Você está na página 1de 1

O imprio rabe fora edificado por um exrcito de guerreiros

nmades, porm esta fora armada tinha sua frente mercadores


citadinos j familiarizados com as culturas dos territrios ocupados.
Contrariamente a outros imprios nmades, o imprio fundado pelos
rabes soube por muito tempo preservar a sua unidade; enquanto
os mongis, por exemplo, haviam adotado as lnguas e os sistemas
religiosos dos territrios ocupados, os rabes, a seu turno,
impuseram a sua lngua e a sua autoridade aos diversos povos que
eles haviam dominado. ?(Ki-Zerbo p02)

A existncia, no seio do Imprio Muulmano, de numerosas cidades


fortemente povoadas teve consequncias considerveis no conjunto
da sua economia e, particularmente, no mbito das relaes
comerciais existentes com outras partes do Velho Mundo. Era no
prprio cerne do imprio que se encontravam os mais importantes
centros econmicos e culturais. Na mesma poca, a Europa
Ocidental oferecia um quadro bem distinto, caracterizado por uma
disperso em comunidades rurais e por uma atividade comercial e
intelectual reduzida sua mais simples expresso. ? ?(Ki-Zerbo p 04
e 05)

Se contarmos a partir dos ltimos anos do sculo VII at o final do


sculo XII, o Imprio Muulmano funcionou como uma zona de livre
comrcio. Os bens produzidos em uma das suas regies estavam
rapidamente disponveis nas outras, de modo que os mesmos
hbitos de consumo eram compartilhados por populaes
numerosas e diversas, espalhadas em um vasto territrio. Situado a
meio caminho entre o Oriente e o Ocidente, o mundo muulmano
igualmente contribuiu para difundir as inovaes tcnicas junto aos
povos circunvizinhos. ?(ki-zerbo p 05)