Paulo Roberto

Cecchetti
lança Gaveta
de Palavras

O JORNAL
DE NITERÓI

• O lançamento – Gaveta de
Palavras – crônicas do
poeta, haicalista Paulo
Roberto, aconteceu no
Escritores Ao Ar Livro, na
Praça Getúlio Vargas,
Icaraí/Niterói.
Pág. 8

ANO 37 • Nº 1.469 • R$ 1,00 • 2a QUINZENA DE OUTUBRO • 2016

Rodrigo Neves participa de caminhada
das mulheres e faz comício em Jurujuba

Projeto de Lei: bancos
terão de receber contas
de não correntistas
Pág. 5

OAB/Niterói questiona
mudança dos horários
das barcas Rio-Niterói
Pág. 11

Pág. 3

Região Oceânica terá
parque público com
skatepark
Pág. 12

2

SANTA ROSA

2a QUINZENA DE OUTUBRO • 2016

Mais de 20 novas escolas em três anos e meio
• No próximo 22 de novembro, aniversário da cidade, a
Prefeitura de Niterói entregará
mais uma Unidade Municipal
de Educação Infantil. Desta
vez, a creche beneficiará moradores da Teixeira de Freitas,
no Fonseca.
“Tenho orgulho de ter cumprido compromissos da campanha, inclusive, com relação à
educação. Não foi fácil implantar 20 escolas, com bibliotecas e
quadras esportivas. Niterói
será a primeira cidade da região metropolitana a colocar todas as crianças na educação
infantil e fundamental. Vamos
ampliar as vagas para crianças
de zero a três anos e implantar
o horário integral em mais 20
escolas de ensino fundamental,
além dos programas de formação continuada e valorização
dos profissionais da Educação”, ressalta Rodrigo.

Niterói, segundo o portal
Meu Município para a revista
Exame, ocupa a 1ª posição no
ranking das cidades brasileiras que mais investiram no
estudante do ensino fundamental entre 2013 e 2015.
“Acredito que a educação é a
melhor ferramenta para combater as desigualdades sociais
e ajudar na redução da violência. Vamos municipalizar os
Cieps do Cubando e do Cantagalo, implantando o horário
integral em mais 20 escolas”,
ressaltou.
Inaugurada em 2013, na
Vila Ipiranga, a UMEI Marilza
da Conceição da Rosa Medina
foi a primeira unidade implantada por Rodrigo Neves.
Já no Caramujo, foi construída
a UMEI Zilda Arns, que é a
maior creche de Niterói e hoje
atende a aproximadamente
300 crianças. “Na região, tam-

bém municipalizamos um antigo CIEP e criamos a primeira
escola fundamental, a Antineia Miranda. Estamos garantindo o direito das crianças a

uma educação de qualidade”,
afirmou o prefeito.
No Barreto, um CIEP que estava abandonado há mais de
três anos foi municipalizado

pela Prefeitura. O antigo CIEP,
na comunidade do Buraco do
Boi, hoje abriga a UMEI Jacy
Pacheco, que atende a mais de
200 crianças.

2a QUINZENA DE OUTUBRO • 2016

3

SANTA ROSA

Rodrigo Neves participa de caminhada
das mulheres e faz comício em Jurujuba
Foto: Leonardo Simplício

• O prefeito Rodrigo Neves
(PV) participou da Caminhada das Mulheres, que reuniu
centenas de pessoas na Av.
Amaral Peixoto. Ao lado da
esposa Fernanda, ressaltou as
conquistas femininas e criticou qualquer tipo de agressão
às mulheres. Candidato à reeleição pela Coligação Pra Seguir em Frente, também fez comício em Jurujuba.
“As mulheres são protagonistas sociais e precisam seguir em frente nas suas conquistas. Vão à luta, estudam,
trabalham e são chefes de família. Hoje, 80% do orçamento
do governo está nas mãos das
mulheres, que assumiram, no
meu mandato, pastas como
Urbanismo, Planejamento,
Educação, Saúde e Conservação. É o reconhecimento à dedicação, à eficiência e ao talento feminino”, disse Rodrigo.
O prefeito, ao lado do candidato a vice, Comte Bittencourt,
enfatizou ter fortalecido o Organismo de Políticas para as

O candidato Rodrigo Neves fez comício em Jurujuba

Mulheres e reestruturado as
ações de enfrentamento à violência. “Vamos elaborar pro-

grama de fiscalização da Lei
Maria da Penha, transformar
a maternidade Alzira Reis em

referência, fortalecer a política
municipal de atenção à mulher e ampliar projetos e ações

afirmativas e de combate a todas as discriminações”.
Pela manhã, Rodrigo esteve
com moradores de Várzea
das Moças, na Região Oceânica e se comprometeu a implantar um terminal de ônibus
na praça principal para facilitar a integração e mobilidade
dos moradores, abrir uma policlínica, além de uma creche,
afirmando que teve 60% dos
votos nesta região.
O presidente da Associação
de Moradores de Várzea, Vinícius Guimarães, fez questão
de ressaltar as melhorias realizadas durante o governo de
Neves.
“Avançamos muito em termos de saneamento básico depois que ele assumiu a Prefeitura. A reforma do Mário Monteiro foi fundamental para os
moradores da região. A obra
do túnel também trará inúmeros benefícios. Acredito que
nossa cidade vai melhorar
ainda mais com um novo
mandato do Rodrigo”, disse.

OS VENTOS DA DEMOCRACIA SOPRAM EM NITERÓI
André Santa Rosa

O

niteroiense vai escolher quem será o
próximo prefeito
da sua cidade nas
eleições neste domingo, dia 30. Felipe Peixoto e
Rodrigo Neves farão o 2º turno deste embate eleitoral. As
alianças feitas com os que não
chegaram à reta final já foram
sedimentadas e, agora, veremos quem foi mais competente em persuadir seu antigo
oponente a vir consigo e apoiar seu projeto de governo.
Porém, mais importante do
que trazer aqueles que não
alcançaram o turno final, será
convencer quase metade dos
eleitores a sair de suas casas
e fazer uma escolha, pois o
índice de abstenção foi imenso no 1º turno das eleições.
Da mesma forma, os votos

nulos superaram as previsões
mais pessimistas.
Mostrar ao cidadão que, ao
anular seu voto, ou não ir à urna
votar, significa dizer sim ao atual governante. Significa que não
quer, ou pouco se importa, se vai
haver mudança ou não no comando político da cidade, o que
é o mesmo que dizer “tanto faz”.
Não aprova nem rejeita o prefeito em exercício.
Este tipo de comportamento
expressa ignorância política e
falta de responsabilidade do eleitor que assim agir.
Ignorância porque a não manifestação nas urnas importa em
exercer seu direito ao voto e
denota perda da esperança em
um futuro melhor, onde uma
nova visão de governo poderia
ser experimentada. Além do que,
ajuda a manter quem já está no
governo, deixando passar a
chance de oxigenar a administração pública. É o famoso igno-

rante político, citado pelo dramaturgo Bertold Brecht, teatrólogo alemão, que dizia que o pior
ignorante é aquele que não sabe
que da sua decisão na escolha
do seu representante político
resultará o preço da comida, dos
remédios e tudo o mais que faz
com que sua vida seja ou não
suportável e/ou agradável na
sociedade em que vive.
E, a falta de responsabilidade
fica patente e clara, pois ao não
votar, ou anular o voto, o não
eleitor está dizendo que não participou do pleito eleitoral, logo
não é responsável pelo que vier
a ocorrer no governo que se iniciará, e blá, blá, blá! Esquece que
todo o destino do país foi depositado em suas mãos, que, agora, como as mãos de Pilatos, estão lavadas. Fugir à responsabilidade na escolha dos caminhos
de seu povo é o mesmo que virar
as costas à sua própria sorte.
Niterói, apesar dos esforços do

atual prefeito, carece de melhor
atendimento médico. Inexistem
remédios nas chamadas farmácias populares e o cidadão que precisa de um atendimento médico
e/ou exames sofre em filas intermináveis e esperas de meses.
A educação despencou, bastando ver os índices do IDEB. Os
alunos vão de mal a pior nas
pesquisas nacionais, mal que
atinge o país como um todo, e
não só Niterói.
A segurança, embora não seja
responsabilidade das prefeituras,
não deixa de sê-lo, pois a instalação de câmeras pela cidade não
arrefeceram a violência. A contratação de Guardas municipais,
dobrando seu numerário, não
trouxe, ainda, o alívio esperado.
O fato é que a cada dia mais perigoso fica sair às ruas!
A troca de partido que fez o
prefeito Rodrigo Neves teve o
objetivo de navegar em mares
mais democráticos e aliados aos

novos ventos que sopram no
país. Fez bem em sair do PT
e ir para o PV.
O candidato Felipe Peixoto,
por sua vez, vem atacando
questões ainda não resolvidas
no governo Rodrigo, prometendo mudanças e inovações,
sem deixar de afirmar que as
atitudes acertadas do Rodrigo serão mantidas e aperfeiçoadas, se for conveniente.
Votar deve ser visto como
um gesto de cidadania. Votar, participando dos rumos
da cidade, é o papel de todo
cidadão consciente de que
tem, no voto, a chance de
fazer parte das decisões políticas de sua cidade. Só evolui a sociedade que escolhe
seus caminhos. Com a palavra o eleitor!
André Santa Rosa é jornalista e advogado
santarosa.ator@gmail.com

4

SANTA ROSA

Lei sobre reserva de
lugares para pessoas com
deficiência será atualizada

Átila Nunes

• A Lei estadual 3.960/02, que
determina a reserva de espaço
para pessoas com deficiência
em casas de espetáculos, shows, cinemas e teatros, será atualizada, com a destinação de
ao menos 5% da capacidade
total do local. A norma passará a valer também para estádios e outros espaços que promo-

vam eventos culturais ou esportivos. Este é o objetivo do
projeto de lei 641/15, do ex-deputado Átila Nunes, que a Assembleia Legislativa do Estado
do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta terça-feira, 18/10.O
projeto considera pessoa com
deficiência quem tenha dificuldades de mobilidade e locomoção, temporária ou permanente. Outra inovação do projeto é a criação de uma multa
em caso de descumprimento
da norma, de cinco mil UFIRsRJ, cerca de R$ 150 mil, aplicada em dobro em caso de
reincidência.Atualmente, a lei
não prevê o percentual mínimo nem multa por descumprimento. “A medida tem o objetivo de dar igualdade ao direito
de cidadania e o respeito às
pessoas com deficiência, instituindo uma punição aos estabelecimentos que reiteradamente deixam de cumprir a
lei”, justifica Átila Nunes.

Agora é lei: Feminicídio em
registros de ocorrência
• Agora é lei: registros de
ocorrência de homicídio contra mulheres serão identificados como feminicídio nas delegacias de polícia. É que determina a lei 7.448/16, de autoria da deputada Martha
Rocha (PDT), sancionada
pelo governador em exercício,
Francisco Dornelles, e publicada no Diário Oficial no dia
14/10). O objetivo, segundo a
deputada, é aprimorar as informações e estatísticas do
Instituto de Segurança Públi-

2a QUINZENA DE OUTUBRO • 2016

Equipamentos culturais
reabertos na cidade
• O Teatro Popular Oscar Niemeyer já recebeu mais de 1,5
milhão de pessoas desde que
foi reaberto pela atual gestão.
Mas este não foi o único equipamento cultural da cidade
que voltou a fazer parte da
programação dos niteroienses
e turistas. O Museu de Arte
Contemporânea (MAC) teve a
sua primeira reforma e foi reaberto em alto estilo.
“Tenho orgulho de ter sido o
prefeito que realizou esta obra
no MAC. Tiramos aquelas grades, aproximando o museu da
cidade, dos seus visitantes.
Também colocamos a ilumina-

ção do Peter Gasper, projeto
que não tinha saído do papel
desde a sua inauguração. Este
mês, todas as lojas da Louis
Vuitton, que desfilou sua coleção aqui, estão estampando
imagens do MAC em suas vitrines do mundo todo. Estamos
levando o nome da cidade para
o mundo e isso ajuda a incentivar também o turismo e trazer
mais investimentos para Niterói”, afirma Neves.
Mais uma importante conquista foi a reabertura da Igreja da Boa Viagem, outro cartão postal da cidade, que passou anos fechado. O Museu

Teatro Popular Oscar Niemeyer, um dos cartões postais da cidade reabertos

Janete Costa foi outro espaço
que mereceu atenção especial
de Rodrigo, assim como a
Companhia de Balé da cidade, que ganhou sua sede, uma
antiga reivindicação.
A criação da lei municipal
de incentivo à cultura também
foi um grande avanço. “Vamos
colocar em prática o sistema
municipal de financiamento à
cultura, a partir dessa lei aprovada. Vamos expandir os programas de cultura nas regiões
norte e oceânica”, enfatizou.
Em recente reunião com a classe teatral da cidade, Rodrigo Neves se comprometeu a retomar
os editais para o teatro infantil,
assim como a criação de edital
de pauta para os artistas da cidade no Teatro Popular. “Também podemos avançar em questões como a realização de cursos
de atualização para os profissionais da área através de parcerias.
Com a implantação do horário
integral nas escolas, poderemos
ter parcerias para que profissionais da cidade ministrem aulas e
oficinas de teatro”, ressalta.

ca (ISP) sobre esse tipo de crime, tipificado por lei federal
no ano passado. ”É importante nós entendermos que o
feminicídio é o homicídio contra a mulher proveniente da
violência doméstica, o que se
trata de uma violência específica. Queremos contribuir
para a criação de um registro
adequado, contendo informações importantes para facilitar a investigação, identificando o autor e levando-o a julgamento”, explica.

NOSSO GRUPO PUBLICIDADE E EDITORA LTDA.
CNPJ: 06.091.234/0001-78
Rua Matoso Maia, 46 • Bairro de Fátima • Niterói
CEP: 24.070-020
Editora Chefe: Maria Sílvia de Souza Tani (15428 MT)
Diretora: Maria Sílvia de Souza Tani
Assessoria Jurídica: Ennio Figueiredo Júnior
Diagramação: José Rosário (freelancer: 2710-3984)
Distribuição: Ernesto Guadelupe

Tels.:(21) 3619-2915/ 99751-2915
e-mail: santarosajornal@gmail.com
silviatani@oi.com.br
Matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores

CIRCULAÇÃO: Bairro de Fátima • Boa Viagem • Centro • Charitas • Cubango • Fonseca • Ingá • Icaraí • Jardim Icaraí • Jurujuba
• Pendotiba • Santa Rosa • São Domingos • São Francisco • Região Oceânica • Vital Brazil etc...

2a QUINZENA DE OUTUBRO • 2016

Bancos não poderão recusar
pagamento de contas de não
correntistas

Deputado Carlos Minc

• Os bancos localizados no estado do Rio podem ser obrigados a aceitar o pagamento de
contas de água, luz, telefone e
outras taxas, independentemente do cidadão ser ou não
correntista da instituição. É o
que determina o projeto de lei

183/15, do deputado Carlos
Minc (sem partido), que a Assembleia Legislativa do Estado
do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta quarta-feira, dia
26.As agências deverão fixar
cartazes informando a norma e,
caso a descumpram, estarão
sujeitas a multas estabelecidas
pelo Código de Defesa do Consumidor. As instituições terão
um prazo de 120 dias para se
adequarem, a partir da entrada
em vigor da nova lei.Minc diz
que a norma atende a um pedido feito pelo Sindicato dos
Bancários. “Muitas vezes os
bancos determinam que a pessoa tenha que ser cliente ou ela
terá que pagar as contas em outro local. Então, esse projeto será
bom para os bancários, para ter
menos demissão com a justificativa de pouca demanda dos
usuários e para os consumidores, para não serem desprezados nas agências de bancos
que eles não são clientes”.

5

SANTA ROSA

Túnel Charitas-Cafubá será
entregue em Dezembro
• As duas galerias do túnel
serão entregues para a circulação de ônibus, carros e bicicletas no dia 15 dezembro. As
obras estão 95% concluídas já
com os sistemas de ventilação
e iluminação instalados. Toda
a TransOceânica, com o sistema de transporte BHS, será
concluída até o segundo semestre de 2017, sem cobrança
de pedágio. O prefeito destaca
que o projeto da TransOceânica, que passará por 11 bairros, beneficiando 70 mil
moradores, vai melhorar a
qualidade de vida da população e mudar por completo o
que diz respeito à mobilidade
urbana não só na Região Oceânica, como em toda a cidade.
“Nossa expectativa é tirar
pelo menos 30 mil carros das
ruas com esta obra. Esse projeto cria uma outra dinâmica
para o desenvolvimento da cidade e vai reduzir a pressão
sobre eixos saturados, como o
Largo da Batalha.

Ao ser concluída em 2017, a
TransOceânica contará com
dois terminais (Charitas e Engenho do Mato) e 11 estações
de BHS. Em complemento a
esta obra, será construído o
terminal do Largo da Batalha,
onde haverá integração do
BHS com faixas exclusivas de
ônibus BRS até o Centro.
“O passageiro poderá optar
por seguir até o terminal próximo ao catamarã de Charitas
ou até o Centro. Também daremos início ao projeto VLT

Niterói, que ligará a Zona Sul
ao Centro, concluiu.
De acordo com o prefeito,
também haverá a ampliação
da malha cicloviária na cidade. “Nosso compromisso é
implantar mais 57 quilômetros de ciclovias. Com o túnel,
por exemplo, será possível
cruzar da Zona Sul à Região
Oceânica em até 10 minutos
de bicicleta. Faremos de Niterói uma cidade sustentável, a
melhor cidade para viver e ser
feliz”, afirmou.

6

SANTA ROSA

2a QUINZENA DE OUTUBRO • 2016

PALESTRA NATALINA — Na Academia de Medicina do
Estado do Rio de Janeiro – Acamerj – foi realizada a última palestra do ano com o tema "O Natal e o Presépio":
Mito, Metáfora, Metonímia e Mapa, Implicações e Aplicações Médico - Antropológicas", proferida pelo Acadêmico
Emérito João Aylmer de Azevedo Souza. Dentre as presenças acadêmicas: Luiz Augusto de Freitas Pinheiro (Presidente); Honomar Ferreira de Souza (1° Tesoureiro); Elimar
Antônio Bittar (Secretário Geral); Mário Gáspare Giordano
(Conselho Fiscal) e Cláudio do Carmo Chaves.

COMPLEXO AMBULATORIAL — O Hospital Universitário Antonio Pedro, realizará uma visita técnica na obra
do novo Complexo Ambulatorial do Huap, acompanhada
de um brunch, dia 10 de novembro, quinta-feira, às 10 horas. Informações: assessoria@huap.uff.br ou (21) 26299454 ou 2629-9408.

DESTAQUE — Para o conceituado médico Alcir Vicente
Visela Chácar e Regina, presenças elegantes e simpáticas
que se destacam nos meios sociais c culturais de cidade...

Diogo Nogueira

OLHA NÓS AÍ, GENTE!!!
• A Acadêmicos do Cubango realiza nesta segunda,
dia 31, apresentação de
seus figurinos para o Carnaval/2017, às 19h, na quadra
da agremiação. Na ocasião,
haverá uma grande roda de
samba com participação
especial de Diogo Nogueira
e dos grupos de pagode,

Novo Visual e Trevo de Paz.
Com o enredo Versando Nogueira nos Cem Anos do Ritmo
que é nó na Madeira, a tradicional escola de Niterói fará
uma homenagem ao centenário do samba através das obras
musicais de João Nogueira.
A verde e branca que busca
ascender ineditamente ao Gru-

po Especial, será o segundo
pavilhão a passar pela Marquês de Sapucaí, no sábado
de Carnaval. E com uma
nova aposta, um desfile assinado pelo carnavalesco estreante, Lúcio Sampaio.
Informações: 2704-7696
Rua Noronha Torrezão
560- Santa Rosa, Niterói.
Foto: arquivo

Neltur abre
inscrição para a
Corte Momesca
• A Niterói Empresa Turismo e Lazer – Neltur
abre inscrições para eleição da Corte Momesca
(Rei Momo, Rainha e duas
princesas), a partir do dia
1º de novembro, com término no dia 24/11. As
inscrições e o regulamento
podem ser adquiridos na
sede da Neltur (Estrada
Leopoldo Fróes 773, em
São Francisco), das 9h às
17h, de segunda a sextafeira. Serão 19 mil em prêmios. Informações:
710-2727- Ramal 3807,
3808, 3809 ou
lazer@neltur.com.br

7

SANTA ROSA

2a QUINZENA DE OUTUBRO • 2016

Fotos: João Mattesco

santarosajornal@gmail.com

Foto: Divulgação Enamel/Léo Lemos

Recepcionando os convidados, Benito Petraglia ao lado de profissionais da classe

Rita e Tarcísio Rivello

Festa do médico regada
a boa música e animação
• A Associação Médica
Fluminense abriu os salões
do Praia Clube São Francisco para comemorar o Dia
do Médico. Convidados,
embalados pelo variado repertório e estilos musicais
da Banda Monobloco, lotaram a pista de dança, garantindo alegria até altas
horas para brindar a profissão e a vida desses incansáveis profissionais. O Buffet El Shaddai deu um
show na decoração das mesas e no irretocável coquetel. A classe médica foi prestigiada por empresas de
destaque no segmento, que

contribuíram para a grandeza
da festa, como a Unimed Leste
Fluminense, Complexo Hospitalar de Niterói – CHN, Clínica Cardiológica Dr. Marcos
Cesar Braga Lima, Unicred Niterói, Clinop.
Dentre as presenças anotamos: Dr. Waldenir de Bragança, Dr. Alcir Visela Chácar, Dr.
Tarcísio Rivello e Rita, Dr.
Aloísio Decnop, Dr. Alkamir
Issa, Dr. Glauco Barbieri, Drª
Fátima Fernandes Christo, Drª
Valéria Conti, Dr. Alan Onofre, presidente da Unimed Leste/Fluminense, entre outras.
“Eu acho essa festa um momento único, pois as ativida-

Fernanda Sixel, Magda Bittencourt e amiga

des que temos no dia a dia
não nos permite estar com
os colegas como nessa noite. Sinto-me feliz de encontrá-los e representar a Unimed Leste/Fluminense,
sempre uma parceira da
AMF. A festa pelo Dia do
Médico é sempre um evento
aguardado por todos. É um
momento de confraternização, uma oportunidade ímpar de encontramos colegas que nem sempre podemos encontrar. Portanto, a
festa é justamente para reunirmos num só momento de
alegria e prazer”, concluiu
Alan Onofre.

Helder Machado e Ana Paula

Fran Sartor, Babi Xavier, Thábata Milazzotto e Paulo Heredia

Babi Xavier lança
sua linha de esmaltes
• A atriz, apresentadora e modelo, Babi Xavier lançou sua
primeira linha de esmaltes pela Enamel Cosméticos, a coleção Babi Xavier em Cena, no Nói São Francisco, em Niterói.
As cores foram desenvolvidas com base na personalidade e
carreira — calma e aconchegante como só Babi sabe ser.
"Lançar essa coleção de verão foi um grande passo, algo
que já queria ter feito há muito tempo. Dedico essa coleção
a todas as mulheres!", declarou a atriz.

8

SANTA ROSA

2a QUINZENA DE OUTUBRO • 2016

CULTURA

ALBERTO ARAÚJO

a.alberto.sousa@bol.com.br
Fotos: Alberto Araújo

1º Concurso Nacional
de Piano em Niterói
• A Musiart Eventos e Produções, sob a direção artística
da maestrina Talita Hasson e
do diretor administrativo
Alberto Hasson, promoverá o
1º Concurso Nacional de Piano com o objetivo de incentivar o intercâmbio artístico,
cultural de estudantes e profissionais, visando a troca de
experiências e aprimoramento de técnicas de execução.
O evento acontecerá nos

dias 21 e 22 de novembro, às
18h, no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno, quando
haverá uma prova classificatória, uma prova final e os 3
candidatos classificados receberão troféus, medalhas,
diplomas, além da participação em recitais em salas de
concerto.
Rua Lopes Trovão s/n, Icaraí/Niterói.

MUITO CLARO — Bruno Pessanha lança O Clarão e Outras
Histórias — Pela Editora Parthenon com prefácio de Elizabeth
do Valle, “as histórias constantes da coletânea abordam temas
variados, algumas narrativas leves, bem humoradas, que poderão servir de distração ao leitor, dispensando o remordimentos sobre a alma humana”.
RELÍQUIAS — O lançamento da antologia Relíquias, organizada pela biblioterapeuta Cristiana Seixas, acontecerá no sábado, 05 de novembro, das 16h às 19h, na Sociedade
Fluminense de Fotografia, com apresentação de canto lírico
pelo maestro Romeo Savastano e alunos. Compareça, esperamos por você.
Rua Dr. Celestino 115 – Centro/Niterói
O CÂNCER SE VENCE SORRINDO — O escritor e
Terapeuta em Programação Neurolinguística, Ivan Jubert
Guimarães, lançou “O Câncer se Vence Sorrindo” para que o
leitor tome consciência de que todas as doenças são
psicossomáticas e podem ser vencidas no momento em que
mudarmos o nosso pensamento. Isso inclui o câncer. O livro
dá uma nova modelagem
para o câncer mostrando
que ele pode ser derrotado,
bastando que o paciente
reformule suas ideias com
relação à doença e à sua
própria vida. Nele, o leitor
encontrará dicas de
harmonização para que seu
corpo seja saudável, além
de testemunhos de pessoas
que venceram o câncer com
atendimento médico, mas
principalmente com a
mudança de pensamento e
muita fé. Para venda e
leitura gratuita aos
associados, você pode
encontrá-lo no site da
Amazon.com.br

Luiz Lemme, escritor e poeta,
prestigiou o lançamento de
Paulo Cecchetti

A escritora e poeta Maria Helena
Latini com o autor Cecchetti

Paulo Roberto Cecchetti lança
Gaveta de Palavras
• O lançamento – Gaveta
de Palavras – crônicas do
poeta, haicalista Paulo
Roberto, aconteceu no
Escritores Ao Ar Livro, na

CENTENÁRIO —
Para comemorar o
centenário de
nascimento do
professor e escritor
Luiz Simões Jesus,
familiares, ex-alunos e
amigos, poderão ter
acesso à
atemporalidade de sua
obra literária completa,
porém, digitalizada e
disponível na internet
para leitura, num belo
projeto visual de
Leonardo Barbosa.
Vale conferir:
www.lenajesus.ponte.
nom.br/
luizsimoesjesus

Praça Getúlio Vargas, Icaraí/
Niterói. Esta obra fecha a
coletânea de três volumes
publicados: Palavras
Pintadas, Palavras Intensas e

agora sim, Gaveta de
Palavras – crônicas.
Portanto, uma obra bemvinda ao mundo literário.

Finalistas serão premiados
• A OAB/Niterói abre as
portas para a arte literária no
dia 8 de novembro, quando
realiza a premiação do
"Concurso de Crônica e
Poesia", reunindo grandes
escritores da cidade. O
concurso tem como patronos
os advogados Alaôr Eduardo
Scisínio, na categoria
Crônica; e César de Araújo,
na Poesia, cujos familiares já
confirmaram presença para
receber a homenagem
especial. A importante
solenidade, que acontece às
18 horas, no auditório da
entidade, contará com a
participação do diretor-

tesoureiro e presidente da
Comissão de Prerrogativas
da OAB-RJ, Luciano
Bandeira, e do presidente da
OAB/ Niterói, Antonio José
Barbosa da Silva. E a
apresentação do Coral da
entidade.
Os autores premiados na
categoria "Crônica" foram:
Beatriz Crespo Dinis (1º
lugar), com a obra "Tudo de
Bom Pra Você"; Luiz
Gonzaga de Freitas Abreu (2º
lugar), com "Aquele Rosto" e
Maria Paula Seixas da Silva
(3º lugar), "Na praça".
Parabéns!!!

2a QUINZENA DE OUTUBRO • 2016

SANTA ROSA

Unilasalle-RJ inaugura Centro Tecnológico na
abertura das comemorações dos 15 anos
• As Bodas de Cristal são oficialmente celebradas em
2017, quando a segunda instituição de Educação Superior
Lassalista criada no Brasil
completa 15 anos, mas para
dar início às comemorações.
Na última quinta-feira, dia
20, o centro universitário deu
uma mostra dos projetos concretizados e dos que vêm pela
frente, em um ambicioso Plano de Desenvolvimento Institucional, como, as inaugurações da Capela Universitária,
Centro de Convenções Irmão
Amadeu e Centro Tecnológico
Unilasalle-RJ, este último um
grande investimento em cinco
andares de laboratórios e
equipamentos de ponta para
uso dos alunos.
O Arcebispo Emérito de Niterói, Dom Frei Alano Maria
Pena realizou a benção da Capela Universitária, junto ao
reitor do Unilasalle-RJ, Irmão
Jardelino Menegat, e a diversos lassalistas que iluminaram o novo espaço com chamas de velas.
Dom Alano abençoou e aspergiu água em sinal de penitência e em memória do batismo, purificando a Igreja e afirmou: “O centro universitário

Vice-Reitor Ronaldo Curi Gismondi foi o mestre de cerimônia

está plantado no mundo, irradia luz, semeia força e esperança”. Assistindo à transmissão ao vivo pelo Youtube,
Irmão Amadeu, diretor emérito do Colégio La Salle Abel e
um dos idealizadores do Unilasalle-RJ, recebeu uma longa
salva de palmas ao ser citado
pelo vice-reitor, Ronaldo Curi
Gismondi.
VISIONÁRIOS DO LA SALLE — A solenidade teve Gismondi como mestre de cerimônias, responsável por recordar
importantes momentos da
instituição, como o alcance do
status de centro universitário
em menos de uma década.

Lassalista desde os 6 anos, o
vice-reitor citou ainda a “missão evangelizadora que cada
professor, cada colaborador e
cada Irmão se imbui com
amor, com o melhor de si”.
Edgar Nicodem, presidente
da Rede La Salle e Provincial
da Província Brasil-Chile-Moçambique, por sua vez, frisou a
satisfação de acompanhar o
crescimento do Unilasalle-RJ,
pontuando o que representa
cada uma das conquistas. A
capela traz, para Nicodem “a
identidade. La Salle sempre
nos pede para olhar todas as
coisas com os olhos da fé, foi
assim que ele fez e foi assim
que o instituto foi caminhando
ao longo de mais de três séculos. Este desafio hoje é nosso”.
No Centro Tecnológico está “a
promoção da fé, sinônimo da
promoção da pessoa, da dignidade humana a partir da profissionalização”. Já o Centro
de Convenções Irmão Amadeu, caracterizado como “belo
espaço”, mostra “à comunidade educativa a necessidade expectativas de futuro”. Encerrando as festividades, delicioso coquetel foi servido aos inúmeros convidados.

Jornal Santa Rosa

(21)
3619-2915/
99751-2915

ANÚNCIOS

9

10

SANTA ROSA

Correspondente da

GUERRA
URBANA
Hilário Francisconi

Sol e
e
Sol
som
som

A

cena que inaugura o drama, abertas as cortinas da
vida, estampa dois jovens músicos na calçada do
Campo de São Bento, em Icaraí. Um deles faz deslizar os seus ágeis dedos sobre as teclas de um órgão
eletrônico, enquanto o outro, também concentrado,
prende sob o queixo um violino que emana de suas cordas uma
melodia de John Lennon. A música chama-se Imagine, e já começo a imaginar um registro para esta dramática peça.
Há um céu de azul infinito sobre as nossas cabeças porque o
sol, neste dia de Nossa Senhora Aparecida de 2016, vem banhar
o povo com a sua glória de nascer para todos. E eles lá estão, os
dois jovens, e eu não sei se com o fim de apenas louvarem o dia
com o seu arranjo musical ou, na contramão dos deuses, no intuito de somarem, no interior do estojo de um dos instrumentos,
uns trocados a mais para tocar a vida...
A composição de Lennon, em sua parte poética, nos pede que
imaginássemos todas as pessoas a viver o presente, e ainda que
supuséssemos o mundo sem países, sem motivos para matar ou
morrer, sem religiões e que seguíssemos a vida, enfim, em paz.
Acontece que esta peça encenada pelos dois jovens em um
palco natural não trata, em seu roteiro, da filosofia de John Lennon, e sim da biografia, embora destacada por um flash, de dois
brasileiros em uma calçada pública em busca de sua sobrevivência no centro de uma batalha urbana.
Enquanto rabisco alguns registros, os trocados caem no interior do estojo dos rapazes, bem à sua frente, uns mais generosos
que outros, porém todos provenientes de mãos dadivosas.
A esta altura, você, caro leitor, pode estar imaginando que eu
seja um sonhador, aliás, da maneira como consta da letra de
Imagine, mas, não! Sou mesmo um realista, com toda a “realeza” de que dispõem as letras deste vocábulo aspeado. Os dois
rapazes na calçada, a empunharem os seus instrumentos de
corda e eletrônico, vivem, hoje, uma realidade que se repete
desde a formação das sociedades: a das posses!
À frente dos dois, fico a imaginar que não mais há posses,
nem ganâncias ou fome, e que em seu lugar há uma irmandade
entre os homens a partilhar todo o mundo. E que o mundo, agora, é um só...
Resta dizer que o parágrafo acima foi inteiramente adaptado a
partir do poema de Imagine.
Hilário Francisconi é jornalista e escritor
francisprov@hotmail.com

2a QUINZENA DE OUTUBRO • 2016

P

or onde andaria Henrique? – perguntava-se
Silvinha, em meio aos
objetos deixados por
ele quando de sua inesperada partida. Durante alguns
meses, atribuíra a uma depressão sua mudança de comportamento. Quando ele colocou alguns
dos seus pertences em uma mochila e saiu dizendo que iria desanuviar a mente, ela absorveu o fato
como se ele precisasse de “um
tempo”. Não pensou que fosse
algo definitivo, embora hoje o analisasse como puro ato de covardia.
O que mais a intrigava era ninguém saber seu paradeiro. Parecia que se desintegrara no cosmos – dizia – com um sorriso forçado. Por vezes, tinha que refrear
o impulso de sair pelas ruas gritando o nome daquele homem.
Como pudera se enganar com seu
caráter, se viveram tantos anos
juntos e, em nenhum momento,
ele demonstrara comportamento
oscilante? Sempre dizia que Henrique fora um oásis em sua vida.
Era duro encarar as pessoas,
pois não tinha respostas para a
insólita situação. Buscava encontrar no passado algum deslize, alguma palavra, algum sinal que
permitisse, ao menos, fazer uma
ideia, por mais louca que fosse,
acerca da ocorrência. Pensava
nos inúmeros casos que já havia
lido, como homens que iam comprar cigarro em boteco de esquina
e nunca mais voltavam. Como poderia imaginar que, um dia, faria

Renascimentos

parte dessas estatísticas?
O tempo parecia voar. Um ano,
dois, três...
Agora, passados exatamente
cinco anos sem que nenhuma pista fosse encontrada, Silvinha tentava encerrar o ciclo. O que ainda
a incomodava não era mais o desaparecimento, mas o desgaste
emocional que sofrera fazendo
conjeturas.
Com uma taça de vinho nas
mãos, ouvia Diana Krall quando,
subitamente, o telefone tocou. Do
outro lado, uma voz inesquecível,
que sempre lhe provocara arrepios, parecia ainda exercer sobre
ela grande fascínio. Rememoran-

do deliciosos episódios da juventude, riram, fizeram confissões, e
ela sentiu-se à vontade para dizer
que, há tempos, não se divertia
tanto, pois havia esquecido o significado da palavra alegria.
Suavemente, ele pediu a Silvinha que tentasse retomar aquela
vivacidade que tanto o encantara.
As palavras tiveram um efeito
mágico sobre ela. E só então, Henrique, de fato, passou a ser cinzas, enquanto o fogo de uma nova
paixão tirava Silvinha daquele angustiante estado de desviver.
Belvedere Bruno é escritora
belvederebruno@gmail.com

Biblioterapia – que
história é essa?
• O I Encontro de partilha da
potência terapêutica da literatura acontecerá na sexta-feira, 04
de novembro, das 09 às 18h, na
Unirio – Av. Pasteur 296, Urca/
RJ –, auditório Vara
Janacopulos.
O propósito do encontro é
potencializar a dimensão terapêutica da literatura, através do
compartilhamento de casos
vivenciados em contextos multidisciplinares. O evento é gratuito e as vagas limitadas. As
inscrições são realizadas através do link: http://bit.ly/
2bRoPwK.
O encontro foi idealizado
para desafiar modelos usuais. A
inspiração é a poética de Manoel de Barros: “As coisas jogadas
fora têm grande importância,
como um homem jogado fora.
“Nesses tempos de recursos
escassos, daremos luz e vez às
riquezas e vozes escondidas, de
forma lúdica, cooperativa, afetiva e recheada de alegria. O
desejo é de inspirar cada participante a “transver o mundo”, a
literatura e as possibilidades de
contribuição para o bem
sistêmico.

11

2a QUINZENA DE OUTUBRO • 2016

SANTA ROSA

1° Evento Cultural e Beneficente
da Indústria para TV

Campeonato Carioca pode ser
patrimônio cultural do Rio de Janeiro

• No dia 03 de dezembro,
das 10 às 22h, a Indústria
para TV, espaço cultural e
artístico localizado no centro
de Niterói, promoverá o 1°
Evento Cultural e Beneficente
da Indústria para TV. O encontro promoverá um dia inteiro
de atrações artísticas com o
intuito de arrecadar fundos
para a Casa Maria de Magdala, instituição niteroiense
que oferece assistência a cerca de 120 doentes acometidos
pelo vírus HIV e a suas
famílias.
A entrada será 1 kg de alimento não perecível (arroz,
feijão, macarrão, açúcar, óleo
e farináceos), uma lata de
leite em pó, fraldas descartáveis para adulto e/ou itens
de farmácia, como algodão
500mg e soro externo. O dia
será bastante animado e contará com a presença de vários
atores do teatro e da televisão. Os visitantes poderão
participar de todas as atividades e atrações, desde a
contação de histórias para

crianças, como a exibição de
peças teatrais e shows musicais de vários cantores e bandas famosas da cidade.
Quem quiser colaborar com
a produção do evento poderá
comprar rifas de R$10,00 e
concorrer a diversos prêmios,
como camisas autografadas
pelos craques dos times Flamengo e Botafogo e pelo campeão mundial de skate,
Sandro Dias, guitarra autografada pelos integrantes da
banda J Quest e violão autografado pela cantora e compositora Bia Bedran.
Maiores informações: Rua
Marques do Paraná 298/201,
com André Luiz Bragança,
Andreia Lucas e Fernanda
Brum, através dos telefones
2621-6417; 98734-8884;
96437-7220; 98867-3474.
Toda a programação, bem
como o resultado da campanha, estará disponível na
página da Indústria para TV,
no Facebook.
Texto: Andreia Paolino Lucas

Inscrições do Mestrado Profissional
em Saúde da Família são prorrogadas
até 25 de novembro!
APRESENTAÇÃO
• Programa de pós-graduação stricto sensu em Saúde
da Família, reconhecido pela
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível
Superior (CAPES), tem como
objetivos: formação de profissionais aptos a atuar como
preceptores para graduação
e residência médica na atenção básica, com o intuito de
contribuir para a melhoria
do atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS); fortalecer as atividades educacionais de produção do conhecimento e de
gestão na Saúde da Família
nas diversas regiões do país
e estabelecer uma relação integradora entre o serviço de
saúde, os trabalhadores, os
estudantes na área de saúde
e os usuários. É um curso semipresencial, com oferta nacional, realizado na modalidade de ensino à distância
com previsão de oito encontros presenciais em local que
levará em consideração as

• O Campeonato Estadual de
Futebol profissional do Rio de
Janeiro, mais conhecido como
Campeonato Carioca, poderá
ser considerado como patrimônio cultural de natureza
imaterial do Estado do Rio de
Janeiro. É o que propõe o Projeto de Lei do deputado estadual Wanderson Nogueira
(Psol) que será votado em primeira discussão nesta quintafeira, 27, na Alerj.
O projeto objetiva reconhecer por lei a natureza de Patrimônio Imaterial, para que as
instituições e a população do
Estado tenham mais uma ferramenta para zelar pela preservação e continuidade da
competição que os cariocas
tanto curtem e que já faz parte
da cultura estadual.
Para o deputado Wanderson, a proposta oferece visibilidade e contribui para o desenvolvimento cultural e econômico. "O Campeonato Carioca é uma competição histórica e acima de tudo simbólica.

Deputado Wanderson Nogueira

Muita coisa bacana do nosso
futebol aconteceu nesse campeonato, que além de mexer
com a emoção, ainda movimenta a economia. O carioca
valoriza, desde grandes clu-

OAB/Niterói questiona mudança
dos horários das barcas Rio-Niterói

necessidades dos alunos e
possibilidades do Instituto
de Saúde Coletiva (ISC/
UFF), que integra a Rede Nacional do PROFSAÚDE na
qualidade de instituição associada, e é responsável pela
execução do curso no âmbito
da Universidade Federal
Fluminense (UFF).
ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: SAÚDE COLETIVA
Linhas de Pesquisa
• Atenção integral aos ciclos
de vida e grupos vulneráveis; Atenção à saúde, acesso
e qualidade na atenção básica em saúde; Educação e saúde: tendências contemporâneas da educação, competências e estratégias de formação profissional; Gestão e
avaliação de serviços na Estratégia de saúde da família/
atenção básica; Informação e
saúde; Pesquisa Clínica: interesse da atenção básica; Vigilância em Saúde.

bes, como o clube do interior,
que tem menos investimentos,
mas inúmeros talentos que
surgem para despontar no cenário nacional e internacional”, explica o parlamentar.

• Atenta à defesa dos direitos
dos cidadãos, a OAB/Niterói,
através da Comissão de Petróleo, Gás Natural, Biocombustível, Energias: Alternativa e Nuclear, presidida por Luís Alberto Mendonça Meato, expressa
sua preocupação em relação à
mudança nos horários de funcionamento das barcas que fazem
a travessia Rio/Niterói e foram
reduzidas. A partir de 1º de novembro, nos domingos e feriados o horário da travessia passará a ter um intervalo de uma
hora entre as partidas, ao invés
dos 30 minutos atuais.
Meato diz que, em outra deci-

são, a linha Praça XV/Charitas
sofrerá interrupções às quartasfeiras, quando sua operação
será interrompida entre 12h e
16h, e os intervalos diários entre as viagens serão ajustados
de 15 para 20 minutos nos horários de pico. Além disso, será
inaugurada a Transoceânica,
que perderá seu efeito. "Tratase de um transporte coletivo
que, aliás, já vem sendo alvo de
contínuas queixas por parte
dos usuários. Sendo assim,
nada mais justo do que reivindicar a redução dos valores das
tarifas, na mesma proporção,
bem como a normalidade dos

horários das barcas no trajeto
Charitas/Praça XV", alegou.
Meato afirma que, aparentemente, tal medida visa a um reequilíbrio econômico-financeiro, diante de uma pretensa diminuição da utilização dos serviços nestes dias e horários, no
intuito de resguardo quanto aos
custos. Contudo, segundo o advogado, isto tem um efeito negativo aos passageiros deste
importante serviço de transporte. "Estamos requerendo junto
à direção da concessionária
CCR Barcas, à Agência Reguladora dos Serviços Públicos
Concedidos de Transportes
Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro e à Secretaria de Transportes do Estado
a reavaliação das decisões
anunciadas, suspendendo seu
efeito. Caso a medida não seja
revogada, sugerimos que seja
aberto um debate, a fim de se
evitar uma possível judicialização da questão", atestou Meato.

12

SANTA ROSA

Região Oceânica terá parque
público com skatepark
• A Prefeitura de Niterói firmou
uma parceria com o Estado para
municipalizar a área ocupada
pela Fundação Leão XIII, no Engenho do Mato. No local, será
instalado um parque público que
contará com skatepark, pista de
atletismo e arena esportiva, além
de academia para a terceira idade. “O Estado irá transferir as
pessoas que atualmente estão
abrigadas na instituição e nós
faremos esta obra, aproveitando
toda a área verde que existe neste
espaço”, afirmou o prefeito
Outra ação que promete movimentar o esporte na cidade é a
construção do campo de rugby.
De acordo com Rodrigo Neves,
o projeto está em fase final de
aprovação. “Niterói é uma usina
de talentos no esporte. Tenho
muito orgulho de ver, hoje, o
skatepark de São Francisco e o
do Horto do Fonseca, que é o
terceiro maior da América da
Latina, cheios de crianças e jovens. Tenho certeza de que teremos medalhista niteroiense no
skate nas Olimpíadas de Tóquio,

em 2020”, disse.
A atual situação do estádio
Caio Martins é mais um tema
que vem sendo pauta de discussão para Neves. Ele disse que
pretende aprofundar o acordo de
cooperação com o Estado ou municipalizar a área. “Vamos lutar
por isso. Não é possível que o
espaço continue sendo aquele
elefante branco. Queremos modernizar a arena esportiva com
uma quadra com dimensões que
sigam as normas internacionais
das federações”, ressaltou.
Rodrigo Neves destaca, também, importantes conquistas
para o esporte na cidade nos últimos três anos e meio. “Fizemos
os jogos escolares com novas
modalidades, como a vela que
participou pela primeira vez.
Através de parcerias, trouxemos
campeonatos de surfe para Itacoatiara e o circuito brasileiro de
vôlei de praia para Icaraí. Vamos
seguir em frente avançando ainda mais, inclusive com a lei de
incentivo ao esporte, assim como
fizemos na cultura”, enfatizou.

LOJAS DE ROUPAS PRECISARÃO TER PROVADORES ACESSÍVEIS — As lojas de roupas serão obrigadas a instalar ou adaptar seus
provadores para torná-los acessíveis às pessoas com necessidades especiais e mobilidade reduzida. As lojas novas já terão que estar adequadas,
mas os estabelecimentos hoje em funcionamento terão 120 dias para se
adequar, a partir da entrada em vigor da Lei 7.443/16, de autoria do deputado Luiz Martins (PDT), sancionada pelo governador em exercício, Francisco Dornelles, e publicada no Diário Oficial do Executivo do dia 10 de
outubro.
"Se por um lado a nova obrigatoriedade envolverá algum desembolso para os comerciantes se adaptarem, por outro lado ela tem o importante aspecto da acessibilidade. O Sindilojas Niterói tem apoiado todas as
iniciativas voltadas à ampliação da acessibilidade em nossa cidade, contemplando pessoas com necessidades especiais, crianças pequenas e idosos", comenta Charbel Tauil, presidente do Sindicato dos Lojistas.
O descumprimento sujeitará o infrator à multa e outras penalidades
previstas no Código de Defesa do Consumidor. O texto deverá ser regulamentado através de decreto pelo Governo.

2a QUINZENA DE OUTUBRO • 2016

Morro do Cavalão ganhará nova área
de lazer no aniversário de Niterói
• Os moradores do Morro do
Cavalão, na Zona Sul de Niterói, estão em contagem regressiva para ganhar um grande
presente em um dia todo especial. Em 22 de novembro, dia
do 443º aniversário da cidade,
a comunidade ganhará uma
nova área de lazer e esporte,
com quadra, vestiário, academia da terceira idade, área de
convivência e um parquinho
para a criançada. O prefeito
Rodrigo Neves visitou as
obras, nesta quinta-feira, dia
27, aprovando o andamento
do projeto e cravando a inauguração para o próximo mês.
“Estamos tirando do papel
um projeto aguardado há décadas pelos moradores do
Morro do Cavalão. É uma comunidade muito querida pela
cidade e merece esse investimento, como o Médico de Família. Temos outros projetos
sociais sendo desenvolvidos
aqui, na Casa Cidadã, e essa
área de convivência, lazer e
esporte, agrega a esse trabalho
que tem sido feito pela Prefeitura junto às lideranças comunitárias”, informou o chefe do

Moradores do Morro do Cavalão terão nova área de lazer

Executivo Municipal, que esteve acompanhado do secretário
de Esporte e Lazer, Bruno
Souza, de técnicos e engenheiros da Emusa e de membros da associação de moradores da comunidade.
O projeto prevê a construção
de uma quadra de grama sintética com dimensões de
40mx19m, com alambrado,
iluminação e vestiários. Também serão construídos uma

academia da terceira idade,
área de lazer com churrasqueira e um parque infantil.
“Acho que esse campo da
aos moradores da comunidade a possibilidade de desenvolver projetos, como escolinhas de futebol e de outros esportes, então observo como um
grande passo para a população do Cavalão”, destacou o
secretário de Esporte e Lazer
de Niterói, Bruno Souza.

Nota Fiscal Fluminense é aprovada no Estado
• Programa de acúmulo de
créditos e descontos a partir
da emissão de notas fiscais
pelos comerciantes do Estado
do Rio, associadas aos CPFs
ou aos CNPJs dos contribuintes que comprarem produtos
ou serviços está valendo

O projeto da Nota Fiscal
Fluminense voltou ao legislativo, após ser vetado pelo governador do Estado e os
parlamentares derrubaram o
veto, aprovando a lei dos deputados Wanderson Nogueira
(PSOL), Jorge Felippe Netto
(DEM), André Lazaroni
(PMDB) e Márcio Pacheco
(PSC).
A lei tem o objetivo de incentivar a população a exigir
o documento fiscal de fornecedores de mercadorias, bens ou
serviços. Assim, o cidadão
poderá receber créditos do Tesouro estadual, que poderão
ser utilizados no abatimento
do IPVA ou mesmo depositados em sua conta bancária. A
nota fluminense funcionará
nos moldes da Nota Fiscal
Carioca, que vigora no município do Rio. O crédito calculado poderá ter o limite de até
2,5% do valor do documento
fiscal.
A justificativa da lei reforça
que o sistema poderá aumen-

tar o índice de regularização
das empresas do Estado e que
projetos parecidos já existem
com sucesso nos estados de
São Paulo e Paraná. Wanderson Nogueira diz que a proposta foi apresentada junto
com outras oito leis, em um
pacotão de medidas legislativas, dando início ao programa
Supera Rio, que posteriormente ganhou a coordenação do
Fórum de Desenvolvimento
Estratégico do Estado do Rio
de Janeiro para colaborar com
a retirada do Estado da crise.
“Ganha o estado com o aumento da arrecadação e a diminuição de inadimplência
do IPVA e ganha o cidadão,
que se torna fiscal ao solicitar
o comprovante da compra. A
estimativa de arrecadação é de
500 milhões por ano para o
estado do Rio, já descontando
o valor dos créditos para as
pessoas. Estamos fazendo a
nossa parte e esperamos que
o executivo cumpra com o seu
papel”, destacou Wanderson.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful