Você está na página 1de 22
Visão Computacional Alessandro L. Koerich Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Universidade Federal do

Visão Computacional

Alessandro L. Koerich

Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Alessandro L. Koerich Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Lentes para Visão Computacional Parte 1

Lentes para Visão Computacional Parte 1

Lentes para Visão Computacional Parte 1
Principais Parâmetros de Lentes • Tipos de Montagem: C-Mount, CS-Mount, F-Mount • Formato Máximo de

Principais Parâmetros de Lentes

Tipos de Montagem: C-Mount, CS-Mount, F-Mount

Formato Máximo de CCD: 1/3”, 1/2”, 2/3”, 1”

Abertura (f/# ou F-Number):

Campo de Visão ou Ângulo de Visão

Ampliação

Distância de Trabalho

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

Tipo de Montagem • Os principais tipos são: – C-Mount – CS-Mount – F-Mount •

Tipo de Montagem

Tipo de Montagem • Os principais tipos são: – C-Mount – CS-Mount – F-Mount • C-Mount

Os principais tipos são:

C-Mount

CS-Mount

F-Mount

C-Mount

Montagem por rosca

1" (25,4mm) de diâmetro com 32 TPI (Threads Per Inch)

17.5mm distância para flange posterior

Rosca mais comum

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

• CS-Mount Tipo de Montagem – Montagem por rosca – 1" de diâmetro com 32

CS-Mount

Tipo de Montagem

Montagem por rosca

1" de diâmetro com 32 TPI (Threads Per Inch)

12.5mm distância para flange posterior

Compatível com C-Mount usando um espaçador de

5mm.

CS-Mount x C-Mount

Visão Computacional

2010

com C-Mount usando um espaçador de 5mm. • CS-Mount x C-Mount Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

alessandro.koerich@ufpr.br

Tipo de Montagem • CS-Mount x C-Mount Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Tipo de Montagem

CS-Mount x C-Mount

Tipo de Montagem • CS-Mount x C-Mount Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

• F-Mount Tipo de Montagem – Usada em câmeras com grandes sensores – 46.5mm distância

F-Mount

Tipo de Montagem

Usada em câmeras com grandes sensores

46.5mm distância para flange posterior

Ideal para câmeras Line Scan

Visão Computacional

distância para flange posterior – Ideal para câmeras Line Scan Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

Formato CCD x Formato Lente • O formato do sensor afeta o ângulo de visão

Formato CCD x Formato Lente

O formato do sensor afeta o ângulo de visão

sensores menores = campo de visão menor!

O formato da lente é irrelevante para o ângulo de visão, pois deve somente projetar uma imagem que cobrirá o sensor.

A lente deve ter o mesmo formato do sensor ou um

formato maior. Ex: câmera sensor 1/3” pode utilizar lentes 1/3” a 1”, (teremos o mesmo campo de visão).

Entretanto, lentes maiores oferecem melhor resolução e melhor qualidade de imagem. Por que?

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

Formato CCD x Formato Lente Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Formato CCD x Formato Lente

Formato CCD x Formato Lente Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

Distância Focal • Os raios de objetos infinitamente distantes são condensados internamente nas lentes em

Distância Focal

Os raios de objetos infinitamente distantes são condensados internamente nas lentes em um ponto comum do eixo ótico.

O ponto onde o sensor está posicionado é chamado de ponto focal.

onde o sensor está posicionado é chamado de ponto focal. • As lentes possuem dois pontos

As lentes possuem dois pontos principais. A distância entre estes pontos determina a distância focal das lentes.

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

Distância Focal • É medido em mm e relaciona diretamente o ângulo de visão que

Distância Focal

É medido em mm e relaciona diretamente o ângulo de visão que será obtido.

Distâncias focais curtas  ângulos de visão abertos.

Distâncias focais longas ângulos de visão estreitos (telephoto)

Um ângulo de visão normal é similar ao visto pelo olho humano.

Um ângulo de visão normal é similar ao visto pelo olho humano. Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

Distância Focal • Valores mais comuns: 4, 6, 8, 12, 16, 25, 35, 50, 75mm

Distância Focal

Valores mais comuns: 4, 6, 8, 12, 16, 25, 35, 50, 75mm.

Focal • Valores mais comuns: 4, 6, 8, 12, 16, 25, 35, 50, 75mm . Visão

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

Ângulo de Visão • O ângulo formado por duas linhas partindo do segundo ponto principal

Ângulo de Visão

O ângulo formado por duas linhas partindo do segundo ponto principal ao sensor.

por duas linhas partindo do segundo ponto principal ao sensor . Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

Ângulo de Visão • O ângulo de visão muda com a distância focal das lentes

Ângulo de Visão

O ângulo de visão muda com a distância focal das lentes e com o tamanho da câmera.

A distância focal para “cobrir” o objeto pode ser calculada a partir das fórmulas:

“cobrir” o objeto pode ser calculada a partir das fórmulas: Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

• Exemplo: Ângulo de Visão Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Exemplo:

Ângulo de Visão

• Exemplo: Ângulo de Visão Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

• Exemplo: Ângulo de Visão Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Exemplo:

Ângulo de Visão

• Exemplo: Ângulo de Visão Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

Campo de Visão • O campo de visão varia com a distância focal. Visão Computacional

Campo de Visão

O campo de visão varia com a distância focal.

Campo de Visão • O campo de visão varia com a distância focal. Visão Computacional 2010
Campo de Visão • O campo de visão varia com a distância focal. Visão Computacional 2010

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

F-Number • É o índice para a quantidade de luz que passa através de uma

F-Number

É o índice para a quantidade de luz que passa através de uma lente.

Quanto menor o número, maior a quantidade de luz que passa!

É a razão entre a distância focal e a abertura efetiva.

• É a razão entre a distância focal e a abertura efetiva. Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp
• É a razão entre a distância focal e a abertura efetiva. Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

F-Number • As lentes têm geralmente duas medidas: – Máxima abertura (ou mínimo F-stop): quando

F-Number

As lentes têm geralmente duas medidas:

Máxima abertura (ou mínimo F-stop): quando a lente está inteiramente aberta. Ex. F1.2

Mínima abertura (ou máximo F-stop) logo antes da lente fechar completamente. Ex: F16C

O F-Stop tem diversos efeitos na imagem final:

Um F-Stop mínimo implica que a lente deixa passar mais luz em condições escuras, permitindo a câmera produzir uma imagem melhor.

Um F-Stop máximo pode ser necessário onde existe um alto nível de iluminação ou reflexão.

O F-Stop também afeta diretamente a profundidade de campo.

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

Profundidade de Campo • Área dentro do campo de visão onde está o foco. •

Profundidade de Campo

Área dentro do campo de visão onde está o foco.

Uma profundidade de campo ampla indica que uma grande parte do campo de visão está em foco.

É influenciado por vários fatores:

Lentes de grande angulação geralmente tem uma profundidade de campo maior.

Um F-Stop elevado indica também uma profundidade de campo maior

Uma câmera de alta resolução possui uma profundidade de campo maior.

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

Profundidade de Campo Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Profundidade de Campo

Profundidade de Campo Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br

Especificações de Lentes Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Especificações de Lentes

Especificações de Lentes Visão Computacional 2010 alessandro.koerich@ufp r.br

Visão Computacional

2010

alessandro.koerich@ufpr.br