Você está na página 1de 32
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil COMPORTAMENTO HUMANO COMPORTAMENTO HUMANO NONO TRABALHO

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil COMPORTAMENTO HUMANO COMPORTAMENTO HUMANO NONO TRABALHO
COMPORTAMENTO HUMANO COMPORTAMENTO HUMANO NONO TRABALHO TRABALHO
COMPORTAMENTO HUMANO
COMPORTAMENTO HUMANO
NONO TRABALHO
TRABALHO

Verônica A. Pereira Souto

VITÓRIA-ES

  • 11 de julho 2009

VERÔNICA APARECIDA PEREIRA SOUTO
VERÔNICA APARECIDA PEREIRA SOUTO

MINI-CURRÍCULO

PSICÓLOGA GRADUADA EM LETRAS/INGLÊS PÓS-GRADUADA EM COMUNICAÇÃO SOCIAL PÓS-GRADUADA EM ADMINISTRAÇÃO E DESENV. DE RECURSOS HUMANOS

ATUA NA ÁREA DE RECURSOS HUMANOS DESDE 1986 E É CONSULTORA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS DESDE 2005

É SÓCIA-CONSULTORA DA PRIMUS INTER PARES CONSULTORES ASSOCIADOS

ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL ASPECTOS FORMAIS: •Normas •Estrutura •Hierarquia ASPECTOS INFORMAIS: •Sentimentos pessoais •Sentimentos grupais •Valores pessoais •Relacionamento

ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL

ASPECTOS FORMAIS: •Normas •Estrutura •Hierarquia ASPECTOS INFORMAIS: •Sentimentos pessoais •Sentimentos grupais •Valores pessoais •Relacionamento
ASPECTOS FORMAIS:
•Normas
•Estrutura
•Hierarquia
ASPECTOS INFORMAIS:
•Sentimentos pessoais
•Sentimentos grupais
•Valores pessoais
•Relacionamento
ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL ASPECTOS FORMAIS: •Normas •Estrutura •Hierarquia ASPECTOS INFORMAIS: •Sentimentos pessoais •Sentimentos grupais •Valores pessoais •Relacionamento
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil TEMAS ABORDADOS PALAVRAS PALAVRAS-- CHAVE CHAVE

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil TEMAS ABORDADOS PALAVRAS PALAVRAS-- CHAVE CHAVE

TEMAS ABORDADOS

PALAVRAS PALAVRAS-- CHAVE CHAVE
PALAVRAS
PALAVRAS--
CHAVE
CHAVE
MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO
MOTIVAÇÃO
MOTIVAÇÃO
MOTIVAÇÃO
MOTIVAÇÃO
EQUIPE EQUIPE EQUIPE EQUIPE
EQUIPE
EQUIPE
EQUIPE
EQUIPE
LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA
LIDERANÇA
LIDERANÇA
LIDERANÇA
LIDERANÇA
PODER EEEE DECISÃO PODER PODER PODER DECISÃO DECISÃO DECISÃO
PODER EEEE DECISÃO
PODER
PODER
PODER
DECISÃO
DECISÃO
DECISÃO
COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO
COMUNICAÇÃO
COMUNICAÇÃO
COMUNICAÇÃO
COMUNICAÇÃO
PERCEPÇÃO PERCEPÇÃO PERCEPÇÃO PERCEPÇÃO
PERCEPÇÃO
PERCEPÇÃO
PERCEPÇÃO
PERCEPÇÃO
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO Motivação é

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO Motivação é
MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO
MOTIVAÇÃO
MOTIVAÇÃO
MOTIVAÇÃO
MOTIVAÇÃO

Motivação é o conjunto de fatores psicológicos (conscientes ou inconscientes) de ordem fisiológica, intelectual ou afetiva, os quais agem entre si e determinam a conduta de um indivíduo .

Motivação Motivação
Motivação
Motivação

=

Motivo Motivo
Motivo
Motivo

+

Ação Ação
Ação
Ação

Motivação é o que leva as pessoas a trabalharem e o que

pode ser feito para fazê-las trabalhar mais eficazmente.

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil TEORIAS CLÁSSICAS DE MOTIVAÇÃO TEORIAS CLÁSSICAS

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil TEORIAS CLÁSSICAS DE MOTIVAÇÃO TEORIAS CLÁSSICAS
TEORIAS CLÁSSICAS DE MOTIVAÇÃO TEORIAS CLÁSSICAS DE MOTIVAÇÃO TEORIAS CLÁSSICAS DE MOTIVAÇÃO TEORIAS CLÁSSICAS DE MOTIVAÇÃO
TEORIAS CLÁSSICAS DE MOTIVAÇÃO
TEORIAS CLÁSSICAS DE MOTIVAÇÃO
TEORIAS CLÁSSICAS DE MOTIVAÇÃO
TEORIAS CLÁSSICAS DE MOTIVAÇÃO

HIERARQUIA DE NECESSIDADES,

DE MASLOW AUTO- REALIZAÇÃO ESTIMA (EGO) SOCIAIS DE SEGURANÇA FISIOLÓGICAS
DE MASLOW
AUTO-
REALIZAÇÃO
ESTIMA (EGO)
SOCIAIS
DE SEGURANÇA
FISIOLÓGICAS

FATORES DE HIGIENE-MOTIVAÇÃO,

DE HERZBERG

O trabalho em si Responsabilidade Progresso, crescimento Realiza ão ç Reconhecimento Status Relações interpessoais (colegas e
O trabalho em si
Responsabilidade
Progresso, crescimento
Realiza ão
ç
Reconhecimento
Status
Relações interpessoais (colegas
e supervisão
Políticas administrativas e
empresariais
Segurança no cargo e condições
de trabalho
Salário e vida pessoal
HIGIÊNICOS
MOT IVACIONAIS
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR
MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR
MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR
MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR
MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR

Os

objetivos

individuais,

seja,

ou

força do desejo de atingir objetivos;

a

A relação que o indivíduo percebe

entre produtividade e alcance dos seus objetivos individuais;

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR MOTIVAÇÃO PARA PRODUZIR

A possibilidade de auto- realização.

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil OOOO RECONHECIMENTO RECONHECIMENTO ÉÉÉÉ FATOR DE

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil OOOO RECONHECIMENTO RECONHECIMENTO ÉÉÉÉ FATOR DE
OOOO RECONHECIMENTO RECONHECIMENTO ÉÉÉÉ FATOR DE MOTIVAÇÃO RECONHECIMENTO RECONHECIMENTO FATOR DE MOTIVAÇÃO FATOR DE MOTIVAÇÃO FATOR
OOOO RECONHECIMENTO
RECONHECIMENTO ÉÉÉÉ FATOR DE MOTIVAÇÃO
RECONHECIMENTO
RECONHECIMENTO
FATOR DE MOTIVAÇÃO
FATOR DE MOTIVAÇÃO
FATOR DE MOTIVAÇÃO
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil OOOO RECONHECIMENTO RECONHECIMENTO ÉÉÉÉ FATOR DE

As pessoas precisam ter suas conquistas reconhecidas;

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil OOOO RECONHECIMENTO RECONHECIMENTO ÉÉÉÉ FATOR DE

Algumas pessoas precisam

ser mais incentivadas que as outras;

Todos precisam aprender a se motivar através do desenvolvimento da auto-estima, da auto- disciplina e da dedicação.

Faculdade de Educação - Curso Gestão Pública e Contábil OO TRABALHO OO TRABALHO TRABALHO EMEM EQUIPE

Faculdade de Educação - Curso Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação - Curso Gestão Pública e Contábil OO TRABALHO OO TRABALHO TRABALHO EMEM EQUIPE
OO TRABALHO OO TRABALHO TRABALHO EMEM EQUIPE TRABALHO EMEM EQUIPE EQUIPE ÉÉ FUNDAMENTAL PARA OO EQUIPE
OO TRABALHO
OO TRABALHO
TRABALHO EMEM EQUIPE
TRABALHO EMEM EQUIPE
EQUIPE ÉÉ FUNDAMENTAL PARA OO
EQUIPE ÉÉ FUNDAMENTAL PARA OO
FUNDAMENTAL PARA
FUNDAMENTAL PARA
ALCANCE DOS OBJETIVOS
ALCANCE DOS OBJETIVOS
ALCANCE DOS OBJETIVOS
ALCANCE DOS OBJETIVOS
As pessoas não vivem sozinhas. A convivência é condição para a sobrevivência
As
pessoas
não
vivem
sozinhas. A convivência
é
condição
para
a
sobrevivência

Trabalho em equipe =

consenso

Cada um de nós, motivado, é

predisposto a trabalhar em

equipe

Cada integrante deve ter reconhecidas as suas realiza ões e contribui ões ç ç individuais para
Cada integrante deve ter reconhecidas as
suas realiza ões e contribui ões
ç
ç
individuais para a empresa

Trabalho em equipe implica em manter

abertos os canais de comunicação e estar

aberto a opiniões de pessoas de todos os

níveis

Implica ainda em conhecer e aceitar os seus

pontos fortes e fracos, e os pontos fortes e

fracos de cada membro da equipe

Todos os membros da equipe devem

conhecer todas as metas, e de forma

eles, como indivíduos, se encaixam no

plano .

Acima de tudo,

devem estar

conscientes de que se

as metas forem

atingidas, o sucesso

será de e para todos.

Mas, se não forem,

terão de assumir que

a derrota também é

de todos.

Faculdade de Educação - Curso Gestão Pública e Contábil OO TRABALHO OO TRABALHO TRABALHO EMEM EQUIPE
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil ATITUDES EE ATITUDES COMPORTAMENTOS NONO COMPORTAMENTOS

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil ATITUDES EE ATITUDES COMPORTAMENTOS NONO COMPORTAMENTOS
ATITUDES EE ATITUDES COMPORTAMENTOS NONO COMPORTAMENTOS AMBIENTE DE TRABALHO AMBIENTE DE TRABALHO
ATITUDES EE
ATITUDES
COMPORTAMENTOS NONO
COMPORTAMENTOS
AMBIENTE DE TRABALHO
AMBIENTE DE TRABALHO
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil Determinantes Psicossociais Determinantes Psicossociais AA conduta

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil Determinantes Psicossociais Determinantes Psicossociais AA conduta
Determinantes Psicossociais Determinantes Psicossociais AA conduta conduta éé resultante de resultante de valores, crenças, sentimentos, valores,
Determinantes Psicossociais
Determinantes Psicossociais
AA conduta
conduta éé resultante de
resultante de
valores, crenças, sentimentos,
valores, crenças, sentimentos,
pensamentos, cognições ee
pensamentos, cognições
tendências
tendências àà reação, referentes
reação, referentes
aa determinado
determinado objeto;
objeto; ouou seja,
seja,
tendem aa influenciá
tendem
influenciá--la.
la.
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil COMPONENTES: COMPONENTES: AFETIVO AFETIVO--EMOCIONAL EMOCIONAL ––

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil COMPONENTES: COMPONENTES: AFETIVO AFETIVO--EMOCIONAL EMOCIONAL ––
COMPONENTES: COMPONENTES: AFETIVO AFETIVO--EMOCIONAL EMOCIONAL –– sentimentos sentimentos COGNITIVO COGNITIVO –– conhecimento conhecimento COMPORTAMENTAL COMPORTAMENTAL ––
COMPONENTES:
COMPONENTES:
AFETIVO
AFETIVO--EMOCIONAL
EMOCIONAL –– sentimentos
sentimentos
COGNITIVO
COGNITIVO –– conhecimento
conhecimento
COMPORTAMENTAL
COMPORTAMENTAL –– favorável
favorável ouou desfavorável
desfavorável
VOLITIVO
VOLITIVO –– motivações
motivações
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil No contexto de trabalho: No contexto

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil No contexto de trabalho: No contexto
No contexto de trabalho: No contexto de trabalho: Comportamento éé reação; Comportamento reação; Atitude éé tendência
No contexto de trabalho:
No contexto de trabalho:
Comportamento éé reação;
Comportamento
reação;
Atitude éé tendência
Atitude
tendência àà reação.
reação.
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil AA PRODUTIVIDADE GRUPAL PRODUTIVIDADE GRUPAL ESTÁ

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil AA PRODUTIVIDADE GRUPAL PRODUTIVIDADE GRUPAL ESTÁ
AA PRODUTIVIDADE GRUPAL PRODUTIVIDADE GRUPAL ESTÁ ASSOCIADA ÀS ESTÁ ASSOCIADA ÀS PREDISPOSIÇÕES PREDISPOSIÇÕES DODO INDIVÍDUO INDIVÍDUO
AA PRODUTIVIDADE GRUPAL
PRODUTIVIDADE GRUPAL
ESTÁ ASSOCIADA ÀS
ESTÁ ASSOCIADA ÀS
PREDISPOSIÇÕES
PREDISPOSIÇÕES DODO
INDIVÍDUO
INDIVÍDUO EE DODO GRUPO DE
GRUPO DE
CONCILIAR SEUS OBJETIVOS
CONCILIAR SEUS OBJETIVOS
PESSOAIS COM OS OBJETIVOS
PESSOAIS COM OS OBJETIVOS
SETORIAIS EE
SETORIAIS
ORGANIZACIONAIS.
ORGANIZACIONAIS.
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil FUNCIONAMENTO DOS GRUPOS FUNCIONAMENTO DOS GRUPOS

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil FUNCIONAMENTO DOS GRUPOS FUNCIONAMENTO DOS GRUPOS
FUNCIONAMENTO DOS GRUPOS FUNCIONAMENTO DOS GRUPOS
FUNCIONAMENTO DOS GRUPOS
FUNCIONAMENTO DOS GRUPOS
FORMAL FORMAL ORIENTADOS ÀS TAREFAS ORIENTADOS ÀS TAREFAS
FORMAL
FORMAL
ORIENTADOS ÀS TAREFAS
ORIENTADOS ÀS TAREFAS
INFORMAL INFORMAL ORIGINAM ORIGINAM--SESE DADA INTERAÇÃO INTERAÇÃO SOCIAL VOLUNTÁRIA SOCIAL VOLUNTÁRIA
INFORMAL
INFORMAL
ORIGINAM
ORIGINAM--SESE DADA INTERAÇÃO
INTERAÇÃO
SOCIAL VOLUNTÁRIA
SOCIAL VOLUNTÁRIA
As pessoas sese unem As pessoas unem emem grupos para obter grupos para obter segurança ee
As pessoas sese unem
As pessoas
unem emem grupos para obter
grupos para obter
segurança ee proteção, para associação
segurança
proteção, para associação ee apoio
apoio
emocional, para angariar estima, conseguir
emocional, para angariar estima, conseguir
identidade ee executar tarefas
identidade
executar tarefas
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil ESTÁGIOS DE FORMAÇÃO EE ESTÁGIOS DE

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil ESTÁGIOS DE FORMAÇÃO EE ESTÁGIOS DE
ESTÁGIOS DE FORMAÇÃO EE ESTÁGIOS DE FORMAÇÃO DESENVOLVIMENTO: DESENVOLVIMENTO: Formação; Formação; Confronto; Confronto; Consolidação; Consolidação; Desempenho.
ESTÁGIOS DE FORMAÇÃO EE
ESTÁGIOS DE FORMAÇÃO
DESENVOLVIMENTO:
DESENVOLVIMENTO:
Formação;
Formação;
Confronto;
Confronto;
Consolidação;
Consolidação;
Desempenho.
Desempenho.
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil EQUIPE EQUIPE EQUIPE EQUIPE GRUPO GRUPO

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil EQUIPE EQUIPE EQUIPE EQUIPE GRUPO GRUPO
EQUIPE EQUIPE EQUIPE EQUIPE GRUPO GRUPO EQUIPE EQUIPE Cada umum por si, Cada por si, Sinergia,
EQUIPE
EQUIPE
EQUIPE
EQUIPE
GRUPO
GRUPO
EQUIPE
EQUIPE
Cada umum por si,
Cada
por si,
Sinergia,
Sinergia,
Objetivo comum para
Objetivo comum para
Objetivo comum,
Objetivo comum,
atividade específica ,,
atividade específica
FF
oco na me
oco na me a,
tt a,
Foco na tarefa,
Foco na tarefa,
Decisões
Decisões emem consenso
consenso
Decisões de cima
Decisões de cima
pra baixo
pra baixo
Equipe éé umum grupo que evoluiu: Equipe grupo que evoluiu: oo trabalho trabalho emem equipe equipe
Equipe éé umum grupo que evoluiu:
Equipe
grupo que evoluiu: oo trabalho
trabalho emem equipe
equipe éé
uma atividade desenvolvida por umum grupo de pessoas
uma atividade desenvolvida por
grupo de pessoas
que compreende seus objetivos
que compreende seus objetivos ee está engajado emem
está engajado
alcançá
alcançá--los,
los, de
de forma
forma compartilhada
compartilhada (Moscovici,
(Moscovici, 1999).
1999).
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil No grau alto alto alto alto

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil No grau alto alto alto alto

No

grau

alto

alto

alto

alto

umum

umum

emem

emem

No

No

grau

No

de

de

de

de

..

trabalho

componentes (Parker,

interdependência dos

interdependência dos

dos componentes

dos componentes

interdependência

interdependência

(Parker, 1994)

(Parker, 1994)

trabalho

componentes (Parker,

trabalho

trabalho

equipe

equipe

equipe

equipe

1994)

1994)

grau

grau

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil No grau alto alto alto alto

http://www.caliper.com.br – acesso em: 10.jul 2001

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO A Comunicação

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO
COMUNICAÇÃO
COMUNICAÇÃO
COMUNICAÇÃO
COMUNICAÇÃO
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO A Comunicação

A Comunicação não é aquilo que falamos, é aquilo que chega ao outro”.

Reinaldo Passadori

ÉÉ oo meio através do qual oo comportamento

ÉÉ oo meio através do qual oo comportamento

meio através do qual

meio através do qual

comportamento éé modificado,

comportamento éé modificado,

modificado,

modificado,

as mudanças são efetivadas, aa informação

as mudanças são efetivadas, aa informação

as mudanças são efetivadas,

as mudanças são efetivadas,

informação éé transformada

informação éé transformada

transformada

transformada

emem algo produtivo ee as metas são atingidas.

emem algo produtivo ee as metas são atingidas.

algo produtivo

algo produtivo

as metas são atingidas.

as metas são atingidas.

INTERPESSOAL INTERPESSOAL Capacidade de sese comunicar Capacidade de comunicar com outras pessoas com outras pessoas PRINCIPAL
INTERPESSOAL
INTERPESSOAL
Capacidade de sese comunicar
Capacidade de
comunicar
com outras pessoas
com outras pessoas
PRINCIPAL ATRIBUTO
PRINCIPAL ATRIBUTO
DODO LÍDER
LÍDER
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO A Comunicação
INTRAPESSOAL INTRAPESSOAL Capacidade da pessoa de lidar Capacidade da pessoa de lidar com suas próprias com
INTRAPESSOAL
INTRAPESSOAL
Capacidade da pessoa de lidar
Capacidade da pessoa de lidar
com suas próprias
com suas próprias
emoções ee sentimentos
emoções
sentimentos
AUTOPERCEPÇÃO EE
AUTOPERCEPÇÃO
AUTOCONHECIMENTO
AUTOCONHECIMENTO
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil Percepção Percepção Personalidade – Padrão relativamente

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil Percepção Percepção Personalidade – Padrão relativamente
Percepção Percepção
Percepção
Percepção

Personalidade – Padrão relativamente permanente de traços e

características individuais que distinguem uma pessoa de

todas as demais.

Aspectos da personalidade que influenciam oo comportamento organizacional:

Aspectos da personalidade que influenciam

comportamento organizacional:

Centro de controle (neles próprios ouou nas forças ambientais);

••Centro

de controle (neles próprios

nas forças ambientais);

•• Ética

Ética dodo trabalho (conjunto de crenças, como respeito pela dignidade dodo trabalho,

trabalho (conjunto de crenças, como respeito pela dignidade

trabalho,

desprezo pela ociosidade, trabalho árduo éé recompensado;

desprezo pela ociosidade, trabalho árduo

recompensado;

•• Estilo cognitivo (introversão/extroversão; pensamento/sentimento,

Estilo cognitivo (introversão/extroversão; pensamento/sentimento,

sensação/intuição ee julgamento/percepção;

sensação/intuição

julgamento/percepção;

Maturidade profissional (estágio de julgamento ético

••Maturidade

profissional (estágio de julgamento ético emem que

que sese encontra

encontra aa pessoal

pessoal

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil Percepção Percepção

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil Percepção Percepção
Percepção Percepção
Percepção
Percepção
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil Percepção Percepção
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil Percepção Percepção
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil Percepção Percepção Processo pelo qual um

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil Percepção Percepção Processo pelo qual um
Percepção Percepção
Percepção
Percepção

Processo pelo qual

um indivíduo

organiza e

interpreta

informações sobre

o ambiente e,

portanto, lhe

atribui significado

pessoal.

Estereótipos – pré-julgamento

Efeito halo - influência por uma

impressão favorável ou

desfavorável

Projeção - atribuição dos

próprios sentimentos e traços

Distorção perceptiva – mecanismo

de defesa para evitar realidade

desagradável

Percepção seletiva – influência dos

próprios interesses

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA Liderar é,

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA
LIDERANÇA
LIDERANÇA
LIDERANÇA
LIDERANÇA
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA Liderar é,
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA Liderar é,
Liderar é, antes de mais nada, ser capaz de Liderar é, antes de mais nada, ser
Liderar é, antes de mais nada, ser capaz de
Liderar é, antes de mais nada, ser capaz de
Liderar é, antes de mais nada, ser capaz de
Liderar é, antes de mais nada, ser capaz de
administrar oo sentido que asas pessoas dão àquilo
administrar oo sentido que asas pessoas dão àquilo
administrar
administrar
sentido que
sentido que
pessoas dão àquilo
pessoas dão àquilo
que estão fazendo (Bergamini, 1994, p. 16).
que estão fazendo (Bergamini, 1994, p. 16).
que estão fazendo (Bergamini, 1994, p. 16).
que estão fazendo (Bergamini, 1994, p. 16).
Os subordinados podem influir nana decisão Os subordinados podem influir Os subordinados podem influir Os subordinados
Os subordinados podem influir nana decisão
Os subordinados podem influir
Os subordinados podem influir
Os subordinados podem influir nana decisão
decisão dodo líder acreditando nono
decisão dodo líder acreditando nono
líder acreditando
líder acreditando
próprio desempenho, compartilhando experiências passadas,
próprio desempenho, compartilhando experiências passadas,
próprio desempenho, compartilhando experiências passadas,
próprio desempenho, compartilhando experiências passadas,
assumindo atitude objetiva ee apresentando soluções alternativas.
assumindo atitude objetiva
assumindo atitude objetiva
assumindo atitude objetiva ee apresentando soluções alternativas.
apresentando soluções alternativas.
apresentando soluções alternativas.
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA EXIGE EXIGE
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA EXIGE EXIGE

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA
LIDERANÇA
LIDERANÇA
LIDERANÇA
LIDERANÇA

EXIGE

EXIGE

GRANDE AUTO ESTIMA

GRANDE AUTO--ESTIMA

GRANDE AUTO-

GRANDE AUTO

-ESTIMA ESTIMA

DISPOSIÇÃO PARA CORRER RISCOS DISPOSIÇÃO PARA CORRER RISCOS DISPOSIÇÃO PARA CORRER RISCOS DISPOSIÇÃO PARA CORRER RISCOS
DISPOSIÇÃO PARA CORRER RISCOS
DISPOSIÇÃO PARA CORRER RISCOS
DISPOSIÇÃO PARA CORRER RISCOS
DISPOSIÇÃO PARA CORRER RISCOS
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA EXIGE EXIGE

CONFIANÇA NANANANA PRÓPRIA CAPACIDADE DE LIDERANÇA

CONFIANÇA

CONFIANÇA

CONFIANÇA

PRÓPRIA CAPACIDADE DE LIDERANÇA

PRÓPRIA CAPACIDADE DE LIDERANÇA

PRÓPRIA CAPACIDADE DE LIDERANÇA

FOCO NOS INTERESSES DADADADA ORGANIZAÇÃO

FOCO NOS INTERESSES

FOCO NOS INTERESSES

FOCO NOS INTERESSES

ORGANIZAÇÃO

ORGANIZAÇÃO

ORGANIZAÇÃO

CAPACIDADE PARA SUPERAR CAPACIDADE PARA SUPERAR CAPACIDADE PARA SUPERAR CAPACIDADE PARA SUPERAR OBSTÁCULOS EE RESISTÊNCIAS OBSTÁCULOS
CAPACIDADE PARA SUPERAR
CAPACIDADE PARA SUPERAR
CAPACIDADE PARA SUPERAR
CAPACIDADE PARA SUPERAR
OBSTÁCULOS EE RESISTÊNCIAS
OBSTÁCULOS
OBSTÁCULOS EE RESISTÊNCIAS
OBSTÁCULOS
RESISTÊNCIAS
RESISTÊNCIAS
Reação às mudanças: fenômeno
comportamental gerado pela percepção
dos indivíduos de possíveis ameaças
que podem advir da mudança.
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA LIDERANÇA EXIGE EXIGE
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil Conceitos diferentes Conceitos diferentes PODER PODER

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil Conceitos diferentes Conceitos diferentes PODER PODER
Conceitos diferentes Conceitos diferentes
Conceitos diferentes
Conceitos diferentes
PODER PODER PODER PODER
PODER
PODER
PODER
PODER
AUTORIDADE AUTORIDADE AUTORIDADE AUTORIDADE
AUTORIDADE
AUTORIDADE
AUTORIDADE
AUTORIDADE
INFLUÊNCIA INFLUÊNCIA INFLUÊNCIA INFLUÊNCIA
INFLUÊNCIA
INFLUÊNCIA
INFLUÊNCIA
INFLUÊNCIA
POLÍTICA POLÍTICA POLÍTICA POLÍTICA
POLÍTICA
POLÍTICA
POLÍTICA
POLÍTICA
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil PODER PODER PODER PODER Capacidade para

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

PODER PODER PODER PODER
PODER
PODER
PODER
PODER
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil PODER PODER PODER PODER Capacidade para
Capacidade para Capacidade para Capacidade Capacidade para mudar para mudar mudar oo comportamento mudar oo comportamento
Capacidade para
Capacidade para
Capacidade
Capacidade
para mudar
para mudar
mudar oo comportamento
mudar oo comportamento
comportamento dede outras
comportamento dede outras
outras pessoas;
outras pessoas;
pessoas;
pessoas;
pode ser legítimo ouou ilegítimo, usado para atingir metas comuns ouou
pode ser legítimo
pode ser legítimo
pode ser legítimo ouou ilegítimo, usado para atingir metas comuns ouou
ilegítimo, usado para atingir metas comuns
ilegítimo, usado para atingir metas comuns
obter ganho pessoal.
obter ganho pessoal.
obter ganho pessoal.
obter ganho pessoal.
INFORMAL INFORMAL COM BASE EMEM COM BASE ESPECIALIZAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EE PODER PODER REFERENTE; REFERENTE; MAIOR MAIOR
INFORMAL
INFORMAL
COM BASE EMEM
COM BASE
ESPECIALIZAÇÃO
ESPECIALIZAÇÃO
EE PODER
PODER REFERENTE;
REFERENTE; MAIOR
MAIOR
CAPACIDADE PARA AFETAR
CAPACIDADE PARA AFETAR
AA SATISFAÇÃO
SATISFAÇÃO EE OO
DESEMPENHO DOS
DESEMPENHO DOS
COLABORADORES
COLABORADORES
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil PODER PODER PODER PODER Capacidade para
FORMAL FORMAL PODER LEGÍTIMO, PODER DE PODER LEGÍTIMO, PODER DE RECONHECIMENTO EE PODER RECONHECIMENTO PODER COERCITIVO
FORMAL
FORMAL
PODER LEGÍTIMO, PODER DE
PODER LEGÍTIMO, PODER DE
RECONHECIMENTO EE PODER
RECONHECIMENTO
PODER
COERCITIVO
COERCITIVO –– EXERCEM
EXERCEM
IMPACTO NONO
IMPACTO
COMPORTAMENTO
COMPORTAMENTO
IMEDIATO
IMEDIATO
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil AUTORIDADE AUTORIDADE ÉÉ OO USO AUTORIDADE

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil AUTORIDADE AUTORIDADE ÉÉ OO USO AUTORIDADE
AUTORIDADE AUTORIDADE ÉÉ OO USO AUTORIDADE AUTORIDADE ÉÉ OO USO USO LEGÍTIMO USO LEGÍTIMO LEGÍTIMO DODO
AUTORIDADE
AUTORIDADE ÉÉ OO USO
AUTORIDADE
AUTORIDADE ÉÉ OO USO
USO LEGÍTIMO
USO LEGÍTIMO
LEGÍTIMO DODO PODER, VISANDO
LEGÍTIMO DODO PODER, VISANDO
PODER, VISANDO
PODER, VISANDO
CUMPRIR ASAS METAS COMUNS.
CUMPRIR
CUMPRIR ASAS METAS COMUNS.
CUMPRIR
METAS COMUNS.
METAS COMUNS.
INFLUÊNCIA ÉÉÉÉ AAAA CAPACIDADE PARA ALTERAR INFLUÊNCIA INFLUÊNCIA INFLUÊNCIA CAPACIDADE PARA ALTERAR OOOO CAPACIDADE PARA ALTERAR
INFLUÊNCIA ÉÉÉÉ AAAA CAPACIDADE PARA ALTERAR
INFLUÊNCIA
INFLUÊNCIA
INFLUÊNCIA
CAPACIDADE PARA ALTERAR OOOO
CAPACIDADE PARA ALTERAR
CAPACIDADE PARA ALTERAR
COMPORTAMENTO DOS DEMAIS; MAIS SUTIL, MAIS
COMPORTAMENTO DOS DEMAIS; MAIS SUTIL, MAIS
COMPORTAMENTO DOS DEMAIS; MAIS SUTIL, MAIS
COMPORTAMENTO DOS DEMAIS; MAIS SUTIL, MAIS
ESPECÍFICO EE MENOS DEPENDENTE.
ESPECÍFICO
ESPECÍFICO EE MENOS DEPENDENTE.
ESPECÍFICO
MENOS DEPENDENTE.
MENOS DEPENDENTE.
AA POLÍTICA AA POLÍTICA POLÍTICA COMPREENDE POLÍTICA COMPREENDE COMPREENDE ASAS AÇÕES EMPREENDIDAS COMPREENDE ASAS AÇÕES EMPREENDIDAS
AA POLÍTICA
AA POLÍTICA
POLÍTICA COMPREENDE
POLÍTICA COMPREENDE
COMPREENDE ASAS AÇÕES EMPREENDIDAS
COMPREENDE ASAS AÇÕES EMPREENDIDAS
AÇÕES EMPREENDIDAS
AÇÕES EMPREENDIDAS
PARA DESENVOLVER EE USAR
PARA DESENVOLVER EE USAR
PARA DESENVOLVER
PARA DESENVOLVER
USAR OO PODER.
USAR OO PODER.
PODER.
PODER.
Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil TOMADA DE DECISÃO TOMADA DE DECISÃO

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil TOMADA DE DECISÃO TOMADA DE DECISÃO
TOMADA DE DECISÃO TOMADA DE DECISÃO
TOMADA DE DECISÃO
TOMADA DE DECISÃO

TIPOS

TIPOS

Pessoais programadas ee não

Pessoais programadas

não--

programadas

programadas

Organizacionais programadas ee

Organizacionais programadas

não--programadas

não

programadas

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil PASSOS PARA UMA DECISÃO RACIONAL PASSOS

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil PASSOS PARA UMA DECISÃO RACIONAL PASSOS

PASSOS PARA UMA DECISÃO RACIONAL

PASSOS PARA UMA DECISÃO RACIONAL

Reconhecer a existência do problema; Definir a natureza da situação; Gerar alternativas para lidar com ela; Reunir informações a respeito de cada alternativa; Avaliar sua conveniência; Obter o melhor curso de ação; Implementar essa alternativa; Avaliar a eficácia da decisão.

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS KANAANE, Roberto.

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS KANAANE, Roberto.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

KANAANE, Roberto. Comportamento Humano nas

Organizações. O Homem Rumo ao Século XXI. São Paulo:

Atlas, 2008.

VECCHIO Robert P Comportamento Organizacional

,

.

.

.

São Paulo: Cengage Learning, 2008.

MOSCOVICI, Fela. Equipes Dão Certo. A Multiplicação

do Talento Humano. Rio de Janeiro: José Olympio, 1999.

O’DONNELL, Ken. Valores Humanos no Trabalho. Da

parede para a prática. São Paulo: Editora Gente, 2006.

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil OBRIGADA OBRIGADA!! ((27) 27) 3222.8275 3222.8275

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil

Faculdade de Educação – Pós-Graduação em Gestão Pública e Contábil OBRIGADA OBRIGADA!! ((27) 27) 3222.8275 3222.8275
OBRIGADA OBRIGADA!!
OBRIGADA
OBRIGADA!!
((27) 27) 3222.8275 3222.8275 –– 9316.6769 9316.6769 veronica@primvs.com.br veronica@primvs.com.br
((27)
27) 3222.8275
3222.8275 –– 9316.6769
9316.6769
veronica@primvs.com.br
veronica@primvs.com.br