Você está na página 1de 9

Alunos

:

ENEO JULIANO BOVINO – 140726
MURILO RIBEIRO - 132373

EXPERIÊNCIA 1: AMPLIFICADOR EMISSOR COMUM
OBJETIVOS

Verificar o funcionamento de um amplificador na configuração
emissor comum;
Obter a curva de resposta em frequência do amplificador;
Determinar o ganho de tensão experimentalmente.

INTRODUÇÃO

A configuração emissor comum é frequentemente utilizada em
amplificadores, pois produz elevado ganho de tensão e corrente.

Um amplificador permite que se tenha amplificação de tensão,
corrente ou potência, mas somente é considerado linear quando a
variação do ponto de operação em torno de seu valor de operação é
de baixa amplitude, pois para grandes variações, pode acontecer que
distorções sejam observadas no sinal de saída.

C . f . Os capacitores submetidos à tensão alternada com comportamento senoidal. Além da distorção linear e de amplitude. denominada reatância capacitiva.é a capacitância em farads ( F ). . variando o ganho.é a reatância em ohm (  ).Para ser considerado um amplificador linear ou de alta fidelidade. a variação do ponto de operação deve-se restringir a região linear da curva característica. . Na prática os amplificadores apresentam resposta plana somente numa faixa de frequência. A figura a seguir representa a reatância capacitiva em função da frequência. o amplificador responde de maneira diferente ao sinal de entrada em função da frequência.C onde: Xc . oferecem uma oposição à passagem da corrente.é a frequência em hertz ( Hz ). f . calculada pela seguinte expressão: Xc  1 2.

contribuem para nova diminuição do ganho. f . . Nessa condição. as capacitâncias parasitas das junções internas do transistor e do circuito. 1 R 2. a tensão de saída será igual a Vo  Vi 2 .C .C  fC  1 2. A frequência de corte do circuito é a frequência para qual Xc  R . em cada parte é produzida a mesma queda de tensão.R. .Os capacitores de acoplamento e de passagem (by pass) do circuito provocam em baixas frequências um ganho reduzido. Frequência de corte Quando os valores da reatância capacitiva e resistência equivalente do circuito são iguais. Em frequências elevadas.

5. com um eixo horizontal em com a curva de resposta em frequência.Vi 2 Então. O ganho nessa faixa é representado por Avmáx .5.MÉDIA  R Na frequência de corte a tensão de saída é igual a Vo  1 2 . são sempre chamados de pontos de meia potência. PCORTE  1  .PBANDA. a potência do amplificador se reduz a metade do valor atingido na banda média. cujo valor é determinado por: BW  fcs  fci Para determinação da frequência de corte deve-se a partir do ganho máximo.  R R PCORTE  0. Vi 2 PBANDA. Também denominadas de frequência de corte inferior ( fci ) e frequência de corte superior ( fcs ). Os pontos sobre o gráfico da curva de resposta em frequência para os quais o ganho é Av máx 2 . as frequências de corte determinam os pontos nos quais.MÉDIA A faixa compreendida entre as frequências de corte é denominada largura de banda ( BW ) do amplificador.A faixa de frequência sobre a qual o ganho Av  Vo é constante Vi denomina-se banda média.Vi   Vi 2  2    PCORTE  0. MATERIAIS NECESSÁRIOS Av máx 2 até a intersecção .

2 pontas de prova. . 1 resistor de 100  . 2 capacitores de 10 F .Monte o circuito mostrado no multilab conectando a fonte de tensão de 15V aos pontos P6 (+) e P8 (-). 1 resistor de 82k  .Conecte o resistor de 22k  em J9. 2 cabos de ligação banana-bananinha. PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL 1.Conecte o resistor de 1k  em J11. 1 gerador de funções com cabos com terminais do tipo jacaré. 5. 1 osciloscópio digital. 2 resistores de 1k  . 1 jumper curto. 1 resistor de 22k  .Conecte um jumper em J10.1 multilab. 3. 2 Conecte o resistor de 82k  em J8. 1 placa experimental n°2. 4. 1 capacitor de 1 F .

que deverá ser observado com o osciloscópio conectado entre os pontos P9 e P10 (GND).O sinal de entrada deverá ser observado com o osciloscópio. 15.Conecte um resistor de 1k  com um terminal ligado no ponto P7. Calcule o ganho Av  vo / vi . 7. ligado entre os terminais (+) do gerador e (-) em P8.Conecte um capacitor de 10 F em J12. 12. Meça a tensão de saída e a tensão de entrada.6. 8.Meça as tensões VBE e VCE e anote os valores. Ganho: Av = vo/vi vo = 3. 14.Conecte o resistor de 100  em J13.Conecte um capacitor de 1 F em J14 11. Anote as formas de onda e valores de interesse.Conecte um capacitor de 10 F em J7. 9. O outro terminal deverá ser ligado ao terminal (+) do gerador de funções e (-) em P8.78 V vi = 46.Injete um sinal senoidal com frequência de aproximadamente 100 kHz com um nível tal que não distorça o sinal de saída. 10. 13.0 mV .

2061403 5M 0.14 33.168 12.359 18.044 1.215 13.045 3 36.042 500 0.448128 5k 0.36861369 2k 0.43251986 10M 0.06179974 500 k 0.97940009 1k 0.045 1.159 11.044 0.043 0.66 31.25 28.046 3. 17.Meça a tensão de entrada e a tensão de saída para cada valor.04119983 200 0.3189649 .87394998 10 k 0.043 0.325 17.68 35.043 0. Anote os valores na tabela a seguir.35311883 20 k 0.77226535 0.17 16. frequência Hz ) 100 ( Vi (V ) Vo (V ) Av  20 log(Vo / Vi )(dB) 0.173 11.2527061 100 k 0.044 0.045 2.27167037 200 k 0.046 2.49844561 1M 0.57 22.Av = 82.899 26.045 3.68 38.045 3.77 38.047 0.041 0.53310823 2M 0.Varie a frequência de 100 Hz a 10 MHz conforme valores indicados na tabela (mantenha o nível da tensão de entrada ajustado).47817482 50 k 0.6 38.

de maneira semelhante a um filtro passa faixa. pois a sua capacitância reativa e elevada nessas frequências. os capacitores de acoplamento e by-pass são responsáveis pela diminuição do ganho. contribuem para a diminuição do ganho.Para calcular o ganho utilize Av  20 log(vo / vi) em dB(decibel) 19. Em frequências elevadas. e desta forma atenuando sinais indesejados na saída.18. c) Qual é a principal característica do Amplificador Emissor Comum para ser amplamente usado? . porém uma utilização para esse efeito de maneira positiva seria para barrar frequências fora de uma determinada faixa desejada. Responda: a) Qual a razão para o ganho decair quando fora da largura de banda (BW)? Em baixas frequências. Ganho Av x Frequência 45 40 Ganho (dB) 35 30 25 20 15 10 5 0 10E+00 01E+02 10E+02 01E+04 10E+04 01E+06 10E+06 01E+08 Frequência (Hz) 20. as capacitâncias parasitas das junções internas do transistor e do circuito. b) Este fenômeno de atenuação de frequências fora da largura de banda (BW) é prejudicial ao circuito? Pode ter algum efeito benéfico para algum tipo de dispositivo? Quando a intenção de uso do circuito é para amplificação fiel de um sinal isso pode ser um problema sim.Com os dados obtidos monte um gráfico Av em função de f e determine fci e fcs graficamente e a largura de banda (BW).

pode-se verificar os limites de resposta em frequência para o circuito montado. 21. Faça uma conclusão sobre o experimento e o fenômeno estudado.Esta configuração de amplificador a transistor é a que oferece maior ganho de tensão e corrente dentre as configurações conhecidas. Com os dados coletados e o gráfico desenhado. fica evidente a faixa de trabalho ideal para se obter fidelidade no sinal de saída e as frequências que seriam atenuadas pelos efeitos estudados. .