Você está na página 1de 2

Ficha de Leitura 2

Flvio Eduardo de Souza Caldas


EDF0287 02-2015 Diana Gonalves Vidal
NUSP 8024662

Durante a leitura do texto: Aarquitetura escolar como objeto de pesquisa


em Histria da Educao de Clia Rosngela Dantas Drea, destacamos o
objetivo geral que consiste em identificar fatores polticos, sociais, culturais e
econmicos atravs da organizao escolar, tomando como principal
parmetro a anlise dos dados espaciais da instituio escolar ao longo da
histria da educao no Brasil.
Como primeira questo, observo que na construo de edifcios
escolares (espaos dedicadas ao ensino), cuja ideia de renovao nacional
surgida aps a instaurao da repblica aliada aos ideais da Escola Nova, que
pretende promover o acesso escola para todos no pas, indistintamente, mas
esta ocorre de forma desarticulada entre os estados.
A justificativa da escolha desse tema a falta de uma reforma ampla que
se faz necessria, j que aquilo que hoje parece ser uma m vontade pode ter
origens muito mais profundas e, por isso, mais complicadas de serem
resolvidas.
A segunda questo levantada no texto e que chama ateno o sistema
que Ansio Teixeira implanta no Brasil. Esses cinco modelos que se classificam
de acordo com seu plano arquitetnico e serviro para atender a populao, se
vinculam diretamente funo da escola no plano geral que Teixeira pretende
implantar.
Essa relao de funo da escola e o espao, at ento improvvel (em
minha opinio), toma outra dimenso quando pensamos que de fato existe uma
relao entre o nvel de aprendizado e a degradao do ambiente escolar.
Como terceira questo a ser elencada, podemos citar os centros de
educao populares, presentes no plano de atuao proposto no relatrio de
Ansio Teixeira ao governador da Bahia em 1949, sua localizao, capacidade
de atendimento, pblico a ser atendido e oferta de diversas atividades.
A escolha se deve ao fato da semelhana com o plano dos CEUs na
cidade de So Paulo e Centros Unificados em outras localidades tambm. Fica

Ficha de Leitura 2
Flvio Eduardo de Souza Caldas
EDF0287 02-2015 Diana Gonalves Vidal
NUSP 8024662

tambm registrado a importncia de se pensar a capacidade de atendimento


desses centros? 4 mil alunos, seria um nmero vivel para atendimento em um
nico estabelecimento educacional?