Você está na página 1de 16

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira Acção N.º 1 – Rumo à Família Proporcionar um

Acção N.º 1 Rumo à Família

Proporcionar um maior envolvimento dos pais/encarregados de educação na Escola, uma vez este tem efeitos positivos nos resultados escolares dos seus educandos. Simultaneamente, os próprios pais poderão beneficiar desta participação, em termos da valorização do seu papel activo de educadores, do conhecimento do funcionamento da escola, de uma maior informação sobre o sistema de educação/formação, do alargamento da construção de redes sociais de apoio (conhecendo novos pais e professores e auxiliares da Assistentes operacionais), e ainda, do desenvolvimento da consciência da cidadania, tornando-os mais interventivos na causa.

COORDENADOR DA ACÇÃO

Coordenadora do Núcleo Construir Famílias (professor Paulo Renato)

SITUAÇÃO PROBLEMA

A participação dos pais/encarregados de educação na escola continua a ser reduzida e a família delega totalmente na escola a tarefa da educação.

DIAGNÓSTICO INICIAL

Demissão dos diferentes actores, intervenientes no processo educativo no desempenho do seu papel;

Baixo nível socio-económico das famílias;

Dificuldades de aprendizagem proveniente de contextos familiares com baixos níveis de escolaridade e de literacia;

Culturas com códigos linguísticos que contrastam com os códigos da Escola

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

           

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

 

Crédito

afecto à

actividade

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

   

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

 

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

6

V@lSegur

1 vez/ semana

Família

Coordenador do

 

4

   

-------

     

7

GIS

 

1 vez/ semana

Família

núcleo Construir

 

4

           

Famílias (

-------

                   
   

1 vez/ semana

Família

Professor Paulo

           

9

EMIS

Renato)

 

4

-------

 

OBJECTIVOS

 

METAS

 

INDICADORESDE MEDIDA

 

Promover o sucesso

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

Dados estatísticos

 

Reduzir a indisciplina

Grelhas de análise

Evitar o abandono escolar

Relatórios

 

Promover a imagem do agrupamento

 

Questionários

Melhorar as condições físicas e psicológicas de recepção e atendimento aos pais dos nossos alunos.

Entrevistas

Focus group

Desenvolver actividades que cultivem empatia entre a escola e a família

 

PARCERIAS

Centro de Saúde; CPCJ; PSP e Associação de pais

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira Acção N.º 2 – Pensar em Português Responder em

Acção N.º 2 Pensar em Português

Responder em termos de apoio no Domínio da Língua Portuguesa e ao estipulado do DN nº7/2006. Dinâmicas de apoio ao aluno, dramatizações, concursos, recontos, jogos lúdicos, pesquisa, glossários, escrita colectiva, momento de poesia, celebração do autor. Integração ao novo contexto escolar (alunos recém chegados do estrangeiro e/ou com PLNM).

COORDENADOR DA ACÇÃO

Coordenadora do Departamento das Línguas (professora Conceição Fernandes)

SITUAÇÃO PROBLEMA

Lacunas ao nível do Domínio da Língua Portuguesa e diversidade étnica e cultural existente no Agrupamento.

DIAGNÓSTICO INICIAL

Percentagem de alunos com dificuldades no domínio da Língua Portuguesa.

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

         

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

Crédito

afecto à

actividade

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

   

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

       

Coordenadores de

           

2

V@lpensar

1 X por mês

Docentes

Departamento

Docentes

3

Form@to

1 por ano

Pessoal Docente e Não Docente

Directora

           
       

Coordenadora do

           

10

Entre Línguas

3h por semana

Alunos

Departamento de

Docentes

Línguas

OBJECTIVOS

Colmatar as dificuldades se reflectem em todas as áreas curriculares;

Promover o desenvolvimento das competências transversais e o sucesso educativo;

Promover a articulação Vertical e Horizontal;

Aquisição de competências no Domínio da Língua Portuguesa.

METAS

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

INDICADORES DE MEDIDA

Actas

Registos Diversos

Relatórios

Plano Curricular do Agrupamento

PARCERIAS

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira Acção N.º 3 – Enriquecer o Saber Apoiar as

Acção N.º 3 Enriquecer o Saber

Apoiar as aprendizagens proporcionando um mundo de cultura e saberes aos membros da comunidade escolar, oferecendo-lhes a possibilidade de se tornarem pensadores críticos e efectivos usuários da informação.

COORDENADOR DA ACÇÃO

Professoras bibliotecárias (professora Márcia Veloso e Cristina Assunção)

SITUAÇÃO PROBLEMA

A falta hábitos de Leitura e Pesquisa e o pouco desenvolvimento do sentido crítico.

DIAGNÓSTICO INICIAL

Tratamento estatístico relativo à requisição de livros e utilização da Biblioteca como forma de estudo/pesquisa.

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

         

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

Crédito

afecto à

actividade

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

 

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

       

Coordenadores de

           

2

V@lpensar

1 X por mês

Docentes

Departamento

Docentes

3

Form@to

1 por ano

Pessoal Docente e Não Docente

Directora

           
       

Coordenador do

           

Docente e Não Docente

Núcleo

Docentes e Não Docentes

4

V@l.com

Semanal

Comunicação e

 

Imagem

 

OBJECTIVOS

Facultar espaços de conhecimento e aprendizagem;

Educar para a leitura e literacia.

METAS

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

INDICADORESDE MEDIDA

Dados estatísticos

Grelhas de análise de trabalhos de alunos

Relatórios

Questionários

Entrevistas

Focus group

Informal Feedback

 

Biblioteca Municipal da Moita;

PARCERIAS

Rede de Bibliotecas Escolares;

Plano Nacional de Leitura.

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira Acção N.º 4 – Ciência Activa Proporcionar momentos/espaços

Acção N.º 4 Ciência Activa

Proporcionar momentos/espaços onde se possam desenvolver experiências laboratoriais.

COORDENADOR DA ACÇÃO

Coordenador do Departamento de Matemática e Ciências Experimentais (professor Pedro Guerreiro)

SITUAÇÃO PROBLEMA

Dificuldades na articulação ao nível dos laboratórios experimentais que favorecem aprendizagens significativas e diferenciadas a todos os níveis de ensino e no insucesso da disciplina de Matemática.

DIAGNÓSTICO INICIAL

Percentagem de alunos com níveis inferiores a três na disciplina de Matemática e resultados obtidos da Provas de Aferição em Exames. Nacionais.

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

         

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

 

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

Crédito

afecto à

actividade

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

 

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

 

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

2

V@lpensar

                 

3

ForM@to

                 
 

OBJECTIVOS

 

METAS

   

INDICADORESDE MEDIDA

 

Conceber situações de aprendizagem através da experimentação;

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

Actas

 

Registos Diversos

Ser capaz de observar, experimentar, levantar hipóteses e ter curiosidade em saber.

Relatórios

 

Plano Curricular do Agrupamento

 

PARCERIAS

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira Acção N.º 5 – Educar P’la Arte Explorar as

Acção N.º 5 – Educar P’la Arte

Explorar as expressões plásticas, acústicas e físicas. Partilha e troca de saberes e experiências em áreas como: expressão corporal, expressão manual,

comunidade educativa).

expressão cultural (abertos a toda a

COORDENADOR DA ACÇÃO

Coordenador do Departamento de Expressões (professor Josué Cabanejo)

SITUAÇÃO PROBLEMA

Pouco recursos externos na comunidade envolvente, vivências de “Arte”de bairro, pouca valorização do património cultural Português (falta de hábitos Sócio Culturais).

DIAGNÓSTICO INICIAL

Notória falta de conhecimento ao nível das Expressões Artísticas.

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

         

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

 

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

Crédito

afecto à

actividade

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

 

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

 

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

       

Coordenadores de

           

2

V@lpensar

1 X por mês

Docentes

Departamento

3

ForM@to

1 por ano

Pessoal Docente e Não Docente

Directora

           
 

OBJECTIVOS

 

METAS

   

INDICADORESDE MEDIDA

 
 

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

Actas

 

Consciencializar para a importância da Educação Artística na formação psíquica e social de um indivíduo;

Registos Diversos

Relatórios

Proporcionar o desenvolvimento do pensamento artístico, ampliar a sensibilidade, a percepção, a reflexão e a imaginação.

 

Plano Curricular do Agrupamento

 

PARCERIAS

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira Acção N.º 6 – Aprender a Perder Promover a

Acção N.º 6 Aprender a Perder

Promover a actividade Física e a sua importância no desenvolvimento do indivíduo

COORDENADOR DA ACÇÃO

Coordenadora da Actividade Física (professora Eunice Guerreiro)

SITUAÇÃO PROBLEMA

Falta de ofertas direccionadas à prática da actividade física

DIAGNÓSTICO INICIAL

Elevado número de docentes, não docentes e discentes com intenções de praticar actividade física.

           

Dinamizadores

   

N.º

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

Frequência

Público-alvo

Responsável pela

implementação da

actividade

Disponívei

Crédito

afecto à

 

A

Crédito a

afectar à

N.º horas

Custos

Recursos

Materiais /

Custos (24

 

s

actividade

Requisitar

actividade

(24/28

meses)

   

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

(5)

 

(6)

 

(7)

(8)

(9)

(10)

             

1Animador

     

1

AtiTurma

Por semana

Alunos

Coordenadora de

Projectos

Docentes

1Educadora

Social

       

Coordenador do núcleo educação e promoção para a saúde

Docentes

e

         

5

Higi+

Por semana

Comunidade

Educativa

Não

Docentes

1

de limpeza

Empresa

 

OBJECTIVOS

 

METAS

   

INDICADORESDE MEDIDA

 

Incentivar o clima de boas relações inter pessoais no seio de uma competição saudável;

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

Dados estatísticos

 

Grelhas de análise

Promoção da actividade física regular.

Relatórios

Questionários

 

Entrevistas

PARCERIAS

Autarquia; PSP; DGIDC; Equipa de apoio às Escolas

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira Acção N.º 7 – Explorar para Crescer Utilização das

Acção N.º 7 Explorar para Crescer

Utilização das TIC para exploração de conteúdos e realização de trabalhos; criação da "mascote" da sala; construção de jogos de luz e sombras chinesas, partindo de uma fabula, com a cooperação do departamento de Expressões; feira das experiências, criação de várias bancas com experiências adaptadas a cada nível de ensino.

COORDENADOR DA ACÇÃO

Coordenadora do departamento do ensino pré-escolar (Educadora Maria José Xavier)

SITUAÇÃO PROBLEMA

Dificuldades sentidas na adaptação de estratégias adequadas a situação/problema de forma transversal e abrangente e na articular com os diferentes Departamentos.

DIAGNÓSTICO INICIAL

Avaliação Externa

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

         

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

Crédito

afecto à

actividade

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

   

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

       

Coordenadores de

           

2

V@lpensar

1 X por mês

Docentes

Departamento

Docentes

3

Form@to

1 por ano

Pessoal Docente e Não Docente

Directora

           

OBJECTIVOS

Ser capaz de observar, interrogar e experimentar

Diversificar novas metodologias de aprendizagem beneficiando a autonomia;

Estimular o desenvolvimento global da criança, incutindo experiências que favoreçam aprendizagens significativas e diferenciadas;

Contribuir para a igualdade de oportunidades no acesso e manuseamento das novas tecnologias;

Utilização das TIC de forma transversal e abrangente, aprofundando a aprendizagem nas várias áreas de conteúdo.

METAS

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

INDICADORESDE MEDIDA

Actas

Registos Diversos

Relatórios

Plano Curricular do Agrupamento

PARCERIAS

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira Acção N.º 8 – Crescer Saudável Criar condições para

Acção N.º 8 Crescer Saudável

Criar condições para alcançar o bem-estar físico mental e social

COORDENADOR DA ACÇÃO

Coordenador do Núcleo Promoção e Educação para a Saúde (Professor Rafael Dinis)

SITUAÇÃO PROBLEMA

Elevado número de alunos com carências ao nível da saúde.

DIAGNÓSTICO INICIAL

Falta de acompanhamento familiar em termos de saúde

Aparecimento de crianças com problemas de saúde sem acompanhamento

Carências Alimentares

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

         

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

Crédito

afecto à

actividade

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

   

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

5

Higi+

Por semana

Comunidade

Coordenador do núcleo educação e promoção para a saúde

Docentes e Não Docentes

 

1 Empresa

     

Educativa

de limpeza

     

Comunidade

Coordenador do Núcleo de Apoio ao Aluno

Comunidade

         

6

V@lSegur

Por semana

Educativa

Educativa

9

EMIS

1 X por mês

Alunos/Família

Adjunto da

Docentes e

         

Direcção

Técnicos

OBJECTIVOS

Contribuir para a melhoria das relações intra e e interpessoais

Detectar problemas de saúde, através de vários rastreios

Promoção da educação alimentar

Promoção da saúde oral

Promoção da saúde sexual e reprodutiva

Prevenção do consumo de substâncias adictivantes, lícitas e/ou ilícitas

METAS

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

INDICADORESDE MEDIDA

Dados estatísticos

Grelhas de análise

Relatórios

Questionários

Entrevistas

 

Centro de Saúde do Vale da Amoreira

Escola Superior de Saúde

Instituto Português da Juventude

PARCERIAS

A.B.R.A.Ç.O.

Instituto da Droga e Toxicodependência

I.N.E.M.

Outros parceiros da comunidade

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira Acção N.º 9 – Aprender que Aprender é Divertido

Acção N.º 9 Aprender que Aprender é Divertido

Promover o bem-estar físico, social e psicológico dos alunos e contribuir para a qualidade de vida escolar.

COORDENADOR DA ACÇÃO

Coordenadora do Núcleo de Apoio ao Aluno (professora Ana Josefa)

SITUAÇÃO PROBLEMA

Diversas situações de conflito dentro e fora da sala de aula e o elevado número de sinalizações das mais diversas problemáticas sociais.

DIAGNÓSTICO INICIAL

Elevada percentagem de aplicação de Medidas Educativas Correctivas, “ Ordem de Saída da Sala de Aula”, e sancionatórias;

Grande mobilidade de alunos ao longo do ano lectivo;

Elevado número de alunos com dificuldades de integração.

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

         

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

Crédito

afecto à

actividade

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

 

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

             

1 Técnico

     

1ºe2ºAno

1

AtiTurma

Por semana

Alunos

Coordenadora de

Docentes

3 Docentes

1 Pre-

25 + 25 +

Projectos

Escolar/1

1º Ciclo/ 1 2/3 Ciclo)

22 = 72 horas

2ºAno

     

Comunidade

Coordenador do Núcleo de Apoio ao Aluno

Comunidade

         

6

V@lSegur

Por semana

Educativa

Educativa

9

EMIS

1 X por mês

Alunos/Família

Adjunto da

Docentes e

         

Direcção

Técnicos

OBJECTIVOS

Prevenir, remediar e resolver situações de conflito;

Proporcionar um espaço informativo e de dialogo;

Melhorar as relações interpessoais na comunidade escolar;

Actuar nas causas para prevenir consequências.

METAS

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

INDICADORES DE MEDIDA

Dados estatísticos

Grelhas de análise

Relatórios

Questionários

Entrevistas

Focus group

PARCERIAS

Centro de saúde do vale da Amoreira / CPCJ / PSP / Autarquia / ACIDI

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira Acção N.º 10 – Na Construção no Saber Recepção

Acção N.º 10 Na Construção no Saber

Recepção e apoio à integração de novos alunos, ateliers de experiências significativas para cada ano de escolaridade. Exposições de trabalhos realizados, em contexto de sala de aula, na área das Ciências Experimentais. Jornadas Culturais "Uma semana um País", encontros com escritores oriundos dos diferentes países, grupo musical/dança (africano e cigano), artesanato, trajes (desfile de trajes dos PALOP`s) e gastronomia; conhecer aspectos culturais referentes a cada cultura (gastronomia, usos e costumes, trajes, hino nacional, danças, livros…). Criação de um Clube nas Escolas do 1º ciclo a funcionar em locais definidos para o efeito, por forma a apoiar os alunos referenciados com dificuldades de aprendizagem.

COORDENADOR DA ACÇÃO

Coordenador do Departamento do 1º Ciclo (professora Preciosa Fernandes)

SITUAÇÃO PROBLEMA

Adaptação de alunos ao novo ambiente escolar e a fragilidade sentida no âmbito das Ciências Experimentais.

DIAGNÓSTICO INICIAL

Avaliação Externa.

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

         

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

Crédito

afecto à

actividade

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

   

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

       

Coordenadores de

           

3

Form@to

1 X por mês

Docentes

Departamento

Docentes

2

V@lpensar

1 por ano

Pessoal Docente e Não Docente

Directora

           

11

Clube d@s Aprendizagens

Diaria

Alunos

Professor de Apoio educativo

   

1

25 horas

   

OBJECTIVOS

Permitir uma mais rápida adaptação e integração aos alunos recém chegados ao Agrupamento;

Reduzir a ansiedade e a insegurança causadas pelo desconhecimento do meio (regras, hábitos, usos e costumes,

Promover a construção de conhecimentos científicos;

Dar a conhecer a toda a comunidade educativa aspectos culturais, promovendo a interculturalidade;

Colmatar as dificuldades sentidas por alguns alunos do 1º ciclo.

Reduzir o insucesso ao nível do 1º Ciclo

);

METAS

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

INDICADORESDE MEDIDA

Actas

Registos Diversos

Relatórios

Plano Curricular do Agrupamento

PARCERIAS

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira Acção N.º 11 – Da Palavra à Imagem Promoção

Acção N.º 11 Da Palavra à Imagem

Promoção da imagem do Agrupamento e divulgação das suas actividades. Criação de um Plano de Comunicação.

COORDENADOR DA ACÇÃO

Coordenador do Núcleo de Comunicação e Imagem (professor Luís de Matos)

SITUAÇÃO PROBLEMA

Estigmatização do Vale da Amoreira e lacunas detectadas na comunicação interna e externa.

DIAGNÓSTICO INICIAL

Pouca visibilidade do Agrupamento

Falhas no sistema de comunicação

Imagem negativa do Agrupamento

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

           

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

 

Crédito

afecto à

actividade

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

   

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

 

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

       

Coordenador do

             

4

V@l.com

 

Semanal

Comunidade

Núcleo

Docentes e Não Docentes

Escolar

Comunicação e

     

Imagem

 
 

OBJECTIVOS

 

METAS

   

INDICADORESDE MEDIDA

 

Planear, conceber e executar a comunicação interna e externa do

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

Dados estatísticos

 

Agrupamento;

Grelhas de análise

Gerir actividades de divulgação, publicidade e marketing do

Relatórios

 
   

Questionários

 

Agrupamento;

Entrevistas

Preparar a participação do Agrupamento em exposições e feiras

 

em que deva estar representado;

Recolher, sistematizar e disponibilizar a informação de

comunicação relativa à as actividades em curso;

Informar ou encaminhar para os serviços competentes os pedidos

de informação que lhe sejam endereçados.

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira    Autarquia  Núcleos do agrupamento PARCERIAS
 

Autarquia

Núcleos do agrupamento

PARCERIAS

Departamento do agrupamento

Fundação Serralves

Biblioteca do Vale da Amoreira

Acção N.º 12 Explorar o Passado a Pensar no Futuro

Desenvolver procedimentos adequados e específicos, que levem à exploração de novas alternativas. Articular teorias, processos e factos para permitir trabalhar em interdisciplinaridade em cada nível de ensino (vivência de factos históricos - Feira Medieval). Introduzir um plano de aprendizagem que os faça descobrir a racionalidade da análise social, com toda a carga formativa que ela tem, é imprescindível que a educação ofereça uma didática dessas disciplinas que considere a natureza desse tipo de conhecimento.

COORDENADOR DA ACÇÃO

Coordenador do Departamento de Ciências Sócias e Humanas (professor João Santos)

SITUAÇÃO PROBLEMA

O universo de interesses dos alunos separa-os das personagens estranhos, de tramas

complexas e conceitos difíceis, oferecido pelo livro didáctico.

O ensino tradicional das ciências Sociais, em que os alunos demonstram dificuldade em

entender o vocabulário histórico e lacunas a nível do domínio da Língua Portuguesa

DIAGNÓSTICO INICIAL

Percentagem de alunos com dificuldades no domínio da Língua Portuguesa.

A partir da discussão sobre a natureza e as relações entre as Ciências Sociais e a Educação

.

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

         

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

 

Crédito

afecto à

actividade

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

   

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

 

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

       

Coordenadores de

           

2

V@lpensar

1 X por mês

Docentes

Departamento

Docentes

3

Form@to

1 por ano

Pessoal Docente e Não Docente

Directora

           
 

OBJECTIVOS

 

METAS

   

INDICADORESDE MEDIDA

 

Conhecer a riqueza cultural, hábitos, costumes e tradições das diferentes culturas;

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

Actas

 

Registos Diversos

Desenvolver a criatividade desenvolver a consciência crítica e sistémica.

Relatórios

Plano Curricular do Agrupamento

 

Aprender a formular hipóteses, a classificar fontes históricas, a analisar fontes e a sua credibilidade.

   

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira PARCERIAS  … Acção N.º 13 – Intervir para

PARCERIAS

Acção N.º 13 Intervir para Socializar

Acompanhar e auxiliar alunos e famílias de risco, com a missão de colmatar problemáticas sociais.

COORDENADOR DA ACÇÃO

Técnica do Serviço Social no Gabinete de Intervenção Social (Assistente Social Linsey)

SITUAÇÃO PROBLEMA

Alunos que evidenciam situação de risco.

DIAGNÓSTICO INICIAL

Percentagem de alunos sinalizados que evidenciam situação de risco.

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

         

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

Crédito

afecto à

actividade

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

   

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

       

Coordenadora de

           

1

AtiTurma

Semanal

Alunos

Projectos

Docentes

         

1Assistente

         

Social

7

GIS

Semanal

Alunos/Família

Assistente Social

1Educadora

Social

8

NASC

Semanal

Comunidade

Animadora Sócio

3 Animadores

         

Educativa

cultural

9

EMIS

1 X por mês

Alunos/Família

Adjunto da

Docentes e

         

Direcção

Técnicos

OBJECTIVOS

Procurar dar resposta às problemáticas dos alunos e das suas famílias a nível social

METAS

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

INDICADORESDE MEDIDA

Dados estatísticos

Grelhas de análise

Relatórios

Questionários

Entrevistas

Focus group

Informal Feedback

PARCERIAS

Autarquia; PSP; CPCJ; Centro de Saúde e Iniciativa Bairros Críticos.

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira Acção N.º 14 – Animar para Integrar Dinamização de

Acção N.º 14 Animar para Integrar

Dinamização de actividades de desenvolvimento social e cultural.

COORDENADOR DA ACÇÃO

Animadora Sóciocultural Carina Neves

SITUAÇÃO PROBLEMA

Falta acompanhamento dos alunos durante os intervalos, casos de indisciplina fora da sala de aula e falta de noções de como brincar.

DIAGNÓSTICO INICIAL

Grande número de alunos sem orientação durante os intervalos;

           

Dinamizadores

   

Responsável pela

         

Recursos

ACTIVIDADES (Designação e descrição)

 

Crédito

afecto à

actividade

Crédito a

N.º horas

Materiais /

N.º

Frequência

Público-alvo

implementação da

actividade

Disponíveis

A

Requisitar

afectar à

actividad

Custos

(24/28

Custos (24

meses)

   

e

meses)

(1)

(2)

(3)

(4)

 

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)

(10)

       

Coordenadora de

           

1

AtiTurma

Semanal

Alunos

Projectos

Docentes

         

1Assistente

         

Social

7

GIS

Semanal

Alunos/Família

Assistente Social

1Educadora

Social

8

NASC

Semanal

Comunidade

Animadora Sócio

3 Animadores

         

Educativa

cultural

9

EMIS

1 X por mês

Alunos/Família

Adjunto da

Docentes e

         

Direcção

Técnicos

 

OBJECTIVOS

 

METAS

   

INDICADORESDE MEDIDA

 

Dinamizar os tempos livres dos alunos, proporcionando actividades de desenvolvimento social e cultural.

Diminuir a taxa de retenção, de insucesso e de abandono escolar, para que todos os alunos cumpram a escolaridade obrigatória, passando a todas as disciplinas, nomeadamente àquelas que servem de base a todas as outras, como é o caso da Língua Portuguesa e da Matemática.

Dados estatísticos

 

Grelhas de análise

 

Relatórios

Questionários

 

Entrevistas

Focus group

Informal Feedback

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira PARCERIAS  Autarquia; PSP; CPCJ; Centro de Saúde e

PARCERIAS

Autarquia; PSP; CPCJ; Centro de Saúde e Iniciativa Bairros Críticos.

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira

Agrupamento Vertical de Escolas Vale da Amoreira