Você está na página 1de 2

O problema se baseia no seguinte:

O mercador comprou 12 prolas, sendo 11 com o mesmo peso e 1 diferente das demais. Ele dever fazer
apenas 3 pesagens na balana de dois pratos e ir constatar qual a prola com peso diferente assim
como qual a relao do seu peso com as demais.
Vejamos como foi que eu tentei resolver o problema.
Primeiro eu fiz 6 possibilidades antes de partir para as pesagens. Vejamos:

Sabemos que a prola diferente ser: mais leve ou mais


pesada que as demais.
Vamos chamar a massa da prola diferente de Y e as iguais
de X e o valor a mais ou a menos de T.
Logo:
Y = X+T
Portanto, temos as seguintes analises para cada
possibilidade acima:
1 X+T=11X >>>> T=10X e a massa da prola diferente
ser 11X.
2 X+(X+T)=10X >>>>T=8X e a massa da prola
diferente ser 9X.
3 2X+(X+T)=9X >>>> T=6X e a massa da prola
diferente ser 7X.
4 3X+(X+T)=8X >>>> T=4X e a massa da prola
diferente ser 5X.
5 4X+(X+T)=7X >>>> T=2X e a massa da prola diferente
ser 3X.
6 5X+(X+T)=6X >>>> T=0X e a massa da prola
diferente ser 1X
A 6 possibilidade NO pode ocorrer porque a massa da prola tem que ser diferente das demais, caso
contrrio a balana se equilibraria. Nos sobra apenas as 5 primeiras possibilidades.
Em cada uma das demais PODE ocorrer equilbrio, assim como NO.
Se na primeira pesagem ocorrer 5 possibilidade e tendo em vista que ele far apenas 3 pesagens,
vamos ter as seguintes situaes:
- a balana se equilibrar ou vai pender pra um dos dois pratos.
Analisando a balana em equilbrio e pendendo para o 1 prato, indica que ela estar l e mais pesada
que as outras, logo:

4X+(X+T)=7X >>> T=2X e o peso da prola Y=3X ....................se ela tiver no 2 prato, ela ser mais
leve que as demais, logo:
5X>6X+(X+T) >>>> T<-2X o que um ABSURDO tendo em vista que no existe massa negativa.
Entretanto, se a balana pender para o segundo prato, teremos: