Você está na página 1de 2

EXCELNTISSIMO SENHOR JUIZ TITULAR DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL DA

COMARCA (CIDADE)(ESTADO)

Inqurito n

ITALO CAMARGO, nacionalidade, estado civil, agente fiscal, RG n, CPF n,


residente e domiciliado rua, n, bairro, mediante seu advogado e procurador
ao final subscrito, vem respeitosamente, presena de Vossa Excelncia,
com fundamento no art. 100 do Cdigo penal, propor

QUEIXA-CRIME

Em desfavor de PATRICIA ABRANTES, nacionalidade, estado civil, profisso,


RG n, CPF n, residente e domiciliado rua, n, bairro, em razo dos
argumentos fticos e jurdicos a seguir delineados

Trata-se de queixa-crime ajuizado por ITALO CAMARGO em desfavor de


PATRICIA ABRANTES em razo de ter esta na presena de varias pessoas
proferido ofensa contra o querelante, no sentido de imputar-lhe a cobrana
indevida de propina, incidindo assim na pratica de crime de calunia (art. 138
, cdigo penal), com o aumento de pena de um tero (art. 141, III, cdigo
penal)
III-

DOS FATOS
DOS FUNDAMENTOS

Cabimento da queixa-crime no crime de calunia, com indicao da situao


do aumento de pena
III-

DOS REQUERIMENTOS FINAIS

luz do exposto, ITALO CAMARGO, ao tempo em que pugna pelo


recebimento da presente queixa-crime requer
a) A condenao da querelada s penas do art. 138, com o aumento de
pena de um tero, nos termos do art. 141, III, do cdigo penal
b) A citao da querelada para apresentar defesa , nos termos do art.
66, da Lei 9.099/95
c) A frao do quantum mnimo de indenizao , a ser executada no
juzo cvel, nos crimes do art. 138, IV, do cdigo de processo penal.

Nestes termos
Pede deferimento

Comarca, data
___________
Advogado
OAB n