Você está na página 1de 3

TRANSTORNO DE HUMOR – PSICOPATOLOGIA (estrutura)

TAB = Transtorno Afetivo Bipolar:

MANIA: auto-estima inflada ou grandiosa – redução da necessidade de sono – fuga de idéias (forma do pensamento) –
distratibilidade (a atenção é desviada com excessiva facilidade – atenção) – agitação psicomotora – perturbação no humor –
aumenta a sexualidade – curso acelerado, aceleração do pensamento (alterações) - euforia – desforia (irritação, depressão) –
cores berrantes coloridas – 1 semana presente.

HIPOMANIA: Leve – organização leve – pequenos delírios de grandeza – entre depressão e euforia (controlado). – período
de 4 dias – episódio não é suficientemente grave a ponto de causar prejuízo acentuado no funcionamento social ou
ocupacional.

DEPRESSÃO: Sente abatido, quieto e triste - Dormi muito (fuga do convívio) - reclama de cansaço em tarefas simples -
traços de baixa auto-estima - sentimentos de inferioridade - Culpado por erros do passado, e fracassos em sua vida e de seus
familiares - Pode haver irritabilidade, lamentos, e auto-recriminação - Distúrbio do apetite - queda na sua imunidade, o que o
deixa mais predisposto a contrair doenças - doenças de causa psicológica – queda de libido - pensamentos suicida -
concretização do suicídio.

Apatia (alteração do sentimento) – embotamento afetivo, devastação afetiva (alteração do sentimento) – rigidez afetiva –
sentimento da esfera da tristeza (sentimentos, afetividade) – lentidão do pensamento (curso do pensamento) – pensamento
inibido (alterações do raciocínio, pensamento) – Hipoprosexia (anormalidades da atenção) – sopor (alterações quantitativas
da consciência) – hipoestesia (alterações na sensopercepção) – insônia terminal – alterações na psicomotricidade –
desleixado, descuido na aparência - ruína corporal síndrome de Parkson.

JUNÇÃO DE MANIA (hipomania) COM DEPRESSÃO: DISTIMIA = sintoma depressivo, depressão leve (pela
duração).

DISTIMIA + HIPOMANIA (mania) = CICLOTIMIA (TAB tipo 1)


TIPOS DE PSICOSE:
Transtorno Psicótico: Perda do limite entre o real e o imaginário.

Transtorno Psicótico Esquizofrênico: duração mínima de 6 meses (acima), 1 mês de sintoma de fase ativa –
delírios – alucinações – discurso e comportamento desorganizado – sintomas negativos: embotamento afetivo
(imóvel e impassível de feições emotivas), alogia (pobreza no discurso), abulia (incapacidade relativa ou
temporária de tomar decisões) - alucinação auditiva: ecos do pensamento (alterações na representação,
sensopercepção) – alteração na identidade, unidade e atividade do eu (orientação autopsiquica) - desorientação
delirante e por desagregação (alteração na desorientação) – hipoprosexia e hiperproxesia (anormalidades da
atenção) – ditratibilidade (alteração na atenção) – Ilusões, alunicinações mnêmicas, fabulações (alterações
patológicas de memória qualitativas) – pensamento mágico, derreísta, desagregado (alterações do raciocínio) –
bloqueio e roubo do pensamento (curso do pensamento – processo) – dissociação, descarrilamento, desagregação
do pensamento (forma do pensamento). – delírios (conteúdo do pensamento) – catatimia: rigidez afetiva
(afetividade).

SUBTIPOS:
Catatônica: predomina alteração na psicomotricidade.
Hebefrênica: predomina na desagregação do pensamento
Paranóide: predomina no indivíduo delirante e com alucinações.

Transtorno Psicótico Breve: 1 dia a 1 mês – remissão completa - problema neurológico – drogas -

Transtorno Psicótico Esquizofreniforme: 1 mês a 6 meses – remissão completa – igual à esquizofrenia – mas
predomina manias – depressão forte - intermediário ao psicótico breve.
Transtorno Psicótico Esquizoafetivo: 2 semanas de delírios e alucinações na ausência do humor, quando volta
pode regressar em estado depressivo, como bipolar (sintomas do humor).

Transtorno Psicótico Pós-parto ou Puerperal: após o parto – primeiros dias – insônia, inquietações – parecido
com o esquizoafetivo - instabilidade emocional em relação ao bebê.

Transtorno Psicótico Compartilhado: 2 psicóticos que transfere a doença pelo copo (Folie á deux)

Transtorno Psicótico Delirante: não breve - fuga de idéia, roubo de pensamento – alterações do conteúdo e do
pensamento – delírio (grandeza, perseguição, paranóia – vem como real: Jesus vem na minha casa) estruturado e
persistente (como principal) - a diferença do esquizofrênico paranóide é que o outro é delírio quebrado, incisivo –
não remite totalmente – não faz vínculo com o terapeuta – alucinação – tipo erotomaniáco (amado por outra pessoa,
amor idealizado) - Tipo grandioso (alguns grande talento) – Tipo ciumento (sendo traído) – Tipo persecutório
(vitima de conspiração) – Tipo Somático (sensações corporais) – delírios não bizarros – alucinações táteis e
olfativas.

GANHOS:
Positivos: Delírios – alucinações – desorganização, comportamento do pensamento.
Negativos: Perca do relacionamento social, prejuízo na vida afetiva, embotamento afetivo, distanciamento social.