Você está na página 1de 67

A história do Linux

O nome Linux surgiu da mistura de Linus + Unix. Linus é o nome do criador do Linux, Linus Torvalds. E

Unix, é o nome de um sistema operacional de grande porte, no qual contaremos sua história agora, para que

você entenda melhor a do Linux.

A origem do Unix tem ligação com o sistema operacional Multics, projetado na década de 1960. Esse projeto

era realizado pelo Massachusets Institute of Technology (MIT), pela General Eletric (GE) e pelos laboratórios Bell (Bell Labs) e American Telephone na Telegraph (AT&T). A intenção era de que o Multics tivesse características de tempo compartilhado (vários usuários compartilhando os recursos de um único computador), sendo assim, o sistema mais arrojado da época. Em 1969, já exisita uma versão do Multics

rodando num computador GE645.]

Ken Thompsom era um pesquisador do Multics e trabalhava na Bell Labs. No entanto, a empresa se retirou do

projeto tempos depois, mas ele continuou seus estudos no sistema. Desde então, sua idéia não era continuar

no Multics original e sim criar algo menor, mas que conservasse as idéias básicas do sistema. A partir daí,

começa a saga do sistema Unix. Brian Kernighan, também pesquisador da Bell Labs, foi quem deu esse nome.

Em 1973, outro pesquisador da Bell Labs, Dennis Ritchie, rescreveu todo o sistema Unix numa linguagem de alto nível, chamada C, desenvolvida por ele mesmo. Por causa disso, o sistema passou a ter grande aceitação por usuários externos à Bell Labs.

Entre 1977 e 1981, a AT&T, alterou o Unix, fazendo algumas mudanças particulares e lançou o System III. Em 1983, após mais uma série de modificações, foi lançado o conhecido Unix System IV, que passou a ser vendido. Até hoje esse sistema é usado no mercado, tornando-se o padrão internacional do Unix. Esse sistema é comercializado por empresas como IBM, HP, Sun, etc. O Unix, é um sistema operacional muito caro e é usado em computadores poderosos (como mainframes) por diversas multinacionais.

Qual a relação entre o Unix e o Linux, ou melhor, entre o Unix e Linus Torvalds?

Para responder essa pergunta, é necessário falar de outro sistema operacional, o Minix. O Minix é uma versão

do Unix, porém, gratuita e com o código fonte disponível. Isso significa que qualquer programador experiente

pode fazer alterações nele. Ele foi criado originalmente para uso educacional, para quem quisesse estudar o Unix "em casa". No entanto, vale citar que ele foi escrito do “zero” e apesar de ser uma versão do Unix, não contém nenhum código da AT&T e por isso pode ser distribuído gratuitamente.

A partir daí, “entra em cena” Linus Torvalds. Ele era um estudante de Ciências da Computação da

Universidade de Helsinki, na Filândia e em 1991, por hobby, Linus decidiu desenvolver um sistema mais poderoso que o Minix. Para divulgar sua idéia, ele enviou uma mensagem a um grupo pela Usenet (uma espécie de antecessor da Internet). A mensagem pode ser vista no final deste artigo. No mesmo ano, ele disponibilizou a versão do kernel (núcleo dos sistemas operacionais) 0.02 e continuou trabalhando até que em

1994 disponibilizou a versão 1.0. Até o momento em que este artigo estava sendo escrito, a versão atual era a

2.6.

O

Linux é um sistema operacional livre e é uma re-implementação das especificações POSIX (padronização

da

IEEE, Instituto de Engenharia Elétrica e Eletrônica) para sistemas com extensões System V e BSD. Isso

signfica que o Linux é bem parecido com Unix, mas não vem do mesmo lugar e foi escrito de outra forma.

Mas porque o Linux é gratuito?

Linus Torvalds, quando desenvolveu o Linux, não tinha a inteção de ganhar dinheiro e sim fazer um sistema para seu uso pessoal, que atendesse suas necessidades. O estilo de desenvolvimento que foi adotado foi o de ajuda coletiva. Ou seja, ele coordena os esforços coletivos de um grupo para a melhoria do sistema que criou.

Milhares de pessoas contribuem gratuitamente com o desenvolvimento do Linux, simplesmente pelo prazer

de fazer um sistema operacional melhor.

Licença GPL

O Linux está sob a licença GPL, permite que qualquer um possa usar os programas que estão sob ela, com o

compromisso de não tornar os programas fechados e comercializados. Ou seja, você pode alterar qualquer parte do Linux, modificá-lo e até comercialiazá-lo, mas você não pode fechá-lo (não permitir que outros usuários o modifiquem) e vendê-lo.

GNU

Mas a história do Linux não termina por aqui. É necessário também saber o que é GNU. GNU é um projeto que começou em 1984 com o objetivo de desenvolver um sistema operacional compatível com os de padrão Unix. O Linux em si, é só um kernel. Linus Torvalds, na mesma época que escrevia o código-fonte do kernel, começou a usar programas da GNU para fazer seu sistema. Gostando da idéia, resolveu deixar seu kernel dentro da mesma licença.

Mas, o kernel por si só, não é usável. O kernel é a parte mais importante, pois é o núcleo

comunicador entre o usuário e o computador. Por isso, com o uso de variantes dos sistemas GNU junto com o

e serve de

kernel, o Linux se tornou um sistema operacional.

Mas você pode ter ficado confuso agora. O que é o Linux então? O que é GNU? Simplesmente, várias pessoas

uma versões modificadas dos sistemas GNU, pensando que é o Linux em si. Os programadores que trabalham com ele, sabem que o Linux, é basicamente o kernel, conforme já foi dito, mas todos, chamam esse conjunto

de Linux (há quem defenda o uso de GNU/Linux).

Finalizando, o projeto GNU é um dos responsáveis pelo sucesso do Linux, pois graças à “mistura” de seus programas com o kernel desenvolvido por Linus Torvalds, o Linux vem mostrando porque é um sistema operacional digno de habilidades insuperáveis por qualquer outro sistema.

Comandos básicos do Linux

Alguns comandos que você verá nesta página, equivalem aos utilizados no DOS. Se você não conhece o DOS, clique aqui e veja um tutorial que ensina a trabalhar com ele. No entanto, saiba que conhecendo ou não

o DOS, você poderá estranhar bastante os comandos do Linux ou simplesmente não ter dificuldade alguma.

Tudo depende de você. Essencialmente, trabalhar com o Linux é uma questão de prática e logo você ficará

bem familiarizado.

[root@localhost /root]#

Você sabe o que signfica isso aí em cima? O Linux usa uma estrutura diferente de organização em seu sistema

de arquivos*. Por isso, em vez da sua pasta ser c:\arquivos\pasta\arquivo.txt, simplesmente no Linux, pode ser

/home/pasta/arquivo.txt. Para você entender melhor, vamos analisar o prompt do Linux:

[root@localhost /root]#

usuário - diretório / local (PC ou rede) - modo usuário

Usuário: No Linux, cada pessoa precisa ter uma conta de usuário. Uma conta de usuário indica um nome e senha que devem ser utilizados para se conectar no sistema. Se o nome escolhido por você for, por exemplo, Fulano, em vez de root aparecerá fulano no lugar.

Usuário "root" (ou super-usuário): é quem tem acesso irrestrito ao sistema. Quando você se conecta como usuário root, você poderá fazer qualquer operação no Linux, como alterações de configuração do sistema, apagar ou modificar arquivos importantes, etc. Por isso, se conectar como root é muito arriscado, já que você pode causar algum dano sem querer. Tendo isso em mente, nunca se conecte como root a não ser que seja mesmo necessário. Para usar o Linux no dia-a-dia, conecte-se com uma conta de usuário comum, assim não haverá risco de danos. Também não se esqueça de guardar muito bem a senha do root, pois se alguém descobrir, poderá destruir o sistema.

localhost /root : é o local (diretório) onde você está no momento (/root é padrão e equivale a C:\ no DOS).

Modo usuário: indica quem está usando a máquina, se um usuário comum ou o super-usuário. Veja:

# - modo super-usuário

$ - modo usuário

* Sistema de arquivos é um local onde os arquivos é diretórios são guardados. Consiste em uma área formatada em um dispositivo como um HD. Exemplos de sistema de arquivo: ext2/ext3 (Linux), FAT (DOS/Windows), NTFS (Windows NT/2000/XP), etc.

LINHA DE COMANDO Antes de vermos os comandos em si, é necessário saber o que é Linha de Comando. Trata-se de um modo de trabalho com caracteres, onde você digita o comando e o executa pressionando "Enter" no teclado. Mas você também pode usar uma linha de comando em um ambiente gráfico. Se você usar o KDE por exemplo, pode procurar o aplicativo KDE Terminal para abrir uma janela com linha de comando. Mas isso vária de acordo com a versão do seu Linux. Mesmo assim não se preocupe, pois a linha de comando é muito fácil de se achar.

OS COMANDOS BÁSICOS

Vejamos agora os comandos básicos do Linux, seguidos de uma breve explicação:

(qualquer comando) --help: mostra o HELP (arquivo de ajuda) do comando que você digitou;

ls: lista os arquivos e diretórios da pasta (DIR no DOS);

clear: limpa a tela (CLS no DOS);

cd

cd: vai direto para o diretório raiz do usuário conectado;

\: abre uma linha de comando "livre" , onde você pode digitar um comando extenso (digite q e clique em enter para sair);

pwd: mostra o diretório inteiro que você está;

cat: igual ao TYPE no DOS;

df: Mostra as partições usadas ou livres do HD;

|more: lista o arquivo com pausa de linha em linha (exemplo: CAT leiame |more)

|lpr: imprime o arquivo listado;

free: mostra a memória do computador (MEM no DOS);

: entra em um diretório (igual ao DOS);

shutdown: desliga o computador:

shutdown -r now : reinicia o computador;

shutdown -h now : desliga o computador (só desligue quando aparecer escrito "system halted" ou algo equivalente);

OBS.: O NOW pode ser mudado. Por exemplo: shutdown -r +10 e o sistema irá reiniciar daqui a 10 minutos).

Reboot: reinicia o sistema instantaneamente (pouco recomendável, preferível shutdown -r now). Use somente em emergências;

startx: inicia o X-Windows (interface gráfica) do Linux;

kde: Inicia a Interface gráfica K Desktop Enviroment;

mkdir: cria um diretório (MD no DOS);

rmdir: destrói um diretório VAZIO (RD no DOS);

rm: apaga um arquivo (DEL no DOS);

rm –r: apaga um diretório;

who: mostra quem está usando a máquina;

wc: conta a quantidade de:

wc -c arquivo : quantidade de bytes

wc -w arquivo : quantidade de palavras

wc -l arquivo : quantidade de linhas;

date: mostra data e hora;

telnet: inicia a TELNET;

m: abre o MINICOM e permite configurar o modem;

type: explica um determinado arquivo do sistema;

file: descreve um determinado arquivo;

find / - name

useradd nome_do_novo_usuário: cria uma nova conta usuário;

passwd nome_do_usuário: cria ou modifica a senha do usuário;

userdel -r nome_do_usuário: apaga um usuário;

su: passa para o superusuário (perceba que no prompt irá mudar o $ pelo #);

sndconfig: permite configurar a placa de som;

TAR: arquivo para criar Backups:

TAR –c: cria

TAR –x: restaura

TAR –v: lista cada arquivoTAR –t: lista os arquivos de backups;

write: escreve mensagens para outro usuário em rede;

mv: move arquivos;

linuxconf: configuração do Linux;

alias: possibilita a criação de comandos simples;

&: coloca o comando desejado em background, ou seja, trabalha enquanto você faz outra coisa no computador;

ps: relata os processos em execução;

kill: encerra um ou mais processos em andamento;

history: mostra os comandos que o usuário já digitou;

lpr: imprime um arquivo (exemplo: lpr arquivo);

lpq: mostra o status da fila de impressão;

lprm: remove trabalhos da fila de impressão;

mtools: permite o uso de ferramentas compatíveis com DOS. Após digitar o comando, você verá que todo comando do DOS terá um M na frente. Isso é normal.

: procura arquivo " ";

O kernel do Linux

Introdução

Independente de qual seja, todo sistema operacional possui um kernel. Trata-se de um item fundamental, que antes do Linux era conhecido apenas por estudantes de computação de grandes universidades ou por desenvolvedores da área. Após o surgimento do Linux, o termo kernel ficou mais conhecido e qualquer um que já tenha se aventurado no Linux sabe de sua existência. Porém, os conceitos que envolvem o kernel não são claros a muita gente e por isso poucas pessoas sabem exatamente o que é kernel. O objetivo deste artigo é dar explicações sobre isso, mas com ênfase no kernel do Linux.

O que é kernel

Kernel pode ser entendido com uma série de arquivos escritos em linguagem C e em linguagem Assembly que constituem o núcleo do sistema operacional. É o kernel que controla todo o hardware do computador. Ele pode ser visto como uma interface entre os programas e todo o hardware. Cabe ao kernel as tarefas de permitir que todos os processos sejam executados pela CPU e permitir que estes consigam compartilhar a memória do computador.

As versões do kernel

Periodicamente, novas versões do kernel do Linux são lançadas. Isso ocorre para prover melhoras em uma determinada função da versão anterior, para corrigir vulnerabilidades e para adicionar recursos ao kernel, principalmente compatibilidade com novos hardwares.

Como o Linux é um sistema operacional aberto, qualquer pessoa pode estudar e/ou alterar seu código-fonte. Devido a isso, tanto as versões estáveis quanto as versões que ainda estão em desenvolvimento são disponibilizados a qualquer pessoa. Para que seja possível distinguir uma versão estável de uma em desenvolvimento, foi adotada a seguinte convenção:

Cada versão do kernel é representada por 3 números distintos separados por ponto. O primeiro e o segundo número indicam qual a série daquele kernel, enquanto que o terceiro número indica qual a versão do kernel naquela série. Se o segundo número da representação for ímpar, significa que aquela série ainda está em desenvolvimento, ou seja, é uma versão instável e em fase de testes e aperfeiçoamentos. Se o número for par, significa que aquela série possui estabilidade para funcionar. O terceiro número se altera quando algum recurso é alterado ou adicionado. Para um melhor entendimento, vamos a alguns exemplos:

2.6.2

- Esta versão do kernel é estável, pois sua série é par (6).

2.4.5

- Esta versão do kernel é estável, pois sua série é par (4).

2.5.19 - Esta série é instável, pois sua série é ímpar (5).

É importante frisar que você não precisa usar sempre a última versão do kernel. Só é recomendável fazer uma atualização em casos de necessidade de compatibilidade com novo hardware ou em casos de melhorias de recursos. Em alguns casos, principalmente com computadores antigos, o desempenho é melhor se usado um kernel antigo. Em situações simples, talvez seja melhor apenas aplicar um patch (uma correção para um problema) do que adicionar um kernel novo.

Compatibilidade

O kernel do Linux permite que o sistema operacional seja compatível com uma série de plataformas, desde

palmtops até mainframes. Até mesmo nos computadores da Apple é possível instalar o Linux. As principais plataformas compatíveis são: Apple, Sun, Sparc, Alpha, PowerPC, i386 (Intel), ARM, entre outras.

Também existe compatibilidade com sistemas de arquivos. Acredite, apesar de não ser recomendável por questões de desempenho, é possível instalar o Linux até mesmo em partições FAT32. As principais compatibilidades neste aspecto são com os seguintes sistemas de arquivos: FAT, FAT32, ext2, ext3, ReiserFS, JFS, NTFS, entre outros.

Atuação do kernel

Obviamente, o kernel "começa a trabalhar" no processo de inicialização (boot) do sistema, a partir das instruções que são lidas na MBR (Master Boot Record), um recurso responsável por indicar ao BIOS do computador como e onde carregar o sistema operacional. Quando isso ocorre, o kernel começa a detectar os dispositivos de hardware essenciais do computador, como a placa de vídeo. Se até aqui tudo ocorrer sem problemas, toda a imagem do kernel passa a ser carregada. Findo esse processo, o kernel checa a memória e a prepara para o uso através de uma função de paginação. As interrupções (IRQs), os discos, memória-cache, entre outros, são acionados em seguida.

Após realizar todas essas etapas, o sistema operacional está pronto para funcionar. O kernel carrega as funções responsáveis por checar o que deve ser inicializado em nível de software e processos, como, por exemplo, o conteúdo do arquivo /etc/init. Geralmente o que é carregado é a tela de login do usuário.

Usuário logado, sistema operacional trabalhando. O kernel agora executa suas funções, como a de controlar o uso da memória pelos programas ou a de atender a chamada de uma interrupção de hardware.

É interessante notar que as distribuições Linux montam o kernel com recursos e drivers básicos para

hardware, afinal carregar o suporte a todo tipo de dispositivo é algo inviável. O kernel ficaria extremamente grande e somente os drivers relacionados ao hardware do computador em questão é que seriam usados. Para

lidar com esse tipo de problema, os drivers são carregados como módulos após o kernel ser ativado. A questão é que carregar recursos por módulo gera uma queda de desempenho (pouco significativa em computadores rápidos) e por isso, muitos usuários preferem recompilar o kernel de seus sistemas para que esse carregue os drivers junto com sua inicialização, ou seja, sem usar módulos.

Onde obter o kernel

É possível baixar o código-fonte e o próprio kernel do Linux a partir do site http://www.kernel.org/. Nesse

endereço não só é possível baixar a última versão como também versões um pouco mais antigas. Por esse mesmo site é possível obter informações, reportar bugs e participar de listas de discussão.

EDITOR DE TEXTO OPEN OFFICE

EDITOR DE TEXTO OPEN OFFICE MENU ARQUIVO Novos Cria um novo documento de OpenOffice.org.br. Abrir Abre

MENU ARQUIVO

Novos Cria um novo documento de OpenOffice.org.br. Abrir Abre ou importa um arquivo. Assistente Serve de guia na criação de cartas comerciais e pessoais, faxes, memorandos, agendas, apresentações, etc. Fechar Fecha o documento atual sem sair do programa. Salvar Documento Salva o documento atual. Salvar como Salva o documento atual em um outro local, com um outro nome, ou como um tipo de arquivo diferente. Salvar Tudo Salva todos os documentos do OpenOffice.org.br abertos. Este comando somente estará disponível se dois ou mais arquivos forem modificados.

Recarregar Substitui o documento atual pela última versão salva. Versões Salva e organiza múltiplas versões do documento atual no mesmo arquivo. Também é possível abrir, excluir e comparar versões anteriores. Exportar Salva o documento atual com um nome e um formato diferentes no local que você especificar. Exportar como PDF Salva o arquivo atual no formato PDF (Portable Document Format).Você pode ver e imprimir um arquivo PDF em qualquer plataforma com a preservação da formatação original, contanto que o software Adobe Acrobat Reader esteja instalado. Enviar Envia o documento atual para fontes diferentes. Propriedades Exibe as propriedades para o arquivo atual, incluindo estatística, como contagem de palavras e a data em que o arquivo foi criado. Modelos Permite que você organize e edite modelos, bem como salve o arquivo atual como um modelo. Visualização de Página Exibe uma visualização da página impressa ou fecha a visualização. Imprimir Imprime o presente documento, a seleção ou as páginas que você especificar. Também é possível definir as opções da impressão para o documento atual. Configurações da Impressora Selecione a impressora padrão para o documento atual. Sair Fecha todos os programas OpenOffice.org.br e solicita o salvamento de todas as alterações. Lista de Arquivos Lista, na parte inferior do menu Arquivo, os arquivos abertos mais recentemente. Para abrir um arquivo na lista, clique em seu nome.

MENU EDITAR

Desfazer Reverte o último comando ou a última entrada que você digitou. Para selecionar o comando a ser revertido, dê um clique demorado no ícone Desfazer da Barra de Funções. Para alterar o número de comandos que podem ser desfeitos, escolha Ferramentas - Opções - OpenOffice.org.br - Memória e, em seguida, insira um novo valor na caixa número de etapas. Você pode cancelar o comando Desfazer escolhendo Editar - Refazer. Refazer Reverte a ação do último comando Desfazer. Para selecionar a etapa Desfazer que você desejar reverter, dê um clique demorado no ícone Refazer da Barra de Funções. Repetir

Repete o último comando. Recortar Remove e copia a seleção para a área de transferência. Copiar Copia a seleção para a área de transferência. Colar Insere o conteúdo da área de transferência na localização do cursor e substitui qualquer texto ou objeto selecionado. Dê um clique demorado para selecionar o formato. Colar Especial Insere o conteúdo da área de transferência no arquivo atual em um formato que você pode especificar. Selecionar Texto Você pode ativar um cursor de seleção em um documento de texto somente leitura ou na Ajuda. Escolha Editar - Selecionar Texto ou abra o menu de contexto de um documento somente leitura e escolha Selecionar Texto. O cursor de seleção não pisca. Selecionar Tudo Seleciona todo o conteúdo do arquivo atual, quadro ou objeto de texto. Alterações Lista os comandos disponíveis para rastrear alterações no arquivo. Comparar Documento Compara o documento atual com um documento que você selecionar. O conteúdo do documento selecionado será marcado como exclusões na caixa de diálogo exibida. Se desejar, você poderá inserir o conteúdo do arquivo selecionado no documento atual, selecionado as entradas excluídas relevantes e clicando em Rejeitar e, em seguida, em Inserir.

MENU VER

Zoom Reduz ou amplia a exibição de tela do documento atual. Fontes de Dados Lista os bancos de dados disponíveis para o OpenOffice.org.br e permite gerenciar o conteúdo dos bancos de dados. Barras de Ferramentas Uma barra de ferramentas contém ícones e opções que permitem o acesso rápido aos comandos do OpenOffice.org.br. Régua Mostra ou oculta a régua horizontal que você pode usar para ajustar margens de páginas, paradas de tabulação, recuos, bordas, células de tabela e também para dispor objetos na página. Para mostrar a régua vertical, escolha Ferramentas - Opções - Documento de Texto/Documento HTML - Exibire, em seguida, marque a caixa de seleção Vertical na área gua. Barra de Status Exibe ou oculta a Barra de Status na borda inferior da janela. Para alterar esta informação que é exibida na Barra de Status, escolha Ferramentas - Personalizar - Barra de Status.

Status do Método de Entrada Mostra ou oculta a janela de status do IME (Input Method Engine). Limites de Texto Mostra ou oculta os limites da área imprimível de uma página. As linhas do limite não serão impressas. Sombreamento de Campo Mostra ou oculta sombreamentos de campo no documento, incluindo espaços incondicionais, hifens personalizados, índices e notas de rodapé. Campos Alterna a exibição do campo entre os nomes e o conteúdo dos campos. Uma marca de seleção indica a exibição dos nomes do campo, e nenhuma marca de seleção indica a exibição do conteúdo do campo. Alguns conteúdos de campo não podem ser exibidos. Caracteres Não-Imprimíveis Mostra os caracteres não-imprimíveis no texto, tais como marcas de parágrafo, quebras de linha, paradas de tabulação e espaços. Parágrafos Ocultos Mostra ou oculta parágrafos ocultos. Esta opção afeta somente a exibição na tela, porém não a impressão, de parágrafos ocultos. Layout On-line Exibe o documento como se ele estivesse em um navegador da Web. Essa exibição é útil para a criação de documentos HTML. Layout de Impressão Mostra como ficará a aparência do arquivo quando você o imprimir. Este comando só estará disponível quando houver um documento HTML aberto. Código-fonte HTML Exibe o texto fonte do documento HTML atual. Para visualizar o código-fonte HTML de um documento novo, você deve primeiramente salvá-lo como um documento HTML. Tela Inteira Exibe ou oculta menus e barra de ferramentas. Para sair do modo tela inteira, clique no botão Ativar/Desativar Tela Inteira .

MENU INSERIR

Quebra Manual Insere uma quebra manual de linha, de coluna ou de página na posição atual em que se encontra o cursor. Campos Insere um campo na posição atual do cursor. O submenu lista os tipos de campos mais comuns. Para exibir todos os campos disponíveis, escolha Outros. Caractere Especial Insere caracteres especiais das fontes instaladas. Seção Insere uma seção de texto na posição em que o cursor se encontra no documento. Você também pode selecionar um bloco de texto e, em seguida, escolher este comando para criar uma seção. Você pode utilizar seções para inserir blocos de texto de outros documentos,

para aplicar layouts personalizados de colunas ou para proteger ou ocultar blocos de texto se for satisfeita determinada condição. Hyperlink Abre uma caixa de diálogo permitindo que você faça a edição de hyperlinks. Cabeçalho Adiciona ou remove um cabeçalho de um estilo de página selecionado no submenu. O cabeçalho é adicionado a todas as páginas que usam o mesmo estilo. Em um novo documento, somente o estilo de página "Padrão" aparece listado. Os outros estilos de página serão adicionados à lista após terem sido aplicados ao documento. Rodapés Adiciona ou remove um rodapé do estilo de página selecionado no submenu. O rodapé é adicionado a todas as páginas que usam o mesmo estilo. Em um novo documento, somente o estilo de página "Padrão" aparece listado. Os outros estilos de página serão adicionados à lista após terem sido aplicados ao documento. Nota de Rodapé Insere uma nota de rodapé ou de fim no documento. A âncora para a nota é inserida na posição atual do cursor. Você pode escolher entre a numeração automática ou um símbolo personalizado. Legenda Adiciona uma legenda numerada a uma figura, tabela, quadro, caixa de texto ou objeto de desenho que esteja selecionado. Você também pode acessar este comando clicando com o botão direito no item ao qual deseja adicionar a legenda. Marcador Insere um marcador na posição do cursor. Você pode então utilizar o Navegador para, posteriormente, ir rápido até o local destacado. Em um documento HTML, marcadores são convertidos em âncoras para as quais você pode ir rapidamente através de um hyperlink. Referência Cruzada Aqui você insere as referências ou campos referidos no documento atual. Referências são campos referidos no mesmo documento ou nos subdocumentos de um documento mestre. Nota Insere uma nota na posição atual do cursor. Para exibir ou editar o conteúdo de uma nota, selecione a nota e escolha este comando. Script Insere um script na posição atual do cursor em um documento de texto ou HTML. Índices e Sumários Envelope Cria um envelope. Você pode especificar as dimensões do envelope, a direção da impressão e inserir os endereços do destinatário e do remetente. Quadro Insere um quadro que você pode usar para criar um layout com uma ou mais colunas de texto e objetos. Na barra de ferramentas flutuante Inserir , dê um clique longo no ícone Quadro e, em seguida, selecione o número de colunas para o quadro. Tabela Insere uma tabela no documento. Se o cursor estiver em uma tabela, a caixa de diálogo Formato da tabela será aberta. Linha Horizontal Insere uma linha horizontal na posição atual do cursor.

Figuras Selecione o arquivo de origem da figura que você deseja inserir. Objetos Insere um dos seguintes objetos no arquivo:

Quadro Flutuante Insere um quadro flutuante no documento atual. Os quadros flutuantes são usados em documentos HTML para exibir o conteúdo de outro arquivo. O Netscape Navigator 4.x não oferece suporte para quadros flutuantes. Arquivo Insere um arquivo de texto na posição atual do cursor.

MENU FORMATAR

Padrão Remove a formatação direta da seleção. Caractere Altera a fonte e a formatação da fonte para os caracteres selecionados. Você também pode atribuir um hyperlink ou uma macro à seleção. Parágrafo Modifica o formato do parágrafo atual. Para modificar a fonte do parágrafo atual, selecione o parágrafo inteiro, escolha Formatar - Caracteree, em seguida, clique na guia Fonte . Para alterar o formato de todos os parágrafos que utilizam o estilo de parágrafo atual, escolha Formatar - Estilos - Catálogo. Página Especifica os estilos de formatação e o layout do estilo de página atual, incluindo margens da página, cabeçalhos, rodapés e o plano de fundo da página. Seções Altera as propriedades das seções definidas em seu documento. Para inserir uma seção, selecione o texto ou clique no documento e, em seguida, escolha Inserir - Seção. Colunas Especifica o número de colunas e o layout da coluna para um estilo de página, quadro ou seção. Maiúsculas/Minúsculas Altera a capitalização dos caracteres selecionados ou, se o cursor estiver em uma palavra, altera a capitalização de todos os caracteres da palavra. Ruby Permite que você adicione comentários acima de caracteres asiáticos a fim de servir como guia de pronúncia Você só poderá acessar estes comandos após ativar o suporte a idiomas asiáticos em Ferramentas - Opções - Configurações de Idioma - Idiomas. Numeração/Marcadores Adiciona uma numeração ou marcadores ao parágrafo atual e permite editar o formato da numeração ou dos marcadores. Estilos Abre as caixas de diálogo nas quais você poderá organizar estilos e modelos.

Estilista Utilize o Estilista para aplicar, criar, editar, adicionar e remover estilos de formatação. Para encaixar o Estilista, mantenha pressionada a tecla Ctrl e, em seguida, arraste sua barra de título para a esquerda ou para a direita do espaço de trabalho. Para desencaixar o Estilista, mantenha pressionada a tecla Ctrl e clique duas vezes em um espaço livre na respectiva barra de ferramentas. AutoFormatação Formata automaticamente o arquivo de acordo com as opções que definidas em Ferramentas - AutoCorreção. Os seguintes comandos dependem do contexto:

Quadro Insere um quadro que você pode usar para criar um layout com uma ou mais colunas de texto e objetos. Na barra de ferramentas flutuante Inserir , dê um clique longo no ícone Quadro e, em seguida, selecione o número de colunas para o quadro. Figura Formata o tamanho, a posição e outras propriedades da figura selecionada. Alinhamento (Objetos) Alinha objetos selecionados em relação uns aos outros. Alinhamento (Objetos de Texto) Utilize o comando para exibir as opções disponíveis para alinhar objetos de texto. Fonte Defina as opções de fonte para o texto selecionado. Tamanho Defina o tamanho da fonte para o texto selecionado. Estilo Utilize este comando para rapidamente aplicar estilos de fonte ao texto selecionado. Espaçamento de Linha Especifique a quantidade de espaço a ser deixada entre linhas de texto em um parágrafo. Objeto Utilize este comando para abrir a caixa de diálogo Objeto, na qual você poderá alterar as propriedades dos objetos, por exemplo, tamanho, nome, posição, quebra automática de texto e bordas. É possível alterar de forma rápida e fácil o objeto selecionado, utilizando as teclas de atalho especiais. Tabela Especifica as propriedades da tabela selecionada, por exemplo, nome, alinhamento, espaçamento, largura da coluna, bordas e plano de fundo. Dividir Tabela Divide a tabela atual em duas tabelas diferentes na posição em que está o cursor. Você também pode acessar esse comando clicando com o botão direito do mouse em uma célula de tabela. Mesclar Tabela Combina duas tabelas consecutivas em uma única tabela. As tabelas devem estar exatamente lado a lado e não podem estar separadas por um parágrafo vazio. Formato do Número Especifique as opções de formatação para a(s) célula(s). Célula

Este comando somente estará disponível se a tabela estiver selecionada no documento ou se o cursor estiver em uma célula da tabela. Linha Defina a altura das linhas ou selecione, insira e exclua linhas. Coluna Ajusta a largura das colunas ou seleciona, insere e exclui colunas. AutoFormatação Aplica automaticamente formatos à tabela atual, incluindo fontes, sombreamento e bordas. Linha Define as opções de formatação para a linha de seleção. Área Define as propriedades de preenchimento do objeto de desenho selecionado. Texto Utilize esta caixa de diálogo para aplicar as propriedades necessárias a um objeto de desenho de texto. Posição e Tamanho Redimensiona, move, gira ou inclina os objetos selecionados. Nomear Objeto Atribui um nome ao objeto selecionado, para que seja possível achar o objeto rapidamente no Navegador. Controle Abre uma caixa de diálogo para edição de propriedades de um controle selecionado. Formulário Nesta caixa de diálogo você pode especificar, dentre outros itens, a fonte de dados e os eventos para todo o formulário. Inverter Inverte o objeto selecionado horizontal ou verticalmente. Disposições Altera a ordem de empilhamento do(s) objeto(s) selecionado(s). Ancoramento Defina as opções de ancoramento para o objeto selecionado, por exemplo Em uma página, parágrafo ou caractere. Editar Pontos Permite a alterar a forma do objeto de desenho selecionado. Quebra Automática Define as opções de quebra automática de texto para figuras, objetos e quadros. FontWork Adiciona efeitos ao texto do objeto de desenho selecionado, incluindo sombras. Você também pode alterar a forma da linha base de texto. O comando FontWork somente estará disponível para objetos que contém texto. Agrupar Agrupa os objetos selecionados, para que eles possam ser movidos como um único objeto.

MENU FERRAMENTAS

Verificação Ortográfica Verifica a ortografia manualmente ou automaticamente enquanto você digita. Conversão de Hangul/Hanja Converte o texto coreano de Hangul para Hanja ou de Hanja para Hangul. O comando de menu só poderá ser acionado se você ativar o suporte para idioma asiático em Ferramentas - Opções - Configurações de Idioma - Idiomas e se um texto formatado no idioma coreano estiver selecionado. Dicionário de Correlatos Substitui a palavra atual por um sinônimo ou um termo relacionado. Hifenização Insere hifens em palavras que são muito longas para caberem até o fim da linha. O OpenOffice.org.br pesquisa o documento e sugere uma hifenização que você pode aceitar ou não. AutoCorreção/AutoFormatação Define as opções para a correção automática de erros à medida que você digita. Numeração da Estrutura de Tópicos Especifica o formato de número e a hierarquia para a numeração de capítulos no documento atual. Numeração de Linhas Adiciona ou remove e formata números de linha no documento atual. Para desativar a numeração de linhas em um parágrafo, clique no parágrafo, escolha Formatar - Parágrafo, clique na guia Numeração e, em seguida, desmarque a caixa de seleção Incluir este parágrafo na numeração de linhas Notas de Rodapé Especifica as configurações de exibição de notas de rodapé e notas de fim. Galeria Abre a Galeria, onde você pode selecionar figuras e sons para inserir no documento. Banco de Dados Bibliográficos Insira, exclua, edite e organize arquivos no banco de dados bibliográfico. Fontes de Dados Permite que você organize as fontes de dados que estão registradas no OpenOffice.org.br. Mala Direta Abre a caixa de diálogo Mala Direta, na qual você poderá salvar e imprimir cartas-modelo. Permite que você selecione a fonte de dados vinculada que contém os dados desejados (por exemplo, os endereços que deverão ser inseridos no campo correspondente no documento) e, em seguida, inicie o processo de impressão. Texto <-> Tabela Converte o texto selecionado em uma tabela ou a tabela selecionada em texto. Classificar Faz a classificação alfabética e numérica dos parágrafos selecionados. Você pode definir até três chaves de classificação e combinar chaves de classificação alfanuméricas e numéricas. Calcular Calcula a fórmula selecionada e copia o resultado para a área de transferência.

Atualizar Atualiza os itens no documento atual que possuem conteúdo dinâmico, assim como campos e índices. Macros Permite que você grave ou organize e edite macros. Configurações do Filtro XML Abre a caixa de diálogo Configurações do Filtro XML, na qual você pode criar, editar, excluir e testar filtros para importar e exportar arquivos XML. Configurar Personaliza menus, teclas de atalho, barras de ferramentas, atributos de macro e a Barra de Statusdo OpenOffice.org.br. Opções Este comando abre uma caixa de diálogo da configuração personalizada do programa.

MENU JANELA

Nova Janela Abre uma nova janela que exibe o conteúdo da janela atual. Agora você pode ver diferentes partes do mesmo documento ao mesmo tempo. Fechar Fecha a janela atual. Escolha Janela - Fechar ou pressione Ctrl+F4. Na visualização de página do OpenOffice.org.br Writer e Calc, você pode fechar a janela atual ao clicar no botão Fechar Visualização. Lista de Documentos Aqui é exibida uma lista de todas as janelas de documento (documentos). Isto também inclui janelas de tarefas divididas. O documento atual é indicado por uma marca de seleção na frente do título.

Teclas de Atalho Gerais em OpenOffice.org.br

Utilização de Teclas de Atalho

Uma grande parte das funções do aplicativo pode ser acionada através do uso de teclas de atalho. Por exemplo, as teclas de atalho Ctrl+O são exibidas junto à entrada Abrir do menu Arquivo. Para acessar esta função com as teclas de atalho, pressione e mantenha pressionada a tecla Ctrl e, em seguida, pressione a tecla O. Solte as teclas após a exibição da caixa de diálogo.

Ao operar o aplicativo, você pode escolher entre usar o mouse ou o teclado para quase todas as operações disponíveis.

Ativar Menus com Teclas de Atalho

Alguns dos caracteres exibidos na barra de menu estão sublinhados. É possível acessar estes menus diretamente ao pressionar os caracteres sublinhados junto com a tecla ALT. Assim que o menu estiver aberto, você encontrará novamente caracteres sublinhados. Para acessar estes itens de menus diretamente basta pressionar a tecla de caractere sublinhado.

Utilização Teclas de Atalho para Controlar Caixas de Diálogo

Sempre há um elemento realçado em qualquer caixa de diálogo - normalmente exibido por um quadro descontínuo. Considera-se que este elemento, independentemente de ser um botão, um campo de opções, uma entrada em uma caixa de listagem ou uma caixa de seleção, esteja focalizado. Se o ponto focal for um botão, pressionando-se Enter, ele é executado como se tivesse sido clicado. Uma caixa de seleção é alternada pressionando-se a barra de espaçamento. Se um campo de opções estiver focalizado, utilize as teclas de seta para alterar o campo de opção ativado naquela área. Use a tecla Tab para ir de um elemento ou área para a próxima, use Shift + Tab para ir na direção inversa.

Pressionar ESC fecha a caixa de diálogo sem salvar as alterações. Se você posicionar o foco em um botão, não verá somente a linha pontilhada do quadro ao redor do nome do botão, mas também uma sombra de animação sob o botão selecionado. Isso indica que se você sair da caixa de diálogo pressionando a tecla Enter, será equivalente a pressionar aquele botão.

Teclas de Atalho para Ações do Mouse

Se você está usando a função de arrastar e soltar, selecionando com o mouse ou clicando em objetos e nomes, poderá usar as teclas Shift, Ctrl e ocasionalmente Alt para acessar funcionalidades adicionais. As funções modificadas, disponíveis durante o pressionamento das teclas, ao arrastar e soltar, são indicadas pelo ponteiro do mouse que se transforma. Quando você selecionar arquivos e outros objetos, as teclas modificadoras poderão estender a seleção - as funções são explicadas quando cabível.

Campos de Entrada de Texto de Fácil Uso

Você pode abrir um menu de contexto que contém alguns dos comandos mais freqüentemente usados.

Utilize as teclas de atalho Shift+Ctrl+S para abrir a caixa de diálogo Caracteres Especiais para inserir um ou mais caracteres especiais.

Utilize Ctrl+A para selecionar o texto inteiro. Utilize a tecla de seta direita ou esquerda para remover a seleção.

Clique duas vezes em uma palavra para selecioná-la.

Um triplo clique seleciona a linha inteira.

Utilize Ctrl+Del para excluir tudo a partir da posição do cursor até o final da palavra.

Ao utilizar Ctrl e a tecla de seta para a direita ou a esquerda, o cursor saltará de uma palavra para a outra; se você também mantiver pressionada a tecla Shift, uma palavra após a outra será selecionada.

INSRT é utilizado para alternar entre o modo de inserção e o de substituição.

O processo de arrastar e soltar pode ser usado dentro e fora de uma caixa de texto.

As teclas de atalho Ctrl+Z são utilizadas para desfazer modificações etapa por etapa;o texto terá então o status que tinha antes da primeira alteração.

OpenOffice.org.br tem uma função muito útil de AutoCompletar que se ativa em alguns textos e caixas de listagem. Por exemplo, insira c:\a no campo de URL e a função AutoCompletar exibe o primeiro arquivo ou diretório encontrado no drive C:

que inicia com a letra "a".

Utilize a tecla de seta para baixo para percorrer outros arquivos e diretórios. Utilize a tecla de seta para a direita para também exibir um subdiretório existente no campo de URL. A função AutoCompletar de Forma Rápida estará disponível se você pressionar a tecla Enter após inserir parte do URL. Ao encontrar o programa, documento ou diretórios desejados, pressione Enter.

Interrupção de Macros

Para finalizar uma macro que está sendo executada, pressione Shift+ Ctrl+Q.

Lista das Teclas de Atalho Gerais do OpenOffice.org.br

As teclas de atalho são exibidas do lado direito das listas de menu, junto ao comando de menu correspondente.

Teclas de Atalho

Efeito

Tecla Enter

Ativa o botão focalizado em uma caixa de diálogo

Esc

Finaliza a ação ou fecha a caixa de diálogo. Na Ajuda do OpenOffice.org.br: sobe um nível. Posicionar o cursor no URL da barra de funções: retorna o cursor ao documento. Se o URL tiver sido selecionado, será necessário pressionar a tecla duas vezes.

Barra de Espaços

Ativa ou desativa a caixa de seleção que tem o foco em uma caixa de diálogo

Teclas de setas

Altera o campo de controle ativo em uma seção de opção de uma caixa de diálogo

Tab

Avança o foco para a próxima seção ou elemento da caixa de diálogo.

Shift + Tab

Move o foco para a seção ou elemento anterior de uma caixa de diálogo

Alt+Seta para Baixo

Abre a lista do campo de controle selecionado atualmente em uma caixa de diálogo. Pressione a tecla Escape para fechar uma lista aberta. Estas teclas de atalho se aplicam não somente a caixas de combinação mas também a botões de ícones com menus pop-up. Para fechar uma lista aberta, pressione a tecla Escape.

Del

Exclui o(s) item(s) selecionado(s) para a Lixeira.

Shift+Del

Exclui o(s) iten(s) selecionado(s) sem colocá-lo(s) na Lixeira.

Backspace

Quando uma pasta é exibida: sobe um nível (volta)

Ctrl + Tab

Passa para o próximo documento aberto (exceto quando estiver posicionado no início de um cabeçalho, neste caso uma guia é inserida)

Shift + Ctrl + Tab

Vai para o documento anterior que está aberto.

Enter (se um objeto OLE estiver selecionado)

Ativa o objeto OLE selecionado.

Enter (se um objeto de desenho ou de texto estiver selecionado) Ativa o modo de inserção de texto

Ctrl + O Abre um documento

Ctrl + S Salva o documento atual

Ctrl + N Cria um documento novo

Shift+Ctrl+N Abre a caixa de diálogo Modelos e Documentos

Ctrl + P Imprime o documento

Crtl + Q Sai do aplicativo

Ctrl + X Recorta os elementos selecionados

Ctrl + C Copia os itens selecionados

Ctrl + V Cola da área de transferência

Ctrl + A

Seleciona tudo

Ctrl + Z

Desfaz a última ação

Ctrl + Y

Refaz a última ação

Ctrl + F

Aciona a caixa de diálogo Localizar e Substituir.

Ctrl + Shift + F

Procura pelo último termo de pesquisa inserido.

Ctrl + Shift + J

Alterna a exibição entre o modo tela inteira e normal

Ctrl + Shift + R

Redesenha a exibição do documento.

Shift+Ctrl + I

Ativa ou desativa o cursor de seleção no texto somente leitura ou na janela de Ajuda.

Ctrl + I

O atributo Itálico é aplicado à área selecionada. Se o cursor está posicionado em uma

palavra, esta também é marcada em itálico.

Ctrl + B

O atributo Negrito é aplicado à área selecionada. Se o cursor está posicionado em uma

palavra, esta também é marcada em negrito.

Ctrl + U

O atributo Sublinhado é aplicado à área selecionada. Se o cursor está posicionado em uma palavra, esta também é sublinhada.

Ctrl+Shift+O

Coloca o cursor no campo Carregar URL na Barra de Funções.

Alt + O

Na caixa de diálogo Verificar Ortografia, a palavra que foi originalmente marcada como desconhecida/incorreta (original) será transferida para a caixa de inserção (palavra).

Teclas de Atalho com Utilização das Teclas de Funções

Teclas de Atalho

Efeito

F1

Inicia a Ajuda do OpenOffice.org.br

Na ajuda do OpenOffice.org.br: vai para a página principal da ajuda.

Shift + F1

Ajuda de Contexto

Shift+F2

Ativa Dicas Estendidas para o comando atual selecionado, ícone ou controle.

Ctrl+F4 ou Alt+F4

Fecha o documento atual (fecha OpenOffice.org.br quando o último documento aberto é fechado)

F6

Ajusta o foco para a próxima subjanela (por exemplo, documento/exibição da fonte de dados).

Shift+F6

Ajusta o foco na subjanela anterior

F10

Ativa o primeiro menu (menu Arquivo)

Shift+F10

Abre o menu contexto

Ctrl+F11

Abre o Catálogo de Estilos

Teclas de atalho na Galeria

Teclas de Atalho Resultado

Tab Movimentações entre áreas

Shift+Tab Movimentações entre áreas (para trás)

Teclas de atalho da área Novo Tema de Galeria:

Seta para cima Move a seleção um nível para cima

Seta para baixo Move a seleção para baixo

Ctrl+Enter Abre a caixa de diálogo Propriedades

Shift+F10

Abre o menu de contexto

Ctrl+U Atualiza o tema selecionado

Ctrl+R Abre a caixa de diálogo Insira Título

Ctrl+D Exclui o tema selecionado

Inserir Insere um tema novo

Teclas de atalho na área de visualização da Galeria:

Home Salta para a primeira entrada

End Salta para a última entrada

Seta para a Esquerda Selecione o elemento seguinte da Galeria, situado à esquerda

Seta para a Direita Selecione o elemento seguinte da Galeria, situado à direita

Seta para Cima Selecione o elemento seguinte da Galeria, situado acima

Seta para Baixo

Selecione o elemento seguinte da Galeria, situado abaixo

Page Up Rola uma tela para cima

Page Down Rola uma tela para baixo

Ctrl+Shift+Insert Insere o objeto selecionado como um objeto vinculado no documento atual.

Ctrl+I Insere uma cópia do objeto selecionado no documento atual.

Ctrl+T Abre a caixa de diálogo Inserir Título na qual você pode alterar o nome de um título.

Ctrl+P Alterna entre a exibição de temas e objetos

Barra de Espaços Alterna entre a exibição de temas e objetos

Enter Alterna entre a exibição de temas e objetos

Retroceder (somente na exibição de objetos) Volta à exibição principal

Navegar pelo OpenOffice.org.br sem um mouse

F6

Move o cursor de cima para baixo e da direita para a esquerda por toda a janela do OpenOffice.org.br.

Shift+F6

Move o cursor na direção oposta por toda a janela do OpenOffice.org.br.

Ctrl+F6

Posiciona o cursor no documento

Ctrl+Tab

Move o cursor de cima para baixo e da direita para a esquerda por toda a janela do OpenOffice.org.br.

Shift+Ctrl+Tab

Move o cursor na direção oposta por toda a janela do OpenOffice.org.br.

Setas para a Esquerda/Direita

Move da esquerda/direita para o elemento seguinte de uma barra horizontal

Seta para Cima/Baixo

Move para cima/baixo para o elemento seguinte da barra vertical

Home

Move para a primeira entrada

End

Move para a última entrada

Enter

Pressione a tecla Enter para executar o comando associado ao ícone.

Esc

Fecha um menu ou uma barra de ferramentas flutuante.

Edição

de

Personalizar Barras de Ferramentas

de

Teclas

Atalho

a

partir

da

caixa

de

diálogo

Tecla +

Abre a lista de Botões Disponíveis para uma categoria de um botão.

Tecla -

Fecha a lista de Botões Disponíveis para uma categoria de um botão.

Barra de Espaços

Altera a visibilidade de botões da caixa de listagem Botões em utilização.

Insert

Adiciona o ícone selecionado da caixa de listagem à esquerda para a caixa de listagem à direita.

Del

Remove o ícone selecionado da caixa de listagem Botões em utilização.

Seleção de Linhas e Colunas em uma Tabela

Barra de Espaços

Alterna a seleção de linha, exceto quando a linha estiver no modo de edição.

Ctrl+Spacebar

Alterna a seleção de linha

Shift+Spacebar

Seleciona a coluna atual

Teclas de Atalho para Objetos de Desenho

Seleciona a barra de ferramentas com F6. Utilize a Seta para Baixo e para a Direita para selecionar o ícone da barra de ferramentas desejado e pressione Ctrl+Enter.

Inserir um Objeto de Desenho

Selecione o documento com Ctrl+F6 e pressione Tab

Seleciona um Objeto de desenho

Tab

Seleciona o próximo Objeto de Desenho

Shift+Tab

Escolhe o Objeto de Desenho anterior

Ctrl+Home

Seleciona o primeiro Objeto de Desenho

Ctrl+End

Seleciona o último Objeto de Desenho

Esc

Finaliza a seleção de Objetos de Desenho

Esc (no Modo de Seleção com Âncoras)

Sai do Modo de Seleção com Âncoras e retorna ao Modo de Seleção de Objetos.

seta para cima

Move o Objeto de Desenho para cima

Seta para baixo

Move o Objeto de Desenho selecionado para baixo

Seta para a Esquerda

Move o Objeto de Desenho selecionado para a esquerda

Seta para a Direita

Move o Objeto de Desenho selecionado para a direita

Alt+Tecla de Seta para Cima/Baixo/Esquerda/Direita

Move o Objeto de Desenho selecionado em um pixel (no Modo de Seleção)

Redimensiona um Objeto de Desenho (no Modo de Seleção com Alças)

Gira um Objeto de Desenho (no Modo de Rotação)

Abre a caixa de diálogo propriedade para um Objeto de Desenho

Ativa o modo de Seleção de Ponto para o objeto de desenho selecionado

Barra de Espaços

Selecione um ponto de um objeto de desenho (no modo de Seleção de Ponto) / Cancelar seleção

O ponto selecionado pisca uma vez por segundo.

Shift+Spacebar

Selecione um ponto adicional no modo de Seleção de Ponto

Ctrl+Tab

Selecione o ponto seguinte do objeto de desenho (modo de Seleção de Ponto)

No modo de Rotação, você também pode selecionar o centro de rotação.

Shift+Ctrl+Tab

Selecione o ponto anterior do objeto de desenho (em modo de Seleção de Ponto)

Ctrl+Enter

Um novo objeto de desenho de tamanho padrão é posicionado no centro da visualização atual.

Ctrl+Enter no ícone Seleção

Ativa o primeiro objeto de desenho do documento.

Esc

Sai do modo de Seleção de Ponto. Depois disso, seleciona-se o objeto de desenho.

Edita um ponto de um objeto de desenho (no modo Edição de Ponto)

Seta para cima/para baixo/para a esquerda/para a direita

Mova o ponto selecionado (as funções alinhar à grade estão temporariamente desativadas, contudo os pontos de extremidades continuam sendo alinhados uns aos outros)

Qualquer texto ou tecla numérica

Se um objeto de desenho está selecionado, alterne para o modo de edição e posicione o cursor no final do texto no objeto de desenho. Um caractere imprimível é inserido.

Navegação e Seleção com o Teclado

Você pode navegar por um documento e fazer seleções com o teclado.

Tecla

Função

+Tecla Ctrl

 

Teclas

de

Move o cursor caractere

um para a esquerda a

direita.

ou

para

Move o cursor uma palavra para a esquerda ou para a direita.

seta para

direita

a

e

para

esquerda

a

 

Teclas

de

Move o cursor uma linha para cima ou para baixo.

(Ctrl+Alt) Move o parágrafo atual para cima ou para baixo.

setas para cima e para baixo

Home

Move o cursor para o início da linha atual.

Move

o

cursor

para

o

início

do

documento.

 

Home

Move o cursor para o início do conteúdo da célula atual.

Move o cursor para o início do conteúdo da célula atual. Pressione novamente para mover o cursor para a primeira célula na tabela. Pressione

Em

uma

tabela

 

novamente para mover o cursor para

o

início do documento.

 

End

Move o cursor

Move

o

cursor

para

o

fim

do

para

o

fim

da

documento

 

linha atual.

 

End

Move

para

o

Move o cursor para o fim do conteúdo da célula atual. Pressione novamente para mover o cursor para a última célula na tabela. Pressione novamente para mover o cursor para

o

fim do documento.

fim

do

Em

uma

conteúdo

na

tabela

célula atual.

 

PgUp

Rola

uma

Move o cursor para o cabeçalho.

 

página

para

cima.

 

PgDn

Rola

uma

Move o cursor para o rodapé.

 

página

para

baixo.

 

Teclas de atalho do OpenOffice.org.br Writer

Você pode utilizar teclas de atalho para efetuar rapidamente tarefas comuns no OpenOffice.org.br. Esta seção lista as teclas de atalho padrão do OpenOffice.org.br Writer.

Você também pode utilizar as teclas de atalho gerais no OpenOffice.org.br.

Teclas de Função Utilizadas em Documentos de Texto

Teclas de Atalho

Efeito

F2

Barra de Fórmulas

Ctrl+F2

Inserir Campos

F3

Completar AutoTexto

Ctrl+F3

Editar AutoTexto

F4

Abrir Exibição da Fonte de Dados

F5

Ativar/Desativar Navegador

Shift+F5

Selecionar Próximo Quadro

Ctrl+Shift+F5

Ativar Navegador

F7

Verificação Ortográfica

Ctrl+F7

Dicionário de Correlatos

F8

Modo de Extensão

Ctrl+F8

Ativar/Desativar Sombreamentos de Campo

Shift+F8

Seleção Adicional

F9

Atualizar Campos

Ctrl+F9

Mostrar Campos

Shift+F9

Calcular Tabela

Ctrl+Shift+F9

Atualizar Campos de Entrada

Ctrl+F10

Ativar/Desativar Caracteres Não-Imprimíveis!

F11

Ativar/Desativar Estilista

Shift+F11

Criar Estilo

Ctrl+Shift+F11

Atualizar Estilo

F12

Ativar Numeração

Ctrl+F12

Inserir ou Editar Tabela

Shift+F12

Ativar Marcadores

Ctrl+Shift+F12

Desativar Numeração/Marcadores

Teclas de Atalho do OpenOffice.org.br Writer

Teclas de Atalho Efeito

Ctrl+A

Selecionar Tudo

Ctrl+J

Justificar

Ctrl+D Sublinhado Duplo

Ctrl+E

Centralizado

Ctrl+F Localizar e Substituir

Ctrl+Shift+P

Sobrescrito

Ctrl+L Alinhar à Esquerda

Ctrl+R Alinhar à Direita

Ctrl+Shift+B

Subscrito

Ctrl+Y

Refazer Última Ação

Ctrl+1

Espaçamento de Linha Simples

Ctrl+2

Espaçamento de Linha Duplo

Ctrl+5

Espaçamento de Linha 1,5

Ctrl+ Tecla de Adição (+)

Calcula o texto selecionado (por exemplo, se 3487+3456 estiver selecionado, o seu resultado é calculado). O resultado é copiado para a área de transferência e pode ser colado no documento.

Ctrl+Hífen(-)

Hifens personalizados; hifenização definida pelo usuário

Ctrl+Shift+sinal de subtração (-)

Traço incondicional (não é usado para hifenização)

Ctrl+sinal de multiplicação * (somente no teclado numérico)

Executar campo de m+F1970acro

Ctrl+Espaço

Espaços incondicionais. Espaços incondicionais não são utilizados para hifenização e não são expandidos quando o texto está justificado.

Shift+Enter

Quebra de linha sem alteração de parágrafo

Ctrl+Enter

Quebra manual de página

Ctrl+Shift+Enter

Quebra de coluna em textos com múltiplas colunas

Alt+Enter

Inserção de um novo parágrafo sem numeração

Alt+Enter

Inserção de um novo parágrafo imediatamente antes ou depois de uma seção ou de uma tabela.

Seta para a Esquerda

Mover o cursor para a esquerda

Shift+Seta para a Esquerda

Mover o cursor com seleção para a esquerda

Ctrl+Seta para a Esquerda

Ir para o início da palavra

Ctrl+Shift+Seta para a Esquerda

Seleção para a esquerda, palavra por palavra

Seta para a Direita

Mover cursor para a direita

Shift+Seta para a Direita

Mover cursor com seleção para a direita

Ctrl+Seta para a Direita Ir para o fim da palavra

Ctrl+Shift+Seta para a Direita Seleção para a direita, palavra por palavra

Seta para Cima Mover uma linha para cima

Shift+Seta para Cima Seleção de linhas para cima

Seta para Baixo Mover cursor uma linha para baixo

Shift+Seta para Baixo Seleção de linhas para baixo

Home Ir para o início da linha

Shift+Home Ir e selecionar até o início de uma linha

End Ir para o fim da linha

Shift+End Ir e selecionar até o fim da linha

Ctrl+Home Ir para o início do documento

Ctrl+Shift+Home Ir e selecionar o texto até o início do documento

Ctrl+End Ir para o fim do documento

Ctrl+Shift+End Ir e selecionar o texto até o fim do documento

Ctrl+PageUp Alternar cursor entre texto e cabeçalho

Ctrl+PageDown Alternar cursor entre texto e rodapé

Inserir Ativar/desativar modo de inserção

PageUp Página da tela para cima

Shift+PageUp Mover página da tela para cima, com seleção

PageDown Mover página da tela para baixo

Shift+PageDown Mover página da tela para baixo, com seleção

Ctrl+Del Excluir texto até o fim da palavra

Ctrl+Backspace

Excluir texto até o início da palavra

Ctrl+Shift+Del

Excluir texto até o fim da oração

Ctrl+Shift+Backspace

Excluir texto até o início da oração

Ctrl+Tab

Próxima sugestão com Completar Palavra Automaticamente

Ctrl+Shift+Tab

Utilize a sugestão anterior com Completar Palavra Automaticamente

Alt+W

Caixa de diálogo Verificação Ortográfica: retorna a palavra desconhecida original à caixa de texto

Ctrl+ clique duplo ou Ctrl+Shift+F10

Utilize esta combinação para encaixar ou desencaixar rapidamente o Navegador, o Estilista ou outras janelas.

Teclas de Atalho para Parágrafos e Níveis de Títulos

A numeração é ajustada automaticamente.

Teclas de Atalho

Efeito

Ctrl+Alt+Seta para Cima

Mover o parágrafo ativo ou os parágrafos selecionados um parágrafo para cima.

Ctrl+Alt+Seta para Baixo

Mover o parágrafo ativo ou os parágrafos selecionados um parágrafo para baixo.

Tab

O título de formato "Título X" (X = 1-9) se move um nível para baixo na estrutura de

tópicos.

Shift+Tab

O título de formato "Título X" (X = 2-10) se move um nível para cima na estrutura de

tópicos.

Ctrl+Tab

No início de um título: insere uma parada de tabulação. Dependendo do Gerenciador de Arquivos em uso, o comando Alt+Tab pode ser usado em seu lugar.

Para alterar o nível do título com o teclado, primeiramente posicione o cursor na frente do título.

Teclas de Atalho para Tabelas no OpenOffice.org.br Writer

Teclas de Atalho

Efeito

Ctrl+A

Se a célula ativa estiver em branco, selecionará a tabela toda. Caso contrário, o comando selecionará o conteúdo da célula ativa. A ação de pressionar novamente seleciona a tabela toda.

Ctrl+Home

Se a célula ativa estiver em branco, o cursor irá até o início da tabela. Caso contrário, o cursor irá até o início da célula ativa quando o comando for emitido pela primeira vez; até o início da tabela ativa, quando emitido pela segunda vez; até o início do documento, quando emitido pela terceira vez.

Ctrl+End

Se a célula ativa estiver em branco, o cursor irá até o fim da tabela. Caso contrário, o cursor irá até o fim da célula ativa quando o comando for emitido pela primeira vez; até o fim da tabela ativa, quando emitido pela segunda vez; até o fim do documento, quando emitido pela terceira vez.

Ctrl+Tab

Insere uma parada de tabulação (somente em tabelas). Dependendo do Gerenciador de Arquivos em uso, o comando Alt+Tab pode ser utilizado em seu lugar.

Ctrl+Shift+Seta para Cima

Ir para o início da tabela

Ctrl+Shift+Seta para Baixo

Ir para o fim da tabela

Alt+Teclas de setas

Aumenta/diminui o tamanho da coluna/linha na borda direita/inferior da célula

Alt+Shift+Teclas de setas

Aumenta/diminui o tamanho da coluna/linha na borda esquerda/superior da célula

Alt+Ctrl+Teclas de setas

Como Alt, mas modifica somente a célula ativa

Ctrl+Alt+Shift+Teclas de setas

Como Alt, mas modifica somente a célula ativa

Alt+Insert

Após três segundos no modo de inserção, a tecla de seta insere uma linha/coluna, e Ctrl+Tecla de seta insere uma célula

Alt+Del

Após três segundos no modo de exclusão, a tecla de seta exclui uma linha/coluna, e Ctrl+Tecla de seta mescla uma célula com a célula vizinha

Ctrl+Shift+T

Remove a proteção de célula de todas as tabelas selecionadas. Quando não há nenhuma tabela selecionada, a proteção de célula é removida de todas as tabelas no documento.

Shift+Ctrl+Del

Se nenhuma seleção for feita, o conteúdo da próxima célula será excluído. Se as células

estiverem selecionadas, a linha da seleção será toda excluída. Se todas as linhas estiverem selecionadas, seja de forma parcial ou completa, a tabela toda será excluída.

Alt+Enter

Inserção de um novo parágrafo imediatamente antes ou depois de uma seção ou de uma tabela.

Teclas de Atalho para Mover e Redimensionar Quadros, Figuras e Objetos

Teclas de Atalho

Efeito

Esc

O cursor está dentro de um quadro de texto e não há texto selecionado: a tecla Esc

seleciona o quadro de texto.

O quadro de texto está selecionado: a tecla Esc retira o cursor do quadro de texto.

F2 ou Enter ou qualquer outra tecla que gere um caractere na tela

Se

houver um quadro de texto selecionado: posicionará o cursor no fim do texto no quadro

de

texto. Se você pressionar qualquer tecla que gere um caractere na tela e o documento

estiver no modo de edição, o caractere será acrescentado ao texto.

Alt+Teclas de setas

Move o objeto.

Alt+Ctrl+Teclas de setas Redimensiona movendo o canto direito inferior.

Alt+Ctrl+Shift+Teclas de setas Redimensiona movendo o canto superior esquerdo.

Ctrl+Tab Seleciona a âncora de um objeto (no modo Editar Pontos).

Barra de Ferramentas Principal

superior esquerdo. Ctrl+Tab Seleciona a âncora de um objeto (no modo Editar Pontos). Barra de Ferramentas
superior esquerdo. Ctrl+Tab Seleciona a âncora de um objeto (no modo Editar Pontos). Barra de Ferramentas

Barra de Ferramentas Principal

A Barra de Ferramentas Principal está localizada na extremidade esquerda da janela do programa. Essa barra de ferramentas encaixável contém as ferramentas de edição usadas com mais freqüência. Os ícones da barra de ferramentas que contêm uma flecha verde pequena indicam uma barra de ferramentas flutuante. Clique demoradamente no ícone para abrir uma barra de ferramentas flutuante contendo comandos adicionais.

Um clique longo abre a barra de ferramentas flutuante que contém várias funções para inserir quadros, figuras, tabelas e outros objetos. Um clique rápido ativa a ferramenta exibida no ícone.

Abre um submenu no qual você poderá selecionar campos a inserir. Dê um clique longo para abrir o submenu, dê um clique rápido para abrir a caixa de diálogo Campos.

Abre a caixa de ferramentas flutuante Inserir Objeto, que contém vários ícones para a inserção de objetos. Se uma função for selecionada, o ícone correspondente aparecerá na barra de ferramentas principal. Um clique simples ativa novamente a última ferramenta utilizada, um clique demorado permite que você selecione outra função da barra de ferramentas flutuante.

Dê um clique demorado para abrir a barra de ferramentas flutuante Funções de desenho na qual você pode adicionar formas, linhas, texto e textos explicativos ao documento atual.

O ícone Formulário abre uma barra de ferramentas flutuante com as ferramentas e funções necessárias para a criação de um formulário interativo.

Cria, edita ou insere AutoTexto. Você pode armazenar texto formatado, texto com figuras, tabelas e campos como AutoTexto. Para inserir o AutoTexto rapidamente, digite a tecla de atalho para AutoTexto no documento e depois pressione F3.

Ativa ou desativa o cursor direto. Você também pode definir opções específicas para o comportamento do cursor direto, abrindo a caixa de diálogo Inserir Opção em Ferramentas - Opções - Documento de Texto - Recursos de Formatação.

Verifica os erros ortográficos do documento ou da seleção atual.O OpenOffice.org.br inclui cabeçalhos, rodapés, entradas de índice e notas de rodapé na verificação ortográfica. A verificação ortográfica inicia na posição atual do cursor e avança até o final do documento ou da seleção. Depois, você pode escolher continuar a verificação ortográfica a partir do início do documento.

Verifica os erros ortográficos do documento ou da seleção atual.O OpenOffice.org.br inclui cabeçalhos, rodapés, entradas de índice e notas de rodapé na verificação ortográfica.

Verifica automaticamente a ortografia enquanto você digita e sublinha erros.

Procura por ou substitui texto ou formatos no documento atual.

Lista os bancos de dados disponíveis para o OpenOffice.org.br e permite gerenciar o conteúdo dos bancos de dados.

Mostra os caracteres não-imprimíveis no texto, tais como marcas de parágrafo, quebras de linha, paradas de tabulação e espaços.

Se o ícone Ativar/Desativar Figura estiver ativo, nenhuma figura será exibida - somente quadros em branco como espaços reservados.

Exibe o documento como se ele estivesse em um navegador da Web. Essa exibição é útil para a criação de documentos HTML.

Barra de funções

Barra de funções Barra de Funções A barra de funções é a barra de ferramentas que
Barra de funções Barra de Funções A barra de funções é a barra de ferramentas que

Barra de Funções

A barra de funções é a barra de ferramentas que se encontra na parte superior da janela do OpenOffice.org.br. Ela contém ícones que podem ser usados em todos os tipos de documentos.

Carrega um documento especificado por uma URL inserida. Você pode digitar um novo URL ou selecionar um que já esteja registrado. O OpenOffice.org.br converte automaticamente os caminhos de arquivo para a notação URL.

Cria um novo documento de OpenOffice.org.br.

Um clique simples no ícone Novo cria um documento do mesmo tipo que o último documento criado. Se um documento de um tipo diferente for criado através de um clique demorado no ícone, este se transformará para refletir o novo tipo de documento.

Abre ou importa um arquivo.

Salva o documento atual.

Utilize o ícone Editar Arquivo para ativar ou desativar o modo de edição.

Salva o arquivo atual no formato PDF (Portable Document Format).Você pode ver e imprimir um arquivo PDF em qualquer plataforma com a preservação da formatação original, contanto que o software Adobe Acrobat Reader esteja instalado.

Para imprimir um documento ativo com as configurações de impressão padrão atuais, clique no ícone Imprimir. As configurações estão na caixa de diálogo Configuração da Impressora, que você pode acessar com o comando de menu Configurações de Impressora.

Remove e copia a seleção para a área de transferência.

Copia a seleção para a área de transferência.

Insere o conteúdo da área de transferência na localização do cursor e substitui qualquer texto ou objeto selecionado. Dê um clique demorado para selecionar o formato.

Reverte o último comando ou a última entrada que você digitou. Para selecionar o comando a ser revertido, dê um clique demorado no ícone Desfazer da Barra de Funções. Para alterar o número de comandos que podem ser desfeitos, escolha Ferramentas - Opções - OpenOffice.org.br - Memória e, em seguida, insira um novo valor na caixa número de etapas.

Você pode cancelar o comando Desfazer escolhendo Editar - Refazer.

Reverte a ação do último comando Desfazer. Para selecionar a etapa Desfazer que você desejar reverter, dê um clique demorado no ícone Refazer da Barra de Funções.

Clique nesse ícone para ocultar ou mostrar o Navegador.

Especifica se o Estilista, no qual você pode atribuir e organizar estilos, deve ser exibido ou ocultado.

Abre uma caixa de diálogo permitindo que você faça a edição de hyperlinks.

Abre a Galeria, onde você pode selecionar figuras e sons para inserir no documento.

Navegação e Seleção com o Teclado

Você pode navegar por um documento e fazer seleções com o teclado.

Tecla

Função

+Tecla Ctrl

Teclas de seta para a direita e para a esquerda

Move o cursor um caractere para a esquerda ou para a direita.

Move o cursor uma palavra para a esquerda ou para a direita.

Teclas de setas para cima e para baixo

Move o cursor uma linha para cima ou para baixo.

(Ctrl+Alt) Move o parágrafo atual para cima ou para baixo.

Home

Move o cursor para o início da linha atual.

Move o cursor para o início do documento.

Home

Move o cursor para o início do conteúdo da célula atual.

Move o cursor para o início do conteúdo da célula atual. Pressione

Em uma

novamente para mover o cursor para

tabela

primeira célula na tabela. Pressione novamente para mover o cursor para

a

 

o

início do documento.

End

Move o cursor para o fim da linha atual.

Move o cursor para o fim do

documento

End

Move para o fim do conteúdo na célula atual.

Move o cursor para o fim do conteúdo da célula atual. Pressione novamente para mover o cursor para

Em uma

tabela

última célula na tabela. Pressione novamente para mover o cursor para

a

 

o

fim do documento.

PgUp

Rola uma

Move o cursor para o cabeçalho.

página para

cima.

PgDn

Rola uma

Move o cursor para o rodapé.

página para

baixo.

OPEN OFFICE - PLANILHA

OPEN OFFICE - PLANILHA MENUS: Arquivo Contém comandos para trabalhar com planilhas, como abrir, fechar, salvar

MENUS:

Contém comandos para trabalhar com planilhas, como abrir, fechar, salvar e imprimir. Para sair do OpenOffice.org.br, clique em Sair.

Utilize os comandos deste menu para editar planilhas do Calc; por exemplo, para copiar, colar e excluir o conteúdo de uma célula.

O menu Exibir contém comandos para o controle da exibição de janelas e barras de ferramentas da planilha.

O menu Inserir contém comandos para a inserção de novos elementos na planilha atual; por exemplo, células, linhas, planilhas e nomes de células.

O menu Formatar contém comandos para a formatação das células selecionadas, dos objetos e do conteúdo das células do documento.

O menu Ferramentas contém comandos para verificação ortográfica, rastreamento de referências da planilha, localização de erros e definição de cenários.

Utilize os comandos do menu Dados para editar os dados da planilha atual. Você pode definir intervalos, classificar e filtrar os dados, calcular resultados, esquematizar dados e abrir o Assistente de Dados.

Utilize o menu Janela para abrir, dividir e organizar janelas.

O menu da Ajuda lhe permite iniciar e controlar o sistema de Ajuda de OpenOffice.org.br.

MENU ARQUIVO

Cria um novo documento de OpenOffice.org.br.

Abre ou importa um arquivo.

Serve de guia na criação de cartas comerciais e pessoais, faxes, memorandos, agendas, apresentações, etc.

Fecha o documento atual sem sair do programa.

Salva o documento atual.

Salva o documento atual em um outro local, com um outro nome, ou como um tipo de arquivo diferente.

Salva todos os documentos do OpenOffice.org.br abertos. Este comando somente estará disponível se dois ou mais arquivos forem modificados.

Substitui o documento atual pela última versão salva.

Salva e organiza múltiplas versões do documento atual no mesmo arquivo. Também é possível abrir, excluir e comparar versões anteriores.

Salva o documento atual com um nome e um formato diferentes no local que você especificar.

Salva o arquivo atual no formato PDF (Portable Document Format).Você pode ver e imprimir um arquivo PDF em qualquer plataforma com a preservação da formatação original, contanto que o software Adobe Acrobat Reader esteja instalado.

Envia o documento atual para fontes diferentes.

Exibe as propriedades para o arquivo atual, incluindo estatística, como contagem de palavras e a data em que o arquivo foi criado.

Permite que você organize e edite modelos, bem como salve o arquivo atual como um modelo.

Exibe uma visualização da página impressa ou fecha a visualização.

Imprime o presente documento, a seleção ou as páginas que você especificar. Também é possível definir as opções da impressão para o documento atual.

Selecione a impressora padrão para o documento atual.

Fecha todos os programas OpenOffice.org.br e solicita o salvamento de todas as alterações.

Lista, na parte inferior do menu Arquivo, os arquivos abertos mais recentemente. Para abrir um arquivo na lista, clique em seu nome.

MENU EDITAR

Reverte o último comando ou a última entrada que você digitou. Para selecionar o comando a ser revertido, dê um clique demorado no ícone Desfazer da Barra de Funções. Para alterar o número de comandos que podem ser desfeitos, escolha Ferramentas - Opções - OpenOffice.org.br - Memória e, em seguida, insira um novo valor na caixa número de etapas.

Você pode cancelar o comando Desfazer escolhendo Editar - Refazer.

Reverte a ação do último comando Desfazer. Para selecionar a etapa Desfazer que você desejar reverter, dê um clique demorado no ícone Refazer da Barra de Funções.

Repete o último comando.

Remove e copia a seleção para a área de transferência.

Copia a seleção para a área de transferência.

Insere o conteúdo da área de transferência na localização do cursor e substitui qualquer texto ou objeto selecionado. Dê um clique demorado para selecionar o formato.

Insere o conteúdo da área de transferência no arquivo atual em um formato que você pode especificar.

Seleciona todo o conteúdo do arquivo atual, quadro ou objeto de texto.

Lista os comandos disponíveis para rastrear alterações no arquivo.

Compara o documento atual com um documento que você selecionar. O conteúdo do documento selecionado será marcado como exclusões na caixa de diálogo exibida. Se desejar, você poderá inserir o conteúdo do arquivo selecionado no documento atual, selecionado as entradas excluídas relevantes e clicando em Rejeitar e, em seguida, em Inserir.

Procura por ou substitui texto ou formatos no documento atual.

Ativa e desativa o Navegador. O Navegador é uma janela encaixável.

Permite que você defina e formate cabeçalhos e rodapés.

Preenche automaticamente as células com conteúdo.

Especifica o conteúdo que deverá ser excluído de uma célula ou intervalo de células. Antes da exclusão, você deve primeiro selecionar a célula ou o intervalo.

Exclui por completo as células, colunas ou linhas selecionadas. As células abaixo ou à direita das células excluídas preencherão o espaço.

Edite comandos para planilhas inteiras.

Escolha o tipo de quebra manual que você deseja excluir.

Permite editar as propriedades de cada link no documento atual, incluindo o caminho ao arquivo fonte. Este comando não estará disponível se o documento atual não contiver vínculos para outros arquivos.

Permite que você edite plug-ins clicando com o botão direito do mouse em um plug-in do arquivo. Uma marca de seleção aparece ao lado do comando quando este recurso é ativado. Para desativá-lo, selecione esse comando novamente.

Permite anexar URLs a áreas específicas, chamadas pontos de acesso, de uma figura ou um grupo de figuras. Um mapa de imagem é um grupo de um ou mais pontos de acesso.

Permite editar o objeto selecionado no arquivo que você inseriu, com o comando Inserir - Objeto .

MENU INSERIR

Este comando insere quebras manuais de linhas ou colunas para assegurar que seus dados sejam impressos de forma correta. Você pode inserir uma quebra de página horizontal acima ou uma quebra de página vertical à esquerda da célula ativa.

Abre a caixa de diálogo Inserir Células na qual você pode inserir novas células de acordo com as opções especificadas.

Insere uma nova linha acima da célula ativa. O número de linhas inseridas será igual ao número de linhas selecionadas. As linhas existentes são movidas para baixo.

Insere uma nova coluna à esquerda da célula ativa. O número de colunas inseridas corresponde ao número de colunas selecionadas. As colunas existentes serão deslocadas para a direita.

Define as opções a serem utilizadas para a inserção de uma nova planilha. Você pode criar uma nova planilha ou inserir uma já existente a partir de um arquivo.

Insere dados de um arquivo HTML, Calc ou Excel na planilha atual. Os dados devem estar localizados dentro de um intervalo nomeado.

Insere caracteres especiais das fontes instaladas.

Abre uma caixa de diálogo permitindo que você faça a edição de hyperlinks.

Abre o Assistente: Funções que ajuda na criação de fórmulas de forma interativa.

Este comando abre a janela Lista de Funções, que exibe todas as funções que podem ser inseridas no documento.

Permite que você nomeie as diferentes seções do documento de planilha. Isso permite navegar facilmente pelos documentos de planilha e localizar informações específicas.

Insere uma nota na posição atual do cursor. Para exibir ou editar o conteúdo de uma nota, selecione a nota e escolha este comando.

Selecione o arquivo de origem da figura que você deseja inserir.

Insere um dos seguintes objetos no arquivo:

Cria um gráfico no documento atual. Para usar um intervalo de células de uma folha como a fonte de dados para o gráfico, selecione as células e, em seguida, escolha este comando.

Insere um quadro flutuante no documento atual. Os quadros flutuantes são usados em documentos HTML para exibir o conteúdo de outro arquivo. O Netscape Navigator 4.x não oferece suporte para quadros flutuantes.

MENU VER

Reduz ou amplia a exibição de tela do documento atual.

Lista os bancos de dados disponíveis para o OpenOffice.org.br e permite gerenciar o conteúdo dos bancos de dados.

Uma barra de ferramentas contém ícones e opções que permitem o acesso rápido aos comandos do OpenOffice.org.br.

Exibe ou oculta a Barra de Status na borda inferior da janela. Para alterar esta informação que é exibida na Barra de Status, escolha Ferramentas - Personalizar - Barra de Status.

Mostra ou oculta a janela de status do IME (Input Method Engine).

Exibe os cabeçalhos de colunas e linhas ao ser marcada.

realce;valores em planilhasRealce de Valor

Realça valores numéricos da planilha.

Exibe as quebras de página e os intervalos de impressão na planilha.

Exibe ou oculta menus e barra de ferramentas. Para sair do modo tela inteira, clique no botão Ativar/Desativar Tela Inteira .

MENU FORMATAR

Remove a formatação direta da célula.

Altera a fonte e a formatação da fonte para os caracteres selecionados.

Permite que você especifique diversas opções de formatação e aplique atributos às células selecionadas.

Define a altura da linha e oculta ou mostra linhas selecionadas.

Aqui você encontrará os itens de submenu utilizados para definir a largura da coluna e para ocultar e mostrar as colunas.

Utilize este comando para chamar um submenu que contém os comandos para renomear e ocultar a planilha atual.

Abre um submenu para efetuar ou desfazer a mesclagem de células.

Define as opções de formatação para a linha de seleção.

Define as propriedades de preenchimento do objeto de desenho selecionado.

Utilize esta caixa de diálogo para aplicar as propriedades necessárias a um objeto de desenho de texto.

Redimensiona, move, gira ou inclina os objetos selecionados.

Abre uma caixa de diálogo para edição de propriedades de um controle selecionado.

Nesta caixa de diálogo você pode especificar, dentre outros itens, a fonte de dados e os eventos para todo o formulário.

Inverte o objeto selecionado horizontal ou verticalmente.

Altera a ordem de empilhamento do(s) objeto(s) selecionado(s).

Alinha objetos selecionados em relação uns aos outros.

Defina as opções de ancoramento para o objeto selecionado, por exemplo em uma página ou uma célula.

Permite a alterar a forma do objeto de desenho selecionado.

Adiciona efeitos ao texto do objeto de desenho selecionado, incluindo sombras. Você também pode alterar a forma da linha base de texto.

O comando FontWork somente estará disponível para objetos que contém texto.

Agrupa os objetos selecionados, para que eles possam ser movidos como um único objeto.

Utilize este comando para rapidamente aplicar estilos de fonte ao texto selecionado.

Utilize o comando para exibir as opções disponíveis para alinhar objetos de texto.

Especifique a quantidade de espaço a ser deixada entre linhas de texto em um parágrafo.

Modifica o formato do parágrafo atual. Para modificar a fonte do parágrafo atual, selecione o parágrafo inteiro, escolha Formatar - Caracteree, em seguida, clique na guia Fonte .

Abre uma caixa de diálogo onde você pode definir a aparência de todas as páginas do documento.

Permite que você defina um intervalo de impressão para cada planilha.

Altera a capitalização dos caracteres selecionados ou, se o cursor estiver em uma palavra, altera a capitalização de todos os caracteres da palavra.

Abre o Catálogo de Estilos para a criação, a edição e a organização de estilos e modelos.

Utilize o Estilista para atribuir estilos a objetos e seções de texto. Você pode atualizar estilos, modificar estilos existentes ou criar novos estilos.

Utilize este comando para aplicar uma AutoFormatação à área selecionada da planilha ou para definir a sua própria AutoFormatação.

Escolha Formatação Condicional para definir estilos de formatação dependendo de certas condições.

MENU FERRAMENTAS

Verifica a ortografia manualmente ou automaticamente enquanto você digita.

Converte o texto coreano de Hangul para Hanja ou de Hanja para Hangul. O comando de menu só poderá ser acionado se você ativar o suporte para idioma asiático em Ferramentas - Opções - Configurações de Idioma - Idiomas e se um texto formatado no idioma coreano estiver selecionado.

Substitui a palavra atual por um sinônimo ou um termo relacionado.

O

OpenOffice.org.br Calc.

comando

Hifenização

aciona

a

caixa

de

diálogo

para

definir

a

hifenização

no

Este comando ativa o Detetive de planilha. Com ele, você pode rastrear as dependências da célula de fórmula atual nas células da planilha.

Define as opções para a correção automática de erros à medida que você digita.

Abre uma caixa de diálogo na qual você pode resolver uma equação com uma variável.

Define um cenário para a área de planilha selecionada

O comando Proteger Documento impede que alterações sejam feitas nas planilhas e nos documentos. Você também pode definir uma senha para a seção apropriada.

Abre um submenu com comandos para calcular tabelas e ativar AutoEntrada.

Abre a Galeria, onde você pode selecionar figuras e sons para inserir no documento.

Permite que você organize as fontes de dados que estão registradas no OpenOffice.org.br.

Permite que você grave ou organize e edite macros.

Abre a caixa de diálogo Configurações do Filtro XML, na qual você pode criar, editar, excluir e testar filtros para importar e exportar arquivos XML.

Personaliza menus, teclas de atalho, barras de ferramentas, atributos de macro e a Barra de Statusdo OpenOffice.org.br.

Este comando abre uma caixa de diálogo da configuração personalizada do programa.

MENU DADOS

Define um intervalo de banco de dados com base nas células selecionadas na planilha.

Seleciona um intervalo de banco de dados definido em Dados - Definir Intervalo.

Classifica as linhas selecionadas de acordo com as condições especificas.

Contém comandos de filtro.

Calcula os subtotais para as colunas selecionadas.

Esta caixa de diálogo permite que você defina vários critérios de validação para uma área selecionada da planilha.

Aplica a mesma fórmula a células diferentes, porém com diferentes valores de parâmetros.

Combina os dados de um ou mais intervalos de células independentes e calcula um novo intervalo utilizando a função especificada.

Você pode criar uma estrutura de tópicos para os dados e agrupar linhas e colunas de modo a poder recolher e expandir os grupos com um único clique do mouse.

Um Assistente de Dados fornece um resumo de grandes quantidades de dados. Você poderá reorganizar a tabela do Assistente de Dados para exibir resumos diferentes dos dados.

Atualiza um intervalo de dados inserido a partir de um banco de dados externo. Os dados da planilha são atualizados para que correspondam aos dados do banco de dados externo.

MENU JANELA

Abre uma nova janela que exibe o conteúdo da janela atual. Agora você pode ver diferentes partes do mesmo documento ao mesmo tempo.

Fecha a janela atual. Escolha Janela - Fechar ou pressione Ctrl+F4. Na visualização de página do OpenOffice.org.br Writer e Calc, você pode fechar a janela atual ao clicar no botão Fechar Visualização.

Divide a janela atual no canto superior esquerdo da célula ativa.

Divide a planilha no canto superior esquerdo da célula ativa. A área situada na parte superior esquerda não poderá mais ser deslocada através da barra de rolagem.

Aqui é exibida uma lista de todas as janelas de documento (documentos). Isto também inclui janelas de tarefas divididas. O documento atual é indicado por uma marca de seleção na frente do título.

MENU AJUDA

Conteúdo

Abre a página principal da Ajuda de OpenOffice.org.br para o aplicativo atual. Você pode percorrer as páginas da Ajuda e procurar pelos termos do índice ou outro texto.

Agente da Ajuda

Permite ativar o Agente da Ajuda automático. Você pode ativar também o Agente da Ajuda através de Ferramentas - Opções - OpenOffice.org.br - General - Agente da Ajuda.

Dicas

Isto lhe permite ativar ou desativar a exibição automática de nomes de ícones e outro conteúdo da Ajuda na posição do cursor.

Dicas Adicionais

Permite ativar ou desativar a exibição automática de uma descrição breve de menus e ícones.

Suporte

Mostra informações de como obter suporte.

Conecta ao site do OpenOffice.org.br na Web, em que você pode registrar sua cópia do OpenOffice.org.br.

Sobre OpenOffice.org.br

Exibe informações gerais do programa como o número da versão e os direitos autorais.

Aqui estão alguns exemplos de fórmulas do OpenOffice.org.br Calc:

=A1+10

Exibe o conteúdo da célula A1 mais 10.

=A1*16%

Exibe 16% do conteúdo de A1.

=A1 * A2

Exibe o resultado da multiplicação de A1 e

A2.

=ARREDONDAR(A1;1)

Arredonda o conteúdo da célula A1 para uma casa decimal.

=EFETIVO(5%;12)

Calcula o juro efetivo para um juro nominal anual de 5% com 12 pagamentos por ano.

=B8-SOMA(B10:B14)

Calcula B8 menos a soma das células B10 a

B14.

=SOMA(B8;SOMA(B10:B14))

Calcula a soma das células B10 a B14 e adiciona o valor a B8.

=SOMA(B1:B32000)

Soma todos os números na coluna B.

FUNÇÕES:

das células B10 a B14 e adiciona o valor a B8. =SOMA(B1:B32000) Soma todos os números
Inserção de Gráficos 1. Abra uma planilha e insira dados com títulos de linha e

Inserção de Gráficos

1.

1.

Abra uma planilha e insira dados com títulos de linha e coluna.

Abra uma planilha e insira dados com títulos de linha e coluna.

2.

Selecione os dados juntamente com os cabeçalhos.

3.

Dê um clique demorado no ícone Inserir Objeto na Barra de Ferramentas Principal para exibir a barra de ferramentas flutuante. Em seguida, clique no ícone Inserir Gráfico. O ponteiro do mouse se transformará em uma cruz com um pequeno símbolo de gráfico.

4.

Na planilha, arraste para selecionar um retângulo e definir a localização e o tamanho iniciais do gráfico.

5.

Ao liberar o botão do mouse, uma caixa de diálogo aparecerá. Nela, você poderá incluir outras entradas. Você também poderá clicar no botão Criar para criar um gráfico com as configurações padrão.