Você está na página 1de 8

ACENTUAÇÃO POLÊMICAS

Prof. Fernando Pestana

Por incrível que pareça, o "bobinho" assunto ACENTUAÇÃO, para o qual ninguém dava a mínima bola, tem se tornado motivo de altas discussões devido às polêmicas entre as bancas.

Leia as perguntas e as respostas abaixo para entender melhor:

1) Afinal, quando as paroxítonas são terminadas de modos diferentes, isso significa que elas são acentuadas por regras diferentes ou pela mesma regra? Por exemplo, as palavras "incrível" e "álbum" são acentuadas pela mesma regra de acentuação ou não?

> Nunca li em nenhuma gramática que as paroxítonas com terminações diferentes

recebem acento por motivos ou regras diferentes

pelo fato de terminarem em letras diferentes. Se esse raciocínio for válido, ou seja, se dissermos que a palavra "incrível" é acentuada por motivo diferente de "álbum", teremos de dizer que uma oxítona terminada em "a", como "cajá", é acentuada por

razão diferente de "mocotó", só pelo fato de uma terminar em "a" e outra, em "o". Parece-lhe sensato dizer que "incrível" e "álbum" são acentuadas por regras diferentes? Parece-lhe sensato dizer que "cajá" e "mocotó" são acentuadas por regras diferentes? A mim não parece sensato, pois seria como dizer que um carro vermelho e um carro azul não são igualmente carros, quando todos sabemos que, independentemente da cor, ambos são carros. Logo, dizer que uma paroxítona terminada em "l" não é acentuada pelo mesmo motivo que uma paroxítona terminada em "um" é, no mínimo, incoerente, pois ambas são acentuadas pela mesma regra: a regra das paroxítonas. Infelizmente, muitas bancas veem isso diferentemente, o que causa um pagode daqueles

(-ã, -i, -l, -n, -ps, -r, -um, -x

)

2) Afinal, as palavras monossílabas tônicas são acentuadas pela mesma regra das oxítonas ou elas têm regra própria? Por exemplo, a palavra "fé" é acentuada por motivo igual ou diferente de "café"?

> Não são poucos os gramáticos (como Bechara, Cegalla e outros) que registram

em suas gramáticas o seguinte: existe a regra de acentuação das monossílabas tônicas e existe a regra de acentuação das oxítonas. Logo, não se pode dizer que elas são acentuadas pela mesma regra. Mas alguns gramáticos, que copiaram e colaram o texto do acordo ortográfico (o velho e o novo dizem o mesmo nessa parte) em suas gramáticas, registram obviamente o que o texto do acordo diz; trocando em miúdos, é isto: as monossílabas tônicas recebem acento pela mesma razão que as oxítonas, porque ambas se encaixam na mesma regra. É de deixar qualquer cristão de cabelo em pé! Resumo da ópera para o concurseiro: há bancas que entendem ser a palavra "fé" acentuada por motivo igual a "café"; mas há bancas que entendem ser a palavra "fé" acentuada por motivo diferente de "café".

3) Afinal, paroxítonas terminadas em ditongos crescentes são acentuadas por uma regra específica/especial dentro das paroxítonas? Por exemplo, a palavra "história" é acentuada por motivo igual ou diferente de "caráter"?

> Nunca li em gramática nenhuma que paroxítonas terminadas em ditongos crescentes são acentuadas por uma regra específica dentro das paroxítonas, a

Raciocine: se "história"

e "caráter" são palavras paroxítonas, por que dizer que são acentuadas por motivos diferentes, como se houvesse "sub-regras" dentro de uma "regra principal" e que as sub-regras seriam determinantes (em detrimento da regra principal) a ponto de

tratarmos como diferentes palavras de mesma natureza (paroxítonas)? Não vejo lógica nisso, nem algumas bancas; mas há bancas de prestígio que julgam diferente. Você vai ver daqui a pouco

ponto de ser colocada à parte como uma espécie especial

4) Afinal, palavras paroxítonas terminadas em ditongo crescente, que podem ser interpretadas como "proparoxítonas eventuais/acidentais", como em "colégio" (co-lé-gio ou co-lé-gi-o), devem ser encaradas como diferentes ou iguais às proparoxítonas? Por exemplo, a palavra "colégio" é acentuada por motivo igual ou diferente de "fósforo"?

> O fato de uma paroxítona terminada em ditongo crescente poder ser interpretada

como proparoxítona eventual/acidental não a torna uma proparoxítona, logo não

faz sentido encarar "colégio" e "fósforo" como palavras acentuadas pela mesma regra. E é assim que veem as bancas, até então!

COMO AS BANCAS TRABALHAM ESSE IMBRÓGLIO TODO???

Adivinha?! Elas pensam diferentemente umas das outras, o que significa que o concurseiro está inserido num samba do crioulo doido, tendo que saber

para não errar de

previamente como cada banca vê esses casos supracitados

bobeira uma questão "boba" de acentuação. Pô, Pestana, isso é muita crueldade!

Eu

você. Então, lá vai

sei justamente por saber disso, eu, como professor, tenho o dever de alertar

CONHEÇA AS BANCAS E AS QUESTÕES SOBRE ISSO

Funcab - Faceli - Técnico Administrativo 2015

- São acentuadas por diferentes razões:

(A)

crônicas, páginas

(B)

clichês, pé

(C)

família, irreconhecível

(D)

lírico, rápida

(E)

inútil, irrecuperável

Gabarito: C. Olhe de cara a letra B: a banca considerou que "clichês" (oxítona) e "pé" (monossílaba tônica) são acentuadas pela mesma razão. Além disso, considerou que "família" e "irreconhecível" são acentuadas por razões diferentes, por considerar a primeira como paroxítona terminada em ditongo crescente (com o detalhe de que pode ser interpretada como uma "proparoxítona eventual/acidental", o que não invalidaria o fato de ela continuar sendo acentuada por ser paroxítona) e por considerar a segunda como uma paroxítona terminada em "l". Para essa banca, portanto, paroxítonas com terminações diferentes não são

acentuadas pela mesma regra

sobre a Funcab! Ops

Pera!!!

ou pela mesma razão. Guarde essa informação

Para tudo!!!!! Calma aí!!!

Olhe isto:

Funcab - CRF/RO - Auxiliar de Serviços Gerais 2015

- Recebem acento pela mesma razão:

(A)

ódio, silêncio.

(B)

primário, paletó.

(C)

atraída, óculos.

(D)

cólera, contraídos.

(E)

até, vê.

Gabarito: A. As palavras da letra A são paroxítonas terminadas em ditongo

crescente, ou seja, são acentuadas pela mesma razão. Ninguém duvida disso! Mas

Na

questão anterior (pasmem

(monossílaba tônica) foram consideradas palavras acentuadas pela mesma razão e,

agora, nesta questão, a Funcab considerou "até" (oxítona) e "vê" (monossílaba tônica) como palavras acentuadas por razões diferentes. Como pode isso?!?!?!

Afinal, qual é a verdade para a Funcab? Não sei mais

da mesma banca!!!), "clichês" (oxítona) e "pé"

observe a letra E, por favor! Sim, é isso mesmo: esquizofrenia detectada

:P

Cespe - Telebras - Assistente Técnico 2015

- A palavra está” recebe acento gráfico em decorrência da mesma regra que determina o emprego do acento no vocábulo três.

Gabarito: errado. Sim, a banca considerou que "está" e "três" não recebem acento em decorrência da mesma regra, logo o Cespe entende que a primeira é acentuada pela regra das oxítonas e a segunda, pela regra das monossílabas tônicas. Guarde essa informação sobre o Cespe!

FGV - Pref. Paulínia/SP - Guarda Municipal 2015

- As duas palavras do texto 2 que recebem acento gráfico por razões diferentes são:

(A)

homicídio/média;

(B)

país/juízes;

(C)

histórico/pública;

(D)

secretários/relatório;

(E)

está/é.

Gabarito: E. Sim, a banca considerou que "está" e "é" recebem acento por razões

diferentes, logo a FGV entende que a primeira é acentuada pela regra das oxítonas

e a segunda, pela regra das monossílabas tônicas. Guarde essa informação sobre a FGV!

Cursiva - CIS/AMOSC/SC - Auxiliar Administrativo 2015

- Indique a alternativa que todas as palavras estão acentuadas pela mesma regra:

(A)

nível flúor tórax ausência

(B)

pontapé – através chulé – vê

(C)

jiló – dominó – bibelô – dó

(D)

porém vintém alguém hífen

Gabarito: A. Note que a banca, coerentemente, encara as paroxítonas com terminações diferentes (-l, -r, -x e ditongo crescente) como acentuadas pela mesma regra! Note também, nas letras B e C, que ela não considera que as monossílabas tônicas sejam acentuadas pela mesma regra das oxítonas. Guarde isso!

EXATUS/PR - Prefeitura de Nova Friburgo/RJ - Guarda Municipal 2015

- Assinale a alternativa em que as palavras estão acentuadas pela mesma regra:

(A)

semáforo rodoviárias câmera.

(B)

memória polícia fichário.

(C)

fósforo – ônibus ozônio.

(D)

miúdo súplica elétrico.

Gabarito: B. Note de cara as letras A e C: apesar de haver paroxítonas terminadas em ditongo crescente, que podem ser interpretadas como proparoxítonas eventuais (rodoviárias, ozônio), e proparoxítonas (semáforo, câmera, fósforo, ônibus), a banca entendeu coerentemente que as palavras dessas opções são acentuadas por regras diferentes.

CAIP-IME - Consórcio Intermunicipal Grande AB - Procurador 2015

- Em todas as alternativas temos palavras acentuadas pela mesma regra, EXCETO:

(A)

nós já – só.

(B)

até – você – também.

(C)

várias língua líder.

(D)

pudéssemos expressaríamos responsável.

Gabarito: D. Observe a letra C: a banca considerou as paroxítonas terminadas em ditongo crescente (várias, língua) e a paroxítona terminada em -r(líder) como palavras acentuadas pela mesma regra! Guarde isso sobre a banca!

EXATUS - BANPARÁ - Técnico em Informática 2015

- Assinale a alternativa em que as palavras recebem acento gráfico pela mesma norma gramatical:

(A)

política crítica traído.

(B)

possível sítio política.

(C)

daí – até – pé.

(D)

crítica – árvore dóceis.

(E)

importância dóceis série.

Gabarito: E. Note, na letra E, que há duas paroxítonas terminadas em ditongo crescente (importância e série) e uma paroxítona terminada em ditongo decrescente (dóceis), ou seja, terminações diferentes. Segundo a banca, essas palavras recebem acento gráfico pela mesma norma gramatical.

Esaf - Esaf - Analista de Planejamento e Orçamento 2015

- No que concerne às estruturas linguísticas do texto, assinale a opção correta.

(A) As palavras destacadas no trecho que a consagrou, o momento é mais do que

oportuno para examinar que novas feições ela adquiriu após tantos sonhos

desfeitos e outros tantos pervertidos e que atualização lhe deram as expectativas

(l.

3 a 7) referem-se a palavra "utopia”’ (l. 2).

(B)

As aspas encontradas em utopia(l. 2), novo homem(l. 21 e 22) e

descoberta(l. 24) foram usadas, pelo autor, para imprimir a essas palavras um significado contrário aos seus respectivos sentidos originais.

(C) No trecho abertas por elas(l. 12), o pronome elasretoma novas feições

(l. 4 e 5).

(D) O acento nas palavras vésperas(l.1), ciências(l. 9) e econômicas(l. 29)

justifica-se devido à mesma regra de acentuação gráfica.

(E) A expressão uma distorção(l. 43) funciona, sintaticamente, como objeto

direto de A distopia(l. 43).

Gabarito: A. Não importam as outras opções. Leia direto a letra D: observe que a banca, coerentemente, considera como acentuadas por regras diferentes a paroxítona terminada em ditongo crescente ciências(mesmo podendo ser interpretadas como proparoxítonas eventuais/acidentais) e as legítimas proparoxítonas vésperase econômicas.

Cespe - TRT/RJ - Analista Judiciário (Área Judiciária - Execução de Mandados) 2008

- Considerando aspectos de grafia, acentuação, flexão nominal e pontuação, assinale a opção correta.

(A) As palavras "distâncias" (l.1) e "caráter" (l.2), acentuam-se com base na

mesma regra de acentuação.

(B) A retirada das vírgulas que isolam a oração "para refazer as suas energias

produtivas" (l.6) alteraria o sentido original do texto.

(C) A flexão de plural da palavra "mão-de-obra" (l.7) corresponde a mãos-de-

obras, ou seja, utiliza-se o mesmo processo de flexão de plural utilizado no substantivo "bóias-frias" (l.18).

(D) Na linha 13, o emprego da vírgula logo após "valores" é facultativo e, por isso,

sua retirada não alteraria o sentido do texto.

(E) A palavra "ascender" (l.22) poderia ser corretamente grafada, nesse contexto,

também como acender.

Gabarito: B. Vá direto para a opção A: para o Cespe, paroxítonas com terminações diferentes (distâncias, terminada em ditongo crescente; caráter, terminada em -r) são acentuadas com base em regras de acentuação diferentes. Guarde isso! No entanto, numa outra questão da mesma banca (CESPE - AL-CE - Analista

Legislativo 2011), ela considerou que as palavras dicionárioe possíveissão acentuadas pela mesma regra de acentuação gráfica, por serem terminadas em ditongo (crescente e decrescente, respectivamente).

Cespe - DPU - Analista - 2016

- Presentes no texto, os vocábulos caráter, intransferívele “órgãossão acentuados em decorrência da regra gramatical que classifica as palavras paroxítonas.

Gabarito: certo. Note que a banca, desta vez, não deu a entender que tais

paroxítonas com terminações diferentes sejam acentuadas por regras diferentes, e

sim pela mesma regra. Vai entender

é de enlouquecer a gente

FCC - TRE/PE - Técnico Judiciário (Área Administrativa) 2004

- As palavras que recebem acento gráfico pela mesma razão que o justifica em VÁRIOS, são

(A)

estômago e provável.

(B)

ocorrência e predatório.

(C)

influência e insaciável.

(D)

marítimas e também.

(E)

número e até.

Gabarito: B. Vários, ocorrência e predatório são paroxítonas terminadas em ditongo crescente, por isso recebem acento pela mesma razão. Note que a banca considerou as palavras influênciae insaciável, paroxítonas com terminações diferentes (influência, terminada em ditongo crescente; insaciável, terminada em -l), como acentuadas com base em regras de acentuação diferentes. Guarde essa visão da FCC!

Vunesp - TJ/SP - Analista de Sistemas 2012

- Seguem a mesma regra de acentuação gráfica relativa às palavras paroxítonas:

(A)

probatório; condenatório; crédito.

(B)

máquina; denúncia; ilícita.

(C)

denúncia; funcionário; improcedência.

(D)

máquina; improcedência; probatório.

(E)

condenatório; funcionário; frágil.

Gabarito: C. Na letra C, todas são acentuadas por serem paroxítonas terminadas em ditongo crescente. Mas observe a letra E: a banca considerou que as duas primeiras são acentuadas por serem paroxítonas terminadas em ditongo crescente e a última, por ser paroxítona terminada em l. Guarde essa visão da Vunesp!

Iades - SES/DF - Auxiliar Operacional de Serviços Diversos 2014

- Os vocábulos acentuados graficamente pela mesma regra são

(A)

característicase bebês.

(B)

númeroe níveis.

(C)

bebêse “é”

(D)

aléme “água.

(E)

consistênciae lábios.

Gabarito: E. Observe logo de cara a letra C: diferentemente da Funcab, esta banca não considera que uma palavra monossílaba tônica (é) seja acentuada pela mesma regra de uma oxítona (bebês). Guarde isso sobre a Iades, hein!

CONSULPLAN - TSE - Analista Judiciário - Análise de Sistemas 2012

- Assinale a palavra que NÃO tenha sido acentuada pelo mesmo motivo que as demais.

(A)

substituído

(B)

polícia

(C)

jurisprudência

(D)

saqueável

Gabarito: A. Apesar de políciae jurisprudênciaserem paroxítonas terminadas em ditongo crescente, saqueável” é paroxítona terminada em L. Mas, para esta banca, se o gabarito é a opção A, isso significa que todas as paroxítonas são acentuadas pela mesma regra! Guarde isso sobre a Consulplan!

Funiversa - PC/DF - Agente de Polícia - 2009

- Assinale a alternativa em que a acentuação das palavras relacionadas pode ser justificada com base na mesma regra.

(A)

"fé", "país", "também", "é", "constrói".

(B)

"ciência", "Daí", "ignorância", "consciência".

(C)

"ciência", "ignorância", "consciência", "práxis".

(D)

"fé", "também", "Daí", "constrói".

(E)

"científico", "inúmeros", "espíritos", "construírem".

Gabarito: C. Note que a banca considerou que, independentemente da terminação diferente (as três primeiras terminam em ditongo crescente e a última termina em "-is"), todas as paroxítonas são acentuadas pela mesma regra. Guarde isso sobre a Funiversa!

AOCP Sercomtel Analista 2016

- Em Quando a gente acha que encontrou o equilíbrio, há um giro inesperado., o termo em destaque recebe acento pela mesma regra que o vocábulo

(A)

terrível.

(B)

destrói.

(C)

espírito.

(D)

carência.

(E)

difíceis.

Gabarito: D. Mais uma banca que encara paroxítonas com terminações diferentes (terrível, carência, difíceis) como palavras acentuadas por regras diferentes. Acho isso o cúmulo! Por que a banca ficou com a letra D? Porque equilíbrioe carênciasão paroxítonas terminadas em ditongo crescente. Vida que segue

FIM DE PAPO!

Percebeu a quantidade de divergência entre bancas diferentes

assunto? Sim, é tenso! Não desanime, entretanto, pois todos estamos no mesmo

sobre um mesmo

barco

Bola para frente! ;)

Ø

CONHEÇA MEU SITE: www.portuguescompestana.com.br