Você está na página 1de 22
“No guarda-redes encontramos tudo o que procuramos num desportista: reflexos e sincronização, força e velocidade,
“No guarda-redes encontramos tudo o que procuramos num desportista: reflexos e sincronização, força e velocidade,
“No guarda-redes encontramos tudo o que procuramos num desportista: reflexos e sincronização, força e velocidade,
“No guarda-redes encontramos tudo o que procuramos num desportista: reflexos e sincronização, força e velocidade,
“No guarda-redes encontramos tudo o que procuramos num desportista: reflexos e sincronização, força e velocidade,
“No guarda-redes encontramos tudo o que procuramos num desportista: reflexos e sincronização, força e velocidade,
“No guarda-redes encontramos tudo o que procuramos num desportista: reflexos e sincronização, força e velocidade,

“No guarda-redes encontramos tudo o que procuramos num desportista: reflexos e sincronização, força e velocidade, espectacularidade e movimentos perfeitos e competitividade e valentia .” (John Hodgson)

Hugo Oliveira

Hugo Oliveira

Uma paixão pelo herói que está na sombra… UM ESTADO DE VIDA! Hugo Oliveira
Uma paixão pelo herói que está na sombra… UM ESTADO DE VIDA! Hugo Oliveira
Uma paixão pelo herói que está na sombra… UM ESTADO DE VIDA! Hugo Oliveira
Uma paixão pelo herói que está na sombra… UM ESTADO DE VIDA! Hugo Oliveira
Uma paixão pelo herói que está na sombra… UM ESTADO DE VIDA! Hugo Oliveira

Uma paixão pelo herói que está na sombra…

UM ESTADO DE VIDA!

Hugo Oliveira

Hugo Oliveira
Hugo Oliveira
Hugo Oliveira
Hugo Oliveira
Hugo Oliveira
Hugo Oliveira
Hugo Oliveira

Hugo Oliveira

Formar guarda-redes Formar homens Diversão Hugo Oliveira
Formar guarda-redes Formar homens Diversão Hugo Oliveira
Formar guarda-redes Formar homens Diversão Hugo Oliveira

Formar guarda-redes Formar homens Diversão

Hugo Oliveira

Hugo Oliveira
Hugo Oliveira
Hugo Oliveira
Hugo Oliveira
Hugo Oliveira
Hugo Oliveira
Hugo Oliveira
Hugo Oliveira
Hugo Oliveira

Hugo Oliveira

Ter guarda-redes jovens e comunitários. Não ter que gastar quantias absurdas na contratação de guarda-redes
Ter guarda-redes jovens e comunitários. Não ter que gastar quantias absurdas na contratação de guarda-redes

Ter guarda-redes jovens e comunitários. Não ter que gastar quantias absurdas na contratação de guarda-redes Os GRs do clube podem ser no futuro mais valias, principalmente, em caso de venda Tendo como função não só o plantel sénior, mas também os escalões de formação, o departamento cria modelos e padrões de treino que levam a uma fácil adaptação aos que sobem ao plantel profissional. E como o futebol é produção não nos podemos esquecer que um guarda-redes de qualidade dá muitos pontos à equipa e pontos são vitórias e vitórias títulos e euros.

que um guarda-redes de qualidade dá muitos pontos à equipa e pontos são vitórias e vitórias
que um guarda-redes de qualidade dá muitos pontos à equipa e pontos são vitórias e vitórias
que um guarda-redes de qualidade dá muitos pontos à equipa e pontos são vitórias e vitórias
que um guarda-redes de qualidade dá muitos pontos à equipa e pontos são vitórias e vitórias

Hugo Oliveira

Modelo de Guarda – Redes Modelo de Metodologia Organização…nada feito ao acaso. Método…O fim às
Modelo de Guarda – Redes Modelo de Metodologia Organização…nada feito ao acaso. Método…O fim às

Modelo de Guarda – Redes Modelo de Metodologia Organização…nada feito ao acaso. Método…O fim às “tareias” e aos muitos e muitos exercícios sem objectivos. O jogo como base! Técnica/Táctica/Física/Psicológico como dedos de uma só mão Analise do jogo moderno para preparar o treino Analisar para evoluir

Hugo Oliveira

Definir o modelo de guarda-redes do clube. Analisar o clube a nível de guarda-redes para
Definir o modelo de guarda-redes do clube. Analisar o clube a nível de guarda-redes para
Definir o modelo de guarda-redes do clube. Analisar o clube a nível de guarda-redes para
Definir o modelo de guarda-redes do clube. Analisar o clube a nível de guarda-redes para
Definir o modelo de guarda-redes do clube. Analisar o clube a nível de guarda-redes para

Definir o modelo de guarda-redes do clube. Analisar o clube a nível de guarda-redes para rapidamente organizar os escalões de treino e os correspondentes objectivos. Definir o número de dias e o número de horas semanais de treino específico. Desenvolver as metodologias de treino a aplicar para que os guarda-redes cumpram as ideias do modelo.

Hugo Oliveira

Se a equipa gira em torno de um modelo/sistema táctico/estratégico assente em princípios e sub
Se a equipa gira em torno de um modelo/sistema táctico/estratégico assente em princípios e sub
Se a equipa gira em torno de um modelo/sistema táctico/estratégico assente em princípios e sub
Se a equipa gira em torno de um modelo/sistema táctico/estratégico assente em princípios e sub
Se a equipa gira em torno de um modelo/sistema táctico/estratégico assente em princípios e sub
Se a equipa gira em torno de um modelo/sistema táctico/estratégico assente em princípios e sub
Se a equipa gira em torno de um modelo/sistema táctico/estratégico assente em princípios e sub
Se a equipa gira em torno de um modelo/sistema táctico/estratégico assente em princípios e sub

Se a equipa gira em torno de um modelo/sistema táctico/estratégico assente em princípios e sub princípios de jogo é obvio que o jogador modelo para cada posição tem que preencher e executar os princípios de jogo estabelecidos pelo modelo geral. Aqui, como é obvio, está em causa o modelo de guarda-redes e os seus princípios/funções no modelo geral. Nada mais que as Acções/Funções do GR em jogo c/ ou s/ posse de bola, no fundo o modelo é a “Forma de Estar do GR”…

Hugo Oliveira

O modelo de guarda-redes é fundamental na metodologia de treino. O departamento deve idealizar e
O modelo de guarda-redes é fundamental na metodologia de treino. O departamento deve idealizar e
O modelo de guarda-redes é fundamental na metodologia de treino. O departamento deve idealizar e

O modelo de guarda-redes é fundamental na metodologia de treino. O departamento deve idealizar e pôr em prática exercícios padrão para cada objectivo/característica do modelo do guarda- redes, só assim é que se “fazem” os nossos guarda- redes. Exercícios que devem estar alicerçados além do modelo individual também no modelo/princípios/filosofia de jogo pensado no clube. Além do treino específico individual, os Jogos à Imagem do Jogo com jogadores de campo são o caminho para o treino ideal.

Hugo Oliveira

Quando o treino é só especifico: Aquecimento Trabalho técnico estático Coordenação/Equilíbrio/Balanços
Quando o treino é só especifico: Aquecimento Trabalho técnico estático Coordenação/Equilíbrio/Balanços
Quando o treino é só especifico: Aquecimento Trabalho técnico estático Coordenação/Equilíbrio/Balanços
Quando o treino é só especifico: Aquecimento Trabalho técnico estático Coordenação/Equilíbrio/Balanços
Quando o treino é só especifico: Aquecimento Trabalho técnico estático Coordenação/Equilíbrio/Balanços
Quando o treino é só especifico: Aquecimento Trabalho técnico estático Coordenação/Equilíbrio/Balanços

Quando o treino é só especifico:

Aquecimento Trabalho técnico estático Coordenação/Equilíbrio/Balanços técnicos Trabalho táctico posicional c/ ou s/ posse Trabalho técnico/táctico através de situações o mais reais possível Arrefecimento com trabalho técnico ou lúdico Não ultrapassar os 40,50m de treino

Hugo Oliveira

Quando o treino é com a equipa: Aquecimento técnico Coordenação técnico/táctica É obrigatório que os
Quando o treino é com a equipa: Aquecimento técnico Coordenação técnico/táctica É obrigatório que os
Quando o treino é com a equipa: Aquecimento técnico Coordenação técnico/táctica É obrigatório que os
Quando o treino é com a equipa: Aquecimento técnico Coordenação técnico/táctica É obrigatório que os
Quando o treino é com a equipa: Aquecimento técnico Coordenação técnico/táctica É obrigatório que os
Quando o treino é com a equipa: Aquecimento técnico Coordenação técnico/táctica É obrigatório que os

Quando o treino é com a equipa:

Aquecimento técnico Coordenação técnico/táctica É obrigatório que os guarda redes aqueçam de forma especifica antes de entrarem em situações com o restante grupo…pelo menos 10 a 15m Consoante as ideologias e metodologias do departamento pode estar instituído um aquecimento padrão consoante escalão e unidade de treino

Hugo Oliveira

É fundamental que, no início da unidade de treino, o treinador específico de guarda-redes informe
É fundamental que, no início da unidade de treino, o treinador específico de guarda-redes informe

É fundamental que, no início da unidade de treino, o treinador específico de guarda-redes informe e explique o que se vai fazer. Os “porquês” são muito importantes. Informação dos exercícios de treino + informação dos objectivos de treino = mais qualidade na produção do guarda-redes no treino

Hugo Oliveira

Na formação todas as informações dadas aos GRs são acolhidas de uma forma muito intensa,
Na formação todas as informações dadas aos GRs são acolhidas de uma forma muito intensa,
Na formação todas as informações dadas aos GRs são acolhidas de uma forma muito intensa,

Na formação todas as informações dadas aos GRs são acolhidas de uma forma muito intensa, cabe a nós fazer com que a informação seja captada de uma forma positiva e não negativa:

Analise sempre presente (treinos, jogos, comportamento como jovem social) Usar Correcção de evolução e não de estagnação (ganha-se mais se explicar-mos como se faz do que se dissermos só que está mal…) Comunicação Positiva ( motivação, objectivos, prémios, exigir para crescer) Formas de análise: Vídeo, Estatística, Patamares de objectivo, auto-crítica

Hugo Oliveira

Já sabemos que a principal analise vem no dia de jogo…por isso também aí o
Já sabemos que a principal analise vem no dia de jogo…por isso também aí o
Já sabemos que a principal analise vem no dia de jogo…por isso também aí o
Já sabemos que a principal analise vem no dia de jogo…por isso também aí o

Já sabemos que a principal analise vem no dia de jogo…por isso também aí o nosso papel é importante:

O departamento deve ter um aquecimento padrão que nunca deve falhar… cerca de 12 a 20m. A analise através da nossa leitura, através do vídeo, através dos planos estatísticos vão-nos permitir perceber a prestação do atleta não só de uma forma qualitativa, mas também quantitativa. Reunião no primeiro treino da semana como rotina é muito importante na possibilidade de evolução técnico/táctica do atleta, mas também na sua potencialidade psicológica…saber lidar com a critica é muito importante desde cedo

Hugo Hugo Oliveira Oliveira

Aspectos importantes para o treinador de GRs na análise do desempenho em jogo: É importante
Aspectos importantes para o treinador de GRs na análise do desempenho em jogo: É importante
Aspectos importantes para o treinador de GRs na análise do desempenho em jogo: É importante

Aspectos importantes para o treinador de GRs na análise do desempenho em jogo:

É importante não esquecermos que o nosso foco de análise é o GR! Não podermos cair no erro de observar o resto da equipa e esquecer os momentos em que o GR não está em acção de jogo. É importante ter um plano de observação padrão, quer quantitativo quer qualitativo. O local de onde observamos o jogo é fundamental!

Hugo Oliveira

Criada a organização do departamento e o modelo de guarda-redes, ou seja, estando no inicio

Criada a organização do departamento e o modelo de guarda-redes, ou seja, estando no inicio da caminhada cabe-nos agora responder a algumas perguntas de orientação metodológica!

Será o treino especifico igual para todos os escalões de formação? Serão as necessidades especificas de um GR de 13 anos iguais às de um de 18? Treinar seniores é igual a treinar jovens?

Hugo Oliveira

Os grandes grupos de treino específico: 1. Treino para crianças 2. Treino para jovens Hugo
Os grandes grupos de treino específico: 1. Treino para crianças 2. Treino para jovens Hugo
Os grandes grupos de treino específico: 1. Treino para crianças 2. Treino para jovens Hugo
Os grandes grupos de treino específico: 1. Treino para crianças 2. Treino para jovens Hugo
Os grandes grupos de treino específico: 1. Treino para crianças 2. Treino para jovens Hugo

Os grandes grupos de treino específico:

1.Treino para crianças 2.Treino para jovens

Hugo Oliveira

a) CARACTERÍSTICAS próprias da idade b) TÉCNICA: exercícios c) TÁCTICA: o jogo, as decisões d)
a) CARACTERÍSTICAS próprias da idade b) TÉCNICA: exercícios c) TÁCTICA: o jogo, as decisões d)
a) CARACTERÍSTICAS próprias da idade b) TÉCNICA: exercícios c) TÁCTICA: o jogo, as decisões d)
a) CARACTERÍSTICAS próprias da idade b) TÉCNICA: exercícios c) TÁCTICA: o jogo, as decisões d)
a) CARACTERÍSTICAS próprias da idade b) TÉCNICA: exercícios c) TÁCTICA: o jogo, as decisões d)

a) CARACTERÍSTICAS próprias da idade
b) TÉCNICA: exercícios

c) TÁCTICA: o jogo, as decisões

d) FÍSICA: o quanto se pode esticar a corda

e) PSICOLÓGICA: o erro, a motivação, a força mental

f) AJUDA no treino: o NOSSO papel

Hugo Oliveira

PSICOLÓGICA: o erro, a motivação, a força mental A presença mental do guarda – redes
PSICOLÓGICA: o erro, a motivação, a força mental A presença mental do guarda – redes
PSICOLÓGICA: o erro, a motivação, a força mental A presença mental do guarda – redes
PSICOLÓGICA: o erro, a motivação, a força mental A presença mental do guarda – redes

PSICOLÓGICA: o erro, a motivação, a força mental

A presença mental do guarda – redes está outra vez em campo. Deve-se preparar o GR para a critica e para a vida de sénior. Ele tem que lidar com o erro e com a vitoria sem exageros nem radicalismos. Direcciona-o para a vida real, mas com o optimismo do dever cumprido.

Hugo Oliveira

Por norma, os jovens do último de cada escalão começam a demonstrar características específicas do
Por norma, os jovens do último de cada escalão começam a demonstrar características específicas do
Por norma, os jovens do último de cada escalão começam a demonstrar características específicas do
Por norma, os jovens do último de cada escalão começam a demonstrar características específicas do

Por norma, os jovens do último de cada escalão começam a demonstrar características específicas do escalão seguinte (por exemplo, um jovem do último ano de iniciado possui muitas das características específicas dos juvenis). Como tal, mais uma vez chamo a vossa atenção para a análise individual dos GRs e daí a obrigação para a existência de UNIDADES/PLANOS DE TREINO INDIVIDUAIS.

Hugo Oliveira

Departamento de Guarda-Redes + Modelo de Guarda-Redes + Metodologia de treino = Guarda-Redes de Qualidade

Departamento de Guarda-Redes + Modelo de Guarda-Redes + Metodologia de treino = Guarda-Redes de Qualidade

Organização metodológica + Treino adaptado à idade = Guarda-Redes de Qualidade

“O GR recebe a importância que lhe dá-mos mas só tem a que lhe dedicamos” (Manuel Conde, treinador espanhol de GR) “Os miúdos pequenos que têm muito ego querem ser GR” (Persy Young, escritor)

Hugo Oliveira