDAO FURTADO e TALLES VINICIUS XIMENES

TRABALHO DE ELETRICIDADE APLICADA


REFERENTE SEGUNDA NOTA

SO LUIS-MA
AGOSTO 2016

Lmpada: A cada 6m100W


E a cada 4m inteiros60W
Essa regra de iluminao est para incandescente. Da forma, aps calculadas as
potncias, as mesmas foram divididas por (5).
Essa diviso, por sua, vez, resulta na potencia de uma lmpada fluorescente.

Tomadas: *sala, quarto,...:


Area<=6m 1TUG
Area>6m 1 TUG a cada 5m de comprimento ou frao de permetro.
*cozinha, copa, rea de servio, lavanderia: 3 primeiras tomadas so de 600W.
1 tomada a cada 3,5m de permetro
Quadro de cargas:
Na corrente calculada, apenas se dividiu cada potncia por 220v, j que
individualmente, os circuitos so monofsicos.
Na corrente calculada, foi dividida a potncia total por 660w, j que no geral, o circuito
trifsico.
Na corrente de projeto, individualmente foi feito Corrente calculada x 1,25 (fator de
segurana).
J na corrente de projeto total, fez-se corrente total calculada*1,25 *0,7(fator de
corrente)
**O fator de corrente estabelecido a fim de dimensionar disjuntores. A mesma diz que
na maior das instncias, apenas 70% de todos os aparelhos eletrnicos estaro
funcionando ao mesmo tempo.
O dimensionamento das bitolas foram feitos baseados na tabela da Pirelli Condutores a
70C estilo B1 (condutores embutidos em alvenaria), pela lei NBR 5410/1997 e seo
6.2.6, 6.2.5, 6.2.7, 5.3.3, 5.3.4 e 5.1.3.
Ao adotar o dimetro de 2,5mm para circuitos que demandam um disjuntor bem menor
e apenas uma deciso tomada pela maioria dos escritrios de engenharia.