Você está na página 1de 8
wnat ‘ruclmente at Laze,relatvirando-as no humor que as ds talve plotslizandoras na oni fron O sero lous. fectio€ no lovco, Diadorim Sine ec a ma vigemt p23 A alegorizagio — como denicaretirica de coneeber si rifiagoes csenciai recorrend & ceignagio de coisas | {indo de estaslor de cosas — frremente evidenciads a fignes de Diadorim, na queseio de seu nome, nos epson ec envolvem, ReildeDisdoc, wedge teers elo mame de — {Ercan diese orca doe eas gee pe Ee tino vere gue Que gueum nome? Nome edi nowe feet (CSV. 2 Trat-s, poi, de vero gud ¢ 0 quem do nome — seu ‘objeto de desigacio, sua sipnfieagan eexenela™ Rensast ' questdo do nome, aqui, come fangio do figural, como ‘spice cBnico dae elas de designaofsigifeao. nda nde a nO dai Iniilmente, presiso observa qu, para or retater com panheiror de bando, Diadora €"0 Reinaldo", nome que ‘signa e significa como sentido eral — un harem, Para a bando,alem de miseries, ee € uma excerioridade porque seu nome dena, apenar, ago que designa — 2 Imagem de macho, corsjoue, bomen respite cespeivl pels valentine A Rigbald,coatudo — o que confere a0 tr The uma figeragto do pocto ~ le ds sev onto nome qe, ra, ¢ dito csenca — os nto ms nme, verdde € Dir. Guatda jae me aro, Serpe ange rninbos ent sie Bindasm gue ac dove enchants dg ee Ribas” (esp at Diaendo seu nome secret, verdaeico, Dindorim india 0